Esthetic Center

Esthetic Center
Av Maranhão, 417, Jardim Primavera

Castro Massas - Delivery

Castro Massas - Delivery
Peça já seu marmitex e lanches delivery (12) 992124729 - (12) 982035208 - Enseada - São Sebastião

Bar do Helio

DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

Viela Café Caraguá

sábado, 17 de dezembro de 2016

Home Blog dicas Financiamento Imobiliário tem taxa de juros reduzida pela Caixa Financiamento Imobiliário tem taxa de juros reduzida pela Caixa

Qual o reflexo em relação à Distrato de Imóveis?

O consumidor que esta procurando o tão sonhado imóvel teve mais um motivo para comemorar e assim decidir pela compra de sua casa ou apartamento, pois a Caixa Econômica Federal anunciou redução da taxa de juros para financiamento de imóveis novos ou usados. O Sistema Financeiro Habitacional (SFH) obteve uma redução de 11,22% para 11%, enquanto o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) obteve queda de 12,5% para 12,25%.
Mesmo sendo um percentual pequeno, a notícia pode animar o consumidor que ainda esta se decidindo pela compra, e também atrair aqueles que pretendiam esperar um pouco mais pela realização do sonho. Em um comunicado, a Caixa afirma que o objetivo da redução é contribuir para alavancar as vendas do setor imobiliário, que hoje possui um estoque de mais de 100 mil unidades consideradas “encalhadas”. Por outro lado, especialistas alertam para que o consumidor não faça compra por impulso, gerando dores de cabeça posteriores como Distrato do Imóvel.

Quais medidas tomar para evitar o Distrato de Imóvel?

Quando o consumidor compra por impulso e se arrepende, ou quando por qualquer outro motivo decide realizar o distrato do imóvel, começa a perceber que existem ciladas contidas no contrato de compra e venda do imóvel. Por isso é imprescindível antes da compra ler atentamente o Contrato de Compra e Venda. É comum construtoras negarem a devolver o dinheiro para consumidores que decidem devolver o imóvel enquanto o mesmo ainda esta em construção, sob a alegação de atrapalhar o planejamento da obra e o fluxo de caixa para investimentos futuros.
A jurisprudência para essa questão é muito clara: O consumidor que se arrepender da compra e não conseguir realizar o distrato do imóvel amigavelmente deve ingressar com ação judicial para assim ter de volta os valores que pagou(Taxa de juros abusivas e taxas irregulares no contrato), inclusive com correção monetária. Para tanto, deve procurar a Reis Revisional e esclarecer todas as dúvidas com um consultor para assim não ser prejudicado.

Nenhum comentário: