A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Dia dos Namorados: motéis com lotação esgotada

 
 A primeira noite da semana é habitualmente fraca nos motéis, mas nesta segunda-feira os patrões destes alojamentos aguardam por casa cheia e prometem aos clientes programas românticos com jacuzzis, espelhos, champanhe, rosas, bombons em formato coração e kits eróticos.
«De uma maneira geral, a segunda-feira não tem muitos clientes à noite. Os dias em que enchemos à noite são, por norma, sexta-feira e sábado, mas esta segunda-feira, com o Dia dos Namorados à porta [terça-feira], esperamos ter lotação esgotada», admite Paula Monteiro, directora do Motel Flamingo, no Porto, assegurando que há «mimos» e «presentes» para os clientes que queiram celebrar o romance naquele espaço.
Embora não façam reservas, os hoteleiros propõem pacotes promocionais especiais que incluem camas redondas, música ambiente, paredes espelhadas, jacuzzis, champanhe, rosas, chocolates ou caixinhas com acessórios eróticos, designadamente algemas.
«O Dia dos Namorados é o dia de morangos e chantilly em que oferecemos aos clientes um brinde ou uma rosa», conta um dos funcionários do Motel Bruxelas, em Gaia, admitindo que as estadias têm por vezes de ser limitadas devido ao aumento da procura de clientes.
Apesar de a crise económica ter provocado quebras no volume de negócios que ascendem a 50% - como registou o Motel Flamingo, que chegou a ter 60 clientes num dia e agora recebe 20 ou 30 -, os dias especiais, como Dia dos Namorados, continuam a ter muita procura, asseguram os hoteleiros.
«Os preços mantêm-se ou aumentam e as estadias podem estender-se ou encurtar, conforme o pacote de oferta», explica uma recepcionista do Motel Sonho, em Valongo.
Já no Motel Dunas d´Ovar, os valores praticados no Dia de S. Valentim são os normais. No entanto, os clientes recebem uma oferta exclusiva de um kit romântico.
Um casal que queira celebrar o romance num motel pode contar com privacidade e sigilo. Caso deseje, pode falar com a recepcionista sobre sugestões de quartos e acessórios, como ter varão ou outro extra.
Em muitos casos, os clientes podem também optar pela total privacidade e seleccionar o quarto numa máquina especial localizada à entrada do motel, sem ter que trocar qualquer diálogo com funcionários do empreendimento. Ao seleccionar o número do quarto, o cliente vê a barreira do check-in e a porta da garagem do quarto abrirem automaticamente, obtendo desta forma o acesso directo ao quarto.
O check-out dos clientes também pode ser totalmente sigiloso, porque basta pagar numa máquina e a barreira das traseiras do motel abre. «Os clientes não têm contacto com absolutamente ninguém», garante Paula Monteiro, acrescentando que o pagamento também pode ser feito na máquina de forma anónima.
Segundo uma funcionária de um dos mais badalados motéis do Porto, estes alojamentos em Portugal servem muitas vezes para reconciliações quando os casamentos já não estão a 100% e cada vez mais há mulheres a marcarem quartos para fazer uma surpresa ao marido nos aniversários ou simplesmente para quebrar a rotina com erotismo e sensualidade.

Nenhum comentário: