A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Jabez Cardoso de Melo Prefeito de Itapuranga (PRB-GO)

Apesar de ter começado sua vida profissional muito cedo, ele nunca deixou de ajudar o próximo e, com afinco, se empenhava em diversos trabalhos sociais. Foi quando surgiu dentro do seu peito um sentimento e uma vontade de fazer ainda mais por sua cidade Itapuranga. Daí, ele decidiu se candidatar à Prefeitura, mas não foi fácil: Uma derrota logo na primeira tentativa.  Persistente e com a chama ardente da esperança, ele se candidatou novamente. Foi quando mais de quarenta e cinco por cento da população decidiu que quem deveria assumir a prefeitura goiana de Itapuranga, em 2012, era o republicano Jabez Cardoso de Melo que, inclusive, nos contará com transparência um pouco sobre sua trajetória política.
 
Entrevista
1- Como o senhor decidiu se candidatar a prefeito pelo PRB?
J.C – Conheci o PRB por meio de um amigo. Ele me apresentou o partido, eu gostei dos ideais e me filiei. Achei importante a ideologia do PRB, principalmente no que diz respeito ao cidadão brasileiro, pois foi o amor que tenho por minha cidade e a vontade de contribuir com povo que me motivou a me candidatar como prefeito.
2- E quais são as prioridades na sua gestão?
J.C.- A educação para mim é prioridade. Mas vamos investir também na geração de emprego e na qualidade de vida do povo itapuranguese.
3- Conte-nos a situação de Itapuranga quando o senhor assumiu o cargo.
J.C – Quando assumi me deparei com um estado muito triste: Ruas sujas e intransitáveis com muitos buracos, folhas de pagamentos atrasadas, maquinário sucateado e com dívidas em torno de 12 milhões de reais.
4- Quais ações o senhor tem tomado para tentar reverter este quadro?
J.C - Logo no inicio do meu mandato realizamos um mutirão intitulado “Cidade limpa você é quem faz” e, em seguida, iniciamos uma operação tapa buracos em toda cidade. Já fizemos vários investimentos na área da Saúde como a aprovação de cinco propostas de construção de cinco novos postos de saúde que contemplam oito equipes de saúde, por exemplo.
5- E o que mais o senhor destacaria nestes oito meses de mandato?
J.C –As obras no Posto Central, que está sendo completamente reformado com investimento de mais de 100 mil reais. Temos ainda para Itapuranga outras propostas cadastradas junto ao Ministério da Saúde.
6- E quanto custaria a execução dessas outras propostas? Quem seria contemplado?
J.C – Uma das propostas contempla a construção da Academia de Saúde, que sairia no valor de 180 mil reais, por exemplo. Outra proposta, seria a ampliação da maternidade do Hospital Municipal Itapuranga, o HMI, que sairia no valor de 240 mil reais, onde o seu projeto de custeio custaria 70 mil reais por mês durante um ano. Já o projeto de custeio de mão de obra especializada custaria 120 mil reais por mês.
7- Para finalizar, o que é ser 10 para o senhor?
J.C – Ser 10 é respeitar o cidadão brasileiro, trabalhar com honestidade, com transparência e a favor do povo.

Nenhum comentário: