A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Afrah Modas tem novidades para você


A Separacão - Trailer legendado

Atendente do kiosk da Chilli Beans trata mal Cliente.

Veja que situação, o Sr. Luciano comprou 01 óculos no kiosk da Chilli Beans do Caraguá Praia Shopping. Ao procura uma atendente, e falar que seu óculos esta com problemas na armação e a do perna do oculos esta arranhando a lente; Veja só o que a tendente falou ao cliente: “que o óculos da Chilli Beans é descartáveis”.
Este fato ocorreu na noite de hoje por volta das 18:00hs. 
O cliente saiu triste, porque havia alguns clientes ao no kiosk na hora em que ele solicitou as informações da atendente.

O Sr. Luciano do parque me procurou e solicitou que fosse publicado no Blog do Guilherme Araújo esse fato lamentável.


Se alguém da Chilli Beans quiser entrar em contato com o cliente aqui segue os contato do Sr. Luciano do Parque – (12) 97693378

Vitor Paulo será homenageado em Araruama-RJ Deputado receberá título pela contribuição ao desenvolvimento da cidade

+A
 
ARARUAMA (RJ) – O deputado federal Vitor Paulo (PRB-RJ) será condecorado no dia 4 de fevereiro com o “Título de Cidadania Araruamense”. A homenagem é concedida pelo reconhecimento máximo do município a pessoas que prestaram relevantes serviços e contribuíram de forma unânime para o desenvolvimento socioeconômico da cidade.

A iniciativa é da vereadora Rosana Nogueira (PRB). O evento acontecerá no templo do MIR - Ministério Internacional da Restauração, localizado na Av. John Kennedy, 145, em frente à Prefeitura Municipal de Araruama.

Prefeitura convoca aprovados no concurso para o cargo de agente de Monitoramento

A Administração Municipal de São Sebastião, está convocando cinco aprovados no concurso público para o cargo de Agente de Monitoramento, da secretaria de Segurança Pública do município. Os candidatos devem comparecer na divisão de admissão do departamento de Recursos Humanos,  até o dia 7 de fevereiro, das 10h às 16h. Foram convocados os seguintes aprovados: Fabio Lippi Silva, Tiago Sorigotti, Douglas Felipe da Silva, René Estrela de Morais e Rogério Santos Corradino.
O candidato que não comparecer até a data estipulada, implicará na desistência formal de admissão ao quadro de funcionário da Prefeitura.
Serviço: O DRH fica na rua Prefeito Mansueto Piorotti, 391, 2º piso, Centro – telefone - (12) 3891.3380

Quase 100% das crianças nascidas em São Sebastião fazem o “Teste da Orelhinha”

Teste da Orelhinha é aplicado em bebês sebastianenses
Na maternidade do HCSS (Hospital de Clínicas de São Sebastião), uma média e 120 bebês recém-nascidos realizam gratuitamente, a cada mês, o ‘Teste da Orelhinha’, um trabalho de fundamental importância realizado pela equipe de fonoaudiólogos da Sesau (Secretaria de Saúde), para detectar precocemente possíveis problemas auditivos.
A TAN (Triagem Auditiva Neonatal), popularmente conhecida como “Teste da Orelhinha”, é atualmente o método mais eficaz para detectar problemas auditivos em recém-nascidos. Trata-se de um exame simples, rápido e indolor e que deve ser realizado preferencialmente na alta hospitalar em bebês com até 48h de vida.
De acordo com a fonoaudióloga Priscila Parodi, especialista em audiologia e coordenadora do Centro de Reabilitação e do Serviço de Audiologia da Sesau, “São Sebastião é o único município da região que realiza o Teste da Orelhinha de modo universal, como preconiza o SUS, ou seja, todos os bebês da maternidade são avaliados, independente de serem considerados de risco ou não, particular, convênios ou do SUS”.
A audição é fundamental para o desenvolvimento infantil global e inicia-se antes mesmo do nascimento, por volta do terceiro mês de gestação. Portando o teste é mundialmente recomendado como principal instrumento para assegurar a saúde auditiva nos primeiros anos de vida.
O objetivo da TAN é identificar perdas auditivas ou que possam prejudicar o desenvolvimento normal da criança como no caso da neuropatia auditiva. Os primeiros seis meses de vida são decisivos para o desenvolvimento futuro da criança deficiente auditiva.
A triagem auditiva deve ser realizada em todos os recém-nascidos, preferencialmente durante a internação na maternidade ou, na impossibilidade, até o primeiro mês de vida.
Como é feito
O “Teste da Orelhinha” consiste na colocação de uma pequena sonda na orelha do bebê. Este aparelho emite sons de fraca intensidade que movimenta as células da cóclea (ou caracol = tubo ósseo enrolado em espiral).
Se a cóclea estiver íntegra, a sonda capta o ruído gerado pelos movimentos destas células, indicando se o bebê ‘passou’ na triagem. O exame é realizado pelo fonoaudiólogo com o bebê dormindo, é indolor e não machuca, além de ser rápido.
O resultado é informado à mãe e anotado imediatamente após a realização. As anotações também são feitas na carteirinha do recém-nascido.
Se o bebê ‘falhar’ na triagem auditiva neonatal ou houver suspeita de deficiência auditiva a partir da triagem ou dos indicadores de fatores de risco, o bebê será encaminhado para avaliação audiológica e otológica completa no setor de audiologia do Centro de Reabilitação, aos cuidados do otorrinolaringologista e do fonoaudiólogo.
Em cada mil nascidos podem ser encontrados de um  a três bebês com surdez congênita, porém se for um bebê de UTI neonatal este número cresce para um a cada 50 bebês. Se comparamos ao ‘Teste do Pezinho’, que detecta doenças que ocorrem na proporção de um a cada 10 mil bebês, o ‘Teste da Orelhinha’ detecta um caso a cada mil.
Quanto mais precocemente a perda auditiva for detectada e diagnosticada, mais cedo o bebê passará a receber estimulação auditiva, através de amplificação sonora individual, enquanto o sistema auditivo ainda está em processo de amadurecimento.
Se os procedimentos adequados já forem iniciados logo nos primeiros meses de vida, o bebê terá oportunidades do desenvolvimento de fala e linguagem como o de outra criança ouvinte, prevenindo dificuldades escolares, emocionais e de oportunidades de inserção no mercado de trabalho.
São Sebastião
Em São Sebastião a Triagem Auditiva Neonatal Universal ou “Teste da Orelhinha” é realizado pelos fonoaudiólogos da Sesau, na maternidade do HCSS, desde 2005, mesmo a Lei Federal tendo tornado o teste obrigatório somente a partir do ano passado.
Desde o início deste serviço no município, foram diagnosticados com surdez profunda nove crianças antes de completarem o primeiro ano de vida. Isto significa que este trabalho cria oportunidades mais adequadas para estas crianças de desenvolvimento de fala, linguagem, escolaridade e inclusive, futuramente, profissional.
A Seduc (Secretaria da Educação) é parceira desta ação, dando apoio às crianças e sua família quando começam a frequentar o ambiente escolar, sendo que a Sesau se mantém presente nas escolas, sempre trabalhando em parceria com os psicopedagogos e professores.
Ainda na maternidade municipal, no caso de alta hospitalar pós-parto sem que o bebê tenha realizado o teste da orelhinha, basta procurar a recepção do HCSS em até 30 dias de vida para agendá-lo gratuitamente. Se o bebê tiver mais de 30 dias, o agendamento deverá ser feito no Centro de Reabilitação pelo telefone (12) 3891-4910.

Administração Municipal reforma a praça do Arrastão

Local passa por revitalização completa
A Administração de São Sebastião, por meio do departamento de Planejamento da Secretaria de Habitação (Sehab), está reformando a praça Santos Dumont, conhecida como praça do Arrastão, na região central do município.
De acordo com Roberto Alves dos Santos, secretário da pasta, a obra inaugurada em 2007, pela gestão anterior, passa por uma revitalização completa, já que foi constatado que os materiais utilizados, principalmente as madeiras, eram de péssima qualidade.
Diante disso e devido à ação do tempo (maresia, chuvas e ventos), e principalmente da intensa utilização por turistas e munícipes, segundo o secretário, a praça acabou por ser degradada de maneira rápida, sendo necessária sua intervenção para a troca de material.
O secretário também informou que o deck estava totalmente danificado, ‘podre’, com pregos expostos, madeiras pontiagudas trazendo risco de perfuração às pessoas, além do corrimão que também estava condenado.
“A determinação do prefeito é que se resguarde a segurança da comunidade. A praça é freqüentada por dezenas de pessoas e está localizada em uma área de grande movimento, principalmente nessa época”, justificou.
Ainda de acordo com ele, os bancos da praça passarão pelo processo de retirada de ferrugem e troca de madeiramento. Além disso, as lixeiras estão sendo restauradas e algumas trocadas.
“Outros trabalhos realizados no local são as podas, remanejamento da vegetação e reposição de terra adubada em todos os canteiros. Mudas de espécies ornamentais serão plantadas, além de 11 árvores, em substituição as que estão quebradas ou sem vida”, completou.
Revitalização
O local ainda receberá revisão na parte elétrica, recomposição de pisos afundados, substituição de luminárias danificadas, melhor iluminação das árvores, limpeza geral dos pisos, poda sanitária das plantas, retirada de pragas do paisagismo, tratamento contra corrosão e pintura de todos os materiais de ferro (bancos, lixeiras, corrimão), restauro de partes de concreto do banco, dos muros de pedras (com peças soltas), dos equipamentos de ginástica de Eucalipto (na areia da praia), e a reposição dos equipamentos de ginástica de ferro (na praça).
Reforma
A reforma começou no início do mês já que a prefeitura trabalha com orçamento. “Quando o prefeito assumiu a Administração pública em 2009, o município teve uma queda de R$ 50 milhões em sua receita, além do que pegamos um orçamento que não era nosso. Desta forma, foi necessário planejar, com cuidado e responsabilidade, todas as aplicações do recurso público, dando atenção às prioridades como saúde e educação. Também foi preciso uma nova licitação, já que a empresa contratada na Administração passada não honrou com seu compromisso, entregando uma obra de baixa qualidade”, destacou o secretário.
Porém o secretário ressalta que o fato de uma nova licitação, não isenta a antiga empresa de ressarcimento aos cofres públicos.

Cerca de mil pessoas já se inscreveram no concurso público de São Sebastião

candidatos ao concurso público lotam o Teatro Municipal para as inscrições
Em apenas dois dias, aproximadamente mil inscrições já foram feitas para o concurso público da Prefeitura de São Sebastião. Com início no último dia 31, centenas de pessoas compareceram ao Teatro Municipal, no centro da cidade, efetuando suas inscrições. A população da Costa Sul do município pode realizar sua inscrição na Regional da Prefeitura, no bairro de Boiçucanga. Em ambos os locais, o horário para a realização das inscrições é das 8h às 12h e das 13h às 17h.
Conforme o Edital, os candidatos devem estar munidos de CPF, RG ou Carteira Nacional de Habilitação ou documento equivalente com foto. A prova escrita está prevista para o dia 11 de março. O local e o horário para sua realização serão publicados em jornais da região e disponibilizados nos sites www.shdias.com.br e www.saosebastiao.sp.gov.br, a partir do dia 3 de março.
Depoimentos
O sebastianense Paulo Francisco Pereira, 44, se candidatou à vaga de pedreiro. “A população precisava de empregos. Veio em ótima hora”, declarou Pereira. Já Adeon Ferreira Neves, 41, se inscreveu para braçal e servente. Para ele, a estabilidade que um cargo público oferece é primordial. “A prefeitura está abrindo oportunidades para os moradores da cidade conseguirem empregos estáveis, sem preocupações”, salientou Neves.
Já a pré-candidata à um cargo público, Silvana de Mattos Coelho, 25, destacou a preocupação da Administração com os munícipes. “O concurso valoriza o morador de São Sebastião. Certamente haverá um salto no número de pessoas empregadas”, contou a jovem, que tenta uma vaga de telefonista.
Vagas
Os salários variam de R$ 711,21 à R$ 6.003,70 e há funções para todos os níveis de escolaridade. Para quem possui o ensino fundamental incompleto, há vagas para pedreiro, calceteiro e servente de obras, além de vagas para braçal e  para servente.
Os que completaram o ensino fundamental podem se inscrever para o cargo de  office boy, motorista e vigia. O cargo de motorista exige a CNH categoria “D”.
Já para os que têm ensino médio completo, podem concorrer para o cargo de agente fiscal de posturas municipais e para assistente de serviços administrativos,  auxiliar de cirurgião dentista, com curso de ACD (Auxiliar Cirurgião Dentista) e registro do CRO (Conselho Regional de Odontologia),  como também para telefonista,  cadastrador,  eletricista e encanador, os dois últimos exigem curso técnico ou profissionalizante na área de atuação.  Há ainda vagas para GCM (Guarda Civil Municipal), que necessita de CNH Categoria "A/B" ou superior definitiva e vagas para agente de tráfego, para a qual se exige CNH Categoria "A/C" ou superior.
Entre os cargos para ensino médio completo com curso técnico, estão disponibilizadas as funções de desenhista orçamentista, técnico em agrimensura, técnico em segurança do trabalho e para agente fiscal de obras e meio ambiente. Este com exigências em curso técnico ou superior na área de obras e/ou meio ambiente com registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).
Na área da educação, há vaga para professor de Educação Básica II, com licenciatura nas áreas de ciências, história, inglês, geografia,  educação artística, português e  matemática. Para professor de Educação Básica I, graduado com licenciatura em pedagogia ou normal superior. Há também vaga para Professor de Educação Física, com bacharelado ou licenciatura plena e registro no respectivo conselho da classe
Já nas demais áreas há vaga para advogado e procurador, com registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), para assistente social, com registro no respectivo conselho, para dentista, enfermeiro, engenheiro civil, psicólogo, farmacêutico e  fonoaudiólogo, além de  vagas para médico.
O prazo para os interessados confirmarem sua participação no concurso,  termina no próximo dia 17.
Serviço: No centro as inscrições podem ser realizadas no Teatro Municipal, Rua Altino Arantes (Rua da Praia), nº 2. Já na costa sul do município, na Regional da Prefeitura, Av: Walkir Vergani, nº 79, Boiçucanga.

Professores da Educação Básica II participam de atribuição de carga suplementar nesta quinta e sexta

Professores devem procurar a Seduc para atribuição
Os professores de Educação Básica II e de Educação Física, da rede municipal de ensino de São Sebastião, irão participar de atribuições de carga suplementar realizadas na Seduc (Secretaria da Educação), nesta quinta e sexta-feira, dias 2 e 3.
Para os professores de Educação Básica II e de Educação Física ficam suspensas as convocações para nova atribuição, complementação e remanejamento por orientação da Procuradoria Trabalhista da Prefeitura de São Sebastião até decisão judicial em processo impetrado pelo sindicato da categoria, conforme o edital nº 04/12.
Os professores de Educação Básica 1 também participam de atribuições nesta quarta. Os interessados em atribuição na EJA (Educação de Jovens e Adultos), devem participar da atribuição neste mesmo dia, porém, às 18h, igualmente na Seduc.
Trata-se de um procedimento previsto na legislação municipal que oferece a oportunidade aos professores concursados de ampliarem a sua carga horária, assumindo salas de aula que estão disponíveis, por conta de seus titulares estarem exercendo cargos
comissionados ou estarem afastados por licenças diversas. Somente após esse processo, é que o Município apura as salas que sobram e as oferece aos aprovados no processo seletivo.
A atribuição de carga suplementar da Educação Básica II e Educação Física se realizará nos seguintes dias, locais e horários:
II – Professores de Educação Básica II (6º ao 9º)
Professores da disciplina de Matemática
Dia: 02/02
Local: Secretaria da Educação Horário
Horário: 9h
Professores da disciplina de Português
Dia: 02/02
Local: Secretaria da Educação
Horário: 11h
I – Professores de Educação Física
Dia: 02/02
Local: Secretaria da Educação
Horário: 14h
Professores da disciplina de Ciências
Dia: 03/02
Local: Secretaria da Educação
Horário: 9h
Professores das disciplinas de Artes e Inglês
Dia: 03/02
Local: Secretaria da Educação
Horário: 10h
Professores das disciplinas de História e Geografia
Dia: 03/02
Local: Secretaria da Educação
Horário: 11h 

Ernane declara que processo da ‘Nova Tamoios’ precisa começar do zero


O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi, (PSC), declarou em audiência pública sobre o processo de licenciamento da Nova Tamoios, realizada na noite de terça feira, 31, no Teatro Municipal, que o governo deve parar todo o processo de ampliação da rodovia e começar do zero.
De acordo com o prefeito a administração não foi consultada em nenhum momento sobre a definição do traçado que vai ligar o planalto ao litoral norte, principalmente o trecho que uni o município de Caraguatatuba à São Sebastião, entrando em área do Parque Estadual da Serra do Mar.
Segundo Ernane, a obra dos contornos é necessária, porém os representantes municipais precisam ser consultados. “Todos esses impactos poderiam ter sido minimizados se as prefeituras fossem ouvidas. A população está temerosa devido a questão fundiária, de desapropriação e reassentamento. "O governo precisa se sensibilizar e atender a vontade da população”, avaliou.
Ainda segundo ele, tudo que está sendo apresentando nas audiências deverá ser repensado e rediscutido. “É uma falta de respeito do governo com a região. O DER (Departamento de Estrada e Rodagem), não faz a parte dele nas questões mínimas, como a manutenção de sua jurisdição. E o pior, não deixa a Prefeitura fazer”, ressaltou.
Já o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Hipólito do Rego, anunciou durante o evento que o juiz da Terceira Vara de Caraguatatuba, concedeu uma liminar para que os dois municípios, (Caraguatatuba e São Sebastião), recebam uma nova audiência para a discussão do projeto. Em dezembro passado, segundo o secretário, foi enviado um ofício ao órgão, solicitando a mudança na data, alegando que janeiro é um mês complicado para a participação popular, tendo em vista que a maioria das pessoas estão envolvidas com a temporada de férias, ora a trabalho com o ápice do comércio local, ora a descanso.
Nova Tamoios
A audiência realizada na noite de terça-feira, 31, no teatro da cidade, teve como objetivo informar a população sobre o estudo de impacto e relatório ambiental (EIA/RIMA), que contempla todo o traçado da ampliação da rodovia, denominado, Nova Tamoios, como também os contornos, sul de Caraguatatuba e São Sebastião.
Protocolado em fevereiro de 2010, o objeto de licenciamento que está sendo apresentado é uma retificação, atualizada e alterada, correspondente à interligação entre a atual rodovia, até o ramo de acesso ao Porto de São Sebastião.
Conforme apresentação do diretor de engenharia do DER, Instanilaus Marcka, o novo traçado deve possuir sete túneis, cinco interseções controladas, uma passagem de veículos, cinco pontes e 33 viadutos. Além das alças e contornos. O prazo estimado para execução da obra será de 36 meses, gerando cerca de mil empregos, sendo que destes 30% serão para mão de obra qualificada.
Manifestações
O secretario de Meio Ambiente de São Sebastião, Eduardo Hipólito do Rego, sugeriu que fosse analisado a possibilidade do trajeto ser executado de forma subterrânea, como apresentado nas audiências realizadas pela Petrobras, na ocasião do licenciamento de um possível túnel que deve escoar o C5+,  um agregado de petróleo, da unidade de gás de  Caraguatatuba para  São Sebastião.
Entre as manifestações populares, a maior preocupação está relacionada com a questão da desapropriação de áreas ocupadas pelos moradores. A maioria  mostrou-se apreensivo com o direcionamento dessas famílias e do valor que será pago à elas pelo seu imóvel. Colocando em destaque a questão de grande parte dos imóveis não possuir titularidade, ou seja, possuir apenas documentos de posse.
Porém, ao final do evento, Mackra afirmou que em virtude da significativa participação e manifestação na audiência de São Sebastião, todo o projeto será revisto.
Novas audiências serão agendas para as duas cidades após o carnaval.

A temporada em São Sebastião continua firme...

Bruna Bruno diz não temer Deborah Secco e garante que permanece como rainha


Bruna Bruno
Rainha de bateria da União da Ilha há oito anos, Bruna Bruno desmentiu os rumores de que perderia a coroa de rainha de bateria para Deborah Secco em 2013. A atriz, que é presença garantida no desfile de 2012 - ao lado do marido, o jogador de futebol Roger, na ala da diretoria, foi a grande atração do último ensaio técnico da agremiação no último domingo.
“Para mim tudo não passa de especulação. Eles me viram crescer e não fariam isso comigo”, opina a beldade, garantindo que não há rivalidade com a atriz. “Eu é que puxei ela para sambar à frente da bateria. Sou fã do trabalho dela”, afirma Bruna.


Bruna Bruno
Bruna Bruno 
Procurado pela coluna, o presidente da agremiação Ney Filardis disse que as portas estão abertas para Deborah Secco, mas que Bruna segue como rainha: “Um nome como o de Deborah sempre interessa, mas não fizemos convite algum”.


Deborah Secco posa com Bruna Bruno
Deborah Secco posa com Bruna Bruno 


Deborah Secco com Bruna Bruno
Deborah Secco com Bruna Bruno 


Deborah Secco e Roger no ensaio técnico da União da Ilha

Vera Loyola recusou convite para ‘Mulheres ricas’: ‘Me ofereceram R$40 mil. Vi que era furada’

Vera Loyola 
Isso sim é que é uma mulher rica. Vera Loyola, famosa por suas excentricidades, como ter tapete persa no carro e dar uma superfesta de aniversário para uma de suas cadelas, rejeitou o convite da Band para participar do badalado "Mulheres ricas". Ela estava no topo da lista da produção, que esteve na sua casa para convidá-la:
"Não quis fazer parte disso, de cara vi que era furada. Me ofereceram R$ 40 mil para participar", entrega a loura, que completa:
"Entrevistaram muita gente. Tentaram pegar uma vizinha minha também, mas ela é advogada, estava bem profissionalmente e acabou desistindo. Aqui do Rio só conseguiram pegar a Narcisa, que é uma menina simpática, mas que tem mais para dar. Ela nunca foi pobre. Por acaso o avô dela foi um dos melhores amigos do meu avô. É uma moça bem educada, eu não me prestaria a esse papel... E acabaram colocando essas mulheres malucas no ar! O que elas dizem é uma afronta, debocham dos pobres. Nem o Eike Batista faz um negócio desses! A tal da Val, então... É uma louca! Ela precisa aprender que ganhar dinheiro é mais fácil que segurar. A moça não bebe água, só champanhe! Não acredito no que dizem. É um teatro”.

Atualmente, Vera ainda mantém uma vida social ativa ao lado do marido e das amigas.“Eu continuo saindo com as amigas e viajando com meu marido. Continuo me pintando, me arrumando, fazendo as minhas futilidades, as minhas bobajadas. Tenho os meus negócios que que os meus filhos tomam aconta, mas ainda tenho a palavra máxima”.
E o tempo livre, Vera adora passar ao lado das netas, as gêmeas Letícia e Cecília, de 7 anos.
“Fico muito com elas. Sempre as levo para a Disney, brinco de esconder, de pegar, de roda, faço desenho, converso. Elas me chamam de Vovó Bombom porque quando eram pequenas a mãe não deixava comer chocolate e eu levava bombons para elas”, diverte-se.

Mesmo um pouco longe dos holofotes, vera ainda faz sucesso por onde passa.“Eu não sumi. Eu continuo frequentando jantares, teatros, almoços, festas... Mas as colunas sociais é que acabaram! A Luiza (do Canadá) que virou notícia eu conheço. Conheci seus pais quando estive na Paraíba. Ela virou uma celebridade, que é algupem que fez alguma coisa que deu um movimento e depois acaba. Eu já me considero personalidade. Eu não fui esquecida. Sempre viajo de navio. Você precisa ver a quantidade de gente que tira foto comigo”.
E, assim, Vera tem levado a vida numa boa. Com alegria de viver.
“Felicidade é uma coisa que a gente constrói e que se a gente não está bem, compra um remedinho para ficar bem”, brinca, completando: “No momento eu só estou tomando remedinho para colocar a pressão no lugar e faço a minha ginástica para me manter jovial, feliz”.

Revista divulga novas fotos do ensaio sensual da panicat Aryane Steinkopf

Aryane em uma sequência de espartilho para a VIP
Aryane em uma sequência de espartilho para a VIP 
Capa e recheio da “Vip” deste mês, a panicat Aryane Steinkopf teve mais fotos do ensaio divulgadas pela revista nesta quarta-feira. Na imagem, a loura aparece em uma sequência usando espartilho e exibindo toda a sua sensualidade.

Divulgação

‘Ele não teve medo da morte’, diz mulher de Marcinho, que volta a cantar no Carnaval

MC Marcinho sairá do hospital no próximo domingo
MC Marcinho sairá do hospital no próximo domingo 
Internado há 13 dias no Hospital Quinta D´Or, na Zona Norte do Rio, MC Marcinho receberá alta no domingo, mas terá que cumprir um período de repouso, conforme recomendação médica. Mesmo assim, o funkeiro já avisou que irá cumprir sua agenda de shows no carnaval, fechada antes de ele ser internado. Diagnosticado com uma bactéria que se alojou nas vias aéreas, Marcinho, que é diabético, ficou com a imunidade muito baixa e chegou a pegar uma pneumonia no hospital, o que o levou ao CTI. Mas, segundo sua mulher, Kelly, em nenhum momento ele achou que iria morrer.
- O Márcio é muito forte, não tem medo da morte, é confiante em Deus. Ele não se acovardou diante do perigo e nunca perdeu a esperança de recuperação. No CTI mesmo ele me falou: “Eu sei que daqui a pouco vou para casa”. Ele é muito forte em tudo, não só com doença, na vida mesmo - conta Kelly.
Ela também revelou que seu marido está rouco e com a voz fraca.
- Ele terá que fazer fisioterapia respiratória e vai se preparar, neste período, para os shows no carnaval - diz Kelly, que também acreditou na recuperação do marido:
- Fiquei tranquila, os médicos são muito competentes. Toda a família se uniu para que ele melhorasse logo. Claro que fiquei com receio, mas nunca pensei na morte, sabia que ele ia sair dessa. Me apeguei com Deus.

Comunicado Importantíssimo

Bancada do PRB em Brasília tem nova liderança para 2012



A Bancada do PRB na Câmara dos Deputados elegeu em dezembro a nova composição para o ano de 2012. Os parlamentares republicanos escolheram por aclamação o deputado federal Antônio Bulhões (SP) como o novo líder do partido.
Ele substitui o deputado Vitor Paulo (RJ). Também foram eleitos os deputados Otoniel Lima (SP), Jhonatan de Jesus (RR) e Acelino Popó (BA), como 1º vice-líder, 2º vice-líder e 3º vice-líder, respectivamente.
A eleição foi acompanhada pelo presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, e pelo ex-deputado federal e suplente do senador Marcelo Crivella, Eduardo Lopes (RJ). A Liderança do PRB na Câmara dos Deputados está localizada no Anexo IV, subsolo, sala 18.

Battisti pede julgamento 'verdadeiro' a presidente da Itália

O ex-ativista italiano Cesare Battisti teria pedido para o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, a oportunidade de ser julgado de forma "verdadeira".
A solicitação foi feita durante uma entrevista ao programa televisivo "Le Iene", conforme um trecho antecipado pela própria emissora.

O italiano Cesare Battisti pede novo julgamento
O italiano Cesare Battisti pede novo julgamento
"Senhor presidente Napolitano, dê a mim a possibilidade de me defender, de me apresentar diante de um tribunal hoje, na Itália, e de poder me defender, responder um interrogatório verdadeiro, como nunca aconteceu. E, assim, eu me comprometo a responder pelas minhas responsabilidades diante da Justiça italiana", teria afirmado Battisti.
O ex-ativista foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando era militante do grupo de extrema-esquerda PAC (Proletários Armados pelo Comunismo).
Na mesma entrevista, porém, Battisti teria comentado que "não me parece que Napolitano seja a pessoa adequada para dizer hoje para a Itália: 'viremos a página, esqueçamos o passado, reconheçamos as responsabilidades, vamos nos repacificar'".

PRB tem uma nova executiva regional em SP

O consultor de negócios e politicas Guilherme Araújo e o empresario Michelder ambos de Caraguatatuba, parabeniza a nova executiva estadual do PRB o ex-deputado federal Dr. Vinícius Carvalho.

PRB Mulher-SP organiza reuniões semanais



Recentemente, a presidente estadual do PRB Mulher, MHel Lancerotti, recebeu, na sede do partido na capital paulista, diversas filiadas e pré-candidatas às eleições deste ano. MHel anunciou que a militância se reunirá em todas as quintas-feiras durante os meses de janeiro e de fevereiro. “A proposta é de ter mais mulheres fortalecendo a militância e fazer um planejamento para 2012, envolvendo campanhas e filiações”, comentou.
A reunião também compartilhou informações trazidas de Brasília, referentes ao último encontro com a presidente nacional do PRB Mulher, deputada estadual Rosangela Gomes (RJ); com a vice-presidente nacional da militância, vereadora Tia Eron (BA) e com as coordenadoras regionais. Também estiveram presentes o deputado estadual Gilmaci Santos; o ex-deputado federal Vinicius Carvalho; Aildo Rodrigues Ferreira e Jorge Nascimento.

Russomanno mantém liderança para prefeitura


 

No mesmo dia em que o PRB ratificou a pré-candidatura de Celso Russomanno a prefeito de São Paulo, durante Convenção Estadual, realizada na manhã de sábado (28), na Assembleia Legislativa, pesquisa Datafolha mostra que o republicano segue liderando a corrida pela prefeitura em quatro de cinco cenários, com variação de 17% a 21%.
O resultado é praticamente igual ao divulgado no dia 11 de dezembro, pelo mesmo instituto, e mostra que Russomanno pode consolidar seu eleitorado na capital paulista com grande possibilidade de crescimento, já que vários pré-candidatos apresentados na pesquisa podem não entrar na disputa, como o ex-governador José Serra, que já declarou não querer disputar o pleito, além do percentual de indecisos. O Datafolha ouviu 1.090 eleitores entre os dias 26 e 27 de janeiro.
A notícia foi recebida com entusiasmo tanto por Russomanno quanto pela direção do PRB. Receber esta notícia exatamente no dia em que ratificamos a pré-candidatura de Celso Russomanno é muito animador e mostra que estamos no caminho certo. O povo paulista e os moradores da capital estão querendo algo novo, e no PRB e em Russomanno eles certamente encontrarão, comemorou Marcos Pereira, presidente nacional do partido.
Apesar de figurar à frente nas pesquisas de intenção de voto, Russomanno disse hoje pela manhã que continuará agindo com pé no chão e humildade. Não ganhamos a eleição, estamos apenas começando um trabalho importante e não podemos deixar de conversar com as pessoas. Cada voto é importante, cada voto é que vai nos permitir ganhar a eleição em São Paulo. Vamos andar muito, trabalhar muito, declarou. A sondagem está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com o número 000012012.

Vinicius Carvalho assume Executiva Estadual

Guilherme Araújo compareceu na posse do presidente da executiva estadual, o ex-deputado federal Dr. Vinícius Carvalho, no lugar do deputado estadual Gilmaci Santos (PRB).
Ao tomar posse, o advogado lembrou que o partido está em crescimento, mas que não é pequeno. “Não dimensionamos o PRB pela quantidade, mas sim pela qualidade de seus filiados, portanto, qualitativamente, o PRB é um dos maiores partidos que existe em nosso País”, disse. Na ocasião, o novo presidente se comprometeu com os presentes. “Assumo o compromisso de dignificar o PRB no Estado de São Paulo", disse.
O carioca Vinicius Carvalho é advogado, especialista em direito do consumidor, consultor e orientador Jurídico, jornalista, radialista e administrador de empresas. Carvalho também foi deputado federal pelo PTdoB/RJ diretor da rádio Record AM (RJ), presidente regional da TV Record (RJ).
Na Câmara dos Deputados e ao lado do ex-deputado federal e pré-candidato à prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, Vinicius foi defensor dos direitos do consumidor. Como parlamentar também atuou em questões básicas do cidadão, idealizando um projeto social chamado Jornada da Cidadania (Jorcid), que leva serviços essenciais às comunidades menos favorecidas.

Conheça o presidente:
Facebook: http://www.facebook.com/viniciuscarvalhobh
Site: http://www.viniciuscarvalho.com/

Conheça o Presidente


Vinicius Carvalho nasceu no Rio de Janeiro, em 7 de janeiro de 1966. Filho de João Batista de Carvalho e Margarida R. de Carvalho. Advogado, especialista em direito do consumidor, é também consultor e orientador jurídico, jornalista, administrador de empresas e radialista.
 
Em 1997 iniciou sua carreira na área de comunicação como diretor da rádio FM 105 (RJ), foi diretor das rádios Record AM (RJ), Copacabana AM (RJ), 99,1 (CE), Uirapuru (CE), Record (BH) e da Gravadora Line Records (RJ). Atuou também como diretor administrativo e financeiro da TV Record (BH), presidente regional da TV Record (RJ), diretor regional da TV Record Norte-Noroeste e Lagos (RJ) e diretor executivo da TV Record (RJ). Em 2007, Vinicius Carvalho foi eleito deputado federal pelo PTdoB do Rio de Janeiro.
 
Atividades Parlamentares:
Câmara dos Deputados - Comissões Permanentes:
· Defesa do Consumidor: titular - 2007/2008/2009/2010;
· Trabalho, Administração e Serviço Público: suplente - 2007/2008/20092010. 
Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor/2009/2010
Membro titular do Grupo de Trabalho;
· Para avaliar mudanças no Código Penal e Processo Penal - 2007/2008;
· Contra a abusividade na cobrança de tarifas bancárias - 2007/2008/2009/2010;
· Fiscalização do serviço e cobrança das Tv’s por assinatura - 2008/2009/2010.
 Membro do Conselho Político da Presidência - 2007/2008/2009/2010
Membro do Colégio de Líderes da Câmara dos Deputados - 2007/2008/2009/2010
 
Atividades Sociais:
· Continuidade do trabalho Show de Cidadania, que desenvolveu na direção das emissoras de televisão, onde unia o entretenimento com a participação de vários artistas, ação social, além da parceria de voluntários e vários órgãos do poder público. Essa atuação levou a emissora Record-RJ a ser homenageada com a Medalha Tiradentes.
· Na mesma linha de atuação, já como parlamentar e preocupado com as questões básicas do cidadão, idealizou um projeto social chamado Jornada da Cidadania (Jorcid), que leva às comunidades menos favorecidas o resgate da dignidade humana e da cidadania, através de serviços essenciais que nunca lhes são oferecidos.
· O projeto (Jorcid) que teve início em 2007, também oferece à população feminina exames gratuitos de prevenção do câncer do colo do útero, com resultado na hora, onde aproximadamente 20% das mulheres examinadas apresentam o vírus HPV na sua fase inicial, sendo então encaminhadas para tratamento em hospitais que apoiam essa iniciativa, dando a elas a possibilidade de 100% de cura. Já foram realizadas até aqui nove jornadas da cidadania, e o número de atendimentos já passa de quatro mil.
· Preocupado também com os portadores de hipertensão arterial pulmonar (HAP), que não têm nenhum amparo dos governos federal, estadual e municipal, tem apoiado todo o movimento para que os remédios usados por esses pacientes sejam incluídos na lista do Sistema Único de Saúde (SUS), já que o valor para o tratamento é alto. Essa situação já foi encaminhada ao Ministro da Saúde e à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).
· Luta no Congresso pela inclusão de matéria no ensino fundamental e médio, sobre noções do Código de Defesa do Consumidor.
· Trabalha para conscientizar o consumidor sobre os seus direitos através de programas de rádio e de acordos viabilizados junto ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor e ao Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro.
· É autor dos livros "Consumidor - Consulte seus Direitos" e '' Vinicius carvalho - Em Defesa do Consumidor”.
· Tem obtido, através de emendas parlamentares, a liberação de verbas para atender as necessidades básicas da população em vários municípios fluminenses.
· Dentre os seus Projetos de Lei que tramitam na Câmara, destaque para o que proíbe as empresas concessionárias de serviços públicos, como água e energia elétrica, de cortarem o fornecimento, por inadimplência, de quem ganha até três salários mínimos.
· No gabinete do Rio de Janeiro, dispõe de uma equipe que oferece orientação jurídica gratuita e aulas de artesanato, com o objetivo de aumentar a renda de famílias carentes.
 
Palestras:
· Aula Magna sobre o Parlamento da Republica Federativa do Brasil (visão teórica e Prática);
· Noções sobre Direito do Consumidor;
· Os 20 anos do Código de Defesa do Consumidor.
 
Condecorações:
Cidadão Piraiense, Câmara dos Vereadores de Barra do Piraí, RJ, 2006; Cidadão Angrense, Câmara dos Vereadores de Angra dos Reis, RJ, 2006; Medalha Comendador Soares, Nova Iguaçu, RJ, 2008;
Cidadão Paracambiense, Câmara dos Vereadores de Paracambi, RJ, 2008; Medalha Pedro Ernesto, RJ, 2009; Medalha Mérito Tamandaré, Marinha do Brasil, DF, 2010.

Ex-prostituta brasileira diz que 'escapou do inferno' na Espanha

"Vida fácil? É ruim!" O desabafo é da goianiense V.R.B., que viajou a Madri para se prostituir, sem saber que teria que fugir para se livrar de uma rede de traficantes de mulheres. Agora ela usa sua experiência para salvar outras brasileiras.
Aos 36 anos, V.R.B. é uma mediadora, uma espécie de assistente social de uma das quatros ONGs espanholas que ajudam mulheres prostituídas a escaparem das quadrilhas de exploração sexual e reintegrar-se na sociedade.
Tudo nela é sigiloso. Nome, endereço, aspecto e até mesmo o nome da ONG para a qual trabalha. Ela está protegida pela polícia por denunciar seus exploradores.
A história dela começa em 2006, quando foi aliciada em Goiás por conhecidos que a ofereceram um trabalho como prostituta na Espanha com salários de R$ 9 mil ao mês.
"Sonhei sim. Ganhar um dinheirão, acertar a vida da minha mãe, dar um futuro para meus (dois) filhos e voltar para montar um negócio no Brasil. Eu aceitei. Mas não me disseram que eu não podia sair quando quisesse", contou à BBC Brasil.
FUGA
Sair significava não só largar a rede, mas dar qualquer passo sozinha fora do prostíbulo onde morava e trabalhava com outras 17 mulheres. "Só podia falar no telefone vigiada, andar na rua vigiada, trabalhando de domingo a domingo...controlada o tempo todo."
A quadrilha que a cooptou a revendeu primeiro a um prostíbulo da Galícia. Em seguida foi para a Catalunha, Valencia, Cantábria, Andaluzia e Extremadura, num total de 42 lugares no território espanhol, pelo que lembra.
Em 2008, V.R.B. conseguiu escapar, com a ajuda de um cliente, pela garagem do prostíbulo. Foi perseguida, ameaçada de morte por telefone e mora refugiada em uma casa subvencionada por uma ONG.
"Para mim foi a fuga do inferno. Fui tratada por psicólogas durante quase três anos e me convenci de que tenho que ajudar outras mulheres porque entrar é fácil, mas sair só com ajuda mesmo. Senão, não sai, não. A pessoa morre antes."
O trabalho de V.R.B. é fazer contato com outras brasileiras prostituídas, contando sua experiência e oferecendo ajuda às que quiserem deixar as redes.
"Somos três brasileiras numa equipe de 11 e encontramos muitas barreiras porque as meninas têm muito medo. Primeiro dizem que não são vítimas, depois contam que as famílias dependem desse dinheiro e não sabem o que elas fazem aqui", diz.
Segundo as ONGs Apramp, Médicos do Mundo e Projeto Esperança, as mulheres resgatadas de exploradores sexuais são geralmente encontradas desnutridas, com transtornos psicológicos, fobias, depressão, infecções, marcas de violência, viciadas em drogas e em estado de confusão mental.
Após receber tratamento psicológico, a maior parte das estrangeiras não volta a seus países de origem por vergonha, medo de que família e vizinhos saibam de seu passado ou por causa do envolvimento de algum parente em sua captação.
Elas preferem manter a mentira que contaram para os familiares: que se casaram com estrangeiros e levam uma vida de luxo no exterior.

Justiça libera penhora dos bens de Datena pela Record

A Justiça de São Paulo negou ontem, por unanimidade, a tentativa de José Luiz Datena em barrar a penhora de seus bens pedida pela Record. A ação diz respeito à multa de R$ 30 milhões que o apresentador tem com a emissora, referente ao contrato rompido em 2003. Sobre a nova rescisão contratual, ocorrida em 2011, outro pedido de multa já está em curso na Justiça. José Diogo Bastos, advogado de Datena, vai esperar a publicação da decisão na íntegra dos desembargadores para recorrer. O caso segue em primeira instância. O advogado Henrique Benedito, da Salum Advogados, que representa a Record não comentou a decisão.


Negociação
Representantes de todas as TVs a cabo foram à festa de lançamento da Fox Sports, anteontem, no Copacabana Palace, no Rio. Dessas empresas, Oi, Telefônica, Embratel e GVT já fecharam com o canal e o exibirão a partir de domingo. As conversas com a Sky ainda prosseguem. Diretores da Fox Sports dizem que a Net é a operadora que mais oferece resistência.
Negociação 2
Por trás disso, estão os interesses da SporTV, da Globosat, que perdeu a Libertadores para a concorrente. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira e os técnicos de futebol Carlos Alberto Parreira e Oswaldo de Oliveira dividiram espaço na festa com as atrizes Bianca Rinaldi e Lana Rhodes, ambas da Record.
Longa
Pegando carona no acidente de Thiago Fragoso e Danielle Winits, o Telecine Cult exibe na sexta-feira, às 22h, o musical "Xanadu".
Casaco
Glória Maria passou as últimas três semanas gravando uma reportagem sobre Dubai para a Globo. Ela reclamou do frio no deserto.
Será?
"A Luiza vai entrar no 'BBB'", escreveu Boninho no Twitter. Luiza Rabello, que voltou do Canadá, disse que não era dela que o diretor do reality estava falando.
Acidente
Caio Castro sofreu uma queda em sua casa e luxou a perna, que foi imobilizada. O ator anda com ajuda de uma muleta.
Aprendeu
A Record acatou a notificação de Tom Cavalcante e, durante a exibição do programa "Show de Humor", informou que se tratava de uma reprise.

Projeto prevê isenção de Imposto de Renda para professores; ouça

Professores que trabalham na rede pública de educação infantil, fundamental, média e superior poderão deixar de pagar o Imposto de Renda. A isenção está prevista no projeto 2607, de 2011, apresentado pelo deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), em análise na Câmara.
Além de beneficiar os professores em efetivo exercício, a ideia da proposta, segundo o autor, é incentivar o maior número possível de pessoas a migrarem para o exercício do magistério.
O projeto recebeu o apoio do diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal Rodrigo Rodrigues. Ele diz que muitos profissionais se sentem desestimulados com a atividade de docência e acabam buscando outras funções. Por outro lado, Rodrigues ressalta que é importante verificar de que forma o benefício será concedido.
"Parece que ela fala apenas de professores que estão em atividade em sala de aula e existem outras funções importantes, pedagogicamente, dentro de uma escola, como laboratórios, como sala de leitura, como a própria direção de uma escola, como a coordenação pedagógica. Todas essas atividades são de extrema importância para o dia a dia escolar também."
Já a deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) afirma que o projeto vai na direção contrária às necessidades dos profissionais.
"Eu acho que esse é o caminho do avesso. Nós não precisamos ter uma profissão de exceção. Ao contrário, nós estamos querendo é ficar igual, equiparar vencimentos. Hoje o que temos é uma discriminação, o professor ganha menos que os outros profissionais, com a mesma formação e com o mesmo desempenho. Eu acho que é isso que temos de corrigir. Nós não queremos favor, na minha opinião."
Luiz Antônio Benedito, diretor do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal, também sustenta que a isenção do Imposto de Renda não vai beneficiar o professor.
"Ele acabará, como subproduto disso, levando a pecha de privilegiado. Foi exatamente isso que levou, algum tempo atrás, a essa mudança dos servidores públicos em geral, que não tinham essa taxação, sob esse argumento. Mas, isso ficou extremamente difícil de justificar perante a sociedade, essa pecha de privilegiado."
O projeto que isenta os professores em atividade na rede pública do pagamento de Imposto de Renda deve ser analisado pelas comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça. Se aprovado, pode seguir ao Senado sem passar pelo plenário da Câmara.

Ministério da Justiça defende mudanças na Lei Seca

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, falou nesta terça-feira sobre o substitutivo à Lei Seca que a pasta está discutindo com o Congresso. Ele elogiou a lei atual, mas afirmou que ela precisa de uma "correção técnica".
De acordo com Cardozo, a previsão de uma taxa de álcool no sangue que a lei traz (6 decigramas por litro de sangue) acaba causando sensação de impunidade, porque é necessário provar que o motorista ingeriu a quantidade citada.
"A Constituição Federal diz que ninguém pode ser obrigado a produzir prova contra si próprio. Então as pessoas podem legitimamente se recusar a fazer o teste do bafômetro e, se ela se recusa, não há prova do nível alcoólico em seu sangue." Assim, o motorista acaba liberado, afirmou Cardozo.
O ministro disse que, a partir da mudança, o estado de embriaguez poderá ser provado por qualquer meio previsto na lei, inclusive por testemunho do policial que abordar o motorista, por exemplo.
Segundo ele, o bafômetro se tornará "peça central para a pessoa se defender", já que será a forma de provar que ela não bebeu. Ele se disse um defensor da taxa zero de álcool --ou seja, que ninguém possa dirigir sob a influência de qualquer quantidade de bebida.
Cardozo afirmou ainda que a ideia do governo é unificar as propostas da Câmara e Senado para uma rápida aprovação do projeto e que o aumento do valor da multa ou da pena aplicada ainda está sendo discutido.

Litoral é única região do Estado de São Paulo onde homicídio cresce

Enquanto interior, capital e Grande São Paulo assistiram a uma redução dos homicídios no ano passado, o litoral paulista, que recebe cerca de 10 milhões de turistas todos os anos, foi a única área do Estado onde a violência cresceu em 2008.
Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública tabulados pela Folha, o número de homicídios nas 16 cidades do litoral cresceu 6,72% no ano passado -passou de 253 em 2007 para 270 em 2008.
O crescimento da violência no litoral se deve principalmente às cidades de Caraguatatuba -a mais violenta do Estado em termos proporcionais, com 43,34 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes- e do Guarujá. Juntas, elas são responsáveis por quase um terço dos assassinatos do litoral, embora respondam por 20% da população da região.
Em Santos, a maior cidade litorânea, vizinha de Guarujá, o número de homicídios despencou 59,3% no mesmo período. Em Praia Grande não houve crescimento. Em São Vicente (2,3%) e Cubatão (5,9%) o aumento foi pequeno.
Especialistas ouvidos pela Folha e a própria secretaria atribuem o aumento da violência nas cidades litorâneas à migração causada pela expectativa de abertura de vagas de emprego nas obras dos terminais de processamento de gás que a Petrobras já faz em Caraguatatuba e projeta para Santos.
A socióloga Terezinha Ayub, professora da Universidade Católica de Santos, aponta que a migração sempre causa violência. "Por virem de outros locais, as pessoas perdem suas referências, se sentem menos controladas, e há uma perda da identidade, de seus valores. Quando a pessoa se desloca ela perde seus referenciais e passa a agir mais por instinto."
Ayub também cita a "teoria da rotulação", do sociólogo norte-americano Howard Becker, que aponta que as pessoas começam a ter desvios de comportamento quando passam a ser tratadas como "diferentes" na sociedade. "Se as pessoas te apontam e dizem "você é baiano", "você é negro", "você é pobre", "você é caipira", isso vai levar a desvios do comportamento e à agressividade."
José dos Reis Santos Filho, professor de sociologia na Unesp de Araraquara, diz que os homicídios no Estado têm característica de "disputa de rua", como atuação de gangues e tomadas de pontos de droga. Para ele, essa também parece ser a situação do litoral, que sofre com problemas de habitação e alto favelamento, além de ser uma região portuária, que recebe pessoas de várias partes do país em busca de trabalho.
Embora tenha reduzido o número de homicídios em 2008, a Grande São Paulo continua sendo a região mais violenta do Estado, com 15,56 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes. Nas 37 cidades que a compõem --sem a capital--, em 17 houve crescimento dos casos de homicídio. A situação mais grave é a de Santo André, que passou de 10,33 para 16,38 assassinatos por 100 mil habitantes. Também houve aumento em Embu Guaçu, a segunda cidade mais violenta do Estado.

Governo autoriza contratação de 3.059 professores para federais

O governo federal publicou nesta segunda-feira uma portaria no "Diário Oficial da União" autorizando a contratação de 3.059 professores universitários para o programa Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais).
A portaria conjunta dos ministérios do Planejamento e da Educação prevê que os contratos terão duração de seis meses, podendo ser prorrogados pelo mesmo período.
O texto publicado prevê parte dos professores começarão a ser integrados e partir de março deste ano e o restante a partir de abril. A contratação vai seguir um modelo escalonado para a chegada dos profissionais, de acordo com o regime horário de trabalho.
Entre março e agosto, serão contratados 900 professores com carga horária de 40 horas e a mesma quantidade para 20 horas.
Entre abril e setembro, serão integrados 629 professores com carga horária de 40 horas e 630, para 20 horas.
Caberá ao Ministério da Educação definir a distribuição das contratações pelas universidades federais brasileiras e as contratações serão feitas por meio de processo seletivo simplificado --para vagas temporárias.

Em nova decisão, SP é obrigado a mudar jornada dos professores

Em nova decisão, tomada nesta terça-feira, a Justiça ordenou que o governo de São Paulo deve seguir o pedido da Apeoesp (sindicato dos professores) e ampliar a jornada extraclasse dos docentes da educação básica.
A decisão de hoje, da 3ª Vara da Fazenda Pública, foi referente ao mérito da ação, à qual cabe recurso. Até ontem (30), a Justiça vinha analisando os pedidos liminares (provisórios).
Assim, o governo vai ter de transferir o equivalente a sete aulas semanais para o período extraclasse dos professores (com jornada semanal de 40 horas) --tempo em que ele pode, por exemplo, preparar atividades e corrigir provas.
Como tinha a decisão provisória favorável, o governo definiu a jornada dos professores transferindo apenas uma aula semanal. O ano letivo começa nesta quarta-feira (1º).
No processo, o governo afirmava ser inviável seguir o pedido do Apeoesp, pois seria necessário contratar mais de 50 mil professores, numa rede que possui hoje cerca de 210 mil.
A discordância nas contas do governo e do sindicato ocorre devido à diferença entre a quantidade de horas pagas e a de horas em sala.
Na rede estadual, a aula dura 50 minutos (período diurno), mas o docente recebe por 60 minutos.
Para o governo, a diferença de dez minutos em cada aula deve ser contada como jornada extraclasse, o que é refutado pelos sindicatos.
O Estado foi obrigado a alterar a jornada docente devido à lei federal que obriga que 33% do tempo seja destinado a atividades extraclasse.
A Secretaria da Educação informou que "não foi notificada sobre nenhuma decisão" e confirmou que o ano letivo terá início amanhã, "conforme previsto".

Regiões de SP e RS ganham status de cidades menos violentas

Deixar a porta de casa aberta, a chave do carro no contato, a bicicleta sem cadeado são hábitos de uma realidade distante em cidades onde o aparato de segurança indispensável ganha mais itens a cada dia. Mas acontece em pelo menos dois municípios brasileiros que, na contramão das estatísticas, ganharam status de cidades menos violentas: Borá (SP) e São José do Inhacorá (RS).

Em Borá, a menor cidade do Brasil, com 805 habitantes, o último homicídio que se tem notícia - um crime passional - aconteceu em 2004. Em São José do Inhacorá (RS), de 2,2 mil moradores em 2010, a mais recente ocorrência policial foi registrada em abril deste ano: o roubo de uma mesa velha no galpão de uma residência abandonada na área rural. A estratégia, destacam as autoridades locais, inclui tirar do papel programas preventivos de segurança, câmeras em locais estratégicos e o contato "personalizado" com a população, a ponto de policial e morador se chamarem pelo nome.

A criminalidade no pequeno município paulista, porém, "não é uma coisa inexistente", afirma o delegado Marcelo Petuba Lombert, responsável pelo expediente da Polícia Civil. "Os crimes acontecem sim, só que num âmbito muito menor. A maior incidência de delitos que temos hoje é, em primeiro lugar, os crimes contra a honra (injúria, difamação, calúnia). Já os crimes contra a vida, realmente, são raros, felizmente", aponta o policial.

Apesar do aparente "pouco trabalho", Lombert destaca que a presença constante das autoridades policiais é essencial para manter a ordem. "É o que gera a pacificação social. Existe um furto, a polícia investiga rapidamente; existe uma briga, a PM intervém rapidamente e evita que o pior aconteça. Essa é a verdadeira causa, eu acredito, para o baixo índice de delitos registrados na cidade", afirma. "Nós temos as mesmas preocupações de um policial da cidade grande. Ficamos preocupados com roubos no caixa eletrônico, nos mercadinhos, na lotérica", diz o cabo Valdinei Carlos Nogueira, há 17 anos na PM de Borá.

Com as estatísticas a favor, os moradores mantém apenas os itens mais básicos do kit de segurança. "As casas têm grades nas janelas, mas só duas aqui em Borá têm cerca elétrica. Uma é a do dono do mercadinho e a outra é de um homem que veio de São Paulo", conta o policial.

Apesar do alarme no único posto de combustíveis da cidade servir apenas para "intimidar" eventuais assaltantes, o dono do estabelecimento, João Antonio Nespoli, 44 anos, mostra que a guarda não está baixa. "Quem não se preocupa? Há tanta violência no País. Não tem mais tamanho de cidade. A violência que a gente vê pela televisão tem até em cidade pequena. Só que em Borá, por enquanto, não estamos passando por esse problema ainda. No comércio não lembro nenhum tipo de assalto, nada. Roubo só se for por gente de fora", diz.

Câmeras de vigilância contra 'miguelitos'

Em 2009, tão logo assumiu a prefeitura do município gaúcho de São José do Inhacorá, a 480 km de Porto Alegre, o médico Alexandre Vaz Ferreira determinou a instalação de câmeras de vigilância nos acessos e na área central. A ideia de um colega médico surgiu para coibir uma estratégia ousada e planejada de assaltantes: uso de grampos (os chamados "miguelitos") para furar pneus de veículos e dificultar o acesso ao local dos crimes, principalmente viaturas policiais.

O prefeito comemora estar a dois anos sem "eventos de violência dignos de nota", mas não tira o olho dos noticiários. "Também víamos inúmeros casos de roubos a bancos e cooperativas em cidade próximas, igualmente interioranas, que nos deixavam apreensivos, pois é visto que os criminosos estão trocando os grandes centros pelas cidades menores."

Assim como a PM do município paulista, a Brigada Militar de São José do Inhacorá vê na proximidade com a população uma maneira eficiente de reduzir a criminalidade. "Aqui é um lugar muito pequeno, então é possível fazer um trabalho mais conectado com a comunidade. A prefeitura tem um sistema de monitoramento, então isso também inibe bastante a criminalidade. Para nós, é bom, é preventivo. Os criminosos pensam duas vezes antes de vir fazer um furto na cidade", afirma Thomas Butzke, soldado da Brigada Militar, que alega não se lembrar "de cabeça" do último crime de repercussão registrado na cidade.

Geração de empregos é vetor de tranquilidade

Nas duas cidades, o elevado nível de emprego é apontado como um dos principais fatores que contribuem para a baixa criminalidade. "Aqui não tem desocupado, por isso que não tem crime. Você conta as pessoas que não trabalham", diz o PM de Borá, citando uma usina de açúcar e álcool como a principal geradora de emprego na região.

A tranquilidade da cidade gaúcha também é fruto do trabalho. "A melhoria de todos indicadores de qualidade de vida, com um programa de geração de emprego e renda que praticamente terminou com o desemprego", diz o prefeito de São José do Inhacorá.

Uma eventual migração da violência de outras cidades para a pequena São José do Inhacorá também deixa as autoridades em alerta. "Há a preocupação de que a violência venha para cá, porque a cidade está em desenvolvimento, mas tentamos prevenir. Quando as empresas contratam pessoas de fora, tentamos saber quem é", afirma o soldado Butzke.

O comerciante Vianei Both, proprietário de uma loja de material elétrico e hidráulico, também espera que a criminalidade não ultrapasse as fronteiras do município. Vítima de um arrombamento em seu estabelecimento há três anos, ele diz que hoje se sente seguro, principalmente depois da instalação das câmeras de vigilância. "A loja tem alarme, mas a minha casa não tem grade nas janelas, não. E eu me sinto seguro, mesmo sem a grade. A cidade é muito calma e espero que a violência não chegue aqui. Foram colocadas na cidade as placas 'sorria, você está sendo filmado' e isso ajudou muito, muito mesmo",

Top 10 cidades mais violentas do Brasil

Hoje você irá conferir uma lista das cidades mais violentas do Brasil divulgado pelo instituto Sangari, com base em informações dos Ministérios da Justiça e da Saúde.

Esse conjunto de informações revelou quais foram às cidades brasileiras com mais homicídios (proporcionais ao número de habitantes) entre 2008 e 2010.

1. Simões Filho (BA): média de 146,4 homicídios por 100 mil habitantes
2. Campina Grande do Sul (PR): 130
3. Marabá (PA): 120,5
4. Guaíra (PR): 112,8
5. Porto Seguro (BA): 108,3
6. Ananindeua (PA): 108,1
7. Coronel Sapucaia (MS): 107,7
8. Itabuna (BA): 103,9
9. Maceió (AL): 103,8
10. Itapissuma (PE): 101,8

No Brasil, mapa da violência aponta as 30 cidades mais violentas do País

No Brasil, a violência urbana atingiu números alarmantes, chegando a ser comparada como mais mortal que a própria guerra do Iraque e Afeganistão, onde as mortes são menores que no Brasil.

Itupiranga, com apenas 42 mil habitantes, no Estado do Pará, Norte do Brasil, por exemplo, é a cidade mais violenta do país, onde tem o maior número de homicídios.

Logo em seguida, após Itupiranga, vem Simões Filho, uma cidade de 114 mil Habitantes, no Estado da Bahia, Nordeste do Brasil, que é a vice-campeã nacional em assassinatos. Ostentando o terceiro lugar, está Campina Grande do Sul, no Estado do Paraná, Sul do Brasil, com 36 mil habitantes.

São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, as três maiores metrópoles brasileiras, não figuram nem mesmo entre as 30 cidades mais violentas, com o maior número de assassinatos, do Brasil. Por região, o Nordeste é a mais violenta do Brasil, com 14 cidades entre as 30 mais violentas do País.

Por estados, o Pará, no Norte do Brasil, é o mais violento, com 8 cidades entre a 30 mais violentas do pais. Em segundo lugar vem a Bahia, no Nordeste, com 6 cidades, seguida de Pernambuco, no Nordeste, com 5, Alagoas, no Nordeste, com 3, Espírito Santo, Paraná e Mato Grosso do Sul, todos com 2 cidades, e Rio de Janeiro e Rondônia, com 1 cidade cada.
 
 
Veja, a seguir, o ranking nacional das 30 cidades mais violentas do Brasil:

1º Itupiranga, Pará.
2º Simões Filho, Bahia.
3º Campina Grande do Sul, Paraná.
4º Marabá, Pará.
5º Pilar, Alagoas.
6º Goianésia do Pará, Pará.
7º Serra, Espírito Santo.
8º Maceió, Alagoas.
9º Itapissuma, Pernambuco.
10º Guairá, Paraná.
11º Ilha de Itamaracá, Pernambuco.
12º Coronel Sapucaia, Mato Grosso do Sul.
13º Itabuna, Bahia.
14º Rondon do Pará, Pará.
15º Escada, Pernambuco.
16º Lauro de Freitas, Bahia.
17º Porto Seguro, Bahia.
18º Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco.
19º Amambaí, Mato Grosso do Sul.
20º Arapiraca, Alagoas.
21º Tailândia, Pará.
22º Dias d'Ávila, Bahia.
23º Eunápolis, Bahia.
24º Ariquemes, Rondonia.
25º Armação dos Búzios, Rio de Janeiro.
26º Tucuruí, Pará.
27º Recife, Pernambuco.
28 Ananindeua, Pará.
29º Cariacica, Espírito Santo.
30º Novo Repartimento, Pará.

A poetisa da psiquiatria

Quando o psiquiatra e psicanalista suíço Carl Gustav Jung recebeu uma carta da brasileira Nise da Silveira, em 1954, perguntando sobre mandalas, ele pensou se tratar de um homem. Em sua resposta, teria tratado a franzina mulher como senhor. Nascida em Maceió, Nise (1905-1999) abriu seu espaço no então mundo masculino da medicina. Foi a única mulher em uma classe de quase 160 universitários. Após a formatura, se mudou para o Rio, onde começou a trabalhar com psiquiatria. Deixou sua marca ao rejeitar o uso de eletrochoques e lobotomias e apostar em tintas e telas para tratar doenças mentais.
É o percurso dessa alagoana que movimenta Nise da Silveira – Senhora das Imagens, espetáculo que estreia hoje em São Paulo após temporadas no Rio. Mesmo com apenas uma atriz em cena, Mariana Terra, com preparação em dança, a peça foge da alcunha de monólogo e abusa de outras linguagens, como canto, projeções, pantomima e dança. A bailarina Ana Botafogo assina as sete rápidas coreografias criadas para a montagem. O ator Carlos Vereza empresta sua voz para Jung. E há, ainda, depoimentos em vídeo do escritor Ferreira Gullar e do diretor teatral José Celso Martinez, cuja fala foi gravada especialmente para a temporada paulista.
Com direção e concepção de Daniel Lobo, a obra reúne passagens relevantes da vida de Nise. Entre elas, a prisão no governo Getúlio Vargas, em 1936, por possuir publicações consideradas comunistas, e a volta ao trabalho, em 1944, no Centro Psiquiátrico do Engenho de Dentro. Após declarar-se contra as práticas agressivas da época, assumiu o caminho da terapia ocupacional e criou ateliês de pintura, desenho e escultura, tornando-se pioneira na área.
Celebrando os 60 anos do Museu de Imagens do Inconsciente (Rio), criado por Nise, o espetáculo traz pinturas da instituição, concebidas por pacientes de Nise, que acompanham Mariana na peça. “Em cada coreografia, de alguma forma, a atriz se transforma em quem pintou aquilo”, explica o diretor, que teve a ideia para a produção em 2008, após ler uma reportagem sobre Nise.
O encontro com Mariana em um curso de ioga fez o projeto tomar forma. A atriz é filha do psiquiatra Raffaele Infante, discípulo de Nise. Coincidentemente, Lobo havia conhecido Infante anos antes. “Então, a história da Mariana entrou no texto”, conta.
A atriz, que conheceu a psiquiatra na infância, lembra da figura pequena, mas poderosa. “Ela tinha uma luz, um olhar enorme.” Do esforço de estar em cena por uma hora e meia e ainda abrir sua vida pessoal, Mariana diz: “É uma entrega emocional e física.” Para o diretor, é essa mistura que conquista. “O público cria uma identificação. Queremos falar de Nise para quem ouviu e para quem não ouviu falar dela.”
Nise também nos cinemas
A história de Nise vai chegar aos cinemas, em 2013. O longa sobre a médica, com direção de Roberto Berlinder, começou a ser rodado e terá Gloria Pires no papel. Não será a primeira vez. Sua obra originou a trilogia Imagens do Inconsciente, de Leon Hirszma.
DIVIRTA-SE
Nise da Silveira
Teatro Eva Herz. Livraria Cultura Conjunto Nacional.
Avenida Paulista, 2.073.  Tel. 3170-4059. Estreia hoje.
Temporada até 29/3. Quartas e quintas, às 21h.
Ingressos: de R$ 25 a R$ 50. 16 anos

Novo Siena surge sem disfarces

A nova geração Fiat Siena, que chega às concessionárias em março, já pode ser vista sem disfarces. O três volumes, que havia sido flagrado rodando com camuflagem algumas vezes, surge completamente à vontade. O resultado agradou.
Moderno e com um bom porte, o renovado sedã da Fiat tem como missão, dependendo da versão de motor, brigar com os novatos Chevrolet Cobalt e Nissan Versa, além dos veteranos VW Voyage e Renault Logan.
O Siena terá as opções 1.4 EVO de até 88 cv (com etanol), 1.4 EVO Tetrafuel e 1.6 16V E.torQ de até 117 cv. As versões de acabamento serão Attractive 1.4, 1.4 EVO Tetrafuel, Essence 1.6 e Essence 1.6 Dualogic. É esperada a Sporting com propulsor 1.8 E.torQ de até 132 cv, mas nada foi decidido ainda. Esta poderia prejudicar as vendas do Linea mais em conta, Essence.



 A Fiat ainda não divulgou informações sobre o sedã, mas fontes afirmam que o entre-eixos cresceu para cerca de 2,5 metros (menor que os concorrentes Cobalt, Logan e Versa) e que o porta-malas chega a 500 litros. Bom para quem tem família grande.
Diferentemente das outras vezes, o novo Siena não herdará tudo do Palio. O interior (tirando as saídas de ar) e as portas dianteiras são as únicas semelhanças. O resto é exclusivo, como as portas traseiras, conjuntos óticos e lanternas. Haverá mais detalhes cromados também, algo que não existe na nova geração do hatch mineiro.
A versão Fire também será diferente. No Palio, foi mantido o desenho da “geração 3”. No sedã essas linhas deixam de existir e a opção Fire passa a ter a carroceria atualmente presente nas configurações EL e Essence.
A intenção da Fiat é manter o preço atual ou aumentá-lo em, no máximo, 5%. Nesse caso, o sedã partiria de cerca de R$ 38 mil.

Australiana defensora dos partos domiciliares morre após dar à luz em casa Especialistas dizem que evento é muito raro; morte reacende debate sobre segurança do parto domiciliar

A australiana Caroline Lovell, de 36 anos, grande defensora dos partos domiciliares, morreu após dar à luz em casa sua segunda filha, Zahra, segundo o jornal britânico Daily Mail. Ela teve uma parada cardíaca no último dia 23, em Melbourne. Levada ao hospital, ela não resistiu. O bebê sobreviveu.

Caroline tinha planejado um parto acompanhado por uma parteira, mas complicações ainda desconhecidas causaram a parada cardíaca.

Em 2009, Caroline declarou que as parteiras precisavam de mais proteção legal, como em outros países. Ela escreveu uma nota na qual dizia estar chocada porque partos em casa não poderiam mais ser uma escolha da mulher e que ela não teria escolha a não ser ter um parto sem assistência, já que ela queria dar à luz em casa.

Uma associação de parteiras declarou que o acontecimento é muito raro e que provavelmente uma hemorragia severa causou a morte da paciente.

Beverley Lawrence Beech, chairman da Association for Improvements in the Maternity Services, no Reino Unido, declarou que o acontecimento, embora triste, é extremamente raro e que as pesquisas mostram que os partos domiciliares não são mais perigosos do que aqueles em hospital.

Nas últimas três décadas, houve um aumento da procura por partos em casa no Reino Unido. Lá, as mulheres recebem assistência de parteiras se optarem por dar à luz fora do hospital. Segundo o jornal britânico, na Austrália, as mulheres são desencorajadas a fazer partos domiciliares.

Aumenta a violencia e Caraguatatuba bate recorde de violencia

A Folha de São Paulo de ontem trouxe uma matéria que tem sido alvo de nossas considerações políticas há muito tempo: Caraguatatuba lidera o ranking das dez cidades mais violentas do Estado. Tivemos um aumento de 30,3% na taxa de homicídios. 
A questão é por demais preocupante, se levarmos em conta o número de homicídios não esclarecidos, verdadeiras execuções.