A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Joaquim Barbosa diz que Folha vende falsa neutralidade ao leitor

Jornal GGN - Antes de fazer uma ressalva e dizer que a Folha de S. Paulo é um jornal que ajuda a sustentar a democracia brasileira, tendo sido um produto de referência política e social para sua geração, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, fez uma análise crítica do papel do jornal hoje, a pedido da própria Folha.
Ombudsman por um dia, Barbosa cravou que a Folha erra ao tentar vender uma falsa neutralidade ao leitor, e disse ainda que o jornal cobre superficialmente temas como cultura e políticas sociais. Além disso, na visão de Barbosa, a Folha sempre escreve como se o poder público não tivesse nenhuma faceta boa a mostrar, supervalorizando a lógica do privado.
Para ele, o periódico deveria seguir o exemplo de outras publicações e dizer claramento ao leitor qual sua posição na política (pois ela existe, ainda que nas entrelinhas), principalmente em época de eleições.
Barbosa ainda criticou a cobertura de temas que envolvem minorias ou segmentos historicamente marginalizados, como os negros, e apontou falta de apuração jornalística em muitas reportagens, principalmente na editoria de política, onde os bastidores e o jornalismo declaratório ganhou muito espaço.
Joaquim Barbosa, na Folha

De saída, vou ao que não me agrada na Folha: o deficit de sobriedade no tratamento da notícia em geral e a tentativa muito frequente de atrair o leitor pelo estardalhaço dos títulos, não raro em franco contraste com a banalidade e a pouca importância do que é exposto na matéria; a tendência a estigmatizar e debochar de certos grupos de pessoas, pela forma como a notícia é exposta; a antipatia a tudo que vem do setor público, a fazer crer que à esfera privada se deve tudo que aconteceu de positivo no nosso país, ignorando a parcela importantíssima de contribuição que a sociedade brasileira teve de extraordinários agentes públicos, como José Bonifácio, Pedro 2º, Rui Barbosa, Getúlio Vargas, Roberto Campos, Celso Furtado, Juscelino Kubitschek, Rubens Ricupero e vários outros; o caráter ralo e superficial do noticiário internacional; e, por último, um certo menosprezo por certos aspectos da cultura nacional, em oposição à desmesurada importância atribuída a alguns temas e atores da pauta, digamos, não nacional. Em suma, o velho complexo de vira-lata...
Sobre o último tópico, trago um exemplo bem ilustrativo, que me causou uma certa indignação na época. Em 2010, na mesma semana em que morrera o nosso inesquecível Paulo Moura, músico de indiscutível talento e talvez então a maior expressão da música instrumental brasileira, o jornal dedicou uma matéria de capa do seu caderno cultural não ao grande músico desaparecido, mas a uma obscura e inexpressiva cantora norte-americana! Moura foi relegado à antepenúltima ou penúltima página da "Ilustrada", como se a sua carreira e a sua espetacular produção artística em nada se diferenciassem da de um artista de segunda ou terceira linha.
No domínio da política, o jornal erra redondamente no seu esforço de querer se mostrar neutro. Não é. Até admito que nos anos não coincidentes com o calendário eleitoral nacional e estadual o noticiário apresenta um pouco mais de equilíbrio. Mas tão logo se aproximam esses pleitos, o jornal começa a se agitar e a pauta, a esquentar artificialmente. Como muitos leitores e analistas, acho que seria mais transparente a direção do jornal pura e simplesmente declarar as suas "afinidades eletivas", como fazem de tempos em tempos o "Le Monde", o "New York Times", a revista "The Economist". O leitor entenderia e aplaudiria.
Mas o pior não é essa falsa neutralidade. Como outros periódicos brasileiros, o jornal não tem refletida em suas páginas a grande diversidade da sociedade brasileira. Choca-me, por exemplo, a ausência do olhar do negro, do mulato e de outros segmentos sociais culturalmente e socialmente identificados com essa relevante e majoritária parcela da nossa sociedade. É como se o jornal e os seus colunistas se dirigissem exclusivamente às classes média alta e alta, supostamente caucasiana, a que muitos jornalistas equivocadamente julgam pertencer. Nesse contexto, não são nada surpreendentes as campanhas que a Folha promoveu contra as ainda raquíticas políticas sociais implantadas no país nos últimos anos, como cotas em universidades, ProUni e outras. O jornal e alguns dos seus jornalistas e colunistas parecem ignorar por completo o que seja, de verdade, uma sociedade inclusiva e com amplo desenvolvimento econômico e social, que é o sonho da maioria dos brasileiros.
Há outras deficiências a lamentar: a natureza excessivamente opinativa do diário, em detrimento da apuração e da pesquisa jornalística em profundidade; a ausência de especialistas de peso em matérias altamente técnicas e fundamentais da nossa institucionalidade; o excesso de notícia sobre Brasília e os bastidores da política; a minguada cobertura de temas realmente interessantes sobre o país e o seu entorno, na perspectiva do leitor, como bem ressaltado recentemente por Nizan Guanaes; a quase ausência de cobertura relevante de assuntos da América Latina e Africa, o que leva à reprodução e ao enraizamento de vieses típicos das elites da nossa região, como o eurocentrismo e o norte-americanismo.
Erram porém os que pensam que a minha visão sobre a Folha é predominantemente negativa. Não é. A Folha foi a grande referência cultural e política dos jovens da minha geração, os que consolidaram ou formaram a sua consciência político-cultural e social já no ocaso da ditadura. Lembro-me da façanha que era obter um exemplar do jornal fora do eixo Rio-São Paulo-Brasília. E que deleite era consegui-lo! Naquela era pré-tecnologia da informação, em que o país era um deserto de ideias, repressivo, misógino e preconceituoso ao extremo, ler a Folha era como um bálsamo; os temas abordados pelo jornal eram objeto de análises e discussões acirradas pelos jovens de então; e o estupendo time de colunistas e correspondentes internacionais que o jornal ostentava, cada um mais instigante que o outro: Gerardo Mello Mourão, Osvaldo Peralva, Janio de Freitas, Paulo Francis, Tarso de Castro, Flavio Rangel, Clóvis Rossi.
Nos dias atuais, porém, penso que o papel mais importante cumprido pela Folha, ao lado de outras publicações igualmente importantes, é o de fazer o contraponto eficaz ao poder político em geral. E isso, como se sabe, é essencial a qualquer democracia digna desse nome. Pena que esse contraponto também não exista em relação a outros fatores reais de poder.  

Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos

Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos - v.: 1.4.3
Candidato  Comitê Financeiro/Direção Partidária

Nº Controle: 454450700000SP1107149     Data Entrega: 29/08/2014

Doador CPF/CNPJ Doador Originário CPF/CNPJ Originário Data Nº Recibo Eleitoral Valor R$ Espécie do Recurso Nº Documento Nome do Candidato Número Partido Candidatura Unidade Eleitoral Fonte do Recurso

ALINE RODRIGUES ALVES 292.119.258-60   21/07/14 454450700000SP000036 15.000,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANABEL PEDROSO 026.121.978-26   08/08/14 454450700000SP000032 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDRE JOSE PROCOPIO DE ARRUDA   033.135.248-69   05/08/14 454450700000SP000010 6.600,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDRE JOSE PROCOPIO DE ARRUDA   033.135.248-69   30/07/14 454450700000SP000004 11.000,00 Depósito em espécie NSU3482 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDRE JOSE PROCOPIO DE ARRUDA   033.135.248-69   08/08/14 454450700000SP000014 50,00 Estimado ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDRE LUIZ ALVES MEDEIROS DA SILVA   306.929.478-25   10/08/14 454450700000SP000038 3.135,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDRE MAURICIO FERRAZ 172.933.508-05   05/08/14 454450700000SP000025 2.972,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANDREA PARLETA 190.574.108-18   08/08/14 454450700000SP000031 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

ANTONIO CARLOS DA SILVA 788.109.308-00   30/07/14  
454450700000SP000003 20.000,00 Cheque 900019 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

BRUNA CARDOSO CAPASCUITTI 375.580.628-29   08/08/14 454450700000SP000015 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

CRISTIANE DE JESUS AVINO 026.097.418-80   08/08/14 454450700000SP000030 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

DANIEL BALANGUE DE OLIVEIRA 323.589.308-30   08/08/14 454450700000SP000017 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

DIEGO FERREIRA JOB 368.737.838-11   08/08/14 454450700000SP000020 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

DONIZETE PRADO DE FREITAS 799.394.658-15   22/08/14 454450700000SP000022 1.486,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

DORIVAL DE PAULA JUNIOR 141.589.458-28   30/07/14 454450700000SP000002 12.000,00 Transferência eletrônica 216553 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

DORIVAL DE PAULA JUNIOR 141.589.458-28   21/07/14 454450700000SP000037 5.000,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO
Direção Estadual/Distrital 59.941.682/0001-80 SERVENG 

CIVILSAN SA 48.540.421/0001-31 15/08/14 454450700000SP000023 118.750,00 Cheque 850071 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO Outros Recursos

FELIPE RODRIGUES ALVES 271.692.028-16   21/07/14 454450700000SP000035 15.000,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

FRANCISCO ALEXANDRE V DE SOUSA 376.183.848-43   14/08/14 454450700000SP000041 2.229,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

GENESI BITENCOURT 150.321.228-90   08/08/14 454450700000SP000008 6.600,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

GIOVANNI DANGELO 213.506.308-88   08/08/14 454450700000SP000012 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

GISELI LEOCIONI 041.604.098-57   08/08/14 454450700000SP000021 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

GUSTAVO DOS PASOS NACIMENTO 321.011.178-27   08/08/14 454450700000SP000019 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

IVANILDE MATOS E SILVA 485.629.129-72   05/08/14 454450700000SP000033 3.420,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

JORGE APPER 548.066.668-15   08/08/14 454450700000SP000007 10.000,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

JUVENAL FERREIRA DA SILVA 034.859.088-19   05/08/14 454450700000SP000009 6.578,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

LAURA RODRIGUES ALVES 342.635.088-23   05/08/14 454450700000SP000026 3.420,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

LUCIANA GARRIDO 150.265.138-67   08/08/14 454450700000SP000034 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

MAGALI DE MEDEIROS 100.922.168-03   08/08/14 454450700000SP000028 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

MARCONI CAETANO DE JESUS 260.276.018-84   14/08/14 454450700000SP000045 2.500,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

MARYANE MONTER 335.866.788-00   08/08/14 454450700000SP000016 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

MM INCORPORAÇÃO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS 05.472.310/0001-22   30/07/14 454450700000SP000005 100.000,00 Transferência eletrônica 96832 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

NIVALDO RODRIGUES ALVES   784.309.178-53   05/08/14 454450700000SP000024 2.972,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

NIVALDO RODRIGUES ALVES   784.309.178-53   30/07/14 454450700000SP000006 9.500,00 Depósito em espécie NSU3450 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

PARIS ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS LTDA 05.685.297/0001-90   26/08/14 454450700000SP000062 30.000,00 Transferência eletrônica 9640361 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

PAULO ANTONIO DA SILVA 019.663.208-09   08/08/14 454450700000SP000039 2.725,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

REBACA G.E.G.C. BONAMATE 381.293.098-66   08/08/14 454450700000SP000029 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

RICHARD WESLEY LIPPI 338.639.508-28   08/08/14 454450700000SP000018 50,00 Estimado   ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

SILVIO T DE ANDRADE 950.894.548-68   30/07/14 454450700000SP000001 11.500,00 Depósito em espécie NSU001923 ANTONIO CARLOS DA SILVA JUNIOR 45445 PSDB Deputado Estadual SÃO PAULO

Leia os fatos na integra e procure entender





Prorrogadas as inscrições para o Conselho Municipal de Alimentação Escolar Os interessados em participar como eleitor ou candidato devem se inscrever das 9h às 12h e das 14h às 17h, na secretaria de Educação

As inscrições para a eleição dos membros que participarão do Conselho de Alimentação Escolar de Caraguatatuba (CAE) foram prorrogadas até a próxima terça (07). O processo será realizado para o preenchimento das seguintes vagas: dois representantes entre as entidades de docentes, discentes ou trabalhadores na área de Educação; dois representantes de pais de alunos; e dois representantes indicados por Entidades Civis Organizadas.
Os interessados em participar como eleitor ou candidato devem se inscrever das 9h às 12h e das 14h às 17h, na secretaria de Educação, na Avenida Rio de Janeiro, 860, Indaiá. É necessário portar os seguintes documentos: original e cópia do documento de identidade com foto (RG, Carteira de Motorista, Carteira de Trabalho, Registro em Órgão de Classe); original e cópia do CPF; original e cópia de comprovante de endereço; comprovante de que faz parte do segmento no qual está se inscrevendo.
Eleitores e candidatos das Entidades Civis Organizadas deverão apresentar também cópia do documento de constituição da Entidade, com o respectivo CNPJ.
A habilitação das Entidades Civis Organizadas, como eleitores ou candidatas ocorrerá mediante a apresentação dos seguintes documentos: Estatuto ou atos constitutivos, com as respectivas alterações devidamente registradas como pessoa jurídica, no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas; ata da Eleição e posse da última diretoria (cópia autenticada); ofício de indicação de representante da Entidade Civil Organizada não governamental como candidato à eleição, mediante papel timbrado da entidade, contendo dados de identificação dos candidatos, como nome, endereço, cédula de identidade, CPF, e telefone. Informando também a forma de filiação, cargo ou função perante a Entidade Civil Organizada.
As eleições serão realizadas no dia 30 de setembro de 2014, na secretaria de Educação. Às 18h para os representantes de Entidades Civis Organizadas e para os representantes das entidades de docentes, discentes ou trabalhadores na área de Educação. Às 19h será para os representantes de pais de alunos.
Os eleitores e candidatos inscritos devem comparecer munidos do protocolo de inscrição e documento de identidade.A nomeação dos membros efetivos e suplentes do Conselho será para um mandato de quatro anos, podendo ser reconduzidos uma única vez.