ABI - Associação Brasileira de Imprensa

ABI - Associação Brasileira de Imprensa
Liberdade de Expressão e Ética

segunda-feira, 11 de junho de 2012

E agora?

Aconteceu o que eu havia falado e venho falando o PT de Caraguatatuba perdeu os seus melhores apoios e para finalizar terá que caminhar sozinho.... 
E para melhorar o PT não deve eleger nenhum vereador com tem aconteceu nas ultimas eleições.....

Blog do Guilherme Araújo terá uma radio própria na internet 24hs.

E vem ai mas uma novidade!!!
O consultor de negócios e politica Guilherme Araújo esta fechando mas um projeto e desta vez o Blog do Guilherme Araújo terá uma radio própria na internet 24hs.

Quem é Quem Comissão Executiva Nacional do PRB

Marcos Antônio Pereira
Presidente Nacional
George Hilton Cecílio
Presidente do Conselho de Ética
Augusto Henrique Pereira
Presidente do Conselho Fiscal
Antônio Bulhões
Presidente do Conselho Político
Eduardo Lopes
 
1º Vice-presidente
Heleno Silva
 
2º Vice-presidente
Evandro Garla
 
Secretário-Geral
Lúcia Brasil
 
1ª Secretária
Josiel Ferreira da Silva
2º Secretário
Joaquim Mauro da Silva
 
1º Tesoureiro
Adriana Aparecida Bezerra
 
2ª Tesoureira
France Helen Assumpção Neves
Suplente
Raul Batista de Souza
 
Suplente
Tânia Cristina Magalhães
 Suplente
Wanderson Dias Pereira
 
Suplente
Gerson Pereira Passos
 
Vogal
Leny Bernardo dos Santos
Vogal
Sanny Braga de Vasconcelos
Vogal
Eduardo Lopes
 
Líder no Senado Federal
Antônio Bulhões
 
Líder na Câmara dos Deputados 
                                       Liderança do PRB

Câmara dos Deputados, Anexo IV, subsolo, sala 18
CEP 70160-900 Brasília/DF
Telefone: (61) 3215-9880
prb.secretario@gmail.com

O Partido PRB Instituição política democrática, defensora do bem comum e de uma sociedade livre

É com grande satisfação que apresentamos o Partido Republicano Brasileiro - PRB, uma instituição política democrática, defensora do bem comum e de uma sociedade livre, que tem o intuito de promover a gestão orçamentária participativa, conselhos e colegiados municipais, debates e audiências que promovam de fato um governo afinado com a vontade popular.
O PRB nasceu para defender o direito político dos cidadãos brasileiros; para defender os direitos humanos e sociais com a construção de escolas, postos de saúde, hospitais e moradia; para defender os direitos da criança, do adolescente, do idoso; para promover a preservação do meio-ambiente. Prega a liberdade de expressão, os valores da família e, sobretudo, acredita que a administração pública deve estar a serviço dos interesses coletivos.
O PRB defende, entre outros princípios, o pluripartidarismo e a representatividade, como fundamentos relevantes para o fortalecimento democrático, a manutenção dos direitos e das garantias trabalhistas, gerando mais empregos com salários compatíveis com a realidade do brasileiro.
Desse modo, apresentamos a você, brasileira e brasileiro, um novo conceito de partido, pois entendemos que a política é o instrumento essencial para alcançarmos o pleno desenvolvimento da sociedade. Assim, o nosso compromisso político é com a democracia, com a justiça social e com a igualdade de condições e de oportunidades para todos, pois a luta é contínua pelo bem-estar dos cidadãos brasileiros e essa é a inspiração permanente do PRB.
Na certeza de que a mudança no cenário político de nosso País é desejo de todos, o PRB foi criado para unir esforços, especialmente nesse sentido.

Contamos com o vosso apoio.

Um forte abraço.
 
Marcos Pereira
Presidente Nacional do PRB

Programa do Partido Republicano Brasileiro - PRB

O Partido Republicano Brasileiro - PRB, organizado segundo os ditames do sistema democrático representativo consagrado pela Constituição Federal, apresenta-se à sociedade brasileira como instrumento político de promoção do desenvolvimento econômico e social do País e do seu povo, de acordo com os princípios de liberdade, igualdade e fraternidade entre os cidadãos, os quais inspiram, desde o seu nascimento, os movimentos republicanos modernos.

É nosso entendimento que a República, como comunidade de homens livres, deve ser o espaço de realização das aspirações de cada cidadão a uma vida digna, e ao pleno desenvolvimento de suas potencialidades materiais e espirituais. O Estado deve exercer a sua soberania no sentido de assegurar aos cidadãos brasileiros condições efetivas de vencer a pobreza, de reduzir as disparidades de renda e de alcançar a felicidade individual e familiar.


Princípios básicos republicanos:


1. A única fonte legítima do poder político é o voto livre do povo;


2. É intolerável toda forma de discriminação entre os cidadãos, seja de natureza econômica, social, de raça, religiosa ou de qualquer outra espécie;


3. O sistema federativo exige efetivo equilíbrio fiscal entre as unidades que o compõem, devendo ser revertida a tendência dos últimos anos de excessiva concentração tributária e de poderes orçamentários e fiscais pela União;


4. A política econômica deve visar ao desenvolvimento econômico e social, mediante a utilização plena e soberana dos recursos humanos e materiais da sociedade, dentro de critérios responsáveis em relação ao meio ambiente;


5. Os segmentos frágeis da sociedade, principalmente os jovens, os idosos e os portadores de necessidades específicas, devem gozar de atenção especial do Estado.



Objetivo


O PRB tem por objetivo um projeto de sociedade para o Brasil baseado nos princípios republicanos da liberdade individual e de associação para fins pacíficos, da promoção do Estado do bem estar social com base no desenvolvimento sócio-econômico auto-sustentado segundo as potencialidades do País, e na garantia do direito ao trabalho remunerado alicerçado em forte compromisso do Estado de criação das condições macroeconômicas de pleno emprego, conforme preceitua a Constituição da República.


Da Política


O sistema político de representação democrática, derivado dos ideais republicanos históricos, deve ser complementado, em termos contemporâneos, por mecanismos de efetiva participação republicana nos negócios públicos, mediante aproximação entre a esfera política e a vida social, de forma a assegurar a vigilância cidadã sobre os procedimentos dos agentes públicos na condução das atividades do Estado.


Do Estado


O PRB considera dever do estado assegurar a todos os cidadãos e seus dependentes os direitos sociais consignados na Constituição Federal, para o que é essencial garantir condições adequadas e dignas de remuneração de pessoal, assim como de investimento e de custeio, às corporações estatais de execução de políticas públicas encarregadas constitucional e legalmente de responder pelo serviço público em todo o território nacional.


Do Trabalho


O direito ao trabalho remunerado, como única fonte de sobrevivência digna para os que nasceram sem herança, é entendido como em pé de igualdade com o direito à propriedade privada, sendo dever do Estado garantir as condições macroeconômicas capazes de assegurá-lo a todos os cidadãos aptos e dispostos a trabalhar.


Da Economia


É dever do Estado promover o desenvolvimento econômico do País e criar as condições macroeconômicas para que, em regime de capitalismo regulado, e combinando a força da iniciativa privada com o planejamento estratégico indicativo governamental, todo o potencial material e humano da sociedade seja mobilizado, seguindo critérios razoáveis de responsabilidade ambiental, para a criação de renda, de riqueza e de postos de trabalho, com adequada retribuição do capital e do trabalho, e sob o ordenamento de um sistema fiscal e tributário moderno, justo e eqüitativo.


Da Educação


O Estado deve assegurar ao povo educação básica gratuita, seja por meio de uma estrutura educacional própria, seja por meio de estruturas privadas devidamente regulamentadas. O ensino de qualidade, em todos os níveis, com remuneração adequada de professores e pessoal auxiliar, é o principal instrumento para a ascensão social, pelo que deve figurar entre as prioridades nacionais.


Da Saúde


O Estado deve assegurar a todos os brasileiros, assim como a estrangeiros que se encontrem em território nacional, um eficiente e universal sistema público de saúde.


Da Moradia


Todo cidadão brasileiro deve ter acesso à propriedade privada e à moradia digna. O Estado deve garantir o acesso facilitado a linhas de crédito adequadas para aquisição de casa própria, em especial nos segmentos de renda média e baixa.


Das Relações Internacionais


As controvérsias internacionais devem ser resolvidas de forma pacífica, o que implica repúdio à guerra como meio de solução de conflitos internacionais.


Da Defesa


Às Forças Armadas devem ser garantidos os meios para cumprir o seu papel de defensora da Nação, com digna remuneração de seus servidores e de adequado equipamento. O PRB defende um orçamento estável de Defesa, que inclua suficiente provisão para a pesquisa e para o desenvolvimento científico e tecnológico, cujas conquistas possam ser revertidas em favor da indústria civil.


Da Religião


O PRB defende a liberdade de crença e a liberdade de culto. Ninguém deve ser preterido ou preferido em função de sua opção religiosa.

Benefício para as pessoas que têm gagueira Deputada Rosangela Gomes apresenta projeto que cria a "Lei do Gago" no Rio de Janeiro


 
RIO DE JANEIRO (RJ) – A deputada estadual Rosangela Gomes (PRB) desenvolveu um projeto denominado “Lei do Gago”, que cria a concessão de descontos na tarifa de telefone dos cidadãos portadores de distúrbios na fluência e na temporalização da fala. O projeto se estende tanto para o serviço de telefonia fixa, quanto para o de celular. De acordo com a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o texto deve entrar em pauta para votação em breve.

Recentemente, Rosangela Gomes se reuniu com representantes da Associação Brasileira da Gagueira (ABRA Gagueira) para conhecer a necessidade do grupo e para desenvolver o projeto “Lei do Gago”. A fundadora da instituição, Daniela Zackiewicz, comentou a ausência de políticas públicas neste sentido. “A gagueira tem uma base hereditária, neurológica e o componente emocional piora muito mais a situação. É bom saber que existe uma parlamentar interessada em uma parceria para mudar a visão da sociedade sobre um caso tão importante.”

Para a deputada do PRB, o encontro revelou o real sentido da deficiência e refletiu a situação das pessoas gagas no dia a dia. “Elas sofrem ‘bullying’ ao serem discriminadas por conta da dificuldade na fala, principalmente quando são expostas ao público”, disse Rosangela Gomes.

Após a reunião, o grupo decidiu lançar uma enquete online (www.abragagueira.org.br) para saber se as pessoas concordariam ou não com a criação do projeto de lei. No encontro também estavam presentes a professora Leila Nagib, mestre na área de fonoaudiologia da Faculdade de Medicina UFRJ; e três representantes da ABRA Gagueira no Rio de Janeiro: Renato Teixeira (Niterói), Roberto Alexandre (Rio de Janeiro) e Luiz Fernando (Teresópolis).

ABRA Gagueira é uma organização não governamental que não possui fins lucrativos. Desde 2001, a instituição tenta defender, elevar e garantir uma melhor qualidade de vida para as pessoas que gaguejam.

Superintendente do Ministério da Pesca quer analisar projeto que regulamenta setor em MT Marlene Assunção, que tomou posse recentemente, vai realizar uma grande avaliação da atividade no estado


 
CUIABÁ (MT) – A nova superintendente do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) em Mato Grosso, Marlene Assunção, disse que o seu setor é fundamental para o desenvolvimento econômico do estado. A dirigente falou sobre um projeto de lei, regulamentando a atividade pesqueira, que tramita na Assembleia Legislativa. Pelo texto, o portador da carteira de pescador amador poderá realizar somente a modalidade de “pesque e solte”, enquanto o profissional terá “uma redução do limite permitido” para sua produção mensal.

Marlene Assunção disse que vai analisar a proposta para saber se cabe uma discussão sobre o assunto. “Há secretarias que cuidam da legislação ambiental, mas em toda proposta cabe discussão. Temos que debater o tema com pessoas que possam contribuir no campo das ideias, até que se chegue a um encaminhamento que seja bom tanto para o trabalhador quanto para o ambiente em que vivemos”, pontuou.

O primeiro passo da nova superintende do MPA, que foi empossada na semana passada, será a realização de uma grande avaliação de como está o setor em Mato Grosso. Marlene ressaltou que quer conhecer todas as demandas do segmento. “Podem ser criadas novas políticas de implantação e podemos propor algo para inovar.”

Segundo ela, a orientação do ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, é que o órgão existe por causa do pescador, não o contrário. “Temos o compromisso de agir para que o trabalhador desse segmento seja um profissional bem assistido. Com isso, Mato Grosso e o Brasil saem ganhando.”

O vereador de Cuiabá Washington Barbosa (PRB) pediu apoio do ministério para a região. “Hoje contamos com 8.893 pescadores ativos em 19 colônias espalhadas pelo estado. Precisamos somar forças para garantir políticas públicas e sustentabilidade a essa categoria”, disse o parlamentar republicano.

Popó é homenageado na Câmara Deputado recebe voto de louvor pela vitória na luta que encerrou sua brilhante carreira no boxe


 
BRASÍLIA (DF) – A Câmara dos Deputados registrou em seus anais um voto de louvor em homenagem ao deputado Acelino Popó, como homenagem pela “ilustre vitória na luta de encerramento de sua carreira como boxeador”. Popó se despediu dos ringues com um inquestionável nocaute técnico sobre o desafiante Michael Oliveira, de 22 anos. Apesar da pouca idade, Oliveira tem uma carreira que chama a atenção com apenas uma derrota em 18 lutas – esta foi apenas a primeira derrota do pugilista.

Em um dos momentos mais marcantes da despedida oficial de Popó, o lutador, abraçado ao filho no centro do ringue, dizia: “Essa é pra você meu filho.” Popó aceitou retornar ao boxe após cinco anos, encerrando uma carreira brilhante de tetracampeão mundial com 39 vitórias (33 nocautes) e somente duas derrotas.

Popó volta agora a se dedicar ao mandato parlamentar no qual tem tido uma atuação destacada em defesa do esporte nacional e na proteção aos atletas brasileiros. Presidente da Frente Parlamentar Mista, o deputado pela Bahia apresentou quatro projetos ligados ao setor. Dentre eles, a regulamentação da atividade de Artes Marciais Mistas (MMA, em inglês) e a criação de uma medida para preservar a saúde do profissional de luta.

O esporte, por sinal, é uma das prioridades do PRB. No Distrito Federal, por exemplo, o secretário da pasta é republicano. Célio René é o primeiro ex-atleta a ficar à frente da secretaria de Esporte local. Carateca, seis vezes campeão brasileiro e detentor de quatro títulos panamericanos, Renê tem dedicado sua gestão a integração das comunidades em áreas esportivas, como as Vilas Olímpicas, unindo projetos de qualificação profissional e educacional com atividades físicas.

São João das Duas Pontes terá projeto “Mãos que Fazem” Iniciativa beneficia mulheres com filhos pequenos em contexto de vulnerabilidade social


 
SÃO PAULO (SP) – A prefeita de São João das Duas Pontes, no interior paulista, Nilza Bozeli Cezare (PRB), acompanhada da presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira dama de São Paulo, Lu Alckmin, assinou o termo de convênio do projeto de geração de renda “Mãos que Fazem”. A iniciativa beneficia uma faixa da população que almeja a geração de renda sem mudanças drásticas na sua rotina, pois trata de mulheres com filhos pequenos em um contexto de vulnerabilidade social.

“A mulher cada vez mais tem assumido a responsabilidade de prover o sustento da família, a ganhar força no mercado de trabalho, mas, na maioria das vezes, se depara com as barreiras da baixa escolaridade e desqualificação profissional”, defende o projeto. Para fazer frente a esta demanda, o Fundo Social de Solidariedade criou o projeto de geração de renda “Mãos que Fazem”.

Para oferecer melhoria na qualidade de vida dessas famílias, o projeto estimula e apoia ações voltadas a atividades produtivas para a mulher, contribuindo para o fortalecimento das organizações comunitárias, o crescimento da economia local e a criação de alternativas de trabalho. O resultado é uma melhoria da qualidade de vida da população em situação se exclusão.

Fundação Republicana Brasileira realiza curso de formação política no Maranhão Evento aconteceu na Assembleia Legislativa, em São Luís, e foi assistido por centenas de militantes


 
SÃO LUÍS (MA) – O PRB do Maranhão reuniu aproximadamente 500 militantes para o Curso de Formação Política, da Fundação Republicana Brasileira, no auditório da Assembleia Legislativa. O curso foi ministrado pelo cientista político e professor Leonardo Barreto, que abordou temas de relevância social como noções de organização do estado brasileiro, republicanismo e participação da mulher na política.

Também participaram da iniciativa o presidente regional do PRB-MA, deputado federal Cleber Verde; o deputado estadual Marcos Caldas (PRB);  o chefe da Casa Civil do Maranhão, Luís Fernando da Silva; o superintendente da Pesca e Aquicultura, Júnior Verde; o secretário estadual da Pesca, Dayvson Franklin; além de 42 prefeitos. O Curso de Formação Política segue percorrendo os estados brasileiros e o próximo será realizado no Pará, no dia 23 deste mês.

Inflação perde força em seis das sete capitais pesquisadas Informação foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV)

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) atingiu 0,43% na primeira semana de junho, encerrada no último dia 7. A taxa mostra uma queda de 0,09 ponto percentual sobre a apuração anterior, segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Das sete capitais pesquisadas, apenas Brasília apresentou acréscimo, passando de 0,4% para 0,42%. Embora as demais capitais tenham apresentado índices menores do que os do fechamento de maio, os aumentos mantêm-se mais altos em duas localidades: Salvador (de 1,01% para 0,78%) e Recife (de 0,86% para 0,75%).

No Rio de Janeiro, o IPC-S ficou em 0,4% ante 0,46%. Em Porto Alegre, a alta foi bem menos intensa com 0,22% ante 0,4%; em São Paulo, 0,39% ante 0,43% e em Belo Horizonte, 0,35% ante 0,39%.

Dois dos oito grupos de despesas pesquisados tiveram redução na taxa com destaque para transportes (de -0,11% para -0,39%). Entre os motivos que levaram a essa queda estão os preços dos automóveis que caíram na média de 0,9% para 2,08%.

Em comunicação, também houve diminuição mais acentuada do que na última pesquisa (de -0,13% para -0,18%) e, nesse caso, o resultado reflete a queda da mensalidade de TV por assinatura (de 1,02% para 0%).

A maior taxa foi registrada no grupo despesas com alta de 3,63%, mas ligeiramente inferior à pesquisa passada (3,73%). Essa oscilação foi influenciada pela ração animal (de 1,02% para 0,05%). No grupo saúde e cuidados pessoais, a taxa passou de 0,7% para 0,54% com os preços dos medicamentos em alta de 0,67% bem abaixo da anterior (1,42%).

Em vestuário, o IPC-S subiu 0,65% ante 0,93% e no grupo educação, leitura e recreação (de 0,23% para 0,14%). Nesse grupo o destaque foi o valor dos ingressos em teatros e outras salas de espetáculos com variação de 0,44% ante 0,85%.

O único índice cuja elevação foi acima da apuração anterior foi o do grupo alimentação (de 0,61% para 0,76%), provocada pelo aumento de preços das hortaliças e legumes (de 6,26% para 10,23%).

Os cinco itens que mais influenciaram o IPC-S foram: cigarros (de 9,19% para 8,51%); tomate (de 14,57% para 27,18%); refeições em bares e restaurantes (de 0,67% para 0,72%); taxa de água e esgoto residencial (de 1,94% para 1,89%); e aluguel residencial (de 0,67% para 0,7%).

Senador pede mais investimentos em Educação Eduardo Lopes adverte que Brasil corre riscos em um futuro próximo se não priorizar o ensino


 
BRASÍLIA (DF) – Em discurso no plenário do senado, o parlamentar republicano Eduardo Lopes (RJ) voltou a pedir mais investimentos na educação, apontada como instrumento capaz de alavancar e sustentar o desenvolvimento pessoal e social. “Estamos vivendo a ‘Era do Conhecimento’. É dever das autoridades públicas trabalhar pela democratização do ensino público de qualidade”, advertiu o senador republicano.

Durante seu pronunciamento, Lopes citou editorial do jornal ‘O Estado de São Paulo’ que analisou dados do ensino médio brasileiro. “Os números são inquietantes: 13,1% dos estudantes do ensino médio das redes pública e privada foram reprovados em 2011”, alertou o senador.  Para Lopes, tais números carregam um significado muito triste para o Brasil. “Eles demonstram que mais de 13% dos estudantes matriculados no ensino médio nacional não sabem ler, escrever e calcular com um mínimo de aptidão”, avaliou.

Mesmo admitindo que a diminuição da evasão escolar em 2011, quando comparada com a de 2010, é uma boa notícia, Lopes alerta que, sem mais investimentos na Educação, o Brasil terá graves problemas no futuro. “Nós temos que investir na educação. Precisamos fazer acontecer de forma estratégica esse imenso potencial jovem do nosso País. Defendo um modelo capaz de estimular a formação de indivíduos autônomos e críticos, aptos a construir um Brasil verdadeiramente justo, fraterno e próspero”, concluiu.

Reunião com os presidentes regionais do PRB Jovem Foi apresentada a nova identidade visual da militância e debatidas metas para as eleições deste ano


 
BRASÍLIA (DF) – O presidente nacional do PRB Jovem, deputado Evandro Garla (PRB), se reuniu com os presidentes regionais da militância na sede do partido, na capital federal. Na pauta, vários assuntos foram abordados. Em destaque, a nova identidade visual do PRB Jovem, além de metas e diretrizes que serão utilizadas na campanha eleitoral de 2012.

Inicialmente o presidente convidou militantes do PRB Jovem para apresentação da nova camiseta da militância, que será utilizada como padrão. Em seguida, apresentou a nova logo do PRB Jovem e do PRB institucional, orientando todos os presidentes regionais a utilizar a nova identidade visual definida pelo partido.

Na oportunidade, Evandro falou sobre a rede social do partido, a Rede 10, que surgiu por iniciativa do presidente nacional do PRB, Marcos Pereira. O dirigente preparou essa nova ferramenta de comunicação republicana com o propósito de integrar os filiados de todo o Brasil, por meio de debates, troca de experiências, compartilhamento de fotos, vídeos e notícias do PRB em cada cidade.

Evandro Garla falou aos presidentes sobre a necessidade de se divulgar e participar ativamente da rede social, com empenho e presença na comunidade. “Este é o novo canal para debater e apresentar propostas de políticas públicas para a juventude. Vamos, neste primeiro momento, convidar toda a militância do PRB Jovem para acessar a rede”, finalizou o presidente.

Na sequência, o deputado Evandro Garla apresentou aos presidentes regionais as metas e diretrizes que serão utilizadas na campanha eleitoral de 2012. Durante a reunião, foram esclarecidas dúvidas e houve orientação sobre qual será o procedimento do PRB Jovem na campanha de prefeitos e vereadores, com o intuito de melhorar o trabalho desenvolvido por cada região.

O presidente ressaltou ainda a importância do comprometimento de todos nas eleições deste ano. “Estamos trabalhando para eleger candidatos a prefeito em três capitais: São Paulo, Salvador e Maceió, além de 1400 vereadores e 100 prefeitos”, finalizou. Dentre os presidentes regionais do PRB Jovem, estavam presentes Jean Madeira (SP), Júlio Santos (PE), Thiago Magalhães (DF), Luiz Carlos Souza (BA), Jair Heuert (GO), Rui Alves (MS), e Dayvid Windson (RS).

Punição a prefeitos que não instalem Conselhos Tutelares Parecer de Antônio Bulhões em defesa da criança é aprovado na CCJ


 
BRASÍLIA (DF) – A Comissão de Constituição e Justiça, da Câmara dos Deputados, aprovou o relatório do líder do PRB, Antônio Bulhões, favorável ao projeto que pune prefeitos que deixarem de garantir, na previsão orçamentária municipal ou na sua execução, os recursos necessários ao funcionamento do Conselho Tutelar em sua cidade. Em defesa do mérito do projeto, o republicano destacou que é dever do município, por determinação contida nos art. 132 e 134 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), instalar e prover o regular funcionamento do Conselho Tutelar. “Entretanto, muitos só o fazem depois de instados pela Justiça”, lembrou.

O parlamentar criticou os chefes de executivo municipais que não contemplam em seus orçamentos a dotação específica para o Conselho Tutelar: “Ou quando o fazem, consignam dotação simbólica ou repassam a verba para outros fins. De sorte que, há municípios que o órgão sequer foi instalado!” Segundo o líder, diante desse quadro, o Ministério Público tem ingressado em juízo para compelir os executivos municipais a criar e formar os Conselhos Tutelares, em atendimento a determinação legal. “Hoje, tramitam na Justiça centenas de ações civis públicas para que os executivos municipais façam a devida previsão orçamentária e providenciem instalações, pessoal de apoio e meios adequados para o funcionamento dos Conselhos”, afirmou

 Segundo Bulhões, o projeto em análise pode efetivamente tirar do papel vários conselhos tutelares, possibilitando que uma série de ações infrações ao ECA, e consequentemente, á criança,. Sejam coibidas. “Os Conselhos Tutelares são uma das principais ferramentas para a infância com dignidade. Qualquer medida que possibilite suas instalações e seu funcionamento de forma plena é meritória e deve ser estimulada."

Eleições Calendário Eleitoral 2012 Datas importantes no 1º semestre


 
BRASÍLIA (DF) – 2012 é ano de eleições municipais no Brasil. Os mais de 136 milhões de eleitores devem ir às urnas, no dia 7 de outubro (em primeiro turno), para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos mais de 5,5 mil municípios do País. O Tribunal Superior Eleitoral já aprovou o Calendário Eleitoral que vai nortear o pleito.

A partir do dia 7 de abril, todos os programas de computador utilizados nas urnas eletrônicas para os processos de votação, apuração e totalização, poderão ter suas fases de especificação e de desenvolvimento acompanhadas por técnicos indicados pelos partidos políticos, pela Ordem dos Advogados do Brasil e pelo Ministério Público.

10 de abril marca o início do prazo a partir do qual fica vedado aos agentes públicos fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.

Já no dia 9 de maio termina o prazo para o eleitor requerer sua inscrição eleitoral ou pedir transferência de domicílio. 9 de maio também é o último dia para o eleitor que mudou de residência dentro do município pedir alteração no seu título eleitoral, e para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para Seção Eleitoral Especial.

De 10 a 30 de junho acontecem as convenções partidárias para escolha dos candidatos que vão concorrer aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nos mais de 5,5 mil municípios brasileiros.

Desde o dia 1º de janeiro está proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior, bem como os programas sociais executados por entidade nominalmente vinculada a candidato ou por esse mantida, ainda que autorizados em lei ou em execução orçamentária no exercício anterior.

O calendário também prevê que, a partir do primeiro dia do ano, todas as pesquisas eleitorais realizadas devem ser registradas, no Juízo Eleitoral competente para o registro das respectivas candidaturas, as informações previstas em lei.

TSE publica guia com perguntas e respostas sobre o processo eleitoral brasileiro Cartilha foi elaborada pela Assessoria de Imprensa e Comunicação Social


 
BRASÍLIA (DF) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com o objetivo de informar o eleitor quanto ao funcionamento do processo eleitoral brasileiro, lançou a cartilha Perguntas e respostas – Guia do Eleitor, elaborada pela Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da Corte.
Em outubro de 2010, material semelhante foi produzido com 145 respostas a questionamentos específicos sobre o período eleitoral. Na edição atual, conceitos e procedimentos de todo o universo do processo eleitoral foram abordados em 120 perguntas e respostas.
Plebiscito e referendo
A publicação tem um capítulo que esclarece as formas de exercício direto da soberania popular plebiscito e referendo, e explica as nuances de cada um. “A diferença principal entre os dois institutos é que o plebiscito é uma consulta prévia feita à população sobre a possibilidade de se adotar uma lei ou um ato administrativo, de modo que os cidadãos possam aprovar ou rejeitar as opções que lhe são propostas. O referendo é uma consulta feita à sociedade após aprovação de uma lei ou um ato administrativo, cabendo à população aceitar ou não a medida”, diz o texto.
Partido Político
O guia aborda, ainda, conceito e informações sobre partido político: regras para a criação de partido, filiação e desfiliação partidária, fundo partidário, entre outros. “Partido político pode ser definido como uma entidade formada pela livre associação de pessoas, com uma ideologia em comum, cujas finalidades são assegurar, no interesse do regime democrático, a autenticidade do sistema representativo e defender os direitos humanos fundamentais”, esclarece a publicação.
Outros temas
Mais temas de interesse do eleitor são tratados no guia: votação no exterior, propaganda eleitoral, conduta vedada a agentes públicos, coligação e convenção partidária, justificativa eleitoral e informações sobre eleitores e candidatos.

Entrevista da Semana Jean Madeira (Presidente do Grupo Força Jovem Brasil)

 

Sem Parar, continuando sempre!

No início parece só mais um show. Um daqueles eventos que atraem jovens aos milhares, mas que terminam com a inevitável sensação de “déjà vu”.  De mais do mesmo. No entanto, quem participa de um encontro da Força Jovem cedo é tomado pelo sentimento de que algo de novo, de provocador, de diferente está acontecendo naquele momento. Uma experiência de fazer parte de uma grande onda do bem. De integrar uma cadeia de gente que quer mudar o mundo e sabe que isso é possível. Se a proposta então é conter um mal social da dimensão do crack, não há como ficar insensível. E aí é só responder: “Não, não pare! Sim, continue!”, para você se sentir definitivamente tocado pela FORÇA JOVEM.  Um dos responsáveis por essa “piração” do bem, Jean Madeira, mostra, até em entrevista, como é bom em mobilizar. E como mobilizar pode ser bom.

1 - Todos os números relativos à Força Jovem são grandiosos. Quais as suas perspectivas com relação ao futuro do movimento?

Jean Madeira – Realmente os números são impressionantes. O que desmente aquela velha tese sobre o desinteresse dos jovens.  O jovem é atuante, sim. E participativo, desde que veja a possibilidade de obter resultados. Hoje temos 300 mil pessoas participando do movimento. Em oito anos, quatro de atuação efetiva, foram beneficiadas mais de 2 milhões de pessoas, nos nossos trabalhos de combate ao uso de drogas e ressocialização dos usuários. Nossa meta agora é estabelecer essa rede de jovens atuando como voluntários nos grandes eventos nacionais que se aproximam, como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Capacidade para tanto já demonstramos. Hoje, o “Driblando o crack nas escolas” é uma das referências no enfrentamento à questão. Então, temos como meta manter o apelo, reforçar o número de participantes e ampliar essa rede de mobilização.  

2 - Essa conscientização do jovem pode ser vista como uma atuação política. De que forma provocar esse interesse por uma atividade tão questionada como a política?

Jean Madeira – Simplesmente trabalhando o jovem não como massa de manobra, mas como o formador de opinião que ele é. Costumo dizer que trabalhamos com o jovem do ombro para cima. Com a cabeça dele, provocando-o, respeitando-o, escutando-o. Se você trabalha dessa forma a juventude, os resultados costumam ser mais do que positivos. Esse é o ideal da Força Jovem. Se tornar forte com o jovem, pelo jovem. E não usando o jovem.

3 - E qual é o seu segredo para ser um mobilizador da juventude?

Jean Madeira – Não existe segredo. Existem empenho e dedicação de inúmeros colaboradores que acabam contagiando outros recém-chegados como colaboradores, em uma rede de mobilização. Uma corrente do bem. Um viral de boas expectativas e de objetivos em favor da cidadania. Todos os dias, atendemos jovens que foram maltratados de alguma forma pela sociedade. Ou que não encontram canais para se expressar. Oferecemos esses canais. Temos ex-usuários de drogas trabalhando na interlocução com esses usuários. Eles conversam no mesmo tom, usam os mesmos símbolos. Isso facilita a comunicação. E comunicar é tornar comum, inclusive os objetivos.

4 - Seu trabalho acaba de ser reconhecido com a realização de sessão solene na Câmara dos Deputados. Como o senhor avalia essas homenagens?

Jean Madeira – Esse reconhecimento é uma prova de que querer é poder e poder é conseguir. Nossa mobilização mostrou que é possível bater asas no norte do País e provocar um furacão no sul. Já obtivemos esse reconhecimento via Câmara dos Vereadores de São Paulo, da Assembleia Legislativa do Estado e agora no Congresso Nacional. Só falta a ONU (risos). Brincadeiras à parte, isso é uma demonstração de que sozinho pode até se chegar mais rápido. Mas junto, se vai mais longe. Estamos trabalhando juntos nesse caminho e ele promete nos levar bem longe.

5 - O uso de novas tecnologias, como as redes sociais, tem se mostrado importante para esse trabalho?

Jean Madeira – Claro que sim. Hoje em dia não vejo o jovem tão ligado, por exemplo, na TV, como era pouco tempo atrás. Todos os jovens, pelo menos nos centros urbanos onde isso é possível, estão de alguma forma participando de redes sociais. Isso é claramente um fator favorecedor para divulgação de mensagens e troca de experiências. Observe que, ainda há pouco, eu estava me deslocando em São Paulo, preso na nossa triste rotina de engarrafamentos colossais. Pois enquanto eu demorava cerca de uma hora nesse deslocamento, recebi cerca de 50 e-mails, que pude responder. Mas, além da facilitação, as redes também são importantes porque extrapolam limites impostos por bandeiras. Hoje, os jovens que entram em contato conosco não estão ligados a determinadas classes sociais, grupos religiosos, ou ideológicos. Há só uma bandeira: a solidariedade.

6 - O sucesso de seu trabalho, como não poderia deixar de ser, acabou lhe dando uma projeção que resultou em um convite para exercer um mandato político. Não teme que possa haver críticas por conta disso?

Jean Madeira – De fato, sou pré-candidato a vereador, mas todos que conhecem a Força Jovem sabem que nunca trabalhei visando cargo político. Chances já houve e muitas. São 17 anos trabalhando em mobilização. Foi feito um convite pelo partido. E eu pensei: claro que posso agregar valor ao trabalho de mobilização dos jovens, podendo influenciar em votações e apresentar propostas e projetos. Esse é o objetivo. Nunca deixarei que essa experiência, se vier a se transformar em realidade, atrapalhe os trabalhos da Força Jovem. Só se for para somar. Nunca para dividir ou subtrair.

7 - O jovem precisa da política ou a política precisa mais do jovem?

Jean Madeira – O jovem precisa muito da política. O jovem precisa ser cada vez mais politizado. Acredito que foi a ausência dessa politização da juventude que provocou a permanência de determinados hábitos no mundo político. Essa participação deve ser feita de forma ordenada. Como diz o lema de nossa bandeira: Ordem e Progresso.

8 - Voltando à questão do combate às drogas. O Brasil está no caminho certo no enfretamento ao problema?

Jean Madeira – Eu particularmente parabenizo a presidente Dilma pelo programa “Crack, é possível vencer”. É importante ver o governo adotando uma posição e elegendo um dos mais graves problemas sociais e de saúde que ameaçam o País como prioridade. No entanto, lembramos que não basta a campanha publicitária. Outras ações devem vir ancorando o programa. O Brasil está apenas começando. Acho importante que essa campanha leve em consideração a experiência, por exemplo, da Força, nessa questão. Nós estamos colaborando. É só abrir a porta que a gente entra. E entra com experiência, com motivação, porque nós queremos acabar com o crack no Brasil E nós vamos conseguir.

9 - Ser 10 para o senhor é...

Jean Madeira – É ser jovem. É ser descolado. É ser formador de opinião. Mas ser 10 é principalmente a totalidade. E só é possível alcançar essa totalidade pensando no próximo. Por isso, ser 10 é pensar no próximo.  

Procura-se o SOL

Globo - Fantástico - Namorado repete o melhor pedido de casamento de tod...

Praça Cândido Motta recebe sábado show gratuito do cantor Patrick Dimon

Os amantes da boa música puderão conferir na noite de sábado (9/6/2012) a apresentação do músico grego Patrick Dimon, que cantou em seis idiomas. O show especial em comemoração ao Dia dos Namorados será na Praça Cândido Motta, a partir das 21h.

O cantor traz sucessos como “Pigeon Without a Dove”, tema da novela global “Pai Herói” (1979) e “Eternal Love”, da novela “Os ricos também choram” (SBT - 2004). A classificação do show é livre e tem duração aproximada de 90 minutos.

Prefeitura irá protocolar sugestões para alterar traçado

Moradores dos bairros Cidade Jardim, Jardim Terralão e Canta Galo foram os que mais fizeram uso da palavra para questionar o projeto, principalmente com relação às desapropriações para que a obra saia do papel. O prefeito de Caraguá, Antonio Carlos da Silva, afirmou que o Governo Municipal também não concorda com pontos do projeto apresentado, mas a nova estrada precisa ser construída.
“A prefeitura vai protocolar nos próximos dias uma proposta de alteração do traçado para diminuir ainda mais as desapropriações. Nós temos comprometimento com a habitação e políticas públicas para todos os moradores da cidade e ninguém vai perder seus direitos e ter prejuízos. Essa obra é muito importante para Caraguá e o governador Geraldo Alckmin teve sensibilidade em priorizar os contornos antes da duplicação do trecho de serra da Rodovia dos Tamoios”, garantiu Antonio Carlos.
O secretário adjunto de Urbanismo, Paulo André Cunha Ribeiro, informou que a prefeitura pretende sugerir o deslocamento do traçado no trecho dos bairros Cidade Jardim 2, Jardim Terralão e Casa Branca para que nenhuma casa seja afetada. Além disso, será sugerida a duplicação da SP-55 na altura do bairro Casa Branca até o Massaguaçu e a compensação ambiental do empreendimento com investimento no Parque Natural do Juqueriquerê, cujo projeto já está pronto.
Nas considerações finais, Ana Maria Iversson disse que o projeto ainda passará por alterações antes de ser aprovado pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema). Segundo a coordenadora, a audiência pública constatou que o custo social do empreendimento foi considerado alto tanto pela população quanto para a prefeitura de Caraguá. “Vamos estudar uma forma para que a obra ocorra com impactos menores, já que a construção da estrada é necessária”, afirmou.

Contorno Norte é criticado e Caraguá apresenta alternativas para aprimorar projeto


Na noite da última terça-feira (5/6/2012), o Teatro Mario Covas ficou lotado durante o encontro que discutiu o Estudo de Impacto e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) da obra do Contorno Norte de Caraguatatuba a Ubatuba, de responsabilidade do DER (Departamento de Estradas e Rodagem) e Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A).
O projeto apresentado pelo Estado prevê 6 km de estrada em pista simples, com velocidade máxima de 80 km e um túnel de 410 metros. O cronograma estabelece que a licença prévia seja em agosto de 2012, a licença de instalação nos primeiros meses de 2013 e o início das obras ainda no primeiro trimestre do mesmo ano.
Durante quase três horas, o corpo técnico da empresa responsável pelos estudos da obra explanou o documento para o público. O Contorno Norte passa por estudos de traçados pelo DER desde 1990 e tem o objetivo de levar os motoristas que descem a Rodovia dos Tamoios sentido Caraguá para a SP-55 (Rodovia Rio-Santos), após a área central do município, no km 99, nas proximidades dos bairros Casa Branca e Olaria, altura da Martin de Sá.
A coordenadora da JGP Consultoria (uma das empresas responsáveis pela elaboração do EIA/Rima), Ana Maria Iversson, explicou que as alças de acesso aos Contornos Sul (até São Sebastião) e Norte estão previstas para serem implantadas no bairro Ponte Seca e que, com isso, haverá desapropriações para que as estradas sejam implantadas. Ela disse que as edificações afetadas no bairro caíram de 78 para 52, número que poderá diminuir ainda mais com as propostas protocoladas e enviadas pela prefeitura de Caraguá.
Ana Maria disse ainda que o EIA preliminar previu que 352 edificações serão afetadas, mas que o estudo atual apontou 279, sendo que 190 poderão ser desapropriadas pelo valor de mercado e outras 89 são reassentamentos. “O empreendimento será considerado viável quando todos os trâmites forem concluídos como o cadastro das famílias e o levantamento exato das residências a serem desapropriadas. A obra não começa sem que as famílias recebam as indenizações ou reposições habitacionais”, acrescentou a coordenadora da empresa de consultoria.

Guilherme Araújo apresenta novidades para uma nova gestão com o PRB, muitas mudanças vão acontecer, vejam quais serão as nossas prioridades:



Transportes públicos: será constituída a secretaria de transportes e extinta a secretaria de transito, essa secretaria vai se transformar em uma diretoria dentro da secretaria de transportes. Essa diretoria tem a responsabilidade de refazer os itinerários e horários e será obrigatório ter no mínimo 01 (um) ônibus circulando nos horários de 00h00min a 05h00min.

Saúde: concursos públicos e contratação emergencial de médicos e profissionais da saúde, construção de 01 (um) hospital municipal de base, 01 (uma) policlínica especializada em pediatria, mulher e geriatria com atendimento 24horas;

Funerária: uma funerária municipal e os munícipes terão os sepultamentos gratuitos desde que tenha o rendimento de 01 (um) salário mínimo vigente;

Funcionários públicos: plano de carreira e melhor salário, concursos em todas as áreas.

Educação: regularizar os salários dos profissionais da educação tendo como base os mesmo salários que são pago São Sebastião com, mas 5% em gratificação e que os professores possam manter os acumulos com mais de 64 horas.

Afrah Modas traz novidades em setembro para você


A Afrah modas traz para você:
Várias promoções em toda loja (exceto lançamentos) com descontos de até 70% (espartilhos, camisetas, baby dool e pijamas).
Aproveite e visite a Boutique Erótica com várias opções e novidades para aquecer o seu relacionamento.
Afrah Modas (Moda Íntima e Boutique Erótica) 3883-4720
A loja que revolucionou a Moda Íntima.

"Agora é Guilherme Araújo"


"Agora é Guilherme Araújo"
"Caraguá tem que mudar, para mudar a maneira de Governar"

Caraguatatuba precisa de reformas políticas urgentes


Gostaria de alertar que a nossa Caraguatatuba necessita, com urgência, de reformas essenciais como a Executiva e Legislativa.
Faltam também planos estratégicos, sobretudo para as áreas da educação, cultura, saneamentos básicos e transporte.
Ora, se é difícil fazer grandes reformas e grandes planos estratégicos, podemos, pelo menos, avançar aos poucos na hora de votar e escolher melhor os nossos gestores
O que não podemos é continuar parados, sem avançar nas reformas que agora parecem adiáveis, mas serão vistas como urgentes, quando chegar à próxima crise.
O PRB conta com você na hora de você escolher na urna o seu candidato...

Atenção pré-candidatos de Caraguatatuba, aviso importante...


Você que foi candidato nas ultimas eleições, procure o cartório eleitoral de Caraguatatuba e pegue a sua certidão de quitação eleitoral.
Têm muitos que não prestarão contas e estão em situação irregular.

O eleitor tem que saber a verdade


O PT de Caraguatatuba perdeu o apoio dos partidos PR, PSL, PTdoB, PRB que compõem a da Frente Suprapartidária por não cumprir o acordo firmado em ata.

Nota de esclarecimento aos meus seguidores (a)

O professor Fábio da Silva diretor da ETEC de Caraguá fez um BO alegando que o consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo estaria ameaçando... Tudo não passa de mais uma das inúmeras mentiras de Sr. Fábio da Silva...
Tudo isso começou na ultima sexta-feira dia 11/05/2012 por volta das 11:32horas quando uma senhora que se identificou pelo nome de Daiane e funcionaria da ETEC de Caraguatatuba, efetuou duas ligações do numero (12) 38881387 com a duração de 33 segundo e logo em seguida efetuou uma outra ligação do numero (12) 38883661 com duração de 15:23horas para o celular (12) 97989179 de propriedade de Guilherme Araújo e fez um convite para que o Guilherme Araújo fosse na ETEC de Caraguá para conhecer as instalações, projetos e tomar um café com o diretor Sr. Fábio da Silva; Guilherme Araújo Agradeceu o convite e não aceitou por não ter relacionamento com o Sr. Fábio da Silva; Foi ai que começa toda essa loucura sem limites.

Após 5 minutos Sr. Fábio da Silva efetuou 08 (oito) ligações do numero (12) 96071950 e mais 05 (cinco) ligações do numero (11) 74574843; A partir dos números citados o Sr. Fábio da Silva começou com uma seqüência de ligações falando um monte de asneiras e inúmeras ameaças que dizia o seguinte “eu vou mijar em você, seu merda, eu vou acabar com você e esse blog”;  Não satisfeito procurou a delegacia de policia civil de Caraguatatuba e fez um BO numero 2354/12 “ALEGANDO ESTA SENDO AMEAÇADO MORTE PELO CONSULTOR DE NEGÓCIOS E POLITICAS GUILHERME ARAÚJO DESDE 17 DE ABRIL ATRAVÉS DE TELEFONEMAS PARA ETEC E MENSAGENS NO BLOG DO GUILHERME ARAUJO”; Dando continuidade as suas loucuras fez inúmeras copias do BO e juntou 02 (duas) publicações do Blog do Guilherme Araújo e espalhou nas  dependências da ETEC de Caraguatatuba; O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo tomou conhecimento do BO 2354/12 através de inúmeras ligações anônimas, torpedos e amigos que tem filhos que estudam na ETEC de Caraguatatuba preocupados com os fatos; A falta de responsabilidade do Sr. Fábio da Silva é tamanha que este reuniu os alunos na tarde de sexta-feira conforme (fotos abaixo) para denegrir com a imagem do consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo e do Blog do Guilherme Araújo.
O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo por não ter nada a temer e a consciência de sua inocência, procurou a delegacia de policia civil por livre e espontânea vontade e prestou esclarecimento na tarde do dia 16/05/12 na presença de seu advogado, do delegado, do escrivão Sr Caio; Guilherme Araújo apresentou provas das ligações recebidas efetuadas pelo Sr. Fábio da Silva e apresentou testemunhas que ouviram através do “VIVA VOZ DO CELULAR” as “AMEAÇAS” feitas pelo Sr. Fábio da Silva; O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo comunicou aos policias que na noite do dia 14/05/12 por volta das 20:30 recebeu um ligação “RESTRITA” anônima de uma homem se passando por um policial e marcando de se encontrar na delegacia de Caraguatatuba na manhã do dia 15/05/12.
O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo já solicitou a operadora os extrato de seus números de telefones e colocou a disposição da policia os seus números do telefone fixo e celular.
Aqui ponto chegou o Sr. Fábio da Silva, isso é a prova da irresponsabilidade de uma pessoa que não mede as conseqüências para prejudicar alguém.

Chegou ao meu conhecimento do consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo que:
Sr. Fábio da Silva distribuiu botons na cor vermelho dentro da ETEC de Caraguatatuba
Sr. Fábio da Silva distribuiu livros aos alunos de sua própria biografia;

Não é por acaso que alguns professores (a) e profissionais sairão da ETEC de Caraguatatuba por não pactuar com atitudes do Sr. Fábio da Silva.
O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo tem relacionamento com pessoas do bem, profissionais de sucesso, ministro, deputados estaduais e federais, vereadores e prefeitos e cidadãos de bem e família.
Sem nada a declarar, encerro esta nota de esclarecimento;

Vem com tudo


A Sra. Salete Paes fiel assessora do vereador e presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba (licenciada) esta cada dia, mas emprenhada em sua possível pré-candidatura e vereadora.
Tanto é que os amigos já estão fazendo inúmeras reuniões para fortalecer ainda, mas este projeto.

Sabe aquele vizinho que não pode ser igual você?


Ai procura tudo o que você fez de errado para ter o que comentar com os outros, mas na sua frente é teu melhor vizinho. Assim são os políticos nossos de cada dia (não são todos).
Época de eleição, eles procuram o que tem de pior na carreira política dos seus adversários, a campanha toda em cima do fracasso do outro, pouco eles falam do que poderá fazer e suas propostas se eleito for. Acabou a eleição, vocês encontram os mesmos em restaurantes, reuniões etc. Juntos e misturados dando risadas dos idiotas dos eleitores.
Povo, tudo combinado é igual no futebol quem sofre, são os torcedores, quando
seu time perde, só q no futebol eles abraçam na frente das câmeras e os torcedores sofrem, morrem e matam pelo seu time.
E assim é a política nossa de cada dia.
Acorda povo, político bom é aquele que dá seguimento ao trabalho que o outro deixou de fazer, não desmanchar e fazer tudo de novo.

Obrigado a todos


O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo e a equipe do Blog do Guilherme Araújo agradecem aos alunos e alguns profissionais da ETEC de CARAGUATATUBA pelo carinho, respeito, e-mails, torpedos e todos os meios encontrados para demonstrar o quanto o Blog do Guilherme Araújo é importante para informar as verdades ocultas QUE ACONTECE DENTRO DA ETEC DE CARAGUATATUBA.

Novidades na Afrah Modas (Caraguá Praia Shopping).


Agora você pode comprar o presente com os vales compras nos valores de R$ 50,00 e R$ 100,00...

Já na estrada a caminho de SP


O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo esta a caminho da Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE) para prestar depoimento referente à dupla filiação.

A verdade vai aparecer...


O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo esta sendo acusado de ameaçar o Sr. Fabio da Silva diretor da ETEC de Caraguatatuba...
Guilherme Araújo já prestou depoimento por livre e espontânea vontade ao delegado e escrivão na delegacia de Caraguatatuba e apresentou provas...

Sexo oral Selecionamos 5 dicas para você arrasar com seu parceiro num belo 69, e aproveitar tudo o que esta prática tem de bom.



Selecionamos 5 dicas para você arrasar com seu parceiro num belo 69.

Selecionamos 5 dicas para você arrasar com seu parceiro num belo 69.

ATENÇÃO: ESTE CONTEÚDO É IMPRÓPRIO PARA MENORES DE 18 ANOS.

Todo dia é dia do sexo. É dia de rolar na cama, aproveitar a respiração do outro e furtar o cheiro do corpo alheio. Sexo é bom e um 69 ainda mais. Essa é uma das posições sexuais mais excitantes para os casais, uma vez que há estimulação simultânea. Separamos 5 dicas para você arrasar com seu parceiro num belo 69.
1. Entenda, antes, o que é sexo oral no homem ou mulher. Cunilíngua é o ato sexual onde a vagina da mulher é estimulada pela boca do seu parceiro. Já a felação é o ato onde o pênis do homem é estimulado pela boca de sua parceira. Quando ocorre de ambos estimularam-se oralmente, é conhecido como 69.
2. Comecem com uns beijinhos, uns toques suaves pelo corpo, carinhos no pescoço, descubra cada pedaço do corpo do seu parceiro (a) e estimule a excitação. Nada de ir partindo de cara para um 69. Lembre-se que o objetivo dessa posição sexual é que um faça sexo oral no outro. Para isso, descobrir a intimidade é fundamental.
3. Isso pode ser feito com os parceiros deitados um em cima do outro ou um ao lado do outro. Existem casais que inovam ao escolher outras posições como, por exemplo, o parceiro estar de pé e manter a outra pessoa de cabeça para baixo.
4. Deitada é provavelmente a posição mais confortável para ambos. Assim, a mulher deve estar deitada com as pernas abertas confortavelmente à medida que o homem fica com sua cabeça entre as pernas dela. lembre-se que o importante é ambos estarem confortáveis e aproveitando cada sensação e excitação.
5. Higiene é fundamental. Certifique-se que está em condições de fazer um 69. Um banho antes do chamego pode ser ótimo. Outra ideia é convidar seu parceiro (a) a tomar um banho juntos. As preliminares no banho acabam excitando ainda mais e, quando for partir para um 69, ambos já estão com os corpos quentes de tesão.

Quando levar para a primeira consulta ginecológica A primeira visita ao ginecologista

A primeira visita ao ginecologista - 2 (© Thinkstock)
A primeira visita ao ginecologista costuma ser motivo de muita fantasia, medo e apreensão para as adolescentes. Geralmente há o medo em relação ao exame ginecológico, ao que vai acontecer na consulta. Costumo então, chamar esta "tão temível" primeira consulta de, na verdade, nosso primeiro encontro, porque é isso mesmo que acontece.
Ou seja, nesta consulta você vai entender sobre as transformações que ocorrem durante o período da adolescência, entender como funciona seu corpo, aprender sobre métodos de anticoncepção e sobre o desenvolvimento do seu corpo. Esta questão acaba sendo, às vezes, um tabu. Porém é tão simples seu objetivo e, uma vez que tornamos claro o que acontece, desmitificamos “a primeira consulta” e daí fazemos do difícil, fácil e simples.

Ladrão tenta subornar moradores após ser pego em SP

Depois de roubar na tarde de sábado uma banca de jornais em Presidente Prudente, no extremo oeste paulista, um ladrão tentou subornar os moradores que o dominaram. Perseguido e agarrado por várias pessoas em uma avenida movimentada, Agnaldo dos Santos, de 34 anos, ofereceu ao grupo os R$ 234 que roubou da banca para ser solto. A oferta foi recusada e logo depois a Polícia Militar prendeu o acusado.
Com uma faca, ele ameaçou a dona da banca, uma idosa de 68 anos. Além do dinheiro, ela também foi obrigada a entregar cartões de recarga de celulares ao bandido. Ele foi levado para a Delegacia Participativa. Arrependido, Santos disse que só praticou o assalto porque está desempregado. Depois de ser ouvido pelo delegado de plantão, o acusado foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá, onde aguardará julgamento.

Sem se abater, Lupi diz manter amor a Dilma

Enquanto o ressentimento toma conta do PR e influi no resultado das alianças do partido, o ex-ministro Carlos Lupi (Trabalho) continua a declarar amor à presidente Dilma Rousseff. "Ela me ligou no meu aniversário, me deu um abraço carinhoso, sempre me recebe muito bem. Não tenho o que falar", afirmou.
Presidente nacional do PDT, Lupi diz que faz questão de cuidar pessoalmente das alianças nas capitais. No Rio, sua zona de influência política, o ex-ministro - que chegou a desafiar o Planalto, afirmando que só deixaria a pasta abatido à bala - afirma que o PDT decidiu apoiar a reeleição de Eduardo Paes (PMDB) por não ter um nome forte para a disputa.
"O Paes tem sido um bom prefeito e é amplamente majoritária no partido a disposição de apoiá-lo", afirmou Lupi, para quem não há desconforto com a aliança com o PT, que terá a vice na chapa. "Ressentimento é para quem na vida é pequeno, porque a política é feita de altos e baixos."

'Faxinados' usam eleição para dar o troco no PT

Quase um ano após o início do processo que ficou conhecido como "faxina", ministros que deixaram a Esplanada na esteira de denúncias de irregularidades procuram tratar o assunto como "página virada". A movimentação de alguns ex-titulares em seus redutos eleitorais e de seus partidos em São Paulo mostra, porém, que o ressentimento com o Planalto e o PT ainda é grande e o pleito de outubro virou a oportunidade para dar o troco.
As demissões nos Transportes, no começo de julho de 2011, deflagraram o efeito dominó que derrubaram seis ministros: além do titular dessa pasta, Alfredo Nascimento (PR), caíram os peemedebistas Wagner Rossi (Agricultura) e Pedro Novais (Turismo); Orlando Silva (PC do B), do Esporte; Carlos Lupi (PDT), do Trabalho, e Mário Negromonte (PP), das Cidades.
No PR de Nascimento, a mágoa está escancarada. O presidente nacional da legenda deixou o governo indignado com o tratamento dispensado a ele e ao partido. Nascimento, que disse não ser "lixo" para ser varrido do ministério, fez questão de referendar a articulação que levou a sigla a apoiar o pré-candidato do PSDB em São Paulo, José Serra.
No seu quintal, o tema faxina não será esquecido. "O PR está desmoralizado, é tratado como uma escória e não podemos aceitar isso. Daremos a resposta nas urnas", afirmou o deputado Henrique Oliveira (AM), pré-candidato da sigla em Manaus.
A recente suspeita de que a denúncia de superfaturamento em obras e recebimento de propina por empreiteiras no ministério fora vazada para a imprensa por assessores do Planalto - tendo como interessado o grupo do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira -, fez crescer a amargura. A aliados, Alfredo se diz vítima de um conluio. "O senador está magoado com a Dilma, acha que foi abandonado, que ela o usou para ter popularidade e o colocou no meio de um rolo de que ele não tinha culpa", afirmou Oliveira.
No campo escolhido para brigar com o PT, o PR enfrentará o atual prefeito, Amazonino Mendes (PDT), que tentará a reeleição com o provável apoio do PMDB e dos petistas. O partido já tem até mote para a campanha. "Apostaremos na vitimização do Alfredo. A partir do momento em que as pessoas perceberem a sacanagem que foi feita com o cara, isso vai nos favorecer", destacou uma liderança da sigla, que tampouco engoliu a substituição de Nascimento por Paulo Passos, filiado ao PR, mas considerado desarticulado com os interesses da sigla.

Energia renovável é trunfo da China na Rio+20

Segunda maior economia do mundo e maior poluidor do planeta, a China chega à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, com alguns avanços em relação a um crescimento mais verde.
O país lidera o ranking dos que mais investiram em energia eólica, solar e na construção de hidrelétricas, as chamadas fontes renováveis. Mas o consumo do carvão, o mais poluente dos combustíveis fósseis, segue alto.
Na Rio+20, a China deve manter a posição de rejeitar um acordo vinculante, além de atribuir novamente às nações ricas a responsabilidade pela mudança do atual modelo de desenvolvimento e pelo financiamento da transição a um arranjo mais sustentável.
Os Estados Unidos também deverão sustentar a posição adotada em outras conferências. O governo americano não confirma a participação do presidente Barack Obama na Rio+20 e faz questão de dizer que o país não vai assumir nenhum acordo neste momento. Dados recentes indicam que a emissão de gases de efeito estufa caiu, mas em consequência da crise econômica, não de um esforço real. A emissão desses gases é apontada como principal fator para o aquecimento global.
A partir desta quarta-feira, governantes, diplomatas, ambientalistas, empresários, cientistas e outros representantes da sociedade civil de vários países iniciam as discussões em busca de um caminho que alie crescimento econômico, justiça social e conservação do meio ambiente. A Rio+20 ocorrerá no Rio, entre os dias 13 e 22 - 20 anos após a realização da Rio-92, conferência história que reuniu representantes de mais de 170 países, entre eles 108 chefes de Estado.

Distúrbios na homenagem à Pinochet deixam 16 feridos e 25 presos

Distúrbios na homenagem à Pinochet deixam 16 feridos e 25 presos
Distúrbios na homenagem à Pinochet deixam 16 feridos e 25 presos

Santiago do Chile, 10 jun (EFE).- Um total 16 pessoas ficaram feridas e 25 foram detidas nos distúrbios ocorridos neste domingo no centro de Santiago, na homenagem ao falecido ditador chileno Augusto Pinochet, informaram as autoridades.
Entre os feridos, 14 são policiais e dois jornalistas que cobriam os incidentes, segundo os dados do governo da capital chilena.
Os confrontos foram protagonizados por opositores de Pinochet que tentavam se aproximar do teatro Caupolicán, onde ocorreu a homenagem ao ditador, e por membros da Polícia, que utilizou gás lacrimogêneo e jatos de água para contê-los.
Os distúrbios mais graves foram protagonizados por grupos de pessoas encapuzadas que destruíram bens públicos, agrediram pedestres e policiais e atacaram lojas. Uma concessionária de automóveis e um edifício em construção que os vândalos tentaram queimar foram os locais mais atingidos.
Segundo as fontes, a maioria das prisões ocorreu por desordens e danos na via pública. Enquanto isso, o ato em homenagem a Pinochet somou 1,2 mil pessoas e 3 mil opositores se reuniram em um parque a 500 metros do teatro, segundo dados oficiais.

Greve de servidores federais deve se intensificar amanhã

A greve que já abrange 51 instituições federais de ensino deve ganhar novos adeptos a partir de segunda-feira. Conforme a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), que reúne 37 sindicatos em todo o País, amanhã entrarão em greve os trabalhadores técnico-administrativos em educação nas universidades federais e os funcionários federais do setor de geografia e estatística. Na quarta-feira, será a vez dos servidores do Judiciário Federal, do Ministério Público da União e dos servidores federais da educação básica, profissional e tecnológica.
A greve dos professores das universidades federais, que puxou a mobilização das outras categorias, completou mais de 20 dias e não tem data para terminar. Segundo a Condsef, a greve geral dos servidores federais deve começar em 18 de junho. Os profissionais reivindicam reajuste salarial, recebimento de gratificações e reestruturação de carreiras, entre outras demandas.

Parada: 3 milhões de pessoas são esperadas hoje na Paulista

Organizadores da 16.ª edição da Parada Gay, que ocorre hoje a partir das 12h na Avenida Paulista, esperam um público superior a 3 milhões de pessoas. Para garantir a segurança, 2,4 mil homens, entre guardas-civis, policiais militares e agentes particulares, deverão circular pela via e por ruas próximas. O evento deve lotar a região até às 20h.
Ontem à tarde, a avenida recebeu a 10.ª Caminhada de Lésbicas e Bissexuais. Espécie de "esquenta da festa", a passeata interditou uma faixa da via no sentido Consolação até por volta das 18h. Com faixas e cartazes nas mãos, as mulheres protestaram contra o preconceito e pelo direito do aborto.
A Prefeitura recomenda que o público dê preferência hoje ao transporte público para acessar a região. Para evitar transtornos, o Metrô promete realizar 260 viagens a mais durante o evento do que em um domingo normal. Serão 68 viagens extras na Linha 1- Azul, 108 a mais na Linha 2 - Verde e 84 na Linha 3 - Vermelha.
Os bloqueios no tráfego terão início às 10 horas. No sentido Consolação, o primeiro trecho a ser fechado fica entre as Ruas Teixeira da Silva e Augusta. Na direção do Paraíso, a interdição será feita entre a Rua Padre João Manuel e a Avenida Brigadeiro Luís Antônio. A partir do meio-dia, o bloqueio se estenderá a vias do centro, como as Avenidas Ipiranga e São João.

'Lei da Improbidade tem de atingir agente político', diz chefe do MP-SP

'Lei da Improbidade tem de atingir agente político', diz chefe do MP-SP
"Para procurador-geral de Justiça, lei é instrumento de controle"

O Ministério Público de São Paulo e a Receita Federal estão desenvolvendo um programa que vai permitir a promotores e procuradores o acesso em tempo real à evolução patrimonial e rendimentos auferidos por agentes políticos e servidores públicos sob suspeita de improbidade e corrupção. O raio de ação do protocolo não ficará restrito a demandas dessa natureza - alcançará também o rastreamento a cargo de setores estratégicos do Ministério Público no combate à lavagem de dinheiro e formação de cartéis.
Adotado em 2011, o Simba faz a identificação e comunicação on line com instituições financeiras e tem o mesmo perfil do programa da Assessoria de Pesquisa e Análise, unidade vinculada ao gabinete do Procurador-Geral da República, chefe do Ministério Público Federal. As instituições financeiras transmitem as informações consolidadas e os promotores as analisam. Este é o Simba. Assim vai operar o acordo com a Receita. Para Elias Rosa, o termo de cooperação com o Fisco representa "avanço extraordinário" na tarefa de dar eficácia à Lei 8429/92, a Lei de Improbidade Administrativa, que este mês completa 20 anos.
O procurador-geral de São Paulo é pioneiro em investigações desse âmbito - em 1992 ele inaugurou a promotoria que tem por missão preponderante o combate a desvios na máquina pública. Na ocasião, o único instrumento legal contra a desonestidade era a Lei Bilac Pinto, de 1958. Elias Rosa não vê necessidade de alterações no texto da Lei de Improbidade. Ele avalia que o trabalho conjunto dos órgãos de fiscalização e controle é a via certa para sufocar a improbidade.

Qual a importância do ajuste com a Receita?
O programa vai permitir um cruzamento imediato de informações e a identificação da evolução patrimonial dos agentes públicos e de todo e qualquer investigado. Será um grande avanço para comprovação da improbidade e de crimes de lavagem de dinheiro. Esse tipo de investigação depende sobretudo de prova documental e da análise de contas.

Como esses dados são acessados hoje?
O levantamento patrimonial pelo sistema atual é precário, custoso, demorado. A exemplo do Simba essa apuração será on line, a partir da análise de dados consolidados. Os promotores não vão mais perder tanto tempo estudando documentos em papel, declaração por declaração dos investigados. Vai ser possível cotejar os dados patrimoniais com os rendimentos auferidos e evitar dilapidação de bens.

O ingresso ao banco de dados da Receita será direto?
Não, ele será realizado exclusivamente mediante ordem e autorização da Justiça. O acordo ainda depende de homologação, mas esse é um ponto inquestionável. Todo acesso a dados protegidos pelo sigilo tem que passar pela Justiça.

A Lei de Improbidade faz 20 anos. Ela deu certo?
Mostrou-se eficaz. Transformou-se no principal instrumento de controle da administração, sob o aspecto da moralidade, também porque vieram a Lei de Responsabilidade Fiscal, a lei de combate a delitos econômicos e a lei de combate à lavagem de dinheiro. Tudo isso formou um sistema normativo que, de algum modo, reescreve a história republicana do Brasil. A partir da Lei de Improbidade surgiram mecanismos que também levaram ao combate ao nepotismo e deram transparência às coisas públicas.

O Brasil reclama por condenação dos desonestos. Por que isso não ocorre?
A etapa processual da Lei de Improbidade Administrativa não favorece a rapidez de eventual sanção a agentes públicos e políticos envolvidos em atos de fraudes contra o Tesouro. Foram criados mecanismos de notificação prévia para os investigados que só retardam o desfecho da ação a ser recebida. O réu precisa ser notificado para se manifestar, só depois o juiz decide se recebe ou não a ação. Ela conserva a tradição que valoriza o rito, o procedimento que muitas vezes retarda a conclusão. Há um grande número de ações promovidas, mas tarda demais a conclusão, a condenação definitiva ou mesmo a absolvição.

Precisa mudar o texto da lei?
Não creio que haja necessidade de modificação. O que eu acho importante é interligar cada vez mais o Ministério Público com órgãos de controle e fiscalização, por exemplo, com a Receita e o Banco Central. A implantação de sistemas de apoio, como o Simba, é um grande avanço. O Ministério Público Estadual está desenvolvendo com a Receita um outro programa, especificamente para acompanhar a evolução patrimonial dos agentes públicos. Esta é uma boa estratégia. As parcerias e a união de esforços aperfeiçoam o controle.

Os tribunais decidem reiteradamente que réus por improbidade têm direito ao foro privilegiado. O que o sr. acha?
A Lei de Improbidade não veio para punir servidor de baixo escalão, veio para punir todos, a começar pelo alto escalão. Temos dois graves problemas. Primeiro, saber se agentes políticos respondem ou não por improbidade. Segundo se o foro por prerrogativa de função se aplica ou não para casos de improbidade. Eu não tenho dúvida de que os agentes políticos devem responder por improbidade. Até porque a perspectiva da Lei de Improbidade é tutelar o Estado Democrático de Direito e a moralidade administrativa. Quanto mais elevado for o escalão, mais significativo e mais danoso é o ato de corrupção. Esse ato é praticado por agente político. O servidor público, o agente administrativo, também tem que ser punido, mas sobretudo o agente político. É absolutamente equivocado o entendimento do Supremo Tribunal Federal, que exclui os agentes políticos da aplicação da lei.

Faltam sanções mais pesadas?
Poderia ser incluído no Código Penal o tipo que se refira à improbidade, mas não como expressão única de enriquecimento ilícito. Não é apenas o enriquecimento ilícito que constitui ato de improbidade ou corrupção. Essa ideia de que a corrupção é resultante do dinheiro não é correta porque limita o próprio princípio da moralidade. A violação dos princípios éticos já constitui corrupção. O Brasil demorou muito para encontrar o sentido exato da corrupção. Sempre se fez associação com o valor monetário, ou era enriquecimento ilícito ou prejuízo ao patrimônio público. A Lei Bilac Pinto, revogada pela Lei de Improbidade, só punia enriquecimento ilícito e prejuízo ao patrimônio. Só com a Lei de Improbidade, de 1992, é que o princípio da moralidade ganhou uma outra expressão, para admitir violação dos princípios éticos como corrupção.

Só a devolução do dinheiro desviado não basta?
Punir prejuízo e também violação de princípios ampliaria o leque de tipos penais abrangentes. Quando se fala em enriquecimento ilícito dos agentes públicos pode ser uma vertente, mas não a única. Não é só isso. Não podemos patrocinar a tese de que aquele que devolve o dinheiro e repara o dano restaura a moralidade. A transgressão ao decoro parlamentar, do princípio da lealdade e o nepotismo são citações em que a moralidade administrativa é violada direta ou indiretamente.

Presidente da República deve ter foro privilegiado?
Todos podem responder em primeira instância, ainda que nem todas as sanções possam ser aplicadas nesse grau. Exemplo: o presidente da República, em tese, responde por impeachment, mas as demais sanções podem ser aplicadas em primeira instância, como a obrigação de reparar o dano, o pagamento de multa e a proibição de contratar com o poder público. Todos respondem à Lei de Improbidade, ainda que nem todas as sanções desta lei possam ser aplicadas. No caso do presidente aplica-se a perda da função, que equivale à cassação do mandato. O juiz de primeiro grau aplicaria as demais penalidades, menos aquela que, por força da Constituição, devam ser aplicadas por um processo específico como é o impeachment.

O sr. é a favor de que os 38 réus do mensalão respondam perante o Supremo Tribunal Federal se apenas três deles, deputados, têm foro especial?
É razoável que haja a junção do processo, até para viabilizar o aproveitamento da prova e a punição de todos, sem exclusões. O risco é não punir os três (deputados). Como houve um concurso de condutas, a prova teria que se repetir em todos os processos. Até por economia processual é razoável que todos respondam no mesmo foro. Nessas hipóteses tem mesmo é que proceder a junção dos processos e, por conta de um ou dois, todos respondem pelo mesmo foro.
Ações. O Ministério Público paulista lidera disparado o ranking das ações contra políticos e servidores citados por improbidade. Apenas a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e Social da Capital cobra na Justiça R$ 32,1 bilhões de gestores públicos, com base em 764 ações ajuizadas entre 2002 e 2009 - R$ 5,94 bilhões estão bloqueados judicialmente para ressarcimento do Tesouro.
A Lei 8429/92, ou Lei de Improbidade Administrativa, está fazendo 20 anos. Ela foi promulgada em 2 de junho de 1992. Prevê punições de caráter civil aos administradores acusados de enriquecimento ilícito - suspensão dos direitos políticos, perda da função pública, devolução ao erário de recursos desviados, pagamento de multa, proibição de contratar com o poder pública.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro