A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Piadinhas


A leitura de requerimento do vereador sebastianense, da bancada governista, Marco Jorge (PV), sobre a necessidade de manutenção na Avenida Mãe Bernarda, em Juquehy, provocou piadinhas e revelações entre os pares. Isso porque o vereador PH comentou que se juntasse o que foi gasto com papel para requerimentos desde 2009 à Prefeitura, pedindo manutenção da avenida, já teria custeado metade das obras no local.

O líder da bancada governista, Coringa, saiu em defesa da atual Administração e sugeriu que o requerimento fosse inserido como emenda na próxima votação do orçamento do ano que vem. PH rebateu ao lembrar que por orientação do próprio Coringa, na última ocasião em que se votou o orçamento, o líder do governo na Casa orientou os pares a retirar todas as emendas, sob a promessa de benfeitorias.
Entre as benfeitorias em troca da retirada das emendas, estava a inauguração da cobertura da quadra de Barra do Sahy, com um jogo inaugural para ter ocorrido em junho. “Já estou com o uniforme pronto’, comentou PH. Contrariado, Coringa, sem dar novas datas, respondeu apenas: “Pode aquecer o time”.
A mesma propositura ainda fez com que os pares Amilton Pacheco (PSB) e Marcos Tenório (PSC) promovessem uma discussão acalorada. Isso porque, Tenório achou que a queixa teria vindo de Pacheco, e não do colega de bancada Marco Jorge. Por sua vez, colocou em dúvida o trabalho de Pacheco quando trabalhava na Regional Costa Sul, na última gestão. Amilton rebateu ao situar Tenório ao expor que além do requerimento não ser de sua autoria, o vereador do PSC desconhece a geografia e o trabalho desempenhado na região.


No entanto, além de piadinhas a parte, Marco Jorge denunciou ainda desvio de materiais públicos para terrenos privados. De acordo com Marcos Jorge, candidato a vereador estaria desviando material da prefeitura para atender interesses particulares, a fim de obtenção de votos. O vice-presidente da Câmara ainda revelou que de 15 caminhões com materiais, enviados para obras de manutenção no Piavú, só chegaram ao destino apenas três. “É triste dizer isso sendo um vereador da base, mas tenho fotos e depoimentos”, desabafa Marco Jorge.
Outro parlamentar, Maurício Bardusco (PPS) pegou carona na denúncia, para queixar também de obra na cidade, na qual a empresa responsável estaria levando areia do município para Caraguatatuba. “Até eu conhecer o contrato, acho estranho essa prática. Pode até ser legal, mas é imoral”, avalia Bardusco.

Nenhum comentário: