Esthetic Center

Esthetic Center
Av Maranhão, 417, Jardim Primavera

Castro Massas - Delivery

Castro Massas - Delivery
Peça já seu marmitex e lanches delivery (12) 992124729 - (12) 982035208 - Enseada - São Sebastião

Bar do Helio

DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

Viela Café Caraguá

sábado, 17 de dezembro de 2016

Governo exonera diretor acusado de desviar royalties Marco Antonio Valadares Moreira foi alvo da PF na Operação Timóteo

O governo de Michel Temer exonerou Marco Antonio Valadares Moreira do cargo de diretor de Procedimentos Arrecadatórios do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia. 
Marco Moreira e a mulher dele, Lilian Amâncio Valadares Moreira, foram alvo de mandado de prisão na Operação Timóteo da Polícia Federal, deflagrada na sexta-feira e que investiga suposto esquema de corrupção e desvio de recursos relativos aos royalties da mineração, pagos a municípios brasileiros. 
Ele é investigado por, supostamente, "apoiar" lavagem de dinheiro obtido de forma criminosa. O pastor negou envolvimento com o esquema investigado e justificou ter sido levado para depor por causa de uma "doação pessoal" de R$ 100 mil que recebeu de um empresário.
No caso do agora ex-diretor do DNPM Marco Moreira, a PF sustenta que ele, detentor de informações privilegiadas a respeito de dívidas de royalties, oferecia os serviços de dois escritórios de advocacia e de uma consultoria a municípios com créditos da  Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) junto a empresas.
De acordo com os investigadores, em parceria com a mulher, Lilian, ele procurava prefeitos interessados em ingressar no esquema. Um escritório de Lilian seria o responsável por repassar dinheiro a agentes públicos.
A diretoria que era comandada por Moreira tem a responsabilidade de gerenciar a arrecadação dos royalties e distribuir às prefeituras. Neste ano, a receita da CFEM já alcança R$ 1,6 bilhão.

Nenhum comentário: