A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Entrevista: Eduardo Lopes comenta que Crivella é um candidato natural à prefeitura do Rio de Janeiro

entrevista-eduardo-lopes-eleicoes-2014-crivella-candidatura-natural-2016-foto-douglas-gomes

Presidente regional do PRB conversa sobre resultado das eleições 2014

Conversamos ontem (03) com o presidente regional do PRB do Rio de Janeiro, ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, sobre o desempenho da sigla fluminense nas eleições de 2014. O partido comemora não apenas a vitória de dois deputados federais e dois estaduais, como também o número expressivo de votos conquistados na legenda. Ainda, o presidente revela a experiência de ter participado da disputa eleitoral mais acirrada e difícil do Brasil. “Nossos rivais usaram dos expedientes mais vis que se pode imaginar”, declara Eduardo Lopes. Na conversa, e já com o olho em 2016, Lopes comenta com exclusividade para a Agência PRB Nacional que Marcelo Crivella poderá ser o possível candidato para disputar a Prefeitura da cidade. Acompanhe a entrevista na íntegra.
ENTREVISTA
Portal PRB – Como a presidência regional do PRB do Rio de Janeiro avalia o desempenho do partido nas eleições? 
EL – Avalio como um desempenho positivo, nós elegemos dois deputados estaduais e dois deputados federais: Rosangela Gomes e Roberto Sales para a Câmara Federal e Tia Ju e Carlos Macedo para a Assembleia Legislativa. Também avalio positivamente os votos que o partido conquistou, a legenda que o partido conseguiu montar e os votos que o partido teve tanto para federal, quanto para estadual. Nós conseguimos montar uma chapa boa, com votações expressivas.
Portal PRB – Chegamos ao 2º turno para Governador com pouco recurso financeiro e sem o apoio de nenhum partido. Como trabalhar neste cenário?
EL- O destaque para irmos ao 2º turno, sem nenhum recurso e sem nenhuma  aliança com partidos, foi o candidato Marcelo Crivella. Ele é uma pessoa reconhecida na cidade, uma pessoa muito respeitada. Como se diz no popular, Crivella é uma pessoa leve! Então, eu creio que para trabalhar neste cenário foi a soma de um forte trabalho. A militância também ajudou bastante, pois era uma pessoa falando pra outra sobre o nosso candidato.
Portal PRB – O próprio TSE afirmou que o Rio de Janeiro foi a região que mais teve complicações neste pleito. Como foi a experiência? O sr. acredita que isto prejudicou Marcelo Crivella?
EL - A eleição aqui no Rio de Janeiro foi pesada! Dados do TSE apontam que foi o pleito mais complicado de todo o Brasil. Por ser uma disputa muito acirrada, com  dois candidatos fortes, cada um usou suas armas dentro de sua própria estratégia política . Porém, o rival optou utilizar calúnias e mentiras. Nossos adversários tentaram associar a imagem de Marcelo Crivella à Igreja Universal, por exemplo. Para se ter uma ideia, algumas igrejas foram lacradas na véspera da eleição e no dia da eleição! Ou seja, uma coisa que nunca se havia visto no Brasil! Mas, quanto a isto, a Corregedoria e o CNJ irá apurar os casos para saber se houve abuso e desmandos por parte do TRE-RJ.  Ou seja, os nossos rivais usaram dos expedientes mais vis que se pode imaginar por causa do peso do nosso candidato Marcelo Crivella. Realmente foi uma eleição muito pesada, era uma eleição muito disputada.
eduardo-lopes-prb-rjPortal PRB – Existem processos contra Pezão. O que o PRB-RJ pretende fazer ou já fez quanto a isso? 
EL- Então, nós tivemos vários problemas aqui nas eleições com o adversário.  Mas, destaco que, já no 1º turno, o próprio Ministério Público e a Procuradoria Eleitoral apresentou contra o Pezão processos de impugnação de candidatura, cancelamento do registro e, agora, a cassação do mandato. Então, são muitos processos que ele vai ter que responder. Desses processos, alguns são de representação do PRB-RJ. Temos várias representações contra o Pezão por propaganda irregular, uso indevido da internet e do telemarketing, por exemplo. Nós acompanharemos de perto não só  a questão dos processos que já existiam, mas também, dos processos que o PRB moveu contra o PMDB e contra a candidatura do Pezão. O PRBestará acompanhando processo por processo porque, sem dúvidas, ele terá que responder a todos.
Portal PRB –  E quais são os rumos que o sr. destacaria para o PRB-RJ?
EL- Fiz uma reunião hoje mesmo (a entrevista aconteceu na segunda-feira, dia 03) com todos os deputados eleitos, com coordenadores da campanha do PRB, com alguns presidentes municipais, enfim, quem participou da coordenação de campanha do partido. O objetivo já é estar de olho para 2016! Teremos uma reunião da Executiva  Nacional nos próximos dias, creio que no final de novembro, para definir qual direção devemos seguir.
Portal PRB – Já que o sr. está de olho para 2016, o que se pode antecipar como meta do PRB-RJ?
EL - Então, já pensamos em lançar o maior número de candidatos a prefeitos nos municípios do Estado. Creio que a meta mínima para 2016 é eleger vereadores em todas as cidades do Rio de Janeiro e lançar o maior número de prefeitos. Tudo isso, claro, desde que se tenha viabilidade política.
Portal PRB – E o Marcelo Crivella está nos planos para 2016?
EL- Eu creio que com a votação que ele teve, inclusive na capital do Rio, ele esteja cacifado para disputar a Prefeitura da cidade. Ele já é um pré-candidato natural, pois ele já mostrou muita força no Legislativo e, eu creio, que chegou a hora de dar uma oportunidade para ele mostrar a sua força e sua capacidade também no Poder Executivo. Com esses 3,5 milhões de votos conquistados, eu creio que seja uma candidatura natural.
Portal PRB – E sobre a bancada feminina? Foi o esperado? O PRB-RJ saiu fortalecido com a vitória de duas mulheres, a Rosangela Gomes para a Câmara Federal, e a Tia Ju para a Assembleia Legislativa…
EL- O projeto foi exatamente esse sim, ampliar a bancada feminina. Nós queríamos mulheres representando mulheres no PRB! E, no Rio de Janeiro, conseguimos a vitória das duas! Em várias reuniões que eu fiz, inclusive na montagem da própria nominata, eu sempre dizia às mulheres que, no PRB, nós queremos mulheres que venham competir. Eu não gosto daquela figura, que infelizmente existe por aí, que é a da “mulher laranja” – aquela  que entra apenas para preencher a cota de gênero, mas não participa de uma disputa verdadeira. No PRB, queremos as mulheres disputando. Enfim, para nós a vitória das mulheres nas urnas é um orgulho! No PRB nós queremos cada vez mais mulheres que disputem de igual para igual e se elegendo, pois a representatividade delas na política precisa aumentar. E, isso é saudável para a própria democracia, já que elas formam o maior eleitorado do País.
Portal PRB – E qual mensagem o sr. deixa para os republicanos e eleitores que tem confiado no PRB?
EL – Logo após as eleições, num sábado pela manhã, eu reuni todos os candidatos, presidentes municipais, toda a equipe, todos que participaram da campanha. O comparecimento foi em massa! Ou seja, mostra o quanto eles estão comprometidos com o PRB. Na reunião eu pude agradecer por cada voto que cada um contribuiu na legenda. Não é fácil ganhar um voto. Ganhar um voto é você ganhar a mente e o coração da pessoa, então não é fácil! Quero agradecer a todos que disputaram as eleições. Agora, agradeço também a todos os que votaram no PRB. Agradeço a cada eleitor que votou no 10. A todos que creram e creem no PRB. Continuem firmes crendo porque nós temos o objetivo de crescer e de representar o povo brasileiro e o povo do Rio de Janeiro. Digo mais: Cabeça erguida! Saímos politicamemte vitoriosos das eleições de 2014. Então, vamos caminhar em frente, rumo a 2016!

REQUERIMENTOS APROVADOS - Requerimentos aprovados na 35ª sessão ordinária‏


Nº 102/14 – Ver Aurimar Mansano - Requer ao Secretário de Segurança Publica do Estado de São Paulo informações sobre instalação de Base de atendimento do “190” no Litoral Norte do Estado de São Paulo.
 REQUERIMENTO Nº 103/14 – Ver Aurimar Mansano - Requer ao Executivo informações sobre o cumprimento da Lei nº 1780/2009, de autoria da Vereadora Silmara Selma Mattiazzo.
 REQUERIMENTO Nº 104/14 – Ver Nilson Lopes da Silva - Requer ao Executivo informações sobre a via pública Rua Antonio José Duarte, novo acesso à região Noroeste compreendendo os bairros Caputera, Ponte Seca, Rio do Ouro e Jaraguazinho.
 REQUERIMENTO Nº 105/14 – Ver Nilson Lopes da Silva - Requer ao Executivo informações sobre licitação para a construção de uma ponte ligando o Bairro Poiares ao CEMUG – Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves.

Projeto de Crivella que coíbe maus-tratos a crianças e adolescentes é aprovado no Senado

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (4), o projeto de lei de autoria do senador, Marcelo Crivella, que obriga as entidades públicas e privadas, sejam clubes, organizações religiosas, escolas e creches, que abriguem ou recepcionem ainda que de forma temporária crianças e adolescentes, a terem profissionais capacitados para identificar sinais de maus-tratos e comunicar os casos suspeitos ou confirmados ao Conselho Tutelar mais próximo.

São considerados maus-tratos, quaisquer atos que causem sofrimento físico ou psíquico indevido, tais como: agressões físicas, psicológicas e sexuais, às sevícias físicas, o abuso sexual, a crueldade mental, a tortura, a negligência, o abandono, a privação de alimentos e o rapto.

Os sinais e sintomas de abuso podem ou não indicar sua ocorrência, mas a possibilidade tem que ser considerada pelos profissionais capacitados. Portanto, qualquer machucado sem explicação consistente, ou em partes do corpo que não são normalmente expostas a quedas ou ao contato esportivo, crianças de pouca idade que apresentem constrangimento para trocar de uniforme com a ajuda da professora, infecções urinárias repetitivas ou dores de estômago sem causa detectada, hematomas, queimaduras, mordidas, fraturas, olho roxo, corte, arranhões e lesões por substância química sem explicação plausível devem ser reportados.

Dentre os sinais de possível abuso sexual, o profissional deverá ficar atento a qualquer alegação feita pela própria vítima ou ainda conhecimento incomum demonstrado em palavras, brincadeiras ou desenhos. 

Deve ainda ser observado, menores que apresentem comportamento  sedutor, que se queixam de pesadelos constantes, tem fobias com conotações sexuais explícitas ou não, anorexia ou bulimia, que possuem ou tenham acesso a material pornográfico. Eles podem ter sido vítimas de abuso sexual. 

Outra forma de reconhecer sinais de abuso emocional é prestar atenção se a criança ou adolescente apresenta injustificada alteração de humor, regressão no aprendizado, ansiedade, agressividade, depressão, nervosismo, obsessão, perda de concentração, olhar perdido no horizonte, fadiga persistente e problemas de relacionamento.

Com relação a negligência, são sinais entre outros, a perda de peso, diminuição de crescimento, roubar e devorar alimentos, solicitar constantemente o lanche de colegas, enfermidades não tratadas, falta de vacinação e dentes estragados. 

O profissional qualificado poderá receber todas as informações da própria vítima, mas independente disso deve estar atento aos sinais. O seu principal papel é observar, ouvir e reportar ao Conselho Tutelar com brevidade.

O profissional capacitado deve dizer à vítima:
1- eu acredito em você
2- obrigado por me contar
3- não é sua culpa
4- estamos aqui para te ajudar

É importante levar em consideração tudo que a vítima reportar mesmo que pareça absurdo. Manter-se calmo e olhar diretamente para o menor e  lembrar que a vítima pode ter sido ameaçada ou subornada para não contar.

AVALIAÇÃO DE PREMIO DE INCENTIVO‏

COMUNICADO
  ALERTAMOS A TODOS QUE A AVALIAÇÃO DE PRÊMIO DE INCENTIVO DEVERÁ SER EFETUADA ATÉ 11/11/2014, EXCETO PARA OS MEDICOS, POIS NÃO RECEBEM PRÊMIO INCENTIVO. FAVOR AVALIAR O MAIS BREVE POSSÍVEL EVITANDO TRANSTORNOS PARA O ULTIMO DIA. TODAS AS AVALIAÇÕES DEVERÃO SER ASSINADAS PELA CHEFIA E PELO SERVIDOR E ENCAMINHADAS AOS RECURSOS HUMANOS PARA ARQUIVO.
 ATENCIOSAMENTE,
 NUCLEO DE RECURSOS HUMANOS – DRS XVII - TAUBATÉ
  
cid:image001.jpg@01CF7662.2C9E7B10
Kátia Cilene Francisco Raimundo

Sucuri 'come' cineasta vivo em programa de TV; ONGs protestam

Originária do trópico da América do Sul, a sucuri é uma das maiores serpentes do mundo.

Um jovem cineasta e aventureiro americano causou polêmica ao se deixar engolir por uma sucuri na Amazônia, filmando a empreitada para um programa de televisão.
"Sou Paul Rosolie, e estou prestes a me tornar a primeira pessoa a ser comida viva por uma anaconda", anuncia, em um vídeo de 30 segundos publicado no Twitter para promover o programa "Eaten Alive" (em português, "Comido vivo"), do Discovery Channel, e que vai ao ar em 7 de dezembro.
A emissora postou no YouTube um trecho do programa e, nele, Rosolie aparece colocando um traje "à prova de serpentes". A roupa foi feita especialmente para que ele pudesse entrar de cabeça no estômago do gigantesco réptil.
A história circulou rapidamente na web, e grupos de defesa dos animais, como o PETA, pediram ao Discovery que não transmita o programa.
"O que quer que o cineasta tenha planejado, provavelmente a serpente sofrerá as consequências, como costuma acontecer quando os animais são usados para o entretenimento", alegou a PETA.
Rosolie garantiu em sua conta no Twitter que "nunca faria mal a um ser vivo" e convidou seus seguidores no microblog a assistir ao programa.
Rosolie divide seu tempo entre Nova York, Índia e Peru. Este ano, publicou um livro sobre suas aventuras e, em 2013, foi premiado por seu curta "An Unseen World".
Originária do trópico da América do Sul, a sucuri é uma das maiores serpentes do mundo. A que aparece no anúncio do programa exigiu pelo menos oito homens para segurá-la.

Como é a vida......

Mesmo condenado e com os seus direitos suspenso o prefeito de Caraguatatuba é matéria de livro em que alunos do curso de pós graduação em gerente de cidades tem como base.




O estado de São Paulo esta virando motivos de brincadeira no face.... kkkk


Coisas de vereadores bandidos

A lei é claro comprar e vender votos é crime. Sendo assim como pode esta circulando comentários nos corredores da Câmara municipal de (...) que tem vereador anunciando que tem R$ 235 mil dólares para a sua eleição da presidência da Câmara Municipal de (....)

Quantos custa 01 (hum) voto para ser presidente da Câmara Municipal de (....)?