domingo, 20 de março de 2011

Homenagem as Mulheres

Para vocês, mulheres...

A “mulher do Lula” ganhou as eleições e se tornou a primeira “presidenta” do Brasil. Mais uma conquista das mulheres, especialmente das brasileiras.

É cada vez maior a participação das mulheres em atividades que, outrora, eram exclusivamente desempenhadas por homens.

Nos Estados Unidos, a divisão de empregos entre os dois sexos já está bem próxima da igualdade matemática: lá, as mulheres, que em 1950 ocupavam apenas 30% dos postos de trabalho, hoje ocupam 48%, quase a metade. No Brasil, a participação das mulheres no mercado de trabalho já atinge 44%.

Também no âmbito da chefia familiar as mulheres vêm-se destacando mais. Informa o IBGE que entre 1995 e 2005 o número de brasileiras que chefiam famílias aumentou oito vezes. Atualmente, elas proveem economicamente a 28% (quase um terço) dos lares do Brasil.

Num campo concreto, de grande importância, as mulheres já superaram os homens: 56% das pessoas que, no Brasil, têm 12 ou mais anos de estudo são mulheres e apenas 44% são homens. Muitos postos no ensino superior estão, atualmente, ocupados por mulheres, assim como na magistratura e até mesmo nas Forças Armadas e nos órgãos policiais.

As mulheres têm expectativa de vida maior do que os homens, no Brasil e em todo o mundo. Se nós, homens, não tomarmos cuidado, muito em breve poderemos ser nós o "sexo frágil"...

35 mulheres foram, até o momento, premiadas com o Nobel. Uma mulher, a búlgara Daniela Simidchieva, é considerada atualmente a pessoa mais inteligente do mundo. Seu QI atinge a incrível cifra de 192! Mais de 500 prefeitas estão, no momento, à testa de municipalidades de todo o Brasil. Vários países ─ inclusive dois da América do Sul ─ têm atualmente presidentes de sexo feminino.

Uma grande cientista brasileira, a física Dra. Belita Koiller, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, recebeu em 2005 o ambicionado prêmio Unesco-L'Oreal, no valor de 100 mil dólares, devido às pesquisas que desenvolveu acerca das propriedades dos cristais e sobre sua aplicação nas modernas tecnologias digitais.

Antes da Dra. Belita, outras duas cientistas brasileiras já haviam recebido o mesmo prêmio: a geneticista Dra. Mayana Zats, no ano de 2001, e a bioquímica Profa. Lúcia Mendonça Previato, no ano de 2004.

Vemos, assim, que em todas as áreas, na Ciência, no mundo empresarial, na cultura, nas artes, na política etc., em todas elas vocês, mulheres, estão marcando presença, estão disputando espaço com os homens e estão conquistando posições...

Há só um campo em que vocês não podem competir conosco. Não podem competir... porque não precisam competir. É um campo em que a superioridade de vocês é incontestável...

É o campo da Beleza, da Maternidade, do Eterno Feminino!

Às mulheres brasileiras, apresento minhas felicitações pela conquista feminina e fico na torcida para que, cada vez mais, vocês contribuam, como só vocês são capazes de contribuir, para o bem estar da Humanidade, com seu talento, com seu dinamismo, com sua cultura, com seu encanto tão especial.

À “Presidenta” Dilma, apresento minhas felicitações e meus votos sinceros para que, tenha sucesso em todos os desafios que enfrentará na presidência e, sobretudo no desafio de presidir o Brasil para todos os brasileiros.

Será uma moleza, depois de tudo que enfrentou e superou na campanha.


Álvaro Alencar Trindade é advogado e empresário

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro