A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 10 de outubro de 2015

Após comprar briga de Chimbinha, Sônia Abrão volta a detonar Joelma: “Extremamente imatura e irresponsável”

Sem papas na língua, Sônia Abrão voltou a detonar Joelma, nesta quarta-feira (7). Após comentar a separação da cantora e Chimbinha no “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, na última segunda-feira (5), a apresentadora criticou novamente a postura pública da loira diante do fim de seu casamento com o guitarrista. “Ela é uma mulher extremamente imatura como mulher. No palco você vê uma artista irresponsável, infelizmente, porque ela expôs o ex-marido e companheiro de trabalho por 18 anos”, disparou a veterana ao “TV Fama”.E continuou: “Ela está precisando de uma assessoria, de um tratamento. Porque é impossível! [...] Acontece que o primeiro mandamento da vida de um artista e qualquer profissional é: ‘O show tem que continuar’. Faz parte da literatura de nossa profissão que o show tem que continuar”.Ao tomar partido de Chimbinha no início da semana, a jornalista classificou as atitudes de Joelma como “escandalosamente ridículas e inadmissíveis”. Além disso, Sônia ainda insinuou que tudo não passa de um teatro da cantora. “Faça-me o favor. Você acha que vamos acreditar em uma coisa dessas? Por que ela tem que fazer essa palhaçada? Por que ela fica fazendo esse teatrinho de quinta? Cansou."

JORNALISTA CRITICOU A POSTURA PÚBLICA DA CANTORA DIANTE DO DIVÓRCIO

Sem papas na língua, Sônia Abrão voltou a detonar Joelma, nesta quarta-feira (7). Após comentar a separação da cantora e Chimbinha no “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, na última segunda-feira (5), a apresentadora criticou novamente a postura pública da loira diante do fim de seu casamento com o guitarrista. “Ela é uma mulher extremamente imatura como mulher. No palco você vê uma artista irresponsável, infelizmente, porque ela expôs o ex-marido e companheiro de trabalho por 18 anos”, disparou a veterana ao “TV Fama”.E continuou: “Ela está precisando de uma assessoria, de um tratamento. Porque é impossível! [...] Acontece que o primeiro mandamento da vida de um artista e qualquer profissional é: ‘O show tem que continuar’. Faz parte da literatura de nossa profissão que o show tem que continuar”.Ao tomar partido de Chimbinha no início da semana, a jornalista classificou as atitudes de Joelma como “escandalosamente ridículas e inadmissíveis”. Além disso, Sônia ainda insinuou que tudo não passa de um teatro da cantora. “Faça-me o favor. Você acha que vamos acreditar em uma coisa dessas? Por que ela tem que fazer essa palhaçada? Por que ela fica fazendo esse teatrinho de quinta? Cansou."

Claudia Rodrigues é convidada para 'A Praça É Nossa' após 2 anos afastada da TV

Claudia Rodrigues está radiante com um convite feito por Carlos Alberto de Nóbrega. A atriz fará em breve uma participação especial no programa 'A Praça É Nossa', do SBT

Lutando contra a esclerose múltipla, atriz fará participação especial no humorístico com Carlos Alberto de Nóbrega: 'Quero mostrar que ela consegue trabalhar'
Claudia Rodrigues recebeu uma notícia pra lá de especial após dois anos afastada da televisão. Lutando contra a esclerose múltipla, a atriz foi convidada por Carlos Alberto de Nóbrega para fazer uma participação especial no programa "A Praça É Nossa", do SBT, e deve gravar no final do mês. O convite foi feito ao vivo durante o programa "Melhor Pra Você", da "RedeTV".
"Quero fazer uma homenagem e mostrar que ela consegue trabalhar. Ela é muito boa, muito engraçada, uma pequena grande comediante", elogiou o comediante em entrevista ao "UOL", brincando com a altura de Cláudia.
Em agosto deste ano, Claudia surpreendeu ao falar sobre a grave crise de depressão que enfrentou e a ideia de suicídio. Na época, a atriz contou que a falta de oportunidades profissionais era um agravante para a crise vivida.
"Estou muito feliz de ter sido convidada pelo Carlos Alberto para fazer parte da alegria do programa 'A Praça é Nossa'. Já já estarei sentada no banco ao lado dele", disse a atriz de 44 anos, que costuma praticar atividades físicas na praia.
Artista vai participar de vários programas de TV em breve
O último trabalho de Claudia Rodrigues na TV foi em 2013. Em maio deste ano ela foi dispensada pela Rede Globo, onde se consagrou com papéis como as empregadas domésticas Sirene, de "Sai de Baixo", e Marinete, de "A Diarista".
Agora, além da "Praça é Nossa", ela fará uma verdadeira maratona em programas. A lista inclui o "Programa da Xuxa" e "Legendários" (ambos da Record), além do "Superpop" e "Você na TV" (ambos da RedeTV).
No entanto, por conta do tratamento, a artista só deve voltar ao batente em 2016. SBT, Record e RedeTV! estão disputando Claudia e negociam seu retorno. "Recebi convite de algumas emissoras para voltar à TV, mas estou em tratamento até o final do ano. Só volto no ano que vem. Volto para a TV, para o teatro, volto à ativa, mas só ano que vem".
Em junho deste ano, após ser internada por conta de uma crise, Claudia agradeceu o carinho dos fãs através de um vídeo. "Gente, eu estou aqui pra dizer que foi um susto, daqui a pouco eu estou de volta. Mas está tudo bem".

Mel Maia está prontíssima para o Dancinha dos Famosos, que já tem um campeão. Descubra aqui quem é!


Dia das Crianças está chegando e sabe o que isso significa? Que o especial Dancinha dos Famosos também! O quadro vai ser exibido nesse próximo domingo, dia 11, no programa Domingão do Faustão, da Globo - responsável também por exibir o Dança dos Famosos - e não só o público está ansioso, mas os participantes também estão animadíssimos.
Nós já te mostramos quem vai participar da edição e a competidora Mel Maia está super empolgada. Em entrevista para os bastidores do Domingão, a atriz deAlém do Tempo revelou que além de gostar muito de dançar, está super confiante, mas é claro que o nervoso não ficou de lado:
Estou muito animada com a minha coreografia e acho que vou arrasar. Eu estou segura. Danço em casa o tempo todo. Gosto de música pop, tipo do Justin Bieber, e ritmo baladão, mas no palco é diferente, né? Dá um friozinho na barriga.
Porém, a atriz não tem com o que se preocupar. Aqui vai um aviso: se você não gosta despoilers não continue lendo essa nota, pois o colunista Leo Dias fez uma revelação bombástica! De acordo com o jornal O Dia, o programa já foi gravado e a grande vencedora foi Mel Maia. Procurada pelo ESTRELANDO, a assessoria do programa disse que o vencedor será conhecido apenas no dia da exibição.  

Justiça do Maranhão manda soltar “prefeita ostentação”


A Justiça Federal do Maranhão revogou nesta sexta-feira a prisão preventiva de Lidiane Leite da Silva, prefeita afastada de Bom Jardim (MA), suspeita de desviar cerca de 15 milhões de reais de verbas da Educação do município. 
Lidiane deve usar uma tornezeleira eletrônica e comparecer uma vez por mês em juízo. 
Após ficar 39 dias foragida, a  "prefeita ostentação", como a jovem de 25 anos ficou conhecida por exibir artigos de luxo nas redes sociais, se entregou à polícia no final do mês passado. 
Desde então, ela ficou presa em um alojamento do quartel do Corpo de Bombeiros de São Luís (MA) - a "cela" tinha até ar condicionado. O Ministério Público Federal entrou com uma ação para que a ex-prefeita fosse transferida para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão. 
A acusação
A denúncia feita pelo Ministério Público contra a prefeita alega fraudes em licitações para compra de materiais de construção, mobiliário e merenda para escolas no ano passado.  Em outubro, Lidiane reduziu os salários do professores da rede municipal de ensino. 
Entre as pessoas com 15 anos ou mais que vivem em Bom Jardim, cerca de 32% não sabem ler ou escrever. A média no Brasil é 8,3%. No grupo de pessoas com mais de 60 anos, quase 70% é analfabeta.
A ostentação
Sem qualquer vínculo com a política até 2012, Lidiane se candidatou para comandar a prefeitura da cidade depois que o então namorado Humberto Dantas dos Santos - conhecido como Beto Rocha -  teve a sua candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa na chapa do PRB. 
Aos 22 anos, ela foi eleita com a promessa de que serviria ao parceiro na prefeitura, a quem designou como secretário de Assuntos Políticos.
Desde então, Lidiane foi afastada três vezes do cargo suspeita de envolvimento em casos de corrupção. Há relatos de que ela comandava Bom Jardim por meio de um grupo no WhatsApp enquanto morava a 277 quilômetros de distância na capital, São Luís.  
No início do ano, ela rompeu o relacionamento com Rocha, que pediu demissão do cargo. Ele é acusado de liderar o esquema de desvios de recursos da Educação do município. No último dia 25, ele teve a prisão preventiva revogada. 

Apresentador que fundou GloboNews é demitido após 19 anos de trabalho

Eduardo Grillo

Eduardo Grillo, um dos responsáveis por fundar a GloboNews, em 1996, foi desligado da emissora na última terça-feira (6), ao retornar de férias.
O jornalista deve cumprir o contrato com a emissora de Roberto Marinho até o fim de 2015, porém, não voltará mais ao ar.
Em e-mail distribuído à redação na noite da última quarta-feira (7), Ali Kamel, diretor-geral de Jornalismo da Globo, disse que Grillo está deixando o canal "por razões pessoais".
O profissional alegou que, "em conversa com o sempre gentil Ali Kamel, ficou decidido que este seria o momento certo de dedicar mais tempo aos negócios da família".
Contudo, segundo o “Notícias da TV”, nos bastidores da GloboNews circula a versão de que Grillo foi vítima de disputas internas e da crise de audiência do “Jornal das Dez”, noticiário que o jornalista passou a comandar depois da saída de Mariana Godoy do canal, há menos de um ano.
A Rede Globo, por sua vez, negou que Grillo tenha sido demitido.
"Eduardo Grillo não foi demitido, pediu para se desligar da GloboNews por razões pessoais. Depois de 19 anos dedicados ao canal, decidiu se dedicar aos negócios da família e ao projeto de paradesporto, causa que abraça há mais de 30 anos. Jornalista completo e competente, Grillo participou da fundação da GloboNews e ajudou a construir a história e a reputação da emissora que hoje é o principal canal de notícias da TV por assinatura da televisão brasileira", dizia nota.

Mudança de promotor pode anular processo sobre chacina

A operação da força-tarefa para investigar a chacina que deixou 19 mortos na Grande São Paulo correu o risco de não acontecer porque um promotor do Ministério Público Estadual (MPE) teve de ser substituído às pressas, em razão de ter demorado para dar seu parecer a respeito dos pedidos de prisões dos policiais feitos pela Corregedoria da PM. A troca de promotores no caso pode anular todo o processo, segundo juristas ouvidos pela reportagem.
Apurou que os corregedores entregaram os pedidos de prisão e de busca e apreensão na terça-feira, na Justiça Militar. O promotor Edson Correa Batista pegou o inquérito original do caso e o levou para casa para estudar melhor o processo, antes de dar o seu parecer sobre o pedido.
Ataques em Osasco e Barueri: A investigação é feita pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa, e concentrada no 10º DP de Osasco
Até as 19 horas de quarta-feira, nem o inquérito nem o promotor haviam aparecido no Tribunal de Justiça Militar (TJM). Sem a manifestação dele, não seria possível o juiz Dalton Abranches Safi decidir sobre os pedidos dos corregedores. A Corregedoria da PM até chegou a oferecer uma viatura para buscar os autos na casa do promotor, que mora no litoral, mas ele recusou. 
Enquanto isso, policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já tinham em mãos os mandados expedidos pela Justiça Comum de Osasco. Assim, a operação foi montada. Para contornar o atraso do promotor, o MPE decidiu que a promotora Carmen Pavão Pastorelo Kfouri iria despachar no lugar do colega. Foi feita cópia do inquérito da Corregedoria para que o procedimento fosse possível. Os mandados foram expedidos às 20 horas.
Para o presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Arles Gonçalves Júnior, não há motivos legais para trocar de promotor de um dia para o outro. “Isto fere o princípio da legalidade, do contraditório e da ampla defesa. Isso pode sim anular a investigação.”
O TJM informou que o “Ministério Público é uno e indivisível. Por isso, qualquer contestação deve ser feita judicialmente.” O MPE informou que o “Ministério Público se manifestou no inquérito e não houve prejuízo à investigação”.