A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Internos da Fundação Casa fazem rebelião e ferem funcionários

Pelo menos 26 jovens teriam participaram do motim e a Corregedoria vai apurar os motivos e a participação de cada um

Mara Cirino

Caraguatatuba – Internos da Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente), localizada em Caraguatatuba, fizeram uma rebelião na tarde da última sexta-feira. Pelo menos cinco agentes de apoio e um menor ficaram feridos. Foi preciso acionar a Polícia Militar para conter os ânimos.
A rebelião teria tido início no refeitório da Fundação Casa onde se encontravam os agentes orientando alguns internos. Neste momento, alguns adolescentes teriam se revoltado e dado início no quebra-quebra e atacando os servidores públicos.
O reforço então foi chamado e na ocasião teria sido usado de força física moderada para conter os ânimos. Cinco menores com idade entre 16 e 18 anos participaram da ação que teria culminado com a participação de pelo menos 26 internos.
O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Caraguatatuba, que fica no bairro Porto Novo, na região Sul da cidade. Um adolescente chegou a ser levado para o pronto Socorro, onde foi atendimento e depois liberado. Os cinco agentes e os cinco menores passaram por exame de corpo de delito e foi feita a perícia no local. A Polícia Militar foi acionada, mas não pode entrar nas instalações da Fundação Casa.
De acordo com a Assessoria de Imprensa da Fundação Casa, aparentemente 26 jovens partiram pra cima dos funcionários. O motivo da briga está sendo apurado pela Corregedoria da Casa.
Segundo a nota da assessoria, a priori, os jovens estavam reticentes em acatar normas de disciplina interna. Não teria havido prejuízos significativos na estrutura da unidade e ontem os jovens já estavam mais calmos.
Este foi o terceiro caso mais grave de falta de disciplina dos internos. Em janeiro passado, cinco internos renderam três funcionários e ficaram com eles na quadra de esportes. Reforço da Polícia Militar foi enviado para o local, mas na ocasião não houve registro de feridos.
A confusão teria tido início com um dos internos, de 18 anos, que tem problemas psicológicos e que está na unidade desde dezembro passado. Ele teria começado a gritar que iria fugir e incitado os outros a ‘virarem’ a unidade. Foi quando os adolescente renderam o coordenador da equipe e mais duas professoras, levando-os para a quadra de esportes.
Em março do ano passado houve o primeiro registro de confusão na Fundação Casa. Pelo menos três adolescentes teriam se envolvido numa briga que começou entre um interno e um monitor. Na ocasião, 25 carteiras escolares foram quebradas.
Os internos estavam na sala de aula quando um deles teria iniciado uma discussão com o agente. O clima teria esquentado e houve o confronto com os adolescentes quebrando as carteiras. Outros funcionários da unidade tentaram controlar os jovens e as polícias foram acionadas.
A unidade, foi inaugurada no final de maio de 2009, tem capacidade para 56 adolescentes, sendo 40 em internação e 16 em internação provisória.

Nenhum comentário: