ABI - Associação Brasileira de Imprensa

ABI - Associação Brasileira de Imprensa
Liberdade de Expressão e Ética

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Curso: Proteção Integral e Multidisciplinar de Criança, Adolescente, Mulher, Idoso e Pessoa com Deficiência


Comissão do Senado deve aprovar projeto que obriga farmácias a vender remédios a preço de custo para idosos que sejam aposentados do INSS, usuár‏

Nota publicada pelo Lauro Jardim, no Radar Online da Veja

Palavras do nosso presidente nacional, Marcos Pereira, durante o Encontro Regional do PRB em Guarujá. Leiam:



"Perdemos a eleição em 2012 com Celso Russomanno, é verdade, mas perdemos de cabeça erguida porque jamais prometemos o céu na terra com um marketing barato, nem desrespeitamos o eleitor com ataques sujos aos nossos adversários." 

Leia: http://www.marcospereira.com/noticias/em-guaruja-presidente-do-prb-critica-haddad-por-promessas-nao-cumpridas/

Veja este brilhante artigo do jornalista Josias de Souza, a respeito do assunto. Haddad prometeu o que não podia cumprir. http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2013/08/16/futuro-prometido-por-haddad-esbarrou-no-caixa/

Ouça e compartilhe

Aproveite: pacotes de viagem por menos de R$ 1000!

Florianópolis - 4 noites - 1 (© Shutterstock)

Viajar é uma das melhores coisas da vida: você conhece novas culturas, lugares incríveis e ainda dá um tempo na sua rotina para descansar e respirar novos ares. E fazer tudo isso aproveitando os preços de baixa temporada, não é bem melhor? Veja a seguir os pacotes de viagem que selecionamos por menos de R$ 1000! 
Florianópolis - 4 noites
Florianópolis, conhecida como a ”Ilha da Magia”, é famosa por suas belas praias e, por isso, um dos destinos mais cobiçados para aproveitar as férias ou passar um final de semana. A praia da Joaquina, uma das mais visitadas, é perfeita para aproveitar o dia e praticar esportes, principalmente o surfe. Já Jurerê internacional, outro point da capital, é sempre sinônimo de muito glamour e badalação. Outros pontos de interesse são a Praia do Campeche, a Praia Mole, a Lagoa da Conceição e a Ilha de Anhatomirim.
Destaques do pacote:
- Passagem aérea ida e volta voando TAM;
- 4 noites de hospedagem no Hotel Residencial Ilhabela, em acomodação dupla com café da manhã incluído;
Não inclui: tudo que não esteja expressamente mencionado como “incluído” no programa.
____________________________________________________
Valores:
Saída de São Paulo (28/10): A partir de R$ 383 por pessoa.
Quem leva? Americanas Viagens. 4003-4313.

Campanha Eleições Limpas intensifica a coleta de assinaturas nesse domingo. Participe vc tambem!!!‏

Visite o site e saiba como participar

www.eleicoeslimpas.org.br  
http://www.youtube.com/watch?v=qahO-AwKvug - Marlon Reis expoe o projeto

A Campanha Eleições Limpas intensifica a coleta de assinaturas
Brasília, Curitiba e Porto Alegre farão coleta de assinaturas para a Campanha Eleições Limpas.
Mas se voce não estiver em uma dessas cidades, imprima o formulario, coleta assinaturas e envie scanneado pelo site ou pelo correio.

A Campanha Eleições Limpas intensifica a coleta de assinaturas nas ruas com a participação de entidades da Rede MCCE, seccionais da OAB e comitês MCCE.

Neste domingo (18/08), Brasília, Curitiba e Porto Alegre farão a coleta de assinaturas para a Campanha Eleições Limpas.

Segundo a diretora do MCCE, Jovita Rosa, a Rede MCCE conquistou o "voto limpo" com a lei 9840/99, buscou o candidato limpo" com a LC 135/10 (Ficha Limpa) e pretende transformar as eleições em "Eleições Limpas" com este novo projeto do Movimento.
AGENDA
Pontos de coletas neste fim de semana

BRASÍLIA
Domingo (18/08) a partir das 08h
Local: Parque da Cidade (ao lado da administração do parque)
Organização: IFC (projeto 
#AdoteUmDistrital)
Contatos: (61) 3224-4368 | 8616-9487 | ifc@ifc.org.br

CURITIBA
Domingo (18/08) das 08 às 13h
Local: R. Dr. Kellers esquina com a Rua Júlia da Costa
Organização: Instituto Atuação
Contato: (41) 9541-1321 | Diego

PORTO ALEGRE
Domingo (18/08)
Local: Parque da Redenção
Organização: OAB/RS
Maiores informações: OAB/RS - (51) 3287.1800

Guilherme Araújo descobre por onde anda a promessa de galã da TV Globo virou vendedor de loja

Jonathan Nogueira: promessa de galã que virou vendedor de loja

A vida dá muita volta, e veja quem o Guilherme Araújo encontrou ao entrar em uma loja no Rio de janeiro... Veja a entrevista e as fotos do ex-ator ou ator? 

O interesse pela profissão de ator começou cedo na vida de Jonathan Nogueira. Quando pequeno, ele chorava em frente à televisão porque queria entrar no aparelho. Foi depois de uma travessura que sua mãe começou a perceber sua vocação: “Uma vez, invadi o set da novela ‘A gata comeu’, na Urca, e minha mãe viu que eu realmente gostava daquilo”.
Depois de alguns comerciais, Jonathan estreou na telinha aos 7 anos, como o Lalau de “Hipertensão”: “Comecei a virar um garoto-prodígio, engatando um trabalho no outro”, diz ele, hoje com 34 anos. Ainda jovem, o ator teve que enfrentar o desafio de falar em italiano na novela “Vida nova”, interpretando o filho da Nívea Maria. Ele ainda participou do “Você decide”, da minissérie “Um só coração” e da novela “América”, seu último trabalho na Globo.
Jonathan Nogueira
Jonathan Nogueira 
Em “O dono do mundo” que Jonathan conseguiu um maior destaque na carreira. O ator viveu Paulinho, filho do personagem de Kadu Moliterno. “A cena de reconciliação entre eles foi muito elogiada pelos diretores, entre eles, Dennis Carvalho”, lembra. Por causa dessa atuação, ele recebeu um memorando parabenizando-o, presente que guarda até hoje.
Jonathan Nogueira
Jonathan Nogueira
Os convites para novelas ficaram cada vez mais escassos: “A carreira artística é um estresse constante. Você investe, faz cursos e nem sempre tem o retorno”. Há dois anos, Jonathan trabalha como vendedor na loja da Calvin Klein, em busca de uma estabilidade financeira. “Se Gilberto Braga me desse uma oportunidade, ficaria balançado. Para voltar, a proposta precisaria ser muito boa. Hoje penso em crescer onde estou”, afirma.
Jonathan Nogueira
Jonathan Nogueira 
Jonathan Nogueira
Jonathan Nogueira 

MARLENE MATTOS TEM DÍVIDA COM LUCIANO HUCK

Marlene Mattos pode estar passando por uma crise financeira. Fontes da coluna garantem que a diretora, ex-braço direito de Xuxa, pediu um empréstimo de R$ 100 mil a Luciano Huck. Vale lembrar que Marlene foi uma das principais incentivadoras do início da carreira do apresentador na Globo. Procurada pela coluna, Marlene não confirmou a informação e pediu que entrássemos em contato com Huck. “Não teria problema em pedir nenhuma ajuda aos meus amigos, mas isso vocês devem perguntar a ele”, disse.
Xuxa e Marlene Mattos romperam a parceria profissional há 12 anos, depois uma longa e bem-sucedida parceria. Nem a apresentadora nem a diretora comentam sobre o assunto, e nunca mais se falaram.

Kate Moss faz topless na praia e exibe barriguinha saliente


Kate Moss relaxou durante um passeio com os amigos na ilha de Formentera, na Espanha. A top de 39 anos não se inibiu e tirou a blusa para vestir a parte de cima do biquíni. Ela deixou os seios de fora por um momento, e expôs a barriguinha saliente.
Um dos amigos de Kate Moss também não se intimidou e trocou de roupa na praia. A modelo brincou com a situação e chegou a fazer fotos dele com o telefone celular.
Um amigo de Kate Moss também tirou a roupa
Um amigo de Kate Moss também tirou a roupa 
Kate Moss Topless and Snapping Pictures of her Naked Friend
Kate Moss Topless and Snapping Pictures of her Naked Friend 
Kate Moss colocou a parte de cima do biquíni

ESPECIAL-Negociações fundiárias atrasam linhas de transmissão em SP

Altas indenizações cobradas por proprietários de terras para passagem de linhas de transmissão estão atrasando projetos para aumentar o envio de energia para São Paulo, incluindo a produzida nas usinas do rio Madeira, colocando em risco a capacidade de escoamento de energia para o Estado.
O impasse entre donos de terra e empreendedores no Estado, somado aos problemas com a obtenção de licenciamento ambiental, dificulta a viabilização de projetos já licitados e contribui para a diminuição do interesse em novas concessões, como ocorreu no último leilão de transmissão, disseram empresas do setor e autoridades governamentais
"O pessoal está supervalorizando e querendo valores muito altos de indenização. Então o tempo de negociação com os donos da terra tem demorado muito...Isso não era normal, é um fato novo", disse o diretor de Estudos de Energia Elétrica da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), José Carlos de Miranda Farias.
Segundo Farias, essa situação coloca em risco o abastecimento de São Paulo, região que está em constante crescimento e precisa de reforços no sistema de transmissão.
Cultivos altos ou sujeitos a queimadas não são viáveis no corredor de passagem das linhas de transmissão. Mas em São Paulo, o aumento do valor de indenizações cobradas pelos proprietários também está relacionado ao desenvolvimento urbano e expectativa de valorização dos terrenos, disseram empresas que atuam na região.
A elétrica paranaense Copel, que tem expandido a atuação em São Paulo, calcula que valores de indenização pedidos pelos proprietários de terra chegam a ser entre 80 a 100 por cento maiores que os orçados pela empresa.
A empresa tenta viabilizar a linha de transmissão Araraquara II-Taubaté, um dos sistemas que ajudará no escoamento da energia das usinas do rio Madeira para São Paulo e Rio de Janeiro. O projeto da linha de 500 quilovolts (Kv) foi arrematado pela empresa em leilão de 2010, mas a construção ainda não começou.
A Copel aguarda a licença de instalação, com expectativa que seja emitida até setembro para que as obras sejam iniciadas e concluídas 12 meses após o início.
No caso desse projeto, o licenciamento ambiental é o principal motivo do atraso, segundo o superintendente de Obras de Transmissão da empresa, Nilberto Lange Jr. Mas as negociações com os proprietários de terra não têm sido fáceis e grande parte delas está sendo resolvida na Justiça, disse.
"Atualmente, o custo da terra em São Paulo chega a ser 20 vezes mais caro (do que é em outras regiões)... Os proprietários têm exigido valores muito altos, ou simplesmente não querem a passagem da linha, o que nos obriga tomar ações judiciais."
A linha Araraquara II-Taubaté terá 350 quilômetros de extensão, passando por 28 cidades e por terras de cerca de 800 proprietários. A Copel ainda negocia os valores das indenizações com cerca de 40 por cento dos proprietários atingidos.
A Cteep, companhia de transmissão de energia do grupo colombiano ISA e que tem forte atuação em São Paulo, também identifica dificuldades fundiárias para expansão da transmissão no Estado.
"Temos tido problemas sérios. Tivemos um projeto recente de uma linha em Sorocaba, que não é longa, em que custos patrimoniais foram várias vezes superiores ao que se imaginaria pela referência da Aneel", disse o diretor de empreendimentos da empresa, Luiz Roberto Azevedo, que defende que a agência faça uma revisão da referência de custos para a região.
Segundo ele, a empresa já teve casos de linhas curtas em SP em que quase a totalidade das negociações fundiárias tiveram que ocorrer por meio da Justiça.
"Isso não tira a atratividade, mas está prejudicando", disse Azevedo. Ele acrescenta que, além dos custos e dificuldades de negociações fundiárias, a taxa de retorno e riscos relacionados a atrasos para licenciamento ambiental afastam interessados.
LINHAS DO MADEIRA ATÉ SP ATRASADAS
O linhão de transmissão de energia do Madeira, principal sistema para trazer energia das usinas Santo Antônio e Jirau de Porto Velho (RO) até Araraquara (SP), deve entrar em operação neste mês, segundo expectativa dos empreendedores. Mas outras importantes linhas que levariam a energia que chega em Araraquara para outras regiões de São Paulo e do Sudeste do país estão atrasadas, o que prejudica o escoamento pleno da eletricidade do Madeira para a região mais industrializada do país.
"O sistema tem vários caminhos, mas se não fizer reforços, os caminhos que existem se sobrecarregam... À medida em que as máquinas do Madeira vão entrando, é preciso ter mais caminhos", disse Azevedo, diretor da Cteep.
A linha Taubaté(SP)-Nova Iguaçu(RJ), licitada em 2011, recebeu a licença de instalação ambiental, necessária para iniciar as obras, apenas em 23 de maio, segundo informações no site do Ibama.
Outras linhas de alta tensão que ajudam no escoamento da energia do Madeira e que sairão de Araraquara não tiveram nenhum proponente interessado no último leilão de transmissão, em maio. São elas Araraquara-Fernão Dias (Lote F) e Araraquara-Itatiba (Lote J). Além disso, a linha Itatiba(SP)-Bateias(PR), que fazia parte do lote E e que ajudaria no aumento do intercâmbio de energia entre Sudeste e Sul, também não recebeu propostas no leilão.
A EPE e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estão reavaliando esse lotes não licitados, para garantir que os sistemas tenham interessados no próximo certame, o que deverá ocorrer em setembro ou outubro.
"Nós precisamos dessas linhas. Quanto mais cedo melhor, elas darão maior confiança ao atendimento em São Paulo, para o escoamento do Madeira ao principal centro de consumo do Brasil", disse Miranda, da EPE.
O superintendente de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição da Aneel, Ivo Sechi Nazareno, disse que a agência avalia aumentar os valores de receita anual (RAP) máxima para operar os lotes e estender os prazos para a construção. Ele disse que os estudos ainda não estão concluídos e não poderia estimar em quanto os prazos e receitas aumentariam.
Nazareno explicou que o aumento dos prazos é para acomodar mais tempo para as negociações com proprietários de terra e que a Aneel também está considerando aumento nos valores relacionados aos custos fundiários para os lotes.
"As linhas já são necessárias atualmente. Então, se a gente aumenta o prazo, é para refletir a necessidade de que é melhor fazer a linha, mesmo que com um prazo um pouco maior", disse.

Comércio varejista do país teve retração de 1,6% em junho

O comércio varejista do país teve queda média de 1,6% na clientela, em junho, comparado a maio, segundo mostra a pesquisa Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. No entanto, três segmentos mantiveram-se aquecidos: o de veículos, motos e peças, com alta de 6,2%; o de material de construção, com 1,1%, e o de supermercados, com 0,3%, sobre um aumento anterior de 1,5%.
Comparado a junho do ano passado, a atividade do setor cresceu 09,% em média. Na avaliação dos economistas da Serasa Experian, “a onda de protestos ocorrida em várias cidades do país durante o mês de junho afugentou os consumidores das lojas”. Esses analistas também apontaram como efeito negativo a elevação dos juros e a “queda dos níveis de confiança dos consumidores”.
A maior retração ocorreu com o setor de móveis, eletroeletrônicos e informática, com recuo de 1,1%, e com o setor de combustíveis e lubrificantes, com redução de 1%. Estes foram os setores que mais demandaram movimento, no fechamento do primeiro semestre com alta (em ambos os casos) de 8,1%. Já na comparação com junho do ano passado, o segmento de móveis caiu 3,3% e o de combustíveis e lubrificantes teve expansão de 4,8%.
Todos os segmentos apresentaram avanços no primeiro semestre comparado ao mesmo período do ano passado, com expansão diária de 8,1%, porém, em relação aos dois anos anteriores, há uma gradativa redução. Em 2011, haviam avançado 11,% e, em 2012, 9,6%.
A segunda maior taxa de aumento ocorreu nos supermercados, onde o movimento de clientes superou em 6,1% o de igual período, em 2012. Na sequência, estão os setores de tecidos, vestuário, calçados e acessórios com crescimento de 3,4%; veículos, motos e peças com 3,3% e material de construção com 2,7%.

Receita Federal prepara consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda

A Receita Federal prepara a liberação da consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. O dinheiro será depositado no banco no próximo dia 15. A expectativa é que a consulta possa ser liberada na semana que vem, mas a Receita pode antecipá-la, já que todas as declarações foram processadas, conforme informou a própria Receita Federal.
Ao todo, são sete lotes regulares. O último está previsto para 16 de dezembro. O calendário de restituição está no Ato Declaratório 3 da Receita Federal publicado no Diário Oficial da União. Quem não receber a restituição até dezembro deve procurar o extrato no site da Receita para verificar por que caiu na malha fina.
Quem identificou algum erro deve enviar uma declaração retificadora. O extrato da declaração é disponibilizado no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) no qual se encontram outras informações relativas ao imposto de renda.
Para utilizar o e-CAC é necessário usar o código de acesso gerado na própria página da Receita ou o certificado digital emitido por autoridade habilitada. Para gerar o código, o contribuinte precisará informar o número do recibo de entrega das declarações de Imposto de Renda dos dois últimos exercícios.
Com o código, o contribuinte pode fazer a autorregularização caso encontre algum erro.
O tamanho dos lotes depende das disponibilidades do Tesouro Nacional. No primeiro, foram creditadas restituições de um total de 1,9 milhão de contribuintes, no valor de R$ 2,7 bilhões, já corrigidas em 1,6%.
Para saber se houve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS, que facilitam a consulta.
A Receita lembra que a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Declaração IRPF.
Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá procurar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (atendimento exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Ministério da Fazenda divulga calendário oficial do PIS-Pasep 2013

Correntistas da Caixa terão o crédito efetuado em conta corrente

A Secretaria do Tesouro Nacional, vinculada ao Ministério da Fazenda, publicou nesta quarta-feira no Diário Oficial da União o calendário de pagamentos do abono salarial do PIS e do Pasep referentes ao exercício de 2013. As liberações dos pagamentos vão do dia 13 de agosto até 30 de junho de 2014. O abono é de um salário mínimo e para receber é preciso preencher requisitos como estar inscrito no programa e ter trabalhado por, pelo menos, 30 dias em 2011, recebendo até dois salários mínimos.

CRONOGRAMA DO PIS:
Nascidos em julho - recebem de 13/08/2013 a 30/06/2014
Agosto - recebem de 15/08/2013 a 30/06/2014
Setembro - recebem de 20/08/2013 a 30/06/2014
Outubro - recebem de 22/08/2013 a 30/06/2014
Novembro - recebem de 12/09/2013 a 30/06/2014
Dezembro - recebem de 17/09/2013 a 30/06/2014
Janeiro - recebem de 19/09/2013 a 30/06/2014
Fevereiro - recebem de 24/09/2013 a 30/06/2014
Março - recebem de 10/10/2013 a 30/06/2014
Abril - recebem de 15/10/2013 a 30/06/2014
Maio - recebem de 17/10/2013 a 30/06/2014
Junho - recebem de 22/10/2013 a 30/06/2014

CRONOGRAMA DO PASEP:

Final de inscrição:
0 e 1 - recebem de 13/08/2013 a 30/06/2014
2 e 3 - recebem de 20/08/2013 a 30/06/2014
4 e 5 - recebem de 27/08/2013 a 30/06/2014
6 e 7 - recebem de 03/09/2013 a 30/06/2014
8 e 9 - recebem de 10/09/2013 a 30/06/2014

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago nesta terça-feira

O PIS pode ser sacado em agências da Caixa Econômica

O abono de um salário mínimo (R$ 678) do PIS/Pasep 2013 começa a ser pago nesta terça-feira. No caso do PIS, o dinheiro vai sair para os trabalhadores nascidos em julho, que podem ir às agências da Caixa Econômica Federal. No Pasep, o abono é para quem tem inscrição terminada em zero ou 1 e o saque é feito no Banco do Brasil (BB). O dinheiro pode ser sacado até 30 de junho de 2014. O montante não retirado até essa data voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).
O benefício é para o trabalhador que tenha tido vínculo empregatício por, pelo menos, 30 dias em 2012 e recebido, em média, dois salários mínimos. Também é preciso estar cadastrado no programa por, no mínimo, cinco anos.
Para sacar o abono do PIS/Pasep, é necessário apresentar um documento de identidade com foto e o número de cadastro no benefício. Outras opções são usar os caixas eletrônicos, as casas lotéricas ou os correspondentes bancários Caixa Aqui.

Remuneração do FGTS não cobre a inflação desde 1999

A professora Marli Alice pode receber cerca de R$ 22 mil a mais se no cálculo do saldo do FGTS a TR for substituída pelo INPC, como querem os sindicatos

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tem sido um cobertor cada vez mais curto para o trabalhador brasileiro. Desde 1999, a Taxa Referencial (TR), índice que serve de correção para o fundo e alguns tipos de investimentos no mercado financeiro, não cobre as perdas causadas pela inflação. Com isso, o dinheiro que o trabalhador “empresta” para o governo — já que o FGTS é usado para financiar habitação, infraestrutura urbana e saneamento básico — está, a cada ano, perdendo seu poder de compra, voltando desvalorizado para o bolso do cidadão.
Segundo cálculos feitos pelo EXTRA e pelo Instituto FGTS Fácil, nos últimos 13 anos e meio, os rendimentos do Fundo de Garantia totalizaram 107%, enquanto, no mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulou 162% (veja a tabela abaixo).
Em nota técnica publicada em junho, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) destacou que a redução da TR começou em 1999, quando o governo trocou a taxa de câmbio administrada (em que ele fixa a cotação) pela flutuante (em que o mercado é quem a fixa), o que tirou a pressão sobre a taxa de juros básica da economia (Selic).
— Quando o governo adota o câmbio flexível, não é mais obrigado a manter a taxa de juros alta para atrair dólares — explica o técnico do Dieese Leandro Horie.
Para o departamento, o governo deve mudar a fórmula de cálculo da TR ou escolher outra forma de atualização dos saldos, que permita sua valorização.
O Instituto FGTS Fácil defende uma nova fórmula de remuneração, em que a TR seja substituída pelo INPC, já que a diferença entre a que contém a TR e a que é baseada no INPC representa uma perda de 101% no saldo do FGTS de 1999 até hoje.
Saldo de R$ 41 mil poderia chegar a R$ 63 mil
A professora Marli Alice Taveira, de 48 anos, pretende se aposentar daqui a dois e já demonstra preocupação com o valor que o governo vai pagar a ela.
— A gente olha o extrato da Caixa Econômica Federal, mas não sabe se esse cálculo está correto — observa Marli, que, por já ter casa própria, quer usar o dinheiro para terminar a reforma da moradia, em Vila Valqueire, na Zona Oeste.
A professora trabalha em três escolas, dando aulas de Artes e Matemática para crianças do ensino fundamental. Somados hoje, os três saldos do Fundo de Garantia totalizam R$ 41.263, valor que, segundo cálculos do Instituto FGTS Fácil, poderia chegar a R$ 63 mil, se a conta da remuneração do fundo usasse o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no lugar da Taxa Referencial.
— O trabalhador está sendo roubado pela manipulação do Banco Central em relação à TR. Ninguém pediu autorização ao trabalhador para meter a mão no dinheiro dele — avalia Mario Avelino, presidente do Instituto FGTS Fácil.
Marli não tem todos os extratos de suas contas, que há alguns meses deixou de receber da Caixa Econômica Federal, sem ainda saber o porquê. Com os documentos, ela poderá se cadastrar numa ferramenta que será lançada, amanhã, pelo FGTS Fácil e que permitirá a todo trabalhador fiscalizar seu saldo de Fundo de Garantia.
Qualquer um pode solicitar o extrato detalhado do FGTS, desde a data de sua admissão, em qualquer agência da Caixa.
O lado negativo da mudança
Mudar a fórmula da remuneração do Fundo de Garantia (TR + juros de 3% ao ano) não é tarefa fácil. Apenas o Congresso Nacional, por meio de uma lei, poderia fazê-lo. Para Myrian Lund, professora de Finanças da Fundação Getulio Vargas (FGV), é impossível, porém, que o governo vincule o saldo do FGTS à inflação:
— O endividamento do governo iria lá para as alturas. O país quebraria com isso.
Para a especialista, uma solução seria a União criar fundos de investimentos em que os trabalhadores pudessem aplicar o dinheiro do FGTS e ter rendimentos maiores.
Uma alternativa seria alterar a fórmula da Taxa Referencial. Isso dependeria apenas do Banco Central (BC), mas também seria problemático, pois a taxa é aplicada em muitos contratos imobiliários para corrigir as prestações dos financiamentos.
— Na atual situação de inflação alta, isso pode elevar a inadimplência — diz Leandro Pacífico, presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH).
Para o professor de Economia do Ibmec Mauro Rochlin, mexer na TR seria mais traumático do que alterar a capitalização do FGTS.
— A alternativa seria adotar um indexador de preços, acrescido de uma taxa de juros real (descontada a inflação).
Instituto lança site de controle do seu saldo
Qualquer trabalhador que quiser fiscalizar o saldo do Fundo de Garantia poderá fazê-lo gratuitamente, a partir desta segunda-feira, pelo novo site FGTS Devido (www.fgtsdevido.com.br). A ferramenta foi criada pelo Instituto FGTS Fácil e vai permitir o cadastramento de todos os depósitos mensais — obtidos pelos extratos da Caixa Econômica Federal — e o cálculo de possíveis perdas, além da identificação de fraudes.
Para se cadastrar na ferramenta, o interessado deve inserir seu nome completo e um e-mail, além de criar uma senha. No link “criar contas”, o usuário vai cadastrar cada empresa onde tenha trabalhado. Em cada conta, deverá inserir dados como nome da companhia, datas de admissão e demissão, e número da carteira de trabalho. Depois, bastará selecionar um ou mais entre os 14 motivos que o site apresenta para o controle da conta, como “minha empresa não depositou meu FGTS, e já saí da empresa” ou “fiscalização preventiva para evitar perdas futuras”.
No site, o presidente do Instituto, Mario Avelino, calculou, por exemplo, que um um trabalhador que tinha em novembro de 2002 um saldo de R$ 10 mil, tinha um saldo de R$ 16.362,28 no dia 10 do mês passado, considerando o cálculo oficial do governo, com base na TR. Se a fórmula fosse baseada no INPC, o saldo seria de R$ 26.787,19. A diferença entre os dois saldos traduz uma perda de R$ 10.424,91, o equivalente a 63,71%.

Lojas, bancos e concessionárias dão até 80% de desconto para quem quitar dívidas antes do Natal

Roberto Costa está negociando a dívida no cartão

Ainda dá tempo de sair do vermelho antes das festas de fim de ano. Grandes redes varejistas, concessionárias de serviços públicos, bancos e financeiras estão concedendo descontos aos consumidores interessados em quitar seus débitos. As empresas dizem que o percentual de abatimento varia caso a caso, mas, em redes de lojas como a Leader, pode ser de até 80% do valor devido.
— Este é um ótimo momento para negociar dívidas em atraso, porque as empresas tendem a oferecer mais descontos com a proximidade do fim do ano. Além disso, muita gente está recebendo a primeira parcela do 13º salário ou a restituição do Imposto de Renda — diz o economista da Serasa Experian Carlos Henrique de Almeida.
Um estudo feito por ele mostra que vem caindo o número de consumidores inadimplentes no país. Em comparação ao primeiro semestre do ano passado, o recuo na quantidade de débitos em atraso, este ano, é de 3,5%. O valor médio das dívidas vencidas em lojas, financeiras e concessionárias de serviços públicos também caiu no mesmo período, passando de R$ 351,20 para R$ 321,80.
O consultor de vendas e sommelier Roberto Costa, de 43 anos, deu o primeiro passo para acertar as contas na quinta-feira passada, depois de assistir a uma palestra a respeito de superendividamento. A dívida dele corresponde a cerca de R$ 5 mil no cartão de crédito.
— Há três anos enfrento problemas, porque a dívida só cresce. Quero pagar, mas preciso de um acordo que seja justo para os dois lados. Não tinha noção de quanto pagava a mais por causa desses juros tão altos — disse o consultor.

Quem está negociando
Leader: A rede oferece descontos que podem chegar a 80% para quem quer negociar. Basta ir a qualquer unidade, com o CPF e o cartão da loja.
Casas Bahia: O abatimento chega a 60%. É preciso se dirigir ao setor de cobrança de uma das lojas.
Light: A negociação é feita caso a caso. Deve-se procurar uma das lojas ou se cadastrar pelo site www.light.com.br. O parcelamento é feito quando há mais de duas contas vencidas.
CEG: Há descontos nos encargos para quem paga à vista. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone 0800-024-7766 (região metropolitana) ou 0800-282-0205 (interior).
Ampla: Os consumidores devem se dirigir às lojas da distribuidora para fazer a negociação dos débitos.
Cedae: A empresa diz que não concede descontos, mas oferece a possibilidade de parcelamento. O contato é pelo telefone 195 ou pelo 0800-282-1195.
Oi: A negociação pode ser feita por telefone. Basta ligar para o número 10331 (fixos) e solicitar a opção de negociação para acertar um abatimento e a possibilidade de parcelamento.
Itaú Unibanco: Há possibilidade de abater valores devidos no cheque especial, no cartão de crédito e em empréstimos. Basta comparecer à agência ou ligar para 4004-1144.
Caixa Econômica: O banco diz que é possível negociar, na agência onde o cliente tem conta, o desconto para dívidas em pagamentos à vista ou parcelados.
Banco do Brasil: O BB concede descontos conforme o valor da dívida e o histórico do cliente. É preciso procurar a agência.
Santander: O abatimento das dívidas é negociado caso a caso, nas agências do banco.

E ai?

Eu pago R$ 5.000,00 por quem der informação de quem tentou assaltar a minha casa na noite de domingo (18.08.2013 por volta das 23:35hs...

Fica a dica

Senhor governador, esta na hora de aumentar o efetivo dos policiais de Caraguatatuba já que o senhor trouxe para cá o CDP e a Fundação Casa... Fica a dica

Vamos agir

Quando o cidadão de bem mata um bandido, logo aparece o tal do direito humanos.... 

Mas quando este bandido tenta entrar na sua casa e te assaltar ai ninguém aparece... 

Bandido bom é bandido morto.... 

Esta na hora de matar esta raça toda...

Correios pagou por parafuso para cirurgia ortopédica valor de carro popular

Sede dos Correios no Rio

Doze parafusos, duas arruelas, duas porcas, uma broca, cimento e enxerto ósseos e mais algumas hastes e cânulas. A lista de material usado na cirurgia de coluna de uma paciente de 80 anos, paga pelos Correios, não tem mais do que 15 itens, mas saiu a R$ 961.886,56. Uma pesquisa feita com médicos, fornecedores de material cirúrgico e em licitações eletrônicas realizadas por órgãos públicos, mostra que a relação não sairia por mais que R$ 90 mil. A diferença entre os valores cobrados e os pesquisados chega a quase 5.000%. Um único parafuso ilíaco saiu por mais de R$ 25 mil, valor equivalente ao de um carro popular zero quilômetro. Os Correios, uma empresa pública, informaram que estão apurando o caso.
A cotação de preços, feita com apenas uma empresa, a 02 Surgical, com sede no Centro do Rio, foi realizada pelos Correios e aprovada pelo gerente de saúde da empresa pública, em 26 de março deste ano. A paciente é filha de um aposentado da empresa pública.
No formulário de Autorização de Materiais para Procedimento Cirúrgico, uma observação manuscrita: “Por se tratar de um procedimento pós-cirúrgico, onde os materiais apresentados já foram utilizados, autorizaremos o valor proposto”.
Na ficha, há a informação de que a cirurgia foi de emergência. No entanto, a Guia de Solicitação de Internação da mesma paciente diz o contrário: a operação foi eletiva e a internação aconteceu em 14 de março deste ano.
— A cirurgia e todo o material foram liberados previamente pelos Correios. Foi um processo demorado, que levou quase quatro meses. A cirurgia não foi de emergência. A paciente estava sem andar, em função de um quadro grave de osteoporose, e hoje está bem, caminhando — diz o neurocirurgião Ricardo Ribeiro, que realizou a cirurgia no Hospital Espanhol, no Centro do Rio.
Ribeiro explica que entrega ao hospital a lista de material de que precisará para o procedimento, dando as especificações de cada item. Quem faz a compra e a forma como isso é feito depende das políticas da unidade de saúde e do convênio que pagará a operação. No caso dos Correios, a cotação e a compra são feitas pela empresa.
— Quando o material é comprado, sou avisado e marco a cirurgia. Não tenho nada a ver com a compra. Recebi honorários médicos pela cirurgia que não chegaram a R$ 5 mil para toda a equipe — afirma o médico, que foi presidente da Sociedade de Neurocirurgia do Estado do Rio de Janeiro entre 2010 e 2012.
A cirurgia foi feita no Hospital Espanhol
A cirurgia foi feita no Hospital Espanhol 
Segundo Ribeiro, é impossível que o material usado na cirurgia tenha custado mais de R$ 961 mil:
— Tenho conhecimento de quanto custa esse material. Isso é uma loucura completa. O documento dos Correios é mentiroso. Nunca vi uma conta médica de doente internado chegar a esse valor. Uma cirurgia como esta que foi realizada gasta em material algo em torno de R$ 60 mil a R$ 100 mil.
Ribeiro arrisca um palpite:
— Isso deve ser um erro de digitação, tem um zero a mais. Erros acontecem. Quantas vezes não errei o cheque?
O médico explica que o tipo de parafuso usado na cirurgia é importado e tem apenas um fornecedor no Brasil, a empresa Tecnicare. No entanto, no documento dos Correios costa que o fornecedor foi a 02 Surgical.
— Não existe apenas um tipo de prótese. Tenho que direcionar o que eu estou pedindo. Os parafusos não são todos iguais. Parafusos com injeção de cimento só são fornecidos pela Tecnicare. Nunca ouvi falar em 02 Surgical — afirma Ribeiro.
Por meio de nota, a assessoria de imprensa dos Correios afirma que "essa ocorrência foi constatada pela empresa que, de imediato, abriu processo apuratório e adotou as medidas pertinentes ao caso, que estão em andamento". Procurado, o Hospital Espanhol não respondeu às perguntas enviadas à direção médica.
Os reporteres foram até a sede da 02 Surgical, mas não encontrou nenhum funcionário no endereço informado pela empresa na internet, na Rua Conde Lages, no Centro. Um porteiro do prédio, no entanto, confirmou que a empresa continua funcionando naquele local.

Com apenas 15 anos, Danielle Favatto já mostra um estilo ousado na forma como se veste. Filha do meio do ex-jogador e deputado federal Romário, a jovem escolheu um modelito tão sexy, com um short preto justo e curtíssimo, que quase a deixou com parte do bumbum de fora. A adolescente fez questão de publicar uma foto do seu look antes de ir a uma festa na noite de sábado, e ainda posou com uma amiga. “Ninguém segura”, escreveu Danielle.



Se depender da conta bancária do pai, Carolina Portaluppi não precisaria trabalhar com nada e só aproveitar as melhores coisas da vida. Estudante de jornalismo, a única filha do técnico Renato Gaúcho está investindo na carreira de modelo e contratou uma assessoria de imprensa para organizar a sua agenda de compromissos. E para estar como convidada vip em um evento, a jovem de 19 anos cobra nada menos que R$ 6 mil.
O preço estipulado é apenas para a Carolina ficar por duas horas no local. O mesmo valor é cobrado caso a jovem participe de algum desfile, mas com entradas estipuladas em contrato (duas, no caso). A filha do treinador do Grêmio exige ainda um maquiador e um cabeleireiro indicado por ela mesma, além de camarim próprio e segurança.
A própria estudante publicou nas redes sociais o cartão de visita para quem quiser contratá-la. “Para contratar a modelo Carol Portaluppi para fotografar campanhas e ou marcar presença em festas e desfiles”, diz o anúncio da jovem.

Filha de Romário quase mostra demais antes de festa e manda: ‘Ninguém segura’



Com apenas 15 anos, Danielle Favatto já mostra um estilo ousado na forma como se veste. Filha do meio do ex-jogador e deputado federal Romário, a jovem escolheu um modelito tão sexy, com um short preto justo e curtíssimo, que quase a deixou com parte do bumbum de fora.
A adolescente fez questão de publicar uma foto do seu look antes de ir a uma festa na noite de sábado, e ainda posou com uma amiga.
“Ninguém segura”, escreveu Danielle.

PREFEITO CURY DO PSDB DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SOFRE CONDENAÇÃO NO TCE

O ex-prefeito Eduardo Cury de São José dos Campos, do PSDB acaba de ter um contrato de merenda escolar firmado em 2008, em decisão do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, julgado irregular. A empresa SHA Comércio de Alimentos Ltda. vinha fornecendo merenda ao município, teve seu contrato expirado e o prefeito, ao invés de promover licitação para escolha do novo fornecedor acabou pro contratar a mesma empresa em caráter emergencial. O Tribunal entendeu que não poderia haver contratação emergencial porque era previsível o fim do contrato e a necessidade de nova licitação. O valor do contrato atinge cifras da ordem de 7 milhões de reais e se o ministério público ou alguma associação civil, ou até mesmo algum cidadão decidirem ingressar na justiça requerendo a anulação do ato e a restituição dos valores ao erário público, os responsáveis pelos atos que deram por irregular o contrato, poderão ser obrigados a ressarcir os prejuízos.
Ressalve-se a possibilidade de recurso no mesmo tribunal que poderá modificar a decisão, mas não é essa a regra geral. A lógica diz que as decisões TCE são quase sempre mantidas, tanto pelo colegiado como pela justiça comum, pelos fundamentos técnicos que costumam viciar os atos impugnado.
O grande risco de ser prefeito é exatamente esse o de ter contratos julgados irregulares e a justiça resolver mandar devolver valores, mesmo depois que o político já tenha deixado o cargo.

Horóscopo do dia de hoje


Áries

21/03 a 20/04 - regente: Marte
A harmonia Lua-Vênus lhe faz dar mais atenção a seus amigos. Neste momento, um tende a ajudar o outro, trazendo uma fase especial de trocas e companheirismo, fortalecendo seus laços de amizade.

Touro

21/04 a 20/05 - regente: Vênus
A relação harmoniosa entre Lua e Vênus lhe motiva a abraçar seus desafios com determinação. Aproveite o período para se dedicar a suas atividades profissionais. Isto lhe ajuda a fugir dos problemas e produzir mais.

Gêmeos

21/05 a 20/06 - regente: Mercúrio
A harmonia entre Lua e Vênus traz um ótimo momento para cuidar de equilíbrio emocional, procurando trabalhar sua autoestima. Busque assuntos que estimulem sua criatividade e esteja perto de quem gosta.

Câncer

21/06 a 21/07 - regente: Lua
O trígono Lua-Vênus, entre sua quarta e oitava casas, revela seu lado mais introspectivo e sensível, especialmente em assuntos afetivos. Você tende a refletir sobre sua vida amorosa. Fique com quem ama!

Leão

22/07 a 22/08 - regente: Sol
Lua e Vênus formam trígono no dia de hoje, favorecendo a comunicação em seus relacionamentos e lhe ajudando a se aproximar das pessoas. Você atrai os outros tanto com sua beleza interior como exterior.

Virgem

23/08 a 22/09 - regente: Mercúrio
As energias de Lua e Vênus se associam em trígono, lhe motivando a se dedicar a seus projetos e lhe ajudando a administrar melhor seus investimentos. Nesta fase, você sente prazer nas suas tarefas mais simples.

Libra

23/09 a 22/10 - regente: Vênus
A energia lunar transita por sua área de prazeres e o trígono com Vênus, revelando seu poder de sedução. Você tende a buscar novas conquistas em seu círculo social. Não apague o brilho dos outros!

Escorpião

23/10 a 21/11 - regente: Plutão (co-regente Marte)
Lua e Vênus formam trígono entre sua área familiar e de crise, trazendo um momento bom para fazer ajustes em suas relações. Aproxime-se de sua família e trabalhe para superar frustrações.

Sagitário

22/11 a 21/12 - regente: Júpiter
A Lua transita por sua área comunicativa e hoje se harmoniza a Vênus, lhe motivando a conversar com as pessoas ao seu redor e melhorar o convívio. Procure controlar seu temperamento e ser mais flexível.

Capricórnio

22/12 a 20/01 - regente: Saturno
Hoje sua motivação para atingir suas metas está em alta já que Lua e Vênus formam trígono entre sua área material e seu setor profissional. Você se dedica e sente prazer com as coisas que você faz.

Aquário

21/01 a 19/02 - regente: Urano (co-regente Saturno)
Sua autoestima está em alta, lhe dando confiança para enfrentar seus problemas, já que Lua e Vênus se associam harmoniosamente entre seu signo e sua área espiritual. Reserve alguns momentos para se divertir.

Peixes

20/02 a 20/03 - regente: Netuno (co-regente Júpiter)
O trígono Lua-Vênus harmoniza circuito de crise, lhe dando forças para enfrentar seus problemas afetivos. A harmonia com Vênus traz uma fase de renovação, lhe ajudando a seguir em frente e dar a volta por cima.

Delegacia Virtual do Estado de São Paulo

Delegacia Virtual do Estado do Rio de Janeiro