A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Chapa Dilma/Temer será aprovada pelo PMDB, diz Alves

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), prevê que 70% do seu partido aprovará amanhã (10), em convenção, a aliança com o PT e a reedição da chapa Dilma Rousseff/Michel Temer visando à reeleição presidencial. "Este é o correto, o coerente, o leal, o justo", afirmou Alves, para quem, "em horas decisivas, o PMDB supera suas divergências e sabe se unir".
Indagado sobre eventuais barganhas conquistadas pelo PMDB para garantir o apoio, a exemplo de maior espaço no governo e ocupação de ministérios com mais apelo social, Alves desconversou. "Vamos primeiro ganhar a eleição". O deputado minimizou as divergências internas do partido ao lembrar que nem Tancredo Neves e Ulysses Guimarães, na época da redemocratização política, conseguiram unanimidade.
"Uma vitória consagradora da aliança é uma questão de coerência com a presidente Dilma, com Michel Temer e com o Brasil", reiterou. "Vamos dar ao País essa unidade". O presidente da Câmara fez as afirmações em entrevista nesta segunda-feira durante a inauguração do Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, no município de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Aguardada no evento, a presidente Dilma cancelou presença devido a uma gripe.
Primeiro aeroporto 100% privado do País, o consórcio Inframérica - integrado pela brasileira Engevix e pela argentina Corporación America - tem concessão de uso por 28 anos. Investimento de cerca de R$ 500 mil, o aeroporto foi entregue seis meses antes da previsão de conclusão, visando a Copa do Mundo. "É um dia histórico para o Rio Grande do Norte e para o Brasil e mais um legado da Copa para o Brasil", afirmou a presidente em uma mensagem lida pelo ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.

TRIBUNAL DE CONTAS REJEITA O RECURSO DA CHEFE DE GABINETE DA PREFEITURA DE CARAGUATATUBA VEJAM O VOTO PRELIMINAR

Senhores seguidores, nós vimos noticiando o fato da chefe de gabinete ter sido contratada pela Administração Pública Municipal, por ela ter contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.
Entretanto como foi informado pelo jurídico da Prefeitura que esta decisão ainda não transitou em julgado, nós estamos solicitando informações ao TRIBUNAL DE CONTAS sobre o fato ocorrido, sendo assim esta decisão é referente ao VOTO PRELIMINAR DA SEGUNDA CÂMARA DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, em que está envolvida a chefe de gabinete da Prefeitura de Caraguatatuba, como existe esta informação nós também iremos questionar junto ao Ministério Público sobre esta situação que está ocorrendo na Administração Pública Municipal, e se confirmada que o Ministério Público tome as devidas providências.





Fonte: http://nossacaragua.blogspot.com.br/2014/06/tribunal-de-contas-rejeita-o-recurso-da.html

Lula diz que se dedicará a divulgar conquistas de Dilma na presidência

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira que nos próximos meses se dedicará a divulgar as conquistas de sua afilhada política e sucessora na presidência, Dilma Rousseff, que pode aspirar à reeleição em outubro, já que a maioria da população parece desconhecê-los.
'Vou chamar a atenção de uma coisa que está ocorrendo neste país. Acho que, pelo tratamento que a imprensa deu ao governo, o povo brasileiro não conhece nem 30% do que o governo de Dilma fez', afirmou Lula.
O ex-chefe de Estado se referiu aos lucros de sua sucessora em um encontro de dirigentes do PT nesta sexta-feira em Porto Alegre no qual também participou a governante.
As declarações de Lula coincidem com a divulgação de uma pesquisa que indica que Dilma, apesar de continuar liderando as pesquisas de intenções de voto para as eleições do dia 5 de outubro próximo, perdeu força e já não conta com o apoio suficiente para garantir a reeleição sem necessidade de um segundo turno.
Embora a presidente ainda não tenha anunciado oficialmente se disputará as eleições, o PT considera sua candidatura como um fato e o próprio Lula manifestou sua disposição de participar ativamente na campanha eleitoral.
Em seu discurso na reunião partidária em Porto Alegre, Lula se disse impressionado com a falta de conhecimento da juventude dos avanços registrados no Brasil nos últimos 11 anos, desde que ele assumiu seu primeiro mandato, em janeiro de 2003.
'Me dei conta do que está acontecendo de errado, é um processo de desinformação premeditado neste país', assegurou o ex-governante ao dar a entender que a maior parte da imprensa brasileira se abstém de informar sobre as conquistas do governo.
Sobre a desaceleração da economia, à qual analistas atribuem a queda de Dilma nas pesquisas, Lula assegurou que o Brasil não pode evitar os efeitos de uma crise que afeta todo o mundo.
'Estou convencido de que Dilma gostaria de que a economia estivesse crescendo se não 30% pelo menos 5% ao ano. Mas somos conscientes de que há uma crise global, equivalente à crise de 1929', afirmou.
O ex-presidente disse estar mais interessado na disputa eleitoral deste ano que na campanha na qual foi eleito pela primeira vez, em 2002.
'O que está em jogo não é a candidatura de Dilma mas um projeto', afirmou o ex-mandatário, para quem o projeto do PT está comprometido com a luta contra a pobreza e a integração latino-americana, entre outras coisas.
Lula pediu aos militantes do PT para defender o governo pouco depois que a última pesquisa do Instituto Datafolha mostrou que as intenções de voto a favor de Dilma caíram de 37% em maio para 34% em junho. 

Guia do Eleitor: entenda como funcionam as eleições 2014

Neste ano, mais de 140 milhões de cidadãos vão às urnas escolher os representantes do País.
As eleições trazem mudanças e novidades, como o recadastramento biométrico e as novas regras para propagandas eleitorais.

Saiba a seguir quais cargos estão em disputa e tudo o que você precisa saber sobre o processo eleitoral:

Cargos disputados
A votação acontece para decidir quem vai ocupar os cargos de presidente da República, governadores, senadores, deputados estaduais e federais.

Datas
O 1º turno acontece no dia 5 de outubro, das 8h às 17h. Se não houver um vencedor para presidente e/ou governador em cada um dos Estados, será realizado o 2º turno no dia 26 de outubro, também das 8h às 17h, com os dois candidatos mais votados no 1º turno.

Quem vota?
O voto é obrigatório para os maiores de 18 anos e facultativo para os maiores de 70 anos, os que tenham entre 16 e 18 anos e os analfabetos.

Propagandas eleitorais
São gratuitas e obrigatórias no rádio e na televisão. Para o 1º turno, a liberação começa em agosto, a partir do dia 19. Em rádio e TV, ela segue até dia 2 de outubro. Para impressos e internet, vão até o dia seguinte, dia 3 de outubro. As propagandas de rua, panfletos, carros de som e outros podem seguir até 4 de outubro, um dia antes da votação. Se houver 2º turno, as propagandas já ficam liberadas no dia 6 de outubro, logo após o 1º turno. No dia 23, encerra-se a permissão para a propaganda gratuita em rádio e TV, e no dia 24, as propagandas mediante alto-falantes, matérias gráficos e outros.

Resultados
Será considerado eleito o candidato a presidente ou a governador quem obtiver mais de 50% dos votos, não computados os votos em branco e nulos. Em cidades com menos de 200 mil eleitores não há essa obrigatoriedade, elege-se aquele que obtiver mais votos.
Para senadores, o sistema é quase o mesmo. O Senado Federal compõe-se de 81 senadores. Ao todo, são três por Estado e eles têm mandato de 8 anos. Nesse ano, só haverá uma vaga para cada Estado, então é eleito o primeiro candidato mais votado em cada Estado e no Distrito Federal, totalizando 27 cadeiras.
Para os deputados, o resultado é calculado de forma diferente: o número de eleitos vai depender do quociente eleitoral, que varia de município para município. Esse quociente é o resultado da soma dos votos válidos (menos os nulos e os brancos) dividido pelo número de vagas no Parlamento. Esse número define quais partidos ou coligações têm direito a ocupar as cadeiras na Câmara dos Deputados ou nas Assembleias Legislativas. Para saber quantas vagas cada partido levará, é preciso calcular o quociente partidário. Para chegar a este número, divide-se a votação total para cada partido ou coligação pelo quociente eleitoral. Nessas eleições, são 1.059 vagas para deputados estaduais e 513 deputados federais.
Exemplo:

Votos válidos =
Votos totais por município-Votos em branco-Votos nulos=Total
35.000 1.000 2.50031.500
Quociente eleitoral =
Votos válidos÷Nº de cadeiras=Total
31.500 201.575
Quociente partidário =
Partidos
Nº de votos
Quociente eleitoral
Quociente partidário
X
16.000
16.000 ÷ 1.575
10
Y
7.000
7.000 ÷ 1.575
4
Z
2.000
2.000 ÷ 1.575
1
W
1.000
1.000 ÷ 1.575
0
E se nenhum candidato a governador ou presidente alcançar mais de 50% dos votos na 1ª votação?

Uma nova votação, o segundo turno, é feita no último domingo de outubro (no caso, dia 26), concorrendo os dois candidatos mais votados (apenas em cidades com mais de 200 mil eleitores). O vencedor será aquele que obtiver a maioria dos votos válidos. Se, antes de realizado o 2º turno, ocorrer morte, desistência ou impedimento legal de algum dos candidatos, convoca-se entre os remanescentes o de maior votação. Se houver mais de um candidato com a mesma votação, o mais idoso é o escolhido.

Conheça os presidenciáveis das eleições de 2014 Confira quem são os pré-candidatos à presidência do Brasil

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

O cargo mais importante do País está em disputa nas eleições deste ano. Confira a seguir o perfil dos pré-candidatos ao Planalto.
Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi confirmada como pré-candidata do partido. Disputando a reeleição, Dilma nasceu em Belo Horizonte, em 1947. Ela é formada em ciências econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) e chegou a ser presa durante a ditadura militar, quando era militante. Dilma já foi secretária municipal de Porto Alegre e secretária estadual de Energia, Minas e Comunicações.
Durante o mandato de Lula, foi ministra de Minas e Energia e ministra-chefe da Casa Civil, antes de se eleger a atual presidente.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Eduardo Campos, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), lançou sua pré-candidatura à Presidência, com Marina Silva como vice. Nascido em Recife, em 1965, ele é formado em economia, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Já participou da criação da primeira Secretaria de Ciência do Nordeste (1987); foi deputado estadual em 1990; deputado federal em 1995; secretário da Fazenda em 1996; deputado federal em 1998, reeleito em 2002; ministro da Ciência e Tecnologia em 2004 e governador de Pernambuco em 2006, sendo reeleito em 2010. É a principal ameaça a Dilma Rousseff no Nordeste, onde o PT tem tradição de votos.
Já Marina Silva nasceu em 1958, em Rio Branco, e é formada em história pela Universidade Federal do Acre. Ambientalista e pedagoga, ela já foi vereadora, deputada estadual, senadora por 16 anos e ministra do Meio Ambiente durante o governo Lula. Após romper com o PT, filiou-se ao Partido Verde, pelo qual concorreu à Presidência em 2010 -- obtendo a terceira colocação no primeiro turno, com mais de 19 milhões de votos válidos --, mas rompeu com a legenda para fundar a Rede. Sem conseguir registro no TSE, filiou-se então ao PSB

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Outro pré-candidato é Aécio Neves, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Ele nasceu em Belo Horizonte, em 1960, e é formado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG).
Neto do ex-presidente Tancredo Neves, Aécio foi secretário pessoal do avô. Em 1986 foi deputado federal, sendo reeleito em 1990, 1994, 1998; foi governador de Minas Gerais em 2002 e reeleito em 2006. Atualmente é senador pelo Estado mineiro. Chegou a ser cotado para disputar a Presidência em 2010, mas retirou-se, liberando o caminho para José Serra -- que sofreu nova derrota para o PT.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Mesmo que haja poucos indícios de uma candidatura, Soninha Francine é um nome cotado no Partido Popular Socialista (PPS). A legenda, contudo, já declarou apoio à aliança Rede-PSB de Marina Silva e Eduardo Campos. Soninha já foi vereadora em 2004, superintendente da Sutaco (Superintendência do Trabalho Artesanal) e subprefeita da Lapa (SP) em 2009.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) deve lançar o líder do partido, Randolfe Rodrigues, como candidato em 2014. Senador pelo Amapá, ele nasceu em Pernambuco, em 1972, e é formado em história pela Universidade Federal do Amapá (UFAP).

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Fundador do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Levy Fidelix deve ser novamente o nome da legenda na disputa pelo Planalto. Fidelix nasceu em Minas Gerais, em 1951, e é conhecido por sua constante proposta no setor de transportes: o 'aerotrem'.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Mauro Iasi é o candidato do Partido Comunista Brasileiro (PCB). Nascido em São Paulo, em 1960, Iasi já foi presidente do sindicato dos docentes de 2011 a 2013. Atualmente, é professor da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autor de diversos livros.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), José Maria Eymael deve tentar novamente o mais alto cargo do Executivo. Formado em direito e história natural pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Eymael ficou conhecido pelo jingle de sua campanha: “Ey ey Eymael, um democrata cristão”. Nascido no Rio Grande do Sul, em 1939, já foi deputado federal em 1986 e reeleito em 1990.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Everaldo Pereira é provavelmente o nome do Partido Social Cristão (PSC) na disputa. Nascido em 1956, no Rio de Janeiro, ele é formado em ciências atuarias pela Faculdade de Economia e Finanças do Estado do Rio de Janeiro. Pereira foi cabo eleitoral de Leonel Brizola em 1982

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

O Partido Verde (PV) deve lançar Eduardo Jorge na disputa. Nascido na Bahia, em 1949, Jorge é formado em medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Participou de movimentos estudantis e populares. Já foi deputado estadual e federal, secretário municipal de Saúde de São Paulo e é secretário do Verde e do Meio Ambiente em São Paulo.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

Nascido na Bahia, em 1957, Magno Malta é formado em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil. Candidato pelo Partido da República (PR), ele é pastor evangélico e cantor gospel. Foi vereador em 1992; deputado estadual em 1994 e reeleito em seguida; e também senador em 2002 e reeleito em 2010.

Dilma Rousseff (PT) (© AP)

O Partido Ecológico Nacional  (PEN) deve lançar como candidata a ex-procuradora de justiça e ex-diretora da Agência Nacional de Aviação (Anac) Denise Abreu. Ela nasceu em 1961, em São Paulo. É formada em direito, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e foi acusada formalmente pelo acidente da TAM, em julho de 2007, época em que ocupava o cargo na Anac.

Rio vai investigar mulher de acusado de matar zelador Polícia Civil retoma apuração sobre morte do empresário José Jair Martins, que era casado com a advogada Ieda Cristina Martins

A Polícia Civil do Rio retomou a investigação sobre a morte do empresário José Jair Farias, ocorrida em 20 de dezembro de 2005 em Santa Cruz. José foi casado com a advogada Ieda Cristina Martins, atual mulher do publicitário Eduardo Martins. Ieda e Martins são investigados pela morte do zelador Jezi Lopes de Souza, em São Paulo, na semana passada.
Agora, o delegado Geraldo Assed Estefan, da 36.ª DP (Santa Cruz), investiga se o casal teve participação na morte do ex-marido de Ieda.
Antes de conhecer Martins, Ieda viveu com Farias, com quem teve um filho, José Jair Farias Junior, hoje com 19 anos. O casal já estava separado quando Ieda conheceu Martins. Eles passaram a morar juntos em 2001. Nessa época, Ieda e o ex-marido ainda disputavam a guarda do filho.
Familiares de Farias contaram à polícia que Ieda exigia dinheiro do ex-marido para permitir que ele visse a criança. Farias chegou a gravar conversas telefônicas e anotar pagamentos que fazia à ex-mulher. Em 2002, ele registrou na polícia ameaças que teriam sido feitas por Martins. Em 9 de dezembro de 2005, Ieda registrou queixa contra Farias, acusado de ter ido à escola buscar o filho do casal sem avisar a ex-mulher.
Às 12h40 de 20 de dezembro de 2005, Farias foi encontrado morto com dois tiros, dentro de seu Corsa prata, na Estrada dos Palmares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. A polícia não chegou a nenhuma conclusão sobre o crime.
“Existem várias acusações, por isso vamos ouvir novamente familiares e testemunhas”, disse o delegado Estefan, que nesta quinta-feira, 5, tomou o depoimento de duas testemunhas do episódio. Também será feita perícia para tentar identificar se a arma apreendida na casa de Martins foi usada no crime de 2005.
Crime. Martins permanecia ontem preso pela morte do zelador Jezi Lopes de Souza. Ieda foi solta na terça-feira à noite e a polícia investiga se ela participou do crime. 

Mulher de publicitário acusado de matar zelador é presa Ieda Cristina Martins é investigada pela morte do ex-marido no Rio

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão expedido pela Justiça do Rio e deteve nesta segunda-feira, 9, por 30 dias a advogada Ieda Cristina Martins, de 42 anos, suspeita de participar na zona norte de São Paulo da ocultação do cadáver do zelador Jezi Lopes de Souza, de 63 anos, morto pelo seu marido. 
Ieda é investigada por outro crime: a morte do empresário José Jair Farias, ocorrida em 20 de dezembro de 2005 em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Farias foi casado com a advogada Ieda, atual mulher do publicitário Eduardo Martins, que matou o zelador na capital paulista e levou o cadáver para ser esquartejado no Guarujá, litoral paulista.
A decisão sobre a prisão de Ieda foi dada no plantão judicial de sábado. Ela recebeu voz de prisão por volta das 16 horas, ao chegar sozinha ao 13.º Distrito Policial (Casa Verde), zona norte. A ordem de detenção fluminense recai também sobre seu marido, que já estpa preso em flagrante no 77.º DP (Santa Cecília) pela morte no condomínio paulistana. A advogada também chegou a ser presa no começo das investigações da morte do zelador, no dia 2, mas obteve um habeas corpus logo no dia seguinte.
A decisão do plantão judicial do Rio diz que “os indícios (de participação em crime) são veementes e apontam para uma possível fuga da indiciada Ieda do local onde se encontra, o que efetivamente aumenta substancialmente, a possibilidade de que fique impune”. O pedido foi feito pela polícia seccional de Santa Cruz, no Rio. Agentes cariocas vieram a São Paulo acompanhar a prisão e ouvir a investigada.
Ela se apresentou ontem à polícia paulista e era ouvida até as 21 horas em relação à participação na execução do zelador. Na sequência, a polícia do Rio ainda deveria interrogá-la sobre o caso do ex-marido.
A polícia fluminense trouxe projéteis encontrados quando da morte do ex-marido de Ieda. Será feita uma comparação balística com a arma encontrada na casa do casal em São Paulo, durante as investigações da morte do zelador. O aposentado Elias Martins, pai do publicitário acusado pela morte do zelador, também era ouvido ontem. Ele é o dono da casa onde o corpo de Jezi Lopes de Souza foi encontrado.
Publicitário. Segundo o delegado titular do DP de Santa Cruz, Geraldo Assed, a advogada deverá ficar em São Paulo à disposição da polícia paulista. O publicitário, por sua vez, foi ouvido pelos policiais do rio nesta segunda e negou envolvimento com o assassinato do ex-marido de Ieda. 

Queda de viga de monotrilho deixa um morto na zona sul de SP Acidente ocorreu na Avenida Washington Luís junto à Rua Vieira de Morais, próximo ao Aeroporto de Congonhas

Queda de viga de monotrilho deixa um morto na zona sul de SP

A queda de uma viga da obra do monotrilho da Linha 17-Ouro do Metrô deixou um operário morto e outros dois feridos, no fim da tarde desta segunda-feira, 9. O acidente aconteceu na esquina da Avenida Washington Luís com a Rua Vieira de Morais, no Campo Belo, zona sul de São Paulo, na frente do estacionamento do Aeroporto de Congonhas.
O operário Juraci Cunha da Silva, que teria 25 anos segundo familiares, trabalhava na colocação de uma viga que serviria de trilho, a uma altura de 25 metros. A estrutura, que pesa 90 toneladas, se desprendeu primeiro de uma das vigas, ficando na posição perpendicular, e, depois, se soltou completamente. Ao cair, arrastou Silva para baixo, prensando-o contra o material. O trabalhador morreu no local. Ficaram feridos outros dois operários, Carlos Vieira de Sousa e Manuel Cristiano da Silva. Os dois também estavam em cima da viga na hora do acidente e, de acordo com os bombeiros, passam bem.
Juraci da Silva era do Piauí e morava em São Paulo havia cinco anos. Segundo seu irmão, Antonio Sabino Cunha da Silva, ele trabalhava como ajudante-geral havia um ano na obra. “A gente se via pouco, as folgas não batiam. Ele morreu sem aproveitar a vida”, disse ele, que também trabalha no ramo de construção civil. “Ainda não sei como vou contar para nossa mãe, que já tem idade.” Ao todo, eram oito irmãos. Cinco deles, contando Juraci, moram em São Paulo. 
A estrutura caiu pouco antes das 17 horas. A costureira Ana Teixeira de Sousa, de 66 anos, ouviu o estrondo de seu apartamento - na frente da obra. “Parecia uma explosão, desci correndo descalça. Um deles ficou pendurado.”
Segundo operários, a viga teria sido colocada havia poucos dias. Uma locadora de veículos ao lado do acidente foi interditada pela Defesa Civil. O impacto da queda da viga provocou rachaduras no subsolo. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Jair Paca, a obra vai ficar interditada até o trabalho da perícia. 
Em nota, o Metrô lamentou o acidente e informou que está exigindo do Consórcio Monotrilho Integração, responsável pela construção das vias e formado pelas empresas Andrade Gutierrez, CR Almeida, Scomi Engineering e MPE Montagens e Projetos Especiais, uma rápida apuração sobre as causas da ocorrência.
O Consórcio Monotrilho Integração também afirmou em nota que “lamenta o falecimento do colaborador”. O consórcio informou que uma perícia será feita no local para identificar as causas do acidente. 
O secretário de Estado de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, que participava de reunião para negociar o fim da greve com metroviários na hora do acidente, quase não falou sobre o que aconteceu com a viga do monotrilho. “Ainda não tenho o resultado do que foi. Vamos analisar.”
Susto. O comissário de bordo Daniel Maiochai Beirao, de 33 anos, viu todo o acidente. Ele conversava com um amigo ao lado casa, na frente da obra. “Vi um estalo, parecia um estalo de uma árvore quebrando, e corri para lá. Depois parecia um terremoto na hora que caiu”, disse ele, por volta das 19h30. “Estou tremendo até agora.”
Beirão viu uma das vítimas pendurada por quase 10 minutos. “Eu tinha acabado de passar por baixo da viga, como faço todo dia ao trabalhar.” O local estava interditada para carros, mas não para pedestres.
Polêmica. A Linha 17-Ouro, que ligará o Morumbi ao Jabaquara, só tem o trecho central, de Congonhas à Estação Morumbi da CPTM em construção. A extensão para o Jabaquara e, do outro lado, ao Morumbi, continua sem previsão. Esse primeiro trecho, segundo a Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos, tem previsão para ser entregue em 2015.
Por ser monotrilho, suspensa em viaduto, a obra teve resistência de moradores da região, que temem desvalorização dos imóveis e degradação do entorno das vias.
O governo do Estado já declarou de utilidade pública 161 imóveis para a construção do monotrilho da Linha 17-Ouro.

Estudante de Direito diz que foi agredido dentro de secretaria Murilo Guimarães afirma que fazia protesto pacífico contra as demissões de metroviários quando sofreu agressão. Governo nega

O estudante de Direito da PUC Murilo Guimarães, de 26 anos, membro da Assembleia Nacional dos Estudantes (Anel), afirmou ter sido torturado e humilhado, na manhã desta segunda-feira, 9, dentro do prédio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).
Guimarães afirmou que fazia um protesto pacífico na frente do prédio da pasta contra as demissões dos metroviários, quando sofreu a agressão. O estudante foi levado para 1.º DP (Sé) e indiciado por resistência à prisão e violação de domicílio. Ele pagou uma fiança de R$ 1 mil.
A SSP afirmou que Guimarães foi detido após agredir um PM e nega que os policiais tenham agredido o estudante.

Em assembleia dividida, metroviários decidem suspender greve Governo não voltou atrás da decisão de demitir 42 funcionários

Em assembleia dividida, metroviários decidem suspender greve

Após cinco dias de greve, e de o governo do Estado definir a demissão de 42 funcionários da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), os metroviários decidiram, na noite desta segunda-feira, 9, suspender a paralisação pelo menos até quinta-feira. Uma nova assembleia deverá ocorrer na quarta, mas a categoria já definiu nova paralisação na quinta, data da abertura da Copa do Mundo.
Durante o dia, em que a greve atingiu parcialmente as Linhas 1, 2 e 3 e 50 estações, os sindicalistas até acenaram com a possibilidade de encerrar a greve, caso o governo desistisse das demissões. À tarde, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, adiantou que não haveria acordo. 
O presidente do Sindicato dos Metroviários, Altino de Melo Prazeres, chegou a afirmar que a tendência era de que a greve continuasse para defender os demitidos. “Todas as centrais sindicais do País estão solidárias com a luta. A intenção do governo é intimidar, demitindo só 42 trabalhadores, e não todos os funcionários que não foram trabalhar de manhã e de tarde. Se (o governador) Alckmin seguisse sua lógica, deveria demitir toda a categoria.”
O representante do Ministério do Trabalho, Luiz Antônio de Medeiros, que faz a mediação das negociações, afirmou que o presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, estava até disposto a readmitir 40 dos 42. Mas a iniciativa foi barrada pelo Palácio dos Bandeirantes, durante reunião na sede da Delegacia Regional do Trabalho (DRT), no centro. Em nota, o Metrô destacou que a greve foi declarada abusiva pela Justiça no domingo - o que justificaria as demissões - e não haveria negociação.
Dessa reunião na DRT participaram representantes de várias centrais sindicais, em apoio à paralisação dos metroviários. Entre elas: a Força Sindical, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Conlutas, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Confederação dos Trabalhadores do Brasil (CTB). “Não há acordo e não haverá readmissão em hipótese nenhuma”, rebateu Fernandes, na saída da DRT. Outros grupos, como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e o Movimento Passe Livre (MPL), fizeram uma passeata pelo centro, em favor dos metroviários.
Piquete. Havia ainda a possibilidade de o número de demitidos aumentar. Outros 13 metroviários foram detidos para averiguação pela polícia na Estação Ana Rosa e tiveram de assinar termos circunstanciados (crime de menor potencial ofensivo) por “paralisação de trabalho de interesse público”. Eles eram parte dos grevistas que organizaram o maior piquete dos cinco dias de paralisação, na Estação Ana Rosa do Metrô. 
Acabaram surpreendidos pela Polícia Militar, que veio da Estação Paraíso, pela Linha 1-Azul, em um trem vazio, e ficou em posição de confronto na plataforma. Enquanto os 13 prestavam depoimento à polícia, os representantes do Metrô passavam os nomes dos detidos por telefone para o departamento de Recursos Humanos da companhia. A estratégia, de acordo com um dos representantes da empresa, é de que os sindicalistas sejam demitidos por justa causa. 
O secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, porém, afirmou que o caso ainda será analisado. “Não sei se vamos processar, porque parece que eles não fizeram nenhuma violência”, disse.
Questionado sobre a possibilidade de a greve continuar, se o governo não ceder, Fernandes disse, pela manhã, não saber “o que vai acontecer amanhã”. “Isso é não é da nossa alçada. Eles (os sindicalistas) vão discutir e vão mostrar para vocês.”
Copa. Já sobre o risco de a paralisação se estender até quinta-feira, dia da abertura da Copa na Arena Corinthians, como definiu a assembleia, o secretário de Alckmin minimizou. “Não, não. A greve está acabando. Estamos com 77% das estações abertas.” 

Luiza Brunet teria reatado namoro com empresário

Luiza Brunet teria reatado namoro com empresário - 1 (© AGNews)

Ao que parece, Luiza Brunet não vai passar o Dia dos Namorados, na próxima quinta-feira, 12, sozinha. É que, de acordo com a revista "Isto é Gente", a ex-modelo teria reatado seu namoro com Lírio Parisotto. Segundo a publicação, a mãe de Yasmin Brunet teria jantado com o empresário no Hotel Fasano, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, na noite do Brazil Foundation, no dia 29 de maio.
Após o evento, que aconteceu na Fundação Luiza e Oscar Americano, em São Paulo, Luiza Brunet teria deixado o local antes do leilão beneficente e ido ao encontro do ex-namorado. Chegando no luxuoso hotel carioca, os dois jantaram juntos e resolveram retomar o relacionamento, que havia chegado ao fim em maio deste ano. Na ópoca da separação, o Purepeople conversou com a irmã de Luiza, Leide Botelho, que atendeu o telefone da ex-modelo.
"A Luiza viajou ao exterior e deixou o telefone comigo. Não posso falar muito a respeito. Só digo que eles realmente terminaram, mas continuam amigos", disse ela na ocasião.
Recentemente, Luiza Brunet despertou a curiosidade de algumas pessoas ao postar a foto de uma garrafa de vinho, no valor de quase R$ 4 mil, em seu perfil do Instagram. Na legenda da imagem, a seguinte frase: "Para comemorar junto com meu amor".
Luiza Brunet, de 51 anos, e Lírio Parisotto começaram o namoro em 2012 e, após passar por uma fase complicada no relacionamento, resolveram colocar um ponto final na relação há cerca de um mês.
Antes do namoro com Lírio, a ex-modelo foi casada com Armando Fernandez durante 24 anos. O relacionamento gerou seus dois filhos: a modelo Yasmin Brunet e Antônio.

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio - 1 (© Divulgação, Twitter)
Ronaldo marcou presença na inauguração da Casa Fenomenal, espaço da Nike voltado para exibir itens marcantes do futebol e que também será palco de shows. O Fenômeno esteve no evento na noite deste sábado (7), no Rio de Janeiro.
Também estavam na inauguração a modelo Izabel Goulart e os cantoresThiaguinho e Marcelo D2, que embalaram a noite cantando sucessos da carreira, ambos vestidos a camisa da Seleção Brasileira.
Luana Piovani também prestigiou o espaço ao lado do marido, Pedro Scooby. O ator Ricardo Pereira marcou presença no evento ao lado da mulher, Francisca Pinto.
A casa conta com uma exposição de chuteiras e uniformes da Seleção Brasileira e será palco de apresentações musicais. No final do mês de maio, a atriz Fernanda Paes Leme recebeu os jogadores Rafael e Fábio, do Manchester, Rafael Sobis e Diego Cavalieri, do Fluminense, no espaço. Segundo o colunista Bruno Astuto, da revista "Época", o local vai receber shows dos grupos Cone Crew e MC Guimê. O projeto acontece no Armazém 6 do Cais do Porto, Centro do Rio.
O ex-jogador de futebol prestigiou o evento sem a noiva, Paula Moraes, com quem planeja se casar ainda este ano. O casamento será em Búzios, no Rio de Janeiro, para poucos convidados e em cerimônia simples.

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio - 1 (© Divulgação, Twitter)

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio - 1 (© Divulgação, Twitter)

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio - 1 (© Divulgação, Twitter)

Ronaldo inaugura espaço dedicado ao futebol ao lado de Thiaguinho, no Rio - 1 (© Divulgação, Twitter)


Overview

O objetivo da campanha oficial "20 Centros para 2010" é utilizar o poder do futebol para promover a mudança social, por meio da construção de 20 centros Football For Hope em toda a África, que se dedicarão ao desenvolvimento da saúde pública, da educação e, claro, do futebol. Clique nos centros localizados no mapa para saber mais sobre cada um deles.

20 Centros para 2010

O projeto "20 Centros para 2010" é a campanha oficial da Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010. O seu objetivo é construir 20 Centros Football for Hope para a promoção da saúde pública, da educação e do futebol em comunidades menos favorecidas de toda a África. Este legado é de suma importância tendo em vista que muitas localidades africanas seguem enfrentando sérios desafios sociais. Através dos elementos positivos do futebol, muitas organizações locais obtiveram êxito abordando tais desafios e atraindo a juventude. A fim de fortalecer esse trabalho, a FIFA está construindo Centros Football for Hope a serem utilizados por organismos regionais com vistas à conscientização dos jovens da África. A criação de um Centro Football for Hope começa com a identificação dos problemas locais e da implementação de programas que usam o futebol para promover o desenvolvimento socioeconômico. As atividades realizadas no centro atendem às necessidades da comunidade através de projetos de sensibilização sobre o HIV/AIDS, alfabetização, promoção da igualdade entre homens e mulheres e integração de portadores de deficiência, por exemplo. A organização escolhida para administrar o centro conduz as atividades diárias com o apoio da comunidade a fim de transformá-lo progressivamente em um polo de autoajuda e modelo de desenvolvimento social através do futebol.

Espanha desembarca em Curitiba para a Copa do Mundo da FIFA

Espanha desembarca em Curitiba para a Copa do Mundo da FIFA

Uma das seleções favoritas à conquista da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, a Espanha finalmente chegou ao Brasil. Depois de dois amistosos nos Estados Unidos, a Fúria desembarcou na noite deste domingo no Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba e foi diretamente para o CT do Caju, quartel-general da equipe pelo menos até o final da primeira fase.
Sem muito atraso, às 20h05, o avião aterrissou debaixo de muita chuva, com as bandeiras do Brasil e da Espanha na janela da frente. No aeroporto, a curiosidade pela chegada da delegação despertou a atenção de centenas de passageiros que passavam pelo local, além de torcedores com camisas, agasalhos e a bandeira vermelha e amarela. Porém, os jogadores não passaram pelo saguão. 
O primeiro treino da Espanha em solo brasileiro será realizado nesta segunda-feira, às 16 horas, no CT do Caju. No dia 12, os espanhóis viajam para Salvador, onde estreiam no Brasil 2014 diante da Holanda. A reedição da final de 2010 será na Arena Fonte Nova.
A Espanha é a cabeça de chave do Grupo B da Copa do Mundo da FIFA. O segundo jogo do país será contra o Chile no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e a última partida da fase de grupos acontecerá no dia 23 diante da Austrália em Curitiba.

Claudia Leitte: "Brasil celebra a música de modo singular"

Claudia Leitte: "Brasil celebra a música de modo singular"

Após a primeira reunião de diretoria do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo da FIFA em 2014, realizada nesta quinta-feira (23/1), no Maracanã, foram apresentados os intérpretes de “We Are One”, a música oficial da Copa do Mundo: o astro americano Pitbull e a estrela brasileira Cláudia Leitte. A outra intérprete da canção, a também americana Jennifer Lopez, chega na noite desta quinta-feira ao Brasil.
Também participaram da coletiva de imprensa no estádio, o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valckle, o presidente do COL, José Maria Marin, o secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes; o membro do Conselho de Administração do COL, Bebeto, o bicampeão do mundo em 1994 e 2002, Cafu, e o presidente da Sony Music Brasil, Alexandre Schiavo.
Na conversa com os jornalistas, foram apresentadas as impressões das visitas do secretário-geral da FIFA e de membros do COL às cidades de São Paulo, Cuiabá, Curitiba e Natal, onde a Arena das Dunas, sétimo estádio da Copa do Mundo a ficar pronto, foi inaugurada nesta quarta-feira (22/1).
 FIFA.com disponibiliza abaixo os principais trechos da entrevista coletiva desta quinta-feira.
 Sobre o anúncio dos intérpretes de “We Are One” :
Jérôme Valcke, secretário-geral da FIFA"Além do futebol, somente a música é capaz de levar milhares de espectadores a um estádio. Música e futebol são uma parceria de sucesso sempre. Todos se lembram o que aconteceu na África do Sul com a música ‘Waka Waka’, interpretada pela Shakira, que se tornou um enorme sucesso. Acho que ‘We Are One’, com a Cláudia Leite, Pitbull e Jennifer Lopez é uma música que traz a essência de uma Copa do Mundo, a essência de uma Copa do Mundo no Brasil. Espero que, em breve, milhões de pessoas estejam dançando ao som desta música. Desejo aos intérpretes muito sucesso.”
Alexandre Schiavo, presidente da Sony Music Brasil“É um prazer poder celebrar dez anos de parceria com a FIFA. É um prazer também trabalhar na área de música na Copa do Mundo. Estamos muito empolgados por estarmos trabalhando com artistas tão talentosos na música para a Copa do Mundo no Brasil. A música brasileira é riquíssima. Música e futebol formam uma combinação empolgante e queremos novamente levar aos torcedores de uma Copa do Mundo a melhor experiência possível.”
Pitbull, intérprete da música oficial da Copa do Mundo da FIFA“Quero agradecer à Cláudia por trazer todo o sabor da cultura do Brasil. E ter a Jennifer Lopez envolvida na música é muito especial. Por isso, chamamos a música de ‘We Are One’. É o que vamos fazer. Nós nos juntamos pela música.”
Claudia Leitte, intérprete da música oficial da Copa do Mundo da FIFA“É um momento muito especial para nós brasileiros, que somos um povo que sabe comemorar e que celebra a música de uma forma singular. É uma honra estar ao lado de Pitbull e Jennifer Lopez, astros de expressão mundial. Eles parecem dois brasileiros e vão sambar muito durante a Copa!”
Bebeto, membro do Conselho de Administração do COL“Essa música (‘We are One’) tem tudo a ver com o futebol. Queria parabenizar o Pitbull, a Claudia Leitte e a Jennifer Lopez pelo excelente trabalho. Tenho certeza que essa música vai colaborar muito para que a Copa do Mundo da FIFA seja uma grande festa.” 
Cafu, campeão mundial em 1994 e 2002“A música ‘We Are  One’ incorpora o ritmo do povo brasileiro, mostra um pouco da história do nosso povo. Esse povo que vai incorporar a música e cantá-la muitas vezes. Isso vai chegar aos estádios e ao campo de jogo. A escolha do Pitbull, da Cláudia Leitte, e da Jennifer Lopez foi fantástica. O ritmo desta música vai ditar o ritmo do futebol brasileiro na Copa do Mundo.”
Luis Fernandes, secretário-executivo do Ministério do Esporte“Estamos marcando aqui o encontro do futebol com a música e com a cultura. São atividades que promovem o encontro entre as pessoas. Então este é um encontro muito feliz. O que vamos poder promover com essa iniciativa é encontro de povos, de culturas, em torno da Copa do Mundo. Quero destacar também a forte presença latina na música‘We Are One’ e especialmente a presença da Cláudia Leitte, que é uma expressão fortíssima do talento musical brasileiro. Quero destacar uma forte presença latina na música e no vídeo e a presença da Claudia Leitte, que é a expressão forte da música brailseira, do talento brasileiro.”
Sobre as visitas a São Paulo, Cuiabá, Curitiba e a inauguração da Arena das Dunas:
Jérôme Valcke, secretário-geral da FIFA“Sobre as visitas aos estádios, o que vimos foi uma situação que era esperada em São Paulo, por causa do acidente no final de 2013. Estamos todos trabalhando para que tudo esteja pronto para a abertura. Em Cuiabá, temos um problema com o gramado, que hoje não teria condições de sediar uma partida da Copa do Mundo, mas nós estamos trabalhando fortemente nisso. Em Curitiba, vimos um estádio com muitos problemas. Agora temos que trabalhar intensamente parar resolvê-los e garantir que a Arena da Baixada possa sediar jogos da Copa do Mundo. E finalmente, em Natal, inauguramos ontem um estádio fantástico.” 
José Maria Marin, presidente do COL“Estamos a 140 dias da Copa e estive em Cuiabá e Natal e fiquei muito feliz pelas visitas. Apesar das dificuldades, as arenas estão ficando prontas e estão faltando pequenos detalhes em Cuiabá, como o gramado. Em Natal, já teremos partidas. Estou muito feliz e vamos desenvolver nosso trabalho para que o Brasil realize uma grande Copa do Mundo, demonstrando competência e capacidade de organização.”
Cafu, campeão do mundo em 1994 e 2002“Tive uma impressão muito boa das arenas que visitamos. Não tinha ideia da complexidade de se fazer uma Copa do Mundo do ponto de vista da organização. É claro que a Arena da Baixada nos deixou preocupado, mas estamos trabalhando e esperamos realmente que Curitiba esteja na Copa do Mundo. Com relação aos gramados que tenho visto, dá até vontade de voltar a jogar.  São realmente são espetaculares. Tenho certeza de que faremos uma das melhores Copas de todos os tempos.”
Bebeto, membro do Conselho de Administração do COL“Estivemos na Arena de São Paulo e eu fiquei emocionado imaginando a torcida chegando para o primeiro jogo do Brasil. O estádio está praticamente pronto. Depois fomos até Cuiabá e lá tivemos uma preocupação com algo que estamos sempre cobrando, que é o gramado. Não estava em condições adequadas, mas vamos recuperar. Precisamos trabalhar duro. Já em Curitiba, encontramos uma situação mais difícil, mas eles vão virar esse jogo. Penso positivo e acho que o Paraná vai virar o jogo. Em Natal, eu me impressionei. O estádio é muito bonito, o gramado está perfeito e em condições de realizar um grande espetáculo.”
Luis Fernandes, secretário-executivo do Ministério do Esporte“Esta reunião do COL e da FIFA marcou o início da etapa derradeira e decisiva da Copa do Mundo da FIFA. Etapa que foi inaugurada ontem, com a entrega da Arena das Dunas, o primeiro dos seis estádios que não foram usados na Copa das Confederações da FIFA. Agora precisamos cuidar de todas as ações dos planos operacionais que envolvem todas as dimensões de atuação nas sedes, num país com dimensões continentais como é o Brasil. Em cada cidade-sede temos áreas que são responsabilidades do Governo Federal, outras das Prefeituras e outras ainda pelos Governos Estaduais. Temos que garantir que cada um faça sua função para realizar uma boa Copa do Mundo.”

Claudia Leitte canta música oficial com Pitbull e Jennifer Lopez

Claudia Leitte canta música oficial com Pitbull e Jennifer Lopez

Um dos principais atrativos da Copa do Mundo da FIFA 2014, a música oficial da competição teve seus artistas anunciados hoje pela FIFA e pela Sony Music. Considerada um dos maiores talentos da música brasileira, Claudia Leitte protagonizará uma parceria com os superastros internacionais Pitbull e Jennifer Lopez na canção intitulada "We Are One (Ole Ola)".
Após o sucesso de "Waka Waka (This Time for Africa)", cantada por Shakira na Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010, a nova música, escrita e coproduzida por Pitbull, promete espalhar a energia apaixonante do Brasil para o mundo inteiro quando for lançada oficialmente pela Sony Music. Vibrante como o país anfitrião do torneio, a canção tem tudo para empolgar os torcedores de futebol de todo o planeta às vésperas da Copa do Mundo da FIFA 2014.
O anúncio foi feito nesta quinta-feira, no estádio do Maracanã, com a presença de Claudia Leitte e Pitbull ao lado do secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, bem como do presidente do Comitê Organizador Local (COL), José Maria Marin, do secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, do membro do Conselho de Administração do COL e ídolo do futebol brasileiro Bebeto e do bicampeão da Copa do Mundo da FIFA Cafu.
"A FIFA e a Sony Music estão extremamente animadas em compartilhar com o mundo o enorme talento de Claudia Leitte, ao lado de artistas de renome internacional como Pitbull e Jennifer Lopez", disse Jérôme Valcke durante o anúncio no Maracanã. "Nas várias visitas que fiz ao país, ouvi muito sobre a formidável tradição musical do Brasil. Para mim, portanto, é uma alegria enorme ver uma artista brasileira entre os destaques dessa canção. Tenho certeza de que, assim como eu, milhões de entusiastas do futebol e da música em todo o mundo estarão ansiosos pelo seu lançamento."
"Estou muito feliz e emocionada de representar meu país na Copa do Mundo da FIFA ao lado desses dois artistas maravilhosos que admiro e respeito", contou Claudia Leitte. "Adoro compartilhar minha cultura e meu país com as pessoas através da música! A Copa do Mundo da FIFA é um dos maiores eventos do planeta e estou ansiosa para dançar samba com Pitbull e Jennifer Lopez no Brasil!"
"Eu me sinto honrado de fazer uma parceria com Jennifer Lopez e Claudia Leitte na Copa do Mundo da FIFA para levar o espírito de união ao mundo inteiro", declarou Pitbull. "Eu realmente acredito que este esporte fantástico e o poder da música ajudarão a unir as pessoas, porque somos melhores quando nos juntamos."
"We Are One (Ole Ola)" irá estrear nos próximos meses, antes do início da Copa do Mundo da FIFA 2014, e estará presente no álbum oficial da competição, que será lançado pela Sony Music Entertainment. Além disso, o clipe de "We Are One (Ole Ola)" também está sendo preparado.
A FIFA e a Sony Music desfrutam de uma parceria de sucesso na produção da canção oficial da Copa do Mundo da FIFA desde 1994. Essa tradição musical começou na Copa do Mundo da FIFA 1966, na Inglaterra, com a música dedicada à primeira mascote oficial, o leão "World Cup Willie". Desde então, a canção e a mascote oficiais ganharam uma importância cada vez maior como atrativos do torneio, possibilitando que outras pessoas, e não apenas os amantes de futebol, se identificassem com o maior evento internacional de um único esporte.
Entre as músicas oficiais das últimas edições da Copa do Mundo da FIFA, estão: "Un’Estate Italiana", de Edoardo Bennato e Gianna Nannini, em 1990; "Gloryland", de Daryl Hall com Sounds of Blackness, em 1994; e "La Copa de la Vida", de Ricky Martin, em 1998. "Boom", de Anastacia, foi a canção oficial do torneio de 2002, que também teve um hino composto por Vangelis a partir de elementos sonoros típicos da Coreia e do Japão. Em 2006, "The Time of Our Lives", do quarteto Il Divo, fez enorme sucesso. Por fim, a edição de 2010 foi celebrada ao som de "Waka Waka (This Time for Africa)", escrita por Shakira, que cantou ao lado da banda sul-africana Freshlyground.