A Beira Mar

A Beira Mar
Bar e Restaurante

sexta-feira, 20 de março de 2015

“Pediria perdão à mãe de Eliza se ela tivesse sido mãe de verdade”, dispara ex-goleiro Bruno

<p>Na noite da última quinta-feira (19), Gugu Liberato divulgou em seu programa na Record a segunda parte da entrevista que fez com o ex-goleiro Bruno na cadeia. Nesta última edição, o apresentador ouviu o motivo de desentendimento entre o ex-atleta e Eliza Samudio e outras revelações.</p><p>“Ela [Eliza] me extorquia dinheiro e queria aparecer. Eu estava no restaurante jantando com a Ingrid e, de repente, ela aparecia e ficava na minha frente. Saia de lá para não arrumar confusão. Então, eu ia para outros lugares com a minha noiva porque viajava muito e quando estava aqui queria curtir ela, mas, do nada, ela aparecia. Decidi parar de frequentar a Barra [da Tijuca, no Rio de Janeiro], vou para lugares mais distantes, mas, do nada, ela sempre aparecia. Então, sem conhecer a pessoa, eu cheguei a pensar que ela estava cercando a minha vida. Fiquei com medo”, disse Bruno sobre os últimos momentos que passou com a vítima.</p><p>Gugu então questionou se Bruno gostaria de pedir perdão à mãe da garota, Dona Sônia.</p><p>Foi quando o ex-goleiro disparou: "Gugu, eu poderia pedir perdão a Dona Sônia, poderia pedir perdão se ela tivesse sido mãe de verdade. Uma mãe de verdade não deixaria sua filha ser criada por um cara que abusou da própria irmã. Então, eu poderia pedir perdão se fosse mãe de verdade, como a minha. Mesmo que eu tenha sido agredido por todo mundo, mas minha mãe me protegeu de todas as formas. Devido ao crime, eu poderia pedir perdão, mas peço perdão ao meu filho, o Bruninho. Vai ficar registrado, eu peço perdão ao meu filho”.</p><p>Confira mais detalhes da entrevista nas próximas páginas. </p>

Na noite da última quinta-feira (19), Gugu Liberato divulgou em seu programa na Record a segunda parte da entrevista que fez com o ex-goleiro Bruno na cadeia. Nesta última edição, o apresentador ouviu o motivo de desentendimento entre o ex-atleta e Eliza Samudio e outras revelações.
“Ela [Eliza] me extorquia dinheiro e queria aparecer. Eu estava no restaurante jantando com a Ingrid e, de repente, ela aparecia e ficava na minha frente. Saia de lá para não arrumar confusão. Então, eu ia para outros lugares com a minha noiva porque viajava muito e quando estava aqui queria curtir ela, mas, do nada, ela aparecia. Decidi parar de frequentar a Barra [da Tijuca, no Rio de Janeiro], vou para lugares mais distantes, mas, do nada, ela sempre aparecia. Então, sem conhecer a pessoa, eu cheguei a pensar que ela estava cercando a minha vida. Fiquei com medo”, disse Bruno sobre os últimos momentos que passou com a vítima.
Gugu então questionou se Bruno gostaria de pedir perdão à mãe da garota, Dona Sônia.
Foi quando o ex-goleiro disparou: "Gugu, eu poderia pedir perdão a Dona Sônia, poderia pedir perdão se ela tivesse sido mãe de verdade. Uma mãe de verdade não deixaria sua filha ser criada por um cara que abusou da própria irmã. Então, eu poderia pedir perdão se fosse mãe de verdade, como a minha. Mesmo que eu tenha sido agredido por todo mundo, mas minha mãe me protegeu de todas as formas. Devido ao crime, eu poderia pedir perdão, mas peço perdão ao meu filho, o Bruninho. Vai ficar registrado, eu peço perdão ao meu filho”.

Nenhum comentário: