A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 13 de abril de 2013

Com Parque Aquícola do Lajeado, Tocantins vai produzir mais de 130 mil toneladas de pescado por ano Serão instalados dez parques aquícolas nos municípios que compõem o entorno do Lago de Palmas

O Governador Siqueira Campos e o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, assinaram na manhã desta sexta-feira, 12, o protocolo de cooperação entre os governos federal e estadual para a implantação e efetivação do Parque Aquícola do Lajeado, no lago de Palmas. Com a implantação do Parque, o Tocantins atingirá o patamar de maior produtor aquícola do Brasil com uma estimativa de produção que supera 130 mil toneladas ao ano.
Serão instalados dez parques aquícolas nos municípios que compõem o entorno do Lago de Palmas. Fazem parte destes a própria capital do Tocantins, Palmas, e os municípios de Porto Nacional, Brejinho de Nazaré, Lajeado, Miracema, Tocantínia e Ipueiras. Para o Governador, o projeto vai possibilitar explorar todo o potencial dos lagos do Estado. “O Tocantins não vai medir esforços para firmar parcerias com o Ministério da Pesca e entidades ligadas ao setor para levar desenvolvimento ao setor aquícola do Estado”, afirmou.
Projeto audacioso, o desenvolvimento dos parques aquícolas no lago de Palmas foi desenvolvido com a participação efetiva do governo estadual e do governo federal, em parceria com o consórcio dos municípios do entorno do lago, prefeituras, secretarias de Estado e colônias de produtores, conforme explicou o ministro Marcelo Crivella. “Estes parques foram demarcados em conjunto com o Senar/TO, Ruraltins, Embrapa Pesca, secretarias, prefeituras e colônias de pescadores”, pontuou o ministro, ressaltando a importância do fortalecimento da atividade na região. “No Tocantins existe ouro nas águas. E são os nossos peixes”, enfatizou.
Através do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Parque Aquícola do Lajeado terá apoio da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), entidade presidida pela senadora Kátia Abreu, que também participou da solenidade.

Jovem empreendedor
Ainda durante a solenidade, a secretária de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura (Sepoa) do Ministério da Aquicultura, Maria Fernanda Nince Ferreira, apresentou as metas a serem atendidas a partir da implantação dos parques aquícolas no Tocantins.
Conforme a explicação da secretária, com os sistemas produtivos todas as áreas sociais e econômicas do Tocantins serão contempladas. O foco principal das capacitações que serão desenvolvidas junto ao Senar será os jovens interessados em desenvolver a atividade aquícola. “Nosso objetivo é fazer com que esta capacitação seja uma realidade no país inteiro, focando principalmente para o empreendedor jovem”, disse.
A meta foi compartilhada pelo ministro, que diferenciou a aquicultura da atividade pesqueira. “Assinamos há dois dias, convênio com o Senar para obter treinamento para milhares de jovens que poderão ter a possibilidade de sustentar suas famílias e continuar estudando. Porque diferente da pesca, a aquicultura não impossibilita a pessoa de desenvolver uma atividade paralela”, completou.

Simplificação

Meta já estabelecida e seguida pelo Governo do Estado, o Licenciamento Ambiental Único foi também um ponto elencado pelo Ministério da Pesca como forma de levar desenvolvimento socioeconômico para o maior número de pessoas. “Nós temos mantido conversa diária com governantes e autoridades para facilitarmos o acesso dos produtores às licenças para iniciar a produção. O Tocantins tem uma legislação moderna na qual conseguimos abraçar os pequenos produtores. Precisamos agora de uma legislação federal para unirmos todos os Estados”, frisou a  secretária da Sepoa. Fazendo coro com a técnica do Ministério, o Governador frisou que a desburocratização é a via mais eficaz para os benefícios à população. “A burocracia é irmã gêmea da corrupção”, disse Siqueira Campos.
Participação
O lançamento do Parque Aquícola do Lajeado contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, e da presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Miyuki Hyashida, entre outros secretários e presidentes de autarquias estaduais.
Também estiveram presentes os deputados federais Cesar Halum , Angelo Agnolin, Leomar Quintanilha e Nilmar Ruiz, e os deputados estaduais Osires Damaso, Carlão da Saneatins e Amélio Cayres.

Atenciosamente,
REDE CRIVELLA

Nenhum comentário: