A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Em 2014, Neymar bate recorde de gols na seleção

Nunca antes na sua história pela seleção brasileira Neymar marcou tantos gols em um ano só e foi tão eficiente. O atacante que aos 22 anos deixa históricos artilheiros nacionais comendo poeira tem se superado em 2014.
Desde a estreia pelo país, em 2010, Neymar só aprimorou seu desempenho nas primeiras três temporadas. Naquele ano, ele disputou as duas primeiras partidas pela seleção e marcou um gol, média de 0,50 por jogo.
Em 2011, foram 13 participações e sete bolas na rede, 0,54 por confronto. A média subiu para 0,75 a cada partida com os nove tentos em 12 jogos no ano seguinte.
Depois de uma queda para 0,53 gol por partida em 2013 graças às 15 bolas na rede colocadas por Neymar em dez enfrentamentos, seus números voltaram a subir.
Em 2014, já foram até aqui 13 gols em 12 jogos, 1,08 por confronto, abastecidos pelos quatro tentos marcados nesta terça-feira, na vitória por 4 a 0 sobre o Japão, em CIngapura.
No total, o camisa 10 verde-amarelo tem 40 gols em 58 duelos disputados pelo Brasil - média de 0,65 -, tornando-se o quinto maior artilheiro da seleção, à frente de Bebeto, com 39 gols e atrás de Zico, com 48, Romário, com 55, Ronaldo, com 62 e Pelé, com 77.
Ainda restam dois amistosos para Neymar e para a seleção brasileira até 2015. Os comandados de Dunga pegarão a Turquia, em 12 de novembro, em Istambul e a Áustria, em 18 de novembro, em Viena.

Com mudança para SP, equipe do “Domingão do Faustão” teme demissões

A equipe do “Domingão do Faustão” ficou apreensiva com a mudança do programa para São Paulo. Alguns temem ser demitidos caso não aceitem se realocar para a capital paulista.
Os funcionários acreditam que podem não ter espaço em outros programas e o clima seria de incerteza nos bastidores do programa, segundo o blog do Guilherme Araújo.
A partir de novembro, o dominical passará a ser gravado inteiramente em São Paulo e não em esquema de revezamento com o Rio de Janeiro. 
FAMOSIDADES: Com mudança para SP, equipe do “Domingão do Faustão” teme demissões

PAUTA DA 32ª SESSÃO ORDINÁRIA DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014 - TERÇA-FEIRA – 19h30

REGIME DE URGÊNCIA
 
PROJETO DE LEI Nº 64/14 – ÓRGÃO EXECUTIVO– Altera a denominação da Secretaria Municipal de Assistência Social que passará a ser nominada como Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania e dá outras providências. (APROVADO)
PROJETO DE LEI Nº 65/14 – ÓRGÃO EXECUTIVO– Institui o Programa Municipal de Aprendizagem de Caraguatatuba, e dá outras providências. (APROVADO)
 ORDEM DO DIA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA:
PROJETO DE LEI Nº 62/14 – Ver Wenceslau de Souza Neto– Dispõe sobre a implantação do Programa de Combate a Prevenção à Dengue e dá outras providências. (APROVADO)
PROJETO DE LEI Nº 63/14 – Ver Oswaldo Pimenta de Mello Neto– Declara de Utilidade Pública o Projeto Social Evolução Consciente, com sede no Bairro Indaiá. (APROVADO)
PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 11/14 – Ver Wenceslau de Souza Neto - Cria a Comissão de Assuntos Relevantes destinada a estudar e propor medidas sobre a contratação de mão de obra local, junto as empresas instaladas no município. (APROVADO)

Agora é oficial, Apple mostrará novo iPad na próxima semana

Há algumas horas nós falamos sobre as fotos que vazaram do novo iPad. No final do texto, ressaltávamos que apesar de todos indícios para um novo lançamento, a Apple ainda não havia convocado a imprensa para isso.
Convite da Apple: empresa fará novo evento para anunciar produtos na próxima semana
Pois bem, depois de poucas horas, a Apple confirmou que o evento acontecerá. Ele será realmente no dia 16 de outubro, quinta-feira da próxima semana.
O evento será consideravelmente menor do que o de anúncio do iPhone 6 e do Apple Watch. Ele acontecerá no mesmo local onde a empresa anunciou, no ano passado, o iPhone 5s.
Ele servirá de palco para anunciar novidades para o iPad. As especificações da nova versão do iPad Air vazaram, assim como supostas fotos do produto. De acordo com os vazamentos, a Apple deve mostrar um iPad com leitor de digitais da Apple, o Touch ID. Ele, por outro lado, perderia o botão Mudo e ficaria 0,5 mm mais magro, chegando a 7 mm de espessura.
A empresa ainda confirmou que irá anunciar a atualização do iPad, mas o fato já é esperado por todos do meio da tecnologia. Tradicionalmente, a Apple anuncia uma atualização de iPad por ano, principalmente para atualizar a capacidade de processamento dos tablets.
De acordo com rumores, a Apple também irá anunciar o primeiro tudo-em-um com tela de altíssima resolução. O iMac pode chegar rodando em uma resolução de, pelo menos, 4K.
No evento, a Apple pode também anunciar finalmente a data de lançamento da sua nova versão de sistema operacional, o Mac OS X Yosemite. Não seria nenhuma surpresa se ele ficasse disponível para download no próprio dia do evento.
Outros objetos de especulação são alguns modelos de Mac, como o MacBook Air ou MacBook Pro. Outra eterna candidata a uma atualização é a Apple TV.
Na próxima semana o mistério acaba. Relembrando, o evento acontece no dia 16 de outubro, às 14h (horário de Brasília). EXAME.com fará a transmissão ao vivo do evento. Até lá.

Amazon vai abrir primeira loja física em ponto turístico de Nova York

A Amazon, gigante loja online que vende de tudo, planeja abrir sua primeira loja física em Manhattan, Nova York, bem a tempo para as compras de final de ano. A loja experimental funcionará como um mini-armazém para realizar algumas entregas expressas na cidade.
Ela também servirá para fins de marketing: a nova loja física será aberta no outro lado da rua do Empire State Building, conhecido ponto turístico da cidade.
Nela, a empresa deve exibir sua (já considerável) linha de produtos, incluindo leitores de e-book Kindle de todos os tipos, os tablets Kindle Fire e o malfadado Fire Phone. A loja também permitirá retirar produtos comprados pela internet, e vai lidar com devoluções.
Esta não é a primeira vez que a Amazon considerou marcar presença física: rumores diziam há dois anos que a empresa iria abrir uma loja em Seattle (EUA), o que não aconteceu. A Amazon abriu quiosques em shoppings no Brasil para vender Kindles. Mas desta vez, trata-se de uma iniciativa bem maior - agora é só esperar pela inauguração.

Google investirá US$400 mi em cabo submarino entre Brasil e EUA

A obra, que estará operando no final de 2016, aumentará a largura de banda para 64 terabits por segundo.

O Google investirá 400 milhões de dólares com empresas latino-americanas para construir um cabo de fibra óptica submarino entre os Estados Unidos e o Brasil para aumentar a qualidade do acesso à internet na região, disse o governo do Uruguai nesta sexta-feira.
A obra, que estará operando no final de 2016, aumentará a largura de banda para 64 terabits por segundo, respondendo às demandas de modernização tecnológica na América Latina, onde o número de 300 milhões de usuários está crescendo rapidamente.
"Este investimento faz parte de um esforço conjunto para construir a malha da Internet, preparando nosso país e a região para o aumento da demanda", disse o governo uruguaio em comunicado.
O projeto também envolveu a Algar Telecom Brasil, a estatal uruguaia Antel e o operador internacional Angola Cables.
A empresa TE Connectivity SubCom implantará o projeto, que ligará Boca Raton, na Flórida, a Santos e Fortaleza, no Brasil, por meio de um cabo de 10.556 quilômetros, disse o comunicado.

Samsung levará Wi-Fi cinco vezes mais rápido para dispositivos já no ano que vem

A Samsung tornou realidade uma nova tecnologia que aumenta a velocidade do Wi-Fi em cinco vezes se comparada ao hardware atual - e ela deve aparecer em dispositivos já no próximo ano.
A coreana afirma que o padrão Wi-Fi 802.11ad permite atingir velocidades de até 4,6 Gbps, ou 575 MB por segundo. Isso significa que um filme de 1 GB poderia ser transferido entre dispositivos em menos de três segundos, ou que um vídeo HD sem compressão poderia ser transmitido por streaming em tempo real.
A velocidade teórica máxima do Wi-Fi 802.11ac, o padrão mais rápido atualmente, é de 866,7 Mbps ou 108 MB por segundo.
<p>A Samsung tornou realidade uma tecnologia cinco vezes mais rápida que o Wi-Fi atual.</p>

Para fazer tudo isso, o novo padrão Wi-Fi funciona em frequência 60 GHz, em vez das bandas 2,4 GHz e 5 GHz convencionais. Frequências mais altas não costumam ser usadas porque atenuam rapidamente, ou seja, o Wi-Fi poderia não chegar a certos pontos da sua casa bloqueados por paredes ou outros obstáculos.
No entanto, a Samsung afirma que resolveu esses problemas com um novo transmissor e um novo design para as antenas. Claro, para isso funcionar, é preciso ter um roteador e dispositivos compatíveis.
A Samsung não é a única empresa trabalhando no padrão Wi-Fi 802.11ad, também conhecido como tecnologia WiGig. O protocolo vem sendo desenvolvido desde pelo menos 2009 pela Wireless Gigabit Alliance, que reúne empresas como Apple, Intel, Microsoft, Samsung e Qualcomm - esta última fez uma aquisição este ano para levar o Wi-Fi mais rápido a smartphones.
Mas agora, parece que enfim o veremos em produtos reais. Ainda não está claro exatamente quando a Samsung integrará o novo padrão a smartphones, laptops e afins, mas a empresa diz que ele deve chegar a "dispositivos audiovisuais, dispositivos médicos e equipamentos de telecomunicações" já em 2015. 

'PSB renunciou ao seu futuro', diz ex-presidente da sigla

Cinco dias após o PSB declarar apoio à candidatura de Aécio Neves (PSDB), o ex-presidente do partido, Roberto Amaral, criticou publicamente a decisão e afirmou que a sigla “renunciou ao seu futuro”.
“Quando se alia a Aécio Neves, o PSB renega seus compromissos programáticos e estatutários. Joga no lixo da história a oposição que moveu ao governo FHC e o esforço de seus fundadores para instalar no solo da paupérrima política local uma resistência de esquerda, socialista e democrática”, disse o socialista em texto publicado na Folha de S.Paulo nesta terça-feira.
No texto, Amaral afirma ainda que a decisão do partido vai contra a posição de Eduardo Campos de “denúncia da velha, nociva e artificial polarização entre PT e PSDB, que só interessa, dizia ele, aos verdadeiros detentores do poder”. O ex-presidente da sigla ainda questiona: “Como honrar esse legado tornando-se refém de uma de suas pernas [um dos pilares dessa polarização], justamente a mais atrasada?”
Roberto Amaral já havia se posicionado contra a decisão do PSB de apoiar o candidato tucano. Ele se reuniu ontem à noite com a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), em Brasília, em demonstração de apoio à petista. Amaral foi ministro da Ciência e Tecnologia no governo Lula.
Em meio a esse racha interno, o PSB oficializou ontem a troca de seu comando, numa reunião em Brasília. O ex-primeiro secretário do partido, Carlos Siqueira, substituirá Amaral como presidente da sigla. Roberto Amaral não compareceu à reunião, assim como a deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP), também insatisfeita com o apoio a Aécio.
O diretório nacional do PSB declarou apoio à candidatura de Aécio Neves na última quinta-feira (16). A família de Eduardo Campos também se manifestou em favor do tucano. Campos era candidato à presidência pelo PSB e morreu num acidente de avião no início da campanha, sendo substituído por Marina Silva. Marina também declarou apoio ao tucano.
De acordo com informações da coluna Painel da Folha de S.Paulo, o ex-presidente Lula chegou a procurar dirigentes do PSB em busca de apoio político para Dilma Rousseff no segundo turno. Porém, após três dias de conversas, o petista foi informado que a sigla apoiaria Aécio. A posição anunciada pelo PSB é a de que a candidatura tucana representa uma mudança na política nacional. "A população brasileira tem dado sinais de que deseja mudança”, disse o senador Rodrigo Rollemberg no dia em que foi anunciado o apoio.

Mega-Sena acumulou novamente e o prêmio está estimado em R$ 18,5 milhões

A Mega-Sena pode fazer nesta quarta-feira (15 de outubro) um novo milionário. Acumulada desde o concurso 1641, o concurso desta quarta, o de número 1644, pode pagar R$ 18,5 milhões.

img-msn-14102014.jpg


No sorteio passado da Mega-Sena, concurso 1643, nenhum jogador acertou as seis dezenas: 16 - 19 - 20 - 28 - 37 - 60. Mas, 60 apostadores fizeram a Quina e receberam mais de R$ 45 mil e 5.152 pessoas acertaram a Quadra e ganharam R$ 750,54 cada uma.
Nesta quarta-feira, o sorteio 1644 da Mega-Sena pode ser acompanhado do Caminhão da Sorte, que estará em Natividade da Serra, São Paulo, Rua 13 de Agosto, 275, Centro, às 20:00. Confira os concursos que correm hoje e amanhã:
Timemania R$ 4 milhões - concurso 639
Dupla Sena R$ 3 milhões - concurso 1324
Quina R$ 500 mil - concurso 3613
Mega-Sena R$ 18,5 milhões - concurso 1644
Lotomania R$ 5,5 milhões - concurso 1495
Lotogol R$ 20 mil - concurso 646

Rainha Elizabeth II, aos 88 anos, pode estar sofrendo do Mal de Alzheimer

Rainha Elizabeth II, aos 88 anos, pode estar sofrendo do Mal de Alzheimer: Rainha Elizabeth II estaria sofrendo de Alzheimer, segundo a revista 'Globe'
Confusa. Assim pode estar a Rainha Elizabeth II. Aos 88 anos, a mãe do príncipe Charles estaria sofrendo do Mal de Alzheimer, doença muito comum em pessoas idosas. A rainha, que visitou em junho de 2014, o estúdio da série "Games of Thrones", está há mais de 60 anos à frente do trono inglês.Elizabeth II já teria demonstrado vários sinais da doença, segundo a revista "Globe".
Ela não estaria se lembrando do casamento do príncipe William, seu neto, com Kate Middleton, em 2011, e acha que o príncipe Charles, seu filho e herdeiro na sucessão do trono real, é seu marido. Além disso, ela teria sido vista, mais de uma vez, andando confusa nos jardins do Palácio de Buckingham.
Elizabeth Alexandra Mary nasceu em 21 de abril de 1926 em Londres. Casou com o príncipe Philip em 1947, com quem teve quatro filhos. A rainha será bisavô mais uma vez, já que Kate, mãe de George, de 1 ano, está grávida novamente.
Em janeiro deste ano, Elizabeth II estourou seu orçamento e ficou com 'apenas' quase R$ 4 milhões para gastar. "A família tem que se planejar melhor na gestão de seus orçamentos em longo prazo", disse Margaret Hodge, membro do parlamento que preside o Comitê, na época. Segundo ela, a rainha gastou boa parte do dinheiro em salários, manutenção de seus palácios e viagens.

Horário de verão começa à meia-noite do próximo sábado

Brasileiros de 11 estados devem adiantar seus relógios em uma hora. Mudança vigora até 22 de fevereiro.

Começa à meia-noite deste sábado, 19, o horário de verão em dez estados do país, além dos distrito federal. Nessa hora, moradores do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Distrito Federal devem adiantar em uma hora seus relógios. A medida vale até o dia 22 de fevereiro.
Durante o horário de verão do ano passado, o Ministério de Minas e Energia (MME) fez uma previsão de economia de R$ 400 milhões, e foram economizados R$ 405 milhões.
O horário de verão é adotado no Brasil desde 1931, com intervalos de aplicação. É o 39º ano em que ele é utilizado. Em 2012, o montante economizado pelo país com o racionamento ficou entre R$ 130 milhões e R$ 150 milhões. A redução da demanda por energia no horário de pico (entre 19h e 21h) foi de até 4,5%, e o consumo de energia caiu 0,5% durante o horário de verão.
O horário de verão começa no terceiro domingo do mês de outubro neste ano, uma semana antes do segundo turno das eleições, e é mantido até o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte. Caso a data de término coincida com o domingo de carnaval, o prazo é prorrogado em uma semana.

Marina é cobrada por patamar ético que criou, diz professor

Para Renato Janine Ribeiro, professor de ética e filosofia política da USP, o apoio de Marina Silva (PSB) ao candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) é incoerente e enfraquece o discurso da necessidade de uma terceira via na política brasileira, pautada há décadas pela polarização entre PT e PSDB. 
Derrotada no primeiro turno, Marina declarou apoio ao tucano no último domingo. “Se ela quer ser uma terceira força política, a melhor coisa é ficar neutra”, afirmou Ribeiro em entrevista à EXAME.com.
O apoio ao tucano gerou desentendimentos internos na Rede Sustentabilidade, grupo político liderado por Marina. Nesta segunda-feira, sete lideranças da Rede em São Paulo deixaram suas atribuições na Executiva Estadual do partido.
Parte da Rede também coleta assinaturas em um manifesto que rejeita o apoio ao tucano, de acordo com o G1. Até a publicação da reportagem, o partido não havia confirmado a informação.
A inclinação da Rede em direção a Aécio, no entanto, ocorreu antes da declaração de apoio de Marina Silva. O partido se reuniu na última quinta-feira (9) e indicou a seus militantes voto branco, nulo ou em Aécio Neves para o segundo turno. 
Na opinião do professor, é impossível saber que consequências esse apoio terá numa possível candidatura de Marina à presidência em 2018. Segundo Ribeiro, Marina pode tanto sair fortalecida, como ser relegada a um papel de referência moral.
Para ele, a situação da ex-candidata se assemelha à de Lula antes da eleição de 2002. “Essa referência moral era um pouco o que Lula estava se tornando antes de ser presidente. Muita gente achava besteira ele concorrer em 2002, e Marina se assemelha muito nisso.” Leia os principais trechos da entrevista:
EXAME.com - A posição de Marina Silva de apoiar Aécio é coerente?
Renato Janine Ribeiro - Não é coerente. Se ela quer ser uma terceira força política, a melhor coisa é ficar neutra. Se ela vai para um lado, perde a importância de haver uma terceira via. Quando você faz uma aliança, você se torna assessório. O problema é que, com isso, acaba-se voltando à dicotomia criticada por ela, estrategicamente falando. 
No caso do conteúdo das propostas dos dois candidatos, a aliança também não faz sentido. Há hoje no país várias agendas simultâneas que são questões complexas. Na agenda econômica Marina está com Aécio. Boa parte da equipe dela é de economistas ex-tucanos, como Eduardo Giannetti e André Lara Resende. Com essa aliança, ela acabou priorizando a agenda econômica, mas esse não é único ponto em discussão.
O que esse apoio pode significar para o futuro político dela?
É difícil saber. Temos que ver que existe também o PSB. Esse partido tinha um líder que morreu, tanto que fez a coisa mais absurda que foi terceirizar a candidatura. Não estou dizendo que foi errado, não tinha outra possibilidade, mas foi estranho. Se Marina tivesse sido eleita, ela ficaria numa situação muito complicada. Ela seria um corpo estranho no partido e, ao mesmo tempo, líder. Agora, se ela for coerente, vai sair do partido.
O que isso pode significar para a Rede?
A Rede tem um problema parecido com o do PSB. Ela só tem uma líder, não tem substituição. Marina teve uma exposição notável, muita gente ficou simpática a ela. Aí ela subiu rapidamente, teve que assumir compromissos do Eduardo e depois veio toda essa turbulência de apoiar o Aécio. Isso cria divergências dentro da Rede.
Se existe um propósito coeso dentro da Rede, a decisão do partido tem que ser coesa. Falta integração entre eles, inclusive uma coisa democrática, de que eles dialoguem entre si. Com tudo isso, a marca da Rede ficou um tanto comprometida. Não muito, mas ficou. Há quatro anos, Marina foi a campeã moral da eleição. Hoje ela sai mais normalizada.
Ainda é possível falar em nova política? 
A questão da velha politica surge quando ela decide apoiar um dos dois candidatos. Quatro meses atrás, ela disse que não subiria no palanque de Aécio. Marina não é pior que os outros. Mas ela colocou um patamar alto para si mesma, e isso gerou cobranças. Algo semelhante aconteceu com o PT, que também se colocava como consciência ética do país.
Como o senhor  avalia o cenário para Marina em 2018?
Isso é imprevisível. O fato de ela colocar a questão do fim da reeleição para Aécio é um indício do que ela quer. Mas a gente não sabe o que está mudando na cabeça das pessoas. Não sabemos se as pessoas vão ver Marina como um grande referencial moral, que será levada à presidência nos braços do povo, ou se ela sairá totalmente desarticulada.
Aécio Neves e Marina Silva: apoio de Marina a Aécio no segundo turno
 Aécio Neves e Marina Silva: apoio de Marina a Aécio no segundo turno

Muito dificilmente alguém consegue destruir totalmente um candidato. Nesse sentido, Marina continua. Mas não sei se continua como presidenciável viável ou como referência moral. Essa referência moral era um pouco o que Lula estava se tornando antes de ser presidente. Muita gente achava besteira ele concorrer em 2002, e Marina se assemelha muito nisso.
Mas Lula é melhor do que ela em muitos aspectos, ele tem mais carisma, por exemplo. Nesse sentido, é muito interessante ela comparar Aécio com Lula no episódio da carta dos compromissos. Na realidade não é Aécio que se assemelha com Lula, é ela que quer ser Lula, obviamente.
As exigências de Marina  para Aécio envolviam reforma agrária, questão indígena, não redução da maioridade penal. Não seria mais fácil conseguir estais posições da candidata Dilma Rousseff (PT)?
Provavelmente, seria mais fácil conseguir da Dilma. Mas aí entra o ódio dela pela Dilma. Tem um lado de querer tirar o PT do governo e, no caso da Marina, tem um elemento de aversão profunda a sua colega de ministério. Nesse cenário, é mais fácil lidar com Aécio. O problema é que ele não se comprometeu objetivamente com quase nada.

Artistas pró-Aécio falam em perseguição e relembram discurso do 'medo' de Regina Duarte

Lobão disse que tem sofrido ameaças de morte por suas críticas ao PT.

Em 2002, na então campanha de José Serra (PSDB) para a presidência, a atriz Regina Duarte falou que sentia medo sobre uma possível vitória de Lula nas eleições. Agora, 12 anos depois, artistas voltam a falar no "medo" e começam a dizer que estão sendo perseguidos pelo atual governo, o qual chamam de ditadura.
Esse é o discurso de pessoas como o cantor Lobão, a atriz Lucia Veríssimo, o ator Fulvio Stefanini e o empresário Sérgio Dantino, que na noite de segunda-feira (13) falaram para uma plateia pequena no Teatro Frei Caneca, em São Paulo. Com capacidade para cerca de 600 pessoas, o evento em favor da campanha de Aécio Neves (PSDB) não tinha mais que 200 pessoas, sendo que entre os ausentes estavam nomes como a própria Regina Duarte e o ator Lima Duarte.
"Neste momento nós estamos vivendo uma ditadura, sem nenhum tipo de hipérbole. Estamos sendo muito cerceados na nossa liberdade", disse Lobão, que também afirmou que no primeiro turno não votou em nenhum candidato: "não saí de casa", completou. "O povo brasileiro está descrente. Todos os dias eu vejo gente dizendo que quer se mudar para Miami", continuou o cantor.
"Acho que nós deveríamos ficar aqui e dar as passagens para o Lula e para a Dilma. Eles vão, a gente fica”, completou o Stefanini, enquanto o público gritava "Para Cuba, não para Miami!". Na mesma linha de discurso, a atriz Lucia Veríssimo se disse perseguida - mas não disse por quem -, aproveitando para declarar sua paixão pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, quem ela chama de "imperador".
Lobão também falou sobre isso e completou dizendo ainda que tem sofrido ameaças de morte por suas críticas ao PT, mas negou que tenha medo. "Eu não tenho medo, eu sou o Lobão", disse o cantor. "Eu não tenho medo, mas eu tenho c.... O País está numa decadência terrível, você acha que eu vou ficar aqui dando sopa? Eu não tenho medo de enfrentar. Mas eu posso levar uma emboscada, alguém pode entrar na minha casa e me incendiar. Uma coisa é você não ter medo, outra coisa é você ser imprudente", completou, ressaltando que irá deixar o Brasil caso a presidente Dilma seja reeleita.
"Se tivesse no segundo turno um partido do satanás e o PT, eu votava no partido do satanás. Nós somos anti, somos contra esse regime atual", disse Sérgio Dantino, que é proprietário do Teatro Frei Caneca onde ocorreu o evento.
Os artistas também falaram sobre o tema da "divisão" que as duas candidaturas têm criado, com petistas afirmando que um governo tucano seria voltado para as elites, onde seriam realizadas muitas privatizações. "Me disseram que se eu votar no Aécio, vão privatizar meu c.... Mas meu c... sempre foi privado", disse Lucia.
Meia-entrada
Outro tema que foi abordado foi o fim da meia-entrada em eventos culturais, fato que todos os presentes são a favor. "Com o perdão da expressão mais uma vez, mas essa coisa de meia-entrada é o que se chama de gozar com o pau dos outros", disse Lúcia, criticando o fato de que os 50% da meia-entrada saem do bolso dos artistas. "Eu preciso pagar contas. Todos precisam", completou.
"A gente não tem um show business que anda pelas próprias pernas por causa da meia-entrada. Nenhum artista fala porque não é popular", afirmou Lobão, que disse ainda que a UNE (União Nacional dos Estudantes) virou uma "fábrica de carteirinhas". "Tendo que ir atrás de um ‘Bolsa Rouanet’, você vira um artista chapa branca. Perde o sentido de subversão do artista", completou o músico.

Canadá inicia testes em humanos de vacina experimental contra Ebola

Agentes da saúde posam na entrada da Unidade de Tratamento do Ebola, no Centro Médico John F. Kennedy, na capital liberiana Monróvia, em 13 de outubro de 2014

Uma vacina experimental contra o Ebola, desenvolvida no Canadá, será testada em humanos, na expectativa de produzi-la em larga escala para combater a epidemia da febre hemorrágica no oeste da África, informou nesta segunda-feira a ministra canadense da Saúde, Rona Ambrose.
Na primeira fase de testes clínicos, a vacina será administrada a 20 voluntários do Instituto de Pesquisas do Exército Walter Reed, nos Estados Unidos, para calibrar a dosagem, a eficácia e eventuais efeitos colaterais do imunizante.
Os resultados iniciais da vacina, denominada VSV-EBOV, e desenvolvida por pesquisadores do Laboratório Nacional de Microbiologia em Winnipeg, estarão disponíveis em dezembro, explicou Ambrose a jornalistas durante coletiva de imprensa em Calgary.
A ministra disse esperar que "pesquisas avançadas sobre esta vacina experimental vão ajudar a responder a esta crise global".
Em agosto passado, o Canadá forneceu quase 1.000 doses da vacina para a Organização Mundial da Saúde, mas elas permaneceram em Winnipeg e a OMS não decidiu se vai usá-las ou não.
Ambrose disse na segunda-feira que os testes clínicos "são um passo importante na resposta a algumas das considerações éticas sobre o fornecimento de uma vacina experimental para ajudar a controlar a epidemia?.
Até agora, a epidemia de Ebola matou mais de 4.000 pessoas de um total de 7.300 infectados desde o começo do ano, sobretudo em países do oeste da África, como Guiné, Libéria e Serra Leoa.

iPhone 6 e 6 Plus chegam a 36 novos países, mas Brasil fica de fora!

iPhone 6 e 6 Plus chegam a 36 novos países, mas Brasil fica de fora!: Brasil ainda não tem data para receber os novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus

A novela sobre o iPhone 6 acaba de ganhar mais um capítulo. Depois da polêmica sobre a aparelho estar dobrando nos bolsos dos usuários, os iPhones voltaram a ser assunto. Dessa vez, o motivo foi o anúncio da Apple sobre os próximos locais de lançamento: o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus devem chegar a mais 36 países até o fim deste mês, e em 115 países até o final do ano. O Brasil, entretanto, continua fora da lista.
Desde o anúncio do novo iPhone, a Apple vem enfrentando alguns imprevistos para o lançamento. Depois de voltar atrás e retirar uma atualização problemática do iOS, a gigante da tecnologia parece estar enfrentando problemas para lançar os gadgets em território brasileiro. O motivo, acredita-se, foi a demora da empresa em enviar os novos aparelhos para homologação da Anatel, o que impediu que os novos iPhones tivessem a comercialização autorizada no país.
Apesar da ausência de informações, a expectativa é de que os aparelhos chegem ao Brasil no final do ano, como tem acontecido nos últimos lançamentos da Apple.

Vox Populi mostra empate técnico com vantagem numérica de Dilma sobre Aécio

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta segunda-feira mostrou empate técnico na disputa do segundo turno da eleição presidencial entre Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, e o candidato do PSDB, Aécio Neves, com vantagem numérica para a presidente.

Pesquisa Vox Populi divulgada nesta segunda-feira mostrou empate técnico na disputa do segundo turno da eleição presidencial entre Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, e o candidato do PSDB, Aécio Neves, com vantagem numérica para a presidente.
Segundo o levantamento realizado no sábado e domingo, Dilma tem 45 por cento das intenções de voto contra 44 por cento de Aécio. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.
Os eleitores que planejam votar em branco ou nulo somam 5 por cento, e os indecisos outros 5 por cento.
Considerando apenas os votos válidos (que excluem os brancos, nulos e indecisos), a presidente tem 51 por cento e o tucano soma 49 por cento.
As pesquisas mais acompanhadas pelos analistas, Datafolha e Ibope, divulgaram na quinta-feira passada levantamentos que mostravam empate técnico, mas com vantagem numérica para Aécio. Pelo eleitorado total, o placar favorável ao tucano era de 46 a 44 por cento; pelos votos válidos era de 51 a 49 por cento. A margem de erro das duas pesquisas é de 2 pontos percentuais.
No levantamento divulgado nesta segunda-feira, o Vox Populi ouviu 2.000 eleitores em 147 municípios.

Morre sudanês infectado com Ebola no hospital alemão de Leipzig

Ele foi o terceiro levado da África para a Alemanha para receber tratamento contra a doença.

O sudanês infectado com Ebola, transferido da Libéria para a Alemanha para receber tratamento, morreu na clínica de St. Georg, em Leipzig, na qual estava internado, informaram nesta terça-feira os responsáveis pelo centro hospitalar.
O paciente, de 56 anos, era funcionário das Nações Unidas e chegou ao país na última quinta-feira. Ele foi o terceiro levado da África para a Alemanha para receber tratamento contra a doença.
O homem morreu nesta madrugada por causa da grave doença infecciosa, 'apesar das intensivas medidas médicas adotadas e do esforço de médicos e enfermeiros', disse à imprensa local o porta-voz do hospital, Martin Schamlz.
Após os primeiros exames, a clínica tinha classificado o estado do paciente como 'extremamente crítico'. Ele foi transferido da Libéria para a Alemanha em um avião adaptado, sendo internado na clínica St. Georg, um dos sete hospitais do país com unidades de isolamento para doenças altamente infecciosas.
A primeira pessoa com Ebola recebida pelos alemães foi internada no hospital universitário de Eppendorf, em Hamburgo.
O paciente, um trabalhador senegalês da Organização Mundial de Saúde (OMS) que pegou a doença em um laboratório de Serra Leoa, recebeu alta após cinco semanas de tratamento.
Na clínica universitária de Frankfurt segue internado um médico de Uganda que também trabalhava em Serra Leoa, mas como funcionário de uma ONG italiana.
Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha disse que a recepção de doentes estrangeiros no país é um ato de solidariedade e que o governo seguirá atendendo os pedidos de ajuda de organizações internacionais.
O ministro alemão de Saúde, Hermann Gröhe, afirmou ontem que, segundo os especialistas, a probabilidade de ocorrer o cotágio por Ebola de um paciente que chega infectado ao país 'é muito baixa'.
Grohë quis tranquilizar a população após os casos registrados na Espanha e nos Estados Unidos, assegurando que o país está 'preparado' para essa eventualidade.
A Alemanha dispõe de cinquenta leitos para serem utilizados por pacientes com ebola e conta com quatro aeroportos preparados para atenderem casos suspeitos que possam ser detectados a bordo de um avião.

Após apoio, Aécio e Marina preparam encontro para a TV

Após conquistar o apoio formal de Marina Silva (PSB) à sua candidatura no 2.º turno da disputa presidencial, Aécio Neves (PSDB) tenta agora agendar um encontro com a ex-ministra. A intenção do tucano é potencializar a adesão da terceira colocada no 1.º turno, produzindo imagens para o horário eleitoral na TV.
Marina aceita fazer uma gravação para o palanque eletrônico do tucano, mas espera um contato direto do candidato. Depois pretende se recolher. A ex-ministra já decidiu que não vai participar de comícios e subir no palanque de Aécio.
A intenção da campanha tucana é promover um encontro em algum lugar simbólico. Como faltam poucos dias para a eleição e o tempo é considerado escasso - principalmente por causa dos quatro debates na TV previstos até o fim do 2.° turno -, o plano é pragmático: captar as imagem de Marina e Aécio juntos e utilizá-las no horário eleitoral.
'Futuro'
Ontem, em Curitiba, Aécio disse que é possível que os dois se encontrem ainda esta semana. Depois de afirmar que a aliança com Marina não era apenas eleitoral, mas para "o futuro", o tucano fez questão de observar que a declaração não significa que haverá uma participação da ex-ministra em seu eventual governo.
"A forma como a Marina veio honra a boa política brasileira. Não pediu absolutamente nada, não insinuou absolutamente nada em relação a cargos. Estamos fazendo algo muito maior", disse o candidato.
O tucano afirmou ainda que, caso ficasse fora da disputa do 2.º turno, não tem dúvidas de que estaria ao lado de Marina.
Anteontem, Marina convocou uma entrevista coletiva e leu uma carta escrita de próprio punho em que anunciou o apoio ao tucano. Com o aval da ex-ministra, Aécio enviou equipe de áudio e vídeo para registrar o acontecimento. As imagens têm sido amplamente divulgadas no horário eleitoral e também nas redes sociais.
No pronunciamento, Marina afirmou que a decisão teve como base a carta de compromissos anunciada pelo tucano no sábado e que "a alternância de poder fará bem ao Brasil". "Votarei em Aécio e o apoiarei, votando nesses compromissos, dando um crédito de confiança à sinceridade de propósitos do candidato e de seu partido e, principalmente, entregando à sociedade brasileira a tarefa de exigir que sejam cumpridos."
Antes da declaração de Marina, o candidato do PSDB já havia recebido o apoio do PSB - que abrigou a ex-ministra após a Justiça Eleitoral negar registro à Rede Sustentabilidade, partido que ela tentava criar - e da família do ex-governador Eduardo Campos.
Rede
Além de Marina, dois importantes nomes da Rede, o ambientalista João Paulo Capobianco e o engenheiro Bazileu Margarido, coordenadores do programa de governo da ex-ministra, também declararam apoio a Aécio Neves.
"Eu já havia decidido, mesmo antes de Marina, que iria apoiar a urgente e necessária alternância de poder. Já havia comunicado ao grupo na semana passada que não poderia conviver com neutralidade nesse momento de crise profunda que ameaça a democracia brasileira", disse Capobianco.
<p>A intenção da campanha tucana é promover um encontro em algum lugar simbólico.</p>


A intenção da campanha tucana é promover um encontro em algum lugar simbólico.

"Minha decisão é a decisão de Marina", completou Bazileu.
Já Pedro Ivo, outro dirigente da Rede, afirmou que manterá a neutralidade. "A Rede orientou o voto nulo, branco ou em Aécio Neves. Eu me manterei neutro. Vou votar nulo", disse.
Após o anúncio de apoio, integrantes do PSB deverão realizar nesta semana reuniões com tucanos nos Estados para tentarem organizar uma agenda de atos políticos em favor de Aécio. "Não é um processo que se faz no estalar dos dedos, mas vai ser feita uma mobilização para que cada membro procure os coordenadores do PSDB nos Estados", afirmou o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB).

Polícia cumpriu 47 mandados de prisão em operação contra clínicas de aborto

A Polícia Civil prendeu 42 pessoas acusadas de envolvimento com clínicas ilegais de aborto no estado do Rio de Janeiro, em operação deflagrada nesta terça-feira (14).
Mais cinco mandados de prisão foram expedidos em nome de pessoas que já estavam detidas.
No total, a 4ª Vara Criminal da Capital decretou a prisão preventiva de 75 pessoas, inclusive de policiais civis, militares e médicos.
De acordo com a Corregedoria Interna da Polícia Civil, a organização criminosa atua há vários anos e praticava aborto em locais sem condições de higiene e salubridade, cobrando até R$ 7.500 por procedimento. Um dos acusados de chefiar o esquema é o médico Aloísio Soares Guimarães, já preso.
Além dos 75 mandados de prisão, estão sendo cumpridos 118 mandados de busca e apreensão, como medicamentos e documentos dos acusados.

Temperatura passa dos 40°C em cidades do interior de São Paulo

Bloqueio atmosférico que atinge a capital vai ganhar força na quinta-feira, impedindo a entrada de umidade e frentes frias.

A umidade relativa do ar na cidade de São Paulo ficou em 50% nesta terça-feira, 14, - bem acima dos 20% de segunda -, mas o bloqueio atmosférico que atinge a capital vai ganhar força na quinta-feira e impedir a entrada de mais umidade e de frentes frias. As temperaturas, que bateram recorde nesta terça-feira no interior do Estado, podem chegar aos 35°C na capital e acima dos 40°C no norte e oeste do Estado.
“Esta quarta-feira ainda terá bastante nuvens, mas para quinta e o fim de semana a situação fica crítica de novo, com umidade baixa e calor”, diz o meteorologista Vitor Kratz, da Climatempo. A partir desta quarta, o ar seco deve voltar ao patamar dos 20%, mesmo índice previsto para o fim de semana - o ideal para a saúde humana é a partir de 40%.
A chuva deve chegar somente em forma de pancadas, no sábado à tarde. “Por causa do calor forte, pode haver chuvas isoladas na cidade”, diz o meteorologista Marcelo Schneider, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
Recorde. A cidade de São Simão, próxima de Ribeirão Preto, no interior do Estado, atingiu o recorde histórico de 39,5°C às 15 horas desta terça. Desde que começou a medição na cidade pelo Inmet, em 1961, a temperatura nunca havia atingido esse patamar. Nove cidades paulistas passaram dos 40°C, conforme o Inmet - a campeã Valparaíso chegou a 40,6°C.
O interior do Estado estava entre as áreas mais quentes do Brasil por volta da 13 horas: das dez maiores temperaturas observadas nesse horário, quatro eram em cidades paulistas.
Na sexta-feira, na capital e em diversos pontos do Estado podem ser quebrados mais recordes históricos de calor - a previsão de máxima em São Paulo é perto dos 37°C na sexta e no sábado e de até 42°C no interior, especialmente no norte e noroeste.


No último domingo, a cidade já havia alcançado 34,9 graus à tarde, a mais alta temperatura desde 9 de fevereiro. A medição mais alta do ano foi verificada em 7 de fevereiro - 36,4 graus.
Cuidados. Para evitar problemas de saúde decorrentes da baixa umidade, o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) recomenda que as pessoas evitem exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas, umidifiquem os cômodos da casa, permaneçam em locais protegidos do sol e consumam bastante água.