A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

Cabeça's Barbearia

Cabeça's Barbearia
Av. Pres. Castelo Branco, Sumaré /anexo ao posto Shell, Caraguatatuba, (12) 99616-7705

domingo, 7 de abril de 2013

Flagante: Praia da Cocanha agora a noite










Fotos de Claúdio Gomes.

Garotinho denuncia fraude na votação dos vetos dos royalties



 

Barcas a R$ 4,80 não dá!


Para tentar barrar o aumento que faz do transporte aquaviário o modal mais caro do Rio de Janeiro, a Comissão Especial da Alerj do Transporte Aquaviário, criada e presidida pelo deputado Gilberto Palmares, fará uma grande manifestação na Praça XV, às 17 h do dia 2 de abril, data prevista para o aumento entrar em vigor. Antes disso, na terça-feira, dia 26 de março, o deputado participa de uma reunião com a Promotoria de Defesa do Consumidor, do Ministério Público. Palmares quer abrir a caixa preta de Barcas por que está convencido de que a concessionária não tem os prejuízos anunciados. “Nós fizemos a CPI das Barcas e em nenhum momento esse desequilíbrio econômico-financeiro ficou constatado. Esse aumento é abusivo e ilegal”.

Dez anos da política de cotas no Rio


A UERJ foi uma das pioneiras na adoção do sistema de cotas nas universidades, atendendo à legislação aprovada na Assembleia Legislativa (Alerj). Com o objetivo de ampliar a interação com a sociedade e esclarecer o público sobre o tema, a Escola do Legislativo do Estado do Rio de Janeiro (Elerj) vai realizar o debate "A política de cotas nas universidades públicas", no dia 4 de abril, das 10 às 13h, em seu auditório, na Rua da Alfândega, 8/7º andar, Centro - RJ. O encontro contará com a participação de André Lázaro, professor da UERJ; Élbio Ribeiro, aluno cotista e Frei David Raimundo, diretor executivo do Projeto Educafro, rede de Pré-Vestibulares Comunitários. A mediação do debate ficará a cargo do coordenador-geral da Elerj, deputado Gilberto Palmares.

VOCÊ CONHECE ESSA LEI?


Lei 4573/2005 - Determina que os motoristas profissionais desempregados estão isentos do pagamento das taxas para renovação da Carteira de Habilitação. Para ter direito à isenção o profissional deve se encaminhar ao Detran/Ciretran portando a Carteira de Trabalho.

Câmeras de vídeo nos carros da polícia


Finalmente, mais de três anos depois de aprovada a lei 5588/2009, os carros das Polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros começam a receber as câmeras de áudio e video. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, 100 viaturas dos Batalhões de Niterói e São Gonçalo já estão com as câmeras instaladas, em fase de testes. Autor da lei que determina a instalação das câmeras, o deputado Gilberto Palmares comemora: “A lei protege a população vítima dos maus policiais e protege também os bons policiais que correm riscos diários no cumprimento de suas tarefas”.

Prezados irmãos,

Exiba HERMINIO DA SILVEIRA.jpg na apresentação de slides


Lamento muito informar que recebi agora um telefonema do amigo Rubens Teixeira comunicando que o nosso amado irmão Professor Hermínio da Silveira faleceu no dia de hoje e está nos braços do Senhor. 
Agradeço pelas orações dos irmãos.

O enterro será amanha às 15h00 capela 1, no cemitério Memorial do Carmo no Caju.

Deus abençoe

Eliana

Os mestres sábios, aqueles que ensinaram muitas pessoas a fazer o que é
 certo, brilharão como as estrelas do céu, com um brilho que nunca se
 apagará.  Daniel 12.3.

Que vergonha

É vergonhoso ouvir de um servido publico municipal lotado na secretaria de municipal de Turismo que um vereador não tem ir a uma reunião do conselho municipal de saúde, é preocupante a situação atual em Caraguatatuba. Aonde vamos parar desse jeito? O vereador representa a sociedade civil e tem como dever fiscalizar... E tem mas, o vereador recebe pra ter esta e outras obrigações legais.

Ki situação estamos vivendo


É uma pena que vc ñ possa ir às reuniões, mas se vc deveria fazer um esforço de ir a pelo menos uma, pelo menos vc teria, mas base para expor com clareza e legalidade o que vc fala. Mas eu espero que vc como servidor, cidadão e munícipe que é possa ir à próxima reunião para ver em que pé esta o contrato, os atendimentos e outras coisas mais da saúde municipal... Eu não quero condenar o prefeito Antonio Carlos da Silva por querer melhorar a saúde, por contratar pessoas que se dizem habilitadas e na realidade nada sabe, mas eu posso através da minha participação popular fazer com que os serviços públicos sejam de qualidade e eficiência. Será que os vereadores de Caraguatatuba sabem que a minuta elaborada através do Conselho Municipal de Saúde para que fosse feito o contrato da (Prefeitura Municipal de Caraguatatuba) com o (GRUPO BANDEIRANTES) foi alterada e esta faltando itens de estrema importância? Procure saber com, mas detalhes o que esta acontecendo de fato. Segue a dica ok.

Caraguatatuba merece muito maisssssssssssssssssssssssssssssssssssssss!!! Pense nisso!!!


O consultor de negocio e políticas Guilherme Araújo pergunta ao senhor Cristian Oliveira de Souza (secretario municipal de turismo de Caraguatatuba), quais serão as atrações para o aniversario de Caraguatatuba?
Como a prefeitura municipal de Caraguatatuba tem um orçamento programado de mais R$ 400 milhões de orçamento previsto para o ano de 2013 eu espero que tenhamos uma festa com atrações dignas de uma aniversario de uma cidade que é a referencia do Litoral Norte... Senhor Cristian Oliveira de Souza (secretario municipal de turismo de Caraguatatuba) eu confio no seu trabalho e espero não ter surpresas neste aniversario conforme estão surgindo comentários pelos quatros cantos da cidade em que somente teremos atrações sem expressão...
Conheça as atribuições da Secretaria Municipal de Turismo: A Secretaria Municipal de Turismo tem por finalidade propor políticas e estratégias para o desenvolvimento das atividades turísticas em Caraguá e elaborar projetos para investimentos que valorizem e explorem o potencial turístico para beneficiar a economia local. A secretaria também organiza e implementa o calendário oficial de eventos e mantém cadastro dos estabelecimentos turísticos do município.

De virada, Unilever vence e fatura título da Superliga feminina de vôlei Equipe de Bernardinho bate o Sollys/Nestlé e conquista oitavo título da competição


O Unilever (RJ) conseguiu uma improvável virada neste domingo para conquistar o título da Superliga Feminina de Vôlei. No Ginásio do Ibirapuera, a equipe carioca, dirigida por Bernardinho, derrotou o Osasco por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 19/25, 25/20, 25/15 e 15/9 para se sagrar campeão.
Esta final foi a nona consecutiva da Superliga Feminina entre as duas equipes, com seis vitórias do Unilever, maior campeão do torneio, com oito títulos. E dessa vez, a conquista veio com uma virada espetacular. Assim, a equipe carioca superou o favoritismo do adversário, que era o atual campeão do torneio e fez a melhor campanha da fase de classificação.
O Osasco começou melhor a partida, foi ao primeiro tempo técnico em vantagem (8/5) e chegou a fazer 14/8 graças, principalmente, ao saque das suas jogadoras, que dificultavam a recepção das adversárias. Também no saque, a central Juciely liderou a reação do Unilever, que empatou o placar em 16/16. Depois, liderado por Thaisa, o Osasco deslanchou, fez 20/17 e fechou a parcial em 25/22.
O saque do time paulista voltou a causar estragos no segundo set, em que a equipe abriu 7/4. O Unilever ainda esboçou uma reação e diminuiu a vantagem das adversárias para 8/7. O Osasco, porém, se impôs, foi ao segundo tempo técnico vencendo por 16/12 e fez 2 sets a 0 ao vencer por 25/19.
No terceiro set, o Unilever reagiu e foi ao primeiro tempo técnico na frente (8/6). O Osasco ainda passou à frente - 10/9 -, mas o time carioca voltou a deslanchar na parcial e abriu 16/12. Assim, com tranquilidade, triunfou por 25/20.
O quarto set foi ainda mais fácil para o Unilever, que logo abriu 5/2. Com uma boa sequência da levantadora Fofão no saque, a equipe fez 12/3. Bem superior, o time carioca foi ao segundo tempo técnico vencendo por 16/6 e fechou a parcial em 25/15, o que forçou a realização do tie-break.
No decisivo set, o Unilever liderou o placar desde o início e abriu uma vantagem confortável, de três pontos (9/6). Assim, com o duelo sob controle, fechou o tie-break em 15/9, com um ataque de Natália, e o jogo em 3 sets a 2 para garantir mais um título da Superliga Feminina de Vôlei.

Ronaldo almeja ampliar laços com a política esportiva


Ronaldo está de viagem marcada para a Inglaterra (© Estadão Conteúdo)
Ronaldo está de viagem marcada para a Inglaterra
RIO - De malas prontas para Londres, onde vai morar a partir de terça-feira, Ronaldo está de olho na sua carreira "político-esportiva". Preparado para "estagiar" em uma das empresas da WPP – grupo de comunicação da qual sua 9ine faz parte – o ex-jogador pretende sofisticar seus conhecimentos de negócios e publicidade. Membro do Comitê Organizador da Copa, o Fenômeno recebeu a coluna em seu escritório na Barra da Tijuca, no Rio. Cercado de fotos de quando era jogador – acompanhado de personalidades como Nelson Mandela, João Paulo II, FHC e Shakira – entre outros, ele discorreu sobre os rumos do futebol brasileiro e suas aspirações profissionais.
Questionado sobre o futuro da CBF, Ronaldo afirmou, assim como Romário, que apoiaria Andrés Sanchez – desafeto do presidente José Maria Marin – para o cargo e que não fala há muito tempo com Ricardo Teixeira. "Ele sumiu", disse. Disse também, categoricamente, que o Itaquerão não fica fora da abertura do Mundial de 2014. Abaixo, a entrevista.
O que exatamente você vai fazer na Inglaterra?
Ronaldo - Vou, em primeiro lugar, estudar inglês porque o meu é bem medíocre. Depois quero trabalhar. A gente já tem o grupo WPP como sócio aqui na 9ine, e vou me infiltrar em alguma empresa e trabalhar estagiando. Quero aprender mais sobre publicidade, business, esporte. Eles têm uma agência de esporte lá também que é muito boa.
Esse movimento de ir para a Europa pode ser um caminho para negociar uma posição na Fifa?
Ronaldo - Já trabalho para a Fifa dentro do Comitê que organiza a Copa do Mundo.
Mas é algo que você deseja mais pra frente, seguir um caminho parecido com o de Michel Platini ou de Beckenbauer, que trilhou carreira em órgãos de esportes internacionais?
Ronaldo - Tenho o desejo de continuar, porque já estou nessa carreira, digamos, política do futebol. Já está engatada. Então, quero continuar e entrar em bons projetos. Tenho de me preparar bem para poder exercer uma função importante.
Qual é, exatamente, sua função no Comitê da Copa? Você transita no governo, tem contato com as empreiteiras que estão na construção dos estádios?
Ronaldo - Como estou no Comitê, no Conselho de Administração, tenho contato com todo mundo. Principalmente nas visitas aos estádios. Mas não entro nas negociações. E o Comitê também não. A gente quer só realizar tudo, deixar o padrão Fifa bem esclarecido para todas as cidades-sede.
Como membro do Comitê, você acha que existe chance de o Itaquerão não ficar pronto para a abertura da Copa?
Ronaldo - Não, nenhuma chance. Como São Paulo ficaria fora da Copa do Mundo? A negociação entre Corinthians, quem está fazendo o financiamento e a empreiteira terá alguma dificuldade natural, mas o estádio do Corinthians também está no tempo de construção. Então, não vejo nenhum problema. Lógico que a gente gostaria que estivesse já tudo acertado, as negociações finalizadas e que tudo fosse muito transparente para todo mundo ficar tranquilo. Mas não tenho dúvida de que logo, logo vão encontrar uma solução.

Convocado por Felipão, goleiro Matheus teve medalha furtada por Marin em 2012


O jovem goleiro Matheus Caldeira Vidotto, do Corinthians, foi uma das surpresas da lista do técnico Luiz Felipe Scolari para o amistoso da seleção brasileira diante da Bolívia, no próximo sábado. O jogador ficou mais conhecido no cenário do futebol nacional no ano passado, por conta de um episódio envolvendo o atual presidente da CBF, José Maria Marin.
Matheus foi o goleiro titular do Corinthians na campanha vitoriosa da equipe na Copa São Paulo de futebol Júnior de 2012. Na decisão do torneio, o time paulista superou o Fluminense. Mesmo com o título conquistado, o arqueiro ficou sem a sua medalha de campeão. Isso porque o objeto foi furtado por José Maria Marin, que viria a ser o presidente da Confederação Brasileira de futebol.
“Ele (Marin) errou e sabe disso. A CBF me procurou para me convocar às seleções de base e não falaram nada também”, disse na época o goleiro.
A Federação Paulista de Futebol chegou a soltar uma nota dizendo que Marin já ficaria com a medalha, como uma espécie de ‘presente’. A versão do caso foi reiterada pelo próprio dirigente. 

Ronaldo defende troca de comando na CBF: 'É legítimo pedirem a saída de Marin'


Hoje empresário e membro do Comitê Organizador da Copa, o ex-atacante Ronaldo acha legítimo os pedidos para José Maria Marin saia do comando da Confederação Brasileira de Futebol. Em entrevista ao jornal ‘O Globo’, publicada neste domingo, o camisa 9 do pentacampeonato mundial considera que é necessário um choque de ordem no futebol brasileiro. 

Recentemente, o deputado Romário e Ivo Herzog, filho do jornalista Vladimir Herzog, assassinado durante a ditadura militar, entregam uma petição pedindo a saída de Marin ­ justamente por causa do envolvimento do dirigente no período militar.

"Acho isso legítimo. Não sei até onde pode haver mudanças com este movimento. O que eles querem é o que eu quero também. Um choque de ordem no futebol brasileiro. Tem muitas coisas que não queremos mais ver: falta transparência, calendários ruins, brigas de torcidas. Se o Marin não consegue fazer isso, tem que trocar", analisou, acrescentando que a CBF precisa se modernizar. 

Ronaldo ainda disse que o futebol brasileiro não sofreu um choque de gestão com a mudança de comando na CBF em março do ano passado ­ na ocasião, Ricardo Teixeira saiu para a entrada de Marin. "O que espero é que a gestão seja mais transparente, limpa e organizada. E, infelizmente, a gente não vê isso ainda. Temos tantos problemas que o futebol poderia ser só diversão". 

O ex-atacante afirmou também que a troca de técnico na seleção brasileira foi precipitada. Segundo ele, Mano Menezes estava conseguindo fazer o time jogar melhor quando teve sua demissão anunciada. 

"Essa mudança de treinador atrasou o Brasil ainda mais... Achei uma troca precipitada. Eu me sinto muito à vontade para fazer esta crítica, porque estou fora da CBF", afirmou ele, que vê apenas Neymar, Oscar e Thiago Silva como praticamente garantidos no grupo hoje comandado por Luiz Felipe Scolari. 

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro