A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Após ouvir deixe o seu comentario - GLEE- LEAN ON ME! with lyrics

SOLIDARIEDADE...

SOLIDARIEDADE...

Gente,

Há uns 3 posts eu disse que falaria a respeito das chuvas que rolaram por aqui.E vou falar disso também e de outras coisas,mas o foco desse post é :SOLIDARIEDADE!(e será o tema da semana , pq há muito pra falar)
A solidariedade (social) pode ser definida como “a condição do grupo que resulta da comunhão de atitudes e de sentimentos, de modo a constituir por apreço uma unidade sólida, capaz de resistir às forças exteriores e mesmo de tornar-se ainda mais firme em face de oposição e adversidade”.Eu diria simplesmente que solidariedade é a melhor forma que o ser humano tem de trazer a tona toda a bondade que existe dentro de si.E sempre que tragédias de proporções relevantes acontecem, essa tal “solidariedade” aparece , se sobrepõe as diferenças e surpreende por tonar o que era impossível ,possível.A solidariedade é algo forte e ao mesmo tempo comovente.

Eu estava procurando e pesquisando pra transmitir o recado pra vocês sobre solidariedade e tentar explicar "como estão as coisas por aqui" nas cidades castigadas pelas chuvas.E me deparei com um video(amador) de um dos moradores que começou a filmar quando a agua começou a subir, mas o video ñ durou muito.Eu explico porque.(E prometo que nessa semana ainda acho o tal video e coloco por aqui)

O rapaz que filmava tentava narrar,quando no fundo da “cena” surge um garoto com agua na cintura,um cachorrinho vira lata no colo e lágrimas descendo pelo rosto.Tentando engolir o choro,ser forte!O rapaz que filmava desesperado começou a falar com o garoto e desligou para ajudá-lo.Eu que choro só de ouvir “lean on me”,me derreti, me senti no lugar daquele garoto,parecia que era a minha rua alagada,que era eu quem estava lá perdendo tudo .E a unica coisa a fazer era converter esse sentimento em ação,ajuda =doações.Assim como eu,tenho certeza que outras pessoas fizeram o mesmo.É assim que a solidariedade forma essa corrente do bem.

Nessa ultima sexta, passei a tarde em um orfanato.Agora as minhas sextas a tarde estão comprometidas com o voluntariado com aquelas crianças.Uma caracteristica, o orfanato abriga crianças acima dos 3 anos(geralmente).Se alguém não entendeu a dica, isso significa que são crianças já na faixa “não adotável”, porque no geral as pessoas só querem adotar bebes,e esses mais velhos “sobram”(em outro posto vou falar sobre isso).Além disso o orfanato abriga crianças em situação de “ressocialização” que foram “salvas” por assistentes sociais,de “pais problemas” que foram presos,geralmente por problemas como drogas e violência doméstica.E vejam vocês tem crianças deficientes por lá.Agora imaginem quem adotaria uma criança acima dos três anos e deficiente?A minha força vem de acreditar que existe gente no mundo pra isso!Quando sai do orfanato,já estava pensando sobre essa história da solidariedade.E perguntas surgiram na minha mente...

O que acontece com a solidariedade,quando não estamos diante das “grandes” catastrofes?Ela tira férias?Guardamos no fundo do armário torcendo pra que nada de mal aconteça tão cedo pra que não precisemos usá-la?Eu já fui chamada de “Madre Thereza” mas de forma extremamente pejorativa.E depois vi as mesmas pessoas que desdenharam de mim ,comovidos e se mexendo pra ajudar em algum tipo de ação social.Essas pessoas tem um botão de “OFF” pra solidariedade o resto do tempo?E porque não exercitamos mais a solidariedade?Porque não mantemos essa corrente do bem constantemente ativa?Solidariedade não existe para “lavarmos” a nossa consciência e ganharmos presente de natal no fim do ano,ou comprar uma vaga no paraíso.

Como amiga e como ser humano quero pedir alguns favores a vocês.Por favor, despejem a solidariedade que existe dentro de vocês em doses nada homeopáticas.E existem milhões de forma de fazer isso. Você pode ajudar um orfanato,um asilo,a sua associação do bairro,as vitimas da chuva, os animais abandonados...Mas mexam-se!Que a comoção não desapareça com o comercial de refrigerante no intervalo, do jornal,mas que seja transformada em atitude.Quem é pai ou mãe ensinem isso a seus filhos e a melhor forma de ensinar é sendo exemplo(tenham certeza que um dia eles irão agradecer vocês).Se eu sou “assim” é porque tive excelentes exemplos em casa.Eu posso garantir uma coisa quando distribuimos solidariedade somos recompensados com coisas de valores inestimávei s!E por mais que tentasse descrever aqui não conseguiria,então vocês terão que experimentar pra saber do que eu estou falando.

Obrigada pela atenção nesse post gigantesco.

Solidariedade....


Eu quero fazer um pedido aos amigos e leitores


Eu, Guilherme Araújo e um grupo de amigos estiveram na região serrana esta semana e constatamos a realidade desses municípios È DRAMATICA.

Após essa visita resolvemos ir à luta e fazer uma AÇÃO SOCIAL / CAMPANHA entre amigos, blogueiros e empresários para ajudar as famílias vitimas das chuvas da região serrana do Rio de Janeiro.

O nosso objetivo é compra 25 mil dúzias de garrafas de água para doar as famílias e enviá-las até o dia 20/02/2011.

Banco: Itaú
Agencia: 8159
Conta corrente: 02845-8

As doações acima de R$ 10,00 o doador ganha um CD universitário sertanejo. Após a sua doação, envie o numero do seu deposito para este e-mail: blogdoguilhermearaujo@hotmail.com seguido de seus contatos para que você possa receber o CD sertanejo universitário.

A sua doação deve ser de coração e espontânea...

Segue os dados de onde esta sendo cotado a água mineral.....

ÁGUA MINERAL LEVE

Água Mineral Fluoretada Radioativa na Fonte
Concessionária: FARESA Indústria e Comércio Ltda.
CNPJ:29.414.935/0001-04 - INSC.EST.:83.061.774

Local da Fonte

Est. do Valério, s/n - Cachoeiras do Macacu - RIO DE JANEIRO - RJ

Registro no Ministério da Saúde

Nº 6304000010019 - D.O.U 15/02/2005

Autorizada a Funcionar como:

Alvará de Empresa de Mineração nº 6.185
de 20/12/1986 - D.O.U: 22/10/1986
Portaria de lavra nº 675/92 - D.O.U: 18/12/1992
Processo: 890.374/87 D.N.P.M

Sexo Seguro... Cuide-se sempre....

Sexo Seguro

Nós da Kona Sex Shop apoiamos a liberdade das práticas sexuais em todas suas formas, porém, incentivamos a utilização de meios totalmente seguros de se chegar ao przaer total. O sexo faz bem para a saúde. O sexo saudável, mais ainda, portanto, tomemos todos os cuidados. A seguir alguns esclarecimentos sobre o que é sexo seguro e sobre doenças trasnmitidas através da prática sexual sem segurança:
O que é sexo seguro?
Sexo seguro é o sexo sem o risco de ser contaminado ou contaminar o/a teu/tua parceiro/a com doenças sexualmente transmissíveis (DST's). Esta segurança só pode ser atingida através de relações sexuais monogâmicas com um parceiro sabidamente saudável ou quando o sexo é realizado sem o contacto ou troca de fluidos corporais como esperma, secreção vaginal, sangue e leite.
Que tipos de DSTs existem?
Cancro Duro (Sífilis)
Cancro Mole
Candidíase
Herpes Simples Genital
Gonorreia
Condiloma acuminado/HPV
Linfogranuloma Venéreo
Granuloma Inguinal
Pediculose do púbis
Hepatite B
SIDA
Infecção por clamídia
Infecção por trichomonas
Infecção por ureaplasma
Atenção!
Os efeitos de álcool e/ou narcóticos podem perturbar uma tomada de decisão em pleno juízo em caso de risco. Evita a utilização destas substâncias antes ou durante os teus contactos sexuais.
Sexo Seguro para Gays
A prática de sexo seguro por homens pode ser alcançada através do uso da camisinha, camisa-de-vênus, condom (do latim condare, que significa "proteger") ou preservativo. O preservativo é um objecto de material elástico, derivado da borracha (látex), relativamente resistente que envolve os genitais masculinos (mais usado) ou femininos durante o coito, impedindo o já citado contacto entre os fluidos corpóreos das pessoas que estão praticando relações sexuais. Além da protecção contra as DST's (Doenças Sexualmente Transmissíveis), os preservativos constituem um método anticoncepcional seguro, quando usados adequadamente. O mercado diversificou muito a industrialização do preservativo. Hoje encontramos preservativos com textura, com formatos especiais, coloridos, lubrificados, com perfume, sabor, etc.
Como utilizar o preservativo?
Escolhe uma marca de confiança. Leva-a sempre contigo. É recomendável ter uma ou mais unidades de reserva. Conserva-as protegidas do calor e utiliza-as sempre dentro do prazo de validade. Abre delicadamente a embalagem, cuidando para que esta operação não danifique o preservativo. A colocação deverá ser feita com o pénis em erecção (duro).  Deixa um pequeno espaço na ponta do preservativo. Isto é importante e pode ser conseguido comprimindo-se a extremidade do preservativo entre o polegar e o indicador e mantendo-os assim enquanto o colocas. Encosta o preservativo enrolado na ponta da glande e desenrola-o até à base do pénis. Se o preservativo não for lubrificado, utiliza somente lubrificantes à base de água, os quais deverão ser aplicados sobre o pénis antes da colocação e/ou directamente no preservativo após colocado. Após o uso retira o preservativo. Dá um nó na extremidade aberta e deita-o no lixo. O preservativo é descartável e por isso deve ser usado somente uma vez. No caso do preservativo romper-se ou sair durante a relação sexual, deita-o fora e coloca um novo.
Sexo Seguro para Lésbicas
Existem casos registados desde o início da década de 1980, que nos indicam que as mulheres podem transmitir o HIV (Vírus de Imuno-Deficiência Humana) de uma para a outra. Apesar dos números, muitas são as entidades oficiais ligadas à investigação e controlo do HIV/SIDA (Síndroma de Imuno-Deficiência Adquirida) que omitem estes factos dos seus relatórios. A maioria das pessoas da comunidade lésbica crê erradamente que não está sob risco. O HIV é transmitido quando sangue, líquidos vaginais, leite mamilar ou sémen de uma pessoa infectada consegue chegar à tua circulação sanguínea. Pode parecer difícil mas não é. As lésbicas ou mulheres bissexuais podem ser infectadas por não praticarem sexo seguro (quer seja com homens ou mulheres), por um dador de sémen, pela partilha de agulhas (para administração de narcóticos via intra-venosa), para fazer tatuagens, para furar o corpo (ex. orelhas, nariz, mamilos etc.) e finalmente por transfusões de sangue. Por sabermos precisamente como o HIV é transmitido, podemos dar algumas sugestões de sexo mais seguro, e explicar exactamente quais são as práticas que constituem risco.
Quais sãos as práticas seguras e não seguras?
A questão se um dado comportamento é ou não de risco, depende da troca de fluidos. Beijos "molhados" são seguros, a não ser que haja uma lesão dentro da boca ou gengivas que sangrem com frequência. Após a lavagem dos dentes, espera pelo menos meia-hora antes de dares algum beijo mais "profundo". Tocar nos seios da tua companheira, massagens, masturbação e a fricção entre os corpos são seguros, desde que não haja troca de sangue ou leite mamilar. Lesões na boca, dedos e vagina, em qualquer das duas, pode aumentar o risco durante o contacto anal e vaginal. Utilizando uma luva de latex, pode impedir-se a transmissão do vírus para a parceira. Sexo oral desprotegido é muito arriscado, especialmente se a tua parceira está com a menstruação ou tem uma infecção vaginal. Para tornar esta prática mais segura, podes tapar a área genital com um preservativo cortado ao meio de modo a formar um rectângulo de latex, impedindo assim, o contacto directo e eventual troca de líquidos infectados (sangue e líquidos vaginais). Se uma mulher estiver infectada, o vírus estará presente no sangue menstrual e nas secreções vaginais ejaculadas.
Se estás a considerar uma gravidez
Se tiveres relações sexuais com um homem ou desejas ser inseminada artificialmente através de esperma doado, certifica-te que o indivíduo foi testado, pelo menos duas vezes com intervalos de seis meses cada um e que os respectivos testes são negativos. O primeiro teste deverá ter sido efectuado pelo menos seis meses após qualquer possível contacto com o HIV. O doador deverá não ter tido qualquer risco de contacto com o HIV entre o seu último teste e o momento de doar o esperma.

Quem sera que vai fazer o carnaval de Caraguatatuba?

Após dias e dias de suspense, nada resolvido referente ao carnaval de Caraguatatuba... 

Esta semana o Wagner que fez o Super Verão Caragua esteve na praça de eventos em Caraguatatuba com alguns empresários da cidade, será que isso já é um sinal de quem vai realizar o carnaval?

Será que a Lúcia Abadia vai deixar toda essa estrutura para que outro grupo venha fazer o carnaval de Caraguatatuba?

São essas muitas outras perguntas que ficam no ar...

O poder do líder na construção do respeito ao próximo

Por: Comissão de combate à Intolerância Religiosa , em 01/02/2011, às 14:49
Em um país como o Brasil, cuja população é formada a partir da miscigenação de três etnias – índio, negro e europeu -, não era para se discutir a intolerância religiosa, pois ela nem deveria fazer parte de nossa realidade social. A formação da cultura brasileira congregou esses povos com seus costumes, línguas, tradições e religiões. Querer separá-las e determinar qual seguir, seja em aspectos sociais, linguísticos ou religiosos, é, no mínimo, irracional, se não uma agressão à pátria, ao nosso sentimento nacional de brasilidade. Uma agressão para a nossa história enquanto povo.
Os intolerantes poderiam utilizar as teorias de suas religiões no dia a dia, já que, na maioria das vezes, falam tanto de amor ao próximo, respeito e perdão. Com certeza, Deus, seja qual for sua forma ou nome que recebe, de acordo com cada cultura ou religião, direciona os filhos a promoverem a paz e não a segregação. É lamentável que religiosos que praticam a intolerância estejam se distanciando dos caminhos pacíficos que Deus nos oferece. Mais lamentável ainda são líderes religiosos que participam disso, pois são eles ícones de comportamento e, por isso, devem orientar seus fiéis a se comportarem como humanos educados, conscientes do direito de liberdade de culto, garantido por lei. Esses sacerdotes devem buscar o esclarecimento e a informação para que consigam conscientizar de que já estamos em pleno século XXI e que o esclarecimento é essencial para lidar bem com todos em um lugar como o Brasil, tão diversificado. Se todos os líderes religiosos tivessem essa preocupação, seus fieis pregariam o amor e, em nome de Deus, se respeitariam mutuamente, independente de qualquer coisa.
Se todos os líderes de cada religião pregassem o bem que está nas palavras, na prática, teríamos um quadro diferente do que se tem hoje em relação à intolerância religiosa.
Usar a força da liderança de um sacerdócio é ter o poder de mudar o mundo, para o bem ou para o mal; é manifestar o amor, o respeito, a solidariedade; seria professar o desejo de seu Deus. Esses são sentimentos que estão em todas as religiões e que, certamente, são ingredientes para a construção de uma convivência mais harmoniosa e muito mais fácil.
Que todos os líderes religiosos utilizem suas forças para o bem do mundo.
Escrito por mãe Ignez D'Iansã, ialorixá do Ilê Axé D'Ogun-Já, coordenadora de Projetos do Ciafro, assessora da Superintendência da Igualdade Racial do Município de Nilópolis e membro da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa

Leia mais artigos em www.eutenhofe.org.br .

Claudia Leitte ganha chamego do cantor Belo

 


Parceiros de gravadora, Belo e Claudia Leitte dividiram o palco em Salvador


Claudia Leitte ganhou um chamego do cantor Belo nos bastidores do Festival de Verão Salvador. O carinho colocou fim aos rumores de que a cantora estaria tentando evitar que sua imagem fosse associada a do pagodeiro, que tem fama de mal pagador e teve problemas com a Justiça.

Roberto Carlos diz ‘te amo’ para Raíssa

Roberto Carlos diz ‘te amo’ para Raíssa

Até mesmo um rei se curva diante dos encantos de uma bela mulher. Que o diga Roberto Carlos... Quem viu o “Bom dia Brasil”, ontem, não tem dúvidas: o Rei disse um discreto “te amo” para a rainha de bateria Raíssa Oliveira durante sua visita à quadra da agremiação em Nilópolis, na quinta-feira.
Procurada pela coluna, Raíssa se rasgou em elogios ao cantor. “Ele é cheiroso, bonito e gostoso. Amo ele”, disse a moça, que admite ter ouvido um galanteio do cantor. “Não sei o que ele disse naquele momento pois a bateria estava muito alta, mas foi um elogio”, confirma a bela que irá rever o cantor no cruzeiro “Emoções em alto mar”, que acontecerá entre 12 e 16 de fevereiro.
Fora o trelelê com Raíssa, Roberto foi muito assediado na quadra e não desgrudou de Claudia Raia. O cantor distribuiu rosas vermelhas, tocou tamborim e recebeu uma placa comemorativa à sua visita. Em seu agradecimento, o Rei demonstrou sua gratidão à festa preparada para ele em Nilópolis. Em seguida, ele cantarolou “Como é grande o meu amor por você”.

Adriane Galisteu está na corda bamba na Unidos da Tijuca

 

Respeito é bom e eu gosto... Diz a fera.....



Com um figurino de gosto duvidoso, Ivete Sangalo fez show, anteontem, no Festival de Verão Salvador. Com o blecaute que atingiu a cidade, a cantora só atendeu a imprensa no fim da apresentação, já de madrugada. Como a moça é temida pelos jornalistas baianos, nenhum jagunço teve a coragem de perguntar o que Jesus Sangalo, o tal irmão demitido de sua empresa, estava fazendo por lá todo pimpão no staff da artista.

Taís Araújo caminha nas areias do Leblon

 

Grávida, Taís Araújo caminha nas areias do Leblon

Pagodão dos famosos: shows do Exaltasamba no Rio viram point de famosos às segundas-feiras

 

Paulista da garoa, o Exaltasamba virou sensação entre os cariocas da gema, lotando às segundas-feiras o evento Exalta Verão, na Lagoa. O lugar virou point, inclusive de famosos, que derrubam preconceitos e cantam junto as músicas de Thiaguinho, Péricles e sua turma


Eles realmente estão bem na parada. Se o verso da música "Fugidinha" não tivesse sido composto por um deles (Thiaguinho), com certeza teria sido feito para eles. Com ingressos sempre esgotados para shows todas as segundas-feiras no Clube Monte Líbano, na Lagoa, o Exaltasamba virou a sensação do verão carioca, que, segundo Marcelo D2, amigo do grupo, "estava carente de um bom pagode".
— Isso é importante pra caramba! Mais do que para a Zona Sul, o Exalta trouxe para o Rio uma coisa que há muito tempo não tinha por aqui. O interessante é que a galera que frequenta não é só a do pagode — comenta D2, que fez questão de ir ao show e comparecer ao camarim do grupo, assim como uma legião de outros famosos, para cumprimentar os paulistas já considerados cariocas.

MAIS DE 30 ARTISTAS POR NOITE NA LAGOA
Fernanda Paes Leme, Sabrina Sato, Pe Lanza, Sharon Menezzes, Romário, Thiago Neves, Vagner Love, Dudu Nobre, Sandra de Sá, Mr. Catra, Marco Antônio Gimenez, Kayky Brito, Fernanda Souza, Roberta Rodrigues, Daniele Hypólito, André Arteche, Rafael Zulu e muitos, muitos outros, já se renderam à voz, ao charme, ao requebrado e ao borogodó de Thiaguinho, Péricles, Pinha, Brilhantina e Thell. Será que passaram mel na galera do Exalta?
— A culpa de tudo isso é a música. De tudo, tudo mesmo. Eu acho que se você oferece uma boa música, vai ter reconhecimento. Escuto todos os dias "Não curtia pagode, agora gosto por causa de vocês". A música não tem fronteiras. Trabalhamos para todo mundo, sem rótulos — tenta explicar Thiaguinho.
Até o Rei Roberto Carlos e o hollywoodiano Rodrigo Santoro, que ainda não apareceram no evento para prestigiar os novos amigos — mas, em compensação, já se uniram a eles para cantarem juntos no mesmo palco —, tornaram-se fãs.
— Sou de São Paulo, né, cara? Lá, a gente escuta muito pagode, muito Exalta. Então, desde criança, sabia as músicas de cor. Lembro que um dia encontrei com o Péricles no avião e ele falou assim: "Você me dá um autógrafo?". Falei, "Poxa, só se você me der o seu!" — conta a atriz Fernanda Souza, que desde os 10 anos de idade é "fãzona" do grupo, como ela mesma diz.

Diferentemente dela, Rodrigo Santoro, que passava longe do samba, passou a curtir o quinteto recentemente.
— Isso causou um impacto entre os meus amigos. As pessoas não acreditavam. Meus primos falaram "Você no palco cantando com o Exalta foi demais!" — contou Santoro à apresentadora Regina Casé no último domingo, no programa "Esquenta!", da Globo, onde cantou e dançou "Fugidinha" com os astros do momento, para delírio do público.
Mas essa não foi a primeira vez que Santoro fez coro com o Exalta. Em dezembro de 2010, no palco do Citibank Hall, no Rio, os meninos também contaram com sua voz e seu charmoso rebolado na música que gruda feito chiclete. E tudo no improviso, aproveitando que o ator estava na plateia com Casé.
— O Exalta caiu no meu gosto para sempre — afirma Rodrigo, dizendo ainda que o grupo "virou família" para ele.

A CADA DIA, UM NOVO SHOW
Falando em improviso, aliás, ele está presente em todas as apresentações dos queridinhos do pagode. Estão aí Sandra de Sá, D2, Mr. Catra e Dudu Nobre para provar a tese. Foi só eles pintarem lá no Exalta Verão, que Thiaguinho logo colocou os quatro para soltar a voz.
— Já os conheço há uns 15 anos. Encontrei com eles um dia e me falaram do show no Monte Líbano. Como adoro e minha esposa também é muito fã, resolvemos ir. Aí acabei subindo no palco, né? Foi ótimo. O samba abre muito essa possibilidade do improviso — diz Dudu.
Talvez também esteja aí o segredo do sucesso, já que quem os assiste uma vez quer voltar sempre: um show nunca é igual ao outro.
— Nesses 25 anos de carreira, o Exalta sempre foi um dos melhores grupos de pagode que se tem por aí. Mas a entrada do Thiaguinho no grupo, com certeza, deu uma virada radical na vida deles. Ele é carismático e a simplicidade com que todos tratam o público é um dos diferenciais deles — palpita Daniele Hypólito, que já era superfã e acabou se tornando amiga do vocalista-sensação.

EXALTAMANÍACOS
Sabrina Sato, que estava de férias no Rio e aproveitou para curtir a noite da cidade ao som dos pagodeiros, ficou impressionada com o "boom".
— Sempre gostei do Exalta, mas o mais incrível é que eles sempre se superam. Quando você acha que atingiram o topo com uma música, vêm outras, cada vez mais populares. O Exalta é a cara do Brasil e faz uma mistura brasileiríssima — opina a japa, que diz não parar de cantar "O jeito é....".
Pelo visto, a nova rainha de bateria da Vila Isabel vai virar uma exaltamaníaca...
Quem já é e só vem reforçando esse título é Pe Lanza, que marcou presença em duas, das quatro noites do Exalta Verão até agora. O vocalista da banda Restart aprova a "mistura brasileiríssima" a qual Sabrina se refere, que faz os meninos do Exalta unirem o pagode ao funk, ao rock, ao pop, à música romântica, e o que mais vier.

— Cantava as músicas do Exaltasamba com a galera no colégio. Os moleques são do bem e estão fazendo um trabalho importante. Ninguém nunca viu até hoje o samba junto com o rock. O Exalta quebrou padrões ao unir vários estilos e a gente (da Restart) quer quebrar barreiras junto com eles — justifica Pe Lanza.
Marcelo D2 complementa:
— Acho que o Exalta é a modernidade do samba. Eles conseguem sair um pouco do samba e ir para outros ritmos. Acho isso muito bom. Não é todo mundo que tem coragem de fazer isso, porque é preciso ter uma base muito forte para não se perder.
Supersatisfeito com a boa fase, Thiaguinho só tem a comemorar:
— A nossa música, nesse momento, atingiu pessoas de outras classes, que tinham até receio de gostar de samba. Estou orgulhoso. Na minha infância era difícil... Eu tocava cavaquinho e queria tocar nas festas, mas ninguém deixava. Só queriam que tocasse Legião Urbana. Cresci querendo quebrar essa barreira. Hoje, quando vejo tanta gente diferente cantando a minha música, sinto como uma vitória não só para mim, mas para o "neguinho" que está lá na escola dele tentando mostrar para os amigos que o samba é legal.
E é nesse clima de "pode entrar que a a casa é sua" que o Exalta Verão vai seguindo, até o fim de fevereiro, e consagrando o grupo na cidade. E de pensar que, no dia da estreia, 10 de janeiro, chovia torrencialmente, 5 mil pessoas com guarda-chuvas e capas de plástico formavam uma fila que cercava o quarteirão do Leblon e, lá dentro, o calor e o empurra-empurra eram de deixar qualquer um incomodado... podia ter dado tudo errado Mas não. Com capacidade limitada a 3 mil pessoas depois disso, Thiaguinho, Péricles, Pinha, Brilhantina e Thell agora viram a mesa e fazem a festa, com ou sem lua brilhando no céu. E não ligam mais para rumores, como o de que Thiaguinho sairia do Exalta no meio do ano para seguir carreira com Rodriguinho (ex-Travessos).
— Me sinto vitorioso, porque as pessoas que falam hoje que eu mudei a cara do grupo são as mesmas que falavam: "Um moleque de 19 anos vai entrar no Exaltasamba? Vai acabar com o grupo!" — afirma o vocalista.
Exaltamaníacos, preparem-se, que depois de amanhã tem mais!



Mulheres fazem ensaios sensuais para apimentar a relação com maridos - Rio - Extra Online

Mulheres fazem ensaios sensuais para apimentar a relação com maridos

Mulheres fazem ensaios sensuais para apimentar a relação com maridos

Folia de rua carioca mistura ritmos de música clássica, brega e funk

RIO - As marchinhas já não reinam soberanas na festa de Momo. A cada ano, o carnaval de rua do Rio se reinventa e, em 2011, as músicas de Sidney Magal, Heitor Villa-Lobos e John Lennon farão muito folião pular. A receita é simples: basta misturar gêneros, sons e ritmos, colocar tudo isso num bloco, vestir uma fantasia e sair brincando. Três grupos ensaiam sua estreia nas ruas do Rio com misturas inusitadas: o Feitiço do Villa, de música clássica e que homenageará Villa-Lobos; o Sargento Pimenta, que promete uma batida diferente para composições dos Beatles, e Fogo e Paixão, que vai fazer uma multidão cantar os sucessos do brega.
“Sgt Pepper’s” em ritmo de maracatu Quando decidiram criar um bloco com músicas do quarteto de Liverpool, uma imagem veio logo à cabeça de Gustavo Gitelman e Alexandre Ades: a da capa do disco “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band”, que serviu de inspiração também para as fantasias do grupo, já uma orquestra com 70 componentes.
— Pensamos logo no nome Sargento Pimenta. Acho que ficou no inconsciente a foto do disco. Lá, os Beatles aparecem numa fantasia colorida. É muito carnavalesco — conta Gustavo, que é médico e toca tamborim.
A decisão de homenagear os Beatles acabou seduzindo amigos e amigos dos amigos. Os ensaios têm acontecido quase todos os domingos na Uni-Rio, e o desfile está marcado para a segunda-feira de carnaval, com concentração às 15h, na Rua Visconde de Caravelas, entre as ruas General Dionísio e Capitão Salomão, em Botafogo.
— Vamos ter “A hard day's Night” em ritmo de funk, “Sgt Pepper´s” em maracatu, “All my loving” em marchinha, e “Here comes the sun” em quadrilha — adianta Gustavo, acrescentando que fazem parte da orquestra, entre outros instrumentos, guitarra, baixo, sax e trompete.
No primeiro dia da festa de Momo, Carlos Prazeres, maestro assistente da Orquestra Petrobras Sinfônica, deixará de lado o traje a rigor, mas não largará a batuta. É ele quem vai reger o Feitiço do Villa, em frente a um dos templos da música clássica da cidade — a Escola de Música da UFRJ, na Lapa. A data parece soar perfeita: 5 de março (sábado de carnaval), dia do aniversário de Villa-Lobos. O bloco começa a esquentar os violinos às 11h. Por causa dos instrumentos — entre eles, violoncelo e oboé —, o bloco vai ficar ali parado, como um concerto ao ar livre. Com exceção da hora em que tocar “Trenzinho Caipira”, de Villa-Lobos:
— Vamos fazer um trenzinho de músicos nessa hora — promete Prazeres, fundador do bloco junto com a produtora Heloísa Fischer.
Serão pelo menos 15 músicos das quatro principais orquestras do Rio de Janeiro: Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Petrobras Sinfônica, Orques$do Theatro Municipal e Orquestra Sinfônica Nacional - UFF. A soprano Mirna Rubim também participará da festa. No repertório, Serenata Norturna, de Mozart, “Toreador”, da ópera “Carmen”, de Bizet, a 9 Sinfonia de Beethoven, e “A Primavera”, de Vivaldi. Todas ganharão melodias próximas ao samba.
Pai e filho fizeram o samba “erudito” do Villa Os compositores Edino e Edu Krieger, pai e filho, são os autores de Feitiço do Villa, samba composto para o bloco e que explica bem o espírito dessa união do erudito com o popular: “Eu vou juntar Chopinho com Chopin/Não importa o amanhã/Hoje eu só quero Bach/Vou misturar Cartola com Ravel/Villa-Lobos com Noel/Pra ver que bicho dá”. No dia 1 de março, um ensaio no Lapinha dará uma prova do que será o bloco.
Ouça o samba do Feitiço da Villa— É uma grande brincadeira e vai acabar agradando a todo mundo que quer se divertir — analisa Edu Krieger.
O brega também tem seus clássicos, e eles terão espaço na folia. Os ensaios do Fogo e Paixão, em um estúdio da Lapa, já viraram programa concorrido. Mas, por enquanto, é só para amigos. O bloco reúne gente do Bangalafumenga, Quizomba e Monobloco. Quando o mestre Carlos Santana, o Negão, puxa “O Amor e o Poder” (“Como uma Deusa”), da Rosana, as meninas vão ao delírio. As “baranguetes” já treinam coreografias para o desfile, no dia 27 deste mês, com concentração às 10h no Largo de São Francisco, no Centro.
Veja o ensaio do blogo Fogo e Paixão— Gostando ou não, todo mundo vai sabe as letras das músicas do bloco — diz Alexandre Morand, que toca surdo no Banga e é um dos fundadores do Fogo e Paixão.
O mestre Negão, que já comandava o Banga, vem suando a camisa para criar arranjos de carnaval para músicas como “Adocica”, de Beto Barbosa, e “Sandra Rosa Madalena”, de Sidney Magal. Negão adianta que o clássico brega “Fogo e Paixão”, de Wando, irá para as ruas com uma batida funk:
É engraçado e cansativo. Temos que bolar arranjos novos. É muito louco.

Blocos de rua misturam ritmos de música clássica, brega e funk no carnaval

O bloco Fogo e Paixão vai tocar músicas bregas. Foto: Letícia Pontual

RIO - As marchinhas já não reinam soberanas na festa de Momo. A cada ano, o carnaval de rua do Rio se reinventa e, em 2011, a música de Sidney Magal, Heitor Villa-Lobos e John Lennon fará muito folião pular. A receita é simples: basta misturar gêneros, sons e ritmos, colocar tudo isso num bloco, vestir uma fantasia e sair brincando. Três grupos ensaiam sua estréia nas ruas do Rio com misturas inusitadas, mas muito bem boladas por músicos e batuqueiros formados nas melhores escolas e blocos da cidade. São eles o Feitiço do Villa, de música clássica e que homenageará o maestro Villa-Lobos; o Sargento Pimenta, que promete uma batida diferente para composições dos Beatles, e Fogo e Paixão, que vai fazer uma multidão cantar os sucessos do brega.
(Bloco Fogo e Paixão toca Haja Amor, de Luiz Caldas. Assista)(Ouça o samba do Feitiço do Villa)Quando decidiram criar um bloco com músicas do quarteto de Liverpool, uma imagem veio logo à cabeça dos amigos Gustavo Gitelman e Alexandre Ades: a da capa do disco “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band”, que serviu de inspiração também para as fantasias do grupo, já uma orquestra com 70 componentes.
(Bloco de Ouro: concurso do GLOBO vai premiar os destaques do carnaval de rua)(Foliões com as fantasias mais criativas também serão premiados. Saiba como participar)— Pensamos logo no nome Sargento Pimenta. Acho que ficou no inconsciente a foto do disco. Lá, os Beatles aparecem numa fantasia colorida. É muito carnavalesco — conta Gustavo, que é médico e toca tamborim.
A decisão de homenagear os Beatles acabou seduzindo amigos e amigos dos amigos. Os ensaios têm acontecido quase todos os domingos na Uni-Rio, e o desfile está marcado para a segunda-feira de carnaval, com concentração às 15h na Rua Visconde de Caravelas, entre as ruas General Dionísio e Capitão Salomão, em Botafogo.
— Vamos ter “A Hard Days Night” em ritmo de funk, “Sgt Pepper´s” em maracatu, “All My Loving” em marchinha, e “Here Comes the Sun” em quadrilha — adianta Gustavo, acrescentando que fazem parte da orquestra, entre outros instrumentos, guitarra, baixo, saxofone e trompete.
Maestro irá reger bloco na Lapa No primeiro dia da festa de Momo, Carlos Prazeres, maestro assistente da Orquestra Petrobras Sinfônica, deixará de lado o traje a rigor, mas não largará a batuta. É ele quem vai reger o Feitiço do Villa, em frente a um dos templos da música clássica da cidade — a Escola de Música da UFRJ, na Lapa. A data parece soar perfeita: 5 de março (sábado de carnaval), dia do aniversário de Villa-Lobos. O bloco começa a esquentar os violinos às 11h. Por causa dos instrumentos — entre eles, violoncelo e oboé —, o bloco vai ficar ali parado, como um concerto ao ar livre. Com exceção da hora em que tocar “Trenzinho Caipira”, de Villa-Lobos:
o bloco Feitiço do Villa vai tocar música clássica. Foto:  Letícia Pontual — Vamos fazer um trenzinho de músicos nessa hora — promete Prazeres, fundador do bloco junto com a produtora Heloísa Fischer.
A proposta, desde o início, é desmistificar a música clássica:
— O principal objetivo é atrair o jovem para a música clássica. A gente não quer competir com o Monobloco. Queremos mudar a cara e o estereótipo do músico carrancudo — explica o maestro.
Serão pelo menos 15 músicos das quatro principais orquestras do Rio de Janeiro: Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Petrobras Sinfônica, Orquestra do Theatro Municipal e Orquestra Sinfônica Nacional - UFF. A soprano Mirna Rubim também participará da festa. No repertório, Serenata Norturna, de Mozart, “Toreador”, da ópera “Carmen”, de Bizet, a 9 Sinfonia de Beethoven, e “A Primavera”, de Vivaldi. Todas ganharão melodias próximas ao samba.
Os compositores Edino e Edu Krieger, pai e filho, são os autores de Feitiço do Villa, samba composto para o bloco e que explica bem o espírito dessa união do erudito com o popular: “Eu vou juntar Chopinho com Chopin/Não importa o amanhã/Hoje eu só quero Bach/Vou misturar Cartola com Ravel/Villa-Lobos com Noel/Pra ver que bicho dá”. No dia 1 de março, um ensaio no Lapinha dará uma prova do que será o bloco.
— É uma grande brincadeira e vai acabar agradando a todo mundo que quer se divertir. São duas oportunidades: a do público ver esses músicos da sala de concerto na rua, e dos músicos participarem efetivamente do carnaval, tocar para esse público — analisa Edu Krieger.
O brega também possui seus clássicos, e eles terão espaço na folia. Os ensaios do Fogo e Paixão, em um estúdio da Lapa, já viraram programa concorrido. Mas, por enquanto, é só para amigos. O bloco reúne gente do Bangalafumenga, Quizomba e Monobloco, três dos mais queridos grupos dos cariocas. Quando o mestre Carlos Santana, o Negão, puxa “O Amor e o Poder” (“Como uma Deusa”), da Rosana, as meninas vão ao delírio. As “baranguetes” já treinam coreografias para o desfile, no dia 27 deste mês, com concentração às 10h no Largo de São Francisco, no Centro.
— Gostando ou não, todo mundo vai sabe as letras das músicas do bloco — diz Alexandre Morand, que toca surdo no Banga e é um dos fundadores do Fogo e Paixão.
Música de Wando terá batida funk O bloco, que, assim como outros, surgiu entre amigos, faz sucesso no Facebook e no boca a boca, e já passou até a receber convites para festas. Todos recusados, para garantir a surpresa no dia D.
O mestre Negão, que já comandava o Banga, vem suando a camisa para criar arranjos ao melhor estilo bloco de carnaval para músicas como “Adocica”, de Beto Barbosa, e “Sandra Rosa Madalena”, de Sidney Magal. Negão adianta que o clássico brega “Fogo e Paixão”, de Wando, irá para as ruas com uma batida funk.
— É engraçado e cansativo. Temos que pensar em tudo, bolar arranjos novos. É muito louco — revela, rindo, o mestre do Banga.
O espírito é dançar, cantar e dar muitas risadas.
— Vai ter coreografia e outras surpresas durante o bloco — faz mistério Daniele Hang, que toca tamborim.

Imperatriz faz ensaio técnico no Complexo do Alemão e mostra a convivência pacífica entre moradores e militares do Exército

Jipe do Exército passa no meio do ensaio da Imperatriz no Complexo do Alemão. Foto: Hudson Pontes

RIO - Ao som de “Liberdade, Liberdade, abre as asas sobre nós” a Imperatriz Leopoldinense abriu, na última quinta-feira, seu ensaio técnico de rua. O samba é um clássico da verde e branca e seria mais um esquenta da bateria, se não fosse o lugar e as circunstâncias do ensaio: a Estrada do Itararé, com a concentração na entrada da comunidade da Grota, no Complexo do Alemão, área desde novembro ocupada pelas forças de segurança do estado.
O samba de 1989, que se tornou um dos símbolos da ocupação, lembrado e evocado por moradores que se viram livres do poder paralelo do tráfico, é só o início de uma explosão de alegria, dos componentes da verde e branca e do público, que acompanha a escola até sua quadra, em Ramos. Tudo em clima de paz, sob o olhar atento dos militares do Exército. O enredo da escola para este ano é “Imperatriz adverte: sambar faz bem à saúde”.
Desta vez, a comunidade veio em peso. E muito mais gente de fora apareceu, sem receio algum da violência
— Na temporada deste ano, após a ocupação, cresceu o número de pessoas nos ensaios. Ano passado estava mais vazio. Desta vez, a comunidade veio em peso. E muito mais gente de fora apareceu, sem receio algum da violência — comemorou o ritmista Rezuski Polonês, que toca caixa na Imperatriz.
Companheiro dele na bateria, João Alves Porto Filho desfilará pela primeira vez em sua escola do coração tocando cuíca. Antes, ele saía de Ramos, onde mora, para se apresentar em agremiações como a Caprichosos de Pilares. Mas desta vez, sem medo de frequentar a Imperatriz, resolveu integrar a bateria nota 10 do Mestre Marcone:
— Não desfilava na agremiação por causa da violência. Agora, a ansiedade é grande para estrear na bateria.
Cria do Complexo do Alemão, o Mestre Marcone — vencedor do Estandarte de Ouro de Revelação do carnaval de 2008, logo em seu primeiro ano à frente da bateria da Imperatriz— , lembra que, mesmo antes da ocupação do Alemão, não havia registros de violência nos ensaios na quadra, nem nos de rua. Ele diz, no entanto, que o histórico de violência na favela assustava quem não era da comunidade:
— A verdade é que não existia só violência. Havia revelações do esporte e da cultura. E muito samba. Na minha bateria, 90% são jovens, de 15 a 22 anos, a maioria do Complexo. Ramos e o Alemão sempre foram terra de bambas.
Na última quinta-feira, enquanto ele ensaiava os seus 270 ritmistas, muitos assistiam ao desfile das janelas e escadarias à beira da Estrada do Itararé. Militares do Exército circulavam por perto, às vezes conversando com moradores ou recebendo aplausos dos sambistas.

Concurso da Marinha: Ciaba lança edital para 100 vagas de oficial

 


Alunos em treinamento da Marinha Mercante: vagas são para oficiais

Confira a lista de concursos públicos da semana. São mais de 2.200 vagas, além de cadastro de reserva

Três concursos estão com seus prazos de inscrição chegando ao fim na semana que se inicia, enquanto outros órgãos acabam de anunciar a abertura de seus processos seletivos. Como mostra a lista preparada pelo Boa Chance, estão sendo oferecidas pelo menos 2.237 vagas para quem quer tentar uma vaga no serviço público, além de outras destinadas à formação de cadastro de reserva. Confira abaixo os órgãos públicos que estão com processo de seleção aberto e o perfil das vagas:

Instituto Rio Branco — A entidade está oferecendo 26 vagas para admissão à carreira de diplomata — número, aliás, bem abaixo das 108 abertas em 2010. Duas vagas são reservadas a pessoas com deficiência. A remuneração inicial é de R$ 12.962,12. Os interessados podem se inscrever até 22 de fevereiro , no site do Cespe/UnB . A taxa é de R$ 150. As provas serão aplicadas simultaneamente nas 27 capitais brasileiras. A objetiva será realizada na data provável de 10 de abril, nos turnos da manhã e tarde. As provas escritas da segunda e terceira fases estão agendadas para 8 de maio e para o período de 25 de junho a 10 de julho. A última fase deve acontecer em 10 de julho.


BNDES — O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) abriu concurso para formação de cadastro de reserva de engenheiros para vagas futuras no Rio de Janeiro, mas com possibilidade de trabalho em outras cidades, dependendo da necessidade da instituição. O salário é de R$ 8.423,86 para jornada de 35 horas semanais. A previsão é que sejam classificados 200 candidatos para o cadastro. As inscrições já começaram e podem ser feitas até o dia 20 de fevereiro , pelo site da Fundação Cesgranrio . Será cobrada taxa de R$ 64. O candidato deve ter curso de graduação completo com o grau de bacharel em engenharia, em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro profissional no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea). Exige-se ainda dos candidatos disponibilidade para realizar viagens a serviço, no país ou no exterior. As provas, previstas para 27 de março, serão aplicados em Belém, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Tribunal Regional do Trabalho (RJ) — O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (Rio de Janeiro) vai preencher 63 vagas em cargos de nível médio e superior. São 22 vagas para técnico judiciário, com salário de R$ 4.984,68, e 41 para analista judiciário, cuja remuneração é de R$ 6.611,39. As inscrições devem ser feitas pelo site da Fundação Carlos Chagas , das 10h de 15 de fevereiro às 14h de 15 de março . As taxas são de R$ 110 para analista judiciário e de R$ 70 para técnico judiciário. Os cargos de nível superior são de analista judiciário, para área de apoio especializado em arquivologia, estatística, medicina (cardiologia e medicina do trabalho), psicologia, serviço social e tecnologia da informação. De nível médio, o cargo é de técnico judiciário, na especialidade segurança (área administrativa).

Procuradoria Geral do Município do Rio — O órgão lançou concurso para o preenchimento de 10 vagas de procurador do município e uma vaga de procurador da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O candidato deve ter nível superior em direito e no mínimo dois anos de atividade jurídica. O vencimento para os dois cargos é de R$ 14 mil. As inscrições devem ser feitas até o dia 15 de fevereiro pelo site da Procuradoria ou, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, na Travessa do Ouvidor, 4, 10º andar, Centro do Rio. A taxa é de R$ 200. Os candidatos que desejarem participar dos dois concursos deverão fazer as inscrições separadamente. A previsão da prova escrita geral é para abril. Os aprovados no exame oral serão submetidos à prova de títulos, que terá caráter classificatório. Todos os exames serão aplicados na cidade do Rio de Janeiro.

CNPq — O órgão abriu 95 vagas de nível médio e superior, seis delas reservadas a pessoas com deficiência. São 46 vagas de analista em ciência e tecnologia júnior, que exige nível superior em qualquer área, e 49 de assistente I, que pede nível médio e experiência de um ano na área. Os salários variam de R$ 2.504,68 a R$ 4.549,63. Inscrições no site do Cespe/UnB , até 17 de fevereiro . A taxa é de R$ 60 para analista e R$ 50 para assistente. Os candidatos passarão por provas objetivas e prova discursiva para todos os cargos e avaliação de títulos para analista. As provas estão previstas para o dia 10 de abril.

Banco do Brasil — O órgão lançou dois editais para formação de cadastro de reserva no cargo de escriturário em 15 estados. O salário é de R$ 1.280,10, mais gratificação semestral de 25%, paga mensalmente. O primeiro edital incluiu os estados de Amazonas, Alagoas, Ceará, Paraíba e Paraná, mas as inscrições já terminaram. O outro engloba Acre, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe. Neste caso, o prazo termina nesta segunda-feira, dia 7 . Inscrições no site da Fundação Carlos Chagas , com taxa de R$ 40.

Magistério no Rio — Professores interessados em integrar o quadro permanente do magistério estadual já podem se inscrever no concurso promovido pela Secretaria de Estado de Educação do Rio. São 1.362 vagas imediatas para professor I (6º ao 9º ano do ensino fundamental e ensino médio) distribuídas pelas disciplinas de matemática, com 737 vagas, e física, com 625. Os vencimentos são de R$ 765,66 para jornada de 16 horas semanais. As inscrições podem ser feitas no site da Fundação Ceperj , até 27 de fevereiro . A taxa de participação é de R$ 35. Além da página da Fundação Ceperj, os interessados têm à disposição postos de inscrição nas 31 Coordenadorias Regionais da Secretaria de Educação, cujos endereços constam do Anexo V do edital. O atendimento será feito nos dias úteis, das 10h às 16h, inclusive no posto instalado na sede da fundação, à Avenida Carlos Peixoto, 54, térreo, Botafogo. Este concurso público da Secretaria de Educação constará de prova objetiva, a ser aplicada em 27 de março, e avaliação de títulos, que deverão ser entregues no mesmo dia. Os exames serão realizados nos municípios do Rio de Janeiro, Barra do Piraí, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaguaí, Itaperuna, Niterói, Nova Iguaçu e Petrópolis.

Prefeitura de Teresópolis — A Prefeitura de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, reabriu as inscrições do concurso para 172 vagas imediatas e 870 para formação de cadastro de reserva para professores de educação básica I e II. As inscrições estavam suspensas por causa das fortes chuvas que atingiram o município em janeiro. Os interessados podem se inscrever até o próximo dia 13 , pelo site da Fundação Bio-Rio . A taxa é de R$ 40 para professor de educação básica II e de R$ 60 para professor de educação básica I. Os candidatos que não tiverem acesso à internet podem se dirigir ao posto de atendimento na Avenida Feliciano Sodré, 1083, 2° andar, Várzea, Teresópolis, no horário das 9h às 12h e das 13h30m às 17h, de segunda a sexta-feira, até o dia 11. Os cargos são de professor de educação básica I nas especialidades de educação artística, educação física, língua portuguesa, língua inglesa, matemática, geografia, história e ciências, de nível superior completo, e para professor de educação básica II na especialidade de ensino fundamental anos iniciais e educação infantil, de nível médio completo e formação específica. Para o cargo de professor de educação básica I os vencimentos são de R$ 1.275,49. Já para professor de educação básica II o salário é de R$ 820,02.

IPT/USP — O Instituto de Pesquisas Tecnológicas, da USP, preencherá 250 vagas em diferentes áreas. Os cargos voltados para quem tem nível médio são: técnicos em segurança do trabalho, especializados I, II e III e trainee, com salários de R$ 1.595 a R$ 2.265,95. Entre as funções destinadas aos que concluíram o ensino superior estão as de advogado, analistas de contratos, de RH, assistente de pesquisa, analista de sistemas, analista trainee, assistente de pesquisa trainee, comprador, enfermeiro e médico do trabalho (remuneração entre R$ 2.265,95 e R$ 3.668,89). Os maiores salários, no entanto, ficam com os cargos de pesquisador I, II e III, que pagam entre R$ 4.795,08 e R$ 8.190,71. As inscrições devem ser realizadas até quarta-feira, dia 9 pelo site da Fundação Vunesp . A taxa de participação varia de R$ 50 a R$ 100.

Petroquímica Suape — A Petroquímica Suape vai preencher 61 postos. Do total de vagas, 57 destinam-se a profissionais com nível médio. A maior remuneração é para o cargo de supervisor, que tem uma remuneração inicial de R$ 5,3 mil. Os profissionais com ensino superior também podem participar da seleção. Há vagas para os cargos de engenheiro elétrico, químico e de processamento. A seleção constará de provas objetivas, avaliação de requisitos e qualificação biopsicossocial para todos os cargos. Os interessados podem se inscrever até o dia 20, no site da Fundação Cesgranrio . As provas serão aplicadas no dia 20 de março, no Recife.

Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco — A Citepe vai selecionar 31 novos profissionais de nível médio para o preenchimento de vagas imediatas e para a formação de cadastro de reserva. Há chances para mecânico têxtil pleno, operador de utilidades têxtil pleno, supervisor de produção têxtil e técnico em segurança do trabalho. O salário varia de R$ 1,1 mil a R$ 2,5 mil. Para se inscrever no concurso da Citepe é necessário que o candidato tenha, no mínimo, seis meses de experiência na área comum — exceto para o cargo de técnico em segurança do trabalho. Inscrições pelo site da Fundação Cesgranrio , até 20 deste mês. A prova está prevista para 20 de março, no Recife.

Itaipu BinacionalAté este domingo, dia 6 , estão abertas as inscrições para o concurso promovido pela Itaipu Binacional para preencher 28 vagas em cargos de nível fundamental. São oito vagas para eletricista, 15 para motorista e cinco para operador de guindaste. Os salários vão de R$ 1.608,26 a R$ 2.044,65. Os interessados podem se inscrever no site da Fundação de Apoio à Fafipa (Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí) . A taxa de inscrição é de R$ 35. As vagas são para Foz do Iguaçu, no Paraná, onde fica a sede da empresa. Devido às condições de exposição a riscos e situações de emergência, que caracterizam as atividades dos cargos publicados no edital, não haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, pois as condições de acesso e de trabalho exigem aptidão física plena, não só para cumprimento das tarefas, como também para a manutenção da segurança do trabalho, do profissional e de terceiros.

Companhia Docas de São Paulo — A Codesp divulgou três editais de concurso para o preenchimento de 138 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários iniciais variam de R$ 601,03 a R$ 3.121,89, acrescidos de vale-refeição no valor de R$ 610,50. As inscrições já estão abertas e vão até 1º de março , pelo site da Fundação Vunesp . As taxas são de R$ 30 (nível fundamental), R$ 40 (médio/técnico) e R$ 70 (superior). As vagas para o ensino fundamental são para auxiliar operacional portuário e as que exigem o nível médio são para guarda portuário. Quem tem ensino técnico profissionalizante pode concorrer aos cargos de técnico, nas áreas: enfermagem do trabalho, mecânica, eletricidade, agrimensura, edificações e serviços portuários na especialidade de projetista. Em nível superior, as oportunidades são para especialista portuário nas seguintes funções: assistente social, fonoaudiólogo, médico do trabalho, psicólogo, técnico em comunicação social — publicidade e propaganda, administrador, advogado, analista de comércio exterior, analista de sistemas, contador, controlador de tráfego marítimo, economista, médico veterinário, arquiteto e engenheiro (civil, mecânico, sanitarista e de segurança do trabalho).

Provas para temporários do IBGE acontecem neste domingo

Os 10.178 candidatos a uma das 120 vagas de codificador censitário temporário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fazem, neste domingo, dia 6, as provas da seleção. Os exames serão aplicados das 13h às 17h, em 15 pontos da cidade do Rio. Os inscritos responderão a questões de Informática, conhecimentos gerais, Língua Portuguesa e raciocínio lógico.
Para ser aprovado, é preciso acertar uma pergunta por matéria e aproveitamento de 40% do total de pontos. É preciso chegar ao local da prova com uma hora de antecedência. A previsão é que o resultado final seja divulgado no dia 23 de fevereiro. A seleção terá validade de dois anos.

Infraero prepara dois editais

 


Terminal de Congonhas, em São Paulo: Infraero administra os aeroportos de todo o Brasil


A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) está preparando dois concursos públicos para este ano. Os dois serão organizados pela Fundação Carlos Chagas e o primeiro deverá ter o edital publicado na primeira quinzena de fevereiro. A previsão é que sejam oferecidas 99 vagas.
Para a primeira seleção, todas as oportunidades serão para cargos de formação superior. As áreas de graduação ainda não foram divulgadas, mas os profissionais deverão ser sênior. A remuneração ficará em torno de R$ 7.086,68. As datas de inscrição e das provas ainda não foram estabelecidas.
Ensino médio
A empresa também abrirá outra seleção para cargos de nível médio, como profissionais de navegação aérea e tráfego aéreo, e de nível médio/técnico, como nas áreas de segurança do trabalho manutenção e meteorologia. Nesses casos, os salários oferecidos vão de R$ 1.924,86 e R$ 2.482,25.
Esse concurso também contará com vagas para analista I, II e III, com nível superior. A remuneração inicial ficará entre R$ 2.818,86 e R$ 4.839,19.
Datas em aberto
O número de vagas e a divisão pelos cargos ainda está sendo estudada pela Infraero. A expectativa é que o edital seja publicado em maio.

Procon-RJ inicia escolha de organizadora da seleção


Preparando um concurso público inédito para o preenchimento de 181 vagas em diversos cargos, o Procon-RJ iniciou a escolha da organizadora da seleção. A previsão é que o edital do concurso saia no primeiro semestre deste ano.
Para quem tem nível médio, serão 81 chances, divididas em técnico em contabilidade (3), técnico de informática (3), agente administrativo (25) e agente de proteção e defesa do consumidor (50). Os salários variam de R$ 1.911 a R$ 2.184. Os cargos de Contabilidade e Informática também exigem curso técnico na área.
A seleção terá também cem vagas para cargos de nível superior, sendo dez para advogados, dez para executivo público e 80 para analista de proteção e defesa do consumidor. As remunerações nesses casos vão de R$ 3.822 e R$ 5.460.
Provas
Os candidatos farão provas escritas de conhecimentos gerais e específicos. A seleção terá ainda análise de títulos e conferência dos cursos de formação.

Expansão do telemarketing cria novas especialidades

 

 

Darlan Santos é operador de teleatendimento da Contax e pensa em investir na carreira

Sem arrependimento, Romário diz: ‘Vou tentar vir sempre às quintas e sextas’

 


Romário em ação na praia.

Milena Toscano atropela duas pessoas em Jacarepaguá

 

O carro da atriz Milena Toscano após o atropelamento

“BBB 11”: “Se fosse ela, namorava todos os meninos da casa”, diz mãe de Michelly



Mãe de Michelly do BBB visitou a filha na Casa de Vidro

Normalidade

Tudo começa a voltar ao normal em Caraguá, depois da temporada....