A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 29 de junho de 2014

Candidatos ao governo do RJ estão em empate técnico, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, 17, mostra três candidatos tecnicamente empatados na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. O ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR) aparece em primeiro lugar com 18% das intenções de voto. Ele é seguido pelo senador Marcelo Crivella (PRB), que tem 16%, e pelo atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), que tem 13%. Os que vão votar em branco ou anular o voto são 27%, enquanto 6% não souberam responder.
O levantamento foi encomendado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). O pré-candidato do PT, senador Lindbergh Farias tem 11% dos votos. Já o ex-prefeito do Rio César Maia (DEM) aparece com 8%. Miro Teixeira (PROS) e Tarcísio Motta (PSOL) têm 1% das intenções de voto.
Senado. Na briga pela única vaga de senador, Sérgio Cabral (PMDB) aparece em primeiro com 26% das intenções de voto. Ele é seguido por Romário (PSB), que tem 22%, e Jandira Feghali (PC do B), com 20%. Brancos e nulos são 26% e os que não souberam responder somam 6%.
Tanto na pesquisa para o governo quanto para o Senado, a margem de erro é de 3 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 7 e 11 de junho com 1.204 pessoas. O levantamento está registrado no TRE-RJ sob o número RJ-00006/2014.

PRB homologa candidatura de Crivella ao governo do Rio

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) homologou neste domingo, 29, a candidatura do senador Marcelo Crivella ao governo do Estado do Rio de Janeiro, durante a convenção estadual do partido, em Olaria, subúrbio do Rio. O evento foi conduzido pelo presidente regional do partido, João Mendes de Jesus, com a presença do ministro da Pesca, Eduardo Lopes.
"Estamos aqui para eleger o Crivella governador do Rio de Janeiro. Já estamos cansados da mesma coisa. É hora de renovar, é hora de botar um sangue novo. Crivella é o sangue novo", anunciou João Mendes.

Campos e Marina atacam PSDB e PT de olho no 2º turno

Aclamado ontem pela convenção do PSB candidato a presidente da República, com a ex-ministra Marina Silva na vice, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos atacou os governos do PSDB e do PT "pelo que não fizeram nos últimos 20 anos". As mais duras críticas, porém, foram direcionadas ao também candidato à Presidência, o tucano Aécio Neves, de quem resolveu se distanciar nos últimos meses com a avaliação de que poderá disputar com ele uma vaga em eventual segundo turno da eleição.
"Conosco vai acabar essa história de suga-suga", disse Campos, numa referência à sugestão feita por Aécio aos partidos aliados à presidente Dilma Rousseff, na semana passada. O tucano disse que as legendas podiam sugar o quanto pudessem do governo nas negociações por mais ministérios em troca de tempo na TV para depois se aliarem a ele. "E tem gente que acha isso bonito, bem bonito", disse o candidato do PSB, numa crítica ao adversário. "O povo é cumpridor de seus deveres e exige respeito à sua luta", afirmou.
Campos, que se apresenta como uma terceira via que pretende vencer a polarização PT-PSDB ocorrida nas últimas campanhas, fez críticas ao governo Dilma. "Vamos salvar os municípios brasileiros da quebradeira que Dilma causou a eles. Os municípios estão de joelhos mendigando em Brasília favores e migalhas que não chegam."
O ex-governador prometeu ainda fazer uma reforma tributária no primeiro ano de mandato, recuperar a indústria brasileira e salvar a Petrobrás e o setor elétrico do País. "Vamos retomar o crescimento sustentável da economia brasileira, jogar a inflação para baixo e o crescimento para cima", afirmou.
Mesmo com alianças do PSB nos Estados firmadas com PSDB (São Paulo) e PT (Rio), Campos disse que os dois partidos - no poder no plano nacional desde 1995, primeiro com Fernando Henrique Cardoso, e depois com Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma - não podem continuar a governar o País e têm de dar lugar às forças políticas renovadoras que, segundo ele, são representadas por sua chapa.
Renovação. "É preciso romper a velha lógica dominante dos que se revezam no poder no Brasil ao longo desses 20 anos. Tentam (PT e PSDB) convencer o povo de que agora vão fazer diferente. Mas já perderam a energia renovadora, porque se deixaram dominar pelo cerco das velhas elites, das práticas mofadas, que não servem para mudar o que as ruas pedem." Segundo Campos, tanto PT quanto PSDB passam o tempo todo olhando para trás, querendo provar que fez mais do que o outro. "Quem quer andar de um novo jeito, rumo a um Brasil mais justo, não pode ficar olhando para trás, não pode ser a eleição a disputa do passado com o passado."
O candidato voltou a dizer que não vai acabar com programas sociais, como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida. Afirmou que quem diz isso faz política "rasteira e do medo". "No nosso governo nós vamos é acabar com a corrupção. Nós vamos manter o ProUni, o Minha Casa Minha Vida, manter a estabilidade da moeda, a democracia, que é uma conquista do povo." Com o slogan "Eu já fiz e vou fazer", Campos ressaltou os resultados positivos dos 7 anos e três meses que foi governador de Pernambuco, especialmente no combate à criminalidade.
A coligação que dá apoio a Campos tem, além do PSB, PPS, PRP, PPL e PHS. Juntos, os partidos deverão garantir cerca de dois minutos para a propaganda política do pessebista na TV.

Prazo para registro de candidatos e coligações é sábado, 5 Começa nesta semana o período eleitoral no Brasil; partidos têm até domingo, 29, para fazer convenções

Entre as oitavas e as quartas de final da Copa do Mundo, nesta semana começa para valer o período eleitoral no Brasil. Os partidos têm até este domingo, 29, para realizar suas convenções. O prazo para o registro dos candidatos e das coligações é sábado, 5. E os concorrentes estão liberados para fazer propaganda a partir de domingo, 6. Tudo isso será feito com o olho no espaço que cada um terá no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão, com início marcado para 19 de agosto.
Pela legislação e pelas regras definidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos políticos poderão usar na propaganda eleitoral de seus candidatos em âmbito regional (governador e deputados federal, estadual e distrital) a imagem e a voz do candidato ou do militante do partido que integre a coligação em âmbito nacional.
Por exemplo, o candidato do PMDB ao governo do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, poderá, se quiser, usar a imagem de Dilma Rousseff, que é a presidenciável do PT. É que o PMDB apoia no plano nacional o projeto dilmista. Ao mesmo tempo, a petista poderá também estar na propaganda eleitoral do candidato de seu partido ao Palácio dos Bandeirantes, Alexandre Padilha.
Ainda em São Paulo, o PSB apoia a candidatura a reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB), tendo inclusive a vice na chapa do tucano com o pessebista Marcio França. Ocorre que o PSB tem um candidato próprio a presidente da República, o ex-governador Eduardo Campos, que é adversário na corrida pelo Planalto do tucano Aécio Neves. Nesse caso, ambos, Eduardo Campos e Aécio Neves, poderão em tese ser mostrados nas propagandas de Geraldo Alckmin.
Consultoria
Para garantir a presença e o apoio de figuras ilustres da política brasileira, como os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso e os presidenciáveis, equipes de advogados têm assessorado os partidos nos processos de formalização de alianças, com as respectivas consequências, inclusive no horário eleitoral gratuito.
Os primeiros problemas apareceram publicamente na semana passada, após a convenção nacional do Partido Progressista (PP), em Brasília. A sigla decidiu apoiar a candidatura à reeleição da presidente Dilma. A senadora Ana Amélia, que vai disputar o governo do Rio Grande do Sul, e outros políticos inconformados recorreram ao TSE para tentar suspender os efeitos da convenção. No entanto, o pedido de liminar foi rejeitado.
Ana Amélia queria que o partido ficasse neutro. Dessa forma, ela poderia livremente apoiar e ser apoiada pelo tucano Aécio Neves, que está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto para o Palácio do Planalto.

PSDC oficializa candidatura de Eymael à presidência

O Partido Social Democrata Cristão (PSDC) formalizou neste domingo, 29, em convenção nacional, em São Paulo, a candidatura do ex-deputado federal José Maria Eymael à presidência da República. Esta é a quarta vez que Eymael se candidata ao Palácio do Planalto. As outras vezes foram em 1998, 2006 e 2010.
Entre as principais diretrizes do partido, Eymael destacou o estabelecimento de uma política nacional de segurança pública e uma redução drástica no número de ministérios. "O presidente não consegue coordenar o atual número de pastas", disse, em entrevista ao Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado. Mas, segundo ele, dois ministérios seriam fundamentais: o da Segurança Pública e o da Família.
Eymael também reforçou que, no Estado de São Paulo, o PSDC apoia o candidato tucano ao governo, Geraldo Alckmin, e que terá candidato próprio ao Senado. "Definiremos o nome nos próximos dias", disse.
"Estou muito motivado para realizar a nossa proposta, que é a do Brasil que temos para o Brasil que queremos e podemos", afirmou. "O embasamento de toda nossa visão é a de fazer cumprir a Constituição."

Pros oficializa candidatura de Camilo Santana

Sem conseguir emplacar o nome de um membro de seu partido como candidato à sua sucessão, o governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), oficializou neste domingo, 29, durante convenção, em Fortaleza, a candidatura do deputado estadual Camilo Santana (PT). Dentre os petistas cearenses, o escolhido é o que mais tem identidade com Cid, tendo sido secretário nas duas gestões dele. Na primeira, como secretário do Desenvolvimento Agrário e, na segunda gestão, como secretário de Cidades.
A candidatura de Camilo Santana foi feita de última hora e é fruto de uma manobra para evitar que o deputado federal José Guimarães (PT) fosse disputar o Senado com apoio de Cid. Guimarães é irmão do condenado no Mensalão, José Genoino, e teve um assessor preso ao tentar embarcar em um avião escondendo dólares na cueca. Para que ele desistisse da disputa ao Senado, Cid ofereceu a cabeça de chapa ao PT e escalou Camilo para a disputa. O governador também precisou convencer cinco correligionários a saírem do páreo.
O ginásio do colégio Ari de Sá, no Centro de Fortaleza, estava enfeitado com banners gigantes Neles, Camilo aparece como figura central, ladeado por Cid Gomes; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; o ex-ministro Ciro Gomes; a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula.
Cid fez questão de citar quatro vezes seguidas o nome de Dilma e que ela terá seu apoio para a reeleição. Enfatizou que, do lado adversário, no palanque do senador Eunício Oliveira (PMDB) ao governo, estariam quatro candidatos a presidente:
Dilma, por estar alinhada nacionalmente com o PMDB; Aécio Neves, por ser aliado de Tasso Jereissati, possível candidato ao Senado em dobradinha com Eunício; além de Eduardo Campos (PSB) e pastor Everaldo (PSC).
"Será uma campanha dura e movida, pelo lado de lá (Eunício), pelo ódio. Resolveram juntar cabra, jumento e ovelha", afirmou Cid, sem citar nomes, mas dando a entender que se referia a Eunício, Roberto Pessoa (PR) e Tasso Jereissati, respectivamente, candidatos a governador, vice e possível senador. "Uma hora, é Dilma. Outra, é Aécio. Mas é só conversa para boi dormir", criticou.
"Pode-se enganar a todos por pouco tempo, pode-se enganar alguns o tempo todo, mas não se pode enganar a todos o tempo todo, disse Cid parafraseando o ex-presidente estadunidense Jonh Kenneddy. "Uma hora a máscara de lá vai cair", completou.
O início do discurso do governador cearense foi tomado por agradecimento e votos de gratidão aos cinco nomes lançados por ele como pré-candidatos do PROS à sua sucessão. Mas que tiveram de dar lugar ao petista Camilo Santana. Elogiou o ex-ministro Leônidas Cristino; o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque; o deputado Mauro Filho; a ex-secretária de educação Izolda Cela; e o vice-governador Domingos Filho.
Ao presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, foi dada a opção de escolher entre a vaga de vice ou senador. Ao sair da convenção, Zezinho declarou que estava avaliando, mas que estaria propenso a continuar como deputado estadual.

'São Paulo não quer saber de contabilidade criativa', diz Alckmin

O governador Geraldo Alckmin teve a sua candidatura à reeleição ao governo do Estado confirmada em convenção do PSDB realizada neste domingo, 29. Em seu discurso, exaltou os 20 anos da gestão tucana em São Paulo e afirmou que o Estado não quer "esperteza ou atalhos".
Segundo ele, o Brasil deve muito de sua grandeza ao espírito trabalhador de São Paulo. O governador disse que a gestão tucana não é feita à base de “jeitinhos”, mas realizada com eficiência. “Somos o único Estado que coloca 1% ICMS para quem não tem casa, no maior programa habitacional do País.”
Alckmin afirmou que o Estado está com as contas públicas equilibradas e transparentes, destacando que o PIB de São Paulo é hoje quase duas vezes o da Argentina. “São Paulo não quer esperteza ou atalhos, quer responsabilidade, não queremos saber de contabilidade criativa”, disse, numa crítica indireta à equipe econômica da presidente Dilma Rousseff. “Construímos um Estado a favor dos mais pobres, dos que precisam”, afirmou.
O deputado Marcio França (PSB-SP), confirmado como o candidato a vice na chapa tucana, fez um rápido discurso em que criticou a gestão petista. O PT disputará o comando do Palácio dos Bandeirantes com o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha. Além do PSB, confirmaram apoio à candidatura PTB, PPS, DEM, SDD, PSC, PTC, PRB, PTdoB, PMN, PTN e PSL.
O ex-governador José Serra e o candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG) participaram da convenção. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não compareceu por estar em viagem ao exterior. Serra falou rapidamente, classificou o governo petista de "incompetente" e evitou falar sobre seu futuro político. Ao deixar o evento, não deu entrevistas e não comentou as informações de membros da executiva do partido de que deve disputar uma vaga a depurado federal.
Aécio também direcionou seu discurso ao PT, acusando o partido de fazer "criminosas omissões" na área de segurança e de ser leniente na condução da política econômica.

"Alta gastronomia personalizada para o seu evento! Lembre-se: o importante não é apenas um menu saboroso, mas também um bom serviço, um sorriso no rosto, um uniforme elegante; ou seja, nesse contexto seu evento será perfeito."


A Izabel Prates Gastronomia é formada por equipe, liderada pela Chef Izabel Prates e atua na elaboração e execução de menus da alta gastronomia nacional e internacional, conforme o tema escolhido para o evento.

Para eventos sociais, a empresa oferece o Personal Chef, com pratos preparados para o cliente e seus convidados, cabendo ao anfitrião à escolha do menu e do tipo de serviço (buffet, empratado, volante). Atende a eventos como casamentos, formaturas, 15 anos, festas infantis, bodas e reunião de amigos.

Para eventos empresariais, oferece o Chef Corporativo, para clientes, funcionários e amigos, com cardápio baseado em iguarias, preparado de acordo com o tipo de evento, estrutura do local e número de pessoas. Desta forma atende a almoços executivos, brunches, coofee break, café da manhã, reunião-almoço, coquetéis, festas de final de ano etc.

Contamos ainda com o serviço de encomendas de especialidades como: Cheese cakes, quiches, 

Sites:

Organização de Eventos Aprenda a calcular as quantidades de comida e bebida para a sua festa

Você está preparando uma festa com direito a muita bebida e comida gostosa, embora você queira que os convidados fiquem totalmente satisfeitos também não quer desperdícios. Afinal colocar comida boa no lixo não é legal. O hagah calculou as quantidades aproximadas e agora divide com você.

De acordo com dados da confeitaria Armelin, se você fizer uma festinha com salgadinhos e docinhos, somente para adultos calcula-se 10 salgados e 7 doces por pessoa. Se a festa for infantil, calcula-se 6 salgadinhos e 5 docinhos por convidado. Geralmente as confeitarias vendem o cento dos quitutes e os valores variam de acordo com o tipo que você preferir, podendo ser sortidos, fritos, folhados, doces tradicionais, caramelados ou glaceados.

Se a festa tiver bolo, o cálculo é uma fatia grossa por pessoa, levando em consideração que há pessoas que não comem e há quem pede bis. 

Caso você opte por fazer um churrasco, as quantidades são quase um padrão, utilizadas pela maioria dos assadores. Calcula-se 400g de carne por pessoa (se forem só adultos), mas se o churrasco tiver acompanhamentos como saladas e pãozinho com alho vai sobrar menos apetite para saborear as carnes. 

Se no seu churrasco tiver três tipos de carne, o cálculo é de 100g de linguiça, 200g de costela de porco e 100g de picanha, totalizando 400g. Se crianças também forem comer, é aconselhado um acompanhamento como arroz, batata, polentinha frita ou pastelzinho. 

Àqueles que preferirem servir finger foods (comidas servidas em pequenas porções), a Izabel Prates Gastronomia recomenda 18 unidades salgadas e 6 doces por pessoa. Em um jantar completo, cada pessoa consome cerca de 250g na entrada, no prato principal calcula-se 150g de carboidrato e 250g de proteína e de sobremesa, 200g. 

Ainda segundo Izabel Prates, em eventos longos, que pedem coffee breaks, o ideal é não servir muita quantidade por pessoa. Usualmente, há variedade em bebidas (sucos, chás, cafés, refrigerantes) e comidas (bolachinhas, biscoitos, minissanduíches, salgadinhos variados, minipães, bolinhos), mas tudo em pequenas porções, já que cada convidado seleciona o que mais lhe apetece. Então, conta-se 200ml de bebida por pessoa e de 4 a 5 unidades de salgados, mais 2 a 3 unidades de doce por pessoa.

À Francesa, Buffet ou Coquetel?

O serviço à francesa é adequado para eventos que requerem maior formalidade, com a vantagem de que ninguém precisa levantar para se servir, pois o prato é levado à mesa. Já no buffet, os convidados podem escolher o que servirão no prato, dentre as opções apresentadas. É ideal para festas mais descontraídas. 

No caso dos coquetéis, a vantagem é que o local não precisa ser muito grande, uma vez que os convidados não necessitam de mesas e cadeiras para comer. No serviço de coquetel, denominado volante, os garçons passam com bandejas de comidas e bebidas. As miniporções em cumbucas, como massas, escondidinhos e risotos, são opções além dos canapés.

Quantidade de Bebida Padrão para um Evento de 4h
- 600 ml de refrigerante por pessoa;
- 800 ml de cerveja por pessoa;
- 200 ml de água por pessoa;
- Vinho ou espumante, se não houver cerveja: calcule meia garrafa por pessoa;
- Vinho ou espumante, se houver cerveja: calcule 1 garrafa para cada 5 pessoas;
- Uma garrafa de whisky para cada 50 pessoas;
- Quatro litros de coquetel de frutas para 50 pessoas.

Em relação aos copos, é importante se calcular de 2 a 3 por pessoa, no caso dos de vidro, e de 4 a 5 se forem de plástico. Os copos de vidro devem variar entre tulipas, taças, copos para refrigerante e água etc.

"Sejam bem-vindos à Convenção Estadual..."


Vagas no PAT

Vagas no PAT

Segue abaixo a relação das vagas que encontram-se abertas no sistema Mais emprego, utilizado pelo PAT no atendimento ao público:
Agente educacional, Analista de recursos humanos, Atendente de lanchonete, Auxiliar contábil, Auxiliar de pessoal, Consultor de vendas, Cozinheiro de restaurante, Eletricista, Empregado doméstico  arrumador, Esteticista, Farmacêutico, Instalador de alarmes residenciais, Marceneiro, Mecânico de auto em geral, Motoboy, Oficial de serviços diversos na manutenção de edificações, Padeiro, Promotor de vendas,  Recepcionista de hotel, Repositor de mercadorias (PCD),  Supervisor de atendimento ao cliente, Trabalhador na fabricação de artefatos de cimento e Técnico em nutrição.
Para atendimento e maiores informações os interessados devem comparecer ao PAT ou Poupa tempo munidos de RG, CPF, CTPS e PIS.
Ressaltamos também que as vagas possuem perfis específicos com relação a experiência, escolaridade, entre outros,  podendo sofrer variações e não estarem mais disponíveis se atingirem o limite máximo de encaminhamentos, ou ainda, em caso de encerramento pelos empregadores que as disponibilizaram.
PAT está localizado na Rua Taubaté, 520, bairro Sumaré. O telefone é (12) 3882-5211.

Você sabe?

Você sabe quem são as pessoas que fazem parte do primeiro escalão da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba?

Quem é morador (a) e eleitor no município de Caraguatatuba? 

Quem responde processos?

Quem tem empresas que prestam serviços para o prefeitura municipal de Caraguatatuba?

Prefeito: 
Antonio Carlos Da Silva

Vice-Prefeito: 
Antonio Carlos Da Silva Júnior

Chefe De Gabinete: 
Eloiza Aparecida Andrade Antunes De Oliveira

Assessoria Parlamentar: 
Assessor: Lúcio Fernandes

Secretaria De Administração
Secretária: Roseli Morilla Baptista Dos Santos

Secretaria De Assistência Social
Secretária: Marina De Fatima De Oliveira,

Secretaria De Assuntos Jurídicos
Secretário: Dr. Marcelo Paiva De Medeiros

Secretaria De Comunicação Social:
Secretário: André José Procópio De Arruda

Secretaria De Educação:
Secretária: Ana Lúcia Bilard Sicherle:

Secretaria De Esportes E Recreação:
Secretário: Nivaldo Rodrigues Alves

Secretaria De Fazenda:
Secretária: Emilia Midori Kawata De Sá

Secretaria De Governo: Secretária: Flávia Oliveira Silva
Secretaria De Habitação: Secretária: Rosa De Fatima Rangel Franca

Secretaria De Meio Ambiente, Agricultura E Pesca: Secretário: Auracy Mansano Filho
Secretaria De Obras Públicas: Secretário: Gilson Mendes De Souza

Secretaria Da Pessoa Com Deficiência E Do Idoso:
Secretária: Ivy Monteiro Malerba

Secretaria De Planejamento E Tecnologia Da Informação:
Secretária: Flávia Oliveira Silva

Secretaria De Saúde:
Secretário: Sérgio Arnaldo Braz

Secretaria De Serviços Públicos:
Secretário: Silvio Tavares De Andrade

Secretaria De Trânsito Segurança E Defesa Civil:
Secretário: João Batista Amandes

Secretaria De Turismo:
Secretário: Cristian Oliveira De Souza

Secretaria De Urbanismo:

Secretário: Wilber Schmidt Cardozo

?Educado, eu?? Ao criticar o cavalheirismo e a educação da seleção nesta Copa, Felipão abriu caminho para por a culpa no Parreira...

Ao criticar o cavalheirismo e a educação da seleção nesta Copa, Felipão abriu caminho para por a culpa no Parreira se o Brasil tropeçar a caminho do hexa!

José Serra diz a aliados que será candidato a deputado Segundo tucanos,ex-governador tomou a decisão porque teriapouco tempo de TV no horário eleitoral gratuito

O ex-governador José Serra avisou ontem aliados do PSDB que desistiu de disputar uma vaga no Senado e que deve disputar uma cadeira de deputado federal por São Paulo, como antecipou o blog de Sonia Racy.
Segundo tucanos, o ex-governador tomou essa decisão porque outros partidos da coligação que apoia Geraldo Alckmin à reeleição ao governo do Estado decidiram lançar candidatos próprios ao Senado, o que fragmentaria o seu tempo de TV no horário eleitoral gratuito.
A decisão de Serra ainda não foi comunicada oficialmente, mas o partido já discute o que fará com a vaga ao Senado.
Até o momento são dois os pré-candidatos a senador protocolados na legenda: os deputados federais José Aníbal e Antonio Carlos Mendes Thame, que é secretário geral do PSDB nacional e aliado de Aécio Neves, candidato à Presidência da República pelo partido.
"Estou disposto a ir até o fim", declarou Mendes Thame.
Como não há tempo hábil para realização de prévias, a convenção que consagrará a candidatura de Alckmin hoje aprovará uma cláusula delegando à Executiva do partido a decisão sobre o Senado.
Na semana passada o senador Aécio Neves visitou José Serra em São Paulo e pediu ao ex-governador que disputasse uma vaga ao Senado.
Serra teria sinalizado que aceitava a proposta. Mas teria mudado de ideia devido ao tempo reduzido que teria no horário eleitoral de TV.
A decisão de Serra de concorrer a deputado federal foi bem recebida pelo partido no Estado. A expectativa dos tucanos é que sua candidatura ajude a elevar a votação do PSDB na eleição proporcional e amplie o número de deputados eleitos pelo partido.
Já a campanha de Aécio Neves à Presidência espera que o PSDB lance pelo menos um candidato próprio ao Senado para que o número da legenda (45) seja "martelado" no eleitorado.

Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, vazou

Vazou, a atual Secretaria Municipal de Fazendo Sra. Emilia kawata esta revendo todos os atos da ex-secretaria municipal de fazenda Sra. Flavia, bem como o Projeto Comercio Legal. Porque será que a secretaria esta revendo todos os atos da ex-secretaria?

Neste caso como fica a situação Projeto Comercio Legal, uma vez que a ex-secretaria municipal de fazenda Sra. Flavia declarou em audiência publica na Câmara Municipal de Caraguatatuba que 50% do comercio do município encontram-se irregulares. 

Sobre os possíveis pré-candidatos do Litoral Norte

Seria bom que o Litoral Norte elegesse mesmo esses e mais outros cidadãos corajosos que puseram seus nomes na disputa incluindo o Chiquinho Conceição, Antônio Carlos Junior - (PSDB) e o Dr. João Lúcio Teixeira - (PROS) e o Hernaninho, que também tentarão se eleger deputados estaduais. O litoral tem boas chances de se fazer representar nos escalões mais altos da nossa política.

Chiquinho Conceição de Caraguá que vai tentar a eleição de deputado federal e vai fazer uma dobradinha com o Tuma, filho do Velho Delegado Romeu Tuma, que, segundo o simpático Chiquinho vai estourar nas urnas.


Já o vereador de São Sebastião Hernaninho - (PSC) vai disputar a eleição de deputado estadual, e confia o seu possível sucesso na dobradinha com o deputado Pastor Feliciano o homem da "cura gay". 


Justiça já.




Conselho Nacional de Justiça se posiciona e envia manifestação do Sr. José Luís para o Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Caros amigos vimos noticiar a todos qual foi a resposta dada pelo Conselho Nacional de Justiça em face de manifestação apresentada por José Luís com relação ao cumprimento de Sentença que condenou o prefeito de Caraguatatuba-SP.

Registro Ouvidoria/CNJ: 129477
Ao Senhor JOSE LUIS DAS NEVES

Em atenção à sua manifestação, informamos que, conforme dispõem os arts. 2º e 4º, III, da Resolução n. 103/2010/CNJ, a Ouvidoria do Conselho Nacional de Justiça é o canal de comunicação da sociedade com o CNJ, com vistas a orientar, transmitir informações e colaborar no aprimoramento das atividades desenvolvidas pelo Conselho, bem como promover a interação com os demais órgãos do Poder Judiciário visando o eficaz atendimento das demandas recebidas acerca dos serviços prestados.

Nesse sentido, informamos que sua manifestação foi transmitida, nesta data, à Ouvidoria do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para conhecimento, informações e providências apropriadas.

Acrescentamos que, sem prejuízo da providência informada, se entender adequado, poderá peticionar à Corregedoria do Tribunal em que tramita o referido processo, noticiando a demora alegada, ou promover uma Representação por Excesso de Prazo perante o Conselho Nacional de Justiça, nos termos do art. 78 do Regimento Interno do CNJ.

Orientações sobre como peticionar ao CNJ, contendo modelo de representação inclusive, podem ser encontradas em www.cnj.jus.br/comopeticionar

Para encaminhar petição ao CNJ, não é necessário constituir advogado.

Atenciosamente,
Ouvidoria
Conselho Nacional de Justiça
SEPN 514, bloco B, lote 7, sala 105 70760-542 Brasília (DF)

Telefone: (61) 2326-4607 / 2326-4608

Fonte: http://nossacaragua.blogspot.com.br/2014/06/conselho-nacional-de-justica-se.html

Investimento com apadrinhamento + Desperdício de dinheiro publico

Segundo informações a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba esta bancando a Pós-Graduação do CURSO DE GERENCIAMENTO DE CIDADES para pessoas que estão em cargos comissionados e alguns não moram no município e também não são eleitores de Caraguatatuba. Eu não consigo entender como a prefeitura pode investir em mão de obra que não será aproveitada no município.


Alem desta situação, eu gostaria de obter a informações FAAP de como esta a presença dos alunos de Pós-Graduação do CURSO DE GERENCIAMENTO DE CIDADES ministrado pela FAAP em Caraguatatuba, pago pela Prefeitura Municipal de Caraguatatuba. Segundo informações tem alunos faltando às aulas.


Porque será que os vereadores de Caraguatatuba não pedem o afastamento imediato do prefeito sabendo eles que o prefeito já está condenado pela Justiça e perdeu todos os recursos?

Esta sendo interpelando aos 15 (quinze) vereadores que afastem imediatamente o Prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB) do cargo, tendo em vista que ele já está condenado desde 24/06/2013.

Os moradores e eleitores de Caraguatatuba não sabem qual é o motivo da resistência ao quais os Vereadores da Câmara Municipal estão se apegando para não resolver logo esta situação que esta causando instabilidade ao município. Como é de conhecimento de todos, já ocorreu à decisão da JUSTIÇA não há mais o que fazer senão afastar IMEDIATAMENTE o Prefeito do Cargo.

Pois isto é cabível de acordo com previsão legal no Decreto Lei 201/1967. Caraguatatuba não pode continuar sendo gerida por prefeito que está com seus direitos políticos suspensos, e com já foi decidido pelo Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Os eleitores, empresários pedem celeridade na extinção do cargo do prefeito e que esta instabilidade venha ser logo solucionada.


Fica aí para todos tomarem conhecimento do que está ocorrendo em nossa cidade, pois isto passa uma insegurança jurídica muito grande, e viola o Estado Democrático de Direito, como também a Constituição Federal.


Triunfo de rejeitado Júlio César, 'tiroteio' e caça a Neymar são destaques pelo mundo; veja repercussão de vitória do Brasil

A vitória do Brasil sobre o Chile, em decisão por pênaltis, pelas oitavas de final da Copa foi destaque nos principais jornais do mundo.
Entre os tópicos que chamaram mais a atenção para os periódicos internacionais, estiveram o mau futebol do Brasil e a redenção do goleiro Júlio César.
O Daily Mail, um dos principais jornais ingleses, destacou a atuação heroica de Júlio Cesar. "Ave Cesar, Brasil escapa de maneira dramática, rejeitado do Queen's Park Rangers salva o dia e seleção vai às quartas de final", dizia a publicação.
A atuação excelente marca a redenção do goleiro, que falhou na partida de eliminação contra a Holanda, em 2010, e foi um dos ‘vilões' do fracasso brasileiro naquela Copa (o volante Felipe Melo, expulso, foi o outro).
O L'Equipe segue a mesma linha, também exalta o goleiro e destaca uma frase do brasileiro: "O Brasil precisava disso".
Críticas
Além do triunfo de Cesar, o fraco futebol brasileiro também foi destaque. O diário alemão Bild questiona a capacidade coletiva da equipe e afirma que "não dá para ser campeão apenas com Neymar".
Outro que destaca o sufoco pelo qual passou o Brasil é o prestigiado New York Times. O jornal mais famoso do mundo diz em sua manchete. "Brasil sobrevive a tiroteio", fazendo referência ao sufoco pelo qual passou a seleção.
Outro jornal com bastante prestígio, o Guardian criticou a dependência da seleção brasileira em Neymar. "Excesso de confiança pode acabar prejudicando ele", diz o jornal.
O argumento do jornal é que a centralização do jogo do Brasil em Neymar faz dele um alvo de marcadores violentos. No começo do primeiro tempo, o atacante sofreu entrada dura do zagueiro Vidal e disputou o resto da partida com dores.

Jornais destacaram Júlio Cesar e Neymar como personagens em vitória do Brasil (© Reprodução/DailyMail/Guardian)

Maradona detona Pelé e Beckenbauer por defesa à punição de Suárez: 'Idiotas que saíram do sarcófago'

Diego Maradona atacou Pelé e Beckenbauer em seu programa na televisão argentina (© Getty)

A defesa de Franz Beckenbauer e Pelé à sanção de nove partidas e quatro meses do futebol que a Fifa impôs a Luis Suárez deixou Diego Maradona "louco". Foi isso o que ele expressou em seu programa de televisão, o De Zurda.
"Esses dois, que saem do museu, saem para falar coisas estúpidas, porque são dois idiotas. O fazem porque assim manda o chefão", declarou, fazendo alusão ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, e que os dois recebem dinheiro da entidade que rege o futebol.
"Essas duas personalidades do futebol saíram do sarcófago e lhes disseram: venham, falem e defendam a Fifa", disse El Pibe.
Há alguns dias, o ex-jogador argentino apareceu em seu programa com uma camiseta que mostrava sua solidariedade a Suárez, quem a Fifa expulsou da Copa depois de morder Chiellini. O astro qualificou a punição como "uma injustiça" e como "uma vergonha" a postura de quem apoia a decisão.
"Fico louco com essa gente, porque estão defendendo algo indefensável", afirmou Maradona. "Hoje estive repassando algumas coisas estúpidas que disseram Pelé e Beckenbauer, que estavam de acordo com a Fifa. Claro, como não vão estar de acordo com a Fifa se são pagos por eles? É uma vergonha."
Além disso, o argentino fez críticas à postura dois dois quando estes eram atletas. "Deveriam estar calados. Pelé machucou vários companheiros de profissão, e Beckenbauer dava cada cotovelada no ombro que até poderia te matar", declarou.