A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Osama bin Laden pode ter sido morto por guarda-costas, diz jornal paquistanês

Reportagem publicada no jornal paquistanês "Dawn", o mais popular diário de língua inglesa do país, afirma que o líder da al-Qaeda Osama bin Laden, de 54 anos, foi morto por um de seus guarda-costas para evitar que fosse capturado por forças americanas. Relatos de autoridades americanas dizem que o terrorista tentou resistir, mas foi morto com um tiro no rosto.
Levando em conta a cena de tiroteio não parece que ele poderia ser morto à queima-roupa
- Levando em conta a cena de tiroteio não parece que ele poderia ser morto à queima-roupa, de um ângulo tão perto, enquanto oferecia resistência - disse uma autoridade paquistanesa, que esteve no refúgio de Bin Laden logo após a retirada das tropas americanas.
O jornal paquistanês 'Dawn' afirma que Osama bin Laden foi morto  por guarda-costas - Reprodução Internet

Outro oficial informou à BBC que a filha adolescente de Bin Laden, de 12 ou 13 anos, contou ter visto o pai ser morto a tiros. Ele disse ainda que as forças americanas que executaram a operação levaram, além do corpo de Bin Laden, outra pessoa, ainda viva. Os EUA ainda não fizeram comentários oficiais sobre qualquer prisioneiro.


Ainda segundo o jornal paquistanês, o ataque americano começou por volta das 0h30m e contou com 25 homens da equipe de elite da Marinha e da CIA. Segundo o oficial, um dos helicópteros que caiu durante a ação de fato não foi atingido pelas forças de Bin Laden. Autoridades americanas afirmaram que a aeronave sofreu uma pane.
- Não havia evidências de que o helicóptero foi derrubado - disse o oficial.
- Pelos destroços parecia mais ser um caso de um acidente - acrescentou.
A fonte disse ainda que os corpos de três guarda-costas, duas mulheres e um menino mortos durante a ação foram deixados no local, apenas o de Bin Laden foi levado pelos americanos.
As mulheres e crianças que sobreviveram estão sob custódia de agências de segurança do Paquistão e devem passar por interrogatórios.
- Queremos saber toda a história. Quando e quem veio para a região? Onde estava Bin Laden todos estes anos? E ele estava de fato no local no momento do ataque? Existem diversas questões que precisam ser respondidas - disse a autoridades.

Nenhum comentário: