A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Eu quero fazer uma pergunta aos senhor vereadores de Caraguatatuba... Porque os senhores não abriu um CPI para investigar esta situação?

O projeto original dizia um Hotel Escola e hoje é um Hotel de Luxo com diária em torna de mais de R$ 300,00.
Senhores vereadores, esta na hora de colocar isso a limpo.... 
Você foram eleito para legislar e fiscalizar e neste caso em especial eu ainda não vi nenhum ato do senhores.


Ex-Princesa da Festa da Uva de 2000 é encontrada morta em Caxias do Sul

Henriette Vaccari, de 40 anos, princesa na Festa Nacional da Uva em 2000, foi encontrada morta em seu apartamento na cidade de Caxias do Sul-RS. Ela foi eleita princesa ao lado da rainha Fabiana Bressanelli Koch e da também princesa Vanessa Slaviero.
O corpo de Henriette estava nu, enrolado em um lençol e com vários hematomas, de acordo com a polícia local. Junto com ela, estava um homem que se identificou como seu companheiro. Ele possui antecedentes criminais e estava em liberdade provisória. Em seu depoimento, afirmou que ela estaria em depressão, tomava remédios controlados e havia ingerido bebida alcoólica. A polícia investiga agora a causa do óbito, e um inquérito vai determinar se foi homicídio, suicídio, morte acidental ou natural.
Um amigo da ex-Princesa, Rodolfo Paim, de 21 anos, confirmou à reportagem de um jornal local que ela estaria em depressão. Ele afirmou que ela voltou de uma viagem à Europa há menos de 15 dias, mas que não sabia de nenhum envolvimento  sério com um homem. O corpo de Henriette foi enterrado na manhã desta segunda-feira (17).

Americana tem até 180 orgasmos em duas horas

Cara Anaya-Carlis, de 30 anos, sofre de uma condição ainda pouco conhecida dos médicos: ela tem uma desordem que faz com que ela fique excitada a todo o momento, com orgasmos seguidos e sem nenhum tipo de incentivo.
Moradora do Arizona, nos Estados Unidos, casada e mãe de um menino de 10 anos de idade, Cara afirma que sua vida está sendo arruinada por conta de sua condição médica: "É vergonhoso, confuso e humilhante".
O problema começou há três anos, quando ela estava fazendo compras em um supermercado. Suas pernas ficaram fracas e ela caiu no chão, sofrendo o que diz ter sido um dos orgasmos mais intensos de sua vida.
Até o momento, os médicos não sabem qual a causa disso e o que fazer para amenizar o problema. A mulher afirma que já tentou exercícios, dietas e banhos frios, mas nada funcionou: "Está arruinando minha vida porque mexe com a sua cabeça. Seu corpo tem altos e baixos e isso afeta seu humor. Alguns dias são piores e eu só quero fechar as cortinas e nunca mais me levantar".
Sua maior preocupação é com seu filho de dez anos, pois ela sente que não pode ser uma mãe normal e teve que se afastar das atividades corriqueiras com o menino, como passeios e atividades escolares ou até mesmo levar a criança para a escola todos os dias. Com o tempo, Cara afirma que conseguiu disfarçar o que está sentindo, mas, mesmo que outros não percebam os orgasmos, ela se sente como uma pervertida perto de crianças.
No começo, seu marido relutou em acreditar na história de Cara, mas hoje está ao seu lado e tenta amenizar os efeitos de suas "crises de orgasmos". Entre outras coisas, sua condição causa desidratação, problemas nos joelhos e tornozelos e exaustão por não conseguir dormir direito.