A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Capitão do Exército é preso no RJ após atropelar e fugir

Um capitão do Exército foi preso na madrugada deste domingo após atropelar um agente da blitz da Lei Seca, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. Edmar Tadeu de Souza Pereira se recusou a parar na blitz, realizada na estrada do Galeão, na zona norte. Ao ser abordado, ele acelerou o veículo e atropelou um policial militar, que passa bem.
De acordo com o governo do Rio, o capitão foi perseguido e preso por agentes da Operação Lei Seca e encaminhado para a 21ª DP, no bairro de Bonsucesso. O carro do militar também foi apreendido.
Segundo os agentes da blitz, Edmar Tadeu de Souza Pereira tinha a carteira de habilitação vencida, estava sem os documentos obrigatórios do carro e se recusou a fazer o teste do bafômetro. As infrações causaram a perda de 24 pontos na habilitação do capitão, além de multas que chegaram a R$ 1.393,00.

'O PT deu um tiro no pé ao apostar que a CPI vai ofuscar o mensalão'

Diz-se que toda Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) acaba em pizza. Mas o cientista político da Universidade de São Paulo (USP), José Álvaro Moisés, especialista em Congresso, discorda. Um estudo coordenado por ele e publicado, no ano passado, no livro O Papel do Congresso Nacional no Presidencialismo de Coalizão, aponta que, entre 1999 e 2010, 86% das CPIs instaladas no Senado e na Câmara encaminharam relatórios ao Ministério Público e 56% à Polícia Federal. Ele explica que, às vezes, há confusão sobre o papel das comissões: 'A CPI não pode punir ou processar. Ela pode fazer inquéritos e pedir o indiciamento'.
Para Moisés, no entanto, a CPI do Cachoeira - instalada nesta semana no Congresso para investigar as relações de políticos com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira - é 'eminentemente política', uma vez que já existem investigações conduzidas pela PF e pelo MP.
Ele diz ainda que o PT 'deu um tiro no pé' ao apostar que a CPI pode ofuscar o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), previsto para ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano.
Por que existe a percepção de que as CPIs acabam em pizza?
Nem sempre fica claro quais são os papéis da CPI com base na Constituição e na legislação. A CPI não pode punir. A CPI não pode processar. Ela pode fazer inquéritos e indiciar. Pode remeter (o relatório final) para o Ministério Público, a Polícia Federal, o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU). Havendo essa distinção, acho que fica mais fácil para o leitor entender o âmbito de atuação da CPI. Quando se olha longitudinalmente - ou seja, num período mais longo de tempo -, ao contrário da imagem usual de que as CPIs terminam em pizza, as comissões envolvem recomendações para o Ministério Público, para a Polícia Federal, e, em mais de 70% dos casos, consequências no Legislativo. Há outros estudos, no entanto, que mostram que o Brasil, comparado a outros países, como a Alemanha, tem um sistema político em que a minoria tem menos possibilidade de criar uma CPI. No caso brasileiro, são necessárias as assinaturas de um terço dos parlamentares para criar uma comissão. Na Alemanha, basta um quarto dos parlamentares. Uma outra questão é que nós só avaliamos as CPIs que foram implementadas.
O que aconteceu com as outras CPIs que foram propostas, mas não chegaram a ser instaladas?
Elas sempre dependem da coalizão majoritária. O Executivo pode controlar a convocação ou não das CPIs através da sua força majoritária no Congresso.
O sr. mostrou que a maior parte das CPIs resultou em inquérito na PF ou no MP. Mas a CPI do Cachoeira não é atípica, pois já existem investigações em andamento nestes órgãos?
Esta é uma observação importante, o que torna essa CPI um caso particular no conjunto das demais CPIs. Já existia processo na Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal inclusive já prendeu envolvidos. Deste ponto de vista, a perspectiva do que essa CPI pode produzir é de outra natureza: ela vai ser eminentemente política. A minha convicção pessoal é de que o PT deu um tiro no pé ao imaginar que, constituindo a CPI, os fatos que serão divulgados serão exclusivamente sobre o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) e o governador Marconi Perillo (PSDB-GO). Existem muitas empresas envolvidas com o Carlinhos Cachoeira com grandes contratos no PAC. Na verdade, a CPI muito provavelmente vai mostrar o envolvimento de políticos de um espectro partidário muito mais amplo do que se imaginava de início. A corrupção tem um efeito extremamente perverso, de distorção da democracia, porque ela mina a legitimidade e retira recursos de políticas públicas. Nós estamos vivendo uma fase nova da democracia brasileira: tem opinião pública, tem manifestações contra a corrupção, e a mídia joga um papel extremamente importante de ecoar denúncias e, ao mesmo tempo, produzir novas informações.
O sr. discorda, portanto, da tese do PT de que a CPI poderia reduzir a relevância do julgamento do mensalão?
À medida que a CPI vai mostrar que a corrupção é mais ampla e que atinge diferentes setores, de instituições do governo a partidos que hoje estão na oposição, ficará claro que a corrupção é um fenômeno extremamente importante e que os mecanismos de punição precisam ser aprimorados. Neste contexto, não faz o menor sentido jogar água para amenizar o caso do mensalão. Vai chamar mais atenção e vai ter um efeito de pressão sobre o Supremo para apressar o julgamento.
Desde o início do mandato, a presidente Dilma Rousseff tem tido atritos com a base de apoio do governo. A falta de unidade na bancada governista pode ser uma ameaça ao Planalto?
Como a base da coalizão é extremamente diversificada e heterogênea, pode haver setores que foram defenestrados dos ministérios durante a faxina da presidente Dilma ou que estão se sentindo pouco atendidos na distribuição de cargos e que podem usar a CPI para produzir informações para pressionar o governo. Mas isso é parte do jogo, é parte da democracia.
A CPI é, essencialmente, uma ferramenta da oposição?
Não exatamente. A CPI é um instrumento de controle e fiscalização, a fim de evitar abuso de poder. Portanto, ela seria mais utilizada pela oposição.
O foco em parlamentares da oposição tornaria, novamente, esta CPI atípica?
A oposição, na situação específica desta CPI, tem que se articular em duas direções: primeiramente atuando com a mídia - ecoando as informações publicadas e passando informações para ela. Em segundo lugar, a oposição deveria sair do parlamento e ir para a sociedade, estabelecendo vínculos principalmente com os movimentos de combate à corrupção.
Mas a oposição não ficou sem discurso graças ao envolvimento de parlamentares do DEM e do PSDB com Cachoeira?
Quando for o caso, a oposição tem que admitir os erros e mostrar que ela está tomando medidas para corrigi-los. Se for o caso - e nós ainda não sabemos se é, precisamos de provas -, a oposição tem que cortar na carne.

Michael Jackson e Whitney Houston podem ter vivido um romance, diz guarda-costas

Mas uma opção... rsrsrsrsrs

Club Nix

domingo, 29 de abril de 2012

Convite especial

O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo através do Blog do Guilherme Araújo tem a honra de entregar o “TITULO MULHER DESTAQUE & PERSONALIDADE 2011/2012” para 40 mulheres pelo sucessos alcançados em seus trabalhos como líderes, suas atitudes, suas iniciativas, sua visão e total comprometimento.
Segue abaixo detalhes da cerimônia:
Local: Câmara Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba
Avenida Frei Pacífico Wagner, 830 - Centro - Caraguatatuba/SP
Data: 03/05/2012
Horário: 19h00minhs
Trajes: Esporte fino
Após receberem as homenagens, os convidados deverão encaminhar para o restaurante Dom Quixote para um jantar tipo o estilo “America”. (cada homenageada devera informar a quantidade de convidados que vão ao jantar para que possamos já efetuar as suas reservas, não terá entrada no jantar pessoas fora da minha lista de convidados).
Relação das homenageadas já confirmadas:
Categoria
Homenageadas
Atividades
Destaque
Sra. Ligia de Oliveira Monteiro Ciaca
Cabo PMESP
Destaque
Dra. Gislayne Macedo de Almeida
Pres. OAB
Destaque
Dra. Marta Regina de Moraes Oliveira
Ger. Adm. Sabesp
Destaque
Dra. Marta Regina Rapoli Correa
Ouvidora da Prefeitura de Caraguá
Destaque
Dra. Mhel Lancerotti
Pres. regional do PRB mulher SP
Destaque
Dra. Raquel Valério de Sousa
Empresária - Afrah Modas
Destaque
Dra. Vivian Moura
Empresaria e Comendadora
Destaque
Sra. Ana Paula Nepomuceno de Souza
Professora
Destaque
Profa. Rute Maria Pozzi Casati
Sec. Educação Caraguá
Destaque
Profa. Silmara Selma Mattiazzo
Vereadora
Destaque
Sra. Alessandra Kubo Ugatti de Souza
Empresaria Posto Joti
Destaque
Sra. Elizabete Gomes da Silva Ferreira
Empresaria Silva Indaiá - adriana
Destaque
Sra. Dinaleide Ferreira Souza
Pres. Rotary Caraguá
Destaque
Sra. Lara Stela Lambert
Empresaria - Lara Modas
Destaque
Sra. Aline Oliveira Gimenez
Esposa do Dr. Marcelo
Destaque
Sra. Letye Andrade dos Santos
Radialista - Rádio Caraguá-Fm
Destaque
Sra. Maira Bonatelli
Empresaria
Destaque
Sra. Maria Aparecida Dias Rodrigues
Empresária Pizzaria Lunamar
Destaque
Sra. Paloma Rachid Santos Freire
Empresaria
Destaque
Sra. Salete Souza Paz
Diretora da Câmara de Caraguá
Destaque
Sra. Sandra Maria Castro Ghetti
Pres. Lyons Caraguá
Destaque
Sra. Suzianny Oliveira Conceição
Empresaria Bonito’s Bar
Destaque
Sra. Roseli Aparecida Quinetti
Empresaria
Destaque
Dra. Leonor Diniz dos Santos Ferreira
Empresaria e medica
Personalidade
Dra. Silvia Ahvener
Dentista cirurgiã esp. del. Caraguá
Personalidade
Dra. Elizabeth Costa Ferreira Sampaio
Psicóloga
Personalidade
Sra. Maria Aparecida Gomes
Comerciaria
Personalidade
Sra. Dirce Lucas Gobetti
Mãe do ano
Personalidade
Sra. Suely dos Anjos Garcia - Marverde
Empresaria
Personalidade
Sra. Maria Lucia Santos Bijos
Empresaria
Personalidade
Sra. Ester Bittencourt de Carvalho Pinto
Pedagoga
Personalidade
Esposa do Min. Marcelo Crivella
Personalidade
Sra. Tânia Peres Lopes Castro
Esposa do supe. da SABESP
Personalidade
Sra. Claudia Cataldi
Apresentadora da da Band
Personalidade
Sra. Roseli Trevisan Primazzi
1ª dama de S. Sebastião, secretaria da SETRADH e empresaria
Personalidade
Sra. Monica da Silva
Top Vip – NEXTEL
Personalidade
Sra. Claudia Aparecida Santos de Moraes
1ª dama de Salesopolis
Sem mas aguardo o seu contato através do celular (12) 97989179 - Guilherme Araújo
Caraguatatuba/SP, 29 de abril de 2012.
Guilherme AAraújo
Presidente do Blog do Guilherme Araújo
Consultor de negócios e políticas

Afrah Modas - Moda íntima, Lingerie, Boutique Erótica e Sexy Shop

sábado, 28 de abril de 2012

Garotinho publica fotos de Cabral e Cavendish juntos Ex-governador Anthony Garotinho, inimigo político de Cabral, divulga em seu blog imagens do primeiro escalão do governo fluminense em comemoração em Paris

Sérgio Cabral e Fernando Cavendish em Paris
Sérgio Cabral e Fernando Cavendish em Paris 
A amizade entre o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o empresário Fernando Cavendish, dono da Delta, não é segredo. Mas as suspeitas de favorecimento à construtora em contratos Brasil afora – e a gorda participação da empresa em projetos com dinheiro público no Rio – criam para Cabral um problemão diante da opinião pública. Inimigo político do governador, o deputado e ex-governador Anthony Garotinho publicou, há pouco, em seu blog, uma sequência de fotos do que seria uma comemoração em Paris, em que aparece, além de Cabral e Cavendish, o alto escalão do governo estadual.

O encontro aconteceu em 2009. As fotos foram tiradas durante uma comemoração. De lenço na cabeça, aparentemente no meio de uma coreografia, aparecem os secretários de Saúde, Sérgio Côrtes, de Governo, Wilson Carlos e outros animados convivas – todos de terno. O então secretário estadual de fazenda, Joaquim Levy, também posou para a câmera.  O constrangimento não é só para o governador. O secretário de urbanismo do prefeito Eduardo Paes foi fotografado. No grupo de amigos, também estava Aloysio Neves Guedes, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Rio.

No início da noite, o Palácio Guanabara divulgou nota do governador Sérgio Cabral. De acordo com a nota, o encontro festivo aconteceu no Clube Inglês (e não no Hotel Ritz, como informou Garotinho em seu blog), para comemorar a condecoração recebida por Sérgio Cabral  (e não o aniversário da primeira-dama Adriana Anselmo), durante viagem oficial à França. Diz a nota:
"Em missão oficial à França realizada nos dias 14 e 15 de setembro de 2009, o governador Sérgio Cabral participou do lançamento do ‘Guia Verde Michelin Rio de Janeiro’, na Embaixada do Brasil em Paris; participou de encontros de trabalho para a então campanha pelas Olimpíadas de 2016 no Rio; e fez palestra na Câmara de Comércio Brasil-França para investidores franceses. Entre os seus compromissos oficiais, o governador recebeu, no dia 14, a condecoração máxima do Governo da França: a Légion d’Honneur, no Senado daquele país. Coube ao Presidente do Senado francês, Gerard Larcher, fazer a entrega.
Após a solenidade, o Barão francês Gerard de Waldner _ casado com a brasileira Sílvia Amélia de Waldner, chamou ao Clube Inglês convidados dele em homenagem ao governador e à condecoração recebida. Estavam presentes, secretários de estado, empresários brasileiros; o Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman; empresários portugueses, como Antonio Pereira Coutinho; empresários franceses, como Thierry Peugeot, e Martin Bouygues".
Garotinho promete mais munição contra Cabral – pelo menos no que diz respeito a constrangimento público. Pouco depois do primeiro lote de imagens, o ex-governador publicou foto em que aparecem o secretário de Transportes, Júlio Lopes, abraçado a Cavendish e ao secretário-chefe da Casa Civil, Régis Fichtner - encarregado de investigar se há irregularidades nos contratos com a Delta. Na mesma viagem, parte do grupo assistiu ao show da banda U2 em Paris.

Sérgio Cabral, Fernando Cavendish e secretários em Paris

Sérgio Cabral, Fernando Cavendish e secretários: alegria

Sérgio Côrtes e Wilson Carlos, secretários do governador Sergio Cabral, reunidos com Fernando Cavendish em Paris
Sérgio Côrtes e Wilson Carlos, secretários de Sérgio Cabral, e Fernando Cavendish: descontração
Júlio Lopes, Regis Fichtner e Fernando Cavendish flagrados na Avenida Champs-Elysées, em Paris
Júlio Lopes, Fernando Cavendish e Regis Fichtner: pose para foto

Agenda do Ministro Marcelo Crivella no Rio de Janeiro - Dia 30/04/2012‏

Dia 30/04/2012

10h da manhã– Entrega da Casa da Mirella 

Local: Rua Carlinda, 147 Vila de Cava - Nova Iguaçu

Na Rod. Presidente Dutra, entrar à direita na altura da Posse,

seguir pela Est. Adrianópolis (Bairro Botafogo), sentido Tinguá, entrar à direita da fábrica Niely.

Vamos que vamos meu povo....

Esta confirmada a presença da 
senhora Sylvia Jane Hodge Crivella esposa do ministro Marcelo Crivella 
na entrega do
“PREMIO MULHER DESTAQUE & PERSONALIDADE 2011/2012

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Guardiola se despede como o técnico mais vencedor do Barcelona

Após quatro temporadas em que ajudou a transformar o Barcelona em um dos maiores times de todos os tempos, o técnico Pep Guardiola anunciou nesta sexta-feira que não será mais o treinador do clube catalão. Ao término da temporada atual, o comandante deixará a equipe com números impressionantes, que superam grandes nomes consagrados do futebol mundial, como Johan Cruyff, Bobby Robson, Van Gaal e Frank Rijkaard. Com 13 títulos conquistados, Guardiola ainda ainda tem a chance de vencer mais dois à frente da equipe espanhola. Apesar da desvantagem na tabela, o Barcelona ainda luta com o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol e também duelará com o Athletic Bilbao na final da Copa do Rei.
Após encerrar a carreira como jogador em 2007, Joseph Guardiola foi contratado pelo Barcelona para comandar o time B. Na temporada 2008/09, Pep assumiu a equipe principal e entrou para a história do clube como um dos treinadores mais vitoriosos. Além dos inúmeros títulos (2 Mundiais de Clubes da Fifa, 2 Ligas dos Campeões da UEFA, 2 Supercopas Europeias, 3 Campeonatos Espanhol, 3 Supercopas da Espanha e 1 Copa do Rei), o treinador foi apontado como um dos principais responsáveis pelo ótimo futebol exibido por Messi, Xavi, Iniesta e companhia.


HOMENAGEM A ESCRITORA SYLVIA CRIVELLA - YouTube.flv

HINO DO PROS - PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL

PRB - Partido Republicano Brasileiro

Inserção partidária PRB no Distrito Federal - FRBr

Formação Política

 

Objetivo
As mudanças no mundo político acontecem em passos vertiginosos, por isto a necessidade de aprender sobre política, se reciclar no sentido de exercer liderança plena e eficaz se torna uma questão essencial. Estas mudanças têm feito os pretendentes a cargos eletivos e agentes políticos buscarem novas formas de liderança e abordagens, tornando-se cada vez mais competentes. Essa atitude vem apresentando resultados como a evolução e integração da pessoa, aumentando o comprometimento com sua carreira e se firmando em um mundo tão competitivo e seleto com o mundo político.
É importante conhecer noções de liderança constantemente, por isto, o curso de Formação Política vem suprir a necessidade tão presente de verdadeiros líderes com visão de humanização estratégica no universo político. Durante  o curso, o aluno terá habilidade no conhecer e lidar com as pessoas quer nos contatos sociais, trabalhos, comerciais ou familiares. Isso é, todos os dias.
Público-alvo
Pessoas que  trabalham com o público, conscientizando-as  quanto a importância da política.
Estudantes cadastrados na Fundação.
Carga horária
4h/aula
Pré-requisitos
Ter mais de 16 anos.
Informações importantes
• O curso é totalmente gratuito para os estudantes cadastrados.
• No decorrer do curso o estudante contará com o apoio e a orientação de um professor que dará todo suporte necessário para esclarecer dúvidas e resolver problemas apresentados.
• Durante o curso haverá  a realização de atividades para fortalecer o aprendido na sala de aula e avaliação.
• Após a aprovação, o estudante terá acesso ao certificado.
Professores : Leonardo Barreto e Marcellos Martins
Conteúdo:
Conceitos Básicos; Historia da Educação no Brasil; Resumo da Historia da República do Brasil; Formas de Governo; Política; A Mulher na Política; Militância; Direitos e Deveres; Direito Constitucional; Direito Administrativo e Administração Pública.
Informações: 
Os cursos são realizados periodicamente. Os interessados deverão se inscrever na secretaria da Fundação e receberão e-mail de confirmação com data e horários de aulas.

ABRIL

  • Data : 07Sábado – Horário: 09:00  às  17:30    
  • Local: Padre Bernardo-GO
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins

  • Data : 21Sábado – Horário: 09:00  às  17:30    
  • Local:  Goiania-GO
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins

  • Data : 26Quinta-feira - Horário: 09:00  às  17:30    
  • Local:  Contagem-MG
  • Palestrante: Prof. Leonardo Barreto 

  • Data : 28- Sábado – Horário: 09:00 às 12:00 
  • Local: Estrutural-DF
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins

  • Data : 29- Domingo- Horário: 09:00 às 17:30
  • Local: Três   Lagoas -MS
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins

  • Data : 30- Segunda-feira- Horário: 09:00 às 17:30
  • Local: Dourados-MS
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins

MAIO

  • Data : 01- terça-feira- Horário: 09:00 às 17:30
  • Local: Campo Grande-MS
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins
  • Data : 05Sábado – Horário: 09:00  às  17:30    
  • Local: Acre-AC
  • Palestrante: Prof. Marcelos Martins
 Data : 11Sexta-feira- Horário: 09:00 às 17:30 
  • Local: Maranhão-MA
  • Palestrante: Prof. Leonardo Barreto
 Data : 12Sábado – Horário: 09:00 às 17:30 
  • Local: São Paulo( Capital)-SP
  • Palestrante: Prof. Leonardo Barreto
 Data : 26Sábado – Horário: 09:00 às 18:00
  • Local: Salvador-BA
  • Palestrante: Prof. Leonardo Barreto

Programa de ensino vai levar 20 mil estudantes ao exterior ainda este ano, diz presidenta

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (23) que o programa Ciência sem Fronteiras deve levar, ainda este ano, 20 mil estudantes ao exterior para cursos de graduação, doutorado e pós-doutorado. O programa está com inscrições abertas até a próxima segunda-feira (30), com bolsas de estudo em países como o Canadá, a Bélgica, Portugal e a Espanha. A meta do governo é selecionar 101 mil estudantes até 2014.
No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma avaliou o Ciência sem Fronteiras como uma das iniciativas mais importantes do governo. Ela lembrou que os estudantes selecionados terão contato com o que há de mais avançado em ciência e tecnologia. Os cursos escolhidos devem ser nas áreas de ciências exatas, ciências médicas, ciência da computação e engenharia.
“Quando esses estudantes voltarem, vão trazer conhecimento para aplicar aqui no Brasil e vão ajudar a nossa indústria e o governo a fazer tecnologias novas e a provocar processos de inovação dentro das empresas”, disse.
Segundo ela, o país já conta com quase 3.700 estudantes no exterior iniciando os cursos. Até o fim de abril, a meta é selecionar 10.300 bolsistas e, até junho, mais 6 mil bolsistas, totalizando 20 mil alunos beneficados.
A presidenta explicou que, para ser escolhido, o estudante deve conseguir mais de 600 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Uma premiação nas chamadas olimpíadas do conhecimento também pode ajudar a garantir uma vaga. É preciso ainda falar o idioma do país e ter boas notas, já que as universidades estrangeiras têm um processo interno de seleção bastante rigoroso.
“O critério de escolha do Ciência sem Fronteiras é o do mérito, que leva em conta o desempenho e o esforço do estudante. Com isso, estamos abrindo oportunidade a todos, inclusive para aqueles alunos de famílias pobres e que jamais conseguiriam pagar os custos de estudar no exterior”, concluiu.

Fundação Republicana Brasileira é destaque no Distrito Federal

Mídia divulga Projeto Reciclasse que, em pouco tempo, já atendeu diversas cidades
 
BRASÍLIA (DF) – A Fundação Republicana Brasileira (FRBr) mais uma vez foi destaque na mídia do Distrito Federal. Desta vez foi no Jornal Coletivo, sobre o “Projeto Reciclasse”, que procura ensinar, em aulas rápidas, o respeito ao meio ambiente, além de sugerir alternativas para a complementação da renda familiar. Em apenas três meses o projeto já atendeu a comunidades de diversas cidades como Planaltina de Goiás, Novo Gama, Varjão e Valparaíso.
O presidente da FRBr, Mauro Silva, explica que o que para muitos é apenas lixo, no “Projeto Reciclasse”, se transforma não só em produtos de grande utilidade como também em conhecimento para os participantes. “Depois de formado no curso, o participante vira um multiplicador. Ele mesmo pode ensinar a outras pessoas o que aprendeu”, comenta o presidente.
Durante a aula gratuita, que dura em média quatro horas, a comunidade aprende a confeccionar bolsas e a conviver com conceitos de sustentabilidade. A coordenadora de assuntos institucionais da FRBr, Christina Pedra, ressalta que os produtos finalizados podem ser comercializados para o complemento da renda familiar. “O custo de cada bolsa varia entre R$ 4 e R$ 6, mas o preço de venda é bem maior, chega a valer até R$ 20”, afirma.
Segunda a coordenadora, a maioria dos participantes é dona de casa com um pouco mais de idade. “Mas homens e jovens também se inscrevem no projeto”, defende. Nos próximos meses, as cidades que receberão o projeto são Samambaia, Planaltina e Santa Maria.

Não é lixo, é renda

Fundação oferece cursos para população carente da capital e do entorno

 
Uma simples caixa de leite pode ser utilizada para confeccionar uma bolsa. Já os jornais são reaproveitados e se transformam em cestas de pão ou descanso de panela. Nada do que pode ser reaproveitado vai para o lixo. Através de aulas e cursos, a comunidade carente de Regiões Administrativas têm a oportunidade de aprender a ter consciência ambiental, preservar o meio ambiente e criar alternativas para a geração de renda. O projeto reciclasse é uma iniciativa da Fundação República Brasileira (FBRr) que oferece à população ensinamentos para o resgate e ambiental, bem como capacita mão de obra.
O curso é oferecido nas regiões onde a procura pelas aulas são maiores. Com duração de quatro horas, os alunos podem aprender a confeccionar objetos por meio do lixo reciclado em casa. Quatro núcleos de capacitação já concluíram as aulas. As primeiras classes foram formadas nas cidades do Novo Gama, Planaltina e Valparaíso. De acordo com o presidente da FBRr, Mauro Silva, o material que iria ser jogado fora é reutilizado e, com isso, o aluno aprende a realizar a reciclagem dentro de sua própria casa. “É uma questão cultural. O aluno aprende a separar o material, a confeccionar o objeto e, após isso, com a venda, torná-lo complemento de renda”, explica.
Segundo Silva, donas de casa, jovens e até homens participam dos cursos. De acordo com ele, já existem casos de alunos que fizeram bolsas com caixa de leite e receberam encomendas para a confecção de um maior número do acessório. Segundo o presidente, após as aulas o participante se torna um multiplicador para ensinar outras pessoas a tarefa de reciclar e confeccionar. “Através do nosso contato com entidades, associações e colégios das cidades conseguimos o espaço para a realização do curso. O  objeto que é produzido com, no máximo, R$ 5 é vendido por até R$ 20”, comentou.
A coordenadora de assuntos institucionais da fundação, Christina Pedra, explicou, ainda, que a primeira etapa foi a confecção das bolsas através das caixas de leite recicladas. A próxima etapa será a realização de cestas de pão ou descanso de panela feitos com jornais. Os alunos que já cursaram o primeiro módulo receberão certificados e as formaturas já estão sendo realizadas.  “Ensinamos cidadania a partir da consciência ambiental”, destacou.
As próximas etapas serão realizadas após o carnaval. Os cursos ocorrerão nas cidades de Samambaia, Santa Maria e Planaltina.

Projeto Reciclasse forma três turmas 27 de fevereiro de 2012 | Autor Suporte Dominando Soluções

A Fundação Republicana Brasileira realizou a cerimônia de formatura das primeiras turmas do Projeto Reciclasse em três cidades do Entorno
 
Nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro foram realizadas as formaturas das três primeiras turmas do Projeto Reciclasse. Estiveram presentes o presidente da Fundação Republicana Brasileira, Mauro Silva; Christina Pedra, coordenadora de assuntos institucionais da Fundação e do projeto; Perpétua Vieira, conselheira tutelar de Santa Maria e apoiadora da iniciativa; Waldir de Carvalho, representante do vice- presidente da instituição, Evandro Garla; equipe de voluntários; membros da comunidade e formandos.
A primeira turma certificada foi no Novo Gama, em seguida foi a vez dos concluintes de Planaltina e por fim, os alunos de Valparaíso, cidades do Goiás, na região conhecida como entorno do DF.
Mauro Silva parabenizou aos alunos pelo comprometimento e produtos confeccionados; aos voluntários da Fundação, que colaboraram com a iniciativa; e também, aos que identificaram a necessidade da comunidade e convidaram a instituição a levar o curso aos locais. “Agradeço a todos os presentes. Essa iniciativa visa o incentivo, principalmente às comunidades carentes, de atividades voltadas ao aprendizado de algo que, além de promover consciência ambiental, também pode gerar renda. Nosso objetivo é expandir este trabalho.”, disse.
As aulas são ministradas em locais cedidos por associações parceiras da comunidade. Os alunos aprendem a confeccionar bolsas com caixas de leite e suco recicladas. A primeira aula do projeto no Novo Gama (GO) foi realizada na casa de Núbia Ribeiro, aluna do projeto. “Todas as caixas de leite e suco que tenho em casa guardo para fazer as bolsas”, ressalta.
Para Christina Pedra, ensinar a reciclagem é muito gratificante e, além de gerar renda extra, contribui para o bem estar da comunidade. “Agradeço a oportunidade de passar isto a vocês. Ensinar a reciclagem é muito importante. Essa consciência é essencial para nós e colabora muito com a natureza. Os problemas do meio ambiente estão aí, todo mundo vê”, enfatiza.
Rosemeire Silva, voluntária do projeto, garante que os resultados são visíveis. “A autoestima dos alunos melhorou bastante, principalmente as mulheres. Agora elas se sentem mais ativas, úteis, e estão motivadas. A caixa que antes era vista como lixo, vira produto e gera renda”, afirma.
A ideia do projeto é atender também às cidades satélites do DF. As próximas turmas serão formadas em Samambaia, Santa Maria e Águas Lindas (GO).
A Fundação Republicana Brasileira promove a quarta formatura do Projeto Reciclasse, agora, em Samambaia Norte
 
Na última quinta-feira, 29, foi realizada a quarta formatura do Projeto Reciclasse. Estiveram presentes o presidente da Fundação Republicana Brasileira, Mauro Silva; Christina Pedra, coordenadora de assuntos institucionais da FRBr e do projeto; Evandro Garla, vice-presidente da instituição; Bartolomeu Dias, diretor da escola onde foi realizado o evento; equipe de voluntários; membros da comunidade e formandos.
O evento aconteceu na Escola Classe 831, em Samambaia Norte. Segundo o diretor do colégio, foi ótimo poder participar. “Saber que, de alguma forma contribuí neste projeto, que desperta na comunidade a conscientização de zelarmos pela sustentabilidade, é uma honra”, disse.
Mauro Silva parabenizou aos alunos e voluntários da Fundação pela dedicação ao curso, e a todos que colaboraram com o projeto. Falou ainda, sobre os cursos fornecidos pela instituição, abrindo espaço para que os interessados se inscrevessem no próprio local. “Agradeço a todos os presentes. O Projeto Reciclasse tem esse objetivo: ajudar tanto ao meio ambiente quanto às famílias, por meio da geração de renda”, disse.
Adalgiza de Oliveira, após participar das aulas durante o mês de março, já fez e vendeu cinco bolsas. “Vou comprar mais materiais e continuar  
fazendo e, se Deus permitir, pretendo abrir uma loja. O dinheiro que consegui já foi uma ajuda, um ganho a mais na renda da minha família”, afirma.
Maria Edileusa Silva, outra aluna do Projeto, confeccionou dezesseis bolsas e enviou ao Piauí, para serem vendidas por sua irmã. Edileusa aproveitou a oportunidade para inscrever-se no curso de Alfabetização de Jovens e Adultos. “A Fundação está mudando muita coisa na minha vida. Primeiro, porque eu não sabia que caixas de leite poderiam se transformar em bolsas. Agora, aprendendo a escrever, vai ser tudo de bom”, declarou.
Segundo Mauro Silva, a intenção é que o projeto se amplie. “Nosso objetivo é expandir este trabalho ainda mais. Principalmente, às comunidades carentes, levando atividades voltadas à consciência ambiental”, finalizou.