A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resultado da 03ª Sessão Extraordinária de 2014‏

ORDEM DO DIA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA:

VETO TOTAL AO PROJETO DE LEI Nº 67/14 – Ver Agostinho Lobo de Oliveira – Institui no âmbito do Governo Municipal, o Dia da Família, promovendo o bem estar social e amparo à instituição familiar. (MANTIDO)
 VETO PARCIAL AO PROJETO DE LEI Nº 75/14 – Órgão Executivo – Dispõe sobre alteração do artigo 5º e seus incisos, da Lei Municipal nº 1018/2003, que dispõe sobre a composição, organização e competência do Conselho Municipal de Saúde do Município de Caraguatatuba. (MANTIDO)
 PROJETO DE LEI Nº 83/14 – ÓRGÃO EXECUTIVO – Dispõe sobre alteração de dispositivos da Lei Municipal nº 2136/13, que dispõe sobre a nova estrutura administrativa da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, cria e disciplina os cargos de provimento em comissão e as funções gratificadas de serviço público e dá outras providências. (APROVADO)
 PROJETO DE LEI Nº 84/14 – ÓRGÃO EXECUTIVO – Dispõe sobre a concessão de bolsas de estudos aos servidores públicos e filho de servidores públicos no âmbito do Município de Caraguatatuba e dá outras providências. (APROVADO COM EMENDA)
 PROJETO DE LEI Nº85/14 – Mesa da Câmara – Dispõe sobre a revisão anual dos subsídios do Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários municipais. (APROVADO)
 PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 12/14 – Mesa da Câmara - Dispõe sobre a revisãoanual dos subsídios dos Vereadores. (APROVADO)
 PROJETO DE LEI Nº 86/14  - Executivo – Autoriza o Poder Executivo a alienar, por doação, a Instituição Paulista Adventista de Educação e Assistência Social, imóvel que especifica. (APROVADO COM EMENDAS)
 PROJETO DE LEI Nº 87/14 - Executivo – Institui o Conselho de Controle Social de Saneamento Básico do Município de Caraguatatuba, e dá outras providências.(APROVADO)
 PROJETO DE LEI Nº 88/14 - Executivo – Dispõe sobre a criação do Plano Municipal para Infância e Adolescência de Caraguatatuba e dá outras providências.(APROVADO)
 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 16/14 – Ver José Mendes de Souza Neto -  Dispõe sobre a concessão de Título de Cidadão Caraguatatubense ao Ilmo Sr Wilson Francisco Valente. (APROVADO)
 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 17/14 – Ver José Mendes de Souza Neto – Concede o Título de Gratidão Caiçara a Ilustríssima Senhora Maria do Carmo de Oliveira. (APROVADO)
 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 18/14 – Ver Pedro Ivo de Sousa Tau – Concede o Título de Gratidão Caiçara ao Ilustríssimo Senhor Ademar Fida Junior.(APROVADO)
 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 19/14 – Ver Pedro Ivo de Sousa Tau – Concede o Título de Cidadão Caraguatatubense ao Ilustríssimo Senhor Marcus da Costa Nunes Gomes Ruz. (APROVADO)

Alimentos anti-estresse combatem a depressão e a ansiedade Conheça algumas opções capazes de melhorar seu ânimo e vitalidade

Mulheres que são mães, donas de casa e profissionais, tudo ao mesmo tempo. Homens bem sucedidos e que praticam esportes como atletas. Crianças que além das provas, ainda possuem muitas atividades após as aulas. Adolescentes em fase de vestibular. Com essa vida corrida é inevitável sentir os efeitos da pressão. No entanto, existem maneiras de amenizar estes sintomas. Que tal aliviar o stress através da alimentação? Existem alguns alimentos que podem ajudá-lo! 

Alface: substâncias encontradas principalmente nos talos das folhas como a lactucina e lactupicrina, atuam como calmantes naturais. 

Espinafre e brócolis: previnem a depressão. Contêm potássio e ácido fólico, importantes para o bom funcionamento das células, assim como o magnésio, o fosfato e às vitaminas A e C e ao Complexo B, que garantem o bom funcionamento do sistema nervoso. 
Peixes e frutos do mar: diminuem o cansaço e a ansiedade, pois contêm zinco e selênio, que agem diretamente no cérebro. Cereais integrais e chocolate (com moderação) também são ótimas fontes de zinco. O selênio também pode ser encontrado no atum enlatado e na carne de peru. 

Laranja: promove o melhor funcionamento do sistema nervoso. É um ótimo relaxante muscular, ajuda a combater o estresse e prevenir a fadiga. A fruta é rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do Complexo B. A ingestão de vitamina C inibe a liberação de cortisol, principal hormônio relacionado ao estresse no corpo. 

Castanha-do-pará: melhora sintomas de depressão, auxiliando na redução do estresse. Também é rica em selênio, um poderoso agente antioxidante. Uma unidade ao dia já fornece a quantia diária recomendada de 350mg. 
Alimentos ricos em vitaminas do complexo B: Quando o estresse está presente, o corpo utiliza a glicose desordenadamente, consumindo então as proteínas do músculo como fonte de energia. O ideal então é se alimentar de alimentos ricos em carboidratos complexos e uma dose extra de proteína magra como: leite em pó, queijo minas, amêndoas e carne que contém vitamina B12; ovo, leite, banana, aveia, batata, ricos em vitamina B6. 

Maracujá: Ao contrário do que diz a crença popular, a fruta não é calmante, mas sim suas folhas. As folhas contêm alcalóides e flavonóides, substâncias depressoras do sistema nervoso central (SNC), o conjunto do cérebro com a medula espinal, responsável pela sensibilidade e pela consciência. Por isso, elas atuam como analgésicos e relaxantes musculares. 

Você é feliz? Faça o teste e descubra como deixar seus dias recheados de sorrisos

Para muitos, ela está ligada ao dinheiro. Para outros, o amor é quem define. Há também quem relacione à saúde. É difícil achar uma definição absoluta para felicidade e é impossível encontrar quem jamais tenha pensado nela. Para a psicóloga Angelita Scardua, pioneira nos estudos de Psicologia Positiva (Psicologia da Felicidade) no Brasil, a felicidade é bem mais do que uma condição emocional. "Ela é um estado de disposição, que nos leva a manter relações positivas com as pessoas e as situações ao nosso redor", afirma. "Mas é preciso entender que nunca teremos tudo. A felicidade inclui as experiências negativas e depende de você o impacto que elas terão em sua vida". Assim, para você descobrir se é realmente feliz, o Minha Vida elaborou o teste a seguir com a supervisão da especialista.
http://www.minhavida.com.br/bem-estar/testes/10771-voce-e-feliz

Sete alimentos que combatem a ansiedade Ricos em vitaminas e aminoácidos, eles melhoram a tranquilidade e a disposição

Está cada vez mais difícil manter a calma? Todo mundo vive dizendo que você é uma pessoa ansiosa? A ansiedade provoca uma bagunça nas emoções e de quebra ainda reflete na saúde. Quando em excesso, ela desencadeia a sensação de mal-estar e te impede de viver a vida com mais leveza, sem tanta angústia em relação ao que ainda está por vir. Os ataques de gula também são creditados a ela. Existem tratamentos e terapias para controlar a ansiedade, mas sabia que a alimentação também pode ajudar a domar este furacão interno? Alguns alimentos contêm aminoácidos e vitaminas essenciais, que atuam diretamente diminuindo o estresse, combatendo a ansiedade e aumentando os níveis de serotonina, responsável pelo bem-estar e pelo relaxamento. A seguir, conheça os sete alimentos campeões para aquietar a mente. 
frutas cítricas - foto Getty Images

Frutas cítricas: Estudos comprovaram que a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e à ansiedade e responsável por transmitir a notícia de estresse para todas as partes do corpo. Seu consumo promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar. "Vitaminas e minerais, como a vitamina C, por exemplo, são perdidas nos quadros de estresse e ansiedade, além de queda de açúcar no sangue (hipoglicemia). Por isso, existe a necessidade de suprir essas carências", ressalta a nutricionista Rosana Farah, membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade.
leite, ovos e queijos - foto Getty Images

Leite, ovos e derivados magros: Eles são uma ótima fonte de um tipo de aminoácido, o triptofano, que alivia os sintomas de ansiedade. De acordo com a nutricionista Rosana Farah, uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade, que é um neurotransmissor capaz de relaxar e dar sensação de bem-estar. A especialista recomenda o consumo de 2 a 3 porções por dia deste grupo de alimentos.

carboidratos - foto Getty Images

Carboidratos: Os carboidratos, provenientes dos cereais na sua forma simples e integrais, e das frutas mais adocicadas, também podem combater a indesejada ansiedade. "Eles elevam o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e disposição", explica Rosana Farah. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata, mel, jabuticaba, uvas, maçãs fazem parte deste grupo alimentar. A quantidade recomendada é de 6 a 9 porções diárias.

banana - foto Getty Images

Banana: Um estudo feito por pesquisadores do Instituto de Pesquisas de Alimentos e Nutrição das Filipinas comprovou que esta fruta ajuda no combate da depressão e alivia os sintomas da ansiedade. Graças ao alto teor de triptofano qua a fruta carrega, ajudando na produção de serotonina.

carnes e peixes - foto Getty Images

Carnes e peixes: Eles são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, um neurotransmissor importante no processo do sono, do humor e que regula os níveis de ansiedade. Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina. Esta substância aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade. "A recomendação diária em relação às carnes é de 1 a 2 porções, dê sempre preferência às carnes brancas e magras", recomenda a nutricionista Rosana Farah.

chocolate - foto Getty Images

Chocolate: O chocolate é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade. explica a especialista em nutrição clínica e gastronomia, Rosana Farah. O recomendado são 30 gramas de chocolate por dia. E de preferência ao chocolate amargo, bem menos calórico e mais rico em flavonoides.

espinafre - foto Getty Images

Espinafre: O espinafre contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina antidepressiva natural. Segundo a nutricionista Rosana Farah, ele combate a ansiedade, pois quando está em baixas concentrações no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina. Além disso, segundo um estudo da Universidade da Califórnia, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos, como o espinafre, começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso, "desenferrujando" o cérebro.

Síndrome do Pânico

Tratamento de Depressão

O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente.
Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios de depressão. A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura a depressão.
A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar a sua compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse.

Depressão

O que é Depressão?

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixaautoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.
O que é depressão?

Causas

A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.
Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que oestresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida.

 sintomas

Sintomas de Depressão

São sintomas de depressão:
  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia
  • Falta de vontade e indecisão
  • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom "cinzento" para si, os outros e o seu mundo
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento
  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido
  • Perda ou aumento do apetite e do peso
  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)
  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

Prevenir doenças crônicas é um investimento vital Aprenda a desfrutar de uma vida saudável e com qualidade


As atividades de promoção do bem-estar e da qualidade de vida são importantes para a construção de uma cultura de valorização da saúde na população brasileira. Promover a saúde é uma das formas de se ter uma vida longa e produtiva. A comprovação disso é que no Canadá país pioneiro nesse estilo de política pública os homens vivem, em média, 78 anos e, as mulheres, 83. 

No Brasil, a maior parte dos investimentos em saúde é aplicada em atendimento hospitalar. Pouco é destinado à prevenção de doenças crônicas. Por isso as filas nos hospitais são extensas e se gasta tanto com medicamentos e com cirurgias. Não à toa, a expectativa de vida do homem está em 68 anos e, a da mulher, em 75.

Para mudar essa realidade, é importante que as pessoas levem a promoção da saúde para dentro de suas casas e, até mesmo, para a comunidade em que vivem. Com jogos educativos, rodas de conversas, apresentações de filmes, prática de esportes ao ar livre, caminhadas e peças de teatro é possível desestimular o uso de drogas e do álcool, por exemplo. Essas ações podem, ainda, colaborar para a prevenção de doenças crônicas, como a hipertensão arterial (pressão alta), o diabetes (açúcar no sangue), o infarto cardíaco, o câncer e o estresse. 

Investir em saúde é viver melhor, com menos doenças e mais qualidade de vida. É um ato que pode evitar gastos com medicamentos, com cirurgias e com internações hospitalares voltadas a tratamentos que, em muitos casos, são dispendiosos e extensos. Faça a sua parte para mudar esse quadro. 

O incentivo e a prática da promoção e da prevenção de doenças ajudam a estimular a própria comunidade e os familiares a desenvolverem atitudes pessoais que favoreçam a saúde e a qualidade de vida de todos, uma vez que manter uma vida saudável traz mais disposição para as atividades do cotidiano. Pratique saúde, pois viver melhor é sempre um bom negócio! 

Ana Lúcia da Silva é professora do curso de Enfermagem da UNINOVE

Sintomas de infarto: dor no peito não é único sinal Quanto antes você procurar um hospital, menores são os riscos

As doenças cardiovasculares são líderes em morte no mundo, sendo responsáveis por quase 30% das mortes no Brasil. Dentre estas, o Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) é a causa principal. De acordo com o Datasus, agência de controle de dados do governo, foram registrados 2028 óbitos por doenças cardiovasculares no estado de São Paulo apenas no mês de agosto de 2013. A mortalidade hospitalar por infarto agudo na internação é alta, e maior quanto mais demorado o tempo entre o início dos sintomas e o atendimento final. Os fatores de risco para o infarto são obesidadehipertensão, colesterol alto, estresse, diabetes ou infartos anteriores. Homens na meia idade e mulheres após a menopausa são os mais afetados pelo problema.
O infarto acontece quando parte do músculo cardíaco morreu por falta de oxigênio. A nutrição do músculo é feita pelas artérias coronárias, que levam sangue e nutrientes até o coração. Se uma artéria dessas "entupir" - que ocorre quando uma placa de gordura perto da parede interna do vaso rompe - o fluxo de sangue é interrompido e aquela área entra em sofrimento (causando dor) e se esse fluxo não for reestabelecido a tempo, o tecido morre.

Identificando o infarto

Hábitos ruins ao coração
A dor do IAM é uma sensação mal definida, surda, que pode se alojar em qualquer local entre o lábio inferior e a cicatriz umbilical. Ainda que a maioria das pessoas sinta dor no meio do peito, em aperto, espalhando para o braço direito, vemos com muita frequência apresentações menos características. Já vi pessoas com dor no queixo, dor nas costas. As características do infarto em mulheres são muito menos típicas, com queixas de queimação ou agulhadas no peito ou ainda falta de ar sem dor. Qualquer dor nessas regiões que se mantêm por mais de 20 minutos deve ser investigada e considerada doença grave, especialmente se associada aos seguintes sintomas:
  • Vômitos
  • Suor frio
  • Fraqueza Intensa
  • Palpitações
  • Falta de ar.
Na presença dessas sensações, é de extrema importância procurar ajuda no pronto socorro mais próximo em no máximo uma hora. Conforme o tempo passa a dor diminui, mas o dano torna-se mais extenso e irreversível. Após 12 horas de dor, o músculo em sofrimento já morreu quase por completo.
Em municípios com disponibilidade de atendimento domiciliar rápido, como o excelente SAMU de São Paulo, vale a pena acioná-lo. Na ausência de uma ambulância, busque uma acompanhante que possa dirigir ou acompanhar até o medico (sempre em um hospital de emergência, para não transformar um consultório medico em uma UTI). Evite dirigir com suspeita de infarto, pois arritmias e desmaios são frequentes no inicio do quadro, colocando em risco você e os outros. Carregue consigo seus exames mais recentes, se estiverem acessíveis e não forem atrasar a sua viagem. Fique tranquilo e explique tudo ao seu acompanhante e médico, em especial a presença de alergias e doenças prévias

'Eu me recuso a ser assistente pessoal da minha filha'

Quando a espanhola Noelia Lopez-Cheda passou a participar de um grupo de Whatsapp entre os pais dos colegas de escola de sua filha, ela achou que seria uma ótima ideia.
Alguns meses depois, estava totalmente arrependida. Ela decidiu sair do grupo - e seu relato sobre os motivos que a fizeram mudar radicalmente de ideia virou um sucesso na internet.
Mas o que aconteceu?
"Pensei que seria uma boa forma de ficar em contato com os outros pais e saber de atividades, notícias e eventos importantes", disse Noelia à BBC.
"Para muitos pais ocupados, era uma forma de economizar tempo".
Mas logo o grupo "virou um monstro", segundo ela. Noelia passou a viver em meio a um turbilhão de mensagens sobre deveres de casa, leituras recomendadas e notas de provas.
O telefone apitava a noite toda, e a memória do celular de Noelia foi em boa parte consumida pelo grande volume de mensagens sobre a vida escolar de sua filha, Emma.
Até que, em certo dia, Noelia diz ter "visto a luz".
Ela havia acabado de chegar em casa do trabalho quando Emma, na época com 9 anos, disse que havia esquecido de trazer para casa o dever de matemática e pediu para a mãe pedir uma cópia dos exercícios pelo grupo de Whatsapp.
Noelia pegou o telefone imediatamente e começou a escrever uma mensagem, mas parou subitamente.
"Olhei para o celular e pensei: 'O que estou fazendo? Chega'", ela conta.

Consequências

Apesar da reclamação de sua filha, a menina teria que ir para a escola no dia seguinte com as mãos abanando e enfrentar a consequência de ter esquecido de levar o dever para casa.
"Eu me recuso a ser a agenda escolar da minha filha por meio de um grupo de Whatsapp. Eu me recuso a ser quem faz seu dever de casa. Eu me recuso a voltar a ser uma estudante e eu me recuso a ser superprotetora a ponto de assumir as responsabilidades da minha filha", ela disse neste dia no Facebook, onde o post recebeu muitos comentários dos amigos.
Um deles sugeriu que ela criasse um blog para falar sobre o assunto. O primeiro texto fez sucesso instantaneamente.
"Em duas horas, foi visto por 11 mil pessoas. No dia seguinte, já eram mais de 100 mil. E ultrapassou 500 mil no fim de semana", ela diz.
Até agora, o blog já recebeu mais de 1 milhão de visitas. Nele, Noelia diz que muitos pais se tornaram assistentes pessoais de seus filhos e que isso é errado.
"Passei a fazer o blog porque estava muito preocupada com milhas filhas e o fato delas não serem proativas. É um problema muito comum nas empresas para as quais dou palestras. Nelas, as pessoas esperam receber instruções em vez de terem iniciativa", afirma Noelia à BBC.
Noelia também tem seus críticos. Nos comentários nas redes sociais e no seu blog, algumas pessoas se manifestaram contra sua opinião e a consideraram uma "péssima mãe".
Mas ela diz que a maioria das reações são positivas.
"Deve ser algo bem comuns nas famílias que tem crianças em idade escolar, porque muitas mães disseram se identificar comigo, com o que digo. Elas sabem que superptoteção pode ser um problema. Ajudei a tirar algumas dúvidas, e acho que é daí que vem o sucesso."

Será que foi pago por engano.....

ATENÇÃO!
Hoje 08 de Dezembro de 2014 a Câmara Municipal de Caraguatatuba recebeu um pedido para abertura de CPI fundamentada no art: 229 do regimento Interno e no art. 56 da Lei Orgânica do Município. A representação pede o "IMPEACHMENT" DO Vice-Prefeito, e do Prefeito de Caraguatatuba.
A DENUNCIA DEVE SER LIDA AMANHÃ ÁS 17:30 hrs. EM SEÇÃO EXTRAORDINÁRIA....
Segundo a denuncia o Vice Prefeito utilizou de uma empresa em seu nome com CNPJ INATIVO para emitir notas fiscais frias apoderando-se de dinheiro publico. Segundo a mesma denuncia este CNPJ esta desativado desde 2008, comprovando as despesas de mais de 200 notas fiscais de empresa de sua titularidade de razão social em nome do mesmo.
Obs:
As sessões na Câmara Municipal de Caraguatatuba é aberta ao público e podem ser acompanhadas pela internet, através do site: www.camaracaragua.sp.gov.br, no link Assista Ao Vivo ou pela rádio Oceânica AM 670.
Lembrando que em seguida as 19:30 hrs haverá a prestação de contas do chefe do executivo realizada uma vez ao ano.