A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Formas de Tratamento: como se dirigir ao destinatário

Como se dirigir ou como se referir a autoridades públicas e a membros do clero? As convenções associadas à redação de cartas vão desde o uso da palavra Senhor, ao se endereçar um envelope a uma pessoa do sexo masculino, até o uso de formas de tratamento mais complexas, usadas para se dirigir a pessoas de posição.

Aqui seguem algumas formas de tratamento:

I. Como se dirigir ao Presidente
A carta começa com: Excelentíssimo Senhor Presidente da República
No corpo do texto: Vossa Excelência
Endereçado em envelope como: Digníssimo Presidente da República Federativa do Brasil ou Ao Excelentíssimo Presidente da República.

II. Como se dirigir ao Presidente da CNBB
A carta começa com: Vossa Excelência Reverendíssima
No corpo do texto: Excelentíssimo Senhor
No envelope: A Sua Excelência Reverendíssima Dom Fulano de Tal.

III. Como se dirigir ao Papa
A carta começa com: Vossa Santidade
No corpo do texto: Santíssimo Padre
No envelope: A Sua Santidade o Papa.

IV. Como se dirigir ao Ministro do Estado
A carta começa com: Vossa Excelência
No corpo do texto: Excelentíssimo Senhor
No envelope: A Sua Excelência o Senhor Digníssimo Ministro Fulano de Tal

V. Como se dirigir aos Membros do Congresso Nacional (senadores e deputados federais)
A carta começa com: Vossa Excelência
No corpo do texto: Excelentíssimo Senhor
No envelope: A Sua Excelência o Senhor Deputado Fulano de Tal ou DD. Membro da Câmara Fulano de Tal.

VI. Como se dirigir aos Governadores e Prefeitos
A carta começa com: Vossa Excelência
No corpo do texto: Excelentíssimo Senhor Governador/Prefeito
No envelope: Ao Excelentíssimo Senhor Fulano de Tal ou DD. Governador Fulano de Tal

VII. Como se dirigir ao Reitor e Vice-Reitor de Universidade
A carta começa com: Vossa Magnificência ou Vossa Excelência
No corpo do texto: Magnífico Reitor ou Excelentíssimo Senhor Reitor
No envelope: A Sua Magnificência o Senhor Fulano de Tal ou Digníssimo Reitor Fulano de Tal.

VIII. Como se dirigir aos Desembargadores municipais e delegados de polícia
A carta começa com: Vossa Senhoria
No corpo do texto: Ilustríssimo Senhor ou Prezado Senhor
No envelope: Ao Senhor Fulano de Tal ou A Sua Senhoria o Senhor Fulano de Tal

Escrevendo para Organizações
Se você estiver escrevendo para uma organização ou instituição, tente primeiro descobrir por telefone o nome da pessoa que deverá receber sua carta, além da maneira pela qual ela prefere ser tratada.

Se você não tiver tempo ou oportunidade para descobrir esse tipo de informação, procure não se dirigir à organização genericamente. Em geral, há um funcionário especializado, a que você pode se dirigir. Segue-se uma lista de organizações e instituições, com o título da pessoa a quem você deve dirigir-se.

Associação: Presidente
Autoridade Policial: Chefe de Polícia
Banco: Gerente
Câmara do Comércio: Presidente/Secretário
Cartório: Tabelião
Cartório de Registro: Escrivão
Clube: Presidente/Secretário
Colégio: Diretor/Professor/Supervisor
Comissão: Membro da Comissão/Secretário
Comitê: Presidente
Companhia/Sociedade Anônima: Presidente
Confederação: Presidente
Conselho: Secretário-Geral
Conselhos ou Juntas: Secretário
Construtora: Gerente/Administrador
Corte: Juiz
Distrito Policial: Superintendente
Fundação: Presidente/Diretor
Instituto/Instituição: Diretor
Ministério: Ministro
Museu/Galeria: Diretor
Organização: Diretor
Repartição Pública: Chefe
Sindicato: Presidente/Secretário
Sociedade: Secretário/Administrador
Tribunal: Secretário/Escrivão
Unidade das Forças Armadas: Oficial Encarregado
Zona Eleitoral: Funcionário de Registro

A forma habitual de se iniciar uma carta para uma organização é utilizando-se as expressões Prezado Senhor ou Prezada Senhora. Estas cartas geralmente devem terminar com a expressão Atenciosamente. Se você souber o nome da pessoa a quem deve dirigir-se, use então Prezado Sr. Fulano de Tal e termine com Cordialmente. Se a pessoa for uma mulher, e você não tiver certeza de seu estado civil (Senhora ou Senhorita) ou de seu status profissional (Dra.), escreva seu nome completo no envelope e na parte superior da folha (junto com seu endereço), e simplesmente comece a carta com Prezada Senhora.

Duvida!!!

No caso da saída do atual prefeito Antonio Carlos da Silva e o seu filho e vice-prefeito Antonio Carlos da Silva Junior quem será o futuro prefeito de Caraguatatuba.


E agora, o que esta faltando?



Desafio

Senhores vereadores (a) de Caraguatatuba, na condição de eleitor e morador de Caraguatatuba eu desafio os 15 vereadores a intimar a servidora Sra. Denise Passarelli a prestar esclarecimentos sobre esta sobra de verba anunciada pela servidora Sra. Denise Passarelli na reunião do COMUS do repasse feito da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba para a empresa CORPORE no valor aproximadamente de R$ 450 mil reais.

Atualmente os vereadores vêm usando o plenário para discursar em causar de defesa do prefeito e muitos para falar que esta casa de leis tem autonomia, sendo assim, agora é à hora de mostrar esta tal autonomia e que os boatos que circulam através das redes sociais que o legislativo esta comprometido com o executivo não procede. Será que esta casa terá esta atitude? Vamos aguardar.
















Chupa mas uma vereadores (a) de Caraguatatuba.

Mas uma bomba e os vereadores ainda têm a cara de pau de falar que a saúde de Caraguatatuba esta bem.

Na reunião do COMUS a Sra. Denise Passarelli informou na prestação de contas há uma sobra no repasse feito da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba para a empresa CORPORE no valor aproximadamente de R$ 450 mil reais. Para a surpresa de muitos o COMUS desconhece.

Tamanha é a audácia desta gestora que esta comunicou ao COMUS que esta sendo aberto um processo de TERCEIRIZAÇÃO DA SAMU.

Agora eu pergunto, onde estão os profissionais que constantemente passam por treinamento e qualificação para melhor oferecer serviços de qualidade e que estão em silencio até agora?

Será que com esta terceirização estes profissionais serão qualificados nas mesmas qualidades dos que hoje?

Ate quando os serviço e servidores de saúde ficarão refém a esta situação?

Segundo a servidora da saúde em muitos de seus discursos diz que os servidores da unidade de saúde foram retirados para não contaminar os funcionários da EMPRESA CORPORE, e depois tem vereador (a) que diz em plenário que a saúde esta bem e que um CPI não é necessário.

Mais uma na saúde que segundo os vereadores (a) de Caraguatatuba esta bem

Eu recebi a informação que o medico contratado pela EMPRESA CORPORE para atender no CAPS é um pediatra, quando esta previsto em CONTRATO, que este profissional seja um PSIQUIATRA.
Como fica o tratamento dos pacientes e usuários desta unidade?
Ontem dia 14/05 havia um paciente desta unidade surtando na UPA sendo preciso que o mesmo fosse mobilizado pelos atendentes da UPA.

É este o atendimento de qualidade que a EMPRESA CORPORE tem para oferecer para Caraguatatuba?

Mas bagunça... Aqui vale tudo....

A SEPEDI vinha realizando um excelente trabalho de ACESSEBILIDADE em nas calçadas de Caraguatatuba. Agora com a chegada da EMPRESA ZONA AZUL que explora os estacionamentos nas ruas do município como fica a situação com as colocações das PLACAS DESORDENADAMENTE DAS PLACAS DA EMPRESA ZONA AZUL ESPALHADAS PELAS CALÇADAS QUE ESTA IMPEDINDO O ACESSO DOS CADEIRANTES.

Basta caminhar por diversas ruas dos bairros explorados pela EMPRESA ZONA AZUL para se ter noção da quantidade de placas espalhadas por esta empresa.


Senhor prefeito ACS e vereadores (a) de Caraguatatuba porque a prefeitura autorizou a EMPRESA ZONA AZUL colocar tantas placas se as ruas de Caraguatatuba não têm ainda placas indicando os nomes das ruas?