Esthetic Center

Esthetic Center
Av Maranhão, 417, Jardim Primavera

Castro Massas - Delivery

Castro Massas - Delivery
Peça já seu marmitex e lanches delivery (12) 992124729 - (12) 982035208 - Enseada - São Sebastião

Bar do Helio

DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

Viela Café Caraguá

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Zeca Camargo sofre revés em processo de Cristiano Araújo


<p>Nesta quarta-feira (13), Zeca Camargo sofreu seu primeiro revés na briga judicial com a família de Cristiano Araújo. A juíza da 17ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia, Rozana Fernandes, rejeitou os argumentos iniciais da defesa do apresentador no processo por danos morais.</p><p>O jornalista alegou que se desculpou por ter criticado a comoção em torno da morte do sertanejo e minimizado seu legado como artista em uma crônica na Globo News. Os advogados do veterano citaram uma suposta ilegitimidade ativa e passiva, já que a vítima estava morta. </p><p>No processo, o pai do cantor, João Reis de Araújo, afirma que o funcionário da TV Globo debochou "do sentimento de perda e da comoção nacional pela morte do cantor Cristiano Araújo, sendo texto escrito e interpretado de forma completamente preconceituosa sobre a cultura sertaneja de uma forma geral”.</p><p>A sentença final em primeira instância deve sair nos próximos dias. A decisão caberá recurso.</p><p><b>Em tempo:</b> Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram em 24 de junho de 2015, após um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás.</p>
Nesta quarta-feira (13), Zeca Camargo sofreu seu primeiro revés na briga judicial com a família de Cristiano Araújo. A juíza da 17ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia, Rozana Fernandes, rejeitou os argumentos iniciais da defesa do apresentador no processo por danos morais.

O jornalista alegou que se desculpou por ter criticado a comoção em torno da morte do sertanejo e minimizado seu legado como artista em uma crônica na Globo News. Os advogados do veterano citaram uma suposta ilegitimidade ativa e passiva, já que a vítima estava morta.
No processo, o pai do cantor, João Reis de Araújo, afirma que o funcionário da TV Globo debochou "do sentimento de perda e da comoção nacional pela morte do cantor Cristiano Araújo, sendo texto escrito e interpretado de forma completamente preconceituosa sobre a cultura sertaneja de uma forma geral”.
A sentença final em primeira instância deve sair nos próximos dias. A decisão caberá recurso.
Em tempo: Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram em 24 de junho de 2015, após um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás.

Nenhum comentário: