Esthetic Center

Esthetic Center
Av Maranhão, 417, Jardim Primavera

Castro Massas - Delivery

Castro Massas - Delivery
Peça já seu marmitex e lanches delivery (12) 992124729 - (12) 982035208 - Enseada - São Sebastião

Bar do Helio

DREAM HOUSE Festas Caraguá

Brasileirinho Delivery

Viela Café Caraguá

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

McGregor: 'UFC não daria meu cinturão para o cara que nocauteei em 13 segundos'

Conor McGregor venceu José Aldo em dezembro de 2015O irlandês Conor McGregor não parece disposto a fazer uma segunda luta contra o brasileiro José Aldo. Depois de vencer o norte-americano Nate Diaz na noite deste sábado, no UFC 202, o campeão linear do peso pena desmereceu o rival, que é dono do cinturão interino, e não crê que perderia seu título.
"É difícil para mim me empolgar com Aldo. Ele não foi lá e impressionou contra (Frankie) Edgar como eu gostaria que fizesse. Vamos ver", despistou McGregor sobre sua próxima luta, depois de cogitar uma trilogia com Diaz ou mesmo entrar no octógono pelo título dos leves, hoje com Eddie Alvarez.
McGregor também foi questionado se, lutando em outra categoria, não temeria perder o cinturão que mantém nos penas. Sobrou mais uma cutucada em Aldo. "Não acho que tirariam meu cinturão. Como poderia dar meu cinturão para o cara que nocauteei em 13 segundo", disparou o falastrão.
Aldo foi derrotado por McGregor no UFC 194, em dezembro de 2015, mas, desde então, o atual campeão ainda não colocou o título em disputa. O irlandês optou por subir de categoria, mas acabou não atuando entre os leves, fazendo apenas combate em peso combinado com Nate Diaz.
Enquanto isso, o cinturão dos penas foi a jogo de forma interina, com Aldo vencendo Edgar no UFC 200, em julho. A expectativa era de que o próximo compromisso do irlandês fosse para unificar esse título, dando ao brasileiro a chance da revanche da derrota em apenas 13 segundos sofrida em 2015.

Nenhum comentário: