A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 17 de dezembro de 2016

Governo exonera diretor acusado de desviar royalties Marco Antonio Valadares Moreira foi alvo da PF na Operação Timóteo

O governo de Michel Temer exonerou Marco Antonio Valadares Moreira do cargo de diretor de Procedimentos Arrecadatórios do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia. 
Marco Moreira e a mulher dele, Lilian Amâncio Valadares Moreira, foram alvo de mandado de prisão na Operação Timóteo da Polícia Federal, deflagrada na sexta-feira e que investiga suposto esquema de corrupção e desvio de recursos relativos aos royalties da mineração, pagos a municípios brasileiros. 
Ele é investigado por, supostamente, "apoiar" lavagem de dinheiro obtido de forma criminosa. O pastor negou envolvimento com o esquema investigado e justificou ter sido levado para depor por causa de uma "doação pessoal" de R$ 100 mil que recebeu de um empresário.
No caso do agora ex-diretor do DNPM Marco Moreira, a PF sustenta que ele, detentor de informações privilegiadas a respeito de dívidas de royalties, oferecia os serviços de dois escritórios de advocacia e de uma consultoria a municípios com créditos da  Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) junto a empresas.
De acordo com os investigadores, em parceria com a mulher, Lilian, ele procurava prefeitos interessados em ingressar no esquema. Um escritório de Lilian seria o responsável por repassar dinheiro a agentes públicos.
A diretoria que era comandada por Moreira tem a responsabilidade de gerenciar a arrecadação dos royalties e distribuir às prefeituras. Neste ano, a receita da CFEM já alcança R$ 1,6 bilhão.

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 36 milhões na próxima terça Setenta e dois apostadores acertaram a Quina e poderão sacar quase R$ 40 mil


Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 36 milhões na terça | Foto: Mauro Schaefer / CP / Memória
Ninguém acertou os números do concurso 1886 da Mega-Sena sorteados na noite deste sábado em Canto do Buriti, Piauí. De acordo com a Caixa Econômica Federal, a previsão de prêmio para o próximo sorteio, terça-feira, é de R$ 36 milhões.

As dezenas sorteadas foram 03-07-15-40-45-54.
Pelo menos 72 apostadores acertaram a Quina e vão receber R$ 39.561,62. Já 6962 apostas levaram a Quadra e o prêmio de R$ 584,48.

Moro se irrita e manda PF excluir nome de Toffoli de relatório Juiz da Lava Jato ficou indignado com menção ao magistrado e pediu a exclusão

Presença do nome do ministro Dias Toffoli em relatório irritou Sérgio Moro | Foto: Fellipe Sampaio / SCO / STF / Divulgação / CPO juiz federal Sérgio Moro mandou a Polícia Federal retirar o nome do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, do Relatório 744/2016 que contém a análise de material apreendido com o economista Maurício Bumlai, filho do pecuarista José Carlos Bumlai, preso e condenado na Operação Lava Jato.
Entre as anotações de Maurício, os federais encontraram contatos telefônicos de quadros importantes do PT e o nome de Toffoli. No relatório, o agente da PF Antonio Chaves Garcia escreveu que "a família Bumlai, em razão dos contatos encontrados, detinha uma influência política muito grande durante o período em que o Partido dos Trabalhadores (PT) estava no poder" e, ainda, que "a influência não era somente em agentes políticos da Administração Pública, mas também na Suprema Corte, na pessoa do Ministro Tofffoli".
O documento, enviado na sexta-feira ao delegado Filipe Hille Pace - que preside investigação sobre Bumlai - faz uma ressalva: "A simples menção a nomes e/ou fatos contidos nesse relatório, por si só, não significa o envolvimento, direto ou indireto, dos citados em eventuais delitos objeto da investigação em curso."
Nesta segunda-feira, Moro ordenou a exclusão do nome de Toffoli do relatório. O juiz da Lava Jato demonstrou irritação com a menção ao ministro do Supremo "sem base qualquer".
"Apesar da ressalva, o fato é que a conclusão anterior não tem base empírica e é temerária. O fato de algum investigado possuir, em sua agenda, números de telefone de autoridades públicas não significa que ele tem qualquer influência sobre essas autoridades", advertiu Moro. "Assim, o relatório, sem base qualquer, contém afirmação leviana e que, por evidente, deve ser evitada em análises policiais que devem se resumir aos fatos constatados."
Moro mandou intimar "com urgência, por telefone", o delegado Filipe Pace "para, em três dias, refazer o referido relatório, retirando dele conclusões que não tenham base fática e esclarecendo o ocorrido". Moro determinou ao delegado que tome "as devidas cautelas para evitar a repetição do ato".
Logo após a ordem de Moro, o delegado federal anexou aos autos da investigação a informação de que será solicitado ao Núcleo de Análise do Grupo de Trabalho-Lava Jato "a confecção de novo documento investigativo para o fim de que seja retirado o trecho manifestamente inserido por ocasião de erro material, haja vista que do corpo do relatório é faticamente e probatoriamente impossível se atribuir suposta influência de José Carlos Bumlai sobre Sua Excelência o ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli".

Ministro da Justiça quer erradicar comércio e uso de maconha no Brasil Alexandre de Moraes pretende focar principalmente nas plantações em território paraguaio

Ministro da Justiça quer erradicar comércio e uso de maconha no Brasil | Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil / CPO Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, quer erradicar o comércio e uso de maconha no País. O objetivo integra os termos do Plano Nacional de Segurança, cujo conteúdo foi apresentado a especialistas e pesquisadores da área no
início desta semana e já foi alvo de críticas. Para isso, Moraes pretende focar principalmente nas plantações em território paraguaio, considerado um dos principais exportadores do entorpecente no continente, mas há também o objetivo de realizar parcerias para combater laboratórios da droga na Bolívia e no Peru.
A intenção ambiciosa vai, de acordo com especialistas ouvidos pela reportagem, na contramão da política antidrogas na maior parte do mundo, que tem avançado em debates pela descriminalização e legalização da maconha frente a opção da "guerra às drogas".
Mesmo assim, a pasta pretende injetar recursos para fazer com que o fluxo da droga diminua e, eventualmente, cesse em todo o território nacional.
Moraes convidou representantes de cinco instituições civis que atuam na área da segurança para apresentar o conteúdo do plano, que está em elaboração e tinha previsão inicial de lançamento para este mês. Em duas horas e meia, o ministro detalhou como deverá ser executada a iniciativa, mostrando informações em mais de 90 slides de uma apresentação de power point. Quando se referiu a um dos eixos do plano, o combate a crimes transnacionais, Moraes expôs, em um slide com uma planta de maconha ilustrativa, a sua visão sobre o assunto. Em viagem ao Paraguai em julho deste ano, o ministro foi visto cortando pés de maconha munido de um facão.
"É uma ideia absolutamente irreal, de uma onipotência, querer reduzir drasticamente a circulação de maconha na América do Sul, como ele falou. É grave ele achar que vai ter esse poder. O plano Colômbia fez com que os Estados Unidos injetassem bilhões de dólares contra as plantações de coca e isso não foi suficiente", disse Julita Lemgruber, coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes e ex-diretora-geral do sistema penitenciário do Estado do Rio, que participou do encontro no gabinete da presidência em São Paulo, localizado na Avenida Paulista.
Em novembro, Moraes já havia participado de um encontro com países do Cone Sul para discutir combate ao crime na região de fronteira. Na oportunidade, ele destacou a necessidade de se aumentar o número de operações coordenadas com os vizinhos, ampliando a cooperação entre as polícias. Além do combate às drogas, compõe o eixo de crimes transnacionais, o enfrentamento ao tráfico de armas, ao tráfico de pessoas e ao contrabando.
"Comecei a trabalhar na área da segurança nos anos 1980. Estou nessa há 30 anos, me sentei com vários ministros e ouvi vários planos, mas esse é o pior", completou Julita. Isso porque, segundo ela, além da proposta no campo das drogas, o plano se estende por outros três eixos (combate à violência doméstica, redução de homicídios e modernização do sistema penitenciário) e peca por ser "megalomaníaco", com ideias que "custariam um orçamento que ele não tem".
A reportagem ouviu outras duas pessoas que participaram do encontro e ratificaram o conteúdo das propostas, também fazendo críticas ao que consideraram mais um manifesto com pouco foco. Em comum, a ponderação de que a atuação do Ministério da Justiça não conta com propostas de outros setores do governo, principalmente da área social, e tem contra si poucas e frágeis ideias no campo da prevenção dos homicídios, em especial direcionada à população jovem negra da periferia.
O plano aborda quatro eixos de prevenção: capacitação para agentes de segurança - visando a reduzir a letalidade policial -, aproximação entre polícia e sociedade - com aperfeiçoamento dos conselhos comunitários de segurança - inserção e proteção social - focado na redução da violência doméstica - e cursos profissionalizantes de arquivistas. Esta última ideia, classificada como inusitada e ingênua por mais de um especialista, foi explicada por Moraes: como o Arquivo Nacional está sob controle da pasta de Justiça, há a possibilidade de os profissionais oferecerem tal curso.
Recuo
O Ministério da Justiça decidiu recuar da intenção de usar verbas do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para investimentos na polícia dos Estados e na Força Nacional, inclusive para compra de equipamentos e pagamento de salários. O Estado divulgou em novembro que Moraes já havia preparado uma minuta de Medida Provisória prevendo a alteração na previsão de uso das verbas do fundo visando a principalmente ter margem para investir os recursos.
A decisão ocorreu após a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmen Lúcia, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, segundo apurou o Estado, procurarem a pasta para informar que, caso a medida fosse tomada, ela seria judicializada imediatamente. O STF determinou em julgamento em setembro de 2015 que as verbas, que hoje somam cerca de R$ 3 bilhões, não podem mais ser contingenciadas. O presidente Michel Temer informou em outubro que R$ 788 milhões devem ser liberados no início do ano que vem.
Em nota divulgada neste sábado, o ministério disse que os valores deverão ser descontingenciados para o próprio sistema penitenciário, "com prioridade absoluta para construção de presídios, estabelecimentos semiabertos e efetivação de melhores e mais seguras condições para cumprimento de penas" - a pasta prevê a construção de 27 novas unidades. "Nenhum recurso do Funpen será utilizado para manutenção ou ampliação da Força Nacional".
Previsto inicialmente para ser lançado em dezembro, a pasta informou neste sábado que a finalização do projeto deve ficar para janeiro. "No mês de janeiro, o ministro Alexandre de Moraes se reunirá com os governadores, em seus respectivos Estados, para que seja finalizado o Pacto e, consequentemente, divulgado o Plano Nacional."

Justiça do Rio suspende direitos políticos de Lindbergh Farias por 4 anos Petista distribuiu caixas de leite e cadernetas com o logotipo criado para o seu governo em Nova Iguaçu

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) teve seus direitos políticos cassados por quatro anos por decisão da 5.ª Vara Cível de Nova Iguaçu e Mesquita, na Baixada Fluminense. Ele foi condenado por ter permitido o uso promocional de sua imagem, em dezembro de 2007 e no primeiro semestre de 2008, quando ocupava o cargo de prefeito de Nova Iguaçu. Na época, Lindbergh distribuiu caixas de leite e cadernetas de controle de distribuição com o logotipo criado para o seu governo impresso no material. Cabe recurso à decisão.
Além de suspender os direitos políticos, a sentença da juíza Nathalia Calil Miguel Magluta estabelece que o senador pague multa no valor de R$ 480 mil. No despacho, a magistrada escreveu que "o réu usou seu cargo e o poder a ele inerente para beneficiar-se em sua campanha à reeleição" e que Lindbergh Farias "causou dano ao gastar verba pública na criação do símbolo, sua inserção em campanhas e sua propagação, associada a seu nome, em situações em que não era necessário. Faltou à conduta do réu impessoalidade, economicidade e moralidade.

Prêmiação do Programa “Município Verde Azul”


Nessa quinta-feira (15/12), o prefeito Antonio Carlos esteve presente na Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso (SEPEDI), para premiação do Programa “Município Verde Azul” pelo quarto ano consecutivo. A cidade ficou na 28ª posição no ranking paulista do Programa e, com este resultado, tornou-se a primeira colocada nas regiões do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Paulista.


Estiveram presentes no encontro a secretária dos Direitos da Pessoa com deficiência e do Idoso, Ivy Malerba; o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Auracy Mansano Filho; a secretária Adjunta de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Natalie Cardozo; a secretária Adjunta de Serviços Públicos, Denise Oliveira; a secretária de Educação, Marta Regina de Oliveira Braz e a secretária de Comunicação, Ana Carolina Muri.
 
Selo - O selo Verde Azul atesta a qualidade e o comprometimento das prefeituras em desenvolver e executar políticas ambientais. Os municípios recebem uma nota final pelo desempenho conjunto em dez diretivas: esgoto tratado, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura e conselho ambiental.

Além do reconhecimento do Selo Verde Azul, a cidade também foi contemplada com o prêmio Franco Montoro dedicado aos municípios que obtiveram melhor colocação no ranking, em suas respectivas sub-bacias.
 
A certificação obtida no Programa, realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo, é pré-requisito para a liberação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP). O programa é uma realização do Governo Estadual, por meio da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo.

Festival de Verão 2016 promete agitar as noites de Caraguatatuba

A temporada de Shows mais esperada do ano está chegando e o Festival de Verão 2016 promete agitar as noites de Caraguatatuba, no Litoral Norte Paulista. A abertura será com a dupla Zezé Di Camargo e Luciano, na próxima quarta-feira (21/12), às 22h, na Praça da Cultura. A entrada é gratuita.
O evento tem uma programação diferenciada, com atrações que vão do pop rock ao sertanejo, prometendo muita diversão para todos os públicos e gostos musicais. As apresentações acontecerão em dois pontos da cidade, na Praça da Cultura (Avenida da Praia no Centro) e no Centro de Eventos do Litoral Norte (Praia do Porto Novo).
Os shows do Festival de Verão 2016 terminam no dia 31 de dezembro (sábado), na virada do ano, fechando o ano em clima de festa e confraternização entre moradores e turistas. Os shows alegrarão os diferentes públicos e ainda movimentarão o setor turístico e comercial.
A realização do evento é da Prefeitura de Caraguá, por meio da Secretaria de Turismo.
A dupla - Zezé Di Camargo e Luciano lançaram seu primeiro disco em 1991. Em dois meses, a música “É o Amor” alçava seus intérpretes ao primeiro lugar nas paradas de sucesso. Em seis meses, o CD de estreia dos cantores ganhava o disco de platina duplo por 750 mil cópias vendidas. E em pouco mais de um ano, atingia a casa de 1 milhão de cópias.
Em 2005, a história da vida e da carreira da dupla foi contada no filme “2 Filhos de Francisco”, uma parceria da dupla com a produtora Conspiração Filmes e com os Estúdios Mega. O filme quebrou recordes de bilheteria no Brasil, sendo assistido por mais de 5,3 milhões de pessoas. Ao completarem 15 anos de carreira, alcançam a marca de 22 milhões de cópias vendidas.
Em 2016, o show que vai celebrar em grande estilo essa festa é o “Romântico Demais”. A dupla apresenta a turnê e o CD “Dois Tempos”. Como são mais de 40 milhões de cópias vendidas, só no Brasil, somando cerca de 120 shows por ano, com público médio de 50 mil pessoas, eles avançam fronteiras pelo mercado latino vizinho ao Brasil. Um sucesso esplendoroso. Zezé di Camargo e Luciano estão no auge de sua carreira. Duas décadas e meia se passaram eles ainda têm uma história de grandes sucessos pela frente.

Aconteceu

Nessa sexta (16/12), foi realizada mais uma reunião de transição do Governo Municipal de Caraguá. Dessa vez, o tema foi a secretaria da Fazenda. O encontro foi na Secretaria de Administração.
 
Estiveram presentes ao encontro, a secretária da Fazenda, Emília Kawata; o secretário de Administração, Silvio Tavares; o secretário de Assuntos Jurídicos, Dorival de Paula Junior e Ricardo Suñer Romera Neto.
 
Foram abordados assuntos como orçamento, funcionários, planta de valor genérico, fiscalização do comércio, IPTU, serviços da Prescon  (responsável pelos sistemas da Dívida Ativa, pagamentos, contabilidade, cadastro, protocolo e portal transparência) e convênio com os Bancos do Brasil, Caixa Federal e Santander.
 
Na ocasião, foram entregues documentos em resposta à carta 6/16 protocolada pela comissão da próxima administração sobre contratos com FIDA, PEAD e CIEE; relação de servidores em outros órgãos; cópias de contratos do Instituto Lucas Amoroso, Acalento e Caraguá Luz; Plano Municipal de Cultura, que foi aprovado em maio de 2016; informações sobre a alteração da jornada de trabalho de professores adjuntos e processo de ressarcimento da UPA Sul. 

Convite

Todos os moradores estão convidados para mais uma conquista da região norte. Será inaugurada no domingo, dia 18/12, no Massaguaçu, às 10:00h, a praça “Abílio Malerba”, localizada em frente à Paróquia Nossa Senhora da Visitação.
 
A praça “Abílio Malerba” é mais um novo espaço para o lazer da população. O que antes era um terreno baldio, hoje é uma bela praça, com gramado, área de estacionamento para secretaria da igreja, bancos em concreto, calçadas, paisagismo e iluminação.
 
O espaço é mais um presente para a população do bairro, que ganhou, este ano, diversas melhorias que trazem conforto e qualidade de vida para moradores e turistas, como a urbanização e revitalização da orla da praia. Caraguá agora tem 100% da sua orla revitalizada.

Eu fui vitima e quero alertar os amigos e seguidores....Suspensão da Taxa de Corretagem e SATI em Financiamentos de Imóveis

Taxa SATI



Taxa SATI

O que é Taxa SATI?


Ao comprar um imóvel na planta, estamos sujeitos às imposições praticadas pelas construtoras e incorporadoras que, na grande maioria dos casos, não deixam opções ao consumidor e acabam obrigando o mesmo a adquirir produtos e serviços acessórios durante a aquisição do imóvel.
Uma taxa considerada ilegal, presente na maioria dos negócios firmados entre construtoras e clientes, é o Serviço de Assessoria Técnico Imobiliária – SATI. Trata-se de uma suposta assessoria jurídica, incumbida de fazer a análise contratual e documental presente na parte burocrática da aquisição do imóvel. Esses assessores ficam presentes no stand de vendas onde esta sendo oferecido o imóvel, e normalmente, com o fechamento do contrato de compra e venda, cobram valores do consumidor. Esses valores obviamente deveriam ser pagos pela vendedora, pois foi ela quem os contratou, mas de forma abusiva são impostos ao consumidor, que se vê obrigado a assumi-los sob pena de não conseguir fazer a aquisição do imóvel.
Essa abusividade é clara, pois além de tratar-se da chamada “venda casada”, seu cálculo é feito mediante uma porcentagem do valor da venda do imóvel. Ora, se na verdade é uma análise de documentos, deveria ter um valor pré-fixado, independente do valor do imóvel. Não suficiente, obriga o comprador a contratar um advogado indicado por ela, para fazer a análise de um contrato que ela mesmo redigiu.
As construtoras e incorporadoras firmaram acordos com o Ministério Público para oferecem o suposto “serviço” opcionalmente ao cliente, o que não ocorre na realidade. Na prática, o cliente não consegue comprar o imóvel se não contratar esse serviço. Essa conduta é expressamente proibida por meio do artigo 39, I, do Código de Defesa do Consumidor.
Por esse motivo, se você pagou Taxa SATI, deve procurar imediatamente uma empresa especializada para solicitar judicialmente esses valores de volta, com juros e correção monetária. A Reis Revisional é a empresa mais indicada para realizar esse serviço, por possuir corpo jurídico próprio e com ampla experiência no mercado. Somente assim as grandes empresas que dominam o mercado de construção civil começarão a respeitar o consumidor, pois irão sentir no bolso o valor do desrespeito nas relações de consumo.

Home Blog dicas Financiamento Imobiliário tem taxa de juros reduzida pela Caixa Financiamento Imobiliário tem taxa de juros reduzida pela Caixa

Qual o reflexo em relação à Distrato de Imóveis?

O consumidor que esta procurando o tão sonhado imóvel teve mais um motivo para comemorar e assim decidir pela compra de sua casa ou apartamento, pois a Caixa Econômica Federal anunciou redução da taxa de juros para financiamento de imóveis novos ou usados. O Sistema Financeiro Habitacional (SFH) obteve uma redução de 11,22% para 11%, enquanto o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) obteve queda de 12,5% para 12,25%.
Mesmo sendo um percentual pequeno, a notícia pode animar o consumidor que ainda esta se decidindo pela compra, e também atrair aqueles que pretendiam esperar um pouco mais pela realização do sonho. Em um comunicado, a Caixa afirma que o objetivo da redução é contribuir para alavancar as vendas do setor imobiliário, que hoje possui um estoque de mais de 100 mil unidades consideradas “encalhadas”. Por outro lado, especialistas alertam para que o consumidor não faça compra por impulso, gerando dores de cabeça posteriores como Distrato do Imóvel.

Quais medidas tomar para evitar o Distrato de Imóvel?

Quando o consumidor compra por impulso e se arrepende, ou quando por qualquer outro motivo decide realizar o distrato do imóvel, começa a perceber que existem ciladas contidas no contrato de compra e venda do imóvel. Por isso é imprescindível antes da compra ler atentamente o Contrato de Compra e Venda. É comum construtoras negarem a devolver o dinheiro para consumidores que decidem devolver o imóvel enquanto o mesmo ainda esta em construção, sob a alegação de atrapalhar o planejamento da obra e o fluxo de caixa para investimentos futuros.
A jurisprudência para essa questão é muito clara: O consumidor que se arrepender da compra e não conseguir realizar o distrato do imóvel amigavelmente deve ingressar com ação judicial para assim ter de volta os valores que pagou(Taxa de juros abusivas e taxas irregulares no contrato), inclusive com correção monetária. Para tanto, deve procurar a Reis Revisional e esclarecer todas as dúvidas com um consultor para assim não ser prejudicado.

Como evitar a busca e apreensão do veículo?

Saiba como evitar a busca e apreensão do veículo e quais são os seus direitos.

A busca e apreensão do veículo existe por que no contrato de financiamento o próprio veículo fica como garantia em caso de não pagamento integral das parcelas e o banco – credor pode solicitar a retomada do veículo quando há parcelas em aberto, através de mandato de busca e apreensão.
A grande maioria dos contratos de financiamentos são realizados com a cobrança de tarifas e taxas de juros excessivas, e geralmente o cliente não é informado destas taxas, o chamado juros abusivos. É direito do consumidor rever essa cobrança ilegal na justiça, onde deve ser pleiteada a revisão das parcelas do financiamento ou taxas consideradas ilegais, além da solicitação da não restrição do nome do financiado nos cadastros de proteção ao crédito (SCPC e Serasa, entre outros).
Quanto à busca e apreensão do veículo, faz-se necessário o pedido de conexão da ação revisional juntamente com o processo de busca, para que as ações tramitem simultaneamente, e assim não exista o risco de um oficial de justiça apreender o bem. Todas essas medidas necessitam de autorização judicial, e nem sempre são simples de serem atingidas. Por esse motivo é necessário que uma empresa séria e experiente, com reconhecido sucesso profissional, administre essa ação revisional e mantenha o financiado informado sobre todos os andamentos processuais, evitando-se assim a busca e apreensão do veículo.

É realmente possível evitar a busca e apreensão do veículo?

Sim, desde que o proprietário do veículo tenha cautela e siga as instruções dos nossos consultores. Faça agora mesmo uma simulação para saber se esta sendo lesado com a cobrança abusiva de juros. Envie um formulário para a Reis Revisional, e em breve um consultor especializado irá entrar em contato e fará um calculo gratuito.

O Comprimido que Curou a Impotência de Meu Marido e Trouxe de Volta Nossa Vida Sexual que Estava Morta!

family3
family3Olá! Vocês devem se lembrar da minha coluna reclamando do meu marido falhando na hora H. Ele não conseguia se excitar, nem mesmo com um boquete e nem acariciando com minhas mãos ou manipulando ele, ou então chegava a gozar rápido entre 1 e 3 minutos.
Primeiro eu pensei: Tudo bem, mas onde será que aqueles caras dos filmes pornôs conseguem aquela energia duradoura? Tentamos de tudo o que se possa imaginar, de Viagra e similares até ioga ou posições tântricas. Tudo besteira, o pênis dele continuava mole e o sexo não durava mais que alguns minutos.
Depois de uns 6 meses desisti. Decidi que isso era mesmo coisa dos genes dele e da sua condição física e que não tinha mais nada que pudesse ser feito. E ainda por cima, depois disso tudo, não posso dizer que o desejava como antes, sabendo que no final não daria em nada e que eu não ficaria satisfeita e que ele ficaria chateado. Percebi também que meu marido foi perdendo totalmente a autoconfiança.

MAS A AJUDA CHEGOU QUANDO EU NEM ESPERAVA MAIS…

Por acaso assistindo à uma entrevista com o dono da Revista Playboy, Hugh Hefner, ouvi ele dizendo que qualquer homem pode chegar a um desempenho de até 2 horas. Isso é algo que realmente me interessa saber, fiquei pensando. De acordo com Hugh, ele usa extratos naturais especiais, de chifre de bode, inhame silvestre, ginseng coreano, raíz de alcaçuz, marapuama, extratos de concha de ostra, tudo em um “comprimido de ervas sem efeitos colaterais” que pode ser comprado sem prescrição médica. Este suplemento com complexos de ervas estimula a produção do hormônio sexual, dando uma rigidez igual a dos rapazes de 18 anos de idade e um vigor de um astro pornô.
Hugh recomendou o comprimido Testomaster, pílulas com tecnologia TRTT que ele está usando. Ele foi originalmente criado para ajudar a gerar músculos masculinos de forma rápida, só que os efeitos estimulantes da testosterona e libido se tornaram incríveis também. Como resultado, homens mais velhos estão jogando fora o viagra e ao invés disso estão usando este suplemento totalmente natural.

MINHA PESQUISA

Com toda esta informação que tinha acabado de receber eu não poderia ficar de braços cruzados, era a oportunidade que tanto estava esperando. Comecei a pesquisar sobre a relação entre a Testosterona e a Disfunção erétil, e vocês não vão acreditar no que eu encontrei…
52% dos homens no Brasil têm problemas ao ter relações sexuais e isto é principalmente devido aos baixos níveis de testosterona. De acordo com a Men’s Health a deficiência de testosterona (também conhecida como hipogonadismo) causa:
  • Redução do impulso sexual
  • Disfunção erétil
  • Espermatozoides insuficientes
Estes baixos níveis de testosterona são gerados por stress, excesso de trabalho, pouco tempo de descanso e pressões diárias. Agora consigo entender o meu marido! Felizmente, há uma solução.
ed

VEJAMOS O QUE CONSEGUE O TESTOMASTER RECOMENDADO POR HUGH HEFNER:

Gerar testosterona extra: Um dos componentes chave no TestoMaster é o Trillium Rectum com ingredientes adicionais. O resultado é uma fórmula que nós acreditamos que fortaleça as glândulas suprarrenais e forneça testosterona natural para o corpo se desenvolver e obter força.
Permeabilidade sanguínea eficaz: O TestoMaster é uma mistura de ingredientes complementares totalmente naturais e substâncias orgânicas que penetram no fluxo sanguíneo do corpo de forma eficaz, a fim de transportar e restaurar níveis saudáveis de testosterona.
A testosterona não só aumenta a massa muscular magra, como também aumenta o apetite sexual, fazendo com que se sinta mais desejo, altera a química do corpo para aumentar a virilidade. O aumento nos níveis de testosterona permite um melhor desempenho – ajudando a garantir que manterá a sua parceira satisfeita com horas e horas agradáveis de sexo.
Eu procurei no Google, investiguei a empresa que fabrica para garantir que não há fraude, e constatei que está disponível no Brasil há 15 dias! Quando estava segura, fiz o pedido.
Fiquei até surpresa que eles ofereceram uma opção com 75% de desconto no primeiro produto, por isso comprei sem ficar na dúvida.

QUAL FOI O RESULTADO FINAL?

Os comprimidos chegaram logo, e eu estava ansiosa para fazer o teste na cama. Antes de dormir, dei a ele um comprimido dizendo que era apenas uma vitamina. Fico até um pouco envergonhada de contar a vocês a experiência maravilhosa que tive, mas… já que nunca nos encontraremos off-line eu vou contar para vocês os detalhes: Em menos de uma hora meu marido acordou com uma ereção super rígida, dura que nem pedra e vocês acreditariam se eu contasse que ficamos juntos por 1 hora e 47 minutos? Foi um prazer cósmico, com muitos gritos e suor, uma cavalgada perfeita, a melhor da minha vida. Esperava algumas melhorias, mas este foi um lado do meu marido que eu nunca tinha visto.
O site disse que os comprimidos deverão também estimular o tamanho da libido do meu homem, e isto é o que vamos checar em algumas semanas. Bom, até agora acho difícil de acreditar que esse produto o transformou em um animal selvagem na cama. E tudo isso pelo preço de uma entrada de cinema e sem precisar de qualquer tipo de prescrição médica. Na minha opinião o efeito valeu cada centavo (já pedi mais três frascos). A vida é curta, e não sou o tipo de mulher que fica se limitando quando se trata de prazer.
Portanto posso definitivamente recomendar este Testomaster maravilhoso para qualquer pessoa que queira melhorar sua experiência sexual. Não hesitem em usar aquele desconto de TestoMaster. Além da ereção de meu marido ter voltado, agora isso também dura muito mais do que antes!

Fátima Bernardes e Bonner negam reconciliação: “Não procede”


Fátima Bernardes e William Bonner
Depois de uma possível reconciliação entre Fátima Bernardes e William Bonner agitar as redes sociais na última semana, os jornalistas resolveram se pronunciar sobre o assunto e negar a notícia.

“A informação não procede, os dois continuam amigos, mas não voltaram a ser um casal”, dando fim aos rumores. A história surgiu após a apresentadora se juntar à família no falecimento do pai de Bonner, em novembro, além de o próprio âncora ter sido visto na apresentação de dança da ex, pela companhia de jazz Carlota Portella, no teatro Odylo Costa Filho.

Mulher Melão sensualiza em show na Suíça: “Colocando fogo”

Mulher Melão e fã

Renata Frisson, a Mulher Melão, não economizou na sensualidade ao realizar show em Genebra, na Suíça, na madrugada deste sábado (17). De top, meia arrastão e um microshort, a funkeira levou os fãs à loucura durante a sua apresentação.
“Sensualizando, aquecendo e lotando o show aqui na suíça. Colocando fogo”, disse na legenda da imagem postada em seu Instagram. Nos comentários os fãs se divertiram: “Deusa!”, disse um. “E os gringos babando”, brincou outro. “Seus camarotes na balada devem ferver, hein?”, questionou um terceiro.

Geisy Arruda posa de maiô sexy e fãs elogiam: “Maravilhosa”

Geisy Arruda aproveitou a tarde do sábado (17) para colocar o bronze em dia. Dona de curvas acentuadas, o que chamou atenção dos fãs, no entanto, foi mesmo o maiô cavado escolhido pela loira e que lhe rendeu uma chuva de elogios.
“Porque nós amamos o verão”, brincou na legenda da imagem. Foi o que bastou para os seguidores irem à loucura: “Símbolo inquestionável”, exaltou um. “Maravilhosa!”, disse outra. “Bem aventurado foi o nosso Deus que fez vc tão linda, tão encantadora, tão perfeita”, completou um terceiro.
Geisy Arruda

Pastor Malafaia afirma que recebeu R$ 100 mil como 'doação'

O pastor Silas Malafaia chega para depor na sede da Polícia Federal da Lapa onde é alvo de investigação na Operação Timóteo, deflagrada em 16 de dezembro.A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira uma operação contra suposto esquema de corrupção e desvio de recursos relativos aos royalties da mineração, pagos a parte dos municípios brasileiros. Dezesseis pessoas, entre advogados e agentes públicos, foram alvos de mandados de prisão temporária ou preventiva, entre elas o diretor de Procedimentos Arrecadatórios do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Marco Antônio Valadares Moreira, suspeito de enriquecimento ilícito e de receber propinas.
O pastor Silas Malafaia, da Associação Vitória em Cristo, ligada à Assembleia de Deus, foi alvo de mandado de condução coercitiva (quando é levado a depor e, em seguida, liberado). Ele é investigado por, supostamente, “apoiar” a lavagem de dinheiro obtido de forma criminosa. A PF esteve no endereço de Malafaia, no Rio de Janeiro, mas não o encontrou, porque ele estava em São Paulo.
Nas redes sociais, o pastor protestou contra a medida judicial. “Recebi um cheque de uma pessoa e isso me torna participante de um crime? Estou indignado”, escreveu em sua conta no Twitter. Ele se apresentou posteriormente para prestar depoimento.
Malafaia recebeu R$ 100 mil de um advogado ligado à Igreja Embaixada do Reino de Deus, em Balneário Camboriú (SC), que é apontado como um dos principais envolvidos no esquema. O dinheiro foi depositado na conta pessoal do pastor. A Justiça Federal em Brasília autorizou a condução coercitiva para que a PF esclareça se ele emprestou contas correntes com a intenção de “ocultar a origem ilícita dos valores”.
‘Tentação’. A operação foi batizada de Timóteo, com inspiração em passagem do livro homônimo da Bíblia: “Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição”.
Conforme a investigação, o diretor do DNPM, detentor de informações privilegiadas sobre as dívidas dos royalties, oferecia serviços de escritórios de advocacia e de consultoria a municípios com créditos a receber de mineradoras, referentes à Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). A diretoria comandada por Moreira é justamente a responsável por gerenciar a arrecadação e a distribuição dos royalties às prefeituras. Este ano, a receita já alcança R$ 1,6 bilhão.
A PF apurou que os escritórios dividiam com o diretor e autoridades públicas dos municípios a “taxa de sucesso” recebida quando as dívidas eram pagas. Os investigadores sustentam que os integrantes do esquema ficavam com 20% do valor dos royalties que conseguiam liberar. Há suspeitas de que Moreira apertava a fiscalização sobre algumas mineradoras, de forma a obrigá-las a pagar mais a prefeituras que eram clientes da organização.
Uma das empresas envolvidas no esquema, a LCM Consultoria Financeira Especializada em Municípios, está em nome da mulher do diretor, Lilian Amâncio Valadares Moreira, também presa nesta sexta-feira.
Jatene. O advogado Alberto Lima da Silva Jatene, filho do governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), foi alvo de mandado de prisão temporária por suposto envolvimento no esquema de uma prefeitura em seu Estado. Ele não foi encontrado em casa, mas, segundo sua defesa, se entregaria ainda sexta.
Núcleos. A PF dividiu a organização investigada em quatro núcleos. Um deles, supostamente formado pelo diretor do DNPM e sua mulher, captava prefeitos interessados em ingressar no esquema. Outro grupo, que seria formado por integrantes de escritórios de advocacia e da empresa de consultoria de Lilian, é suspeito de repassar valores indevidos a agentes públicos. O “núcleo político” seria integrado por prefeitos e servidores públicos responsáveis pela contratação dos escritórios”. A quarta ramificação do esquema, na qual se incluiria Malafaia, teria atuado na ocultação e dissimulação do dinheiro.
Outro lado. O pastor Silas Malafaia disse que recebeu uma “doação pessoal” no valor de R$ 100 mil de um empresário e negou envolvimento com o esquema investigado pela Operação Timóteo.
Malafaia prestou depoimento na Polícia Federal em São Paulo. Ao chegar disse que foi apresentado ao empresário por um outro pastor. Ele afirmou que “orou” pelo empresário que, depois, fez a doação de R$ 100 mil por meio de um depósito em sua conta pessoal. Malafaia afirma ter recolhido os impostos referentes à “doação”.
O pastor declarou que sofre uma “perseguição” da Justiça e é alvo de ‘uma safadeza, uma molecagem’. “Estou desafiando a provarem que eu estou envolvido com esses canalhas, meta eles na cadeia.” Ele se queixou do fato de a Justiça não o intimar para depor. “É uma tentativa de me denegrir.”
O Estado não localizou nesta sexta-feira os advogados de Marco Antônio Moreira e sua mulher.
A defesa de Alberto Jatene informou que não teve acesso aos documentos da investigação e que, portanto, não poderia comentá-la. A Justiça decretou sigilo sobre os autos nas primeiras 12 horas da investigação, o que, para os advogados de Alberto Jatene, é inadequado.
Pará. O governo do Pará, em nota, sustentou que a investigação não possui qualquer relação ou cita os órgãos do Executivo estadual. “Na condição de pai de Alberto Jatene, o governador Simão Jatene informa que ainda não teve acesso ao conteúdo da acusação, mas espera que tudo seja devidamente investigado e esclarecido corretamente o mais breve possível, na certeza de que Alberto irá prestar os esclarecimentos necessários”.
O DNPM, em nota, informou ter prestado “toda a assistência necessária” à PF. Ressaltou que o cumprimento de mandado de busca em suas dependências se restringiu à Diretoria de Procedimentos Arrecadatórios em Brasília. Acrescentou que “está tomando conhecimento do teor das investigações para, se necessário, adotar as providências administrativas cabíveis” e que está “colaborando com todos os órgãos envolvidos na investigação para a completa elucidação dos fatos”.

Enzo Celulari toma a frente da carreira de Claudia Raia


Enzo Celulari, de 19 anos, é quem está cuidando da carreira de sua mãe, a atriz Claudia Raia. Além disso, o jovem tomou à frente do mais novo empreendimento da mãe: uma loja virtual, que vende de cinta modeladora a perfume.
Enzo Celulari (c) Instagram"Mesmo muito jovem, me considero uma pessoa madura para minha idade. Estou cursando uma universidade, mas sempre tive vontade de colocar em prática aquilo que eu aprendi. E é por isso que comecei cedo. Não gosto de esperar. Gosto de tentar, errar, aprender. Essa experiência de trabalhar com a minha mãe tem sido incrível e vejo como uma grande escola que tem como seu maior benefício a responsabilidade", disse Enzo em entrevista.
O jovem empreendedor, que estuda Administração em São Paulo, também está desenvolvendo seu lado artístico. Ele toca três instrumentos e também canta. "Ele herdou essa veia da gente mesmo. Mas descobriu que poderia aliar a arte aos negócios. Não tenho dúvidas de que ele será um grande produtor, um empresário do ramo. Ele tem ótimas ideias, sempre é ponderado. E está sempre ocupado, uma graça!", acrescentou Claudia.
Enzo ainda retribuiu os elogios que recebeu da sua mãe: "Acho que a cumplicidade que tenho com minha mãe, não só do lado pessoal, mas agora profissional também, é muito forte. Temos muita sintonia e ela confia muito em mim. Para o ano que vem, a ideia é trazer ainda mais produtos e ouvir cada vez mais o feedback dos nossos clientes".

MPF/SP entra com ação para garantir liberdade de expressão, reunião e associação dos estrangeiros no Brasil

Estatuto do período militar proíbe a filiação sindical, a participação em manifestações políticas e a criação de sociedades por parte dos imigrantes
O Ministério Público Federal em São Paulo entrou com ação civil pública para garantir aos estrangeiros, residentes ou não no Brasil, o direito à liberdade de expressão, reunião e associação. Tais garantias fundamentais, ainda que previstas na Constituição, são vedadas aos imigrantes pelo Estatuto do Estrangeiro (Lei 6.815/80), editado durante a Ditadura Militar. Em um de seus artigos, a legislação prevê detenção de um a três anos, além de expulsão, às pessoas de outras nacionalidades que exercerem atividade de natureza política no Brasil, tal qual organizar ou participar de passeatas, comícios e reuniões, bem como criar ou manter sociedades de caráter político.
Denúncia encaminhada ao MPF mostrou que, em abril, a Federação Nacional dos Policiais Federais emitiu comunicado informando que os estrangeiros que participassem de atos políticos poderiam ser detidos e expulsos do país, com base na Lei 6.815/80. Ainda este ano, a PF também instaurou inquérito policial para apurar a participação de uma imigrante italiana em sindicatos e partidos políticos. Assim, o MPF pede que a Polícia Federal em todo o país deixe de aplicar medidas que impeçam o exercício destes direitos por parte dos cidadãos de outras nacionalidades.
A ação requer ainda que seja declarada a não recepção dos artigos 106, VII, 107 e 125, XI, do Estatuto do Estrangeiro, tendo em vista sua incompatibilidade com a Constituição de 1988. “Tais dispositivos são expressão de um regime que ficou marcado pela suspensão dos direitos individuais e políticos fundamentais. Eles privilegiam o brasileiro em detrimento do imigrante, violando não só a Constituição como também tratados e convenções internacionais dos quais o Brasil é signatário”, afirma o procurador da República Jefferson Aparecido Dias, autor da ação.
O direito à livre associação profissional e sindical, por exemplo, se aplica a todo indivíduo trabalhador, independentemente de sua nacionalidade, em qualquer Estado-membro da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), como o Brasil. “A possibilidade de aplicação dos artigos da Lei 6.815/80, com a possível responsabilização criminal dos estrangeiros, a exemplo do caso envolvendo a imigrante italiana, traduz a insegurança jurídica causada. A resolução imediata desta questão é de amplo interesse público”, destaca o procurador.
Leia a íntegra da ação. O número do processo é 0025338-28.2016.403.6100. Para consultar a tramitação, acesse http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo
Informações à imprensa: Ana Luíza Reyes
(11) 3269-5068 / 5368 / 5170
prsp-ascom@mpf.mp.br
twitter.com/mpf_sp

Neto poderia ficar paraplégico se não fosse por placa de titânio


Um dos sobreviventes da queda de avião com a delegação da Chapecoense - e que matou 71 pessoas - o zagueiro Neto poderia ficar paraplégico se não fosse por uma placa de titânio de 48 milímetros, inserida no atleta em maio, conforme apurou o GloboEsporte.com.
Segundo o veículo, o molde foi colocado no jogador devido a uma hérnia cervical traumática, causada por um golpe nas costas em fevereiro.
A revelação foi feita por Marcos André Sonagli, médico da Chape, e responsável pela operação de Neto na ocasião. “A cirurgia (com a placa de titânio) estava intacta. Em fevereiro, o Neto sofreu uma paralisia temporária no campo, logo depois da entrada em suas costas. Se isso aconteceu, imagine qual poderia ser a consequência depois de um acidente como esse. Mas a placa protetora estava intacta e evitou um risco grande de paraplegia”, explicou ele.
"Um médico de São Paulo previu seu retorno em seis meses. Eu falei para ele: “Vamos estabelecer um desafio: voltar em três meses. Vamos buscar isso juntos", complementou.

Em tom emocionado, Jô encerra programa na Globo: “Até logo”

Jô não conteve emoção em diversos momentos do programaDepois de 16 anos, na última sexta-feira (16) chegou ao fim o “Programa do Jô”, na TV Globo. Muito aplaudido pela plateia, que contou com nomes famosos da emissora carioca, o apresentador se emocionou ao rever momentos históricos da atração e relembrar amigos feitos ao longo de sua carreira.
“Estamos estreando”, brincou, após longos minutos de palmas. “Foram 14.426 entrevistas, contando com a de hoje, haja bunda nessa cadeira! Eu não aguento me ver [na TV], porque quando eu me vejo, me acho até gordo”, disse, aos risos. O convidado não podia ser mais especial: Ziraldo, que participou nada menos que 24 vezes do programa, mas acabou sendo coadjuvante em uma despedida com sabor de “até logo”, como fez questão de deixar claro o âncora.
Entre agradecimentos de carinho à sua equipe, banda e plateia, Jô fez questão de relembrar o início da carreira no SBT: “Antes de qualquer coisa, eu quero agradecer ao Silvio Santos, porque esse programa modificou a minha vida e foi graças a ele que eu estou aqui até hoje. Primeiro a ele, que abriu essa porta para mim. Depois - na volta a Globo - à Marluce Dias [diretora-geral], o Erico Magalhães [diretor de jornalismo] e a uma pessoa já falecida, meu amigo fraterno, Evandro Carlos de Andrade, um dos responsáveis por fazer essa aproximação. Para todo esse pessoal, o meu eterno beijo do gordo”.
Nas redes sociais, entre muitas homenagens de famosos, os fãs lamentaram o término da atração: “Independente das opiniões, ainda não apareceu ninguém do nível dele. É melhor aceitar que dói menos!”, disse uma. “Jô Soares, fez parte de minha insônia, me fez boa companhia, talvez por isso eu não dormia”, refletiu outra. “Segunda tem de novo?! Se Nazaré Tedesco vai voltar, por que o Jô não pode, né?!”, brincou uma terceira.Ainda não se sabe ao certo qual será o destino do veterano na emissora carioca, já a sua faixa de horário vem sendo cotada para ficar sob o comando de Pedro Bial.

MPF em Caraguatatuba (SP) abre inquérito para apurar desrespeito à gratuidade de idosos no transporte coletivo intermunicipal

Procuradoria, MP-SP e Defensoria Pública do Estado recomendaram à empresa Litorânea que cumpra a legislação e divulgue regras nos pontos de venda
O Ministério Público Federal em Caraguatatuba, no Litoral Norte de São Paulo, instaurou inquérito para apurar o descumprimento das regras de gratuidade para idosos no transporte coletivo intermunicipal pela empresa Litorânea Transportes Coletivos LTDA.. Denúncias recebidas pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo dão conta de que a companhia tem negado o direito dos maiores de 60 anos ao transporte gratuito no trecho entre Caraguatatuba e São José dos Campos.
Para tentar resolver a situação, os dois órgãos, em conjunto com o Ministério Público do Estado de São Paulo, expediram recomendação à empresa para que ela cumpra integralmente a legislação. De acordo com a Lei Estadual 15.187/13, no transporte público urbano e suburbano, os maiores de 60 anos têm direito à gratuidade mediante simples apresentação de cédula oficial de identidade ou cadastro prévio para obtenção de bilhete especial, sem qualquer restrição de limite de assentos. Neste caso, estão incluídos os ônibus intermunicipais convencionais que possuem portas independentes para embarque e desembarque, assentos não numerados, cobrança da passagem no interior do veículo e possibilidade de os passageiros serem transportados em pé.
Já para o transporte intermunicipal rodoviário convencional, a Lei 15.179/13 estabelece que sejam reservados aos idosos dois assentos gratuitos por veículo. A reserva deve ser feita com no máximo cinco dias de antecedência, e até 24 horas antes da viagem. A regra vale para todo o Estado de São paulo, independentemente de estarem os municípios na mesma região metropolitana. Assim, não poderia a empresa negar a gratuidade nas linhas que ligam o Litoral Norte ao Vale do Paraíba.
DIVULGAÇÃO. A recomendação requer ainda que a Litorânea divulgue as normas referentes aos direitos dos maiores de 60 anos ao transporte coletivo intermunicipal, por meio de cartazes afixados em todos os guichês e pontos de venda de passagens da companhia nos quatro municípios do Litoral Norte. A empresa também deverá adotar as medidas necessárias para que os usuários, o Ministério Público e a Defensoria Pública possam realizar o controle dos assentos disponibilizados aos idosos no transporte coletivo intermunicipal rodoviário convencional.
Tais informações deverão ser apresentadas nos guichês de venda de passagens e na página eletrônica da empresa, incluindo os dados sobre vagas que ainda estão disponíveis em cada linha e seus respectivos horários. “Há muitas reclamações sobre a dificuldade de fiscalização dos assentos já disponibilizados aos idosos, já que muitas vezes a empresa informa que as cadeiras estão ocupadas, não havendo, entretanto, meios para que o idoso obtenha a confirmação desta informação, seja para averiguar sua veracidade, seja, ainda, para que possa planejar sua viagem”, destaca a procuradora da República Maria Rezende Capucci, responsável pelo inquérito no MPF.
Os órgãos recomendam ainda à Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e à Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM) que intensifiquem a fiscalização sobre a empresa Litorânea no que se refere à observância dos direitos dos idosos ao transporte gratuito no Estado de São Paulo, principalmente no período de fim de ano, em que o número de viagens aumenta expressivamente. Os usuários também podem fiscalizar e denunciar ao Ministério Público, à Defensoria Pública, à Artesp ou à STM casos de desrespeito a esses direitos pelas empresas de transporte coletivo.

MPF em Caraguatatuba: (12) 3886-6234
Promotoria de Justiça: (12) 3892-1616 / 3892-1810/ 3882-2180
Defensoria Pública: (12) 3883-2917 / 3883-2875
Artesp: (11) 3465-2000
STM: (11) 3291-2141



Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo
Informações à imprensa: Ana Luíza Reyes
(11) 3269-5068 / 5368 / 5170
prsp-ascom@mpf.mp.br
twitter.com/mpf_sp

Fonte: http://www.mpf.mp.br/sp/sala-de-imprensa/noticias-sp/mpf-em-caraguatatuba-sp-abre-inquerito-para-apurar-desrespeito-a-gratuidade-de-idosos-no-transporte-coletivo-intermunicipal