A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Vereador Omar Kazon justifica falta

O vereador Omar kazon não compareceu por motivos particulares mas enviou oficio justificando e defendendo 15 vagas de para 2012.

Eu sou 10.... PRB neles!!!!!

Vereadores de Caraguá ficam boca aberta

Pereira informa fatos vividos por ela e sua esposa na Santa Casa de Misericordia.

Denuncia em sessão plenaria

O municipe conhecido e carinhosamente chamado de "PEREIRA" faz denuncia em plena sessão contra a Santa Casa de Misericordia de Caraguatatuba.

Vereador Omar Kazon

Estou aqui para servir a população, e dia após dia pedidos são feitos a favor de todos os bairros de Caraguatatuba, e assim sendo o meu dever de ajudar aos munícipes, tenho feito Ofícios, Indicações e Requerimentos solicitando a melhoria para cada bairro, e para todos estarem cientes do que vem sendo pedido irei colocando a cada dia as novas solicitações.

Hélio Monteiro é entrevistado na Rádio Oceânica Jovem Pan

Hélio Monteiro
Hoje dia 30 de Setembro (sexta-feira) Hélio Monteiro esteve na rádio Oceânica Jovem Pan onde foi entrevistada no Programa A Cidade se Comunica apresentado pelo jornalista Wilson Reganelli.
Na entrevista, Hélio Monteiro contou as notícias da solicitação sua que fez para o Litoral Norte de São Paulo sobre a instalação de uma Universidade Estadual e Federal para a região.

Senador Eduardo Suplicy em atuação no Plenário – Senado Federal / 2005.
A pedido dos ouvintes foi feito um reprise da entrevista com Senador Eduardo Suplicy no dia 01 de julho que declarou apoio a solicitação de instalação de uma Universidade Federal no Litoral Norte de São Paulo e parabenizou o jovem Hélio Monteiro por essa iniciativa e outras de suas iniciativas.
O Senador Eduardo Matarazzo Suplicy disse que é positivo o que o Helio Pedro Monteiro Filho que a mais de dois anos vem empenhando para que o Litoral Norte de São. Disse que acha importante o pedido do jovem que poderá beneficiar a população do Litoral Norte com a instalação de uma Universidade Pública no Litoral Norte de São Paulo.
Também comentou de que o Helio Monteiro tem enviado correspondência ao seu gabinete parlamentar bem como ao Ministério da Educação e conseguiu que houvesse respostas positivas sobre essa solicitação.
Ainda falando do jovem Helio, comentou sobre a Moção de Apoio por parte da Câmara de Caraguatatuba, moção de congratulação e disse que esse esforço do jovem Helio Pedro Monteiro Filho certamente estará sendo reconhecido por todos aqueles que se interessa por melhores oportunidades de educação em todo Litoral Norte.
Eduardo Suplicy dispôs em ajudar como Senador no dialogo junto ao Ministro Fernando Haddad, para conversa sobre esse interesse tão saudável que o jovem Helio Pedro Monteiro Filho teve. Finalizando, Helio Monteiro recebeu cumprimentos e apoio do Senador que parabenizou a iniciativa e disse que o jovem recebeu uma Moção de Congratulações dos Vereadores de Caraguatatuba.  
A entrevista com Hélio Monteiro foi elogiada por ouvintes da rádio e até mesmo parabenizaram o Senador pela iniciativa de apoiar essa bandeira que irá beneficiar toda região como Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela. Agora Helio conta com apoio de Eduardo Matarazzo Suplicy nela batalha pela Universidade Federal no Litoral Norte de São Paulo.

Câmara recebe audiências públicas do Plano Diretor

 Após a finalização das audiências públicas promovidas pelo Governo Municipal de Caraguá, a Câmara receberá três novas audiências convocadas pelo poder legislativo. A primeira será na próxima quinta-feira (6), a partir das 17h.
O Projeto de Lei Complementar nº 07/2011, que dispõe sobre o Plano Diretor do Município, foi protocolado na Câmara no dia 19 de setembro. A Câmara Municipal convocará outras duas audiências, sempre no mesmo horário, nos dias 13 e 20 de outubro.
Desde março deste ano, o Governo Municipal discute o Plano Diretor com arquitetos, engenheiros, associações de bairro e população em geral. Os participantes puderam enviar questionamentos e sugestões que foram encaminhados, respondidos e adaptados na proposta que foi finalizada pela comissão e encaminhada para a Câmara Municipal.
As audiências públicas têm o objetivo de projetar a cidade para os próximos anos, atender as necessidades da população e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente, para que o município cresça de forma ordenada e sustentável. O Governo Municipal promoveu quatro audiências públicas.
Serviço
Audiências Públicas do Plano Diretor
Dias 6, 13 e 20 de outubro
Horário: 17h
Local: Câmara Municipal

Caraguá é a campeã da Gincana da Solidariedade

 A Escola Municipal Professor Luiz Ribeiro Muniz, de Caraguá, ganhou o título de campeã da 12ª Gincana da Solidariedade no último sábado (01/10/2011), em São José dos Campos.
Mais de 200 pessoas, entre alunos, professores e funcionários da Emef Professor Luiz Ribeiro Muniz trouxeram para a cidade o troféu de campeão após arrecadar um total de 17.360 quilos de açúcar e cinco cadeiras de rodas, o desafio da etapa final.
 
Ao todo, 12 cidades da região participaram da gincana. Caraguá, que já chegou à fase final em primeiro lugar, disputou com Ubatuba, Cruzeiro, Pinda, São José dos Campos e Atibaia.
 
Para a diretora da escola campeã, Márcia Regina Paiva Silva, o resultado foi conquistado com o trabalho em equipe. “Foi um desafio imenso. Conscientizamos as pessoas da importância da solidariedade e, ao mesmo tempo, envolvemos todos em um trabalho de “formiguinha”, onde cada um tem sua importância”, afirmou.
 
Já a professora coordenadora, Alessandra de Magalhães, contou que para o resultado ser alcançado todos se envolveram nas férias e nos finais de semana. “Alunos, pais e professores iam aos supermercados em seus dias livres pedir alimentos. Também fizemos premiações e eventos para arrecadar ainda mais”, disse.
 
Caraguá também foi destaque na atração cultural, com a apresentação da Fanfarra da Escola Maria Thereza de Souza Castro, do bairro Jetuba.
 
Essa é a segunda vez que a cidade vence a Gincana da Solidariedade. Em 2008, a Emef Professora Antonia Antunes Arouca, do bairro Massaguaçu, trouxe o troféu para o município.
A arrecadação total da Gincana deste ano foi de 232 toneladas de alimentos, divididos entre arroz, feijão e açúcar. O açúcar arrecadado por Caraguá será distribuído nas entidades assistenciais do município na próxima terça-feira (11/10/2011).

Educação x Alienação‏

EDUCAÇÃO CONTRA A ALIENAÇÃO

NOVOS VALORES

O filósofo húngaro István Mészáros alerta sobre as perversidades do capitalismo contemporâneo
O mundo está preso a uma espiral destrutiva, a lógica do capital, que pode causar seu desaparecimento. Destrói-se a natureza, pensando que se está estimulando a produção de mercadorias necessárias para o bem-estar humano. Justificam-se ataques militares, que geram massacres, como se fossem as únicas formas de deter a violência. Tais anomalias não revoltam a maioria da população, pois estão encobertas em uma capa que turva sua compreensão. Esta, de acordo com o filósofo húngaro István Mészáros, se chama alienação.
“É a perda de controle sobre as atividades humanas que poderíamos e deveríamos controlar”, diz.
Mészáros esteve em São Paulo para o relançamento de seu livro A teoria da alienação em Marx Boitempo Editorial, 2006), quando concedeu uma entrevista ao Brasil de Fato. Falou sobre os aspectos mais perversos do capitalismo e da lógica do capital, fenômenos que insiste em diferenciar. Explicou que, onde há alienação, estão os elementos que podem derrocar a dominação do povo. O alimento das práticas de transformação social é a educação. “É preciso recuperar o sentido da educação, que é conhecer-se a si mesmo, aprender por diferentes meios. O pensamento crítico precisa ser desenvolvido pelo povo, pois só ele tem a força de se libertar”, diz.
Brasil de Fato – Em A teoria da alienação em Marx, o senhor afirma que se tornou uma necessidade histórica problematizar o conceito de alienação. Por quê?
István MészárosA sobrevivência da humanidade está ameaçada, não só em razão da potência militar de alguns países, mas também em virtude da devastação da natureza. Precisamos modificar, radicalmente, nosso modo de vida ou desapareceremos. Chegamos a esse ponto porque há um poder, do qual estamos alienado, que controla o sistema social, em vez de nós mesmos dirigirmos nosso destino. Poderosos interesses econômicos determinam o modo como devemos nos relacionar com a natureza, nos levando à nossa própria destruição. Na ECO-92, encontro internacional realizado no Rio de Janeiro em 1992, várias promessas foram enunciadas por governos, incluindo o estadunidense, para deter a devastação ambiental. Mas elas são descumpridas, quando o presidente George W. Bush deixa de assinar o Protocolo de Kyoto, apesar de reconhecer que os Estados Unidos são responsáveis por um quarto dos danos à natureza. A devastação é irreversível.
BF – O capitalismo contemporâneo funciona na lógica da produção destrutiva. As máquinas do sistema não páram, mas seu funcionamento é perverso, pois exaurem o planeta.
MészárosOs Estados Unidos assumem um papel determinante no direcionamento do poder alienado que dirige os destinos da população mundial. A maioria dos outros países não é melhor, mas não consegue competir com o império. Ao mesmo tempo, a condição de superpotência dos EUA é paradoxal, pois o país passa por grandes dificuldades econômicas, manifestadas pela existência de uma dívida catastrófica, que não tem como ser quitada. Os juros só são pagos com dinheiro extraído de outros países, por meio de acordos de comércio injustos ou intervenções militares. Antes, o capitalismo se orgulhava de ser uma destruição produtiva, mas sua manifestação imperialista se sustenta na lógica da produção destrutiva. A alienação, absolutamente dominante, é o alicerce dessa lógica perversa.
BF – Por que decidiu basear sua análise em Os manuscritoseconômico-filosófi cos, do pensador Karl Marx, de 1844?
MészárosEssa obra representa o momento da maturação da teoria do capital que Marx vai apresentar em outros textos, como O capital. Ele dizia que o mundo estava caminhando para a capacidade de se autodestruir. Hoje temos poderio militar para nos destruir mais de mil vezes. Há algumas décadas, quando Estados Unidos e União Soviética disputavam a hegemonia mundial, falava-se na teoria da destruição mútua assegurada. O poderio nuclear das duas potências mantinha um certo equilíbrio planetário. Hoje, pelo menos uma dúzia de países têm armas nucleares e a possibilidade de um confronto com bombas atômicas não é descartável. Além disso, outros armamentos, principalmente químicos, põem em risco a humanidade. Teóricos do Pentágono, que não posso chamar de outra coisa senão de loucos, defendem o uso de armas de destruição em massa contra países que resistem à dominação total dos Estados Unidos. O resultado de pensamentos como esse é a situação do Iraque, onde mais de 100 mil pessoas já morreram. A insanidade, com base na infl uência do Pentágono, se tornou a lógica dominante das relações internacionais.
BF – Como o senhor define alienação?
MészárosÉ a perda de controle sobre as atividades humanas que poderíamos e deveríamos controlar. O sistema social é uma construção humana e deveria ser controlado pelos homens, mas está longe de nós, fora de nosso alcance, está alienado. Está, algumas vezes, usurpado.
BF – Como fazer esse controle?
MészárosNão tem como ser controlado sob a hegemonia do poder do capital. A alienação não é algo mágico, que cai do céu, mas é parte fundamental do que chamo metabolismo social de humanidade. A alienação é um tipo de controlador do capital, que não se preocupa com o destino do planeta, mas com sua própria reprodução, infinita. A ironia da humanidade é que conseguiu desenvolver instrumentos suficientes para manter-se, para que todos tenham o que comer, mas são usados para estimular uma realidade destrutiva. A lógica do capital é estimular a alienação, pois faz com que a população aceite esse paradoxo. A alienação leva à racionalização da insanidade, o que cria a ilusão de ser a ordem correta das coisas. É o modo como se gera a ideologia dominante. Quando a invasão do Iraque começou, a justificativa era a existência de armas de destruição em massa. Três anos depois, vemos massacres, ruínas, sofrimento, mas nada do tal armamento. Essa incongruência foi racionalizada, impedindo que levasse à revolta dos que acreditaram nas justificativas do governo estadunidense. Mesmo assim, a alienação também está no fato de se acreditar que os problemas da humanidade podem ser resolvidos com violência. A mudança dessa dominação, que coloca em risco a sobrevivência do planeta, depende de uma ação revolucionária que vá além da lógica do capital. Dois elementos podem gerar essa ação revolucionária: a defesa da natureza e a resistência ao belicismo.
BF – Em Os manuscritos, Marx fala em diferentes formas de alienação, mas destaca a dos homens em relação a eles mesmos e seus pares. Como pensar em uma ação revolucionária, se estamos dispersos e atomizados?
MészárosA lógica do capital força uma competição destrutiva dos humanos. A competição, em si, não é ruim. Pode levar à superação de limites e até a novas formas de cooperação. Hoje, a competição é antagônica: alguém tem sempre que ser destruído. Gera uma onda de medo, o que serve de suporte para governos autoritários. A base de nossa vida social, a produção e a reprodução das condições de nossa sobrevivência, fica fora de nosso controle. Aqui, mais uma vez, está a alienação. A própria noção de economia, fundamental para nossa vida, é desvirtuada. Antes, queria dizer poupar. Hoje, é consumir, ao último nível possível. Quebrar a alienação é repor as defi nições históricas juntas, mostrando a trajetória do conhecimento de cada conceito e prática.
BF – A União Soviética, a China e a Iugoslávia, países que reivindicaram o comunismo, não se preocuparam mais do que os capitalistas com a natureza.
Mészáros – Nunca tivemos países realmente comunistas. Esses três países desafi aram, de fato, o capitalismo, mas nunca se desvencilharam do poder do capital. Encontraram outras formas de fazê-lo existir. Um dos países que mais devastou o ambiente foi a União Soviética, que poluiu territórios imensos. A construção do socialismo não pode se desligar da preocupação com a ecologia, base de nossa sobrevivência. A questão não é só derrubar o capitalismo ou os Estados capitalistas, que podem até ser facilmente derrubados, mas criar um novo poder, que enfrente a lógica do capital. A União Soviética é prova de que os Estados capitalistas podem ser derrubados e, depois, restaurados. A raiz do problema não é o capitalismo – um sistema recente dentro da história da humanidade – mas a lógica do capital. Os países citados se diziam comunistas, mas mantiveram a lógica da produção destrutiva. Pensavam que tinham que produzir mais do que os Estados Unidos, controlar mais áreas de influência. Seguiram, na verdade, a mesma lógica. Não foram buscar os sentidos originais dos conceitos e conhecimentos, como a definição antiga de economia ou as contradições apontadas por Marx. Reinterpretaram a alienação, mas mantiveram-na como lógica dominante.
BF – O grande desafio da humanidade é desenvolver uma cultura crítica, no sentido político do termo, em relação às práticas sociais, atualmente alienadas.

MészárosNão basta manter a crítica em sua cabeça ou para um círculo fechado, é preciso fazer a ponte com a realidade. A crítica tem que ser o alimento para organizar um movimento de massa para transformar a lógica do capital. Isso exige que as pessoas críticas assumam a responsabilidade de mudar os rumos. Mas como isso é possível se apenas alguns estão no comando político e outros estão excluídos das decisões? Como esperar que as pessoas assumam a responsabilidade pelas decisões se nunca fi zeram isso, nem acham que sabem como fazer?
BF – A própria noção de que alguns sabem e outros têm que ser comandados é ideológica. A alienação mantém essa visão, que gera pessoas inseguras, fáceis de manipular.
MészárosNão se pode perder de vista a necessidade do confronto. Os excluídos têm que questionar a razão de sua exclusão. Daí, vão chegar à conclusão de que não há nada que a justifique.

BF – Como se dá essa tomada de consciência?
MészárosNão pode se dar simplesmente por um grupo de intelectuais. O pensamento crítico precisa estar ao alcance de e ser desenvolvido por uma massa de pessoas. O problema é que, desde a mais tenra idade, nas escolas, as pessoas são ensinadas a ser pacatas. Muitas pessoas nem têm acesso à educação formal. Formas alternativas de educação devem ser desenvolvidas pelo povo. É preciso recuperar o sentido da educação, que é se conhecer a si mesmo, aprender por diferentes meios, criativos e alternativos. O pensamento crítico precisa ser desenvolvido pelo povo, pois só ele tem a força de se libertar. Não há fórmula mágica, além da necessidade de estimular a criatividade que a alienação tenta destruir.
BF – Marx diz que é preciso buscar o ponto de contradição do sistema, pois só nele está a chave para a emancipação. O senhor está dizendo que é preciso desmistificar os mecanismos de alienação?
MészárosA alienação só pode ser vencida com educação. Há uma relação dialética, é claro. Não se acaba com a alienação simplesmente passando uma lei: a alienação está proibida. Isso gera mais alienação. A educação precisa ser orientada para uma humanidade sustentável. É uma pedagogia com clara intenção política, a de libertar o povo, mas não é dogmática, pois emana do próprio povo. Ressalto que essa educação é emergencial. É preciso assumir a responsabilidade sobre a transformação dessa perspectiva, não tão distante, de um mundo prestes a desaparecer. O primeiro passo é parar a competição destrutiva e estimular uma interação positiva entre os homens.
Quem é
Autor do clássico Para além do capital, o húngaro István Mészáros nasceu em Budapeste, em 1930, onde se graduou em Filosofia. Integrou a Associação de Escritores Húngaros, editou a revista da Academia de Ciências, Magyar Tudomány, e a revista mensal Eszmélet. Após a revolta de 1956, abandonou o país. Em 1995, foi eleito membro da Academia Húngara de Ciências. Em 2006, recebeu o título de Pesquisador Emérito da Academia de Ciências Cubana.
Glossário
Karl Marx (1818-1883) – Filósofo e economista revolucionário, nascido na Alemanha, que criou as bases teóricas do comunismo. Suas obras vão desde a crítica ao modo de produção capitalista à estratégia que os trabalhadores, explorados dentro desse sistema, devem assumir para alcançar sua liberdade.
Protocolo de Kyoto – Conjunto de metas para a redução de gases poluentes, os quais, acredita-se, estejam ligados ao aquecimento global. O protocolo, assinado por 141 países, mas não os Estados Unidos, principal produtor desses gases, entrou em vigor em fevereiro de 2005, mas não surtiu qualquer tipo de efeito.
Pentágono – Sede do Departamento de Defesa do governo dos Estados Unidos.

Por João Alexandre Peschanski, da Redação
BRASIL DE FATO – Edição 169

conheça alguns dos pré-candidatos a vereador dos bairros do travessão, pereque e outros...

Edson Negao,
Jesse Duarte,
Ceara da Adega,
Reginaldo do Pegorelly,
Antonio,
Lourinho Castilho,
Lourinho,
Chicao,
Diva do Braz,
Joao Reis,
Buca,
Ze Pedro,
Juarez Pardim e
Manoel Pardim

PH quer estender gratuidade no transporte para idosos

 O vereador PH apresenta requerimento, na sessão desta terça-feira (4/10), no qual solicita a ampliação da gratuidade no transporte coletivo aos usuários com mais de 60 anos de idade. PH lembra que o Estatuto do Idoso já garante o benefício após os 65 anos. Mas no caso das pessoas compreendidas na faixa etária entre 60 e 64 anos, fica a critério da legislação municipal.
Sendo assim, diversas cidades optaram em estender a gratuidade. Em Taubaté, por exemplo, uma lei sancionada em dezembro de 2008 concede passe livre a partir dos 60 anos. Por conta disso, a concessionária do transporte coletivo providenciou a implantação de sistema informatizado para o cadastramento e emissão de carteiras para os beneficiados, a exemplo do que já existia para pessoas maiores de 65 anos e estudantes.
Se a medida proposta por PH for adotada em São Sebastião, 2.038 idosos passam a ter direito à gratuidade nas linhas de ônibus do município. Esse é o número de habitantes com idades entre 60 e 64 anos, segundo apurou o Censo 2010. “Nada mais justo do que facilitar o acesso ao serviço de transporte público para estas pessoas que tanto já contribuíram com a nossa cidade”, entende PH.
 
PAULO HENRIQUE RIBEIRO SANTANA - PH
Vereador de São Sebastião

TELEFONES 
(12) 3891-0029 e (12) 7811-2633 Nextel: ID 129*15647
 

EDUCAÇÃO PARA QUE???‏

NÃO PRECISAMOS DE EDUCAÇÃO
NÃO PRECISAMOS DE PROFESSORES
AFINAL....
PARA QUE SER UM PAIS DE 1° MUNDO SE ESTA BOM ASSIM.
Ronaldinho Gaúcho: R$ 1.400.000,00 por mês.
"Homenageado na Academia Brasileira de Letras"... LETRADO ELE
 
Tiririca: R$ 36.000,00 por mês, fora os auxílios e mordomias;
"Membro da Comissão de Educação e Cultura do Congresso"...COMO DIZ OS GAUCHOS 
- TCHÊ...  QUE TAL?
TRADUZINDO, O SALÁRIO DO PALHAÇO AI, PAGA SÓ 30 PROFESSORES, E PARA AQUELES QUE ACHAM QUE EDUCAÇÃO NÃO É IMPORTANTE, CONTRATA O TIRIRICA PARA DAR AULA PARA SEU FILHO.
 
Um funcionário da Sadia (nada contra) ganha hoje o mesmo salário de um ACT ou um professor iniciante, levando em consideração para trabalhar na empresa você precisa ter o fundamental, ou seja, de que adianta estudar, fazer pós e mestrado?
 
Piso Nacional dos professores: R$ 1.187,00...
Moral da História:
Os professores ganham pouco, porque só servem para nos ensinar coisas inúteis como: 
ler, escrever e pensar.
Sugestão:
Mudar a grade curricular das escolas, que passaria a ter as seguintes matérias:
- Educação Física: Futebol
- Música: Pagode, Axé, Funk
- História: Grandes Personagens da Corrupção Brasileira
                 Biografia dos Heróis do Big Brother
             Evolução do Pensamento das "Celebridades"
História da Arte: De Carla Perez a Faustão
- Matemática: Multiplicação Fraudulenta do Dinheiro de Campanha
Cálculo Percentual de Comissões e Propinas
- Português e Literatura:
??????????????????????? Para quê??????????? ???????????
- Biologia, Física e Química:
 Excluídas por excesso de complexidade
 
Está bom ou quer MAIS!!!!!!!!!!!!!
ESSE É O NOSSO BRASIL!!!!!!  
PASSEM 
ESTA MENSAGEM A TODOOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

>> ** Natália Bortolotti ** <<
Olha o absurdo no Rio de Janeiro (que não é diferente no resto do Brasil)
BOPE R$ 2.260,00........................ para Arriscar a vida; Bombeiro R$ 960,00.....................para Salvar vidas;Professor R$ 728,00.....................para Preparar para a vida;Médico R$ 1.260,00.......................para Manter a vida;
E o Deputado Estadual e Federal?
Ganha R$ 26.700,00 para FERRAR a vida de todo mundo!
(Envie, e faça parte desta campanha conscientizadora)


João Paulo Monte Claro
Ubatuba - SP

Jornalista da Rede Vanguarda; Carlos Abranches é o palestrante convidado para o encerramento do Projeto Atitude 2011.

 A iniciativa é do grupo Objetivo Litoral, que encerra no dia 06 de outubro, próxima quinta-feira, o Projeto Atitude. 
A palestra do jornalista Carlos Abranches é aberta a todos os interessados e para participar basta inscrever-se e levar 1kg de alimento não-perecível!

O Projeto Atitude, realizado pelo Objetivo Litoral, após um ciclo de palestras iniciado em agosto, está chegando ao final na próxima quinta-feira, 06 de outubro.Com o tema: DE OLHO NO FUTURO - Escolhas certas para um futuro promissor,  o jornalista, ancora da Rede Vanguarda; Carlos Abranches dará um norte aos alunos neste momento de mudança
Carlos Abranches é jornalista e apresentador de telejornais e programas da Rede Vanguarda, afiliada Rede Globo no Vale do Paraíba. Formado também em Música, com habilitação em violão erudito, pelo Conservatório Estadual de Minas Gerais. Formou-se também em Filosofia, pela Universidade Federal de Juiz de Fora. É psicanalista clínico, formado pela Associação Psicanalítica do Vale do Paraíba. Tem especialização em Administração de Recursos Humanos, além de MBA em Gestão de Negócios, com ênfase em Planejamento Estratégico.
Na área da literatura, Abranches é autor de seis livros, dois de poesia e quatro de reflexões históricas, com base em relações humanas e filosofia espiritualista. Como palestrante, tem realizado conferências e treinamentos em empresas de todo o país. Os cursos que vem aplicando focam na melhoria dos processos de comunicação entre as pessoas. Seus clientes tem confirmado um considerável crescimento dos índices de produtividade individual e das corporações, com base numa mudança de atitude diante da comunicabilidade pessoal.
O evento será realizado no Teatro Mario Covas, em Caraguatatuba, às 19h, encerrando com chave de ouro o Projeto Atitude, que teve como intuito preparar os estudantes do Litoral Norte, tanto das unidades Objetivo Litoral e Cursinho Pré-Vestibular como também alunos da rede estadual convidados, para grandes desafios que vêm por aí como os vestibulares e o próprio ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio.
Além dos estudantes envolvidos no programa, estão convidados a participar da palestra professores da rede estadual e municipal da região, cujas inscrições devem ser realizadas por meio do portal www.objetivolitoral.com.br no link “atitude”. Embora o evento seja gratuito, o participante deverá comparecer ao Teatro Mario Covas com 1 kg de alimento não-perecível (exceto sal e açúcar), o qual será destinado ao Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba. É importante destacar que será fornecido certificado de participação.
De acordo com a diretora das unidades Objetivo Litoral, Odelrides Batista, o evento que se iniciou ano passado e entrou no calendário permanente do colégio auxiliou muito o bom resultado dos alunos no vestibular.
Com o patrocínio do Sistema Objetivo de Ensino, o projeto Atitude deste ano conta com o apoio cultural  da Prefeitura Municipal por meio da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba. Prefeitura Municipal de São Sebastião, Litoral Tintas, Empório do Frei, Tabelião de notas e anexos de Caraguatatuba, Seaway Marine, Pousada Maranduba, Atobá Restaurante, Oficcina das Pizzas, Padaria boipan, Casa de Carnes alegria, Costa sul Bebidas, Centro Automotivo Paraty, Wizard, ACE São Sebastião, Deposito Copa, Sampa Brasil, Doplaspel, Restaurante Eldorado e Imobiliária Padrão.
Participe!

Serviço:
Palestra com Carlos Abranches
Data: 06de outubro – 19h – Teatro Mario Covas – Caraguá

Entrada: 1kg de alimento não-perecível

Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii falei.....


Tem presidentes de diretorio municipais em Caraguatatuba se achando deuses, mas cuidado que a casa pode cair a qualquer momento.....

Indicação 2011: Luminárias para a Rusa Sebastião Francisco da Silva, bairro Travessão.

Indicação 2011: 
Colocação de bica corrida e nivelamento mecânico na Travessa Carlos Guedes, bairro Caputera / Rua Virgem da Lapa, bairro Caputera / Rua 4, bairro Caputera / Rua Josefa Guilherme de Almeida, bairro Perequê Mirim / Rua Santo Antônio, bairro Praia das Palmeiras / Rua Dona Carolina, bairro Praia das Palmeiras / Rua Ivo Gonçalves, bairro Praia das Palmeiras / Travessa Sebastião Cândido Nascimento, bairro Travessão / Rua Odair Santana, bairro Caputera / Rua Nelson Fagundes das Rosas, bairro Caputera / Estrada Jatobá, bairro Rio Claro / Rua 5, bairro Perequê Mirim / Rua Formosa, bairro Perequê Mirim

Milagre em Brasília...divulguem, espalhem, pulverizem, disseminem!!!!

O deputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), que foi proporcionalmente o mais bem votado do país com 266.465 votos, com 18,95% dos votos válidos do DF, estreou na Câmara dos Deputados fazendo barulho. De uma tacada só, protocolou vários ofícios na Diretoria-Gera...l da Casa. 
Abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem (14° e 15° salários), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito, de 25 para apenas 9. E tudo em caráter irrevogável, nem se ele quiser poderá voltar atrás. Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Dos R$ 23.030 a que teria direito por mês, reduziu para R$ 4.600. Segundo os ofícios, abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia, tudo também em caráter irrevogável. Sozinho, vai economizar aos cofres públicos mais de R$ 2,3 milhões (isso mesmo R$ 2.300.000,000) nos quatro anos de mandato. Se os outros 512 deputados seguissem o seu exemplo, a economia aos cofres públicos seria superior a R$ 1,2 BIlhão. “A tese que defendo e que pratico é a de que um mandato parlamentar pode ser de qualidade custando bem menos para o contribuinte do que custa hoje. Esses gastos excessivos são um desrespeito ao contribuinte. Estou fazendo a minha parte e honrando o compromisso que assumi com meus eleitores”, afirmou Reguffe em discurso no plenário. ................ 
Quantos poderiam seguir este exemplo??

Sai o nome da escolhida do veredaor Gobetti

Saleti, chefe de gabinete será a escolhida e apadrinhada pelo vereador Wilson Gobetti para ser pré-candidata as proximas eleições em 2012. 

Salete já esta filiada no PDT e já começa e se movimentar.
Agora basta saber quanto aos demais assessores que acreditavam que poderia ter o apoio do vereador!!!

Alguem vai chorar....

Nota de esclarecimento: Refente ao PRB aqui em Caraguá

Bom dia meus amigos (a) e leitores (a) do Blog do Guilherme Araújo, na condição de filiado e militante, eu quero comunicar a todos que tem um PESSOA que esta inventado uma grande quantidade de mentiras e tentando tirar alguns pré-candidatos do PRB.

Sei que tudo isso faz parte do jogo politico, mas falar MENTIRAS ai é demais. 

O PRB caminha firme a vai honra os compromissos firmados com os seus pré-candidatos na cidade de Caraguatatuba.

Peço e essa pessoa que por favor, que nos deixe seguir, afinal o PRB é um partido formado de pessoas integras e que ninguém na cidade de Caraguatatuba vai poder apontar uma falha de conduta moral e ética... 

Preste bem a tenção você que esta tentando criar essa situação. 

"Você pode pensar que é fácil desestabilizar o PRB de Caraguatatuba, mas tenha a certeza que somos fortes e somos 10"...

Hojé o dia D !!!!!

 Seria mas uma mentira ou verdade os comentários que rolou nos corredores da Câmara municipal de Caraguatatuba notícia de que os vereadores de teriam decidido votar por dez em vez de quinze cadeiras. 

Pelo inúmeros comentário podemos observar que até a hora da votação, nada esta acertado, vamos aguardar e ver o que vem por ai!!!!!!

O que eu faço e com quem o meu partido vai se coligar?

Pedro Ivo e Silmara vai ou não para o PSD?

já estava td certo!!!!

Aconteceu o que já era certo a filiação do João Lúcio ao PDT.