A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

terça-feira, 24 de julho de 2012

Professores da rede municipal terão workshop sobre dislexia

Os professores da rede municipal de ensino de Caraguatatuba participarão de um workshop de sensibilização sobre os transtornos de aprendizagem com o tema dislexia. O evento é uma realização do Instituto ABCD em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.
Nos dias 4 e 25 de agosto e 1º de setembro o instituto realizará na sede da secretaria, no bairro do Indaiá, e na Emef Professor Antonio de Freitas Avelar uma capacitação para cerca de 120 servidores, entre eles: professores da equipe de apoio pedagógico, supervisores de ensino, professores de atendimento educacional especializado e professores coordenadores. 
O evento faz parte do programa ‘Todos Aprendem’, que visa formar, entre outras ações, professores para que eles se tornem aptos a identificar crianças com distúrbios de aprendizagem nas salas de aula e as encaminhem para a avaliação de uma equipe multidisciplinar. Além disso, os docentes recebem orientações sobre como atender as necessidades especiais desses alunos no dia-a-dia.
Em novembro, o encontro acontece no Centro de Referência para Inclusão Escolar (Crie), e será voltado ao setor de educação inclusiva e fonoaudiólogas da saúde. Esses profissionais serão capacitados para avaliar e elaborar diagnóstico de forma interdisciplinar, da dislexia.
O que é?

A Dislexia é um transtorno específico e persistente da leitura e da escrita, de origem neurofuncional, caracterizado por um inesperado e substancial baixo desempenho da capacidade de ler e escrever, apesar da adequada instrução formal recebida, da normalidade do nível intelectual, e das ausências de déficits sensoriais. O disléxico responde lentamente às intervenções terapêuticas e educacionais específicas. Porém, somente com essas intervenções adequadas pode melhorar seu desempenho em leitura e escrita. O prognóstico depende ainda de diversos fatores facilitadores como a precocidade de diagnóstico, o ambiente familiar e escolar. 

Nenhum comentário: