A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Política - Maurício solicita reparos na obra realizada Orla da Praia das Cigarras inaugurada em setembro

O vereador de São Sebastião vai apresentar na sessão de Câmara, que será realizada amanhã, dia 22,
um requerimento solicitando ao Poder Executivo reparos na obra de urbanização da orla da Praia das Cigarras, na costa norte da cidade, que foi inaugurada em setembro, do ano passado.
De acordo com o parlamentar, a obra está em estado precário. “A Prefeitura tem obrigação de citar a empresa realizadora da obra, sobre a garantia da mesma, e solicitar o imediato reparo no local”, diz.
Bardusco aponta que, em alguns locais da obra, o piso está cedendo, tornando-se ponto de acúmulo de lixo e levando risco à comunidade que passa pelo local.
Segundo o vereador, a execução dessa obra foi realizada pela empresa terceirizada “Construtel”, com recursos do Estado, através do DADE – Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias, totalizando o valor de R$ 279.084,15.
Bardusco questiona o que diz o contrato entre a empresa e o Poder Público sobre as garantias dos serviços prestados, se há previsão de reparo do local em questão, em caráter de urgência e em qual prazo.
Ainda pergunta se a empreiteira em referência, atualmente, está executando alguma outra obra no Município, caso positivo, qual a possibilidade de suspensão do contrato até que a empreiteira responsável realize os devidos reparos na orla das Cigarras.

Obra – A inauguração da obra da Praia das Cigarras ocorreu no dia 26 de setembro de 2010. 
De acordo com informações da Prefeitura, esta foi à primeira intervenção urbanística de grande porte no bairro realizada nos últimos 20 anos. A obra de reurbanização da orla mudou a paisagem da Rua da Marinha que ganhou, também, uma mureta de pedra entre o passeio público e a areia da praia. A área pavimentada corresponde a 3.670,78 metros quadrados entre calçadas e ruas.
Segundo a Prefeitura, a preocupação com o meio ambiente fez com que as guias e pavimentações desviassem de quatro árvores de grande porte com idade superior a 50 anos (dois chapéus de sol e dois coqueiros). O lado sul da orla ganhou uma aconchegante praça com mesas de jogos lúdicos.
Ao longo da orla também foram instalados 18 lixeiras urbanas dupla, 21 bancos de madeira ,10 bancos de concreto, aparelhos de ginástica (barras de flexão e abdominais), bicicletários, paisagismo, novos postes de iluminação, cerca de 300 metros lineares de mureta de pedra, rampas de acessibilidade e drenagem de águas pluviais
Os serviços foram iniciados em novembro de 2009, mas, a pedido de moradores e ambulantes foram interrompidos em virtude do início da temporada de verão e retomados em março, após o carnaval.
A plataforma de acessibilidade, conhecida como “rampa de madeira plástica” (por ser de material plástico reciclado e ter acabamento semelhante ao deck de madeira) avança 15 metros na areia da praia e é unida à rampa principal de concreto. Através dela os cadeirantes poderão facilmente tomar banho de mar.

Nenhum comentário: