Linguiça - Moreira Artesanal

Linguiça - Moreira Artesanal

Cabeça's Barbearia

Cabeça's Barbearia
Av. Pres. Castelo Branco, Sumaré /anexo ao posto Shell, Caraguatatuba, (12) 99616-7705

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

'Quero falar, eu vou falar'. Preso, Cunha contrata advogado de delatores

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, desde a noite de quarta-feira (19), o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) já dá sinais de que pretende negociar um acordo de delação premiada.

Brazil's President of the Chamber of Deputies Eduardo Cunha gestures during his defense in an ethics committee of the lower house, in Brasilia, Brazil, May 19, 2016. REUTERS/Adriano MachadoO deputado cassado contratou o advogado Marlus Arns, que já atua em acordos de delação premiada de empresários na Lava JatoDe acordo com o Valor Econômico,
Cunha disse ontem a seus advogados estar disposto a colaborar com as investigações da Lava Jato. "Eu quero falar, eu vou falar", afirmou o ex-presidente da Câmara, é o responsável pelos acordos de colaboração dos empreiteiros Dalton Avancini, Eduardo Leite e Paulo Augusto Santos, da Camargo Corrêa, e do empresário João Bernardi Filho.
No entanto, ao deixar a sede da Federal na capital paranaense nesta quinta (20), o advogado afirmou que delação premiada "não foi tema de conversa" que teve com o ex-deputado.
Risco para o processo: Cunha acabou preso por ordem de Sérgio Moro. O juiz federal acolheu os argumentos da força-tarefa da Procuradoria da República de que apontava que a liberdade do ex-deputado representava um "risco para a instrução do processo e para a ordem pública".
Calafrios no governo Temer: A prisão de Eduardo Cunha após longo período de investigações na Operação Lava Jato causa transtornos em Brasília. Dentro do governo Michel Temer (PMDB), a visão é de que o deputado cassado e, até pouco tempo, todo poderoso presidente da Câmara dos Deputados, pode agir de forma "vingativa" e "não cair sozinho".
Essas eram as informações trazidas pelos principais jornais brasileiros nesta quinta-feira (21).Também ontem, ao deixar o exame de corpo delito, no Instituto Médico Legal (IML), de Curitiba, falou rapidamente sobre sua prisão: "É uma decisão absurda".

Caraguá participa da campanha nacional de combate à tuberculose

Cidade é premiada pela qualidade nas ações de controle à doença

Com o objetivo de informar à população sobre os sintomas e tratamento adequados em casos de tuberculose, a Prefeitura Municipal de Caraguá, por meio da Secretaria de Saúde, participará de 1 a 14/11/2016, da Campanha Nacional de Combate à Tuberculose. As ações serão promovidas em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. 
Esta é a segunda campanha contra a doença que Caraguá inicia neste ano. A primeira foi realizada no mês de março com mais de 100 atendimentos. No mês de setembro, a cidade foi premiada, no Fórum Estadual de Tuberculose, em São Paulo, pela qualidade nas ações do Controle à tuberculose no ano de 2016.
O objetivo da campanha é receber os moradores que apresentam tosse com catarro há mais de duas semanas, e encaminhá-los para a realização de exames preventivos. O trabalho de combate à doença já é feito durante todo o ano. A meta é aumentar a detecção de casos, elevar o percentual de cura e reduzir o abandono do tratamento. 

Histórico – Segundo o Ministério da Saúde, antigamente, a tuberculose era considerada mortal e criaram-se tabus a respeito da enfermidade, o que ainda dificulta o controle. Atualmente, o Brasil apresenta 73% de cura dos casos tratados e, aproximadamente, 12% de abandono do tratamento. 

A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um microorganismo chamado Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch. Pode afetar diferentes órgãos, mas o comprometimento pulmonar é o mais frequente. É transmitida de uma pessoa para outra pelo ar, por meio da tosse ou do espirro em ambientes fechados.

Ao contrário do que muitos pensam, a tuberculose tem cura. Mas, para que haja um controle efetivo da doença, é indispensável que se detecte a tuberculose rapidamente e inicie-se o acompanhamento correto.
Este tratamento é prolongado e dura, no mínimo, seis meses. Na maioria dos casos, não é necessária a hospitalização. Após duas semanas de tratamento correto, a transmissão não ocorre mais.
Confira os endereços das UBS

UBS Centro
Avenida Maranhão, 451 – Jardim Primavera – 1º andar
“Edifício Dr. Luiz Roberto Barradas Barata” - Tel: (12) 3897-2102

UBS Perequê-Mirim 
 Avenida José Geraldo Fernandes da Silva Filho, 295 - Tel (12) 3885-1800

UBS Porto Novo
 Avenida José Herculano, 6.560 - Tel (12) 3887-6131

UBS Morro do Algodão
 Avenida Geraldo Lopes, 27 - Tel (12) 3887-9100

UBS Jaraguazinho
Rua Benedito Silvério Santana, 57 - Tel (12) 3883-3500

UBS Casa Branca/Olaria
Rua José Pedro de Oliveira Barbosa, 799 – Tel (12) 3883-9077/7007

UBS Jetuba
Rua Geraldo Cordeiro de Souza, 270 – Tel (12) 3884-4090

UBS Massaguaçu
Rua Irineu de Mello Neto, 600 – Tel (12) 3884-1999 

UBS TINGA
Rua Antonio dos Santos, 20 – Tinga – Tel (12) 3883-3277 / 3882-6446

UBS TABATINGA
Rua Manoel Pereira dos Santos, 47 – Tabatinga – Tel (12) 3884-5700

CENTRO DE ESPECIALIDADES MÉDICAS E ODONTOLÓGICAS – CEM/CEO
Avenida Maranhão, 421 – Jardim Primavera
“Edifício Madre Tereza de Calcutá” – Tel: (12) 3886-1200


    Secretaria de Comunicação Social 

Policial do Senado denuncia missão ‘secreta’ para Sarney

Autor da denúncia que originou a operação da Polícia Federal no Senado na sexta-feira passada, o policial legislativo Paulo Igor Bosco Silva afirmou que seus colegas cumpriram uma missão “secreta” no escritório particular do ex-presidente da Casa José Sarney (PMDB-AP), em Brasília. O objetivo, como em outros pedidos feitos pelos parlamentares, era descobrir se o local estava grampeado por eventuais escutas ambientais e telefônicas.
Silva recebeu o Estado na tarde de sábado e detalhou a denúncia apresentada ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal. A varredura de grampos realizadas no escritório de Sarney, de acordo com ele, foi feita por meio de uma “ordem de missão oculta”, não numerada, em julho de 2015, quando o ex-parlamentar não exercia mais cargo público.
“Muitas vezes a emissão de ordem de missão vinha não numerada. Uma ordem de missão não numerada é aquela que está inscrita no papel, mas não entra no controle. Tem a ordem 1,2,3,4, 5 e, a partir do momento que emito uma sem numeração, significa que ela não está entrando no controle. Isso aconteceu na do Sarney”, afirmou Silva. “Ordem de missão não numerada não é normal porque todo documento oficial tem que ter um controle do órgão.”
Afastado das atividades por motivos de saúde, Silva, de 29 anos e há quatro anos na Polícia Legislativa, diz que fez a denúncia após suspeitar de que as ações de varreduras tinham como objetivo embaraçar as investigações da PF no âmbito da Operação Lava Jato. Ele nega relação com o fato de estar respondendo a um procedimento interno sob a acusação de dar aulas em um cursinho em horário de expediente. “Não tem fundamento, porque a denúncia que fiz foi de maio e a sindicância é de 31 de agosto”, afirmou.
Desdobramentos das investigações da PF apontam que um grupo de policiais legislativos, liderado pelo diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, “tinha a finalidade de criar embaraços às ações investigativas da PF em face de senadores e ex-senadores, utilizando-se de equipamentos de inteligência”. Entre os beneficiados também foram citados os senadores Fernando Collor (PTC-AL) e Gleisi Hofmann (PT-PR), além do ex-senador Lobão Filho (PMDB-MA).
Carvalho e mais três policiais legislativos foram presos pela PF, mas apenas o diretor continua detido. Em nota divulgada na sexta-feira, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu a atuação dos policiais subordinados a ele e afirmou que as varreduras não acarretam em outros tipos de monitoramento.
Lava Jato
Silva relatou também uma ordem de “missão não numerada” nos escritórios particulares de Lobão Filho no Maranhão. Na ocasião, porém, houve resistência por parte dos agentes do Senado destacados para a operação.
“Como era algo que causava estranheza, o pessoal acabou entendendo, por bem, que não seria cumprido se não tivesse a ordem por escrito. E foi feito, apareceu a ordem por escrito e eles foram cumprir. Mas eu me recusei”, afirmou.
Segundo ele, a recusa ocorreu após notar uma associação do pedido de varredura com uma ação da Lava Jato. “A PF fez uma operação que envolveu o Lobão e pouco tempo depois foi determinado uma varredura nos escritórios particulares e na residência lá no Maranhão.”
A mesma iniciativa teria ocorrido após batida da PF nas residências do senador Fernando Collor (PTC-AL), realizadas em 15 de julho, em Brasília. “Assim que a Polícia Federal saiu da Casa da Dinda, o pessoal entrou para fazer a varredura. Assim que saíram do apartamento funcional dele, o mesmo procedimento foi feito” disse Igor.
“Isso me causava estranheza. Se a Operação Lava Jato estava com a autorização judicial e a PF cumpriu uma decisão também com autorização, como é que eu vou, na sequência, no mesmo endereço, fazer uma operação de contrainteligência verificando se existe ou não o grampo? Você pode até me falar: mas o grampo não poderia ser externo, de outro lugar? Poderia, mas também poderia ser da PF. E obviamente não vou saber identificar qual é qual, encontrando um, vou tirá-lo. E evidentemente que isso poderia atrapalhar o andamento das investigações.”
O policial legislativo afirmou desconhecer de quem partiam as ordens para as missões. “É a dúvida que surge, mas eu também não posso tirá-la. Desconheço se havia alguma determinação superior, alguma combinação. Para cima não sei o que acontecia, sei o que acontecia do Pedro (diretor da Polícia Legislativa) para baixo.”
Ele revelou ainda que, após a operação de sexta, foi ameaçado por um agente próximo do diretor da Polícia Legislativa.
Defesa
Procurado pelo Estado, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende Sarney, afirmou que o ex-senador não se lembra da varredura em seu escritório. “O Sarney não se lembra dessa varredura. Não tem nenhuma relação com ato secreto. Não tenho conhecimento de que foi feito varredura depois que ele deixou o Senado. Se foi feito depois, ele, como presidente do Senado, pode até discutir se houve alguma questão administrativa, alguma falha. Mas jamais se cometeu um crime.”
O advogado-geral do Senado, Alberto Cascais, foi procurado ontem, mas não respondeu aos telefonemas até o fechamento desta edição.
Casa escondeu atos em 2009
As ordens não numeradas da Polícia Legislativa remetem a outro episódio que mostrou uma “caixa-preta” no Senado. Em junho de 2009, o Estado revelou cerca de 300 atos administrativos que não foram tornados públicos, como prevê a Constituição, e favoreciam parentes de parlamentares ou mesmo eles próprios. Esses atos ficaram conhecidos como “atos secretos”.
Um dos principais personagens daquele episódio foi justamente o então presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). Entre os atos secretos esteve a exoneração do seu neto, loteado em um gabinete. O objetivo foi não dar visibilidade a um parente não concursado de Sarney na instituição, quando o Senado já deveria cumprir as regras antinepotismo estabelecidas no ano anterior pelo STF.
Na época, Sarney chegou a subir à tribuna e dizer que não sabia “o que é ato secreto”. Dois meses depois, ele admitiu que soubera desde o fim de maio. A mudança de posicionamento foi reação a uma fala do ex-diretor da Casa Ralph Siqueira, de que teria avisado Sarney sobre os atos.
Depois que as irregularidades vieram à tona, os atos foram publicados em edições suplementares do boletim. Sarney decidiu não anular as decisões tomadas pela Mesa Diretora, responsável pela publicação dos atos, alegando que não teria poder para isso.

Caraguá participa da campanha nacional de combate à tuberculose

Cidade é premiada pela qualidade nas ações de controle à doença

Com o objetivo de informar à população sobre os sintomas e tratamento adequados em casos de tuberculose, a Prefeitura Municipal de Caraguá, por meio da Secretaria de Saúde, participará de 1 a 14/11/2016, da Campanha Nacional de Combate à Tuberculose. As ações serão promovidas em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. 
Esta é a segunda campanha contra a doença que Caraguá inicia neste ano. A primeira foi realizada no mês de março com mais de 100 atendimentos. No mês de setembro, a cidade foi premiada, no Fórum Estadual de Tuberculose, em São Paulo, pela qualidade nas ações do Controle à tuberculose no ano de 2016.
O objetivo da campanha é receber os moradores que apresentam tosse com catarro há mais de duas semanas, e encaminhá-los para a realização de exames preventivos. O trabalho de combate à doença já é feito durante todo o ano. A meta é aumentar a detecção de casos, elevar o percentual de cura e reduzir o abandono do tratamento. 

Histórico – Segundo o Ministério da Saúde, antigamente, a tuberculose era considerada mortal e criaram-se tabus a respeito da enfermidade, o que ainda dificulta o controle. Atualmente, o Brasil apresenta 73% de cura dos casos tratados e, aproximadamente, 12% de abandono do tratamento. 

A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um microorganismo chamado Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch. Pode afetar diferentes órgãos, mas o comprometimento pulmonar é o mais frequente. É transmitida de uma pessoa para outra pelo ar, por meio da tosse ou do espirro em ambientes fechados.

Ao contrário do que muitos pensam, a tuberculose tem cura. Mas, para que haja um controle efetivo da doença, é indispensável que se detecte a tuberculose rapidamente e inicie-se o acompanhamento correto.
Este tratamento é prolongado e dura, no mínimo, seis meses. Na maioria dos casos, não é necessária a hospitalização. Após duas semanas de tratamento correto, a transmissão não ocorre mais.
Confira os endereços das UBS

UBS Centro
Avenida Maranhão, 451 – Jardim Primavera – 1º andar
“Edifício Dr. Luiz Roberto Barradas Barata” - Tel: (12) 3897-2102

UBS Perequê-Mirim 
 Avenida José Geraldo Fernandes da Silva Filho, 295 - Tel (12) 3885-1800

UBS Porto Novo
 Avenida José Herculano, 6.560 - Tel (12) 3887-6131

UBS Morro do Algodão
 Avenida Geraldo Lopes, 27 - Tel (12) 3887-9100

UBS Jaraguazinho
Rua Benedito Silvério Santana, 57 - Tel (12) 3883-3500

UBS Casa Branca/Olaria
Rua José Pedro de Oliveira Barbosa, 799 – Tel (12) 3883-9077/7007

UBS Jetuba
Rua Geraldo Cordeiro de Souza, 270 – Tel (12) 3884-4090

UBS Massaguaçu
Rua Irineu de Mello Neto, 600 – Tel (12) 3884-1999 

UBS TINGA
Rua Antonio dos Santos, 20 – Tinga – Tel (12) 3883-3277 / 3882-6446

UBS TABATINGA
Rua Manoel Pereira dos Santos, 47 – Tabatinga – Tel (12) 3884-5700

CENTRO DE ESPECIALIDADES MÉDICAS E ODONTOLÓGICAS – CEM/CEO
Avenida Maranhão, 421 – Jardim Primavera
“Edifício Madre Tereza de Calcutá” – Tel: (12) 3886-1200


    Secretaria de Comunicação Social

Caraguá Ghost Ship disputa Freedom Four Cup de Futebol Americano

O time encara o Diadema Diamonds no dia 13 de novembro, no Jardim Britânia

A equipe do Caraguá Ghost Ship Football (Navio Fantasma) estreia contra o Palmeiras Locomotives neste domingo (23), na Freedom Four Cup de Futebol Americano 2016. A partida será às 14h, no Clube de Campo Sociedade Esportiva Palmeiras, em Parelheiros, na capital paulista. O torneio reúne seis times, divididos em dois grupos. Os 1º e 2º colocados de cada grupo se classificarão para as semifinais.  

O Grupo 1 é formado pelo Blue Birds São Caetano, Diadema Diamonds e São Paulo Monsters. No Grupo 2, estão Caraguá Ghost Ship, Palmeiras Locomotives e Spartans Football.   

O Caraguá Ghost Ship encara o Diadema Diamonds no dia 13 de novembro, às 15h, no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug), no Jardim Britânia, em Caraguatatuba. O Navio Fantasma disputa com os Spartans Football, o último jogo da 1ª fase, no dia 27 de novembro. 

Secretaria de Comunicação

Dezesseis colégios participam dos Jogos Escolares Municipais em Caraguá O objetivo é promover a saúde e o desenvolvimento físico e intelectual

Os Jogos Escolares Municipais (JEM) de 2016 começam na próxima quarta-feira (26), a partir das 9h, com disputas do futsal no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug), Ciase Travessão e no Ginásio do Centro Universitário Módulo (Campus Centro), em Caraguatatuba. A competição reúne alunos do ensino fundamental de 16 escolas do município, entre municipais, estaduais e particulares.  
Os estudantes das categorias Pré-Mirim (até 12 anos) e Mirim (até 14 anos) competem no basquete, damas (misto), futsal, handebol, tênis de mesa, tênis, voleibol, xadrez (misto) e corrida de rua. 
Estão inscritas no torneio as seguintes escolas: Colégio Anglo Módulo, Colégio Imperatrice, EE Colônia dos Pescadores, EE Ismael Iglesias, Emef Profª Antonia Ribeiro da Silva, Emei/Emef Carlos Altero Ortega, Emei/Emef João Benedito Marcondes, Emei/Emef Prof. Alaor Xavier Junqueira, Emef Prof. Euclydes Ferreira, Emei/Emef Prof. Luiz Ribeiro Muniz, Emef Professor Luiz Silvar do Prado, Emef Prof. Oswaldo Ferreira, Emef Profª Antonia Antunes Arouca, Emef Profª Maria Aparecida de Carvalho, Emef Profª Maria Aparecida Ujio e Emef Profª Maria Moraes de Oliveira. 
Os objetivos dos Jogos Escolares Municipais são promover a saúde e o desenvolvimento físico e intelectual por meio do esporte; propiciar a integração entre participantes de diferentes unidades escolares para ampliar as oportunidades de socialização; e incentivar a adoção de hábitos saudáveis e o surgimento de novos talentos esportivos em Caraguá.
O Congresso Técnico definiu os confrontos na quarta-feira (19), na Videoteca Lúcio Braum, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (12) 3885-2200. 

Confira a tabela do futsal Jogos Escolares Municipais

26/10 (quarta-feira) Ciase Travessão – Grupo B
Jogo
Horário
Equipe

Equipe
01
9h
Alaor Junqueira
x
Euclydes Ferreira
02
9h30
Carlos Ortega
x
Alaor Junqueira
03
10h
Euclydes Ferreira
x
Carlos Ortega

26/10 (quarta-feira) Cemug – Grupo A
Jogo
Horário
Equipe

Equipe
04
9h
Maria Moraes
x
Antônia Ribeiro
05
9h30
Antônia Ribeiro
x
Colônia dos Pescadores
06
10h
Colônia dos Pescadores
x
Maria Moraes

26/10 (quarta-feira) Ginásio do Centro Universitário Módulo – Grupo C
Jogo
Horário
Equipe

Equipe
07
9h
Anglo Módulo
x
Oswaldo Ferreira
08
9h30
Oswaldo Ferreira
x
Antônia Arouca 
09
10h
Antônia Arouca
x
Anglo Módulo

Secretaria de Comunicação Social

Dezessete jogos marcam abertura da Copa da Criança em Caraguá

A 12ª Copa da Criança de Futebol de Campo começa neste sábado (22) e continua no domingo (23), em Caraguá, com 17 disputas nos campos do Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug), Poiares (atrás do Semar), Porto Novo e no Estádio do XV do Novembro, no Centro. 

As partidas da rodada de abertura movimentam o sábado e a manhã de domingo. A competição reúne equipes das categorias Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-15.
Secretaria de Comunicação

Preso?


Você deve estar se perguntando sobre essa capa da Veja.
 
Vou esclarecer: eu nunca fui preso!
 
Há 26 anos atrás fui chamado como engenheiro para fazer uma inspeção na estrutura de um muro com risco de desabamento e ferimento de pessoas, de um terreno da Igreja Universal que estava invadido, mas fui impedido de entrar pelos invasores.
 
Deu uma confusão danada e o assunto foi parar na delegacia. O delegado resolveu identificar a todos, daí essa foto que você está vendo na capa.
 
Mas isso não deu nenhum processo a não ser o que eu iniciei contra o delegado por abuso de autoridade. 

Eu nunca fui preso, nunca respondi a um processo e é simples verificar isso nas certidões que apresentei ao TRE como candidato.
 
Muito obrigado!
A revista Veja não pode tentar manipular as eleições. Compartilhe o vídeo no seu Facebook e marque seus amigos para eles saberem a verdade.

Teatro Mario Covas apresenta comédia ‘’Os homens querem casar e as mulheres querem sexo 2’’ neste sábado

A comédia discute as visões distintas de homens e mulheres com o sexo oposto
O espetáculo “Os homens querem casar e as mulheres querem sexo 2’’ será apresentado no Teatro Mario Covas, em Caraguá, neste sábado (29/10), às 21h. A comédia discute as visões distintas de homens e mulheres para com o sexo oposto. A peça conta com direção de José Santa Cruz e é protagonizada pelos atores Danielle Niño e Carlos Simões, também autor do texto final.
A história gira em torno de Jonas (Carlos Simões) e sua busca desastrada pela mulher perfeita. Nesse processo, encontra Deus (Danielle Niño) e descobre que, além de Deus ser mulher, é cearense. Deus então propõe a Jonas, a passar a sentir tudo que as mulheres sentem, para então entender a visão feminina acerca do universo masculino. Com muito humor, a obra promete momentos de descontração e muitos risos de todo o público.
Os ingressos custam R$ 50 inteira e R$ 25 meia-entrada e podem ser adquiridos na loja Presson (Calçadão Santa Cruz), livraria Nobel (Serramar Shopping), no site www.bilheteriarapida.com.br e na bilheteria do teatro, no dia da apresentação, a partir das 14h. 
O Teatro Mario Covas está localizado na Av. Goiás, nº 187, no Indaiá, em Caraguatatuba. Mais informações: (12) 3881.2623.

Serviço
“Os homens querem casar e as mulheres querem sexo 2” (Comédia)
Dia 29/10 – sábado – às 21h
Teatro Mario Covas
Ingressos: R$ 50 inteira e R$ 25 meia-entrada
Classificação: 14 anos | 60 min.

Circuito Cultural Paulista: Musical Infantil “O Canto das Vitaminas” tem entrada franca nesta sexta em Caraguá

A obra conta com cenário 3D e tem como objetivo estimular o público infantil a adotar uma alimentação mais colorida e saudável

O Circuito Cultural Paulista, programa realizado pelo Governo do Estado São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, apresenta nesta sexta-feira (28/10), às 19h, no Teatro Mario Covas, o espetáculo infantil “O Canto das Vitaminas – Colorido Mundo 3D”. A entrada é franca. 
A obra tem como objetivo estimular o público infantil a adotar uma alimentação mais colorida e saudável. Para cativar as crianças, o espetáculo conta com músicas interpretadas ao vivo, além de um figurino muito colorido, com personagens animados, que abordam temas como a amizade, o amor verdadeiro e a família.
O cenário da apresentação é inteiramente projetado em 3D, no qual os atores contracenam com as imagens em animação e as músicas são interpretadas pelos atores/cantores, fazendo com que as crianças sejam envolvidas por este espetáculo colorido, irreverente e emocionante. Com diálogos divertidos e educativos, a peça traz a história da menina Polyana, uma garota que não se alimenta direito e em uma consulta com um médico maluco acaba indo parar no Planeta das Vitaminas. 
A apresentação faz parte de um projeto da Cia. Terceiro Acto, viabilizado por meio da Lei Rouanet de incentivo à cultura e pelo ProAC – Programa de Ação Cultural.
O Circuito é um dos mais importantes programas de difusão cultural e de formação de plateias e tem como missão ampliar o acesso à cultura de forma descentralizada. Em Caraguá, o programa é realizado pela Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba. O Teatro Mario Covas está localizado na Av. Goiás, nº 187, no Indaiá. Mais informações: (12) 3897.5661.
Sinopse do Espetáculo 
Polyana é uma menina que não gosta de comer e por isso está cada vez mais fraca e desanimada. Por isso, sua mãe a leva ao médico, o Dr. Vital, um cientista sempre cheio de equipamentos estranhos e invenções malucas. E é uma destas invenções que faz com que Polyana e o médico partam para uma viagem cheia de aventuras e suspense na Terra das Vitaminas. 
Em um lugar estranho e vazio, Polyana encontra o Eco, personagem que mostra sempre a verdade de cada um de nós e do que somos capazes. Enquanto isso Dr. Vital é raptado pelo Bigatossauro, escravo da bruxa Anemia, que rouba as vitaminas para si ficando cada vez mais poderosa e má. Na procura por Dr. Vital, Polyana encontra a Terra das Vitaminas. Um lugar muito colorido e divertido, onde aprende como é bom comer para ficar mais inteligente e forte, e ainda faz amigos de verdade que a ajudarão na procura pelo médico e a volta para casa. 
Sobre o Circuito Cultural Paulista
O programa, executado pela APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte), promove ao longo do ano, em cada cidade parceira, um espetáculo por mês, de março a junho e de agosto a novembro, de forma a compor temporadas artísticas que movimentam a vida cultural dos mais de 100 municípios participantes, valorizando os teatros e centros culturais locais, além de espaços alternativos.
A qualidade e a variedade dos espetáculos norteiam a programação do Circuito. Entre música, dança, circo, teatro e programação infantil, o público tem acesso ao melhor do que está sendo produzido nos palcos de São Paulo e do Brasil – de nomes consagrados a criações experimentais. Aos artistas, o Circuito dá a chance de visitar várias regiões e de encontrar um público diversificado, aberto ao novo e ao diálogo entre as linguagens artísticas.
Serviço
Espetáculo “O Canto das Vitaminas” – Terceiro Acto (Musical Infantil)
Dia 28/10 – sexta-feira – às 19h 
Teatro Mario Covas 
Entrada Franca l Livre l 70 min.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro