A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 10 de novembro de 2012

Senador Eduardo Lopes (PRB) recebe homenagem no Senado Francês por trabalho social


P1020511.jpg
Quando as eminentes personalidades francesas fundaram a Société d’Encouragement au Progrès, em 1908, não deixaram de lado nenhuma forma de atividade humana que levasse a humanidade a avançar em suas conquistas morais, científicas, técnicas, sociais, etc.  Considerando o progresso uma situação que proporcionasse uma situação de vida mais confortável a todos os cidadãos do planeta.
Nos últimos 104 anos a noção de progresso evoluiu, mas o conceito do bem estar comum permanece o mesmo. Nesse sentido ao longo destes 104 anos, algumas dezenas de personalidades tiveram o seu trabalho em prol da sociedade humana reconhecido. Entre elas alguns brasileiros ilustres, como o cirurgião plástico Ivo Pitanguy,  o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, o jornalista Roberto Marinho, o líder religioso Edir Macedo.
Este ano quatro brasileiros tiveram sua atividade social reconhecida como fundamental ao progresso sócio técnico científico moral, todos indicados pela Delegada Geral para o Brasil da SEP, a atriz e apresentadora de TV, Eliana Ovalle, cujo trabalho foi reconhecido pela organização, quando atuava como atriz em palcos do teatro francês.
A premiação aconteceu no Salão Napoleão do Senado francês, instalado no Palácio de Luxemburgo. A delegação brasileira foi saudada pela vice-presidente da SEP, a socióloga e diplomata Annick Thebia-Melsan e apresentada por Eliana Ovalle, delegada geral para o Brasil desde 1994. Receberam as comendas das mãos do presidente da SEP, piloto de caça-Major Comandante da Aviação Francesa, Pierre Chanoine-Martiel, o ReverendoGuilhermino Cunha, o advogado Luiz  Carlos da Silva Neto, o Senador Eduardo Lopes(PRB-RJ) e o filósofo João Ricardo Moderno. Todos fizeram breves discursos de agradecimento com um detalhe em comum: terminaram suas fala com um “viva o Brasil”.
A cerimônia foi marcada por um momento de grande emoção, na entrega da comenda ao médico e cientista André Gernez (foto), de 90 anos, autor de relevante trabalho que proporcionou avanços significativos no processo de controle da doença de Alzheimer, que afeta grande parte dos cidadãos idosos de todos os países. Graças ao trabalho de Andre Gernez, milhões de pessoas têm conseguido uma qualidade de vida melhor, vencendo os dissabores da doença. André Gernez também protagonizou uma campanha a favor de politicas públicas em favor da prevenção ao câncer, na França,  numa época em que a ciência ainda engatinhava em relação ao tratamento da doença. Gernez estava acompanhado de sua esposa, seus filhos, netos e bisnetos.
Depois da premiação foi servido um jantar em  outra ala do Salão Napoleão, que ainda conserva o luxo e o requinte da época  em que foi construído por Marie de Médicis, mãe do rei Luís XIII, no local de um antigo “hôtel particulier” pertencente a François, duque de Luxemburgo, de onde vem o seu nome.

Um comentário:

Anônimo disse...

Que legal seria poder conhecer o Salão Napoleão, mas não todas as pessoas tem essa gram oportunidade.
Tomara alguma festa de eotica onde eu trabalho seja lá :)