sábado, 8 de agosto de 2015

Silvio Santos ganhará presente ousado de Patrícia Abravanel neste Dia dos Pais

<p>Patrícia Abravanel escolheu um presente para lá de ousado para Silvio Santos neste Dia dos Pais. A herdeira dará ao apresentador um sapato com spikes brilhantes, criado pelo famoso designer francês Christian Louboutin, que custa, nada mais, nada menos, que R$ 4 mil!</p><p>De acordo com o blog da jornalista Keila Jimenez, a morena presenteará o pai durante o “Programa Silvio Santos” do próximo domingo (9), que foi gravado recentemente.</p><p>Ao ver o abrir a caixa com o calçado, Santos afirmará que o adorou e que usará em breve.</p><p>“Gostei, claro, vou usar. Se servir para mim, semana que vem eu venho com ele. Você gastou uma nota, não?”, brincará o apresentador. </p><p><strong><a href="http://www.facebook.com/pages/Famosidades/129946850420592">Opine no Facebook do Famosidades!</a></strong></p>

Sininho presta depoimento à Justiça e diz que foi vítima de fofocas

As ativistas Elisa Quadros Pinto, a Sininho, e Karlayne Moraes, a Moa, participam de uma audiência na 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio na tarde desta quarta-feira. Em seu depoimento à Justiça, Sininho negou ser uma liderança dos ativistas acusados de promover atos de violência durante as manifestações que aconteceram em 2013, no Rio, e afirmou ser vítima de 'fofocas'. Segundo ela, destruíram sua identidade pessoal para a criaçao de uma imagem terrorista que não existe:
- Participei desde o início da (movimento) Ocupa Câmara, mas nunca liderei o movimento. Acompanhei por solidariedade - disse.
Questionada sobre os planos de queimar ônibus, ela afirmou que não existia esse plano:
- Era uma ocupaçao em barracas e conversávamos, mas não era uma reunião para queimar ônibus. Eu tentava dar o máximo possível para as ocupações, para ajudar as pessoas - disse.
Sininho e Moa são acusadas de participação em atos violentos durante protestos na cidade em 2013. A dupla e outros 21 réus respondem por formação de quadrilha. De acordo com o TJ, os outros réus já foram interrogados e o processo se encontra em fase de alegações finais. No caso delas, no entanto, como eram consideradas foragidas desde dezembro de 2014, elas ainda não haviam prestado depoimento.
As duas tiveram prisão decretada pela Justiça, mas em junho, o ministro Sebastião Reis, da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, concedeu um habeas corpus a três manifestantes: Sininho, Moa e Igor Mendes da Silva, que estava preso à época. A decisão do STJ foi anunciada pouco mais de um mês depois de o desembargador Siro Darlan, da 7ª Câmara Criminal do Rio, ter suspendido o processo contra 23 ativistas.
Na ocasião, a medida foi tomada devido a uma acusação de corrupção de menores usada nas alegações finais pela promotoria, que citou ainda a associação criminosa e o uso de armas. Nas alegações finais, o Ministério Público também denunciou os réus pelo crime de corrupção de menores.

OAB vai votar cassação de registro de José Dirceu

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo deve votar na próxima reunião do conselho, no dia 24, a suspensão e/ou a expulsão do ex-ministro José Dirceu (PT).
O processo, que corre em sigilo, teve início no Distrito Federal, quando um advogado entrou com o pedido em 2013. A OAB-DF enviou a ação para a Ordem Nacional, que decidiu que a competência é de São Paulo por ser o local onde a carteira de Dirceu foi emitida.
O petista foi preso preventivamente na última segunda-feira na Operação Lava-Jato. Ele cumpria pena em prisão domiciliar pela condenação no processo da mensalão. No site do Cadastro Nacional dos Advogados da OAB, Dirceu é apontado como registro em situação regular.
No despacho em que decretou a prisão preventiva de Dirceu, por corrupção e lavagem de dinheiro, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, afirmou que o fato do ex-ministro ter recebido vantagem indevida durante toda a tramitação da ação 470, do julgamento e mesmo depois de condenado à prisão caracteriza "acentuada conduta de desprezo não só à lei e à coisa pública, mas igualmente à Justiça criminal e a Suprema Corte".
Para que o ex-ministro perca a inscrição na Ordem, dois terços dos 80 integrantes titulares do conselho precisam aprovar a exclusão, punição mais grave. O conselho também pode optar por uma suspensão.
O advogado do petista, José Luis Oliveira Lima, afirmou que aguarda a votação.

Banco suíço comprova que documento contra Romário era falso

<p>Romário foi acusado pela revista Veja de ter uma conta na Suíça no valor de R$ 7,5 milhões.</p>

O banco suíço BSI publicou na última quarta-feira (5) um comunicado afirmando que Romário não tem uma conta no valor de R$ 7,5 milhões. O ex-jogador e atual senador havia sido acusado pela revista Veja de ocultar o montante da Receita Federal, não declarando o valor.
Romário viajou para a Suíça e se manteve firme acusando a Veja de calúnia. Diante da prova apresentada pelo BSI, Romário afirmou que processará a publicação em "um valor dez vezes superior ao alegado". O banco também afirmou que acionará os reponsáveis na justiça suíça, pelo Ministério Público de Genebra.
O BSI informou que Romário não é o titular desta conta. Mas, o banco não esclareceu se Romário tem, ou teve, alguma conta na Suíça.
A Veja admitiu o erro e publicou em seu site um editorial pedindo desculpas. "A nota do BSI dissipou todas as questões a respeito do extrato. Ele é falso", reconheceu.
Através de suas redes sociais, Romário expressou sua revolta com a acusação falsa: "Diante dessas provas, enterramos, definitivamente, qualquer mentira sobre o assunto. Os falsificadores, mentirosos e caluniadores responderão à justiça brasileira e suíça", concluiu o senador federal eleito pelo estado do Rio de Janeiro.

Nestor Cerveró negocia acordo de delação e diz que falará sobre compra de Pasadena

O ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, e o lobista Fernando Soares, conhecido por Baiano, começaram a negociar na quinta-feira acordos de delação premiada para falar sobre o envolvimento deles no esquema de corrupção na Petrobras. Na Polícia Federal, Cerveró disse que está disposto a revelar detalhes da compra da usina de Pasadena, nos Estados Unidos, na qual a Petrobras teve prejuízo de cerca de US$ 1 bilhão. Ele não deve citar o nome da presidente Dilma Rousseff, que na época da compra de Pasadena era presidente do Conselho de Administração da estatal.
Cerveró vai depor também sobre a compra das sondas na Samsung, da Coreia, e deve dar nomes de quem se beneficiou com propinas no negócio.
O Ministério Público Federal denunciou na quinta-feira o ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Jorge Luiz Zelada, e mais cinco pessoas por corrupção, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Zelada, ex-funcionário da estatal e o PMDB teriam dividido cerca de US$ 31 milhões em propina no contrato de locação do navio-sonda Titanium Explorer, destinado a perfurar poços de petróleo para a Petrobras no Golfo do México. Além de Zelada, foram denunciados Eduardo Vaz da Costa Musa, ex-diretor da área internacional da estatal; o executivo Hsin Chi Su, conhecido como Nobu Su, e os lobistas Hamylton Pinheiro Padilha Junior, Raul Schmidt Felippe Junior e João Augusto Rezende Henriques.
Segundo depoimento de Padilha, que se tornou delator da Operação Lava-Jato, Henriques foi o responsável por receber e distribuir a parcela destinada ao PMDB e negociou os detalhes com Nobu Su, representante da empresa dona do navio, a chinesa TMT. Todos os depósitos teriam ocorrido no exterior.
PRISÃO PREVENTIVA DE EX-PRESIDENTE DA ELETRONUCLEAR
O juiz Sérgio Moro converteu em preventiva a prisão temporária do ex-presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva. Na prática, Othon não tem prazo para ser solto. A prisão temporária dele expirava hoje.
O juiz justificou sua decisão ao escrever, no despacho, que “são robustas as provas do pagamento de propina a Othon Luiz em decorrência do cargo exercido na Eletronuclear e mediante a simulação de contratos de consultoria fraudulentos”.

Lula joga flores para manifestantes que fazem ato em defesa de instituto

Um ato em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu uma multidão de manifestantes ao redor do instituto que leva seu nome, no Ipiranga, na capital paulista. O ato foi organizado em solidariedade ao instituto que sofreu um atentado a bomba na quinta-feira, 30.
A manifestação foi organizada pelo diretório municipal do PT e movimentos sociais e reuniu centenas de pessoas por cerca de duas horas. Houve gritos de "o Lula é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo", "pode tremer, pode tremer, aqui é a infantaria do PT" e de "olê olê olá, Lula Lula".
Alguns ensaiaram gritos de "Dilma guerreira da Pátria brasileira", mas os coros se dedicaram ao ex-presidente.Lula não saiu para se juntar aos manifestantes, mas apareceu na janela do instituto, de onde acenou e jogou flores para os manifestantes ao lado da mulher, Marisa Leticia, e do presidente do instituto, Paulo Okamotto. Petistas fizeram fumaça vermelha com sinalizadores e acenavam com faixas e bandeiras de sindicatos.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na janela enquanto partidários do PT realizam um abraço coletivo no prédio do Instituto Lula, na , zona sul da capital.
ctv-wrp-lulafloresefe: O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na janela enquanto partidários do PT realizam um abraço coletivo no prédio do Instituto Lula, na , zona sul da capital
Estiveram presentes os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Jaques Wagner (Defesa) e Edinho Silva (Secom), além do presidente nacional do PT, Rui Falcão, e estadual, Emídio de Souza. Deputados e vereadores do PT em São Paulo também compareceram, bem como prefeitos de cidades vizinhas à capital, Carlos Grana (Santo André) e Luiz Marinho (São Bernardo do Campo). O prefeito da capital, Fernando Haddad, não compareceu. Quadros do Rio de Janeiro, como o senador Lindberg Farias e o presidente do PT-RJ, Washington Quaquá, também participaram do ato.
Manifestação. O presidente do PT municipal disse que o ato é de repudio ao "ódio e à intolerância". "O ato grave contra o presidente Lula tem que ser repudiado e apurado para que se puna os culpados", afirmou Paulo Fiorillo.
Okamotto disse aos jornalistas que se reuniu com o secretário de segurança pública de São Paulo, Alexandre de Moraes, e com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para falar das investigações. "O secretário nos garantiu que a polícia de São Paulo tem todas as condições para apurar o atentado e que seguirá com a investigação", relatou.
Okamotto disse ainda que o instituto quer uma investigação paralela da PF e que espera um retorno para saber se isso será possível. "Entendemos que a PF é responsável por decreto pela segurança de ex-presidentes. Isso vai depender também da interpretação do ministro, ele me disse ver elementos para isso e que vai avaliar".O presidente do instituto disse também que Lula vem recebendo hostilidades e ameaças e que a segurança do ex-presidente foi reforçada.Na noite do dia 30, uma bomba caseira foi arremessada contra o instituto. Marcas são visíveis na calçada e no portão da casa sobrada que é sede da entidade. A polícia paulista investiga o caso.

Dilma reconduz Janot ao cargo de procurador-geral

<p>O ministro da Justiça disse que a presidente sempre teve uma "postura de respeito à autonomia do Ministério Público".</p>

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou neste sábado (8) que a presidente Dilma Rousseff reconduzirá Rodrigo Janot ao cargo de procurador-geral da República por mais dois anos. Ela recebeu Janot e Cardozo no Palácio da Alvorada nesta manhã para informar sua decisão.
De acordo com Cardozo, a presidente disse a Janot que encaminharia seu nome ao Senado. Para permanecer no cargo, o procurador-geral precisa passar por uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e ser aprovado pelo plenário da Casa.
O ministro da Justiça disse que a presidente sempre teve uma "postura de respeito à autonomia do Ministério Público" e que, por isso, está indicando o nome que obteve maior aprovação pela categoria.
Em eleição realizada na última quarta-feira, Janot foi o mais votado, conquistando 799 votos contra 462 do segundo colocado, o subprocurador Mário Bonsaglia. "O governo entende que o Ministério Público tem o legítimo direito de indicar o nome da pessoa que deve conduzi-lo e com isso obviamente manifesta sua posição pela autonomia, que está assegurada na Constituição, do Ministério Público", disse Cardozo ao deixar o Palácio da Alvorada.
Questionado sobre o que o governo pensa sobre as críticas que vêm sendo feitas a Janot sobre seu trabalho na condução da Lava Jato, Cardozo repetiu que o governo pensa que é preciso que haja autonomia do órgão e que a Constituição "garantiu a liberdade investigatória àqueles que devem atuar nessa área. É evidente que nós não podemos condenar pessoas jamais sem que seja assegurado o direito ao contraditório e à ampla defesa, também estabelecidos na Constituição", disse. 

Joanna admite chance de treinar com Ronda para luta contra Gadelha



Imagine as duas campeãs das categorias femininas do Ultimate treinando juntas? Então, isso pode acontecer. No que depender da detentora do título dos palhas da organização, Joanna Jedrzejczyk essa ideia de treinar com Ronda Rousey pode ser realizada em breve.
Em entrevista ao programa "MMA Hour", a lutadora afirmou que pode ser juntar a "Rowdy", na academia Glendale Fighting Club na preparação para seu próximo compromisso, diante da brasileira Claudia Gadelha, ainda sem data e nem local confirmados pelo Ultimate.
- Por que não? Eu gostaria muito e acredito que deva visitar algumas academias como preparação. O início será na Polônia, mas depois estou aberta a essa possibilidade. Talvez visite a academia de Ronda e treinaríamos juntas - disse a polonesa.
Sobre a sua futura oponente, Joanna elogiou a atuação de Claudinha, mas garantiu que vai mostrar quem é a melhor lutadora da categoria.
- Ele é uma das melhores lutadoras da categoria e atuou muito bem. A Gadelha fez um grande trabalho e está de parabéns. Pensei que a Jéssica (Aguilar) estaraa entre as principais da divisão, mas vi que não está - finalizou a campeã, que está invicta na carreira após 10 lutas.

E vem a fera

Ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC, Vitor Belfort postou foto da assinatura de seu contrato para fazer o combate principal da próxima edição do show na cidade de São Paulo, marcado para o dia 7 de novembro. O duelo será nada menos do que uma trilogia com Dan Henderson, outro veterano do esporte.
Com dois duelos travados até o momento, o placar está empatado em 1 x 1, com um triunfo por pontos para o americano na época do Pride e com um nocaute avassalador imposto pelo carioca em 2013, em luta realizada no Brasil.
"Assinando o contrato da luta. Agora é oficial Belfort vs Henderson 3 em São Paulo. Saudade do meu País!!!", postou o faixa-preta de jiu-jitsu em suas redes sociais.
Vindo de derrota no primeiro round para Chris Weidman, Vitor retorna ao octógono com a missão de apagar a imagem do atropelo sofrido diante do campeão e retomar a série de triunfos que o levaram a disputar o cinturão.
Vitor Belfort assinou contrato para fazer novo duelo contra Henderson - Reprodução/ Instagram

Irmão de Dirceu recebeu 'mensais de R$ 30 mil' de operador de propinas na Petrobrás

O irmão do ex-ministro-chefe da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu, admitiu à Polícia Federal que recebeu "pagamentos mensais de R$ 30 mil em espécie" do lobista Milton Pascowitch, apontado como pagador de propinas na Diretoria de Serviços da Petrobrás - cota do PT na estatal. Os repasses, segundo Luiz Eduardo Oliveira e Silva, ocorreram entre 2012 e 2013. O irmão de Dirceu afirmou que "não solicitou quaisquer valores a Milton Pascowitch". Ele disse que o lobista "começou a pagá-lo de forma espontânea, a título de ajuda para despesas variadas".


O "mensalão" para o irmão de Dirceu é um dos motivos que levaram o juiz federal Sérgio Moro a decretar nesta sexta-feira, 7, a prorrogação da prisão temporária de Luiz Eduardo por mais cinco dias - ele foi preso na segunda-feira,3, mesmo dia em que o ex-ministro foi preso preventivamente.
Luiz Eduardo declarou ter ficado "incomodado com a justificativa" (de Pascowitch), por isso teria indagado do lobista sobre a forma como seriam quitados aqueles valores. Pascowitch teria dito ao irmão de Dirceu que "a pendência seria resolvida posteriormente".
Pascowitch é o pivô da prisão de Dirceu. Durante muitos anos eles foram aliados. O lobista foi preso e fez delação premiada. Revelou a rotina de pagamentos de propinas de empreiteiras para a empresa de Dirceu. A PF suspeita que a JD Assessoria foi criada para captar recursos ilícitos de empreiteiras supostamente favorecidas por ele em contratos bilionários na Petrobrás. Em troca da delação, Pascowitch ganhou prisão domiciliar.
O irmão do ex-ministro declarou que "não sabia a origem do dinheiro, não tendo questionado Milton (Pascowitch) ou Dirceu sobre tal circunstância". Alegou que "não sabe" se o irmão solicitou que tais valores fossem pagos por Pascowitch a ele. Em 2013, solicitou ao lobista "que cessasse os pagamentos, pois aquela situação não poderia perdurar, ainda mais pelo fato de que seu irmão havia sido preso" - naquele ano, Dirceu foi para a Papuda, em Brasília, condenado no mensalão por corrupção ativa a 7 anos e onze meses de prisão.
Ele disse que a JD Assessoria deve, hoje, entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões.O juiz Moro assinalou em sua decisão que prorroga por mais cinco dias a prisão de Luiz Eduardo que ele admitiu "que pagamentos efetuados por empreiteiras após a condenação de José Dirceu não teriam sido efetuados a título de consultoria, como anteriormente afirmava a empresa JD em sua defesa, mas a título de 'auxílio".

'Cigano' provoca Werdum "Está com medinho?"

Maiores nomes brasileiros da categoria peso-pesado, Junior 'Cigano' e Fabrício Werdum já haviam trocado algumas farpas publicamente nos últimos anos, mas nada que se compare ao nível atual. Disposto a conquistar uma chance de disputar o cinturão, o pupilo de Rodrigo 'Minotauro' pegou pesado e provocou o atual campeão do UFC.
Em vídeo publicado em suas redes sociais, Cigano mostra algumas entrevistas do gaúcho que, quando não era o número um do mundo, pedia por uma chance de enfrentar o então campeão. Agora que os papéis se inverteram, Werdum afirmou mais uma vez que pretende esperar a definição dos rumos de  sua categoria para saber quando medirá forças com o rival.
"Está com medinho?". É com esta frase que o vídeo de Cigano termina em clara provocação à espera da resposta do campeão que, possivelmente, não deve demorar a chegar. Vale a pena conferir: 
https://instagram.com/p/6FnjxgDRkI/

UFC 'compra' briga de Ronda e alfineta Floyd Mayweather

Ronda Rousey não fugiu da polêmica e declarou que vai 'dar um castigo' em Bethe Correia

O Ultimate Fighting Championship demorou pouco tempo para responder o polêmico pugilista Floyd Mayweather, que, nesta sexta-feira, tratou novamente de provocar a campeã da divisão dos galos e maior estrela do evento, Ronda Rousey. Ambos trocaram farpas nos últimos meses e protagonizam o maior trash-talk do mundo das lutas em 2015.
Em sua conta oficial, o UFC postou um vídeo com os melhores momentos de Ronda Roudey no octógono e a mensagem ‘ela não precisa de 12 rounds', uma verdadeira provocação ao recente retrospecto de Mayweather.
O pugilista, maior estrela da modalidade atualmente, venceu os últimos seis combates na decisão da arbitragem - Mayweather não nocauteia desde 2011, quando bateu Victor Ortiz de forma polêmica.
Na ocasião, Ortiz pedia desculpas ao americano após ser punido pela arbitragem. Mayweather aceita e abraça o rival, mas, em segundos, dispara um cruzado de esquerda e um direto de direita e garante o nocaute.
Principal pugilista do planeta na atualidade, Mayweather foi quem ‘iniciou' a briga com Ronda Rousey. Ao ser perguntado sobre a grande estrela do UFC, o boxeador disparou: ‘Não sei quem ele é'.
Incomodada, Ronda rebateu no momento que recebeu o prêmio ESPY's de melhor lutadora, superando o próprio boxeador na eleição. "Fico pensando como Mayweather se sente ao ser batido por uma mulher uma vez. Quero ver fingir que não sabe quem eu sou agora", declarou Ronda.
O novo capítulo desta história ocorreu nesta sexta-feira. Mayweather usou a bolsa recebida pela histórica luta contra Manny Pacquiao para atacar Ronda. "Ainda estou para ver qualquer lutador de MMA, ou outro boxeador, ganhar mais de 300 milhões de dólares (na cotação atual, mas de R$ 1 bilhão) em 36 minutos. Quando ela puder fazer isso, então me ligue", disse.
Agora o UFC tratou de defender a pupila. Resta Ronda se pronunciar para abrirmos o próximo capítulo do grande trash-talk das lutas na atualidade.

Xuxa é sócia da maior rede de clínicas de depilação a laser do país

Blad Meneghel

Com um programa previsto para estrear na TV Record em agosto, Maria da Graça Xuxa Meneghel chega aos 52 anos disposta a também fortalecer e diversificar seu papel como empresária. Primeiro, foi a Casa X, rede de bufês de festas infantis que remete ao universo da Rainha dos Baixinhos, que tem ao lado do empresário paulista José Carlos Semenzato, presidente da SMZTO, holding multissetorial de franquias que também administra outros negócios como o L’Entrecote de Paris, Instituto Embelleze, Mixirica e Yakisoba Factory.
Agora, Xuxa acaba de se tornar sócia da Espaçolaser, clínica de estética especializada em depilação a laser, que tem 46 unidades em operação em nove estados e fatura R$ 60 milhões ao ano. Até o momento, a rede, que acredita ser a maior do país nesse tipo de serviço, já promoveu 1 milhão de procedimentos. Fundada em 2002 por Ygor Moura e Paulo Iász de Morais, ela agora tem como sócios a SMZTO e a artista. O quarteto ambiciona chegar a 300 unidades em cinco anos, quando a receita deve atingir os R$ 800 milhões. “Estou muito otimista. Apesar do momento econômico, o segmento de saúde e bem-estar vai bem”, conta Morais.
Para este ano, a expectativa é abrir mais 20 unidades (entre próprias e franquias). Esse tipo de negócio apresenta grande potencial de crescimento no Brasil, acreditam os sócios, ao citarem que nem 5% dos clientes em potencial foram conquistados. Seguindo os passos dos Estados Unidos, país com grande oferta e também demanda por depilação a laser, há uma forte tendência de aumento de procura por esse procedimento no Brasil nos próximos anos. Inclusive do público masculino, que já representa três a cada dez interessados no procedimento.
“A mudança de visual aumenta a autoestima das pessoas. Fui apresentada à clínica como uma nova oportunidade de negócio pelo meu sócio Semenzato, achei o projeto fantástico e resolvi investir”, conta Xuxa. Quem procurou Semenzato, por sua vez, foi Moura. “Pensei que se eu não dominasse territorialmente esse mercado, alguém iria. Diante do nosso crescimento de dois dígitos por ano, a expansão por meio de franquias pedia alguém experiente nisso”, explica.
Já a chegada de Xuxa, cuja imagem estampará a entrada de todas as lojas, tende a chamar a atenção dos consumidores. Com espaço publicitário na Record, há chances de a artista ainda divulgar o tratamento de beleza na tevê.
Hoje, os pacotes de depilação a laser têm, em média, dez sessões. Com preço de R$ 300 por sessão, o custo é de R$ 3 mil e o parcelamento pode ser feito em até 18 vezes. A maior procura é por meia perna (do joelho para baixo), virilha e axilas. “O investimento se paga de 1,5 a dois anos, quando comparado ao custo da depilação a cera, e o beneficio é para a vida toda”, garante Moura.
Além do foco no Brasil, os sócios vislumbram internacionalizar o negócio. No primeiro semestre de 2016, eles devem testar o modelo ao redor de Miami, a partir da abertura de quatro unidades. O primeiro passo para, quem sabe, expandir para outras regiões dos Estados Unidos.

De engraxate a empreendedor: como Celso Silva construiu um império no setor ótico

Divulgação

“Muita coragem e muito trabalho” são as principais dicas do empreendedor Celso Silva, 60 anos. Nascido em São José do Rio Preto, o empresário teve de começar a trabalhar aos seis anos para ajudar a família, que passava por grandes dificuldades financeiras. Com a mãe costureira e o pai pintor de parede, Silva fazia bicos, como engraxar sapatos.
Com o tempo, o paulista passou por trabalhos diferentes, como confecções e metalúrgicas, mas foi aos 18 anos que ele entrou no ramo em que trabalha até hoje: o segmento ótico. Silva era representante comercial e viajava pelo país para apresentar um equipamento de fabricação de lentes. Anos depois, a empresa montou uma filial na capital São Paulo e Silva se mudou para assumir o cargo de gerente. Neste cargo, o ele percebeu algo que mudou sua carreira: um cliente compra apenas uma máquina e a usa por um longo período de tempo, enquanto óculos são comprados com muito mais frequência.
Ele tinha de fazer alguma coisa. O primeiro passo para a vida de empresário de Silva foi começar a vender armações de óculos. Quando ia viajar como representante comercial, o empreendedor aproveitava para oferecer seus produtos. Quando decidiu abrir sua própria fábrica, aos 29 anos, Silva se desligou da empresa na qual era representante e voltou para sua cidade. No entanto, o processo gestão não foi fácil para o empresário: “vendi meu carro e economizei muito dinheiro”. Neste momento, ele aprendeu algo que seria essencial para sua vida: fazer contatos. “Me ajuda até hoje, tenho muitos amigos daquela época”, conta.
Por ter começado a trabalhar muito cedo, Silva teve de largar os estudos no fim do ensino fundamental. “Era uma questão de sobrevivência, adquiri muita experiência, aprendi mais cedo, pois a responsabilidade veio mais cedo”, conta o empreendedor. Apesar de ser o caçula da família Silva, Celso era quem mais trabalhava. “Fiz tudo sozinho, não tinha quem me ajudasse. Meus pais e irmãos não tinham condições de me ajudar, ninguém nunca me emprestou dinheiro”, lembra.
Foi no momento de expandir seus negócios que Silva mais sentiu o peso de ter abandonado a escola. “Comecei a viajar muito para fora [do país] e não falava nem português direito. Tive de aprender a falar outras línguas, como espanhol, inglês, francês e italiano.”
Na década de 1990, Silva conseguiu uma nova oportunidade que ampliaria seus negócios: ter uma loja física em um shopping em São José do Rio Preto, a Ocularium Ótica. O foco da nova marca era o público A e B. “Por viajar muito para fora, conhecia produtos de grife que não havia na cidade e foquei nisso”, explica Silva.
Em 2013, o empresário resolveu criar um novo empreendimento com foco mais popular, o Mercadão do Óculos. A primeira loja foi construída ao lado do Mercado Municipal de sua cidade natal, que deu nome a rede. O sucesso foi tanto que, em 2014, as 40 unidades em funcionamento faturaram R$ 6 milhões em 2014. Espera-se que, em 2015, sejam 70 unidades do Mercadão e o que elas faturem R$ 20 milhões e, no ano seguinte, a meta é chegar a 150 lojas franqueadas.
Estar bem nos negócios não significa que Silva tenha diminuído o ritmo em algum momento. “Sempre gostei muito de trabalhar, até hoje eu trabalho muito.” Fica a dica.



Silvio Santos e Edir Macedo tem sociedade em empresa de TV paga

<p>A Newco seria responsável por negociar a venda de seus sinais e, no futuro, criar canais exclusivos para assinantes.</p>

Pode parecer inusitado, mas Silvio Santos e Edir Macedo serão sócios. De acordo com informações do colunista Daniel Castro, do site Notícias da TV, as emissoras Record, SBT e RedeTV! estão se unindo para a criação de uma empresa para negociar a venda de seus sinais para a TV por assinatura.
A ideia é que, no começo, essa empresa cobre das operadoras pelo carregamento dos canais digitais das três redes. Posteriormente, poderiam ser lançados canais exclusivos para assinantes - algo que já acontece a Globosat, a Turner e a Discovery Communications.
A empresa se chama Newco e ainda não saiu do papel. Em julho, Record, SBT e RedeTV! comunicaram ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a criação da joint venture (associação entre diferentes empresas em uma nova empresa). As três redes terão partes iguais, porém, a remuneração será de acordo com o valor de cada uma delas estipulado pelas operadoras.
Segundo o site, as três redes pediram a aprovação da sociedade em rito sumário, mais rápida, sem a análise aprofundada de impacto no mercado. Entretanto, a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) e a Sky apresentaram contestações e querem que o processo siga em rito ordinário. Caso isso aconteça, a joint venture pode levar anos para ser aprovada. Como argumento para fundamentar o pedido, a ABTA e da Sky dizem que a junção das três redes pode acarretar no aumento dos preços das mensalidades de TV por assinatura.
Essa argumentação se deve ao fato de que, como explica a reportagem do site, Record, SBT e RedeTV! avaliam que, juntas, terão mais força para cobrar das operadoras de TV paga. Hoje, elas cedem de graça seus canais e consideram que isso não é justo, uma vez que são responsáveis por cerca de 20% da audiência no cabo e no DTH (TV paga via satélite).
No Cade, as redes argumentaram que a nova empresa não acarretará uma "sobreposição horizontal" no mercado, já que atuam em um mercado distinto do da Newco. São empresas de radiodifusão, que vivem de publicidade, enquanto a nova empresa atuará no segmento de TV paga.
Por questões legais, as três emissoras não podem se manifestar oficialmente à imprensa durante a tramitação do processo.

Equipe de Anderson teria trunfo para inocentar lutador em caso de doping

Ainda em setembro, enquanto se preparava para iniciar o camp para o confronto, o brasileiro foi pego de surpresa ao saber que o rival Diaz foi preso por dirigir

Depois de ter sua audiência adiada em três oportunidades, Anderson Silva será julgado no próximo dia 13 de agosto, em Las Vegas (EUA), quando terá que responder sobre os flagras nos exames antidoping ocorridos no início do ano. No entanto, apesar de tudo indicar que o atleta amargará um belo gancho, sua equipe estaria confiante de que ele pode ser absolvido.
De acordo com o programa 'UFC Tonight', o time do 'Spider' teria como trunfo em sua argumentação a chance de apresentar inconsistências nos testes, uma vez que um exame do atleta, feito no mesmo mês e entre os dois resultados positivos, teria voltado limpo.
Se isso, de fato, implicaria em uma brecha jurídica para colocar em cheque os dois flagras (antes e depois da luta contra Nick Diaz), só saberemos na próxima semana, quando Anderson Silva, finalmente, será confrontado pela Comissão Atlética de Nevada.

Menos um verme

http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-08-08/traficante-mais-procurado-do-rio-playboy-e-morto-em-acao-conjunta.html

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro