A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

PM suspeito de matar Ricardo dos Santos é acusado de torturar homem


Principal suspeito da morte do surfista Ricardo dos Santos, o policial militar Luis Paulo Mota Brentano é acusado de outro crime. Segundo o Fantástico, ele também responde a um processo por torturar e ameaçar de morte um outro homem.
Na reportagem exibida neste domingo, a mãe do rapaz torturado relata as agressões de Brentano ao seu filho.
- Ele (o filho) chegou em casa todo machucado, ele disse: 'mãe, me socorre – disse a mulher.
O caso aconteceu em uma partida de futebol em Joinville. O rapaz teria ido ver a partida, e ao gravar imagens com o seu celular do lado de fora do estádio, foi abordado pelo policial. Segundo a mãe do rapaz, o garoto tentou fugir, mas foi jogado dentro de uma viatura e levado para a delegacia. No local, ele teria sido torturado no fundo da unidade sem mesmo ter sido ouvido pelo delegado.
- Pegava o revólver e colocava na cabeça dele e disse: "tu sabe, né? Se eu quiser te matar eu te mato e ninguém vai saber – contou a mãe.
O caso foi levado ao Ministério Público de Santa Catarina. Na época, o órgão enviou um documento ao batalhão da PM de Joinville pedindo o afastamento do policial. Porém, a promotoria diz que nunca recebeu uma resposta.
A Justiça de Santa Catarina decretou neste sábado que o policial Luis Paulo Mota Bretano seguirá preso preventivamente por ser o principal suspeito de atirar e matar o surfista Ricardo dos Santos. O PM, que foi preso em flagrante após o crime, seguirá detido, a princípio, até o dia de seu julgamento.

Nenhum comentário: