A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sábado, 7 de setembro de 2013

CALMA, GENTE

A ministra Marta Suplicy diz que teve dificuldade de ler até o fim a carta aberta da psicanalista Maria Rita Kehl que, depois de criticar o uso da Lei Rouanet para apoiar desfiles de moda, diz que os “pontos de cultura criados na gestão Gilberto Gil estão abandonados em muitas regiões do país”.

— É pena. Mas ela está desinformada. Os recursos são limitados. Ainda assim, só os novos investimentos em pontos de cultura para este ano somam R$ 72 milhões.

Fogo amigo...

Renato Rovai, editor da revista “Fórum” e também próximo ao PT, elogiou em seu blog a crítica de Maria Rita Kehl.
“O governo precisa fazer opções. Deixar os pontos de cultura à míngua e incentivar a alta-costura é algo absurdo. E algo que aponta lados. Que demonstra escolhas.”

Pró-memória...

O chamado fogo amigo ajudou a derrubar Ana de Hollanda do comando do Minc.

Por falar em Marta...

A ministra Marta Suplicy reconhece que ainda não foi escolhido o lugar onde vão ficar hospedados os 70 escritores da delegação brasileira na Feira Internacional do Livro de Frankfurt, dia 8 de outubro:

— Mandei fazer uma nova licitação depois que descobri que o hotel dos nossos escritores não tinha banheiro nos quartos. Imagina se deixaria, por exemplo, uma pessoa como Nélida Piñon ficar num lugar desses.

Nenhum comentário: