Linguiça - Moreira Artesanal

Linguiça - Moreira Artesanal

Cabeça's Barbearia

Cabeça's Barbearia
Av. Pres. Castelo Branco, Sumaré /anexo ao posto Shell, Caraguatatuba, (12) 99616-7705

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Sexo Metade das mulheres pensam em outros parceiros durante a transa

8% das entrevistadas afirmaram já ter ido para a cama com o chefe

Metade das mulheres pensam em outros parceiros durante a transa

Um estudo promovido  pelo site britânico Lovehoney constatou que 46% das mulheres admitiram pensar em outro homem durante o sexo com seus namorados e maridos.
O site que vende acessórios eróticos entrevistou 1,3 mil pessoas.  Segundo as entrevistadas, as fantasias mais comuns na cama geralmente são protagonizadas por algum ator famoso, algum colega da academia ou do  trabalho.  8% das entrevistadas afirmaram já ter ido para a cama com o chefe.

Mulher é censurada no Instagram após publicar foto de seu corpo após o parto

O Instagram está envolvido em polêmica mais uma vez: a britânica Hannah Moore, de 20 anos de idade, viu sua conta excluída pela rede social na semana passada após publicar uma foto em que exibe seu corpo cheio de estrias após a gravidez.
A imagem foi publicada em uma tentativa de inspirar outras mulheres a amarem seu próprio corpo após o parto. Ela teve filhas gêmeas há menos de um ano. Porém, o Instagram removeu sua conta por ter considerado que a foto incentivava a "nudez e a violência". Confira a imagem deletada:
censura-instagram-03

"Depois de dois minutos que a foto foi carregada, minha conta foi encerrada. Minha boca simplesmente caiu e meus olhos lacrimejaram", explicou a mulher ao site The Mirror.
Um porta-voz da rede social explicou mais tarde que a remoção da conta havia sido um "erro técnico".
The Mirror

FHC defende contribuições de empresas a seu instituto

<p>"Não tem nenhuma relação com partido político", disse o ex-presidente.</p>

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso comentou na terça-feira, 23, a declaração do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, de que institutos de outros ex-presidentes teriam recebido doações de empresas como a Camargo Corrêa, investigadas na Operação Lava Jato.
Para ele, as doações são normais e diz não ver problemas nelas.
"Não tem nenhuma relação com partido político", disse. No entanto, ao ser questionado sobre as comparações entre o seu instituto e o de Lula, fez uma provocação. "Mas as minhas palestras todos vocês assistem", disse, no fim de um evento sobre colaboração entre países do Atlântico, realizado em seu instituto.
A construtora pagou R$ 3 milhões ao Instituto Lula e mais R$ 1,5 milhão a LILS Palestras Eventos e Publicidade, do petista, entre 2011 e 2013. A entidade afirma que as doações foram feitas legalmente e estão "devidamente declaradas e seus devidos impostos recolhidos". 

Lula não é investigado da Lava Jato neste momento, diz procurador do MPF

“O que nós temos até agora (sobre Lula) são só notícias da imprensa”, disse.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não faz parte das investigações da Lava Jato neste momento, disse à Reuters nesta terça-feira o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, do Ministério Público Federal (MPF).
“Neste momento, o ex-presidente não faz parte da investigação”, disse Santos Lima, que integra a força-tarefa da investigação do escândalo bilionário de corrupção envolvendo a Petrobras, funcionários da estatal, executivos da empreiteira, políticos e partidos.
“O que nós temos até agora (sobre Lula) são só notícias da imprensa”, disse.
“O fato é que se encontramos elementos, investigaremos (Lula) como qualquer outro”, afirmou o procurador, ao ser indagado sobre o fato de o ex-presidente não ter mais foro privilegiado.
A prisão do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, na última sexta-feira gerou especulações na imprensa de que a Lava Jato estaria mais perto de alcançar Lula, devido à proximidade do ex-presidente com o influente empresário à frente do maior grupo de construção e engenharia da América Latina.
De acordo com Santos Lima, a operação Lava Jato ainda deve levar ao menos mais dois anos para ser concluída. As investigações já extrapolaram a Petrobras e, segundo o procurador, apontam para corrupção nos contratos de grandes empreendimentos no setor elétrico, como as usinas de Belo Monte e de Angra 3, ambas com participação da estatal Eletrobras.

Metade dos brasileiros já sofreu assédio no trabalho, aponta pesquisa

esquisa indica que assédio é comum em empresas brasileiras, mas apenas uma minoria o denuncia.
Mariana teve um fax esfregado em seu rosto pela chefe. Adriana foi chamada várias vezes à sala do gerente para que ele falasse de "seus sentimentos" para ela. Luiza resistiu às investidas do supervisor e ouviu que ele "poderia acabar com sua carreira". Marcela foi apalpada pelo dono do bar onde trabalhava. Gustavo recorreu ao psiquiatra por causa da pressão excessiva de seu gerente.
Ao buscar relatos de profissionais que tenham sofrido assédio no trabalho, a reportagem ouviu uma dezena de pessoas sempre sob a condição de que seu nome e da empresa não fossem revelados. A quantidade e velocidade com que os depoimentos surgiram indicam que este é um problema comum no mercado brasileiro, como aponta uma pesquisa feita pelo site Vagas.com e publicada com exclusividade pela BBC Brasil.
Dos 4.975 mil profissionais de todas as regiões do país ouvidos no fim de maio, 52% disseram ter sido vítimas de assédio sexual ou moral. E, entre quem não passou por esta situação, 34% já presenciaram algum episódio de abuso.
"Sofri assédio em diversas empresas", diz Mariana, de 30 anos. A primeira foi quando era estagiária. Até hoje, Mariana lembra de como a chefe ficou furiosa quando ela não encontrou o fax que estava caído atrás de uma mesa. Mariana diz que este episódio foi apenas um de uma série. "Ela me tratava muito mal durante toda a semana e, na sexta-feira, me dava um presente para compensar."

Babá de urso panda a testador de tobogãs: conheça os melhores empregos do mundo

Muito além do escritório: confira série de 'empregos dos sonhos' oferecidos mundo afora

Wikipédia - Creative Commons

Para você, o que pode ser considerado o melhor trabalho do mundo? Testar tobogãs? Zelador de uma ilha paradisíaca? Provador de preservativos?
Pensando nessas e muitas outras oportunidades, o Consultor de negócios e politicas separa 10 vagas de emprego dos sonhos. E o melhor ainda, com salários que vão garantir uma boa noite de descanso.
1- Cuidador de ursos pandas: Na China, o Centro de Proteção e Pesquisa Giant Panda oferece vaga para cuidador de pandas. Semelhante à função de babá, o trabalho exige dedicação do funcionário para brincar, abraça e cuidar do animal.
Com direito a refeições e acomodação, o emprego oferece um salário de 32 mil dólares ao ano.
2- Testadores de tobogãs: Recentemente, a empresa de entretenimento First Choice anunciou uma vaga para "testadores de tobogãs". O trabalho consistia na árdua tarefa de passar seis meses viajando pelo mundo para testar parques aquáticos e descrever os diferentes tipos de queda e adrenalina.
3 - Diretor do sono: Com uma vaga chamada “Diretor do Sono”, a rede americana de hotéis “Travelodge procura candidatos que queiram testar as camas dos hotéis para comprovar o conforto e qualidade de suas acomodações.
4 – Degustador de comida: Em 2013, o Departamento de Turismo da Austrália anunciou seis vagas que podiam ser consideradas como "o melhor emprego do mundo". Entre elas, destaque para o trabalho de degustador de comida em diversos restaurantes do país.
5 – Fotógrafos ciclistas: Para quem curte dar umas pedaladas, no ano passado, o Google contratou dois funcionários para andar de bicicleta pela França, registrando fotos de locais históricos e turísticos que não podem ser acessados de carro. Na dura rotina de trabalho, a dupla visitou lugares como Castelo de Versalhes, o jardim de Luxemburgo e outros paradisíacos cenários do país.
6 - Provador de chocolate: Para os amantes de chocolate, a empresa de Louise Thomas ofereceu muito mais que um simples trabalho. Assim, a vaga consistia em provar todos os mais variados tipos de chocolates.
7 - Degustador de cerveja: Porque como já dizia a música "uma cerveja antes do almoço é muito bom para ficar pensando melhor"  Já imaginou isso ser seu trabalho? Uma agência de empregos de São Paulo abriu a disputada vaga para degustador na bebida na cervejaria Colorado, em Ribeirão Preto. Um bom mestre cervejeiro só precisa tomar cuidado para não morrer de cirrose ou cair na desgraça do alcoolismo.
8 - Viajante profissional: Um site de viagens oferece 240 mil reais para viajar pelo mundo durante um ano. O candidato precisa falar inglês fluentemente e estar disposto a conhecer lugares exóticos, registrando tudo nas redes sociais. E aí? Você gostaria de se candidatar a esse emprego? Sonho de consumo de muita gente, com certeza!

Moro autoriza dieta especial para Marcelo Odebrecht

<p>Hipoglicemia é um distúrbio provocado pela baixa concentração de açúcar no sangue e que pode afetar portadores de diabetes ou não.</p>

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações criminais da Operação Lava Jato, autorizou dieta especial para Marcelo Bahia Odebrecht, presidente da maior empreiteira do País, preso na última sexta-feira, 19, por suspeita de integrar cartel para fraude a licitações da Petrobras, corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de verbas públicas.
Moro atendeu pedido da defesa do empresário que alegou que Marcelo Odebrecht é portador de hipoglicemia, "razão pela qual há necessidade de consumo periódico de alimentos". Hipoglicemia é um distúrbio provocado pela baixa concentração de açúcar no sangue e que pode afetar portadores de diabetes ou não.
Os advogados do empresário ponderaram ao juiz da Lava Jato que a questão já foi informada à Polícia Federal e que eles fornecerão a Marcelo Odebrecht, na carceragem, 'alimentação adequada ao seu quadro de saúde'.
"Observo que a enfermidade do custodiado é tratada com alimentação adequada e quiçá medicamentos, ambos acessíveis a ele, por meio de seus advogados, na carceragem da Polícia Federal", destacou Moro. "Tendo sido a autoridade já informada, e não havendo relato de empeços, nada a prover, no momento". 

Redução da maioridade "não está sendo debatida a fundo" adverte Cardozo

O Bom Dia Ministro recebe o ministro José Eduardo Cardozo, que fala sobre maioridade penal (José Cruz/Agência Brasil)

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (23) que se o Congresso Nacional aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que altera a Constituição Federal e reduz a maioridade penal de 18 anos para 16 anos, algumas práticas proibidas aos adolescentes – como dirigir, consumir bebida alcoólica e acesso a material pornográfico – teriam que ser legalizadas, enquanto previsões legais que os protege correriam o risco de ser invalidadas.
“Reduzir a maioridade penal terá efeito sobre outros aspectos da legislação. Por exemplo, os adolescentes poderão dirigir a partir dos 16 anos. Vender bebida para menores de 18 anos deixará de ser crime. E o agravamento de penas para pessoas que praticarem crimes contra jovens vão cair sob o argumento de que menores de 18 anos não são adolescentes”, afirmou Cardozo após participar do programaBom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.
No Artigo 140, o Código Brasileiro de Trânsito  estabelece como um dos requisitos para a obtenção da carteira de motorista que o condutor seja penalmente imputável, podendo, portanto, ser penalmente responsabilizado por seus atos. Já o  Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no Artigo 81, proíbe a venda de bebida alcoólica à crianças e adolescentes. Pelo texto da lei, no entanto, adolescentes são os que têm entre 12 e 18 anos de idade, hoje considerados penalmente inimputáveis.
O Artigo 244 do ECA estabelece que o adulto que praticar crimes hediondos como homicídios, latrocínio e estupro, por exemplo, junto com um adolescente ou induzi-lo a praticá-la terão suas penas aumentadas em um terço.
“As pessoas não estão debatendo isso a fundo. Esse tipo de coisa, além de prejudicar a segurança pública, vai se refletir em toda a legislação brasileira”, afirmou o ministro. Ele explicou que o governo é contrário a redução da maioridade penal, mas favorável a mudanças no ECA, como ampliar dos atuais três anos para oito anos o tempo máximo de internação dos jovens que praticarem crimes hediondos ou violentos.
“ Mas teremos, então, que nos preocupar com dar a esses jovens um tratamento adequado que possa recuperá-los”, disse Cardozo, negando a hipótese de, com a redução da maioridade penal, os jovens de mais de 16 anos que forem condenados serem detidos em estabelecimentos construídos especialmente para abrigá-los.
O ministro ressaltou que atualmente as unidades para internação de jovens em conflito com a lei já estão lotadas. "Assim como o sistema carcerário. Há, no sistema carcerário nacional um deficit de mais de 220 mil vagas. E há ainda mais de 400 mil mandados de prisão em aberto para serem cumpridos. A redução da maioridade penal significará uma absurda sobrecarga para o sistema. Serão dezenas de milhares de novos detentos só por crimes ligados ao tráfico de drogas”, acrescentou o ministro.
Ele garantiu que, a curto e médio prazo, não haverá outra saída que não seja receber os jovens em estabelecimentos penais comuns, onde estarão sujeitos às organizações criminosas que , segundo o próprio ministro, comandam o sistema carcerário brasileiro. Isso reduziria as chances de recuperar os jovens infratores – atualmente, os índices de reincidência entre adolescentes são muito menores que entre presos adultos –, disse.
“ Se considerarmos que o tempo médio para construir um presídio é de quatro anos, a verdade é que mesmo que a redução da maioridade penal se aplique apenas para crimes considerados hediondos, vamos ter que investir na construção de novas unidades prisionais, tirando recursos da construção de creches e escolas”, acrescentou Cardozo. Ele rebateu a tese de que o encarceramento seja a solução para os problemas da segurança pública. “Nos últimos anos, aumentamos a taxa de encarceramento em 33% e a violência só aumentou neste período. Justamente devido à ação das organizações criminosas que atuam dentro dos presídios, valendo-se das más condições nesses estabelecimentos para arrebanhar novos militantes”.
A reportagem entrou em contato com o relator da proposta na Câmara dos Deputados, Laerte Bessa (PR-DF). No entanto, por causa de compromissos, Bessa ainda não se pronunciou sobre o assunto. Sua equipe, contudo, disse que o deputado já modificou o primeiro relatório apresentado à comissão especial que analisa o assunto na Câmara.
Os assessores do parlamentar destacaram que as modificações foram feitas para evitar que a alteração da maioridade penal, se aprovada, impacte leis infraconstitucionais. Enquanto na primeira redação Bessa defendia que fossem tornados inimputáveis os de 16 anos, sem distinção, no texto final já aprovado pela comissão, o deputado mantém como penalmente inimputáveis os menores de 18 anos, com exceção dos maiores de 16 anos que cometerem crimes hediondos e equiparados.

Promotoria de São Paulo pede quebra de sigilos de Gabriel Chalita

<p>Se a Justiça aceitar o pedido, será possível verificar se houve pagamento de propina de empresas contratadas pela Secretaria Estadual da Educação a Chalita.</p>

O Ministério Público Estadual (MPE) pediu à Justiça a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Gabriel Chalita, secretário de Educação da gestão Fernando Haddad (PT), dando continuidade às investigações que o colocam como suspeito de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, peculato, fraude a licitação e formação de quadrilha, que teriam sido praticados quando ele foi secretário estadual da Educação, entre 2002 e 2005, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB). Chalita sempre negou as acusações.
Os promotores criminais também pediram que a medida alcance o empresário Chaim Zaher e outros funcionários públicos que trabalharam no período investigado. O Ministério Público considera a medida importante para continuar com as apurações do caso.
Se a Justiça aceitar o pedido, alegam os promotores, será possível verificar se houve pagamento de propina de empresas contratadas pela Secretaria Estadual da Educação a Chalita. A investigação quer confrontar os contratos da pasta e da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), ligada ao governo estadual, com as empresas investigadas.
Advogados de Chalita e de Chaim pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que a investigação fosse arquivada, pois seria baseada em uma apuração já trancada pela Justiça. As duas instâncias negaram.
Segundo o MPE, entre os alvos da investigação estão empréstimos de helicópteros e jatos para viagens particulares do então secretário estadual, doações ilegais de equipamentos eletrônicos e pagamento de 25% do valor do contrato firmado pela secretaria para compra de livros sem licitação.
Uma das principais suspeitas é que a reforma da cobertura dúplex de Chalita, comprada em 2005 e avaliada na época em R$ 4 milhões, foi paga com dinheiro de propina. Segundo o MPE, o custo total foi de US$ 600 mil. Só a automação e instalação do home theater saiu por US$ 79 mil, que teriam sido pagos por Zaher por meio de contas abertas em nome de empresas offshore.
O empresário é dono do grupo SEB (antigo COC), que engloba várias editoras que tiveram livros comprados pela secretaria. Ele também sempre negou qualquer tipo de irregularidade.
Requentada: A advogada Flávia Rahal, que defende Chalita, considerou o pedido de quebra de sigilo feito pelos promotores como "absurdo". Segundo ela, "não há fato novo algum a ser apurado, além daqueles que já foram objeto de inquérito policial arquivado pelo STF".
"O Ministério Público tenta iniciar suas investigações a partir de medida gravosa e midiática apenas para gerar a sensação de que tem o que investigar", afirmou. Os advogados de Chaim Zaher não foram encontrados pela reportagem. Com informações do Estadão Conteudo.

7 boatos da política brasileira que podem ter enganado você


Boataria na política brasileira

Boataria na política brasileira: São Paulo – Bombardeada por notícias ruins que vão da Operação Lava Jato à baixa popularidade, a presidente Dilma Rousseff fez questão de falar aos jornalistas sobre outro assunto ontem: o boato de que estaria internada por uma suposta tentativa de suicídio.Este não foi o primeiro e nem será o último boato da política brasileira a ganhar a internet. Veja nas fotos acima sete histórias falsas que já circularam – e nas quais você pode até ter acreditado.

Bombardeada por notícias ruins que vão da Operação Lava Jato à baixa popularidade, a presidente Dilma Rousseff fez questão de falar aos jornalistas sobre outro assunto ontem: o boato de que estaria internada por uma suposta tentativa de suicídio.
Este não foi o primeiro e nem será o último boato da política brasileira a ganhar a internet. Veja nas páginas seguintes sete histórias falsas que já circularam – e nas quais você pode até ter acreditado.

Filho do Lula é dono da Friboi

Filho do Lula é dono da Friboi: Esse é um dos mais conhecidos boatos da política brasileira. A história falsa diz que o filho do ex-presidente Lula, Fábio Luís Lula da Silva, seria sócio majoritário da JBS, grupo dono da marca de carnes Friboi.A farsa ganhou força com o crescimento da empresa e a veiculação das já famosas propagandas com Tony Ramos. Na internet, mensagens pediam o boicote da marca “do filho do Lula”.O boato tomou tanta proporção que foi desmentido pela própria empresa. Em comunicado, a JBS esclareceu que “Os nomes dos maiores acionistas da JBS podem ser encontrados no site, lá será possível identificar que do total de ações, 44% são de propriedade de uma holding chamada FB Participações, que é formada por membros da família Batista, fundadora da JBS.”
Esse é um dos mais conhecidos boatos da política brasileira. A história falsa diz que o filho do ex-presidente Lula, Fábio Luís Lula da Silva, seria sócio majoritário da JBS, grupo dono da marca de carnes Friboi.
A farsa ganhou força com o crescimento da empresa e a veiculação das já famosas propagandas com Tony Ramos. Na internet, mensagens pediam o boicote da marca “do filho do Lula”.
O boato tomou tanta proporção que foi desmentido pela própria empresa. Em comunicado, a JBS esclareceu que “Os nomes dos maiores acionistas da JBS podem ser encontrados no site, lá será possível identificar que do total de ações, 44% são de propriedade de uma holding chamada FB Participações, que é formada por membros da família Batista, fundadora da JBS.”

PT trouxe haitianos para votar em 2014

PT trouxe haitianos para votar em 2014: Esse boato surgiu antes do período eleitoral. A história falsa dizia que 50 mil haitianos chegaram ao Brasil entre abril e maio de 2014, receberam dupla cidadania, conseguiram tirar título de eleitor e foram orientados a votar no PT. O relato é mentiroso, mas uma pesquisa da USP mostrou que muita gente acreditou. Num levantamento feito entre os manifestantes contrários à presidente Dilma, 42% das pessoas responderam que concordavam com a afirmação “O PT trouxe 50 mil haitianos para votar na Dilma nas últimas eleições”. A pesquisa foi feita durante o protesto do dia 12 de abril, em São Paulo.
Esse boato surgiu antes do período eleitoral. A história falsa dizia que 50 mil haitianos chegaram ao Brasil entre abril e maio de 2014, receberam dupla cidadania, conseguiram tirar título de eleitor e foram orientados a votar no PT.
O relato é mentiroso, mas uma pesquisa da USP mostrou que muita gente acreditou. Num levantamento feito entre os manifestantes contrários à presidente Dilma, 42% das pessoas responderam que concordavam com a afirmação “O PT trouxe 50 mil haitianos para votar na Dilma nas últimas eleições”. A pesquisa foi feita durante o protesto do dia 12 de abril, em São Paulo.

Aécio Neves é investigado por tráfico de drogas

Aécio Neves é investigado por tráfico de drogas: Mais um boato que surgiu durante as eleições. Segundo a história, agentes da DEA, a agência antidrogas dos Estados Unidos, teriam visitado um juiz brasileiro para saber sobre o caso do helicóptero da família do senador Zezé Perrella (PDT-MG), onde foram encontrados 445 kg de pasta-base de cocaína.O boato diz que os agentes americanos teriam citado o nome do senador Aécio Neves (PSDB), candidato à presidência derrotado em 2014. O caso do helicóptero realmente aconteceu, mas não há nada que ligue o tucano ao episódio.A história acabou alimentando outro boato envolvendo o senador do PSDB e que circula na internet há anos. Segundo o boato, o político seria usuário de drogas. A história foi explorada no submundo da internet durante as eleições, mas não existe nenhuma prova concreta para ela.
Mais um boato que surgiu durante as eleições. Segundo a história, agentes da DEA, a agência antidrogas dos Estados Unidos, teriam visitado um juiz brasileiro para saber sobre o caso do helicóptero da família do senador Zezé Perrella (PDT-MG), onde foram encontrados 445 kg de pasta-base de cocaína.
O boato diz que os agentes americanos teriam citado o nome do senador Aécio Neves (PSDB), candidato à presidência derrotado em 2014. O caso do helicóptero realmente aconteceu, mas não há nada que ligue o tucano ao episódio.
A história acabou alimentando outro boato envolvendo o senador do PSDB e que circula na internet há anos. Segundo o boato, o político seria usuário de drogas. A história foi explorada no submundo da internet durante as eleições, mas não existe nenhuma prova concreta para ela.

CIA matou Eduardo Campos para beneficiar Marina Silva

CIA matou Eduardo Campos para benefiiar Marina Silva: A morte do candidato à presidência Eduardo Campos (PSB) foi alvo de diversos boatos, alguns deles envolvendo a então candidata a vice Marina Silva. Campos morreu em um acidente aéreo durante a campanha eleitoral de 2014 e Marina assumiu a candidatura pelo PSB.De todas as histórias criadas em cima do episódio, nenhuma é mais mirabolante do que esta. Um texto publicado pelo jornalista americano Wayne Madsen sugere que a CIA (isso mesmo, a CIA) teria sabotado o voo que levava Eduardo Campos, causando o acidente. O objetivo seria beneficiar Marina Silva.Segundo o site Boatos.org, dedicado a desmentir histórias falsas que aparecem na internet, Wayne Madsen é conhecido nos Estados Unidos por divulgar teorias da conspiração sem base na realidade. A investigação da FAB não indicou qualquer indício de sabotagem no voo que levava Campos.
A morte do candidato à presidência Eduardo Campos (PSB) foi alvo de diversos boatos, alguns deles envolvendo a então candidata a vice Marina Silva. Campos morreu em um acidente aéreo durante a campanha eleitoral de 2014 e Marina assumiu a candidatura pelo PSB.
De todas as histórias criadas em cima do episódio, nenhuma é mais mirabolante do que esta. Um texto publicado pelo jornalista americano Wayne Madsen sugere que a CIA (isso mesmo, a CIA) teria sabotado o voo que levava Eduardo Campos, causando o acidente. O objetivo seria beneficiar Marina Silva.
Segundo o site Boatos.org, dedicado a desmentir histórias falsas que aparecem na internet, Wayne Madsen é conhecido nos Estados Unidos por divulgar teorias da conspiração sem base na realidade. A investigação da FAB não indicou qualquer indício de sabotagem no voo que levava Campos.

Dilma vai congelar a poupança

Dilma vai congelar a poupança: No início deste ano, com a aproximação das manifestações contra o governo Dilma, multiplicaram-se na internet boatos de que a presidente iria confiscar a poupança dos brasileiros, assim como aconteceu no governo Collor. A história foi divulgada via WhatsApp, através de um áudio em que uma mulher dizia:“Ficamos sabendo por um gerente de um banco aqui dos Estados Unidos que é irmão de um deputado no Brasil. (Ele) advertiu a nossa chefe aqui, que ela tem empresa no Brasil, de que quarta-feira vai ter um golpe de Estado igual o do (ex-presidente Fernando) Collor. Que a Dilma vai retirar o dinheiro das contas do Brasil.”A história foi desmentida pelo governo federal.
No início deste ano, com a aproximação das manifestações contra o governo Dilma, multiplicaram-se na internet boatos de que a presidente iria confiscar a poupança dos brasileiros, assim como aconteceu no governo Collor. A história foi divulgada via WhatsApp, através de um áudio em que uma mulher dizia:
“Ficamos sabendo por um gerente de um banco aqui dos Estados Unidos que é irmão de um deputado no Brasil. (Ele) advertiu a nossa chefe aqui, que ela tem empresa no Brasil, de que quarta-feira vai ter um golpe de Estado igual o do (ex-presidente Fernando) Collor. Que a Dilma vai retirar o dinheiro das contas do Brasil.”
A história foi desmentida pelo governo federal.

Jean Wyllys quer modificar a Bíblia

Jean Wyllys quer modificar a Bíblia: O deputado federal Jean Wyllys (PSOL) é um dos principais alvos de boatos mentirosos na internet. O mais recente diz que o parlamentar apresentou um projeto de lei que pretende tirar da Bíblia trechos considerados homofóbicos.A história é claramente mentirosa, uma vez que não seria possível modificar a Bíblia com base num projeto de lei. A mentira ganhou força após a Parada Gay deste ano, quando uma transexual vestida de Jesus crucificado gerou polêmica entre religiosos e defensores dos direitos LGBT. Esse não foi o primeiro boato envolvendo Wyllys e a Bíblia. Outra história mentirosa que tomou a internet em 2014 dizia que o deputado havia afirmado que “a Bíblia é uma piada e quem crê nela é palhaço”. O próprio deputado desmentiu o boato na época.
O deputado federal Jean Wyllys (PSOL) é um dos principais alvos de boatos mentirosos na internet. O mais recente diz que o parlamentar apresentou um projeto de lei que pretende tirar da Bíblia trechos considerados homofóbicos.
A história é claramente mentirosa, uma vez que não seria possível modificar a Bíblia com base num projeto de lei. A mentira ganhou força após a Parada Gay deste ano, quando uma transexual vestida de Jesus crucificado gerou polêmica entre religiosos e defensores dos direitos LGBT.
Esse não foi o primeiro boato envolvendo Wyllys e a Bíblia. Outra história mentirosa que tomou a internet em 2014 dizia que o deputado havia afirmado que “a Bíblia é uma piada e quem crê nela é palhaço”. O próprio deputado desmentiu o boato na época.

Sociedade de Amigos do Bairro Sumaré - SABS atuando

Após inúmeras solicitações e reivindicações realizadas pela Sociedade de Amigos do Bairro Sumaré - SABS, a prefeitura municipal de Caraguatatuba resolveu atender as solicitações e esta realizando manutenção de (RUAS) no bairro Sumaré em especial da Av. Siqueira Campos. Os moradores agradecem e pede que seja a mesma manutenção nas iluminações públicas. 



Seis empregos para trabalhar de pijama e ganhar muito dinheiro

Conforto, tranquilidade, bem-estar e muito dinheiro no bolso. Assim pode ser definida uma lista de seis empregos para ganhar muito e ficar de pijama divulgada pelo consultor de negócios, politicas e jornalista Guilherme Araújo. Entre as profissões, advogados, biólogos e outras opções de carreiras que podem render bons salários e você não precisa nem sair da cama.
Advogado sênior - US$ 117 mil a US$ 152 mil por ano: O site Flexjobs tem diversas ofertas de emprego para advogados que podem exercer suas funções de casa. Em uma das vagas, a empresa pede: "Você deve fornecer aconselhamento jurídico eficaz, preparar ações complexas e muito mais. Deve ter pelo menos oito anos de experiência".
Redator científico - US$ 110 mil a US$ 115 mil por ano: A transcrição de textos médicos é um trabalho quase sempre desempenhado de casa, mas ser um redator sênior garante um salário de seis dígitos do conforto do sofá. "Profissionais da área são responsáveis por revisar a informação médica, escrever documentos e editar as submissões de outros escritores médicos", diz o Flexjobs.
Diretor de qualidade- US$ 100 mil a US$ 175 mil por ano: Um diretor de melhoria da qualidade que trabalha em casa certamente melhora a qualidade da própria vida. Sua função é observar o trabalho alheio e dizer como torná-lo melhor."Buscamos especialista para gerenciar projetos e ajudar os prestadores de cuidados de saúde a melhorar a assistência ao paciente", diz oferta.
Engenheiro de software de US$ 100 mil a US$ 160 mil por ano: A lista de ofertas para a área é longa. No entanto, a maioria dos empregos exige um diploma de bacharel em ciência da computação e experiência em diversas linguagens de codificação. Muitos candidatos também precisam demonstrar "grande habilidade de resolução de problemas e liderança combinadas ao desejo de aprender e crescer".
Biólogo - US$ 93 mil a US$ 110 mil por ano: Projetos de ciência direto do seu quarto? Laboratório na garagem? No momento, há apenas um anúncio de emprego nesta categoria no Flexjobs, para um "biólogo pesquisador da vida marinha" e que exige "algumas viagens". Provavelmente para ver alguns peixes.
Coordenador de doações - US$ 90 mil por ano: Trabalhe seu poder de convencimento com potenciais doadores de uma ONG e ganhe um bom salário sem sair da cama. No entanto, "o trabalho remoto também exige longas viagens". Algumas das ofertas oferecem benefícios, mas o candidato "deve aderir a um estilo de vida vegan". Mas, entre quatro paredes, quem poderá saber sobre sua alimentação?

Ronaldinho e Eto'o podem reeditar parceria de Barcelona em time turco

Ronaldinho Eto'o

Uma parceria que fez grande sucesso no Barcelona pode ser reeditada na Turquia. Após deixar a Sampdoria, o camaronês Eto'o está perto de acertar com o Antalyaspor, que tem interesse também em contratar Ronaldinho Gaúcho, que recentemente saiu do Querétaro, do México e segundo a imprensa turca também vem noticiando as negociações.
Nesta terça-feira, Gültekin Gencer, mandatário do time turco, teria viajado a Milão para negociar com Eto'o. Ele chegou a postar uma foto da camisa do clube com o nome do jogador e o número 9. O camaronês, no entanto, não estava na imagem.
Ronaldinho tem proposta do Vasco e, segundo o presidente do clube brasileiro, Eurico Miranda, estaria '90% fechado'. Outra opção seria a Major League Soccer (MLS), uma vez que o Los Angeles Galaxy já demonstrou interesse em contar com o jogador.
A dupla atuou junta no Barcelona de 2004 a 2008 e encantou o mundo na era pré-Messi, em companhia de Deco. Durante o período, faturaram dois Campeonatos Espanhóis, uma Liga dos Campeões e duas Supercopas da Espanha. R10 chegou a ser escolhido o melhor do mundo duas vezes na companhia de Eto'o. A parceria vencedora foi desfeita com a chegada de Pep Guardiola ao comando do clube.
O Antalyaspor ficou em quinto no Campeonato Turco e viu o Galatasaray se sagrar campeão do torneio.

Após polêmica com Boechat, Silas Malafaia procura presidente da Band

<p>Silas Malafaia prometeu e cumpriu. Após utilizar a internet para avisar que entraria em contato com Johnny Saad, presidente da Band, o pastor procurou o amigo - como ele mesmo citou no Twitter - para tirar satisfações sobre a postura de Ricardo Boechat.</p><p>Isso porque o religioso ficou insatisfeito com o discurso do jornalista durante um programa de rádio da Band News FM, no dia 19 de junho, em que era chamado de "idiota", "paspalhão" e "um otário, um pilantra". Além disso, o apresentador mandou o oponente "procurar uma ro**".</p><p>Segundo a coluna do jornalista Flávio Ricco, Malafaia conversou com a direção da emissora do Morumbi, mas ainda não se sabe se Boechat foi repreendido pela fala. A situação, no entanto, parece ter sido contida com "panos quentes".</p><p>Vale lembrar que o pastor compra um horário na programação semanal da Band. Na ocasião da briga, ele escreveu no Twitter: "Vou perguntar ao meu amigo Johnny, dono da Band, se a política do grupo é caluniar e difamar pessoas. Uma vergonha".</p><p><strong><a href="http://www.facebook.com/pages/Famosidades/129946850420592">Opine no Facebook do Famosidades!</a></strong></p>


Luto! Aos 29 anos, morre o cantor Cristiano Araújo; sertanejo foi vítima de um grave acidente

Sertanejo foi levado em estado grave para um hospital: <p>Cristiano Araújo, de 29 anos, não resistiu e morreu na manhã desta quarta-feira (24). O cantor sofreu um grave acidente durante a madrugada, na rodovia BR-153, entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás, e chegou a ser transferido para um hospital de Goiânia em estado grave. </p><p>O sertanejo havia se apresentado em Itumbiara e, por volta das 3h, o automóvel capotou. A namorada do artista, Allana Moraes, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ronaldo Ribeiro, segurança que dirigia no momento do acidente, e o empresário Victor Leonardo passam bem.</p><p>Segundo o "Bom Dia Brasil", da Globo, a polícia suspeita que o motorista tenha cochilado enquanto trafegava em alta velocidade. Como Allana foi arremessada para fora do carro, também será investigado se ela e Cristiano, que estavam no banco traseiro, usavam cinto de segurança.</p><p><strong><a href="http://www.facebook.com/pages/Famosidades/129946850420592">Opine no Facebook do Famosidades!</a></strong></p>

O cantor sertanejo Cristiano Araújo, de 29 anos, não resistiu e morreu na manhã desta quarta-feira (24). O cantor sofreu um grave acidente durante a madrugada, na rodovia BR-153, entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás, e chegou a ser transferido para um hospital de Goiânia em estado grave.
O sertanejo havia se apresentado em Itumbiara e, por volta das 3h, o automóvel capotou. A namorada do artista, Allana Moraes, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ronaldo Ribeiro, segurança que dirigia no momento do acidente, e o empresário Victor Leonardo passam bem.
Segundo informações que esta sendo levantadas, a polícia suspeita que o motorista tenha cochilado enquanto trafegava em alta velocidade. Como Allana foi arremessada para fora do carro, também será investigado se ela e Cristiano, que estavam no banco traseiro, usavam cinto de segurança.


De volta da aposentadoria, Rivaldo é aprovado em testes físicos no Mogi Mirim

Rivaldo foi aprovado nos exames nesta terça-feira

Após anunciar que voltaria à função de jogador para ajudar o Mogi Mirim na Série B do Campeonato Brasileiro, restava a Rivaldo passar pela parte mais difícil: os testes físicos. Nesta terça, no entanto, o 'presidente-meia' de 43 anos recebeu o sinal positivo do departamento médico para voltar a treinar e até entrar em campo oficialmente.
O veterano passou por testes cardiovasculares, de força e de percentual de gordura (que apontou 12,66%), sendo aprovado em todos os exames. Com os resultados, ele surpreendeu o fisiologista do clube, Ricardo Melo, que o vê em boa condição, mas acredita que ele precisará ganhar mais massa muscular para jogar.
"Para um jogador que está parado há 15 meses, são números surpreendentes, que mostram que ele ainda pode manter sua performance de profissional. (Rivaldo) precisará apenas ganhar mais um pouco de massa muscular", avaliou o profissional.
Há mais de um ano desempenhando apenas funções administrativas no clube, Rivaldo se mostrou positivamente surpreso, mas reiterou que retorna aos gramados mais para ajudar a equipe nos treinamentos do que para fazer a diferença em partidas oficiais.
"Esperava estar bem, mas não tão bem. Agora vai depender de como meu joelho se comportar. Mas o importante neste momento é estar ao lado do elenco no dia a dia para que possamos subir na classificação, independentemente de ter condições de jogo ou não", comentou o mandatário e meia do clube paulista, que passou por uma artroscopia no joelho direito no fim de 2013, antes de anunciar sua aposentadoria, em março de 2014.
Com seu presidente integrado ao elenco - ao lado de seu filho Rivaldo Júnior, que é atacante - o lanterna Mogi Mirim entra em campo pela Série B do Campeonato Brasileiro às 16h30 (de Brasília) deste sábado, quando recebe o CRB no Romildão. O ex-camisa 10 da seleção brasileira, no entanto, certamente ainda não poderá ajudar a equipe neste confronto.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro