A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Será que o Senhor Aguilar Junior Prefeito de Caraguatatuba pode responder esta pergunta?


Senhor Aguilar Junior Prefeito de Caraguatatuba, estou tentando entender, a Prefeitura desapropriou um terreno de no valor de R$ 12 milhões para a construção da Sede da Prefeitura, Câmara e algumas secretarias, o que é muito bom apesar do valor da desapropriação. Mas o que me chamou a atenção foi o fato da Secretaria de Saúde estar cogitada para ir também para que o prédio onde ela se encontre atualmente fique para ampliar os leitos do UPA.
Apesar de ser de conhecimento de todos a situação estrutural do prédio que já foi motivo de muitas denúncias e que nem AVCB tem. E o que acho pior, o UPA é para atendimento de curta permanência, para onde serão encaminhadas estas pessoas? Pois hoje já é uma dificuldade se transferir da UPA para um hospital, principalmente para o Hospital Stella Maris, que nunca tem vagas. Portanto gostaria de saber do COMUS se isso passou por avaliação e aprovação deste conselho, para que não ocorra o que acontece com a Unidade de Saúde do Centro/Sumaré, que se encontra funcionando num lugar totalmente errado, inadequado e quente. Pois depois que colocamos vídeos mostrando a situação dos prédios da Saúde, ficam nervosinhos, mais pelo que soube, até agora nada foi feito para melhorar a situação das unidades de saúde, principalmente a do Massaguaçu.
 Guilherme Araújo, jornalista MTB nº 79157 e blogueiro

FALTA DE RESPEITO 03

Senhor prefeito Aguilar Junior, não tem problemas, vou solicitar informações através do MP.
Segundo na resposta abaixo, há indícios de que a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba faz manobra para não responder o requerimento de solicitação de informação.
Cadê a transparência do serviço público?

Total falta respeito além do descumprimento da lei federal de acesso a informação.


Prezado(a) Senhor(a) Guilherme AAraujo, 


Segue resposta a sua manifestação, registrada na Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba - SP sob nº 182.009.752.669, em 21/02/2018: 

Dados do Cadastro da Manifestação: 
--------------------------------- 
Código: 182.009.752.669 
Data: 21/02/2018 
Classificação: Informação 
Assunto: SIC - Serviço de Informação ao Cidadão 

Dados da Ocorrência do Fato: 
--------------------------- 
Data: 21/02/2018 
Unidade: Secretaria de Administração 
Envolvidos: 
Descrição: EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO JOSÉ PEREIRA DE AGUILAR PREFEITO MUNICIPAL DA ESTANCIA BALNEARIA DE CARAGUATATUBA 
  
Faço uso da Lei Federal nº 12.527, 18 de novembro de 2011 e na condição de jornalista venho me qualificar, senhor GUILHERME AARAÚJO, blogueiro e jornalista - MTB nº 79157, venho, respeitosamente, requerer informações abaixo: 
  
Acesso e copias digitalizadas do contrato da empresa que vai construir os novos pontos de ônibus; Informações quantos aos serviços prestados por esta empresa; Quais os valores pagos e os comprovantes; 

FALTA DE RESPEITO 02

Senhor prefeito Aguilar Junior, não tem problemas, vou solicitar informações através do MP.
Segundo na resposta abaixo, há indícios de que a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba faz manobra para não responder o requerimento de solicitação de informação.
Cadê a transparência do serviço público?

Total falta respeito além do descumprimento da lei federal de acesso a informação.

REQUERIMENTO:

Prezado(a) Senhor(a) Guilherme AAraujo, 

Segue resposta a sua manifestação, registrada na Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba - SP sob nº 183.009.851.612, em 21/02/2018: 

Dados do Cadastro da Manifestação: 
--------------------------------- 
Código: 183.009.851.612 
Data: 21/02/2018 
Classificação: Informação 
Assunto: SIC - Serviço de Informação ao Cidadão 

Dados da Ocorrência do Fato: 
--------------------------- 
Data: 21/02/2018 
Unidade: Secretaria de Administração 
Envolvidos: 
Descrição: EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO JOSÉ PEREIRA DE AGUILAR PREFEITO MUNICIPAL DA ESTANCIA BALNEARIA DE CARAGUATATUBA 
  
Faço uso da Lei Federal nº 12.527, 18 de novembro de 2011 e na condição de jornalista venho me qualificar, senhor GUILHERME A ARAÚJO, blogueiro e jornalista - MTB nº 79157, venho, respeitosamente, requerer informações abaixo: 
  
Acesso e copias digitalizadas do contrato da empresa que presta serviços de ADESIVAR OS CARROS DA PREFEITURA; Informações quantos aos serviços prestados por esta empresa; Quais os valores pagos e os comprovantes; 

FALTA DE RESPEITO 01

Senhor prefeito Aguilar Junior, não tem problemas, vou solicitar informações através do MP.
Segundo na resposta abaixo, há indícios de que a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba faz manobra para não responder o requerimento de solicitação de informação.
Cadê a transparência do serviço público?
Total falta respeito além do descumprimento da lei federal de acesso a informação.

REQUERIMENTO SOLICITADO:

Prezado(a) Senhor(a) Guilherme AAraujo,

Segue resposta a sua manifestação, registrada na Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba - SP sob nº 183.009.851.612, em 21/02/2018:

Dados do Cadastro da Manifestação:
---------------------------------
Código: 183.009.851.612
Data: 21/02/2018
Classificação: Informação
Assunto: SIC - Serviço de Informação ao Cidadão

Dados da Ocorrência do Fato:
---------------------------
Data: 21/02/2018
Unidade: Secretaria de Administração
Envolvidos:
Descrição: EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO JOSÉ PEREIRA DE AGUILAR PREFEITO MUNICIPAL DA ESTANCIA BALNEARIA DE CARAGUATATUBA
Faço uso da Lei Federal nº 12.527, 18 de novembro de 2011 e na condição de jornalista venho me qualificar, senhor GUILHERME A ARAÚJO, blogueiro e jornalista - MTB nº 79157, venho, respeitosamente, requerer informações abaixo:
Acesso e copias digitalizadas do contrato da empresa que presta serviços de ADESIVAR OS CARROS DA PREFEITURA; Informações quantos aos serviços prestados por esta empresa; Quais os valores pagos e os comprovantes;

MP barra nova tentativa do presidente do Sebrae em construir condomínio de luxo embargado em área de preservação na Praia da Baleia


O Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente), braço do Ministério Público do Estado de São Paulo no combate a crimes ambientais, instaurou na tarde dessa quarta-feira (21) um inquérito civil para investigar nova tentativa das empresas Sundays Participações Ltda e KPB Empreendimento Imobiliário SPE Ltda, de construir um condomínio de luxo, avaliado em mais de R$ 6 milhões, na praia da Baleia, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

A investigação foi aberta após pedido do ICC (Instituto Conservação Costeira), que descobriu em dezembro passado a nova tentativa das incorporadoras em tentar ressuscitar o projeto, solicitando na Prefeitura de São Sebastião um novo alvará para as obras. A Sundays e KPB têm como sócio o diretor-presidente do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Guilherme Afif Domingos.