segunda-feira, 17 de junho de 2013

Site Câmara de Caraguá‏

O site da Câmara Municipal de Caraguatatuba entrará no ar amanhã (terça-feira), no período da noite, quando o Presidente do Legislativo, José Mendes de Souza Neto, fará o anúncio oficial durante a sessão.
 Agradecemos a compreensão e a paciência em aguardar esse tão esperado portal. Buscamos fazer um trabalho transparente que ajude no acompanhamento dos trabalhos da Câmara, por parte do contribuinte e de toda a imprensa.
 Me coloco a disposição para apresentar o site e tirar qualquer dúvida.
 Atenciosamente
 Vitor Miki

PAUTA DA 20ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 18 DE JUNHO DE 2013 - TERÇA-FEIRA

VETO TOTAL AO PROJETO DE LEI Nº 09/13 – Ver Aurimar Mansano - Dispõe sobre a obrigatoriedade de se constar no carnê de IPTU informações sobre a existência ou não de débitos pretéritos, parcelamentos, isenções ou redução de valores e dá outras providências.
VETO TOTAL AO PROJETO DE LEI Nº 11/13 – Ver Francisco Carlos Marcelino – Acrescenta termo ao art. 1º da Lei nº 1246/2006, que dá nova regulamentação a Lei Municipal nº 302/93, que oficializou a Feira da Barganha de Caraguatatuba.
PROJETO DE LEI Nº 29/13 – Ver Francisco Carlos Marcelino - Revoga a Lei Municipal nº 1117/04, que institui o distintivo dos cargos de Prefeito e de Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba e dá outras providências.

Torcida nos estádios da Copa das Confederações Criatividade é marca do público da Copa das Confederações

A torcida que frequenta os estádios da Copa das Confederações não deixa a criatividade de lado. Fantasias, adereços e muitas cores fazem parte da composição do visual do público que vai aos jogos do torneio que serve de preparação para a Copa do Mundo. No Estádio Nacional de Brasília, o antigo Mané Garrincha, por exemplo, as cores verde e amarelo dominaram a arquibancada para o jogo entre Brasil e Japão, que marcou a abertura da competição. E um deles ganhou destaque extra ao levar para a arquibancada, um cartaz com a imagem da atriz Bruna Marquezine, namorada de Neymar, que é o principal craque do time de Felipão

Criatividade é marca do público da Copa das Confederações (© Reuters)

No Rio, prédio da Assembleia Legislativa vira alvo de manifestantes Movimento era pacífico até as 20h, mas houve confronto entre alguns manifestantes e policiais; um PM foi espancado

O centro do Rio é palco, nesta segunda-feira, 17, da maior passeata da série de protestos contra o aumento no preço das passagens de ônibus ocorrida na cidade. Cerca de 20 mil pessoas participaram. Tudo ia bem até perto das 20 horas, quando um pequeno grupo subiu as escadarias da Assembleia Legislativa do Rio para tentar invadir o prédio.
Eles estavam em quantidade 133 vezes maior do que a de policiais militares (eram 150, segundo dado oficial da corporação), que se refugiaram dentro da Assembleia e jogaram gás de pimenta e bombas de efeito moral de dentro do edifício para fora. Um carro que estava estacionado do lado da Alerj foi virado e incendiado.
A reação policial aconteceu quando alguns poucos manifestantes soltaram rojões em direção à escadaria da Alerj, que estava desde cedo protegida por PMs. Os policiais então soltaram as bombas. Um deles foi espancado por um grupo de rapazes, encapuzados - uma ínfima minoria entre milhares de manifestantes que já tinham ido embora.
O estudante Matheus Poppe, de 17 anos, ficou até o fim da manifestação, mas criticou quem atacou a Alerj. "Eu vim aqui para outra coisa. Estava disposto a dar meu sangue, mas assim está demais. Estava tudo pacífico." O estudante Rodrigo Nogueira, de 23, veio de Angra dos Reis, no sul do estado, e também lamentou o que aconteceu. "Isso não é manifestante. Acaba atrapalhando tudo. Picharam o Paço Imperial, que é patrimônio nosso".
Boa parte dos manifestantes estava de branco. Eles ocuparam toda a extensão da Avenida Rio Branco, uma das principais da região, para gritar também por outras causas: eles são contrários ao uso de dinheiro público nas obras preparatórias para a Copa do Mundo de 2014 e reclamam da má qualidade dos serviços públicos.
Embora a dispersão estivesse prevista para a Cinelândia, os manifestantes que seguiam à frente decidiram ir até a Assembleia Legislativa, como aconteceu na última quinta-feira, quando o prédio foi pichado. A concentração começou às 17 horas e, até as 19h30, não havia ocorrido confronto com a Polícia Militar, que até então apenas acompanhava os manifestantes.
Durante o percurso, a passeata ganhou o apoio de muitas pessoas que ainda trabalhavam em escritórios localizados na via ou esperavam o fim da manifestação para ir para casa. Eles lançaram papel picado pelas janelas, em sinal de apoio, e os manifestantes agradeciam. "Quem apoia acende a luz", gritavam da rua, e as luzes piscavam nos escritórios. Duas grandes faixas na frente da multidão davam o tom do ato: "Não é por centavos, é por direitos" e "Somos a rede social".
Uma pequena parte dos manifestantes, em sua maioria jovens estudantes, levava flores, demonstrando que o ato tinha, de modo geral, motivação pacífica. Eles tiveram respaldo de profissionais que se prontificaram a ajudar em caso de arbitrariedades policiais: 60 advogados se colocaram à disposição para agir em caso de prisões ilegais ("mas não de depredações", ressalvaram) e 20 estudantes de medicina de jaleco branco se ofereciam para atender possíveis feridos. Até as 19h30 não havia registro de incidentes.
A Polícia Militar e a Guarda Municipal reforçaram a vigilância no centro desde o começo da tarde, embora a concentração estivesse marcada para as 17 horas. O prédio da Assembleia, histórico, já estava cercado por cavaletes desde cedo. O centenário Teatro Municipal, na Cinelândia, por onde o grupo passaria, também foi cercado por policiais.
A manifestação começou de forma festiva, com grupos de jovens tocando instrumentos e cantando, em clima de bloco de carnaval. Alguns usavam narizes de palhaço. Policiais se restringiam a fazer uma escolta discreta. Depois o número de PMs aumentou, de motocicleta e a pé.
Os dizeres "Revolto-me, logo existo", "Verás que o filho teu não foge à luta" e "Somos filhos da revolução" estamparam cartazes. Os manifestantes que estavam com bandeiras de partidos políticos (PCB, PSol, PSTU) foram criticados - preferia-se a bandeira do Brasil. Ainda na concentração, enquanto um dos líderes do movimento discursava fazendo críticas à presidente Dilma Rousseff pela parceria com os governos do estado e município do Rio, o cineasta Daniel Zarvos, de 39 anos, tentou se apossar do microfone gritando palavras de apoio a ela.

PROJETO DE LEI DA FEIRA LITERÁRIA DE CARAGUATATUBA

Caraguatatuba, 14 de maio de 2013.


MENSAGEM Nº 20/2013


Senhor Presidente,

Tenho a satisfação de remeter a Vossa Excelência, para apreciação e deliberação dos Nobres Vereadores, aos quais formulo nesta oportunidade meus cordiais cumprimentos, o incluso Projeto de Lei que “CRIA A FLIC – FEIRA LITERÁRIA DE CARAGUATATUBA”.

Justifico a propositura esclarecendo que o projeto prova a nossa preocupação em oferecer uma educação de qualidade aos alunos da rede pública municipal de Caraguatatuba, incentivando a leitura por meio do contato direto com diversos autores, literatura dos mais variados temas, aguçando o prazer pelo conhecimento.

 A FLIC – FEIRA LITERÁRIA DE CARAGUATATUBA – tem como finalidade despertar o interesse pela leitura nos estudantes da Rede Municipal de Ensino e em toda sociedade caraguatatubense. O objetivo é fazer com que todos participem ativamente do projeto criando situações literárias, espaços de leitura e cultura onde seja destacado em cada ano um escritor brasileiro.

Assim, justificada a propositura e esperando a aprovação dessa Egrégia Casa de Leis, em regime de urgência, com base no artigo 32, § 1º, da Lei Orgânica do Município, e solicitando seja adotada URGÊNCIA ESPECIAL, como autorizam os artigos 124 e 125, com a redação dada pela Resolução nº 78/01, do Regimento Interno da Câmara Municipal, renovo a Vossa Excelência e aos Nobres Vereadores os meus protestos de consideração e respeito.
Atenciosamente,

ANTONIO CARLOS DA SILVA

Prefeito Municipal

FUNCIONÁRIOS DA CÂMARA RECEBEM TREINAMENTO

Funcionários recebem treinamento para combate a incêndio

A Câmara Municipal de Caraguatatuba realizou na última quarta-feira, 05 de junho, uma palestra aos servidores sobre como prevenir incêndios, com cuidados para se ter no ambiente de trabalho.

Um técnico de segurança foi o responsável em fazer a apresentação a todos os funcionários do Legislativo, que foram convocados a participar. Segundo José Mendes de Souza Neto (Neto Bota), Presidente da Câmara, a medida é de extrema importância.

Esta seria uma forma de intimar e silenciar


Jornalistas de SP, RJ, Brasília após tomarem conhecimento o que houve com O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo, repudiam a atitude do assessor do vereador Carlinhos da Farmácia da Câmara de Vereadores no trato com a Imprensa (Blog do Guilherme Araújo). O consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo estava sentado no corredor da Câmara Municipal de Caraguatatuba aguardando funcionários da empresa Sol que daria uma entrevista, foi quando o assessor do vereador Carlinhos da Farmácia apareceu e um jeito intimidador fez a seguinte pergunta.

Assessor do vereador Carlinhos da Farmácia: “Esta tudo bem com vc?

Guilherme Araújo respondeu: sim eu estou bem e vc? 

Novamente o assessor do vereador Carlinhos da Farmácia insistiu com a mesma pergunta, mas desta com uma aparência intimidadora e com uma aparência: Você tem certeza que esta mesmo tudo bem com você?

Guilherme Araújo respondeu: sim eu estou bem, mas por esta pergunta?

Após este fato ocorrido dentro das dependências da Câmara Municipal de Caraguatatuba o Guilherme Araújo saiu até a porta principal e ficou aguardando este assessor falar alguma coisa, mas isso não aconteceu. Tudo isso aconteceu porque o Blog do Guilherme Araújo postou 02 (duas) em que um carro que o vereador Carlinhos da Farmácia usa, estava parado de uma forma irregular. Ninguém tem o direito de tentar intimidar qualquer cidadão ou meio de comunicação que seja, ainda, mas diante de uma situação comprovada como esta. Chega ser vergonhoso nos dias de hoje acontecer uma situação como esta.

Isso aconteceu na noite de terça-feira, 11 de junho, quando tentou intimidar o consultor de negócios e políticas Guilherme Araújo que é sócio diretor do Blog do Guilherme Araújo. Fica registrado o que esta acontecendo nos bastidores da política de Caraguatatuba.

Liberdade de expressão
“Sou conhecedor da Lei de Imprensa e da Liberdade Expressão, com respaldo na Constituição Federal. Surpreendo-me com a atitude, que induz até a falta de esclarecimento de alguns funcionários recém nomeados, nos impedindo de entrar nas dependências da casa legislativa”, “Ancestralmente, em qualquer parlamento brasileiro, os acessos as dependências e as sessões são públicas e a imprensa tem o direito de entrar e ter acessos a informações a divulgar sobre as iniciativas e decisões dos parlamentares, e isso inclui votação de projetos de Lei e as manifestações e requerimentos e inclusive tomar um pequeno cafezinho quando oferecido por aqueles funcionários educados e instruídos a tratar todos que por ali passarem”. “Sempre tivemos acesso livre e agora, somente agora, tenho tido essa dificuldade”.

Mais uma vez volto a frisar “Sou conhecedor da Lei de Imprensa e da Liberdade Expressão, com respaldo na Constituição Federal.

Lista de cidades que terão manifestações durante essa semana

Para ajudar a galera. Vamos manifestar, mas de forma pacífica.
Quem não quiser ir às ruas, mas também está descontente, pendure um pano branco na janela.
Bom manifesto a todos!


http://www.melhorquebacon.com/lista-de-cidades-que-terao-manifestacoes-durante-essa-semana/

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro