A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 31 de janeiro de 2015

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso chegam a Las Vegas para luta de Anderson Silva

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso já estão em Las Vegas para a luta que marca o retorno de Anderson Silva ao UFC após a lesão que sofreu emdezembro de 2013. O casal chegou aos Estados Unidos nesta quinta-feira (29) ao lado de Débora Nascimento e José Loreto. O confronto do Spider com o norte-americano Nick Diaz acontece neste sábado (31).

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso chegam a Las Vegas para luta de Anderson Silva: Giovanna Ewbank chega a Las Vegas paraassistir luta que marca o retorno de Anderson Silva ao UFC, em 29 de janeiro de 2015

Débora, Loreto e Giovanna chegaram à Cidade do Pecado e participaram de um evento da Budweiser em um hotel. Enquanto isso, Bruno fez um passeio com o personal trainer Chico Salgado, responsável pela preparação física do ator e de sua mulher.
Ela não é a primeira vez que o Giovanna e Bruno vão a Las Vegas para acompanhar uma luta do UFC. Em fevereiro de 2013, os dois tiveram a companhia do pai da atriz, o arquiteto Roberto Baldacconi, e posaram com o lutador Vitor Belfort. Em agosto do mesmo ano, quando o Rio de Janeiro recebeu a competição, o intérprete de Edu de "Dupla Identidade" também marcou presença, assim como Débora Nascimento e José Loreto.
Spider se prepara para retorno ao octógono
Depois de um ano se preparando para o tão esperado dia, Anderson Silva já fez o primeiro treino antes do UFC 183. Segundo o site oficial do UFC, o primeiro treino de Anderson Silva em Las Vegas contou com a presença de cerca de 20 pessoas, entre treinadores, sparrings e amigos e durou quase 1h30. "Estou aqui como se fosse a primeira vez. A mesma emoção de quando pisei aqui pela primeira vez. Estou amarradão! Na melhor vibe da minha vida, supertranquilo", afirmou Anderson Silva.
Caso Spider vença a luta contra Nick Diaz neste sábado, ele poderá disputar novamente o título dos médios com o campeão do confronto entre Chris Weidman - atual detentor do cinturão – e o brasileiro Vitor Belfort, em uma luta que será realizada no dia 28 de fevereiro.
Em entrevista recente ao "Esporte Espetacular", o lutador revelou que quase ficou viciado em medicamentos durante o período de recuperação. "Foi muita dor mesmo. Não desejo pra ninguém. Tomava muito remédio para a dor passar. Eu tomava e melhorava, mas depois queria tomar de novo. Quase me viciei. Ficava com muito sono e já estava depressivo. Passei a encher a banheira de gelo e ficava sentindo dor lá dentro", contou Anderson Silva.

Nenhum comentário: