ABI - Associação Brasileira de Imprensa

ABI - Associação Brasileira de Imprensa
Liberdade de Expressão e Ética

sábado, 3 de dezembro de 2011

Os bastidores da separação, só profissional, de Fátima e Bonner William Bonner chorou e a Globo resistiu à ideia, mas Fátima Bernardes bateu o pé: terá um programa matinal próprio

Últimas notícias: Patrícia passa a dividir a bancada com Bonner, no lugar de Fátima: espectadores a consideram elegante e espontânea, mas ela terá de cortar o cabelo
Últimas notícias:
Patrícia passa a dividir a bancada com Bonner, no lugar de Fátima: espectadores a consideram elegante e espontânea, mas ela terá de cortar o cabelo

"Como chefe, não podia concordar. Como marido, não tinha alternativa a não ser apoiá-la”, assim William Bonner descreve o momento em que cedeu, pela primeira vez, à decisão da mulher, Fátima Bernardes, de desmanchar a dupla mais conhecida do telejornalismo do Brasil. Foi no dia 1º de janeiro deste ano que a firmeza de propósito de Fátima, que cogitava fazer um programa próprio desde 2007, venceu a resistência de Bonner. Depois de tocar o projeto em segredo, temendo até que as felicitações pelo desempenho do Vasco, seu time, na verdade se referissem ao futuro programa (veja a entrevista na pág. 136), Fátima percebeu, em conjunto com a cúpula do Jornal Nacional, que não dava mais para manter o sigilo. Sorridente, com os cabelos impecáveis — e intocáveis, como se viu pela reação do público quando ela fez alisamento japonês —, ela anunciou a mudança na manhã de quinta-feira, ao lado de Bonner e de sua substituta, Patrícia Poeta, que troca o banquinho do Fantástico pela responsabilidade maior ainda da bancada do Jornal Nacional. Com o mesmo sorriso, mas atitude bem mais resguardada, Fátima nem cogita entrar em detalhes sobre as especulações de que o casal estaria se separando também na vida real ou de que os catorze meses de idade a mais que o marido começariam a pesar. “Todos sabem que estou radiante. Não existe luto”, diz.
Mudar para renovar é o nome do jogo de qualquer programa de televisão. O Jornal Nacional está no ar desde 1969, e Fátima e Bonner o apresentaram em conjunto durante treze anos e nove meses. Seguindo desejos detectados por pesquisas de opinião, Fátima e Bonner nos últimos anos imprimiram um ar cuidadosamente mais informal à apresentação das notícias. Passaram a se olhar e conversar mais e a se dirigir aos telespectadores de maneira mais pessoal. Um novo instrumento de comunicação, o Twitter, aproximou  Bonner de uma faixa etária mais jovem. Até a cor das suas gravatas virou motivo de brincadeira em rede. Além de administrar a rotina dos trigêmeos — com 14 anos, em pleno início de adolescência —, Fátima começou a deslocar seu foco de interesse. Queria fazer outro tipo de programa, menos noticioso e com pitadas de entretenimento, ao estilo dos matutinos da televisão americana. Em 2007, falou com a direção da Rede Globo, mas todos acharam que era cedo para uma mudança. Dois anos depois, quando o jornal estava para completar quarenta anos, sugeriu que sua saída fosse anunciada. Ouviu do chefe Carlos Henrique Schroeder, hoje diretor-geral de jornalismo e esporte: “É motivo de festa e você vai querer sair, Fátima?”.
A virada aconteceu em abril, quando a sinopse de um programa escrita por ela recebeu o sinal verde. A notícia foi dada a Fátima pelo diretor da Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel. Em outubro, uma equipe comandada pelo diretor Guel Arraes passou a se encontrar uma vez por semana para formatar a atração. Outros integrantes eram Claudio Manoel, que fez a transposição da era Casseta & Planeta para uma posição importante, à frente de programas de humor, e o jornalista Geneton Moraes Neto, da Globo News. Reunidos na casa de um deles para manter o projeto em sigilo, discutiam ideias e assistiam a programas ameri-canos consagrados, como o Good Morning America, da rede ABC, uma atração matutina dirigida ao público feminino — motor da maioria das decisões de consumo. Outra inspiração para o grupo foi o extinto The Oprah Winfrey Show, que ficou no ar durante 25 anos. Numa guinada longamente planejada e copiosamente chorada, Oprah, de 57 anos, encerrou o programa em maio passado e se transferiu para um canal próprio de televisão a cabo. O programa matinal de Fátima, ainda sem nome, deve estrear em abril. Terá uma hora e será diário. O horário da manhã é aquele em que a Globo enfrenta competição mais acirrada. Entre 2006 e 2011, a audiência  caiu de 9,6 para 7,6 pontos. A da Record registrou aumento de 3,5 para 5,6 pontos. O programa mais afetado é o Mais Você, de Ana Maria Braga.
John Amis/AP
Inspiração: Depois de 25 anos de sucesso, Oprah Winfrey deixou seu programa para criar um canal de TV

Como Oprah Winfrey, Fátima confidenciou o desejo de “sair no auge”, apesar da resistência do marido. Neste ano, Bonner renovou seu contrato até 2018, e achava que Fátima deveria fazer o mesmo, argumentando, com razão, que formam o “casal-símbolo”. Só acabou aquiescendo na conversa mantida no primeiro dia do ano, pouco antes de uma viagem a Fernando de Noronha. “Embora apreensiva, ela me disse que estava decidida”, conta Bonner. “Pela primeira vez, cedi.” Ele chorou várias vezes enquanto era editado, numa área coberta de papel branco para manter o sigilo, o vídeo com os melhores momentos da carreira da mulher.
A escolha de Patrícia Poeta como a nova integrante do Jornal Nacional foi cercada de cuidados. A Globo encomen-dou pesquisas para testar a aceitação do nome de Patrícia, que é casada com Amauri Soares, diretor de projetos e eventos especiais da emissora. Elas mostraram que Patrícia desperta simpatia e confiança em todas as classes sociais com atributos semelhantes aos de Fátima: é informal, elegante, independente e “ao mesmo tempo mãe de família”. Meticulosa e aplicada, ela grava falas várias vezes se detecta uma alteração na voz ou uma mecha de cabelo fora do lugar. A exuberante cabeleira, porém, terá de perder alguns centímetros para se adaptar ao padrão JN. Vestidos festivos não entrarão mais no figurino profissional. O projeto de ter um segundo filho foi adiado “por enquanto”, diz ela. Se as mudanças provocarem tantos comentários como acontecia com Fátima, o interesse do público estará garantido.

Na mochila

A carga é pesada, mas o projweto é delirante

Está para ser discutido na Câmara um daqueles projetos que, se aprovados, são destinados a virar letra morta.
De autoria do deputado Sandis Júnior, ele pode ser explicado pelo seu primeiro artigo: “o estudante não poderá transportar material escolar em mochilas cuja carga seja superior a 10% do seu peso corporal”.
Beleza. Mas como isso vai funcionar na prática? O próprio projeto ensaia uma resposta: “A aferição do peso do aluno será feita mediante declaração escrita do próprio aluno, quando no ensino médio, ou dos seus pais, quando em creches, pré-escola ou ensino fundamental”.

Garoto Devassa

Em todas - Silvio Santos: quem quer cerveja?
 
Já imaginou Silvio Santos com um copo de cerveja na mão, rodeado de mulheres bonitas e usando seus célebres bordões? Pois é justamente essa cena inusitada que a Devassa pretende levar para a TV no Carnaval de 2012. Depois de Paris Hilton e Sandy, a cervejaria acaba de convidar o apresentador mais popular do país para ser seu garoto-propaganda em 2012. A resposta, por enquanto,  não foi dada.

MP recorre contra absolvição da víuva de milionário

Adriana e três acusados de tramar a morte do ex-lavrador foram absolvidos por falta de provas na madrugada de sábado

Adriana Ferreira Almeida, acusada de planejar a morte do marido, o milionário René Senna, chega ao Fórum de Rio Bonito acompanhada de seu advogado, Jackson Costa
Crime: Adriana Ferreira Almeida, acusada de planejar a morte do marido, o milionário René Senna 

O Ministério Público do Rio recorreu contra a absolvição de Adriana Ferreira de Almeida, a viúva do milionário René Senna, executado com cinco tiros em janeiro de 2007, dois anos depois de ganhar 52 milhões de reais na Mega-Sena. Adriana e três acusados de tramar a morte do ex-lavrador foram absolvidos por falta de provas na madrugada de sábado pelo Tribunal do Júri, no Fórum de Rio Bonito, na Baixada Litorânea do Rio de Janeiro. Apenas os ex-seguranças da vítima, Anderson Silva de Souza e Ednei Gonçalves Pereira, condenados em 2009 a 18 anos de prisão, cumprem pena pelo crime.
O prazo mínimo para um novo julgamento é de três meses. Na avaliação dos promotores do MP do Rio, o Júri não levou em consideração investigações concluídas, que constavam no processo, como as ligações telefônicas de Adriana para o ex-segurança Anderson Souza, já condenado pelo crime, que comprovariam que ela foi a mandante do assassinato. A defesa da viúva classificou a atuação da acusação como "covarde, infantil, preconceituosa e sem provas".
"Estou absolutamente convencida da participação de Adriana, mas o Tribunal do Júri é isto. A sociedade é que decide. A decisão é soberana, mas não é absoluta", afirmou a promotora Priscilla Naegele Vaz. A única filha do milionário, Renata Senna, não compareceu ao último dia de julgamento. O advogado dela, Marcus Rangoni, confirmou que o MP do Rio entrou com recurso logo no final do julgamento e disse que a absolvição revoltou a família da filha da vítima, que também deseja recorrer contra a decisão.
Julgamento - Adriana foi absolvida após cinco dias de julgamento e de prestar depoimento por mais de seis horas. Ela admitiu que teve um caso fora do casamento com um motorista de van, com quem passou o Réveillon de 2007. A viúva disse que a relação extraconjugal aconteceu porque o marido sofria de disfunção erétil. Ao ouvir a sentença, Adriana chorou. Ela deixou o fórum no carro de seu advogado de defesa e sob a escolta de uma equipe da Polícia Militar, por volta de 2h45, sem falar com os jornalistas.
A defesa da viúva tentou colocar a culpa do crime em Renata, a única filha de René Sena, que disputa na Justiça com a viúva a herança do pai, hoje bloqueada pela Justiça. O advogado Jackson Costa alegou que o ex-lavrador desconfiava da paternidade e teria gasto 380 mil reais em um exame de DNA. No entanto, os advogados da filha do milionário negam e informam que um exame no laboratório da Universidade Federal do Rio de Janeiro já comprovou que o milionário era o pai de Renata.
Absolvida, a viúva passa a ter o direito de lutar pela metade da fortuna deixada pelo marido hoje estimada em 100 milhões de reais. No testamento, o milionário deixou metade do patrimônio para a viúva. Apontada pela polícia como mandante do crime, se condenada, Adriana teria o acesso definitivamente interditado aos bens da vítima. Todo o patrimônio ficará interditado pela Justiça até o fim do processo criminal sobre a morte do milionário.
A tendência é que Adriana inicie uma batalha na área cível pelos bens do marido e Renata tente se manter como a única herdeira do pai. Entre os bens de René estariam contas bancárias, propriedades e veículos. Apenas a fazenda em Rio Bonito estaria avaliada em 9 milhões de reais. Entre os imóveis está uma cobertura em Arraial do Cabo (Região dos Lagos), que Adriana comprou por 300 mil reais, em janeiro de 2007, poucos dias antes da morte de René. Ao comprar o apartamento, ela declarou que era solteira.

STJ exige roupas formais e causa constrangimento A partir de agora, até visitantes têm de usar terno, camisa social e gravata, no caso dos homens, e blusa com calça social ou com saia social, para mulheres

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer
O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer
 
Os padrões estéticos e o conceito de formalidade evoluíram na sociedade. No fim do século XIX, as mulheres passaram a usar calças para trabalhar em indústrias, um verdadeiro marco no guarda-roupa feminino. Na década de 60, o pensamento liberal trouxe uma nova revolução: a minissaia. As transformações no uso de roupas, no entanto, ainda não avançaram nos tribunais brasileiros.

Até 2000, as mulheres que trajavam calças não podiam sequer entrar no Supremo Tribunal Federal (STF), a mais alta Corte do país. A regra caiu, mas as exigências da tradição, no entanto, persistem no plenário do STF. Ato normativo da Casa determina: “não são permitidos o ingresso e a permanência nas dependências do tribunal de pessoas com trajes em desacordo com o cerimonial, a formalidade e o caráter solene da Corte, ou que sejam atentatórios ao decoro". Apesar de não haver uma regra que especifique a “formalidade”, na prática, só é possível entrar no plenário da Suprema Corte vestindo terno, blazer com calça ou brazer com saia social.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) também passou a exigir formalidade. Em novembro, decidiu ampliar as regras de vestimenta, antes destinadas somente aos servidores, aos visitantes em geral. Cerca de 6.000 pessoas circulam por dia na Corte. O texto, que é público, não foi divulgado no site da instituição e tem gerado constrangimentos a quem chega ao tribunal. A partir de agora, para acessar salas de julgamento, como plenário, seções e turmas, é preciso usar terno, camisa social, gravata e sapato social, no caso dos homens. Para mulheres, é obrigatório o uso de blusa com calça social ou com saia social, acompanhados de sapato social.
Elitismo - Magistrados alertam para o elitismo das novas regras, que distancia a população mais pobre da Justiça. O ministro do STF Marco Aurélio avalia que os tribunais, ao contrário, deveriam implementar atos que aproximem o cidadão do Judiciário. “Essa norma afasta, constrange, pode gerar uma frustração e, a meu ver, repercute na dignidade do homem”.
O ex-ministro do STJ Aldir Passarinho admite que as pessoas se vestem com trajes cada vez mais informais, mesmo em ambientes formais. Para ele, no entanto, a vestimenta não pode restringir o acesso à Corte. “O tribunal, claro, é um ambiente mais formal, mas isso não pode ser um impeditivo para as pessoas terem acesso”, disse. “Você não pode exigir gravata a uma pessoa de condição simples”.
Constrangimento - O site de VEJA ouviu uma servidora pública que foi impedida de entrar no STJ por usar uma calça de ginástica. Ela precisava assinar um contrato em um banco que fica dentro da Corte e não pretendia entrar nas salas de julgamento. “É um constrangimento, algo muito nivelador”, afirmou. Um funcionário do banco atendeu a cliente do lado de fora, mas ela teve que retornar outro dia para finalizar o processo. “Voltei mais bem-vestida”, disse.
Além de roupas de ginástica, é proibido o uso de outros trajes em todas as dependências do tribunal. São eles: shorts, bermuda, miniblusa, minissaia, trajes de banho e camiseta sem manga – este último no caso dos homens. A lista é prevista em regulamento de 1997. Apesar de as regras já existirem para esses casos, não era cumpridas, nem fiscalizadas como passou a ocorrer há três semanas.
Exceções - Assinada pelo presidente do STJ, Ari Pargendler, a resolução prevê exceções. Estagiários, estudantes em visita e terceirizados de uniforme, por exemplo, não precisam usar roupas formais. O Gabinete da Secretaria de Segurança, responsável pela fiscalização dos trajes de quem circula no STJ, também deverá propor critérios flexíveis de acordo com as condições sociais e econômicas da pessoa. Cada caso deverá ser avaliado separadamente. “Não vejo como tornar o segurança um censor da vestimenta do cidadão”, afirmou o ministro Marco Aurélio.

Sócrates melhora após troca de medicamento, mas estado segue grave

O ex-jogador segue sedado na UTI, respira com auxílio de aparelhos e está sendo submetido a tratamento dialítico

O ex-jogador Sócrates permanece internado em São Paulo com choque séptico de origem intestinal
O ex-jogador Sócrates permanece internado em São Paulo com choque séptico de origem intestinal (Renato Pizzutto)
O quadro de saúde do ex-jogador Sócrates, que está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, com infecção intestinal, melhorou após uma mudança de medicamento promovida pelos médicos na manhã deste sábado, mas o estado ainda é grave.
Sócrates segue sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respira com auxílio de aparelhos e está sendo submetido a tratamento dialítico (remoção de substâncias prejudiciais dos rins para limpar o organismo).
A expectativa da equipe médica responsável pelo tratamento do ex-atleta é de que ele fique em observação por mais 72 horas. Depois desse período, a evolução clínica será analisada e novos procedimentos serão tomados. Como o antibiótico que passou a ser utilizado neste sábado está fazendo efeito, as perspectivas melhoraram.
Sócrates foi internado na noite de sexta-feira com um 'choque séptico' - uma infecção causada por bactéria. Ele começou a passar mal após comer estrogonofe em um restaurante em Alphaville, na região metropolitana de São Paulo, com a esposa e um amigo. Os médicos não confirmam se o prato causou a doença.
Esta é a terceira internação do ídolo corintiano em menos de quatro meses. Em agosto e setembro deste ano, Sócrates precisou ser internado por complicações no fígado, que provocaram uma hemorragia digestiva - ele nunca escondeu o gosto pelo consumo de bebidas alcoólicas, mas, agora debilitado e bem mais magro, garante ter se livrado do problema.

Farra antecipada em Caraguá... rsrsrsrsrs

Chegou em minhas mãos uma lista com nomes de possíveis secretários municipais caso se um determinado candidato for eleito....

A segurança da vitoria é tanta que já estão comemorando as suas secretarias e até escolhendo os diretores e assessores.
kkkk Piada das boas.
Não esqueça da lei da ficha limpa!!!

Vão procurar um trabalho no PAT....

Afrah Modas tem novidades para você mulher e homem


Vote na "Garota Esporte Legal"

Será que vc já sabia disso?

O ex-prefeito José Pereira Aguilar foi condenado é condenado por improbidade administrativa...

O ex-prefeito José Pereira Aguilar foi condenado e ninguem comenta nada. 
Mas um condenado por improbidade administrativa...
Confira:
Sentença nº 700/2011 registrada em 29/09/2011 no livro nº 31 às Fls. 65/79: Ante o exposto julgo procedente o pedido para declarar nulos os contratos de número 58/07 e 62/07 celebrado entre a Electra e o Município. Condenar a Electra na multa civil correspondente à metade do valor total dos contratos acima, com correção monetária e juros de mora desde a data das contratações, bem como, proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, ainda que indiretamente, ou por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário pelo prazo de 5 (cinco) anos. Condenar José Pereira Aguilar na multa civil correspondente a 10% do valor total dos contratos, com correção monetária desde o desembolso e juros de mora desde a citação, bem como, proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, ainda que indiretamente, ou por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário pelo prazo de 5 (cinco) anos. E julgo improcedente o pedido de ressarcimento integral pelos fundamentos acima. Sem custas e honorários ante a sucumbência recíproca. Excluo do pólo passivo da ação popular de número 579/2008 os réus Raul Pesci Junior e Carlos Tobias Lima Filho, por ausência de sujeição passiva. P.R.I.C.

E aí Sr. PREFEITO DE CARAGUATATUBA ?? VICE ?? ASSESSORES?? VEREADORES??

Lembram-se daquela quadra do Indaiá a qual me referi alguns dias atrás (a última, a única, ontem tem uma casa antiga e muitas palmeiras). 
Pois bem!!! 
Para minha surpresa passei por lá ontem à noite e vi que estavam "limpando" o terreno.
OLHA SÓ GENTE BOA E INTERESSADA !! 

Vocês vão desapropriar aquilo e transformar em algo realmente útil à sociedade ou a sociedade deve apostar que ali será construído um grande edifício?

Não se esqueçam minha gente, ano que vem tem eleição.
 
POR QUE NÃO TOMAM UMA ATITUDE E FAÇAM AS COISAS SAÍREM DO PENSAMENTO?
ESTAMOS AGUARDANDO.

Usina de Belo Monte - Movimento Gota D'água

Enio Barroso fala da regulamentação da mídia e defende a liberdade de ex...

Conheça o Rio de Janeiro com um outro olhar


O que recomendamos
  • Ande de pedalinho na Lagoa Rodrigo de Freitas
  • O Rio possui 19 estações de aluguel de bicicletas, distribuídas entre a Lagoa, Copacabana, Leme, Gávea, Ipanema e Leblon, então aproveite e faça uma belo passeio de bike!
  • Conheça o Parque Lage, localizado no Bairro Jardim Botânico, esse patrimônio tombado pelo IPHAN é rico em história e beleza natural
  • Durante a noite vá até a Lapa, o lugar abriga todas as tribos
  • Não deixe de dar um mergulho na famosa Praia de Copacana!
  • Faça os típicos programas de turista: Conheça o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar
  • Caminhe pela Pista Cláudio Coutinho. Localizada entre a costa do Pão de Açúcar e a Praia Vermelha, o lugar ié deal para dar uma boa corridinha ou caminhada, seja pelo exercício ou apenas para curtir a brisa e o visual
O que saber
  • Antes de efetuar a compra verifique disponibilidade para o periodo desejado pelo e-mail: centraldereservas@hotelurbano.com.br
  • Voucher válido de 08 de novembro a 20 de dezembro de 2011. Exceto  período de eventos e congressos onde houver política tarifária diferenciada
  • Check-in: 15h | Check-out: 12h
  • Prazo mínimo para realizar a reserva: 48 horas
  • Taxas de serviço e Iss estão inclusas
  • Em caso de No-show será descontado uma diária do voucher
  • A reserva deverá der feita com no mínimo de 7 dias de antecedência da data de chegada,  diretamente com o Hotel Urbano, através do e-mail centraldereservas@hotelurbano.com.br  
  • O e-mail para reserva deverá conter os nomes dos hóspedes, número do voucher, período desejado de estadia,  e-mail e telefone para contato, com o assunto "Reserva - Real Hotel Rio  - RJ " A reserva será confirmada mediante disponibilidade do Hotel
  • Acomodação: Apartamento Standard com ar condicionado com controle remoto, telefone, TV LCD, e ponto para acesso à internet

Salmo 100:4 -


Deus tem visto suas lutas. Deus diz que elas estão chegando ao fim. Uma bênção está vindo em sua direção. Se você crê em Deus, envie esta mensagem para 20 amigos.  Se rejeitar, lembre-se que disse Jesus: "Se me negas entre os homens, te negarei diante do Pai".

Crivella entrega emenda de R$ 4,3 milhões ao prefeito de Friburgo



Crivella entrega emenda de R$ 4,3 milhões ao prefeito de Friburgo
 
Nova Friburgo, a cidade mais atingida pelas fortes enxurradas de janeiro, e que ainda sofre com a falta de infraestrutura urbana, recebeu uma boa notícia nesta sexta-feira (2/12): o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) visitou o prefeito, Sérgio Xavier, e levou um ofício encaminhado ao Ministro das Cidades, Mário Negromonte, pedindo para repassar R$ 4,3 milhões de suas emendas parlamentares para obras de saneamento e contenção de encostas no município.
- Não conhecia o senador Crivella, e me surpreendi de forma muito positiva com sua atuação política e sua preocupação em ajudar os prefeitos do estado. Fiz uma peregrinação pelos corredores do Congresso Nacional, e o gabinete do senador Crivella foi o que melhor me recebeu. O senhor, senador, estendeu mais uma vez a mão a nossa cidade. Com suas atitudes, o senhor tem a chancela de “Amigo de Nova Friburgo” – afirmou o prefeito, Sérgio Xavier.
Antes de encontrar o prefeito, Crivella esteve na Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais (Apae), instituição que ajuda há algum tempo e na qual conheceu o menino João Gabriel, cantor e compositor que morreu vítima de doença degenerativa.
Emocionada, Dorinha, a presidente da Apae, reconheceu o trabalho que Crivella faz pelo município:
- Deposito muita confiança no senador Crivella. Ele tem uma percepção social extremamente aguçada – disse Dorinha.

Concurso "Garota esporte legal" verão 2012 de o seu voto em nossa enquete

Quem é o seu candidato em 2012 - Fim da enquete

ÁLVARO X RODOLFO
  006
ÁLVARO X OMAR KAZON
  136
ÁLVARO X EDU GAMA
  125
ÁLVARO X GUILHERME
  135 = 402
AURIMAR X JUNIOR
  107
AURIMAR X OMAR KAZON
  229 = 336
EDU GAMA X OMAR KAZON
  116
EDU GAMA X ÁLVARO
  127
EDU GAMA X GUILHERME
  236
EDU GAMA X RODOLFO
  129 = 608
GUILHERME X ÁLVARO
  238
GUILHERME X RODOLFO
  138
GUILHERME X OMAR KAZON
  242
GUILHERME X EDU GAMA
  138
GUILHERME X RAQUEL
  299 = 1055
JUNIOR X NIVALDO ALVES
  104
JUNIOR X AURIMAR
  105
JUNIOR X NETO BOTA
  008 = 207
NIVALDO ALVES X NETO BOTA
  04
NIVALDO ALVES X JUNIOR
  05 = 009
OMAR KAZON X ÁLVARO
  239
OMAR KAZON X RODOLFO
  125
OMAR KAZON X EDU GAMA
  115
OMAR KAZON X GUILHERME
  137
OMAR KAZON X AURIMAR
  234 = 850
RODOLFO X ÁLVARO
  007
RODOLFO X EDU GAMA
  127
RODOLFO X GUILHERME
  143
RODOLFO X OMAR KAZON
  122 = 399

Veja o resultado da enquete - Qual o pior serviço oferecido pela Prefeitura de Caraguatatuba

Saúde
  3974
Cultura
  0415
Meio Ambiente
  0847
Transporte
  2656
Educação
  2154
Saneamento Basico
  1150
Iluminação Publica
  0408
Segurança
  0551
Conselho Tutelar
  0449
Social
  1572

Senado aprova em primeiro turno diploma obrigatório para jornalistas

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que restabelece a exigência de diploma para o exercício da profissão de jornalista foi aprovada em primeiro turno pelo Senado nesta quarta-feira, 30. Foram 65 votos a favor e sete contrários à proposta.
A obrigatoriedade do diploma em Jornalismo para o exercício da profissão caiu por por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em junho de 2009. A maioria dos ministros entendeu que limitar o exercício da profissão aos graduados em Jornalismo estaria em desacordo com a liberdade de expressão prevista no texto constitucional.
Se aprovada em segundo turno no Senado, a PEC 33/2009 seguirá para exame da Câmara dos Deputados.
A PEC, que tem como relator o senador Inácio Arruda (PC do B-CE), foi apresentada pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e tem parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A votação teve protesto do líder do DEM, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que reclamou por não haver acordo de líderes para a votação da PEC.

Indústrias do Rio e de SP irão patrocinar MBA para diretores de escolas públicas

RIO DE JANEIRO - Em uma iniciativa inédita, as federações da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Rio de Janeiro (Firjan) divulgaram nesta quinta-feira um documento com propostas que serão encaminhadas ao governo federal, com o objetivo de tornar a economia brasileira mais competitiva. O estudo avalia quatro áreas consideradas estratégicas para o país: logística, com destaque para portos; energia; tecnologia da informação (TI), com ênfase na banda larga; e educação.
As entidades anunciaram que vão patrocinar um curso de MBA (Master in Business Administration) em Gestão Empreendedora para todos os diretores das 4,9 mil escolas estaduais de ensino médio de São Paulo e do Rio de Janeiro. O custo de R$ 35 milhões também será coberto pelas duas federações. 'Nós podemos mudar a qualidade do ensino nos dois estados', disse Gouvêa Vieira. Skaf completou dizendo que 'essa é a forma de estender a mão e melhorar o ensino público'.
As entidades também vão oferecer cursos de iniciação à nanotecnologia para alunos das escolas públicas. Serão 100 mil alunos atendidos em quatro anos. O custo com escolas móveis, estimado em R$ 5 milhões, será coberto pelas duas federações.
No que se refere à educação, a ideia da Firjan/Fiesp é oferecer ao governo a colaboração das duas entidades na área de formação e qualificação profissional. Nos últimos dez anos, Fiesp e Firjan formaram 10 milhões de trabalhadores. Os números poderiam ser maiores se não fosse a baixa qualidade do ensino público na educação básica, segundo avaliaram os presidentes das duas maiores federações. industriais do país.

Kid Abelha - Garotos

Segunda fase do Exame da OAB será no domingo

SÃO PAULO - A segunda fase do V Exame da Ordem Unificado será neste domingo, 4. Nesta etapa, de caráter prático-profissional, o candidato tem de redigir uma peça jurídica e responder a quatro questões discursivas sobre a área do direito em que pretende atuar - informada no momento da inscrição.
A prova começa às 14h (horário de Brasília) e termina às 19h. A organização pede que os candidatos cheguem pelo menos uma hora e trinta minutos antes do início do exame.
Os locais de aplicação da prova podem ser consultados no site http://oab.fgv.br.
A aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é pré-requisito para bacharéis em Direito que desejam exercer a advocacia.
O que levar
Os examinandos devem levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, comprovante de inscrição e documento de identidade original. Não será permitido o uso de borracha e/ou corretivo de qualquer espécie durante a realização da prova.
Será eliminado o candidato que, durante a realização da prova, for surpreendido portando aparelhos eletrônicos tais como bip, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro, pen drive, etc. Também é proibido usar relógio, óculos escuros ou quaisquer acessórios de chapelaria.
Resultado
A divulgação do resultado preliminar do exame está marcada para 26 de dezembro, e o resultado final deve sair em 16 de janeiro de 2012. Mais de 108 mil candidatos todo o Brasil estavam inscritos para a prova de primeira fase.
Este é o primeiro exame desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional sua exigência para o exercício da advocacia.

Panetone do Blog Guilherme Araújo

O consultor de negocios e politicas Guilherme Araújo, ensina a fazer o Panetone do Blog do Guilherme Araújo. 

Abaixo, além da receita, seguem algumas dicas valiosas, que ele só conta para os leitores do Blog do Guilherme Araújo.

Ingreditentes:
001 kg de farinha de trigo
100 grs. de fermento biológico
200 grs. de manteiga sem sal
200 grs. de açúcar refinado
008 gemas de ovos
010 grs de sal
250 grs. de frutas cristalizadas
150 grs de uvas passa
010 gotas de essência de baunilha
001 xícara e meia de água

Preparo:
1. Em uma vasilha misture a farinha, o açúcar, o sal, as frutas cristalizadas e a uva passa. Com a ponta dos dedos esfarele o fermento na farinha até ficar bem homogêneo. Despeje essa mistura sobre uma bancada formando uma montanha, faça uma depressão no centro como se fosse um vulcão, e dentro coloque as gemas e comece a sovar a massa

Dica do Guilherme Araújo: é importante escolher uma farinha com qualidade superior.
2. Pingue as gotas de essência de baunilha na água e incorpore na massa, sove até a massa adquirir uma consistência homogênea, comece a incorporar a manteiga sovando a massa com energia até a massa obter uma consistência bem homogênea.
3. Coloque a massa em uma assadeira onde a massa fique bem folgada, cubra com um pano de prato úmido e coloque em algum lugar mais quente, para fermentar por 45 minutos.
Dica do chef: coloque uma panela para ferver em fogo baixo com bastante água no fogão. Coloque a sua assadeira com a massa coberta com pano úmido num algum lugar alto na cozinha. Feche as portas da cozinha para conservar o ambiente úmido.
4. Porcione a massa até metade da altura da forma descartável para panetone, cubra com um pano úmido e deixe fermentando por mais 45 minutos
5. Passados os 45 minutos, com uma gilete faça um corte em forma de cruz na parte de cima do panetone, coloque uma colher de café de manteiga sem sal por cima do panetone e leva ao forno pré aquecido á 180 graus até ficar dourado na parte de cima, retire do forno e deixe esfriar ambiente.

Mais um 'barrado' pela Ficha Limpa assume mandato de senador

BRASÍLIA - Adversários de longa data, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deu posse nesta terça-feira, 29, ao senador João Capiberibe (PSB-AP), barrado pela Lei da Ficha Limpa, que reassumiu o mandato por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela compra de votos nas eleições de 2002 e se elegeu novamente na eleição passada.
Sarney e Capiberibe se cumprimentaram formalmente. Em discurso na tribuna, o senador do PSB, ex-governador do Amapá, lembrou a sua trajetória na época da ditadura militar e o seu retorno à vida política. Ele acusou o TSE de ter 'jogado para a plateia' ao decidir pela sua condenação. Com relação a Sarney, Capiberibe lhe propôs um pacto: o de deixarem de lado as 'diferenças políticas' em troca de uma articulação em favor do Amapá.
Amigos e familiares acompanharam o ato da posse no plenário e nas galerias da Casa. Capiberibe é o segundo senador enquadrado pela Lei da Ficha Limpa a tomar posse por causa da decisão do STF. O tribunal vetou a vigência retroativa da lei. Ele será o quarto senador do PSB na atual legislatura e substituirá um dos mais fiéis aliados de Sarney, o senador Gilvan Borges (PMDB-AP). Na mesma situação, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ex-governador da Paraíba, tomou posse há cerca de 10 dias no lugar de Wilson Santiago (PMDB-PB). Falta o STF julgar o processo do ex-governador do Pará e ex-senador Jader Barbalho (PMDB).

Meirelles descarta disputar eleições e diz que vai abrir empresa

NOVA YORK - O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles disse em entrevista à Dow Jones que não tem planos de disputar um cargo eletivo. Em lugar disso, ele afirmou que vai trabalhar no desenvolvimento de uma nova empresa, que vai focar em investimentos no Brasil.
No começo deste ano, circularam informes de que Meirelles estaria estudando a hipótese de concorrer a prefeito de São Paulo pelo PSD, partido fundado recentemente pelo atual prefeito, Gilberto Kassab. O ex-presidente do BC integra o comitê organizador do programa econômico do partido. 'Pensei que seria uma oportunidade maravilhosa para realmente discutir e ter a política econômica como prioridade para o partido, no momento em que ele estava sendo formado', disse Meirelles.
Como presidente não-executivo do Conselho Público Olímpico, um órgão de consultoria para os preparativos da Olimpíada do Rio, em 2016, ele disse esperar que o Brasil esteja bem preparado para sediar os Jogos, apesar da natureza 'desafiadora' do projeto.

Dilma afirma que fará 'análise objetiva' sobre Lupi e PDT já admite perder pasta


Dilma afirma que fará 'análise objetiva' sobre Lupi e PDT já admite perder pasta
"A presidente, no encontro de Caracas"

CARACAS e BRASÍLIA - Depois de desautorizar a Comissão de Ética da Presidência da República e bancar a permanência do ministro Carlos Lupi, a presidente Dilma Rousseff desdenhou na sexta-feira, 2, em Caracas, da declaração de amor feita pelo titular do Trabalho e disse que fará uma análise objetiva para decidir, 'a partir de segunda', o destino do presidente licenciado do PDT.
A decisão iminente da presidente desencadeou no PDT uma operação de afastamento 'suave' de Lupi e a tentativa de se manter na pasta ou em outro posto na Esplanada. Questionada se o 'Dilma, eu te amo' de Lupi, pronunciado durante depoimento na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, pesou na sua decisão de mantê-lo no cargo, a presidente respondeu: 'Eu tenho 63 anos de idade, uma filha com 34 anos, um neto de um ano e dois meses. Não sou propriamente uma adolescente e eu diria também uma romântica. Faço análises muito objetivas'.
'Qualquer situação referente ao Brasil vocês podem ter certeza de que eu resolvo a partir de segunda-feira', acrescentou.
Se Dilma optar por uma transição mais branda e negociada, o destino de Lupi pode ser selado na reunião de avaliação política convocada pela cúpula do PDT para segunda-feira ou terça de manhã. Na reunião estarão membros da Executiva e das bancadas do partido no Congresso.
Demissão já. O presidente interino da sigla, deputado André Figueiredo (CE), aliado de primeira hora do ministro, embora ressalte que ainda acredita na inocência de Lupi, defenderá que ele deixe o cargo já, 'para conter o desgaste político ao partido, ao governo federal e a ele próprio'.
Figueiredo defende a tese de que o partido não indique substituto agora e aguarde a reforma ministerial em janeiro. 'Vamos continuar no governo, mas independe se no mesmo ministério ou em outro. Vamos aguardar o convite da presidente e então discutir internamente nomes.'
A reunião, segundo explicou o deputado, é de análise de conjuntura e não haverá uma deliberação para impor a saída de Lupi.
'A tendência é manter a solidariedade do partido a ele e manifestar nossa confiança de que será provada sua inocência', afirmou, mas admitindo em seguida: 'O desgaste é um fato. Ele está sofrendo muito, está arrasado e balançado ante as sugestões de amigos e aliados para que saia, mas ainda se agarra às últimas esperanças'.
A debandada na tropa de choque de Lupi inclui o deputado Paulo Pereira da Silva (SP), para quem o desprestígio do ministro chegou a um nível insuportável. O sonho de Lupi, dizem aliados, seria sobreviver até a reforma ministerial, quando se espera que haja rodízio na partilha de cargos do governo.
A expectativa é que, com o deslocamento do PDT para outro ministério, Lupi, por vontade própria e não demitido com desonra, peça para sair, alegando não ter perfil para o novo cargo. Mas a pressão imposta pela decisão da Comissão de Ética, que pediu a sua demissão, tornou-se forte demais na avaliação de correligionários.
'Presente de grego'. Uma ala do partido, comandada pelo líder na Câmara, deputado Giovanni Queiroz (PA), já admite o PDT fora da pasta. Ele considera o Ministério do Trabalho 'um presente de grego', por se tratar de uma pasta esvaziada, com funções burocráticas e quase cartoriais e agora exposta a uma avalanche de denúncias.
Mais radical, um grupo, integrado pelo deputado José Antônio Reguffe (DF) e os senadores Pedro Taques (MT) e Cristovam Buarque (DF), quer que o PDT adote posição de independência em relação ao governo, devolva o ministério e todos os cargos de confiança. Mas não se trata de apoio a Lupi, de quem o grupo quer distância. 'Assim, o nosso elogio terá mais autoridade e a nossa crítica, mais legitimidade', resumiu Reguffe.
Ele lembrou que defende o afastamento de Lupi desde o início da crise, em setembro, quando o Estado publicou as primeiras denúncias sobre aparelhamento político da pasta e arrecadação de propina em favor do PDT. 'Se ele tivesse nos ouvido, não estaria passando por todo esse constrangimento agora'.
Isolado, o deputado Manoel Dias (SC), secretário-geral do partido, insiste na tese de que Lupi é inocente e deve resistir. 'Nada foi provado contra ele, nessa a avalanche de mentiras publicadas todo dia.'

Dilma vai influenciar eleições de 2012, diz analista

A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) na Região Metropolitana de Campinas (RMC), num porcentual mais elevado do que o do governo do Estado, administrado pelo tucano Geraldo Alckmin, conforme pesquisa divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Unidade de Pesquisa (UP), indica que a petista poderá ter influência nas eleições municipais do ano que vem. A avaliação é do presidente do UP, Sidney Kuntz, especialista em marketing político e analista de pesquisas eleitorais e administrativas.
De acordo com Kuntz, a mostra, realizada em 19 municípios da Região Metropolitana de Campinas, para o 'Jornal Todo Dia', é um indicativo do peso político que a presidente terá nas eleições do ano que vem. 'Isso porque a despeito da herança que a presidente Dilma recebeu do governo Lula, inclusive a pecha de afilhada política, a população vem identificando o seu governo com vida própria e sabe que os problemas que ela vem enfrentando, no tocante às denúncias envolvendo alguns ministros, são fatos remanescentes do governo anterior. Isso é muito significativo.'
A sondagem aponta que a administração da presidente é avaliada como 'ótima' ou 'boa' por 51,8%, como 'regular' por 28,8% e como 'ruim' ou 'péssima' por 16,5% dos entrevistados, sendo que 2,9% não souberam responder. A gestão do governador de São Paulo, por sua vez, é considerada 'ótima' ou 'boa' por 49,7%, 'regular' por 33,1% e 'ruim' ou 'péssima' por 11,%, sendo que 5,6% não souberam responder. O levantamento foi promovido entre os meses de outubro e novembro, com mais de 7 mil entrevistados e tem margem de erro de 1,1 ponto porcentual, para mais ou para menos.
Kuntz destaca que a presidente Dilma Rousseff teve no Estado de São Paulo, nas eleições 2010, 45% dos votos. E hoje, tem de aprovação 51,8% na Região Metropolitana de Campinas. No entender do analista, essa avaliação é um indicativo que a força política de Dilma não pode ser desconsiderada pelos adversários, sobretudo pelos tucanos. 'Até seis meses atrás, falava-se apenas na influência de Lula em alavancar as candidaturas do PT e aliados nas eleições 2012. Mas, a presidente vem demonstrando que pode também ocupar este cenário, pois se situa no meio termo entre o conservadorismo e o populismo', emendou.

Por um pouco de fama, filho denuncia o 'estripador de Lisboa'


Por um pouco de fama, filho denuncia o 'estripador de Lisboa'
"José Pedro Guedes, que disse ter cometido crimes contra prostitutas

Uma série de assassinatos de prostitutas com requintes de crueldade ocorridos na década de 90 em Lisboa parece ter sido desvendada nesta semana.
A resolução dos crimes não foi o resultado do trabalho policial, mas da ânsia de um jovem em conseguir fazer parte de um reality show.
O programa de televisão chama-se Casa dos Segredos e, para ser aceito, cada concorrente tinha de ter um segredo. Joel Guedes, de 21 anos, apresentou-se à produção da edição deste ano do programa com a frase: 'Sei quem é o estripador de Lisboa'.
O estripador de Lisboa ficou conhecido devido a três crimes que teria cometido em julho de 1992 e janeiro e março de 1993. As três vítimas eram prostitutas, viciadas em drogas, portadoras do vírus HIV, de baixa estatura e morenas.
Nas entrevistas para o programa, Joel denunciou o pai, José Pedro Guedes, operário da construção civil de 46 anos, que mora em Matosinhos, 310 km ao norte da capital portuguesa.
Na época dos crimes, José Pedro trabalhava na periferia de Lisboa na construção da infraestrutura de gás canalizado. Apesar da denúncia, Joel não foi aceito pela produção do reality show.
Mas suas declarações acabaram nas mãos de uma conhecida jornalista investigativa, Felícia Cabrita.
Na edição que chegou às bancas nesta semana em Portugal, o semanário Sol publicou o resultado das investigações da jornalista.
Prescrição
Em entrevistas, José Pedro admite autoria dos três crimes atribuídos ao 'estripador de Lisboa' e dois outros.
Alertada pela jornalista de que José Pedro lhe enviou um torpedo dizendo estar 'vontade de voltar a matar', a polícia o prendeu.
Os três crimes realizados em Lisboa já prescreveram, por terem se passado 15 anos desde que foram cometidos.
À jornalista, José Pedro contou que teria cometido mais dois assassinatos de prostitutas, um na Alemanha, em 1994 - onde teria estado como imigrante -, e outro na cidade de Aveiro, no ano 2000.
Apenas por esse último crime ele poderá ser condenado em Portugal.
Nas entrevistas, José Pedro não apenas confirma que cometeu os crimes como explicou suas motivações, relatando detalhes que não tinham sido divulgados pela polícia na época.
Ele relata que escolhia as vítimas pelo aspecto físico, por parecerem com sua mãe. Abandonado pela mãe aos dois anos de idade, apenas voltou a vê-la aos 15 anos. Disse que considerava o que fazia como uma 'campanha para acabar com a sujeira'.

PSB se desvincula do PT e já sonha com o Planalto


PSB se desvincula do PT e já sonha com o Planalto
"Reconduzido à presidência do PSB, Eduardo Campos fala em aliança com oposição"

BRASÍLIA - Aos gritos de 'Brasil, pra frente, Eduardo presidente', por parte de militantes partidários, o PSB abriu nesta sexta-feira, 2, o seu 12.º Congresso do partido, em Brasília, mostrando que já inicia uma ofensiva para se desvincular do PT nas eleições presidenciais de 2014 e até ter uma candidatura própria. Ou, se repetir a aliança, ter cacife suficiente para tomar o posto de vice, hoje com o PMDB.
Para tanto, o objetivo do PSB é crescer nas eleições municipais do ano que vem. Eduardo Campos disse que o partido participará do pleito em 4 mil municípios, com cabeça de chapa em cerca de 1,5 mil. Nas contas do partido, será possível eleger perto de 500 prefeitos. Hoje, o PSB tem 302. O partido faz as contas. Quando Luiz Inácio Lula da Silva venceu a eleição em 2002, o PT fez 292 prefeitos.
'Nosso partido foi o que mais cresceu em 2008, em 2010 e será também o que mais crescerá em 2012', proclamou Campos, para delírio da plateia que tomou o Auditório Petrônio Portella, no Senado. De acordo com informações de bastidores do PSB, para crescer o partido decidiu abrir o leque de alianças no ano que vem. Fará parcerias com os aliados tradicionais, como PT, PC do B e PDT, além do recém-criado PSD e do PSDB.
Embora já tenha sido procurado por integrantes da direção do partido que o consultaram sobre a possibilidade de se candidatar a presidente em 2014, Campos preferiu dizer que, por enquanto, prefere esperar o resultado das eleições do ano que vem.
Ele se sente em dívida com o ex-presidente Lula, que o nomeou ministro da Ciência e Tecnologia logo depois que a Justiça o inocentou do processo de fraude em precatórios, durante o governo do avô, Miguel Arraes, no final dos anos 90. Lula o ajudou a se eleger governador de Pernambuco em 2006.
Nos bastidores, o governador tem dito que se sente numa encruzilhada. De um lado, deve fidelidade a Lula e, por extensão, a Dilma Rousseff. Por outro, vê-se fortalecido por um partido que está crescendo e por incentivos para que se prepare para uma candidatura no futuro, talvez não em 2014, mas em 2018, vindas do próprio Lula.
'O PSB tem feito muito bem para o Brasil e bem para os locais onde governa. Há uma grande frente de esquerda no País que tem dado certo. E estamos crescendo muito. Com isso, cresce a nossa responsabilidade', afirmou o governador.
Futuro. Um provável adversário - ou aliado, dependendo das circunstâncias - de Eduardo Campos no futuro poderá ser o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Campos afirmou que é amigo dele. 'Nós somos de uma mesma geração, embora ele seja um pouquinho mais velho que eu. Ele acompanhava o avô (Tancredo Neves) e eu o meu avô (Miguel Arraes)', lembrou o governador.
Disse ainda que o destino sempre os fez caminhar juntos. Foram deputados federais em três legislaturas. E, quando Aécio Neves foi candidato a presidente da Câmara, mesmo contra o PSDB, ele o apoiou. Mais à frente, já na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte, em 2008, Aécio, que era governador, formou uma aliança informal com o PT e apoiou Márcio Lacerda, do PSB.
O governador lembrou que, juntamente com Aécio Neves tem atuado numa forma diferente de fazer política. Eles procuram ajudar a romper tensões quando elas surgem. Aécio, por exemplo, atuou em 2005 para impedir que partidos de oposição, como o PSDB, iniciassem uma frente para pedir o impeachment do presidente Lula.
Na época, estourou o escândalo do mensalão e as suspeitas chegaram ao Palácio do Planalto e ao próprio presidente. O tucano Marconi Perillo, governador de Goiás, afirmava que Lula havia comentado com ele que tinha recebido advertências sobre o pagamento do mensalão. A atuação de Aécio foi fundamental para evitar a luta da oposição para fazer o impeachment de Lula.

Casamentos relâmpago

FAMOSIDADES

RIO DE JANEIRO - Ah o amor... Que seja infinito enquanto dure, mesmo que seja apenas por alguns dias, semanas ou meses. Depois de um casamento todo pomposo, Kim Kardashian anunciou na última segunda-feira (31) sua separação do jogador de basquete Kris Humphries, 72 dias após a união. Mas a morena não é a primeira a ser vítima de “diferenças irreconciliáveis”.
Outros famosos também viram seus casamentos se desfazerem em pouquíssimo tempo. Que diga Britney Spears, que ficou casada com um amigo de infância por apenas 55 horas. E o casamento de Thaís Fersoza e Joaquim Lopes, que terminou em plena lua de mel?
Relembrando esses e outros casos, o Famosidades preparou uma lista com alguns casamentos relâmpago do mundo das celebridades. Confira nas próximas páginas!

Kaká é a celebridade brasileira mais badalada nas redes sociais


FAMOSIDADES

RIO DE JANEIRO - O jogador Kaká foi eleito a celebridade brasileira mais influente nas redes sociais em uma pesquisa realizada pelo site “Tchetudo”. Com mais de sete milhões de seguidores, o perfil do craque é o que recebe o maior número de followers por hora. Já a página do bonitão no Facebook foi curtida por mais de 12 milhões de pessoas.
Na segunda posição está a cantora Ivete Sangalo, com pouco mais de um milhão de “curtir” em seu perfil. Logo atrás, está outra musa do axé, a cantora Claudia Leitte. Sabrina Sato, que não possui uma Fan Page no Facebook, ocupa a quarta posição somente com seu popular perfil no Twitter. Fechando o “Top Five” está o “CQC” Marco Luque.
Luciano Huck, Rafinha Bastos, Marcos Mion, Ronaldo Nazário e Preta Gil formam a lista dos dez brasileiros mais influentes na web. As informações usadas para montar o ranking foram aferidas no dia 24 de novembro de 2011.

Tereza Cristina (Christiane Torloni) é a assassina fria e má do momento

Reprodução

Como já dissemos, Tereza Cristina (Christiane Torloni) é a assassina fria e má do momento. Ao ser ameaçada e chantageada por um mafioso, que dizia que iria contar seu segredo a todos, ela preferiu acabar com a vida do homem ao invés de entregar parte de sua fortuna. Para se livrar do chantagista, a personagem de “Fina Estampa” o empurrou escada abaixo e ainda comemorou a morte do homem com vinho em sua casa.

Mulheres Fatais

FAMOSIDADES

SÃO PAULO - Tereza Cristina, interpretada por Christiane Torloni, está deixando os telespectadores um tanto confusos: ora ela é engraçada e cômica, ora ela é seca, durona e totalmente fria em relação aos seus atos.
Recentemente, ela empurrou do alto da escada de sua casa um mafioso que tinha lhe chantageado. Agora, o autor Aguinaldo Silva já contou que a madame e dondoca assassinará outro personagem. Há quem diga que seja a jornalista Marcela, vivida por Suzana Pires.
Pensando nisso, relembramos 10 matadoras frias. São as verdadeiras Mulheres Fatais das telinhas.
Tem algumas que usam arma, outras faca, veneno, escada... Tem de tudo para fazer com que seu inimigo morra.

Finalistas Miss Bumbum

http://blu.stb.s-msn.com/i/13/841DF99949BE782EC260BC9573E0E6.jpg

Confira os bastidores do mundo das celebridades

RIO DE JANEIRO - Lembra da polêmica em torno da frase Rafinha Bastos no “CQC” sobre comer Wanessa Camargo e o bebê? Segundo ao jornal “Folha de S. Paulo”, o comunicado divulgado por Marco Luque, colega de bancada do humorista, criticando a postura de Rafinha foi uma exigência da Claro.
A operadora de celular obrigou Luque a repudiar a piada do amigo para que ele não perdesse seu contrato de garoto-propaganda da empresa. Quem estaria por trás da tal exigência seria o ex-jogador Ronaldo, sócio do marido de Wanessa.
Por ter acatado o pedido, Luque continuou estrelando os comerciais da operadora. Nos bastidores, o humorista teria explicado a Rafinha os motivos que o fizeram criticar o companheiro publicamente. Será mesmo?!
FAMOSIDADES

Juiz determina que ex-ator de CSI fique longe da ex após agressão


FAMOSIDADES

RIO DE JANEIRO - Após ser preso por agredir sua ex-namorada, o ator Gary Dourdan, conhecido por interpretar o detetive Warrick Brown na série “CSI”, foi orientado pelo juiz a não manter qualquer tipo de contato com a moça. “Fique longe dela, senão você vai ser preso agora”, ordenou o juiz.
De acordo com informações do site “TMZ”, o juiz determinou que Dourdan não se aproxime da ex, de quem teria quebrado o nariz após uma discussão em sua casa no último dia 7 de novembro, pelos próximos três anos.
Essa não é a primeira vez que o ator se envolve em casos de polícia. Em 2008, ele foi preso por posse de drogas e chegou a fugir da cadeia, e em meados deste ano, ele acabou indo para novamente na delegacia após de ser flagrado com cocaína, mas foi liberado depois de pagar fiança. Vale lembrar também que em 2010 Dourdan foi vítima de outra ex-namorada, que foi parar atrás das grades por ter agredido ele.

FHC culpa Lula por escândalos no governo Dilma e diz que o ex-presidente foi 'complacente' com a corrupção

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, em entrevista ao jornal chileno El Mercurio, que os escândalos de corrupção nos ministérios são uma herança deixada pelo governo Lula para a presidente Dilma Rousseff. 'Ela tem que demonstrar uma vontade diferente e indicar funcionários novos que não sejam corruptos', observou.
Em visita ao Chile, onde participa de um seminário sobre economia organizado pelo Banco Itaú, o ex-presidente disse que a extensão dos escândalos que eclodiram neste ano 'passam a impressão que aceitar a corrupção se tornou uma condição para governar' o Brasil.
Fernando Henrique criticou diretamente o ex-presidente Lula e disse que no seu governo houve mais impunidade. 'Ele foi complacente. Sempre deu desculpas frente a condutas que não têm desculpa', afirmou.
Drogas. O ex-presidente falou também sobre seu engajamento no debate sobre a descriminalização da maconha. Fernando Henrique defendeu a adoção de penas alternativas, 'como trabalho comunitário', e comparou a situação da droga a do tabaco. 'Muita gente fumava (o tabaco), inclusive no início por glamour. Hoje isso já passou. Não houve proibição, mas sim regulação.'
FMI. Ao comentar a recente visita da presidente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, ao Brasil, Fernando Henrique disse que 'é um sinal de que o mundo mudou'. Ele destacou que, no passado, eram os brasileiros que iam pedir ajuda ao fundo. 'Agora eles vêm para que emprestemos (dinheiro) a outros países que precisam.'

Carla Diaz mostra seu lado mulherão em ensaio


FAMOSIDADES
Carla Diaz é a estrela da edição de aniversário da revista "Due". A loira, que está no elenco “Rebelde”, fez caras e bocas para a lente do fotógrafo Helmut Hossmann. Recentemente, a atriz terminou seu namoro com o designer Patrick Clark e viu seu nome envolvido em um boato de que estaria vivendo um affair com o Chay Suede

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro