ABI - Associação Brasileira de Imprensa

ABI - Associação Brasileira de Imprensa
Liberdade de Expressão e Ética

sábado, 17 de setembro de 2016

Lixo na calçada da av. Siqueira Campos / esquina

Guilherme Araújo visita a Praia do Camaroeiro e denuncia irregularidades...

Celso Pereira

Denuncia dos funcionário da empresa SOL de Caraguatatuba feita ao Blog d...

Quem autorizou?


NOTA DE ESCLARECIMENTO - No inicio desta semana chegou ao meu conhecimento uma denuncia anônima através de 01 (um) vídeo e 02 (duas) fotos, de que equipamento (tratores) com a logomarca da Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba estaria sendo usado em propriedade particular conhecida como (Pesqueiro Getuba). Para que não houvesse duvidas, entrei em contato com a ouvidora municipal Dra. Regina Rapoli informando o material recebido e solicitei através do requerimento nº 165.023.541.884 as seguintes informações:

1.    Esta maquina é de propriedade da Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba;
2.    Se for, quem autorizou;
3.    Acesso e copia digitalizada da ordem de serviço;

Após identificar através de adesivo de que o equipamento (trator) de que (em tese) pertence à Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Caraguatatuba, entrei em contato com a secretaria-adjunta da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESEP) senhora Denise de Oliveira informando a denuncia e solicitei esclarecimentos.

Segundo informações, o local em que a equipamento (trator) aparece no vídeo e nas fotos é uma propriedade particular e pertence a um diretor lotado na SESEP.


O caso tomou tamanha proporção e segundo informações foi encaminhado ao Ministério Público sob o protocolo nº 109110816 e na Policia Ambiental sob o protocolo nº 145804. O caso requer uma investigação firme por parte dos órgãos competentes e esclarecidos.

Vamos procurar o que fazer

Terrenos no bairro Getuba / Caraguatatuba sem muro, com mato alto, ratos, cobras e outros bichos...


1. A limpeza do terreno e que seja murado devido à quantidade de delinqüentes que adentram no terreno para fazer uso de drogas, localizado na rua: José Martins dos Santos, entre os números 105 e 355, no bairro Getuba;




2. A limpeza do terreno localizado na rua: José Martins dos Santos, 183, entre os números 348 e 173, no bairro Getuba;






SESEP aqui segue uma dica para o senhor secretario municipal de serviços públicos que vive atualmente batendo pernas ao lado de candidato... estou de olho...

O que restou de Eduardo Cunha depois da cassação


Após ler e analisar dezenas de editoriais de renomados colunistas políticos pactuo do mesmo pensamento do meu amigo e blogueiro Noblat e jornalista. É indiscutível que a perda de mandato do deputado não elimina a corrupção na política, mas ajuda na luta pela ética, da qual faz parte aprovar a PEC dos partidos
A votação final do pedido de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não prometia qualquer surpresa. Se houve alguma foi à magnitude da avalanche de votos pela volta dele à planície dos cidadãos comuns, sem foro privilegiado. Um sério problema para o ex-deputado, porque passou a ficar ao alcance do juiz federal Sérgio Moro, de primeira instância, um dos pólos da força-tarefa da Lava-Jato, em que o político é investigado e já virou réu.
Os 450 votos contra ele quando eram necessário 257 denunciam o clássico movimento de abandono de quem cai em desgraça, em busca de outro núcleo de poder. Hoje, o Planalto de Michel Temer. Mas a causa básica da débâcle de quem chegou à Câmara com um estilo de atuação nas sombras, para galgar a presidência da Casa e sonhar com vôos mais altos, foram os atos de corrupção investigados na Lava-Jato e o uso sem limites dos instrumentos de poder da presidência da Casa em benefício próprio, para tentar barrar o processo por quebra de decoro que o levaria à cassação.
Por isso, a pedido do MP, o Supremo o afastou do cargo e suspendeu o mandato. Eduardo Cunha mentiu de fato à CPI da Petrobras ao garantir não ter contas bancárias no exterior. Ao chegarem às provas do Ministério Público da Suíça, o deputado forjou a história da carochinha dos trusts, titulares imateriais de contas cujo dinheiro ele e a família usufruíam em viagens ao exterior.
É indiscutível que a cassação não remove as fundações do fisiologismo e clientelismo que existem na vida pública brasileira, cujas causas se tornaram estruturais. A cassação, no entanto, ajuda, e muito, na luta contra essas mazelas. Sem considerar a coincidência emblemática e feliz de a perda de mandato haverem ocorrido horas depois da posse da ministra Cármen Lúcia na presidência do Supremo Tribunal Federal, numa solenidade que escapou dos cerimoniais enfadonhos para ser vigorosa demonstração de compromisso de combate à corrupção na mais alta Corte da Justiça e na cúpula do MP.
Houve, nos debates que antecederam a auspiciosa votação contrária a Cunha, quem dissesse que em torno do agora ex-deputado havia um embate entre “direita” e “esquerda”, “conservadores” e “progressistas”, com estes saindo vencedores. Balela. Ocorreu, na verdade, algo muito além desse reducionismo: a Câmara se curvou a legítimas pressões da sociedade contra a roubalheira, à esquerda e à direita.
Muitos que acusaram o “conservador” Cunha foram aliados dele quando o PT cevava ampla base parlamentar com os mimos do fisiologismo. Importa, agora, o Congresso tratar das reformas para consertar a economia, e aprovar a proposta de emenda à Constituição dos senadores tucanos Ricardo Ferraço (ES) e Aécio Neves (MG), aprovada ontem na CCJ do Senado, para cauterizar dois dos principais focos da degradação da política brasileira: a multiplicidade de partidos sem representação, a ser reduzida via cláusula de desempenho  um mínimo de votos nacionais e regionais para a legenda ter acesso à representação parlamentar plena, e o fim das coligações em eleições proporcionais, pelas quais o eleitor elege quem não conhece.

Eduardo Cunha e outros não surgiram por acaso.

Globo vai manter personagem de Montagner em 'Velho Chico' Segundo a nota da Globo, a decisão é uma "homenagem ao ator Domingos Montagner e ao grande trabalho realizado por ele na construção de Santo"



A produção de "Velho Chico" decidiu contar até o final a história de Santo dos Anjos, protagonista da história interpretado pelo ator Domingos Montagner. 


O ator morreu afogado no rio São Francisco na quinta-feira (15), durante um intervalo das gravações em Canindé do São Francisco (SE).

A produção de "Velho Chico" decidiu contar até o final a história de Santo dos Anjos, protagonista da história interpretado pelo ator Domingos Montagner. O ator morreu afogado no rio São Francisco na quinta-feira (15), durante um intervalo das gravações em Canindé do São Francisco (SE).

Após impeachment, Dilma estreia em programas eleitorais Ex-presidente participou de programas das campanhas de Jandira Feghali (PC do B), no Rio, e de Raul Pont (PT), em Porto Alegre

A ex-presidente Dilma Rousseff apareceu pela primeira vez nesta sexta-feira (16) em horário eleitoral após sofrer o impeachment. Ela participou de programas das campanhas de Jandira Feghali (PC do B), no Rio, e de Raul Pont (PT), em Porto Alegre.


Em suas falas, além de exaltar a história dos candidatos, Dilma faz referência ao posicionamento de ambos durante o processo que sofreu no Congresso. Sobre Pont, diz que ele é "acima de tudo, um democrata".
Já para Feghali, como adiantado pela coluna "Painel", a ex-presidente afirma que "é nos momentos mais difíceis que conhecemos a lealdade".
"Para firmar os valores da democracia e defender as conquistas sociais ao lado dos que mais precisam, o Rio tem Jandira. Nela, a gente pode confiar", disse, na propaganda da candidata.
"Será a primeira prefeita dessa cidade maravilhosa porque, mesmo com toda a injustiça, nosso sonho não vai terminar", acrescentou.
Antes de Dilma aparecer, Feghali defendeu a petista e disse que "condenaram Dilma sem crime e agora acusam o Lula sem nenhuma prova".
A ex-presidente participará de ato da campanha no Rio, na quarta-feira (21). Na quinta (22), desembarca em Salvador para apoiar a candidata a prefeita Alice Portugal (PC do B). 

"Vamos encerrar com dignidade", diz Serrado sobre 'Velho Chico' Marcelo ajudou nas buscas pelo corpo do colega de elenco Domingos Montagner, morto por afogamento ontem (15), no rio que leva o nome da série global

A Globo ainda não se pronunciou oficialmente, mas a previsão é de que as gravações de "Velho Chico" sejam retomadas provavelmente no próximo domingo. O ator Marcelo Serrado, que interpreta Carlos Eduardo na trama, informou que ele, Camila Pitanga, Marcos Palmeira e a equipe da novela irão, ainda nesta sexta-feira, 16, a São Paulo para acompanhar o velório de Domingos Montagner e devem voltar a Sergipe amanhã (17).


Marcelo ajudou nas buscas pelo corpo do colega de elenco Domingos Montagner, morto por afogamento ontem (15), no rio que leva o nome da série global.
"Estamos todos devastados, em cacos, tentando reunir o que temos para terminar este trabalho de forma digna, em homenagem ao Domingos", disse Serrado. "A Camila está no quarto dela, arrasada, tentando sobreviver, como todos nós", lamentou.
O ator contou que quando chegaram as primeiras notícias do desaparecimento de Domingos ele estava no meio de uma gravação em Alagoas. Serrado sugeriu, então, que a equipe usasse a própria lancha para irem ao local do acidente e ajudar na busca.
"Quando cheguei próximo à margem e vi aquele aglomerado de pessoas, realizei que era algo sério. Eu ainda estava com o figurino do personagem, mas continuei ali procurando, para ver se ele estava agarrado a alguma pedra ou algo assim. Fiz exatamente o que ele teria feito por mim", segundo a colunista Patrícia Kogut.
Serrado acrescentou que a dupla mergulhou num local onde vários outros atores já haviam se banhado. E acrescento que, apesar dos perigos do local, não há nenhuma sinalização que indique isso.
"Foi uma fatalidade, algo que poderia ter acontecido comigo, com qualquer um de nós. E é muito louco como a vida e a arte se misturaram nesse caso. O rio puxou o Domingos, puxou o Santo, parece que queria ele", disse.
O ator Domingos Montagner será enterrado neste sábado (17), no Cemitério da Quarta Parada, zona leste de São Paulo. O corpo está sendo transportado e deve chegar a São Paulo por volta das 16h desta sexta-feira (16).

Delação premiada da Odebrecht citará, em anexo, Michel Temer As delações premiadas, cada anexo significa uma história contada sobre determinado assunto ou pessoa


A construtora Odebrecht aprontou um anexo exclusivo apenas sobre o atual presidente Michel Temer, em seu acordo de delação premiada, que está em negociação com a força-tarefa da Lava Jato.


De acordo a revista Época, nas delações premiadas, cada anexo significa uma história contada sobre determinado assunto ou pessoa, incluindo o elenco de provas a serem apresentadas. 

No caso da Odebrecht já são mais de 90 anexos realizados.

Ciclista iraniano sofre grave acidente nos Jogos Paralímpicos A imprensa italiana informou que o atleta teria morrido logo após o acidente, mas o Comitê Rio-2016, organizador dos Jogos, não confirma a informação



O ciclista iraniano Bahman Golbarnezhad, de 48 anos, sofreu um grave acidente na manhã deste sábado na prova de ciclismo de estrada C4-5, disputada no Pontal, na zona oeste do Rio. Ele caiu durante uma descida na primeira volta. Na queda, ele bateu forte a cabeça.


A imprensa italiana informou que o atleta teria morrido logo após o acidente, mas o Comitê Rio-2016, organizador dos Jogos, não confirma a informação. Segundo o comitê, o atleta foi encaminhado a um hospital da região para receber atendimento e seu estado de saúde não foi informado.
Golbarnezhad já havia participado de outra prova do ciclismo de estrada, a de contrarrelógio, na mesma categoria, na última quarta-feira, ficando em 14º lugar. Ele também disputou os Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012.
Em agosto, durante os Jogos Olímpicos, a ciclista holandesa Annemiek van Vleuten também sofreu um grave acidente durante uma descida na prova de ciclismo de estrada. Na ocasião, contudo, o circuito era outro - ela se acidentou no local conhecido como Vista Chinesa. Annemiek chegou a ficar na UTI, mas três dias depois recebeu alta hospitalar.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro