ABI - Associação Brasileira de Imprensa

ABI - Associação Brasileira de Imprensa
Liberdade de Expressão e Ética

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Durante gravação de humorístico, Mr. Catra revela que 'pegaria' Tatá Werneck

No ar em "Além do Horizonte", Sabrina Greve dispensa Máquina da Felicidade: “Jamais” - 1 (© Divulgação David Wendefilm & Soraia Costa)

Mr. Catra foi um dos convidados do 'Tudo Pela Audiência', atração comandada por Tatá Werneck e Fábio Portchat, que tem previsão de estreia ainda este semestre no Multishow.
Em um dos quadros, batizado de “Kama Sutra”, o funkeiro fez jus à sua fama de conquistador e elogiou a morena. “Além de responder perguntas, ele teve que adivinhar, entre vários objetos, quais eram utensílios de cozinha e quais eram objetos sexuais. Acertou todos, até o espremedor de limão, que é bem duvidoso. Ele cantou músicas do Roberto Carlos e garantiu que 'pegaria' a Tatá”, revelou Porchat ao jornal 'O Globo'. 
No humorístico, cujas gravações vão até maio, os artistas tirarão sarro de diversas atrações. “Ainda terá os quadros ‘De quem é esse sovaco?’ e ‘Quem é esse travesti?'. Vamos satirizar os programas de auditório e mostrar o que eles fazem pela audiência”, adiantou o rapaz.

“Balanço Geral” bate audiência do “Video Show’” em maioria dos confrontos de abril

No ar em "Além do Horizonte", Sabrina Greve dispensa Máquina da Felicidade: “Jamais” - 1 (© Divulgação David Wendefilm & Soraia Costa)

Com o “Vídeo Show”, da Globo, em crise, o “Balanço Geral”, da Record, conseguiu levar a melhor na audiência em mais da metade dos confrontos com o programa em abril. Entre os dias 1 e 17 deste mês, o noticiário teve 13 edições e venceu oito vezes.
Tirando os números prévios da última quinta-feira (17) - o resultado consolidado só será liberado nesta sexta-feira (18) -, nas 12 edições, o jornalístico ficou à frente ou empatado na liderança por 4 horas e 51 minutos (8 vezes), segundo o blog do jornalista Fernando Oliveira.
Com a audiência ameaçada, o vespertino comandado por Zeca Camargo começou uma série de reformulações. Agora têm sido feitas mais reportagens fora do estúdio e haverá até a realização de um concurso para achar um ator para a próxima novela das 18h. 

“Nosso trabalho estava merecendo audiência maior”, diz Manoel Carlos sobre “Em Família”

Com a audiência baixa, Manoel Carlos revelou que se preocupa com os índices de “Em Família” - trama das 21h da Globo - e que pretende fazer algumas transformações para que os números da novela aumentem.
“Ah, sim. Preocupa. Acho que o nosso trabalho estava merecendo audiência maior. Procuramos localizar onde se encontram possíveis dificuldades e seguimos atrás do prejuízo. Audiência é importante para que o trabalho seja devidamente avaliado”, afirmou ao jornal “O Globo”.
O folhetim tem registrado média de 30 pontos no Ibope. Apenas na última segunda-feira (14), com o beijo de Luiza (Bruna Marquezine) e Laerte (Gabriel Braga Nunes), o índice subiu para 35 no Rio de Janeiro.
“Não pretendo fazer o que se poderia chamar de mudanças, mas de correções de rumo, menor ou maior ênfase em determinado assunto, destacar algum personagem, coisas que faço normalmente, mesmo que as pesquisas não indiquem especificamente”, explicou.
Maneco ainda comentou a respeito dos rumores de que o diretor Jayme Monjardim seria afastado por conta da baixa audiência. “Jamais isso chegou ao meu conhecimento, a não ser por ter repercutido na internet. Temos uma relação muito estreita de amigos, parceiros, além de padrinho e afilhado.” 

No ar em "Além do Horizonte", Sabrina Greve dispensa Máquina da Felicidade: “Jamais” - 1 (© Divulgação David Wendefilm & Soraia Costa)

PF prende líder da greve dos policiais militares na Bahia


Foi preso na tarde desta sexta-feira, 18, a pedido do Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA), Marco Prisco Caldas Machado, líder do movimento grevista da Polícia Militar (PM) da Bahia, vereador e diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado.
O pedido de prisão preventiva ajuizado pelo MPF foi concedido pela Justiça Federal em 15 de abril e a prisão foi realizada nesta tarde, pela Polícia Federal, em um resort onde Prisco se encontrava.
O pedido foi feito na segunda-feira, 14 de abril, no âmbito de ação penal movida pelo MPF em abril de 2013. Sete pessoas entre vereadores, soldados e cabos da PM foram denunciadas por diversos crimes, a maioria deles contra a segurança nacional, praticados durante a greve realizada entre os dias 31 de janeiro e 10 de fevereiro de 2012.
A intenção do pedido de prisão preventiva é garantir a ordem pública, informou a Procuradoria da República na Bahia.
Prisco é processado pelo MPF por crime político grave, e qualquer recurso contra sua prisão só poderá ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal. A prisão será cumprida inicialmente em presídio federal localizado fora do estado da Bahia.
Bloqueio de bens e multa. Na quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, sediado em Brasília, já havia concedido liminar, a pedido do MPF, determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de 1,4 milhões de reais. Determinou, ainda, o bloqueio de bens de Prisco e mais 13, entre as associações envolvidas no movimento paredista e seus dirigentes. Os bens seguem bloqueados como medida para assegurar a possibilidade de ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos.

Propaganda de Aécio sobre educação apresenta erros de português Peça publicitária foi ao ar mesmo com duas falhas cometidas por falta de acento em palavras

Uma propaganda do pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, sobre educação foi ao ar na internet com erros de português. A peça publicitária, intitulada "Aécio Neves ressalta os avanços na educação em Minas" está publicada no YouTube desde o dia 10 de abril.
O vídeo em que o senador fala sobre as melhorias das escolas mineiras quando foi governador do Estado apresenta duas falhas, ambas cometidas pela falta de acento circunflexo no verbo "tem" - ele é necessário quando o sujeito da frase está no plural.
A primeira ocorrência do erro é na legenda de uma das falas de Aécio. "O aluno atingiu a meta, o aluno aprendeu mais, todas as pessoas envolvidas tem um bônus no final do ano", afirma o senador mineiro.
Em seguida, no final do vídeo, aparece uma frase em que a mesma falha acontece. "Os alunos de Minas tem o melhor empenho no Brasil".
Outro lado. Em nota enviada ao Estado, a D7Filme, produtora responsável pelo vídeo, lamentou a falha e informou que substituiu o material em 350 fitas que são enviadas às emissoras de TV em todo o País assim que detectou os problemas. Segundo a produtora, o programa com os erros que foram parar na internet são aqueles que estavam nas fitas que a empresa não conseguiu reenviar às emissoras.
Leia a íntegra da nota:
"A produtora D7Filme, responsável pelo video em questão, lamenta o ocorrido e informa: assim que detectou o erro substituiu 350 fitas em todo o país.

Vereador que liderou greve da Polícia Militar na Bahia é preso Ex-PM foi detido por policiais federais em resort; de acordo com Ministério Público Federal, Prisco responde por crime político grave, entre eles contra a segurança nacional

Vereador que liderou greve da Polícia Militar na Bahia é preso

O vereador Marco Prisco (PSDB), de Salvador, que liderou a greve dos Policiais Militares na Bahia ocorrida nesta semana, foi preso nesta sexta-feira, a pedido do Ministério Público Federal da Bahia (MPF-BA). Diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado, Prisco foi detido em um resort por policiais federais.
O pedido da prisão foi feito na segunda-feira, 14, em ação penal movida pelo MPF de abril de 2013, que denunciou sete pessoas - vereadores, soldados e cabos da PM - por diversos crimes, entre eles contra a segurança nacional. Os crimes teriam sido praticados durante a greve ocorrida em 2012, entre 31 de janeiro e 10 de fevereiro.
De acordo com o MPF, Prisco é processado por crime político grave. A defesa poderá entrar com recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).
Histórico. A greve na PM na Bahia ocorrida nesta semana durou menos de 48 horas, período em que foram registrados saques a lojas e uma onda violência no Estado (veja imagens abaixo). Tropas federais já haviam desembarcado em Salvador quando o governo concordou em dar aos grevistas um aumentou de 6% por meio do reajuste da gratificação de condições especiais de trabalho - o salário-base de um soldado da PM baiana é de R$ 2,3 mil.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro