A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Trem bate em estação de Nova Jersey e deixa 3 mortos e mais de 100 feridos


Três pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas, algumas em estado grave, quando um trem descarrilou e bateu em uma estação de Hoboken, em Nova Jersey, durante a hora do rush na manhã desta quinta-feira, segundo uma autoridade da área de transporte e a mídia norte-americana.
A estação é usada por muitos passageiros que vão de Nova Jersey para Manhattan, em Nova York.A rede MSNBC disse que três pessoas morreram no acidente, citando fontes médicas. De acordo com uma porta-voz do Departamento de Trânsito de Nova Jersey, mais de 100 pessoas ficaram feridas, algumas com gravidade. A porta-voz não disse se houve mortes.
Fotografias publicadas por passageiros mostraram um vagão do trem que aparentava ter batido e atravessado um cruzamento da estação, derrubando parte do teto e deixando destroços no local.
A estação é usada por muitos passageiros que vão de Nova Jersey para Manhattan, em Nova York.
O departamento de trânsito informou em publicação no Twitter que o serviço ferroviário dentro e nos arredores da estação de Hoboken foi suspenso por conta de um acidente de trem.
(Reportagem de Laila Kearney, David Ingram e Amy Tennery)
Emergency workers give aid to an injured person at New Jersey Transit's rail station in Hoboken, New Jersey September 29, 2016.
A commuter train crashed into a station in New Jersey during the morning rush hour on Thursday, officials said, with dozens of
Emergency officials stand outside of the Hoboken Terminal following a train crash, Thursday, Sept. 29, 2016, in Hoboken, N.J. A commuter train crashed into the rail station during the morning rush hour, causing serious damage. (AP Photo/Julio Cortez)
Emergency workers help an injured person at New Jersey Transit's rail station in Hoboken, New Jersey September 29, 2016.
A commuter train crashed into a station in New Jersey during the morning rush hour on Thursday, officials said, with dozens of people
Emergency personnel arrive at the scene of a train crash in Hoboken, N.J. on Thursday, Sept. 29, 2016. A commuter train barreled into the New Jersey rail station during the Thursday morning rush hour, causing serious damage. (AP Photo/Joe Epstein)
This photo provided by Ian Samuel shows the scene of a train crash in Hoboken, N.J., on Thursday, Sept. 29, 2016. A commuter train barreled into the New Jersey rail station during the Thursday morning rush hour, causing serious damage. The train came to

Candidato morto em atentado tinha 110 milhões em bens


O candidato à prefeitura de Itumbiara, José Gomes da Rocha (PTB), conhecido como Zé Gomes, declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um patrimônio no valor de 110.808.417,35 reais. Zé Gomes foi morto a tiros durante um atentado enquanto fazia carreata com correligionários pelas ruas da cidade nesta quarta-feira.
José Gomes da RochaEntre os bens declarados por Zé Gomes estão três apartamentos que, somados, chegam a 1,4 milhão de reais, 440 cabeças de gado avaliadas em 528 mil reais, 270 mil reais em espécie, mais de 100 milhões de reais em terras dividas em dez fazendas, além de carros e maquinário agrícola. O candidato do PTB também mantém uma lavoura de cana de açúcar avaliada em quase 4 milhões de reais.
Zé Gomes era o candidato à prefeitura de Itumbiara que mais arrecadou e era líder nas pesquisas de intenção de voto. Suas doações somam 191 mil reais – desses, 180 mil foi uma doação realizada pelo próprio Zé Gomes.
Entenda o atentado
Zé Gomes e um grupo de correligionários faziam uma carreata pelas ruas de Itumbiara quando um Fiat Siena preto com placa fria, registrada em Curitiba, veio na direção contrária. Um homem desceu do carro e com uma pistola em punho correu em direção à caminhonete onde estavam o candidato à prefeitura, o vice-governador José Eliton (PSDB), e o advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende e outros apoiadores. Ao se aproximar, o atirador reconheceu um policial militar sem farda que corria ao lado da picape e atirou. Em seguida abriu fogo contra Zé Gomes e acabou por atingir também o vice-governador.
O atentado causou pânico nas ruas da cidade e deixou três mortos – o candidato Zé Gomes, o policial militar Vanilson Rodrigues que fazia a segurança do vice-governador e o atirador que foi identificado pela Polícia Civil de Goiás como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura da cidade. O vice-governador Eliton e o advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, ficaram feridos, mas foram socorridos e não correm risco de vida.

Cheirinho de eliminação: memes massacram Flamengo após derrota

Após vencer o jogo de ida por 1 a 0 em Santiago, no Chile, o Flamengo recebeu o Palestino em Cariacica e acabou derrotado por 2 a 1, resultado que o eliminou da Sul-Americana. Após a partida, a internet foi dominada por memes de zoação ao Rubro-Negro. Confira os melhores na galeria.

Cheirinho de eliminação: memes massacram Flamengo após derrota

Tite fica com 2º maior salário entre técnicos de seleção após demissão de Allardyce, diz jornal


Recuperar a credibilidade da seleção brasileira não é barato. Segundo o jornal Daily Mail, o técnico Tite tem agora o segundo maior salário entre os comandantes de seleções pelo mundo. Ele assumiu o posto com a demissão do técnico Sam Allardyce da seleção inglesa por conta de escândalos com empresário.

Tite ficou com o segundo maior salário entre os treinadores de seleçõesAllardyce ganhava nada menos que 3 milhões de libras (R$ 12,6 mi) por ano na seleção inglesa. Um salário astronômico que não o impediu em envolver em escândalos. Ele acabou deixando o cargo por ser flagrado negociando com supostos empresários um acordo avaliado em 400 mil libras (R$ 1,68 milhão) para representar uma empresa de investidores asiática e fazer palestras em determinados eventos.
O curioso é que quem assume o posto de mais bem pago no mundo não é ninguém lá muito conhecido. O maior salário agora é de Fatih Terim, comandante da seleção turca: 2,7 milhões de libras (R$ 11,3 mi) por ano.
Já Tite fica com o segundo posto com 2,5 milhões anuais de libras (R$ 10,5 mi). O que o deixaria com um salário mensal de R$ 875 mil.
O ‘pódio' da lista é completado por Joachim Low, da Alemanha: 2,15 milhões de libras anuais (R$ 9 mi). Jurgen Klinsmann, da seleção dos EUA, e Carlos Queiroz, do Irã, fecham os cinco primeiros.

Exclusivo: Pratto revela ofertas, motivo da permanência no Galo e planeja se transferir para a Europa em janeiro

Clubes do futebol chinês, espanhol e inglês tentaram tirar Lucas Pratto do Atlético-MG nos últimos meses. O Urso, no entanto, seguiu no Galo, para alegria da Massa, que além de ver um ídolo permanecer no clube, celebra sua boa fase recente, desde que voltou a atuar como centroavante, com três gols importantíssimos nos últimos três jogos, ajudando o Alvinegro a passar pela Ponte Preta na Copa do Brasil, vencer o Internacional em jogo fundamental pelo Brasileirão e anotando o tento do triunfo sobre o Juventude, nesta quarta-feira (28), pelo jogo de ida das quartas de final do mata-mata nacional.
A vantagem de 1 a 0 para o duelo de volta é pequena, mas já é alguma coisa, e o Galo não sofreu gols em casa, o que faz muita diferença. No entanto, o desempenho foi decepcionante e o clube mineiro sofreu, principalmente no segundo tempo, com um homem a menos após a expulsão de Carlos César, para conseguir um triunfo importante em uma noite sem inspiração técnica de seus jogadores, que não foram bem individualmente, e, mais uma vez, mostraram um time desorganizado taticamente e coletivamente. Pratto, porém, salvou o Atlético-MG, iniciando e finalizando a jogada do gol atleticano.
A boa e decisiva fase no Galo e as convocações e boas atuações, inclusive com um gol contra a Venezuela, pela seleção argentina nas Eliminatórias, valorizam ainda mais o atacante, que já era cobiçado no mercado. Muitos acreditam que o Atlético-MG não conseguirá segurar Pratto na próxima oferta que chegar para o presidente Daniel Nepomuceno, principalmente se a proposta vier do futebol europeu.
Em entrevista exclusiva à Goal Brasil, Pratto comentou a possibilidade de jogar na Europa, revelou seus objetivos e também explicou porque seguiu no Atlético-MG e não se transferiu para Espanha, Inglaterra ou China. "Tive propostas da Europa e da China, mas sempre que chega algo, eu falo para conversarem com o presidente. O que for melhor para o clube e para o jogador sempre será decidido. Não fui porque economicamente e esportivamente era bom para mim ficar, e foi a melhor decisão", afirmou.
"Temos muitos jogos pela frente e em dezembro a janela da Europa abre de novo. Se eu for sair, mas ninguém ainda falou nada e o presidente também não sabe o que quer, se é que chegou alguma proposta, a minha ideia é sair para algum clube da Europa, contanto que a proposta seja boa primeiro para o clube e depois para mim. Mas ainda tem muito tempo pela frente, estou no clube, temos muitos jogos e muito o que competir e conquistar aqui, então estou tranquilo e não penso muito nisso", completou.
"Meu sonho agora é seguir jogando pela seleção argentina e ser campeão brasileiro e da Copa do Brasil com o Atlético. Não penso muito na frente. Também quero jogar na Europa, mas só se for uma proposta boa para mim e para o clube. Nesse caso, sentaremos com o presidente e com o clube que quer me contratar e ver se é bom para mim, para o clube, esportivamente e financeiramente."
​(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
"Se eu tiver que ir, tudo bem, e se eu ficar, tudo bem também, porque estou feliz aqui e sei que estou fazendo as coisas bem e o clube me quer. Eu sempre fiz isso na minha carreira: 'fale com o presidente e que ele seja honesto comigo. Se ele quiser me vender, que seja uma oferta boa para mim e para o clube'", concluiu.
Gratidão ao Vélez
Antes de se tornar ídolo no Atlético-MG e ser convocado para a Argentina, Pratto se destacou no Vélez Sarsfield. Artilheiro do Campeonato Argentino e eleito o melhor jogador do país em 2014, ele conquistou o Torneio Inicial em 2012 e teve outros vários momentos de brilho na equipe.
O Urso foi revelado pelo tradicional Boca Juniors, mas não conseguiu ter espaço e se destacar nos Xeneizes. Após rodar por equipes menores, ele ganhou uma chance no Universidad Católica e não decepcionou, se destacando já na Libertadores de 2011, quando foi muito bem, curiosamente, numa vitória dos chilenos sobre o Vélez Sarsfield, por 4 a 3, com dois gols dele. Naquele mesmo torneio, o atacante ainda marcou duas vezes contra o Grêmio, nas oitavas de final, e teve o mesmo número de tentos de Neymar, que brilhou no Santos campeão, com seis bolas nas redes.
Pratto foi rapidamente contratado pelo Genoa, mas não se deu bem na Itália. Quem aproveitou a oportunidade de contratá-lo sem precisar gastar muito foi o próprio Vélez Sarsfield, que tinha conhecido o talento do atacante da pior maneira.
O caminho de Pratto até a regularidade com vários bons momentos no Vélez Sarsfield, foi cheio de altos e baixos. A chance aproveitada na equipe até hoje é motivo de agradecimento do Urso, que garante: se for voltar para o futebol argentino, voltará para o Vélez, mesmo tendo começado no Boca.
"Daqui há muitos anos, se eu quiser voltar para a Argentina, minha prioridade é voltar para o Vélez Sarsfield, porque eles abriram a porta em um momento difícil para mim. Se na época, eles não me quiserem, aí abro o leque para outros clubes da Argentina. Obviamente eu comecei no Boca, mas o Vélez também fez muitas coisas por mim, e na vida nós precisamos ser agradecidos. Por isso, a prioridade sempre será do Vélez."
Confira, nesta sexta-feira (30), a terceira parte da entrevista exclusiva com Lucas Pratto

Final da Libertadores em jogo único divide cartolas e pode não sair do papel

A Conmebol se encontra dividida em torno da disputa da final da Libertadores em jogo único a partir de 2017.
Falta de tradição e logística pesam contra a propostaA definição em torno do assunto será feita em reunião da entidade, no próximo domingo, em Bogotá, na Colômbia, mas, entre outros fatores, são citados a logística e a falta de cultura local como dificultadores nesse sentido. Um dos exemplos dados foi a decisão deste ano entre Atlético Nacional-COL e Independiente del Valle-EQU e o seu possível atrativo em campo neutro.
Existe a predileção do presidente da entidade, Alejandro Dominguez, em realizar, ainda assim, o teste em ao menos uma edição.
Se confirmado, ficou definido que a partida seria disputada num sábado.
A proposta surgiu a partir de relatório que considerou a parte comercial e também técnica.
"Analisando estatística de finais da Libertadores, (time) local no segundo jogo ganhou 7 de 10. Justiça esportiva exige final única em campo neutro", afirmou o Dominguez, através de sua conta no Twitter.
A votação do tema acontece no próximo fim de semana.
A expectativa é todas essas novidades geram um aumento de receita anual para os clubes de mais de 25%.
"Não entramos em detalhes de valores. A expectativa é bem ambiciosa, em relação ao pleito dos clubes. A Conmebol tem um projeto muito ambicioso de aumento de valores na Libertadores e na Sul-americana no próximo ano. A gente acabava que tinha que optar, tínhamos essa distorção. A Sul-Americana vai ter os clubes eliminados da Libertadores", explicou o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, durante coletiva nesta quinta-feira.
O Atlético Nacional-COL é o atual campeão da Libertadores.

CBF indica que Brasileirão definiria vaga extra do Brasil na Libertadores

(Foto: Divulgação Conmebol)A mudança de formato e o aumento do número de clubes provavelmente irá fazer parte da Copa Libertadores de 2017. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) irá oficializar as modificações no domingo, em reunião na cidade de Bogotá (Colômbia), mas a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já se antecipou e colocou que, caso seja confirmada uma vaga extra para o país, o classificado vai sair do Campeonato Brasileiro.
“Não há possibilidade de convite para a Libertadores, então a gente entende que havendo vaga para o Brasil, naturalmente viria pelo Campeonato Brasileiro, então o G4 passaria a ser G5”, disse o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, nesta quinta-feira.
Flores explicou que o principal objetivo deste projeto de mudanças é o fortalecimento nos níveis técnico e financeiro das competições continentais. “A perspectiva é que num futuro próximo elas possam dar retornos técnicos e financeiros almejados pelos clubes”, completou.
A partir de 2017, a Libertadores teria 42 equipes. Assim, sua duração seria de fevereiro a novembro e passaria por duas fases preliminares antes de entrar na tradicional etapa de grupos. Outras novidades previstas são a final em jogo único e campo neutro e a classificação do campeão da Sul-Americana diretamente para a fase de grupos da Libertadores.
O diretor também afirmou que os clubes brasileiros não mais terão de optar entre a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. Segundo ele, as equipes poderão disputar os dois torneios. “Optar pela Sul-Americana ou Copa do Brasil deixa de existir, e isso é muito positivo. A Copa do Brasil é uma competição consolidada, muito atraente e a gente faz questão de não mexer na estrutura central dela. Nossa ideia é fazer com que os clubes possam disputar a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e as duas competições continentais (Libertadores e Sul-Americana), sem ter que optar”, explicou, indicando a possibilidade de pequenas mudanças no formato da competição. “A expectativa é que a Copa do Brasil seja encurtada. Não será tão extensa, mas ainda não posso divulgar. Faz parte do projeto. O clube não terá mais que escolher, vai jogar as duas competições nacionais e as duas continentais”, finalizou.

Aos 93 anos, mãe de Dilma não sabe sobre o impeachment

A ex-presidente Dilma Rousseff se emocionou durante sua primeira entrevista exclusiva para uma emissora nacional depois do impeachment. Durante a conversa com o jornalista Bob Fernandes, da TVE Bahia, a ex-presidente contou que sua mãe de 93 anos são sabe que ele teve o mandato cassado.
"A minha mãe está com 93 anos e agradeço a Deus e a todas as forças que ela não saiba. Ela está indo para outro plano já", disse.
A ex-presidente comentou o episódio que envolveu o sacrifício de seu cão, Nego. À época, ela foi acusada de mandar matar o cachorro para não levá-lo com a mudança do Alvorada.
“Tinha e teve um viés misógino, machista em relação à figura que construíram de mim. Suportei muitas coisas. Uma das coisas que fiquei extremamente magoada foi a história do cachorro. Eu nunca deixei de ter cachorro, tive a vida inteira. Eu tinha cinco cachorros, todos eles eu herdei, dois foram do ex-presidente Lula, eu os criei, o meu tinha 13 anos, e uma que eu peguei na rua, uma que eu ganhei. O meu cachorro de 14 anos era um labrador, fiz de tudo para ele não morrer, mas aí ele teve duas doenças, por isso que ele foi sacrificado. Aí virei assassina de cachorro", relembra.

O iImpeachment de Dilma foi um 'tropeço na democracia' assim disse Lewandowski

Ministro Ricardo Lewandowski
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, lamentou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e classificou o episódio como "um tropeço na democracia". O comentário foi feito durante uma de suas aulas na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde o ministro leciona Teoria do Estado. Lewandowski foi responsável pela condução do julgamento de Dilma no Senado. A gravação foi registrada na última segunda-feira, 26, pela revista Caros Amigos.

Antes de encerrar a aula, Lewandowski criticou o presidencialismo de coalizão, que considerou ser fruto da Constituição de 1988, com o aumento dos partidos, mas também de um "erro" do Supremo, que acabou com a cláusula de barreiras. "Deu no que deu. Nesse impeachment que todos assistiram e devem ter a sua opinião sobre ele. Mas encerra exatamente um ciclo, daqueles aos quais eu me referia, a cada 25, 30 anos no Brasil, nós temos um tropeço na nossa democracia. É lamentável. Quem sabe vocês, jovens, consigam mudar o rumo da história."
Lewandowski também criticou a iniciativa do governo Michel Temer de propor a reforma do ensino médio através de uma medida provisória, na semana passada, sem consultar a população. "Grandes temas como o estatuto do desarmamento tiveram um plebiscito para consultar a população. Agora a reforma do ensino médio é proposta por medida provisória? São alguns iluminados que se fecharam dentro de um gabinete e resolveram tirar educação física, artes? Poxa, nem um projeto de lei não foi, não se consultou a população", declarou Lewandowski.
Ele afirmou ainda que "o Estado democrático de Direito é aquele que amplia direitos e complementa a democracia representativa mediante a participação popular". Para Lewandowski, "todas as leis importantes" só deveriam entrar em vigor após um plebiscito ou um referendo regulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo, segundo Lewandowski, poderia ser estipulado em alguns meses pelo próprio TSE. "A iniciativa legislativa tinha que ser facilitada também, pois o número de assinaturas mínimo é praticamente impossível", comentou aos alunos.