A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 24 de julho de 2016

Andrea Matarazzo aceita convite para ser vice de Marta Suplicy

Andrea Matarazzo, pré-candidato do PSD à prefeitura de São Paulo, teria aceitado ser o vice na chapa de Marta Suplicy (PMDB) na disputa, de acordo com informações da coluna do jornalista Lauro Jardim.
Matarazzo vinha reiterando que não fará aliança com a senadora agora peemedebista no primeiro turno.

A ciranda do povo

Quando bate a crise, o povo, lutadoras e lutadores não se acomodam, nem perdem a esperança. Reúnem-se para conversar, discutir alternativas, indignar-se, protestar e, porque não, celebrar.
É o que está acontecendo no décimo terceiro FREPOP, Fórum de Educação Popular, que está acontecendo em Recife, com centenas de participantes, especialmentejovens. O tema gerador (central) não podia ser mais sugestivo e atual: “EDUCAÇÃO POPULAR: Democracia e os Desafios das Lutas sociais na Construção da Sociedade que queremos.”
Diz a mensagem de boas vindas às educadoras e educadores populares presentes: “O FREPOP busca ser luz a possibilitar reflexões no cenário da conjuntura social, política, econômica,cultural, bem como a troca e compartilhamento de experiências e fortalecer as lutas sociais. É orientado pelos princípios do diálogo, amorosidade, problematização, construção compartilhada do conhecimento, emancipação e compromisso com a construção de um projeto democrático-popular.”
É um projeto de sociedade e de Nação. 
O FREPOP, desde sua primeira edição, inspira-se no Fórum Social Mundial, ‘Um outro mundo possível’,redes e teias por onde se articula, dialoga, põe-se emmovimento.
Quando cheguei emLins, São Paulo, para participar pela primeira vez do FREPOP, anos atrás, foi possível respirar o ar da educação popular e sentir a efervescência produzida. Gente da região, gente de outros lugares,gente do Brasil inteiro,gente da América Latina,gente do mundo.O FREPOP não era apenas um Fórum do interior de São Paulo. Era um Fórum Social Mundial com ares de São Paulo, mas também de Brasil e de mundo.
Agora, acontece em Recife, nos espaços da Universidade Federal de Pernambuco, com gente de todo Brasil, e a festa, a alegria e o sotaque nordestinos: juventude alerta, dezenas de Rodas de Conversa, Oficinas, Arenas, a Tenda Paulo Freire instalada, junto com a Tenda Memória, uma Feira de Economia Solidária, sons nas salas, nos corredores, poetas populares, música,dança, mística e, principalmente, muito debate, reflexão, celebração de vida e encantamento, e, a todo momento e em qualquer lugar, um grito coletivo de Fora Temer.
As reflexões acontecem ao estilo do Fórum Social Mundial. Sob um tema central e comum, experiências vividas e contadas,a organização popular, a conscientização, juntando ambiente universitário e popular, sempre, com muita confraternização, encontro de corpos, sapateados, mentes e espíritos alertas e comprometidos.
A educação popular tem esta capacidade e virtude: aproximar as pessoas,fazer a troca de saberes, distribuir os sonhos comuns,saborear a solidariedade, construir pensamentos coletivos, caminhar do mesmo lado e espaço.
O décimo terceiro FREPOP está acontecendo na terra de Paulo Freire. A crise, as ameaças à democracia, o golpe em andamento, a intolerância e o ódio reinantes não superam a vontade de continuar mudando o Brasil e o mundo.  Não é hora de choro, de lágrimas e lamentações sem sentido e sem futuro.É hora, sim de se reunir, fazer a necessária autocrítica, mas principalmente juntar forças, ir pra rua,mobilizar-se contra o desmonte das políticas públicas e dos processos de participação social, o fim de direitos dos trabalhadores e população mais pobre, conquistados a duras penas, contra a privatização do patrimônio nacional, contra a usurpação do poder e o impeachment de um governo legitimamente eleito. 
É respirar nestes tempos bicudos.Mais que nunca, é preciso encontrar as pessoas, debater tudo sobre tudo, acolher as angústias uns dos outros, alimentar mutuamente a esperança, que ainda está viva e recompõe-se nestas horas e nestes dias.
A cirandado FREPOP e a ciranda do povo estão em movimento. Conversam,dialogam, ampliam horizontes, na militância dos que se doam e ao mesmo tempo estão sempre na luta. O FREPOP, FREPOPS são necessários, urgentes neste mundo, nesta América Latina, neste Brasil, onde a educação popular, à luz de Paulo Freire e de um povo sofrido e lutador, apesar dos golpistas, da mídia que mente, do mercado que se pensa absoluto,constrói e trilha caminhos de transformação econômica,política, social, cultural, ambiental, de baixo para cima. Como diz o Fórum Social Mundial (vai acontecer nova edição em agosto no Canadá), como amplia o FREPOP,um outro mundo é possível. Um outro Brasil é possível. Urgente e necessário.

Suicídio e Desemprego

Recente artigo, intitulado "Estudos identificam forte relação entre suicídios e desemprego" e citando uma história de um empresário que cometeu suicídio no momento de crise financeira e necessidade de demissão em sua empresa, nos chamou a atenção. 
A Academia Nacional de Medicina (ANM) discutiu “Suicídio” recentemente, em torno de apresentação do Acadêmico e Psiquiatra Antonio Egidio Nardi. Foi demonstrado que quem comete suicídio, sempre padece de algum transtorno mental, sendo o mais comum a depressão. Mesmo entre os "kamikazes" ou os "indivíduos-bomba” que se explodem, supostamente por motivos políticos, ideológicos ou religiosos, existe sempre um transtorno mental subjacente. 
Com relação “A Crise Econômica e Desemprego”, podemos afirmar que o desemprego e outros estressores psicossociais podem desencadear doenças mentais em indivíduos predispostos, e podem aumentar o risco de outros transtornos, como uso de drogas e abuso de álcool. O suicídio não é uma resposta isolada a um estressor. Sempre há uma doença mental pré-existente ao fator estressor ou desencadeada por este, como principalmente a depressão. 
Tratando dos fatores de risco, é possível ressaltar a existência de doenças mentais previamente diagnosticadas, tentativas de suicídio anteriores, situações de desemprego ou aposentadoria, isolamento social, perdas recentes, doenças crônicas ou incapacitantes, dentre outras. Também foi constatado que adolescentes e idosos (sobretudo aqueles acometidos por graves problemas de saúde) constituem grupos vulneráveis. Existem ainda fatores considerados de proteção, como filhos, família, religiosidade, habilidades positivas de resolução de problemas e um apoio social positivo.
* Dr. Francisco J. B. Sampaio é Presidente da Academia Nacional de Medicina; Dr. Antonio Egidio Nardi é Psiquiatra e Secretário Geral da Academia Nacional de Medicina

Alckmin perdoa dívidas de R$ 116 mi de acusada de cartel

O governo de Geraldo Alckmin (PSDB) fez um acordo com a multinacional francesa Alstom para perdoar dívidas que somam R$ 116 milhões, em um contrato em que o Metrô apontou perdas de mais de R$ 300 milhões. O Estado de São Paulo também aceitou que a entrega seja feita com dez anos de atraso, até 2021. O acordo é referente a um sistema contratado no governo José Serra (PSDB), em 2008, por R$ 780 milhões, para melhorar a eficiência das linhas 1-azul, 2-verde e 3-vermelha, e a entrega estava prevista inicialmente para 2011. 
A medida foi adotada em janeiro, e é referente a um sistema digital para reduzir o intervalo entre os trens do Metrô e agilizar o transporte de passageiros, conhecido como Controle de Trens Baseado em Comunicação (CTBC). As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Em 2008, a relação da Alstom com políticos tucanos começou a ser investigada, a partir do indício de pagamento de propina entre 1998 e 2003 para fechar contrato com estatais de energia, no governo de Mário Covas. Passados oito anos depois, o processo não chegou sequer a ser julgado.
Acordo é relacionado a sistema digital que reduziria o intervalo entre os trens do Metrô
Acordo é relacionado a sistema digital que reduziria o intervalo entre os trens do Metrô
O acordo foi fechado em uma câmara arbitral, com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), órgão de defesa do Executivo, representando o governo Alckmin. A arbitragem teve início em 2013 sob sigilo, como previa o contrato, mas a Folha conseguiu acesso ao acordo a partir de uma lei de 2015 que obriga governos a dar publicidade a arbitragens que envolvam recursos públicos.
Em razão dos atrasos, o Metrô chegou a aplicar multas de R$ 78 milhões a partir de 2012, e ameaçou romper o contrato. Mas a multinacional francesa alegava que o Metrô não fez as obras nas três linhas que seriam necessárias para que o sistema digital fosse implantado, e que a companhia queria um produto mais sofisticado do que o previsto no contrato. 
A Alstom solicitou que a disputa fosse resolvida por meio de arbitragem, e o caso foi para a Corte Internacional de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional em janeiro de 2013. Enquanto o Metrô apontava para perdas de R$ 289,1 milhões para a companhia devido ao atraso, a Alstom apontava que atrasos e novas funções exigidas teriam aumentado o contrato em R$ 173,1 milhões.
As empresas, contudo, passaram a discutir um acordo em agosto do ano passado, e pediram a suspensão da arbitragem. Tal acordo foi homologado em 27 de janeiro deste ano, e determina que Metrô e a Alstom desistam dos valores que reivindicavam, inclusive da multa de R$ 78 milhões.
A Secretaria de Transportes Metropolitanos, à qual o Metrô é subordinado, disse ao jornal paulista que "os valores foram tratados como referência para discussão em arbitragem, algo natural nesse tipo de litígio". A Alstom não quis se pronunciar sobre o acordo.
A arbitragem custou US$ 536.785 para as duas empresas.

Carro utilizado pela prefeitura roubado ha 14 anos é apreendido na Dutra

Um carro roubado há 14 anos foi recuperado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma blitz na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Seropédica, na Região Metropolitana do Rio, na tarde de sábado (23). O automóvel estava caracterizado como se fosse oficial e era utilizado pela Prefeitura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Policiais rodoviários federais da equipe de moto policiamento faziam a blitz na altura do pedágio, na pista sentido Rio de Janeiro, quando observaram a placa do carro que se aproximava e resolveram abordá-lo. Eram notórios os sinais de adulteração da placa utilizada no automóvel. Após uma vistoria, os policiais verificaram que o carro era roubado. O crime teria ocorrido há cerca de 14 anos, em 2002, no município de Nova Iguaçu.
O motorista, de 39 anos, afirmou ser assessor de um secretário de governo. Ele disse desconhecer quaisquer irregularidades sobre o carro. A ocorrência foi encaminhada à 48ª DP (Seropédica).

Candidato ao exame da OAB em Salvador se entrega após ameaça de bomba

Após quatro horas de negociação, um homem que ameaçava explodir bombas que teria no corpo se entregou à polícia em Salvador. Franklin Oliveira da Costa era um dos candidatos ao Exame Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no prédio de uma universidade particular, a UniJorge, na avenida Paralela, e teria ordenado que todos saíssem do edifício, ameaçando detonar as bombas que estaria carregando, além de ter uma arma de fogo.
Em nota, a OAB Bahia informou que, em decorrência do ocorrido em Salvador, a Coordenação Nacional do Exame de Ordem e a Fundação Getúlio Vargas “resolvem suspender a aplicação do Exame exclusivamente neste município, sem prejuízo aos demais locais de realização das provas”. Além disso, informou que qualquer nova decisão será comunicada aos candidatos envolvidos.
De acordo com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) - que fez as negociações – não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com Franklin. Após se entregar, ele foi encaminhado para atendimento médico e, em seguida, seria ouvido no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na capital baiana.
Em nota, a Secretaria se Segurança Pública (SSP) da Bahia declarou que "informações preliminares dão conta de que o caso se trata de um fato isolado, sem conexões com terrorismo". A SSP Bahia acrescentou que ainda não há informação sobre a motivação das ameaças e não há feridos. 

Programa Ibermúsicas aceita inscrições até agosto

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) abriu nova chamada para a edição de 2016 do Ibermúsicas. Asinscrições podem ser feitas através do site Ibermúsicas até 31 de agosto. 
O Ibermúsicas promove a criação musical, residências artísticas, a difusão e a produção das obras dos compositores ibero-americanos, além de contribuir para a formação de novos públicos em espetáculos musicais ibero-americanos.
programa, desenvolvido pela instituição em parceria com a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) do Ministério da Cultura, abriu a convocatória para a apresentação de propostas artísticas que serão realizadas em 2017. No caso específico do concurso de composição para Orquestra Sinfônica, o prazo vai até dia 31 de outubro.
Após a finalização dos prazos, as propostas serão analisadas por uma comissão interna. O resultado com o nome dos selecionados é anunciado tanto no site da Funarte quanto do Ibermúsicas.
Nesta edição, foram abertas inscrições para as modalidades Ajudas à mobilidade de músicos; Ajudas a Festivais e Encontros para a Mobilidade de Músicos; Ajuda a Compositores para Residências Artísticas; Ajudas a Instituições para Residências Artísticas de Compositores – engloba coletivos de músicos ou pequenos festivais; e Concurso Iberoamericano de Composição de Canção Popular.
Foram abertas ainda as convocatórias para o 2º Concurso Ibero-Americano de Composição para Orquestra Infantil e Juvenil, 2º Concurso Ibero-Americano de Composição para Orquestra Sinfônica "Ibermúsicas" e Ajuda para Residências Artísticas para Criação Sonora nos com novas tecnologias no Centro Mexicano para a Música e as Artes Sonoras (CMMAS).

Casa noturna de Carlinhos de Jesus terá funcionamento especial no mês de agosto Shows de música nacional acontecerão em dois palcos

Cronômetros em ação! Dentro de poucos dias todo mundo – literalmente – estará com os olhos voltados para o Rio de Janeiro. A cidade olímpica e terá a chance de encantar aos turistas com com suas maravilhas naturais, gastronômicas e de entretenimento. Turistas e moradores poderão celebrar a união dos povos em um clima de alegria e muita diversão. Esse é o objetivos do Lapa 40 Graus, oferecer o melhor da diversão noturna em um só lugar na Lapa.
Lapa 40 Graus é rota da diversão noturna no Rio de Janeiro
Lapa 40 Graus é rota da diversão noturna no Rio de Janeiro
Quem estiver na cidade olímpica não vai perder nenhum momento de diversão. Entre as diversas opções que a cidade oferece, a dica é curtir a vida noturna carioca no Lapa 40 Graus. O premiado bar e casa noturna do dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus terá funcionamento especial de terça a domingo, das 18h às 5h, com shows em dois palcos, DJs celebs na cena carioca, salão de jogos com mesas de sinuca, pinball e fliperama, aulão de dança de salão, quatro bares em pleno funcionamento, transmissão dos jogos nas TVs e no telão. Tudo isso em harmonia com a gastronomia de boteco contemplada por muitas comidinhas e bebidas campeãs.
Em funcionamento bairro turístico e boêmio da Lapa, onde está localizado um dos cartões portais do Rio, os Arcos da Lapa, o Lapa 40 Graus é ponto de encontro dos “cidadãos do mundo” que se divertirão em espaços que remetem ao clima festivo do momento com decoração repleta de quadros que exaltam a cultura carioca, iluminação charmosa e ambiente climatizado. Destaque para otérreo, onde um grande calçadão com pedras portuguesas resgatam memórias de passeios pela Praia de Copacabana.
Já no palco térreo os shows começam as 19h com Grupo Virtude.Com (03, 10, 17, 24), Trio Maribondo (04), André Fonseca (05, 12 e 19), Pretensão  (06 e 20), Trio Rapacuia (10), Art de Ser (13), Sotaque do Nordeste (18), Cassiano & Trio Beija Flor (25). E mais, Dr. Zeh tocando pop e ritmos variados de quinta a domingo, a partir das 23h. Na pista da boate o som nas pickups fica a cargo dos DJs Gustavo Brasil, Nelsinho, Ricardo Beringher, Messias, Reizinho, Max Trivela e Bacalhau.

Morre no Rio a cantora Lidoka, ex-integrante do grupo Frenéticas

O corpo da cantora Lidoka Matuscelli, ex-integrante do grupo Frenéticas Será velado neste domingo (24), a partir das 10h, no Memorial do Carmo, no Caju, zona norte do Rio. A cantora, que fez grande sucesso nos anos 70 e 80, morreu na noite de sexta-feira (22), aos 66 anos, em sua casa, em Ipanema, zona sul da cidade. Segundo familiares, o corpo será cremado, em cerimônia marcada para 15 horas.
Há dez anos Lidoka lutava contra um melanoma, tipo mais grave de câncer de pele, doença que se espalhou nos últimos meses por outros órgãos. A notícia da morte foi dada pelo filho da cantora, Igor Bandoca, em seu perfil do Facebook.
Formado por seis integrantes – Lidoka, Leila Neves (Leiloca), Sandra Pêra, Regina Chaves, Edyr Duque e Dilu Moraes -, as Frenéticas surgiram na discoteca Frenetic Dancin' Days, criada pelo crítico e produtor musical Nelson Motta no Shopping da Gávea, Zona Sul carioca.
Depois de alcançar imenso sucesso, algumas integrantes se afastaram do grupo, que acabou se desfazendo em 1984.

Sandra de Sá anima noite no Boulevard Rio Shopping Cantora faz show gratuito

O Boulevard Rio Shopping, em parceria com o Bar MPB, recebe mais uma atração especial para animar a noite desta quinta-feira (28). A partir das 19h30, Sandra de Sá sobe ao palco Boulevard Rio (3º piso), e interpreta canções que se tornaram sucesso e marcaram a música brasileira, como “Bye Bye Tristeza”, “Solidão”, “Sarará Criolo”, “Joga Fora no Lixo” e “Retratos e Canções”.  
O mais recente trabalho da artista, o disco “Lado B”, tem 13 músicas, gravadas com a participação do Grupo Revelação, NX Zero, Buchecha e Melanina Carioca.
Cantora brasileira se apresenta na Tijuca
Cantora brasileira se apresenta na Tijuca
Serviço 
Local: Palco Boulevard Rio: Praça deAlimentação, 3º piso do Boulevard Rio Shopping
Rua Barão de São Francisco, 236 – Vila Isabel. Tel.: (21)2577-8777
Data: 28/07/2016
Horário: 19h30
Estacionamento no local
Classificação Indicativa: Livre
Evento Gratuito

Às vésperas da Olimpíada, cariocas denunciam descaso com saúde e educação Prefeitura prioriza megaeventos e deixa população com serviços precários

A poucos dias para o início da Olimpíada, turistas começam a chegar ao Rio. Além das belezas naturais, os visitantes vão poder usufruir de grandes estádios, shows gratuitos em praças e um forte esquema de policiamento. Mas o clima de festa esconde uma realidade, não tão feliz, enfrentada pela parcela da população que precisa contar com serviços públicos, como saúde e educação.
O orçamento total dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro é estimado em R$ 38,7 bilhões. O custo é dividido entre a administração pública e a iniciativa privada, por meio de patrocínios ou Parcerias Público-Privadas (PPPs). As altas cifras chamam a atenção e são alvo de críticas dos cariocas, que acreditam que os recursos poderiam ter sido melhor alocados.  
Equipamentos da Rio 2016: destino de parte dos R$ 38,7 bilhões
Equipamentos da Rio 2016: destino de parte dos R$ 38,7 bilhões
1, 2 e 3- Arena de Vôlei de Praia no Leme; 4- Estúdios para transmissão de TV em Copacabana; 5- Estrutura da organização em Copacabana; 6- Arquibancada em Copacabana; 7- Estrutura da organização; 8 e 9- Megastore em Copacabana
A saúde, por exemplo, parece ser sido esquecida pelos governantes. A recepcionista Tatiana, moradora da zona norte, está com o pai internado no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Durante as visitas, ela e a mãe se deparam com a unidade lotada e pacientes nos corredores. "Minha mãe esteve aqui na terça-feira (19) e disse que lá dentro está muito complicado. Tem muita gente sendo atendida em macas nos corredores", afirmou Tatiana, que aguarda há quatro meses para conseguir marcar consulta no posto de saúde de Irajá.
Emergência do Salgado Filho
Emergência do Salgado Filho
Para Fernandes, usuária do hospital, essa realidade é muito comum nos hospitais públicos. "Isso aqui é Brasil, né? Está super lotado, mas pelo menos vão ser atendidos. Em outros hospitais, os médicos nem olham para os pacientes", disse.
A mãe de Catarine Conceição também é atendida na unidade hospitalar. De acordo com ela, falta contratação de mais profissionais para melhorar o atendimento. "Minha mãe não tem a perna direita, então é complicado para ela se virar na cama para fazer curativos. E lá tem muita gente acamada. As enfermeiras precisam ficar de um lado para o outro atendendo as pessoas. É muita demanda e poucas enfermeiras", contou. 
Pacientes no Hospital Miguel Couto, no Leblon
Pacientes no Hospital Miguel Couto, no Leblon
Usuários do Hospital Municipal Miguel Couto também acreditam que há um descaso do governo do município com o setor de saúde. "Há muita demora no atendimento. É sempre assim e a gente já até considera normal", afirmou Roberta Pires, aposentada, que esperava há quase cinco horas para ser atendida na manhã de quarta-feira (20).
Márcia de Oliveira, que acompanha o marido em tratamento na unidade da zona sul, também vê falhas no atendimento. A funcionária pública tece críticas às despesas com os Jogos Olímpicos: "Essa demora sempre existiu. Poderia estar melhor e não só na saúde. Os governantes parecem não se importar. As obras para as Olimpíadas já apresentam vários problemas, como a Transolímpica. Eles sempre usam material de má qualidade. O negócio não é fazer boa obra, é 'arrecadar' um bom dinheiro".
Mais dinheiro para educação?
Escola localizada na Tijuca
Escola localizada na Tijuca
Se na área da saúde está ruim, o cenário não é diferente na educação. Uma funcionária do setor administrativo da Escola Municipal Orsina da Fonseca, que não quis se identificar, acredita que falta mais valorização dos profissionais do setor. "Para ter uma vida tranquila tem professor que precisa pegar dois, três empregos, e correr de um lado para o outro", contou. De acordo com ela, a Prefeitura precisa liberar mais investimentos para o setor: "A direção da escola precisa se virar com o que vem de verba, com tanta coisa que precisa fazer. Ficamos numa dificuldade completa. Nas salas de aula, a gente precisa usar carteiras muito antigas porque o dinheiro não deu para reposição do mobiliário". 
Stela, mãe de aluna da Escola Municipal Azevedo Sodré, localizada na Praça da Bandeira, afirma que a Prefeitura precisa contratar mais profissionais: "Até que a administração chamou muitos professores, mas falta profissionais de apoio, como secretários e merendeiras. Por conta disso, a educação especial está caótica. É muito triste. A Prefeitura precisa convocar os agentes de apoio que estão no banco de aprovados. Ela diz que está contratando, mas é mentira".
A unidade Azevedo Sodré, na Praça da Bandeira
A unidade Azevedo Sodré, na Praça da Bandeira
De acordo com ela, a administração pública trata com desleixo as unidades escolares. "Outro ponto é a questão da infraestrutura. A Prefeitura construiu as 'Escolas do Amanhã', mas as escolas antigas estão precisando de reformas, precisando de cuidados. A administração do município esqueceu as escolas antigas", criticou Stela.
Para Jaqueline, também mãe de aluna na mesma unidade, os governantes não atendem às principais reivindicações da população: "Não há o que reclamar dos professores da escola, que são excelentes, mas, da Prefeitura, sim. O poder público deveria priorizar a educação, a saúde e outras coisas que o Rio precisa, muito mais do que dos Jogos Olímpicos".

Sindicato dos motoristas de ônibus inicia nesta segunda Campanha do Agasalho

São muitas pessoas e famílias que durante o inverno sofrem com o frio sem ter como se aquecer. Para tentar minimizar essa situação, a diretoria do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro (Sintraturb Rio) começa a partir desta segunda-feira (25) a Campanha do Agasalho. 
De acordo com Sebastião José, vice-presidente do sindicato, a campanha terá como objetivo coletar o maior número possível de cobertores, roupas e agasalhos para suprir as necessidades dessas pessoas.
 -Todo o material recebido será entregue em abrigos para idosos e crianças. Esperamos de coração que a população se sensibilize e compareça em massa, pois assim, nessa época de frio, poderemos contribuir para diminuir o sofrimento daqueles que não tem como se aquecer - disse.
 Os donativos poderão ser entregues na sede do sindicato, que fica na Rua Camerindo, 66, no Centro da cidade, das 9h às 17h, até o dia 25 de agosto.

Duque de Caxias recebe ônibus da Comissão de Defesa do Consumidor Segunda e terça-feira o serviço será realizado na esquina da Rua Nova Friburgo com Teresópolis

O ônibus de atendimento à população da Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) estará em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na próxima semana. De segunda (25/07) a terça-feira (26/07), o serviço será realizado na esquina da Rua Nova Friburgo com a Rua Teresópolis, na Vila Leopoldina. Na quarta-feira (27/07), o atendimento será na Rua Himaláia, próximo à Escola Estadual Hermínia Caldas, na Vila Centenário.
Já na quinta-feira (28/07), será a vez da Vila Sarapuí, na Rua Herman Lundgren receber o ônibus. Na sexta-feira (29/07), o atendimento será na Praça do Relógio, na esquina da Avenida Nilo Peçanha com a Avenida Governador Leonel de Moura Brizola. Os consumidores terão seus casos analisados nos locais, das 8h às 16h.
As questões que não puderem ser resolvidas no mesmo dia serão enviadas online para a sede da comissão, no Edifício Leonel de Moura Brizola, na Rua da Alfândega, 8, Centro da capital. Os consumidores podem, ainda, se dirigir ao térreo deste endereço, onde estão disponíveis guichês de atendimento à população. O serviço funciona nos dias úteis, das 10h às 16h.
as 6 ações realizadas.

PCdoB confirma candidatura de Jandira Feghali para prefeitura do Rio Partido oficializou chapa neste domingo (24)

O PCdoB oficializou, neste domingo (24), a candidatura de Jandira Feghali para a prefeitura do Rio de Janeiro. O evento, que ocorreu no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Cristóvão, contou com a participação de representantes de movimentos sociais e do PT, que vai apoiar a chapa.
Em seu discurso, Jandira anunciou algumas medidas que devem ser implementadas em uma eventual gestão, como a criação de conselhos comunitários. "Nas escolas, vamos fazer os conselhos populares. A Prefeitura atual não conversa com ninguém. São 1.493 escolas, então vamos criar 1.493 conselhos dentro das escolas para discutir prioridades e prestar contas", anunciou.
Ela também criticou o tratamento dispensado às pessoas negras e moradores de periferias: "Nós queremos a cultura da paz. Em vez de mandar um tiro para um jovem negro, por que não mandar um cinema, um teatro, uma oportunidade de trabalho?". 
Entre os parlamentares presentes, estiveram o senador Lindbergh Farias (PT), o deputado federal Wadih Damous (PT) e a deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB).
Deputada é candidata ao cargo de Prefeita do Rio de Janeiro

O PTB oficializou em convenção, na tarde deste sábado (23/07), em Botafogo, o apoio à candidatura de Pedro Paulo (PMDB) a prefeito do Rio. O ex-jogador do Flamengo, Zico, também declarou apoio a Pedro Paulo. Estiveram presentes no encontro o prefeito Eduardo Paes, o presidente estadual do PTB, Marcus Vinicius, a presidente municipal, Mônica Aleluia, a deputada federal Cristiane Brasil, além de vereadores, deputados e candidatos do partido. Pedro Paulo destacou a importância do apoio do PTB, que sempre foi aliado do Governo Paes. "O PTB é um partido que soube aproveitar a oportunidade de ocupar um espaço na administração pública, que imprimiu à gestão, além da marca do trabalhismo, a qualidade de vida e preocupação com as políticas públicas voltadas para a terceira idade. E isso foi graças à Cristiane Brasil, que sempre esteve ao nosso lado", disse o candidato, em uma referência ao programa Academias da Terceira Idade da Prefeitura do Rio. O ex-jogador Zico e o candidato Pedro Paulo O ex-jogador Zico e o candidato Pedro Paulo Cristiane Brasil também ressaltou a parceria: "O PTB tem muito orgulho de ser aliado desde o início do projeto que transformou o Rio, o projeto do PMDB e do prefeito Paes, fazendo parte dessa aliança desde 2008, na primeira eleição de Paes. Vamos estar ao lado desse cara que foi e é um maestro". Os partidos PTdoB, PTC e PEN também formalizaram apoio ao candidato do PMDB, Pedro Paulo, em convenções realizadas na última sexta-feira, assim como o Democratas.

A chefe de missão da delegação australiana, Kitty Chiller, informou neste domingo (24) que os atletas australianos dispensam a Vila dos Atletas, até que diversos problemas de gás, encanamento e eletricidade sejam resolvidos. Para ela, a vila não é "nem segura e nem está pronta". Dezenas de outras delegações também teriam reportado queixas. O local foi aberto oficialmente neste domingo pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 para as delegações esportivas nacionais e estrangeiras.
Em meio aos problemas com a hospedagem das equipes, uma das questões levantadas seria quem deveria pagar pelos gastos extras. De acordo com o jornal Estadão, delegações querem que uma alternativa seja dada pelo COI, enquanto este estaria colocando pressão sobre o Comitê Organizador.
Os atletas de outros países começaram a chegar ao condomínio por volta das 9h deste domingo. Equipes da Eslovênia, Suécia, Itália, Inglaterra, África do Sul, Portugal, Alemanha já deram entrada na Vila Olímpica
1 / 17
Os australianos ficariam no edifício 23, mas optaram, pelo menos por enquanto, por hotéis próximos ao Parque Olímpico. "Por mais de uma semana nosso estafe trabalhou, durante muitas horas, para deixar nosso setor pronto para os atletas na vila", diz a nota, apontando que não houve solução.
Chiller apontou para banheiros bloqueados, vazamentos, fiação exposta, falta de iluminação e "enorme sujeira". Ela informou ainda que foi realizado um teste no sábado (24), e houve vazamento e forte cheiro de gás. Testes de incêndio e encanamento ainda serão feitos. 
O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, disse que as críticas e os problemas encontrados são "naturais". Para ele, a Vila Olímpica do Rio é "a melhor da história das Olimpíadas". Ele destaca, contudo, que ajustes nos apartamentos são realmente necessários. 
"Outros organizadores de Jogos Olímpicos já tiveram situações semelhantes ou piores. Nossa missão é corrigir o que for feito para ter Jogos espetaculares", declarou à imprensa.
Nuzman também comentou sobre o relato de furto um de notebook do Comitê organizador dentro da Vila. "Não tenho condição de saber individualmente o que saiu ou o que entrou."
"Já fizemos várias mudanças na Vila e sempre que fazemos isso sentimos que ajustes são necessários. É natural que ajustes necessários sejam feitos ao longo dos próximos dias. O trabalho de verificação já havia começado. A Verificação e importante para delegações dizerem os problemas. Mais importante é, de agora em diante, ver o que podemos entregar. Não é procurar quem errou ou deixou de errar", apontou Nuzman.
De acordo com informações do jornal Estadão, altos dirigentes do COI avaliam que as condições do local e a recusa da delegação australiana em entrar na Vila, junto com os sinais de que outras equipes possam fazer o mesmo, é um 'primeiro fracasso'.  
O diretor de Comunicação do Comitê Rio 2016, Mário Andrada, contudo, disse à Agência Brasil que não houve mais problemas com outras delegações e que a Grã-Bretanha, por exemplo, não mudou de planos. “A equipe já está aqui, esperando pelos seus atletas.” De acordo com ele, a expectativa é que, ainda neste domingo, a Vila Olímpica receba em torno de 600 atletas.
A Vila Olímpica foi entregue pelo prefeito Eduardo Paes ao Comitê Rio 2016 no dia 15 de junho. O condomínio conta com 17 prédios de 31 andares, em um total de 3.604 apartamentos e capacidade para receber quase 18 mil atletas e membros de equipes técnicas durante os jogos.

Zico declara apoio a Pedro Paulo na convenção do PTB Partido Trabalhista Brasileiro oficializa aliança com PMDB

O PTB oficializou em convenção, na tarde deste sábado (23/07), em Botafogo, o apoio à candidatura de Pedro Paulo (PMDB) a prefeito do Rio. O ex-jogador do Flamengo, Zico, também declarou apoio a Pedro Paulo. Estiveram presentes no encontro o prefeito Eduardo Paes, o presidente estadual do PTB, Marcus Vinicius, a presidente municipal, Mônica Aleluia, a deputada federal Cristiane Brasil, além de vereadores, deputados e candidatos do partido.  
Pedro Paulo destacou a importância do apoio do PTB, que sempre foi aliado do Governo Paes. "O PTB é um partido que soube aproveitar a oportunidade de ocupar um espaço na administração pública, que imprimiu à gestão, além da marca do trabalhismo, a qualidade de vida e preocupação com as políticas públicas voltadas para a terceira idade. E isso foi graças à Cristiane Brasil, que sempre esteve ao nosso lado",  disse o candidato, em uma referência ao programa Academias da Terceira Idade da Prefeitura do Rio.
O ex-jogador Zico e o candidato Pedro Paulo
O ex-jogador Zico e o candidato Pedro Paulo
Cristiane Brasil também ressaltou a parceria: "O PTB tem muito orgulho de ser aliado desde o início do projeto que transformou o Rio, o projeto do PMDB e do prefeito Paes, fazendo parte dessa aliança desde 2008, na primeira eleição de Paes. Vamos estar ao lado desse cara que foi e é um maestro".
Os partidos PTdoB, PTC e PEN também formalizaram apoio ao candidato do PMDB, Pedro Paulo, em convenções realizadas na última sexta-feira, assim como o Democratas.

Celso Russomanno volta a concorrer a prefeito de São Paulo

O PRB escolheu o deputado  Celso Russomanno  como candidato à prefeitura de São  Paulo  
O deputado federal Celso Russomanno concorrerá à eleição da prefeitura de São Paulo, pelo PRB. O candidato a vice-prefeito na chapa de Russomano ainda não foi anunciado. A convenção que homologou a candidatura ocorreu neste domingo (24) no Salão de Eventos Golden House, no bairro Jardim América da Penha, na zona leste da cidade. Na eleição de outubro, o PRB terá apoio do PSC, PTN e PEN.

“Meus amigos, fico muito feliz em dizer que acabo de ser escolhido, oficialmente, como candidato do PRB para a prefeitura da cidade de São Paulo. O PSC, PTN e PEN também já vieram conosco. Agradeço o apoio e carinho de todos os paulistanos e brasileiros que acreditam em meu trabalho”, disse Russomanno, por meio de sua rede social. Celso Russomanno concorreu à prefeitura de São Paulo em 2012, chegou a ficar em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, mas não passou ao segundo turno.