A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 13 de setembro de 2015

Esta na hora de acabar com a progressão continuada ou aprovação automática.

Bem que o prefeito de Caraguatatuba, senhor Antonio Carlos da Silva (PSDB), poderia reformar do ensino municipal, tendo como principal medida o fim da progressão continuada ou aprovação automática.

Com o fim da progressão continuada ou aprovação automática afirmo que o sistema venha melhorar a qualidade de ensino no município de Caraguatatuba. “Não vamos querer que nenhum dos filhos de Caraguatatuba aos 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14 e 15 anos sem saber ler e escrever”.

A progressão continuada, que impede a repetência, poderia substituída por acompanhamento intensivo. “Quando falamos de nota e boletim entendemos que é um instrumento interessante de envolvimento da família, além de baliza para o acompanhamento do aluno. Às escolas deveriam ter acompanhamento intensivo durante o período do ano letivo e evitar um mal tão grande que é a aprovação automática”.

Das escolas, também poderiam ser exigidas realizações de provas bimestrais, boletins com notas de zero a dez, relatórios de acompanhamento e lição de casa regular.

Além da mudança nas avaliações e na grade curricular, outras melhorias na infra-estruturar, como a construção de novas unidades para a educação básica. A contratação de novos educadores e profissionais da área.

Afirmo que o sistema educacional não está fechado e sinaliza estar aberto a sugestões. “Há propostas para discutir. É óbvio que elas serão ampliadas e os gestores públicos da área da educação vão estar abertos para aperfeiçoá-las porque a cidade de Caraguatatuba merece um plano à altura de sua grandeza”. 

Após analisar o sistema de educação municipal, acredito que a rede esteja pronta para experimentar novos modelos de administração educacional. “Não tenho dúvida que nossa rede está preparada. A rede física já permite um trabalho de boa qualidade. Temos condições de dar um grande salto e Caraguatatuba esta preparada, precisa, pode e dará esse salto”.

Formação de professores: Este projeto resgatará e valorizará o educador. “Ele [professor] tem como missão de vida não apenas educar, mas se aperfeiçoar continuamente. Ele precisa de baliza para se aperfeiçoar, e ele quer”, “Temos que criar uma rede de formação na cidade de Caraguatatuba”.


Conheçam as instituições que oferecem cursos de aperfeiçoamento: pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). A prefeitura ainda negocia para que a USP (Universidade de São Paulo) e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) também entrem no programa.

Nenhum comentário: