A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 14 de setembro de 2014

'Comentários de Pelé sobre racismo foram desastrosos', diz Ronaldo

'Comentários de Pelé sobre racismo foram desastrosos', diz Ronaldo

O ex-atacante da seleção brasileira Ronaldo classificou como "desastroso" o posicionamento assumido por Pelé em relação ao racismo no futebol, ao comentar as ofensas recebidas pelo goleiro Aranha, do Santos, durante uma partida contra o Grêmio no final de agosto.
"Achei desastroso. As pessoas que sofrem um ato de racismo têm que denunciar, têm que fazer valer os seus direitos", disse o ex-jogador a jornalistas enquanto acompanhava o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, em um evento de campanha no Rio de Janeiro.
Na semana passada, Pelé deu declarações em que buscou minimizar o efeito de ofensas racistas por parte de torcedores em estádios de futebol. O tricampeão mundial pela seleção disse se tratarem de "explosões naturais", acrescentando ter sido vítima de muitas manifestações do tipo em seus tempos de jogador.
"Xingavam a gente de todo nome. Eu acho, é claro, que tem que coibir, é uma coisa de racismo e, infelizmente, o racismo não é só contra o negro, é contra o japonês, contra o pobre. Tem que coibir. Mas eu acho que as coisas têm que ser levadas diferente", disse Pelé.
Em uma partida pela Copa do Brasil na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, alguns torcedores gremistas chamaram Aranha de "macaco". O goleiro reclamou com o árbitro e mostrou-se indignado após o jogo. Por causa do episódio, a equipe gaúcha acabou excluída da competição pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).
"Todo mundo têm que ser contrário a qualquer ato de racismo. Acho que as pessoas têm que tomar consciência de que são sentimentos muito antigos e atrasados. Acho que as pessoas têm que ser punidas pelos crimes que cometem", disse Ronaldo.
Uma torcedora do Grêmio foi identificada como uma das autoras das ofensas por meio de imagens de TV, e foi acusada pelo crime de injúria racial pela polícia. O advogado da torcedora disse que ela estava disposta a encontrar Aranha para pedir desculpas, mas o goleiro descartou essa possibilidade.

SERÁ QUE O PREFEITO ACS – PSDB DE CARAGUATATUBA TEM CONHECIMENTO DO QUE ESTA ACONTECENDO?

A que ponto chega à gestão do atual prefeito de Caraguatatuba em ter e manter em seu governo alguns assessores maus intencionados em arquitetar / alterar informações que é de interesse publico quando é solicitada através do SIC. 

Eu já informei a ouvidora Dra. Regina Rapoli e solicitei que estes servidores devem ser identificados e que seja iniciado um processo administrativo, civil e criminal. 

Aproveito a oportunidade para denunciar que tem SERVIDORES (A) sendo instruídos por chefes a não responderem perguntas solicitas. Esta ordem esta partindo de secretario, adjunto e outros servidores, para tentar esconder irregularidades já apontadas em diversos setores.

Obs.: Todo cidadão tem direito de solicitar informações e acesso a documentos públicos, (desde que não envolva a segurança nacional) nos quais os dados a serem inseridos devem corresponder à realidade. 

Em princípio, analisando superficialmente a situação que você descreve, e sem ter outros elementos para analisar, parece que o fato descrito pode ser tipificado como falsidade ideológica (art. 299 do Código Penal):

Art. 299 - Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante:

Pena - reclusão, de (01) um a (05) cinco anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de (01) um a (03) três anos, e multa, se o documento é particular.

Farra sem controle

A farra é das melhores com o dinheiro publico, até porque a cidade de Caraguatatuba esta sem comando e cada servidor (a) faz o que quer. Esta foto é a prova do que falamos é verdade. 

Veículo oficial estacionado na Trav. Pedro Marques de Macedo ou rua: Miguel Adelaide, bairro Tinga. Esta foto tirada por um cidadão que e morador deste bairro e passava pelo local na manha de 13/09/2014 por volta das 11h00min as 13h00min. 

Qual será a justificativa que o prefeito ACS pode dá para esta situação, se como é de conhecimento de todos que os carros oficiais deverão esta apenas a serviço, mas hoje é sábado e que serviço é este?






Prefeituras terão de instalar equipamento eletrônico de registro de ponto e fornecer informações sobre assiduidade dos servidores

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) recomendou a 33 municípios do interior paulista que afixem, nas salas de recepção de unidades públicas de saúde, quadros informativos com os nomes de médicos e odontólogos em exercício naquele dia, sua especialidade e os horários de início e término da jornada. As cidades fazem parte das subseções judiciárias de Araraquara e Marília. A recomendação advém do elevado número de reclamações que o MPF tem recebido sobre as carências de atendimento à população devido a atrasos e faltas desses profissionais.


As Prefeituras terão também de instalar instrumentos de controle eletrônico de frequência dos servidores vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) e determinar às unidades que disponibilizem os registros de ponto aos interessados em consultá-los. A recomendação indica ainda aos municípios que as informações sobre local e horário de atendimento de médicos e odontólogos devem ser publicadas na internet.



Os problemas de assiduidade dos servidores implicam deficiências no atendimento inclusive em programas federais aos quais muitos também estão vinculados, como o Saúde da Família. Faltas e atrasos injustificados oneram o sistema público e contrariam o direito constitucionalmente assegurado dos cidadãos de ter acesso a saúde de qualidade e assistência digna. 



Conforme trecho da recomendação, “é direito do cidadão saber os horários de atendimento de médicos e odontólogos vinculados ao SUS, tanto para contribuir com o controle do cumprimento de tais horários, como também para evitar esperas e filas desnecessárias”.



Os documentos foram expedidos para os municípios de Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Américo Brasiliense, Araraquara, Boa Esperança do Sul, Borborema, Cândido Rodrigues, Dobrada, Echaporã, Fernando Prestes, Fernão, Gália, Garça, Gavião Peixoto, Ibitinga, Itápolis, Júlio Mesquita, Lupércio, Marília, Matão, Motuca, Nova Europa, Ocauçu, Oriente, Pompéia, Quintana, Rincão, Santa Ernestina, Santa Lúcia, Tabatinga, Taquaritinga, Trabiju e Vera Cruz.



Recomendações são ferramentas extrajudiciais de atuação do Ministério Público para assegurar a observância da ordem jurídica. Buscam orientar órgãos públicos para que eles cumpram determinados dispositivos legais. Caso as Prefeituras não acatem, o MPF pode recorrer à Justiça Federal para obrigá-las ao cumprimento dos itens propostos.




Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República em São Paulo
11-3269-5068 (5368)

Assim estão algumas unidades de Saúde de Caraguatatuba, vamos informar a CAR/Saúde.