A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Estudante de Direito diz que foi agredido dentro de secretaria Murilo Guimarães afirma que fazia protesto pacífico contra as demissões de metroviários quando sofreu agressão. Governo nega

O estudante de Direito da PUC Murilo Guimarães, de 26 anos, membro da Assembleia Nacional dos Estudantes (Anel), afirmou ter sido torturado e humilhado, na manhã desta segunda-feira, 9, dentro do prédio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).
Guimarães afirmou que fazia um protesto pacífico na frente do prédio da pasta contra as demissões dos metroviários, quando sofreu a agressão. O estudante foi levado para 1.º DP (Sé) e indiciado por resistência à prisão e violação de domicílio. Ele pagou uma fiança de R$ 1 mil.
A SSP afirmou que Guimarães foi detido após agredir um PM e nega que os policiais tenham agredido o estudante.

Nenhum comentário: