A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Felipe Augusto fica indignado com condições de vida dos moradores do Montão de Trigo


São Sebastião - O candidato a prefeito Felipe Augusto (PSDB) visitou a Ilha Montão de Trigo, localizada a 14 quilômetros de Barra do Una, na Costa Sul de São Sebastião, onde residem aproximadamente 15 famílias. Moram na ilha cerca de 50 pessoas, dentre elas 15 crianças.
Durante a visita, o representante da coligação “Nova São Sebastião” pode conversar com diversas famílias que relataram a dificuldade que enfrentam diariamente devido à falta de recursos da ilha. Dentre as principais reclamações está a falta de água potável, saneamento básico, e a falta de energia elétrica. Algumas casas utilizam o sistema de placa solar e gerador, para conseguirem captar alguma energia, porém, segundo os moradores, o sistema encontra-se bastante debilitado, já que não há manutenção. 
Os banheiros instalados no ilhote, em sua maioria, também não funcionam mais há bastante tempo, por falta de manutenção e muitos deles nunca funcionaram pelo fato de terem sido instalados erradamente pela Prefeitura. Segundo Lilian, uma das moradoras existe um banheiro comunitário, atrás de uma igrejinha que foi construída, e lá, as diversas famílias revezam seu uso. 
Felipe Augusto também pôde perceber que a água que os moradores do Montão de Trigo bebem é captada de uma nascente, localizada no alto da ilha, não existindo nenhum tipo de tratamento que faça com que a água torne-se potável. A mesma água é usada para todas as demais tarefas diárias como tomar banho, lavar roupa, ou louça. 

A saúde também foi tema das reclamações por parte dos monteiros, segundo eles, é muito difícil ter acesso a ela. Agentes de saúde raramente aparecem no local para verificar o estado das pessoas que ali residem. Sempre que eles precisam de qualquer tipo de atendimento precisam deslocar-se até o continente e assim buscar auxílio médico. E que, por muitas vezes, acabam chegando aos postos de saúde e não encontram médicos disponíveis para que sejam realizados qualquer tipo de atendimento, tampouco prestar apoio em casos emergenciais.
A escola municipal do Montão de Trigo também se encontra em péssimo estado. Com telhado quebrado, pouca ventilação, as paredes que são de madeira , assim como todas as outras casas da ilha,e estão tomadas por cupins, com risco iminente de cair. 
Por diversas vezes, segundo relatos, a prefeitura não realizou a entrega da merenda escolar. O que faz com que as crianças se alimentem todos os dias com a mesma comida, arroz, peixe, e banana. Comida essa proveniente das próprias famílias que doam a comida para aos seus filhos que frequentam a escola. O espaço destinado à área de lazer da escola municipal também está totalmente defasada, não oferecendo às nenhum tipo de diversão. Atualmente, os moradores acreditam estar largados à própria sorte, sem suporte nenhum da prefeitura. 

Espantado 
Felipe Augusto ficou bastante espantado com tudo que viu, e afirmou que não imaginava que as pessoas que moram na Ilha Montão de Trigo estivessem  tão abandonadas pelo poder público. “O Montão de Trigo é uma ilha isolada, em um paraíso, que precisa que a Prefeitura de condições de moradia real aos seus habitantes. Eu fiquei muito chocado com o descaso do Poder Público. Não imaginava que a administração pública  estivesse tão ausente e tão distante das necessidades da comunidade. Há falta de investimentos em turismo, em infraestrutura, em estrutura básica de saneamento. Poxa, é muito triste, nem banheiro aquelas pessoas têm”, desabafou.
Felipe Augusto disse ainda que tem que ser fundamental, através de uma ação rápida a geração de energia elétrica na ilha. “Ainda que por gerador, ou reforço e atualização do sistema de eletricidade solar. Além da interligação do sistema de distribuição e tratamento de água, assim como implantar buscar parcerias com o Governo do Estado para garantir uma rede de esgoto, em alguns casos com a manutenção do sistema já existente, e em outros casos a instalação total de novos equipamentos. A prefeitura pode e deve fazer isso”. 

Um comentário:

Anônimo disse...

O povo do Montão de Trigo sempre viveu assim e o tal Felipe não estava nem aí pra eles. Por que ele está preocupado agora? Porque temos eleições e o Felipe quer pegar o voto de povo sofrido? Felipe nem de São Sebastião é. É cria do prefeito de Caraguá, que quer estender suas asas em São Sebastião também. Quer um concelho, dr. Felipinho? Vá cantar de galo em outro lugar...