A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Unidos de Vila Isabel A escola de samba une Brasil e Angola para tentar mais um título no Grupo Especial

A Unidos de Vila Isabel é mais uma das muitas escolas de samba que estão diretamente relacionadas a times de futebol da época. Antônio Fernandes da Silveira, o China, foi o responsável pela criação do bloco carnavalesco em 1946, quando os amigos que jogavam com ele aprovaram a idéia.
Formada por apenas 100 componentes, sendo 27 ritmistas, 13 baianas e mais 50 foliões, a Vila Isabel conquistou sua primeira vitória no Grupo III. Pedro Brazão foi o responsável pelo enredo “Poeta dos Escravos” e se tornou um dos maiores vencedores de sambas da agremiação.
A maior personalidade da Vila Isabel é, sem dúvidas, Martinho da Vila. O cantor entrou para a ala dos compositores da escola em 1965, onde teve a honra de compor os sambas enredos de 1967 (“Carnaval de Ilusões”), 1968 (“Quatro Séculos de Modas e Costumes”", 1969 (“Iaiá do Cais Dourado”) e 1970 (“Glórias Gaúchas”).
O primeiro título da agremiação no Grupo Especial aconteceu em 1988, quando foi escolhido o enredo “Kizomba, a Festa da Roça”. A Vila Isabel inovou na época e usou materiais bem alternativos, como palha e sisal, ainda inéditos. Neste mesmo ano, por causa de um forte temporal, o Desfile das Campeãs acabou não acontecendo.
O rebaixamento da escola aconteceu em 2000, retornando somente em 2004 para o Grupo Especial, já que dois anos antes um julgador trocou a ordem de algumas notas e tirou a agremiação da disputa.
Em 2006 o bicampeonato chegou para a Unidos de Vila Isabel. “Soy Loco Por Ti América – A Vila Canta a Latinidade”, do carnavalesco Alexandre Louzada, ficou na boca do povo que cantou durante toda a avenida o samba, consagrando a escola como vencedora do Carnaval do Rio de Janeiro daquele ano.

Nenhum comentário: